Releases

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador enviou na manhã deste sábado (11) o primeiro carregamento de donativos arrecadados pela ação Salvador Solidária para ajudar as vítimas das chuvas e das enchentes no Rio Grande do Sul. No total, foram 103 mil litros de água destinados ao estado do Sul, além de materiais de limpeza e outros itens doados pelas pessoas à iniciativa, que segue até a próxima quarta-feira (15) com o objetivo de ampliar ainda mais os donativos para a população gaúcha.

O prefeito Bruno Reis, a vice-prefeita e secretária municipal da Saúde, Ana Paula Matos, e o diretor da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo, dentre outras autoridades municipais, acompanharam a saída dos caminhões que vão levar as doações.

A logística conta com o apoio dos Correios, da empresa Vinhedos Transportes, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira (FAB), que auxiliam no transporte dos materiais arrecadados. Uma parte dos materiais vai por via terrestre, com o apoio da Vinhedos, e a outra vai pelo ar, por meio da FAB. A carga será recebida pela Prefeitura de Porto Alegre, que irá redistribuir o material com outros municípios.

O prefeito ressaltou que a meta era arrecadar 50 mil litros de água, mas o objetivo foi ultrapassado em mais que o dobro, e conclamou as pessoas para que continuem fazendo doações. “Eu quero aproveitar este momento para agradecer o espírito de solidariedade do soteropolitano. Essa corrente de mobilização, de solidariedade, não para. Então continuem doando, nós estamos recebendo esses donativos aqui na Codesal e na sede das Prefeituras-Bairro. Cada participação é muito importante para todos que estão passando por essa imensa dificuldade”, afirmou.

Bruno Reis contou que tem mantido contato com o prefeito de Porto Alegre (RS), Sebastião Melo. “Ele tem me atualizado. Já são mais de 10 mil pessoas desabrigadas. Realmente a grande necessidade é água e material de limpeza. Já tinham recebido doações de alimentos, de agasalhos, então ele pediu que nós mobilizássemos a nossa cidade para viabilizar água, porque já começa a ter desabastecimento. E com isso a gente vai dando a nossa contribuição”, relatou.

Ana Paula Matos, que integra a Coordenação de Desastres da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), agradeceu ao empenho da Defesa Civil, dos voluntários e da população de Salvador. “De forma integrada, com apoio do Exército, Correios, Codesal e diversos órgãos parceiros, estamos arrecadando água e material de limpeza, mas, sobretudo, passando uma mensagem de amor, esperança e solidariedade. Já fizemos isso em outros momentos, como na própria pandemia e nas chuvas aqui na Bahia, e foi de extrema valia, os soteropolitanos estão abraçando essa causa, pois o trabalho de reconstrução do Rio Grande do Sul necessita do apoio de todo povo brasileiro”, disse.

Sosthenes Macedo também destacou a solidariedade do povo soteropolitano. “A ação começou na última quarta (8) e já conseguimos passar de 100 mil litros de água em pouco tempo. Neste momento difícil para nossos irmãos e irmãs no Rio Grande do Sul, que foram duramente afetados pelas chuvas históricas, nossa cidade se uniu em um gesto de amor e compaixão. Essa demonstração de solidariedade reflete o espírito de união e fraternidade que caracteriza o povo de Salvador”, afirmou.

O diretor da Codesal destacou ainda a participação de diversas entidades e secretarias municipais, que se mobilizaram para fazer doações. Os tribunais de Contas dos Municípios (TCM) e do Estado (TCE), por exemplo, promoveram uma campanha com servidores e doaram 10 mil litros de água para a ação Salvador Solidária.

O sistema Fecomércio arrecadou e enviou à iniciativa outros 10 mil litros, enquanto o Sindicato de Habitação na Bahia (Secovi) doou 5 mil litros. Sosthenes contou ainda que outras empresas, a exemplo de supermercados, também fizeram doações. “Já recebi mensagens de diversas pessoas e representantes de entidades informando que farão doações até a próxima quarta-feira. Cada gesto de ajuda faz a diferença e mostra que juntos somos mais fortes”, pontuou.

