Releases

0
0
0
s2sdefault

Para contribuir na garantia dos direitos da criança do adolescente em Salvador, cerca de 44 projetos sociais voltados a este público serão financiados pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA). Gerenciado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), vinculado à Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), o FMDCA vai disponibilizar, ao todo, R$6 milhões para financiamento das inciativas.

Para receber essa ajuda financeira, oriunda de doações de pessoas físicas e jurídicas e de renúncia fiscal de empresas privadas, os projetos tinham que respeitar, ao menos, um dos nove eixos voltados à criança e adolescente, estabelecidos pelo CMDCA. As ideias se dividem de acordo com cada Prefeitura-Bairro espalhada pela capital baiana, que dispõem de dados referentes a esses grupos de vulnerabilidade.

Um dos projetos beneficiados é o “Brincar, aprender e criar”, desenvolvido pela Associação Clube de Mães do Lar Pérolas de Cristo, localizada no bairro de Coutos, no Subúrbio Ferroviário. A iniciativa atende um dos eixos para financiamento, que é o atendimento a crianças e adolescentes em situação de moradia de rua e/ou em medida protetiva.

Outra ação selecionada é o projeto “Vida na Arteeducação”, a cargo do Projeto Axé, que segue o terceiro eixo estabelecido pelo CMDCA: o atendimento socioeducativo a crianças e adolescentes em horário complementar ao da escola, por meio de atividades culturais, esportivas e sociais, com foco educacional programas de atenção integral à primeira infância.

Coordenador geral do Projeto Axé, Helmut Shned explica que o financiamento será essencial para o desenvolvimento do programa. “Vai ajudar na alimentação e nas atividades de música e informática que produzimos. Com o recurso, vamos poder contratar um educador, um professor de música e um de informática", explicou. Atualmente, a instituição atende a 800 crianças e adolescentes por ano, na região do Pelourinho.

Em espera – Além dos 44 projetos que receberão o financiamento imediatamente, há outros 14 que foram colocados em uma lista de espera para receber a ajuda futuramente. "Os recursos do FMDCA são destinados a programas que beneficiam diretamente os jovens que enfrentam fragilidades ou violações, garantindo que os direitos deles sejam aplicados", afirmou o presidente do CMDCA, Renildo Barbosa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Cento e quarenta e três escolas da Rede Municipal de Ensino serão entregues ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) nesta sexta-feira (5) para que as unidades sejam preparadas para o primeiro turno de eleições. As escolas selecionadas fazem parte das regionais do Cabula, Cajazeiras, Centro, Cidade Baixa, Itapuã, Liberdade, Orla, Pirajá, São Caetano e Subúrbio II. Assim, as aulas dos estudantes municipais seguem até esta quinta-feira (04) e serão retomadas na próxima segunda-feira (08), no turno vespertino.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) preparou uma operação especial para os eleitores de Salvador neste domingo (07). Das 6h às 18h, a cidade contará com a frota máxima dos dias úteis, ou seja, mais de 2,5 mil ônibus estarão à disposição da população. Para acompanhar o andamento da operação de transporte, 65 agentes de fiscalização estarão nas ruas da cidade. Além da equipe, será efetuado o monitoramento de todas as linhas em tempo real através do Centro de Controle Operacional (CCO).

Ascensores – Para facilitar o deslocamento dos eleitores, excepcionalmente neste domingo, o Plano Inclinado Liberdade/Calçada irá operar das 7h às 18h com tarifa gratuita. Já o Elevador Lacerda terá a operação antecipada em 1 hora, com funcionamento das 6h às 22h, com tarifa no valor de R$ 0,15.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os moradores do Engenho Velho da Federação vão ter atendidas, pela Prefeitura, duas demandas ansiadas há bastante tempo. Uma delas já teve início imediato nesta quinta-feira (04), com a assinatura da ordem de serviço, pelo prefeito ACM Neto, para início imediato das obras de reforma de 150 casas em situação precária, localizadas na comunidade conhecida como Baixa da Égua. Na mesma ocasião, foi anunciada a reconstrução da Escola Municipal Engenho Velho da Federação, cujas obras deverão ser iniciadas ainda este ano.

Sobre o Morar Melhor, o prefeito salientou que o programa chegará a 20 mil residências beneficiadas até o fim de 2018, e relembrou como funciona a ação. “A Prefeitura chega ao bairro, conversa com os moradores mais pobres e leva, a partir da demanda apontada pelas famílias, as melhorias para a casa. É o chapisco, o reboco, a pintura, melhora o telhado, o banheiro e, com isso, vai melhorando a qualidade de vida dessas pessoas. Sabemos que o sonho de muitas famílias é reformar a própria casa. No entanto, pela pobreza, não têm condições de economizar recursos para fazer isso com o próprio esforço. Então chega o programa Morar Melhor para realizar esse sonho das pessoas mais pobres de Salvador”.