A superintendente regional dos Correios na Bahia, Evelyn Negrão, afirmou que a instituição está com toda a sua estrutura mobilizada para poder apoiar o Rio Grande do Sul. “Superou muito as nossas expectativas, as pessoas realmente estão doando. A gente está com uma doação muito significativa”, contou ela, ressaltando ainda que os Correios prontamente aceitaram a parceria com a Prefeitura para encaminhar os materiais.

As doações podem ser feitas até a próxima quarta-feira na sede da Codesal, na Av. Mário Leal Ferreira, e também nas Prefeituras-Bairro da capital baiana, das 8h às 16h. As chuvas históricas no Rio Grande do Sul já deixaram mais de 100 mortos e mais de 300 mil pessoas desalojadas.

Emoção - O motorista Vandio César é gaúcho de Garibaldi, cidade também atingida pelas fortes chuvas, e é um dos profissionais que vão conduzir caminhões para levar os donativos ao Rio Grande do Sul. Ele tomou a decisão de pedir demissão da empresa Vinhedos Transportes para voltar ao estado e ficar ao lado da família.

“Tomei essa decisão e vou dizer uma coisa: eu amo a estrada, amo o caminhão, amo a vida da estrada, tudo, mas que eu quero é ir pra casa abraçar minha família, ver minha mãe, meus filhos, minhas netinhas, e mais nada. Porque não precisa você ter muita coisa para ser gente hoje e para viver. O que vale na vida da gente é o amor das famílias. Eu estou um felizardo, eu tô um bilionário porque eu vou pra casa”, contou, emocionado.

Vandio relatou o cenário de destruição deixado pelas chuvas e agradeceu a solidariedade das pessoas que estão fazendo doações para ajudar as vítimas das enchentes em seu estado natal. “Lá é um cenário de guerra total. Essa solidariedade que tem se formado em todo o país é uma pontinha de esperança. E eu agora vou voltar graças ao povo baiano, é água mineral, mas isso para as pessoas lá é ouro. Eu estou indo carregado de ouro”, disse.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria de Saúde (SMS) de Salvador, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) segue neste sábado (11) com ações de combate ao Aedes aegypti nos bairros Imbuí, Boca do Rio, Costa Azul, Armação, Caminho das Arvores, Pituba e Amaralina.

De acordo com a vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, "Salvador tem alcançado resultados positivos com a intensificação das ações, a exemplo do fim da epidemia de dengue na cidade anunciado no início da semana, fruto de muita atenção e trabalho das equipes de agentes mobilizadas por toda a cidade", afirmou.

A gestora da pasta afirma, contudo, que a situação ainda requer cuidados e que os trabalhos de enfrentamento ao mosquito Aedes devem ser contínuos. "A dengue dever ser combatida o ano inteiro, não só em cenários agravantes. Evitar água parada é uma medida simples para mantermos nossa cidade livre da doença e essa é uma responsabilidade conjunta, da sociedade e poder público. Unidos somos mais fortes", destaca.

As denúncias e solicitações dos munícipes para inspeções e ações contra a dengue através da nossa ouvidoria, no telefone 156.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para oportunizar o acesso à vacina contra a influenza em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza mais uma edição do Sábado da Vacina neste dia 11, das 8h às 16h. Para se proteger, o público apto terá acesso a 30 postos, incluindo unidades de saúde, shoppings, supermercados e locais onde há grande circulação de pessoas.

Estão habilitados para a vacina contra a dengue os pré-adolescentes e adolescentes de 10 a 14 anos. Para receber a dose, é necessário apresentar o Cartão SUS de Salvador e documento original com foto.

Já para a gripe está habilitado todo o público acima de seis meses de idade, sendo que os bebês e crianças menores de 12 anos serão vacinados somente em postos de saúde. Já os pontos externos (shoppings, supermercados e estação de transbordo) acolherão exclusivamente os interessados a partir de 12 anos. Na ocasião, é desejável apresentar cartão de vacina e documento original com foto.

A vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, destaca a importância da continuidade da vacinação também aos sábados, facilitando o acesso aos imunizantes, e convida a população para comparecer e também colaborar com a ampliação da cobertura de proteção contra as doenças na cidade. “No sábado é quando muitas famílias podem dedicar parte do tempo livre para o compromisso com a saúde, exercendo suas responsabilidades. Estaremos em pontos estratégicos, de grande circulação de pessoas, a exemplo de shoppings, mercados e da Estação Rodoviária, para intensificar a oferta e garantir a ampliação das coberturas vacinais em Salvador”, ressalta.

Confira os pontos de vacinação:

DS São Caetano/Valéria – USF San Martin II.

DS Centro Histórico – Shopping Piedade e Home Center Ferreira Costa (Barris) (das 9h às 16h).

DS Boca do Rio –Supermercado Gbarbosa (Costa Azul - 9h às 16h) e USF Imbuí.

DS Pau da Lima – Shopping Ponto Alto (9h às 16h), USF Vale dos Lagos, UBS Pires da Veiga, UBS Dra. Ceci Andrade, USF São Marcos I e USF João Roma Filho.

DS Itapuã – Salvador Norte Shopping e Home Center Ferreira Costa – Paralela (9h às 16h).

DS Brotas – Shopping Vila Laura, Shopping Brotas Center e Supermercado Atacadão – Campinas de Brotas (9h às 16h) e USF Vale do Matatu.

DS Subúrbio – USF Beira Mangue.

DS Liberdade – Plano Inclinado Liberdade (8h às 13h) e UBS São Judas Tadeu.

DS Cabula – Shopping Bela Vista e Estação Rodoviária (9h às 16h), USF Barreiras (8h às 14h), USF Raimundo Agripino e UBS Rodrigo Argolo.

DS Cajazeiras – USF Cajazeiras V e USF Cajazeiras XI.

DS Itapagipe – Shopping Outlet Center (9h às 16h).

DS Barra/Rio Vermelho – Shopping Salvador (9h às 16h) e UBS Clementino Fraga (5° Centro – drive e fixo).

Texto: Ascom/SMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Contemplado com o edital Territórios Criativos da Fundação Gregório de Mattos (FGM), o Circuito Letras Pretinhas vai levar literatura, teatro e música para o Subúrbio de Salvador a partir da próxima segunda-feira (13) até o dia 30 de maio. A iniciativa é do projeto Calu Brincante (@calubrincante), que conta com a coordenação artística da atriz, escritora e diretora Cássia Valle.

O projeto promove uma imersão na poética da literatura preta infantojuvenil, tomando como base três livros de autoria de Cássia Valle: “Calu, uma menina cheia de histórias”, vencedor do prêmio APCA como melhor livro infantil em 2017; “Aziza, a preciosa contadora de sonhos”; e “Felipa, Maria Felipa”. A partir dessas narrativas, haverá contações de histórias, leitura dramática, apresentações teatrais e oficinas de escrita criativa e musicalização, sempre integrando os jovens. As atividades contam com recursos de acessibilidade em Libras e audiodescrição.

O Circuito Letras Pretinhas: A Imersão Literária Preta Infantojuvenil foi contemplado pelo edital Territórios Criativos, com recursos financeiros da FGM, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Prefeitura de Salvador e da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura, Governo Federal. O projeto conta com a participação das produtoras executivas Lucila Laura e Clésia Nogueira, e do diretor musical da Calu Brincante, Cell Dantas.

Identidade e representatividade – A circulação vai abranger cinco bairros do Subúrbio: Itacaranha, Periperi, Plataforma, Vista Alegre e Coutos. E o encerramento do projeto contará com uma apresentação do espetáculo “Sarauzinho da Calu”, no Subúrbio 360, gratuito e aberto para toda a comunidade local.

“Eu fico muito feliz. Há muito tempo eu já queria fazer uma coisa dessa, poder circular essa literatura que eu faço com Luciana Palmeira sobre a importância da literatura preta infantojuvenil, pois a identidade e representatividade importam. Melhor ainda poder ir com o Bonde da Calu fazendo apresentação de espetáculos infantojuvenis que trabalham com as infâncias negras”, comemora Cássia.