Impacto – Uma das casas que serviram como modelo da transformação a ser promovida nos demais imóveis pelo Morar Melhor é a de Maria Anunciação Bispo dos Santos, de 69 anos. Ao lado do marido, Antônio, ela vê como uma bênção a reforma da casa, que ganhou pintura e reboco, novo telhado e louças sanitárias. Ao contar a própria história, revelou ter tido uma infância difícil. Casou cedo e teve onze filhos – o mais velho perdeu a vida em um desabamento na casa onde moravam, há quatro décadas. Somente há dois anos passou a frequentar a escola, junto com a neta.

“Aqui nessa casa, quando chovia, era só preocupação. Molhava tudo, o telhado estava podre, quase para cair, deixei de tomar conta de crianças por conta disso. Quando vieram aqui marcar as casas, fiquei com dúvida da ação. Mas depois chegaram para fazer as obras e foi bem rápido. Tô muito feliz. Só tenho a agradecer por esse benefício”, declarou dona Maria.

A vizinha Valdenice Latão, de 34 anos, também era só satisfação com a iniciativa, que vai melhorar a casa dela. “Desde a infância, nunca acreditei em promessas, achava que só beneficiavam quem era do esquema deles. Com o Morar Melhor, vi que quem é merecedor está recebendo a ação. Isso é super importante”, afirmou.

Andamento – Esta é a segunda etapa do programa, que teve início em dezembro do ano passado. Cerca de 4,5 mil casas estão sendo beneficiadas nesta fase. Todas as obras são fiscalizadas durante a execução e após a conclusão. O programa pretende resgatar a cidadania e a autoestima da população residente nas áreas contempladas, promovendo também assistência técnica nas áreas de Arquitetura e Construção Civil, oferece moradia digna às pessoas e dá oportunidade de trabalho para moradores que já atuam como pedreiro e auxiliar de pedreiro.

A escolha dos bairros beneficiados obedece a alguns critérios sociais: são escolhidos, prioritariamente, os que têm maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; maior número de pessoas abaixo da linha de pobreza; maior densidade habitacional; maior quantidade de mulheres chefes de famílias, além da precariedade habitacional característica observada pelas equipes em campo. A definição dos serviços é feita em conjunto com o morador, observando também critérios técnicos.

Balanço – Desde 2015, o Morar Melhor já reformou casas em mais de 50 bairros de Salvador, e a meta é chegar à marca de 40 mil residências até o fim de 2020. Devido ao grande sucesso no quesito boas práticas em habitação, o programa recebeu o Selo do Mérito Especial no Fórum Nacional de Habitação e Interesse Social, em 2017. A honraria foi concedida pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador irá acionar o Partido dos Trabalhadores (PT) junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para que a sigla pague pelos danos provocados à cidade com propaganda irregular. Pontos de asfalto do Comércio, Piedade, Avenida Garibaldo e Acupe de Brotas amanheceram hoje (04) pintados com a marca e o número do PT, em um ato de vandalismo proibido pela legislação eleitoral. 

"Estamos tomando todas as providências necessárias para que o contribuinte soteropolitano não pague essa conta, pois a Prefeitura terá que limpar essa sujeira. Essa conta tem que ser enviada ao partido. Essa não é a forma correta de fazer política, vandalizando a cidade, sujando Salvador. E o pior é que existem lideranças desse partido divulgando esse ato criminoso nas redes sociais como se fosse um prêmio", lamentou o chefe de Gabinete da Prefeitura, Kaio Moraes. 

Kaio Moraes afirmou que quem sujar a cidade está sujeito às multas eleitorais e também a penalidades administrativas e legais por parte da Prefeitura. "Estaremos vigilantes e seremos rigorosos para coibir e enfrentar esse tipo de ação até as eleições, usando de todos os meios legais para penalizar os infratores", salientou.

Legislação - A Prefeitura, por meio da Limpurb, irá remover as pichações e espera que a Justiça Eleitoral determine que o PT faça o devido ressarcimento ao erário. A prática é uma das hipóteses de propaganda ilegal, podendo levar à aplicação de multa no valor de R$ 2 mil a 8 mil. Além disso, as pichações configuram crime ambiental, segundo o art. 65 da Lei Municipal nº 9.605/98 e violam as posturas legais sobre o ordenamento da cidade, sujeitando os responsáveis ao pagamento de multa. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Outubro chegou e, com ele, começa também a tradicional temporada de cruzeiros marítimos a Salvador. De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a estimativa é de que a capital baiana receba, a partir do próximo dia 22 de outubro até 21 de abril do próximo ano, 163.117 passageiros distribuídos em 49 navios. As embarcações saem de cidades como Recife, Búzios, Maceió, Rio de Janeiro, Fortaleza, Santos, Ilhéus, Cabo Frio e Tenerife – esta última na Espanha.

O primeiro cruzeiro a atracar no porto da capital baiana é o AIDAaura, que traz a Salvador 1.266 passageiros. A novidade este ano é a vinda do MSC Seaview, o maior dos navios. Ele comporta 5.210 passageiros e chega à cidade no dia 2 de dezembro. Ainda segundo a Secult, esses visitantes de algumas horas, chamados de "excursionistas", costumam visitar locais próximos ao Terminal Marítimo de Passageiros, como Mercado Modelo, Elevador Lacerda, igrejas do Centro Histórico e Pelourinho.

Para o secretário da Secult, Cláudio Tinoco, a expectativa é alta, já que o Centro Histórico passou por algumas requalificações nos últimos meses. “Para essa temporada, nós esperamos uma experiência ainda melhor. Há equipamentos como a Casa do Carnaval, que está em um dos roteiros de acesso pelo Centro Histórico, a partir do Porto, e a reforma do Terreiro de Jesus, que deve ser concluída em janeiro, dentre outras intervenções que vão melhorar ainda mais essa experiência, ", afirmou.

A visita rápida, de algumas horas, funciona também como um incentivo para que esses excursionistas voltem a Salvador em uma outra oportunidade. “A nossa intenção é fidelizar esse turista pra que ele possa voltar à cidade em uma outra oportunidade, e aí, sim, passar mais dias e conhecer melhor a capital", completou Tinoco.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Farinha de trigo, creme de leite, ovos, leite, sal e manteiga. Com esses ingredientes, de baixo custo e fácil acesso, e com aquele toque pessoal, é possível fazer a massa do crepe, alimento de origem francesa que está em alta no Brasil, principalmente em buffet de festas diversas.  

O recheio fica a cargo e imaginação de quem o faz, pode ser doce, com frutas, chocolate, leite condensado, doce de leite ou salgado, com proteínas, como frango desfiado, carne moída, queijo, peito de peru ou presunto. 

Justamente, por ser um alimento que atrela baixo custo à grande procura, a oficina de crepes doces e salgados, realizada na tarde desta quarta-feira (3), no Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares (Cram), nos Barris, atraiu 15 mulheres interessadas em aprender os segredos da produção do quitute. 

Uma delas foi Joana Angélica Mendes, de 41 anos, que pretende fazer em casa e nos aniversários da família. “Os cursos realizados aqui são ótimos! Eu fiz o de confeiteiro no início do ano e não precisei encomendar bolo no aniversário da minha filha, gerou uma economia. Com esse de crepe, penso em fazer em casa e, futuramente, empreender também”, disse a aluna. 

Para o professor Reinaldo Mariano, o resultado foi muito bom. “Aqui tem pessoas muito interessadas e isso é muito bacana. Além disso, o curso aumenta a autoestima e promove o bem-estar dessas mulheres, por meio da arte de cozinhar”, afirmou. 

A oficina de crepes doces e salgados é realizada pela Secretaria de Política para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), e integra a programação do Outubro Rosa até o dia 31 de outubro.  

Programação – Ainda estão previstas oficinas de de sequilhos, no dia 10; tortas salgadas, no dia 24; salada fitness, no dia 29; e salgados comerciais, no dia 31. Todas elas ocorrerão no turno vespertino, em apenas um dia, entre 14h e 17h.  

No Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid), na Ribeira, serão oferecidas aulas de crepes doces e salgados, no dia 08; sequilhos, no dia 25; e salada fitness, no dia 30. As oficinas também serão realizadas no turno vespertino, das 14h às 17h.  

Localização – O Cram fica localizado na Praça Almirante Coelho Neto, nº 1, e o Camsid, na Rua Lélis Piedade, nº 63. Para se matricular, é necessário preencher uma ficha de inscrição a ser disponibilizada no local e anexar cópia de RG e CPF. Os alunos receberão certificado ao final das oficinas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em clima de festa e reconhecimento à própria história, os moradores de Vila Canária lotaram a Praça Inêz Santos Lima, construída pela Prefeitura na Rua Ypiranga. A cerimônia de inauguração contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, acompanhados do secretário municipal de Manutenção (Seman), Virgílio Daltro; do presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Desal), Marcílio Bastos; familiares da homenageada e demais autoridades. 