“Eu brinco que o Bando da Calu é o filho caçula do Bando de Teatro Olodum. Esse é o grande desejo do bonde. Assim como o bando trouxe o protagonismo negro do ator negro em cena, agora nós queremos falar das infâncias negras e das crianças negras em cena”, conta a autora, que interpreta Mãe Raimunda no filme “Ó Paí, Ó”.

Programação – Na segunda-feira (13), o Circuito Letras Pretinhas estará na Biblioteca Paulo Freire, em Itacaranha, das 9h às 11h, com oficina de musicalização, oficina de escrita criativa e leitura dramática. Na quinta-feira (16), das 14h às 16h, o projeto ocorre na Escola Comunitária Santo Antônio, em Periperi, com oficina de musicalização, oficina de escrita criativa e Bailinho da Aziza.

No dia 20, das 9h às 11h, o projeto estará no Acervinho (Arcevo da Laje), no bairro de Plataforma, com oficina de musicalização, escrita criativa e leitura dramática. No dia 23, das 14h às 16h, quem recebe o projeto é a Creche Escola e Orfanato Mãe Nildete, situada em Vista Alegre. No dia 30, ocorre o encerramento do circuito com o Sarauzinho da Calu, no Subúrbio 360, em Coutos.

Reportagem: Priscila Machado/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com o intuito de oferecer ações de cunho social através de atendimento ambulatorial individualizado, os programas Mãe Salvador e Rede Cegonha, realizados em parceria entre as secretarias municipais da Saúde (SMS), de Mobilidade (Semob) e de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), proporcionam conforto e segurança às gestantes residentes na capital baiana. Os programas garantem assistência plena às gestantes soteropolitanas durante os períodos de pré-natal, parto e puerpério, ofertando, além do serviço de acompanhamento de saúde, passagens identificadas de ônibus, após cadastramento prévio, e acompanhamento socioassistencial.

Juntas, as ações já atenderam a 5.472 mulheres de janeiro ao início do mês de maio. Responsável pela realização de exames de pré-natal, planejamento familiar, puericultura, de crianças até 2 anos, transporte e regulação hospitalar, a Rede Cegonha atua de forma interligada ao Mãe Salvador, proporcionando o atendimento humanizado e com hora marcada nas 158 unidades de saúde que realizam pré-natal na capital baiana.

A vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, destaca a importância de um olhar ainda mais especial às necessidades das gestantes. "Os programas proporcionam acolhimento, segurança obstétrica, cuidado e atendimento especializado num momento tão importante na vida da mulher. As ações integradas com a Saúde e Assistência Social permitem maior cuidado com as grávidas e crianças. Na atual gestão, estamos ampliando os serviços em saúde para as gestantes com a construção da primeira maternidade municipal e hospital da criança, que cuidará de toda família”, assinala.

Cuidado – Contando os dias para o nascimento de Helena, a caixa de supermercado Sandra Rendall, 30 anos, está grávida de oito meses e destaca a importância do acolhimento e atenção prestados na Unidade Saúde da Família (USF) Yolanda Pires, na Fazenda Grande I. "É um trabalho excelente. Os profissionais são acolhedores, prestativos e atenciosos. Não há pressa no atendimento, que é personalizado e com hora marcada. Então, é algo que dá uma segurança e um conforto maior, com acompanhamento individualizado, que é essencial", exemplifica.

Extremamente dedicado e atento às orientações dos profissionais de saúde, o segurança Carlos Roberto, 32 anos, acompanha a esposa Sandra em todos os momentos da gestação. "É um atendimento diferenciado, com atenção a todos os detalhes da gestação. Tudo bem completo, além do que a gente espera de um sistema público. Temos aqui todo o atendimento necessário sem o desgaste de ser atendido por ordem de chegada, mas por hora marcada. Outra coisa que achei importante é o atendimento e acompanhamento dos parceiros das gestantes", diz.

Aos oito meses de gravidez, a babá Vitória Souza, de 23 anos, é mais uma futura mamãe acompanhada na unidade. "Tivemos acesso a todo atendimento necessário, com apoio clínico e psicológico, médicos prestativos, atenciosos e sem pressa na consulta, tratando de cada detalhe e tirando todas as nossas dúvidas. Antes era algo complicado, mas por aqui a coisa anda muito bem. Já é um lugar que minha família frequenta há muitos anos, e onde me sinto muito segura e acolhida".