Antes abandonada, a área onde foi construído o espaço de convivência e lazer ganhou equipamentos que vão possibilitar a diversão de pessoas de todas as idades, além de trazer mais vida ao local, como afirmou o prefeito. “A beleza das praças nos bairros periféricos é a mesma do Centro da cidade. É o mesmo material, projeto e qualidade. Essa é a missão da Prefeitura desde 2013: devolver a cidade ao cidadão”, pontuou ACM Neto. 

Ele ainda ressaltou que, nos últimos cinco anos, mais de 330 praças foram construídas ou reconstruídas pela administração municipal. Até o fim de 2018, esse número chegará a 400 espaços de convivência e lazer, que contribuirão para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. 

“Essa praça é muito importante pra gente. É bom para as crianças brincarem, saírem de casa. Aqui não tinha nada. Para passear, tínhamos que ir a outros bairros. Agora, a gente tem diversão perto de casa”, afirmou a autônoma Inês Dantas, de 40 anos. 

Homenagem – A praça também faz referência a uma importante figura do bairro. Falecida há três anos, vítima de câncer, Inêz Lima era conhecida na comunidade pela caridade – ajudava bastante as pessoas mais necessitadas, inclusive àquelas que não tinham apoio da própria família. 

Filha de dona Inêz, Marinês Lima ressaltou que a praça veio em boa hora, pois Vila Canária é um bairro distante e não possuía opções de lazer para os moradores. “A homenagem foi inesperada, mas a família ficou muito feliz por esse reconhecimento. Minha mãe se tornou uma referência no bairro, todos recorriam a ela. Agradeço à Prefeitura e aos moradores por terem permitido essa ação”, completou. 

Estrutura – Com área de 888 m², a praça ganhou academias de saúde e de musculação, parque infantil e espaço game, composto por mesas para jogos, a exemplo de pingue pongue. A requalificação da praça também envolveu implantação de pergolado, piso intertravado, paisagismo, guarda-corpo em eucalipto, além de elementos de comunicação visual, iluminação em LED e acessibilidade com rampas para idosos e cadeirantes.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para facilitar que os eleitores soteropolitanos possam exercer seu dever cívico neste domingo (07) com maior tranquilidade, a Prefeitura montou uma operação especial com serviços essenciais.

Colégios eleitorais – Precisamente, 143 escolas da Rede Municipal de Ensino serão entregues ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) nesta sexta-feira (5) para que as unidades sejam preparadas para o primeiro turno de eleições. As escolas selecionadas fazem parte das regionais do Cabula, Cajazeiras, Centro, Cidade Baixa, Itapuã, Liberdade, Orla, Pirajá, São Caetano e Subúrbio II. Assim, as aulas dos estudantes municipais seguem até esta quinta-feira (04) e serão retomadas na próxima segunda-feira (08), no turno vespertino.

Transporte – A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) preparou uma operação para o transporte público. Das 6h às 18h, irá operar com a frota máxima dos dias úteis, ou seja, mais de 2,5 mil ônibus estarão à disposição para melhor atender à população. Para acompanhar o andamento da operação de transporte, 65 agentes de fiscalização estarão nas ruas da cidade. Além da equipe, será efetuado o monitoramento de todas as linhas em tempo real através do Centro de Controle Operacional (CCO).

Ascensores – Para facilitar o deslocamento dos eleitores, excepcionalmente neste domingo (07), o Plano Inclinado Liberdade/Calçada irá operar das 7h às 18h com tarifa gratuita. Já o Elevador Lacerda terá a operação antecipada em 1 hora, com funcionamento das 6h às 22h, com tarifa no valor de R$ 0,15.

Trânsito – Já a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) montou uma operação de trânsito dedicando atenção especial aos maiores colégios eleitorais da capital baiana. Equipes estarão voltadas para o monitoramento de tráfego acompanhando os principais corredores, a fim de solucionar com brevidade qualquer situação que possa causar transtorno à fluidez.

O órgão direcionará o foco de trabalho nos locais de maior demanda de eleitores e que consequentemente tendem a causar retenções no fluxo, a exemplo da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBa), no Vale do Canela; o Colégio Iceia, no Barbalho; a Fundação Politécnica, na Federação; entre outros locais que registram grande movimento, como a Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), Rua Silveira Martins e os bairros de Pernambués, Cajazeiras e Itapuã.

Além do monitoramento, nenhum evento que cause alterações no tráfego está liberado pelo órgão, que suspendeu ainda o projeto Ruas de Lazer, realizado aos domingos e feriados no Dique do Tororó, no condomínio Greenville e na Avenida Magalhães Neto.

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...