Há um ano prestando atendimento via Rede Cegonha na unidade, a obstetra Thaissa Miranda fala dos desafios e da importância do serviço qualificado para gestantes e seus companheiros. "Saúde materna e infantil é uma atividade muito importante e onde o atendimento precisa ser o mais qualificado possível. Aqui são realizados atendimentos de pré-natal da gestante e do companheiro, assistência social, odontológico e também exames de laboratório e testes rápidos. Em seguida, há o encaminhamento para exames mais complexos, como ultrassonografia, em unidades parceiras", declara.

"Como são muitas gestantes agendadas, definimos a hora marcada, para evitar complicações e outros entraves da ordem de chegada. Geralmente, as primeiras consultas são mais demoradas, e a coisa vai sendo alinhada ao longo do tempo, com sete a oito gestantes por turno, chegando a cerca de 50 atendimentos semanais", completa a profissional.

Atuando diretamente no atendimento às gestantes, Tatiana Franco, técnica da Rede Cegonha, destaca o quanto os programas são importantes para garantir a saúde da mãe e do bebê. "Nossa percepção em relação aos programas é que eles têm contribuído positivamente na melhoria dos indicadores relacionados à consulta de pré-natal, e que as gestantes beneficiadas demonstraram satisfação quanto ao serviço que oferecemos", disse.

Rede Cegonha e Mãe Salvador – A Rede Cegonha é um Programa do Ministério da Saúde, criado em 2011 e estruturado a partir de três componentes: pré-natal; parto e nascimento; puerpério, que é o período após o parto; atenção integral à saúde da criança e o transporte sanitário e regulação.

Dentro do pré-natal existem ações com enfoque na captação precoce das gestantes, além de outras estratégias, de modo que ela consiga realizar o mínimo de consultas de pré-natal preconizado pelo Ministério da Saúde, que são sete atendimentos, além da realização de exames importantes durante a gravidez.

O Mãe Salvador é um programa intersetorial da Prefeitura Municipal que envolve a SMS, no que se refere à toda logística do programa para que a gestante tenha acesso aos benefícios - a partir do cadastro -, mudança de etapa e encaminhamento para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

Dessa forma, a Semob participa através da Transcard, que configura a geração do Bilhete Único Identificado, que é o cartão de transporte com direito a inserção dos créditos de passagem de ônibus para as gestantes a partir de informações passadas pela SMS. À Sempre cabe a avaliação e o acompanhamento da gestante para o recebimento do benefício natalidade.

Reportagem: Ana Virgínia Vilalva e Eduardo Santos/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir deste sábado (11) os usuários do sistema BRT Salvador contarão com mais um terminal no trecho 2. A Estação BRT Barris passará a atender os usuários de domingo a domingo, das 9h às 15h, seguindo o modelo de funcionamento da operação assistida. No local, será possível embarcar tanto no sentido Lapa, como no sentido Pituba. A estação fica localizada na Praça João Mangabeira, atrás da UPA dos Barris.

O secretário da Semob, Fabrizzio Muller, explica que, ao longo da operação assistida, novas estações entrarão em funcionamento. "A Estação BRT Barris passa a beneficiar os usuários que desejam chegar à região utilizando o sistema, além de toda a comunidade do entorno. A cada 15 dias estamos avaliando a operação e em breve novos terminais estarão disponíveis para a população", afirmou.

Funcionamento – O BRT Salvador conta atualmente com 51 veículos. Até o final deste ano, serão incorporados mais 51 ônibus, totalizando 102, entre eles a frota elétrica. Com isso, será possível criar mais duas linhas para o modal: a B5, que vai ligar a Rodoviária à Lapa, e a B6, que vai fazer o trajeto entre a Lapa e o aeroporto pela orla por meio do BRS, que está sendo implantado. Ao final desta fase piloto, o trajeto entre a Rodoviária e a Lapa será feito em cerca de 16 minutos.

O modal completou um ano de operação em 30 de setembro do ano passado, quando alcançou a marca de 10 milhões de passageiros transportados e é pioneiro no país no uso de ônibus elétricos. Em 2023, foi inaugurado o maior terminal público de recarga elétrica de veículos do Brasil.

O modal possui deslocamento prioritário, visto que em toda a extensão, a circulação dos veículos é feita por vias prioritárias/exclusivas. Isso representa um ganho no deslocamento dos usuários, uma vez que não há concorrência com outros veículos nos trechos do sistema.

Texto: Ascom/Semob

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador se manteve como referência no país na área contábil e fiscal e conquistou pela primeira vez nota máxima no índice da Capacidade de Pagamento (Capag), promovido pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Divulgado nesta sexta-feira (10), o cálculo publicado anualmente consagrou a capital baiana como ‘A+’.

O feito inédito foi possível graças ao ótimo desempenho nos três indicadores avaliados pelo Capag e a consistência da informação encaminhada ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi), divulgada por meio do Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal. Anteriormente, a cidade havia conquistado, seis vezes consecutivas, nota ‘B’ no índice.

O índice do Tesouro Nacional considera os indicadores ‘Endividamento’, que afere o tamanho da dívida relativa à receita corrente líquida e a capacidade do ente federativo de cumprir suas obrigações financeiras ao longo prazo; ‘Liquidez Relativa’, responsável por aferir o nível das obrigações financeiras em relação a disponibilidade de caixa; e ‘Poupança Corrente’, que aponta à relação entre despesas e receitas correntes.

“Este é um marco histórico para nossa cidade e reflete o compromisso da nossa administração em garantir uma gestão eficiente e transparente dos recursos públicos. Essa conquista é resultado de um trabalho árduo e dedicado de toda a equipe da Prefeitura, que tem se empenhado na busca pela eficiência e pela responsabilidade na gestão dos recursos”, ressaltou o prefeito Bruno Reis.

Ele ainda ressaltou que, graças a essa gestão responsável, a capital baiana conseguiu assegurar recursos para a execução de obras históricas, como o BRT, que tem transformado a mobilidade urbana em nossa cidade, além de investimentos robustos nos serviços essenciais, como saúde e educação.

“Não podemos deixar de destacar também os investimentos robustos realizados nas áreas mais carentes da cidade, visando promover a inclusão social e o desenvolvimento humano. Essas ações têm sido fundamentais para reduzir as desigualdades e melhorar a qualidade de vida dos soteropolitanos”, salientou.

“O resultado foi alcançado graças as decisões políticas acertadas da administração municipal, ao compromisso de todo secretariado com a cultura da responsabilidade da gestão financeira, ao legado extraordinário que vem sendo construído pela Prefeitura desde 2013 e a equipe competente e comprometida da Sefaz Salvador”, comemorou Giovanna Victer, secretária da Fazenda.

Capag – A Capacidade de Pagamento tem o objetivo de analisar a situação fiscal dos municípios que querem contrair novas operações de crédito com garantia da União, antecipando receitas e, consequentemente, políticas públicas que beneficiam os cidadãos.

Com os empréstimos, Salvador construiu, por exemplo, a Cidade da Música, o BRT e o Polo de Economia Criativa, além de iniciar o projeto da Arena Balbinão, que será totalmente climatizada e terá capacidade para cerca de 16 mil pessoas, na orla da Boca do Rio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) oferece 222 vagas de emprego em Salvador para a segunda-feira (13). Os candidatos deverão acessar o site www.salvadordigital.salvador.ba.gov.br para agendar o atendimento, a partir das 17h30.

Em caso de deficiência visual, os candidatos devem entrar em contato pelo número (71) 3202-2005 para fazer o agendamento. O atendimento está sendo realizado de forma híbrida, ou seja, de forma presencial e remota, via WhatsApp – a escolha é no momento do agendamento.

No caso das vagas que exigem experiência, o tempo de serviço deve ser comprovado em carteira de trabalho.

VAGAS:

Ajudante de carga e descarga
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Auxiliar de sondador
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: R$1.420,00 + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de operação em obras
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter CNH B e experiência com obras.
Salário: R$1.700,00 + benefícios
Vagas: 1

Sondador
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: R$2.300,00 + benefícios
Vagas: 1

Motorista de caminhão
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter CNH B e experiência com cargas pesadas.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Tradutor e intérprete de Libras
Requisitos: Ensino médio completo, sem experiência, requisitos imprescindíveis: ter curso na área e habilidade para lidar com crianças
Salário: R$1.851,90 + benefícios
Vagas: 160

Separador de mercadoria em câmaras frias
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, ter experiência em câmaras frias.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de cobrança (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)
Requisitos: Ensino meio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter experiência nas áreas administrativa e financeira, conhecimento do pacote Office.
Salário: R$1.835,60 + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de depósito
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, imprescindível experiência com depósito alimentício.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 2

Assistente de departamento pessoal (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Vendedor interno (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, ter perfil de liderança, desejável ter conhecimento na área.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Líder de setor de frios
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Líder de setor de hortifruti
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Líder de loja
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Instalador de película em veículos
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Estoquista
Requisitos: Ensino superior incompleto em Administração ou Logística ou áreas afins (estar cursando a partir do 6º semestre), seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Cozinheiro líder
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter atuado em cargo de chefia na área e disponibilidade para trabalhar tarde/noite.
Salário: R$1.800,00 + benefícios
Vagas: 1

Cozinheiro de restaurante
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, imprescindível ter disponibilidade para trabalhar tarde/noite.
Salário: R$1.600,00 + benefícios
Vagas: 1

Oficial de manutenção predial
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter atuado em cargo de liderança na área e CNH B.
Salário: R$1.900,00 + benefícios
Vagas: 1

Técnico em balanças
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, CNH B, ter curso de Eletrônica, Automação, Mecatrônica ou Eletromecânica.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Instalador de fotovoltaico
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, ter CNH B e desejável CNH A.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Técnico de refrigeração
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, imprescindível conhecimento em equipamento de grande porte e NR-10.
Salário: R$2.461,77 + benefícios
Vagas: 1

Repositor de mercadorias (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino fundamental completo, sem experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 13

Empacotador (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino fundamental completo, sem experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 13

Auxiliar de limpeza pesada (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: R$1.442,98 + benefícios
Vagas: 3

Empacotador (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino médio incompleto, sem experiência, ter disponibilidade para trabalhar no bairro de Valéria.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 4

Empacotador (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino médio incompleto, sem experiência.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 4

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) realiza, neste final de semana, a Mega Operação Sílere em todos os bairros de Salvador. A ação faz parte das comemorações do Dia Municipal de Combate à Poluição Sonora, celebrado na última terça-feira (7).

Entre sexta-feira (10) e domingo (12), a Mega Operação Sílere, que é uma ação integrada entre a Sedur, as polícias Militar (PM-BA) e Civil (PC-BA) e a Superintendência de Trânsito (Transalvador), irá contar com o reforço de três equipes que vão circular por toda a cidade. “Cerca de 90 agentes estarão envolvidos no trabalho, atuando para conscientizar à população e combater à poluição sonora”, destaca o secretário da Sedur, João Xavier.

Nos quatro primeiros meses do ano, foram registradas cerca de 5 mil denúncias e 293 equipamentos sonoros apreendidos. Os bairros com maiores índices de reclamações foram Rio Vermelho, Pituba e Itapuã. Já em 2023, o órgão recebeu, no mesmo período, cerca de 11 mil denúncias e apreendeu 323 equipamentos. Pituba, Rio Vermelho, Itapuã e Uruguai lideraram o ranking dos bairros com maior número de queixas.

Legislação – A Lei Municipal 5354/98, que dispõe sobre a utilização sonora em Salvador, permite os níveis de sons e ruídos de até 70 decibéis das 7h às 22h e de até 60 decibéis das 22h às 7h. Para o cidadão ou estabelecimento que for flagrado infringindo a lei, a multa varia de R$1.211,73 a R$201.788,90 e os equipamentos sonoros poderão ser apreendidos. Em caso de poluição sonora, o cidadão pode realizar uma denúncia através do serviço Fala Salvador, no número 156 e pelo aplicativo Sonora Salvador.

Texto: Ascom/Sedur PMS

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...