Releases

0
0
0
s2sdefault

“Em tempos tão difíceis de dialogar com crianças e jovens, nós, professores, temos o privilégio de falar a eles todos os dias”. Foi dessa forma que a professora Dejanira Rainha Melo, 42 anos, que ensina na rede municipal de educação há 19 anos, se referiu à relevância do trabalho de um professor. Na data em que os mestres são lembrados, dia 15 de novembro, Dejanira e os mais 7.758 docentes distribuídos nas 434 escolas de Salvador têm o mérito de fazer a diferença na vida dos 142 mil alunos.

Atualmente, ela leciona na Escola Municipal de Paripe e na Oito de Maio, ambas no Subúrbio Ferroviário. Segundo a docente, aquela aula dada exclusivamente com quadro branco, piloto e explicações demoradas já não atrai mais os alunos de hoje em dia. Pensando assim, faz das atividades de história e geografia um misto entre noções de conhecimento e ações interativas e dinâmicas. Entre elas, está o Projeto Negras Imagens, Bonitas Imagens que, por meio de práticas como estudos de livros, filmes, músicas, vídeos e fotos, buscam valorizar a cultura do povo negro.

“Temos dialogado muito sobre a África e a contribuição do negro brasileiro para nossa sociedade, seja na diversidade religiosa, ciência, matemática, história, geografia, artes, linguagem, poesia, medicina e arquitetura”, explica. Orgulhosa, a mestre, que ensina a meninos e meninas do 4º ano, ressalta que mecanismos, como jogos lúdicos para auxiliar no processo de leitura e escrita, exposições fotográficas e teatrais, têm sido fundamentais no aprendizado. “Essa semana fiz uma exposição de marisqueiras e uma aluna que não conseguia ler e escrever, me trouxe um pequeno texto escrito por ela. Foi emocionante”, descreve.

Nesta segunda-feira (15), é decretado feriado em todas as escolas de Salvador. Em todo o Brasil, a data é celebrada desde 1947.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Escola Municipal Dr. Fernando Montanha Ponde, no Rio Vermelho, promoveu mais um dia de brincadeiras e atividades lúdicas para os estudantes nesta quinta-feira (11). A garotada pôde se divertir no parque infantil localizado dentro da unidade de ensino, composto por gangorras, cavalinho e carrossel, além de outros brinquedos infláveis com escorregadeiras e pula-pula colocados especialmente para a ocasião.

Mas a diversão por lá começou mesmo nos últimos três dias: de segunda até aqui, os alunos da escola se esbaldaram com uma programação recheada de brincadeiras, tanto pela manhã quanto à tarde. Já teve até cineminha com exibição de filmes infantis e banho de piscina.

“Hoje vamos brincar em todos os brinquedos. Está tudo muito divertido. Tem sido muito especial para a gente”, disse o pequeno Norram de Jesus, 6 anos, enquanto aguardava sua vez para brincar no pula-pula. Apesar de ainda não ter ganhado presente para o Dia das Crianças, celebrado nesta sexta (12), ele já prometeu cobrar dos pais uma bicicleta, blocos de lego e um boneco.

Localizada ao lado do Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia (NACPC), a Fernando Ponde possui 245 alunos, sendo que 83 deles possuem paralisia cerebral e patologias associadas à deficiência intelectual . Para a diretora da escola, Maria Aparecida Lopes, o mais importante da atividade promovida nesta semana é constatar a socialização entre crianças do ensino regular com as que fazem parte da educação especial. “Quando crescerem, eles vão levar essa integração para a sociedade e saberão conviver com as diferenças”, disse.

Moradora do São Caetano, a dona de casa Marta de Jesus Lima, 57 anos, é mãe de Paulo Vitor Barros, 27 - aluno da instituição de ensino e portador de paralisia cerebral. Ela comemorou a evolução do aprendizado que o filho tem tido e os cuidados recebidos dos educadores. “Ele desenvolveu bastante aqui. Não falava direito, era muito agressivo e hoje já está até aprendendo a escrever o nome dele. É muito interessante ver todos brincando juntos e unidos, livres de discriminações”, relatou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A comemoração pelo Dia das Crianças, festejado nesta sexta-feira (12), teve início mais cedo neste ano para a comunidade da Baixa do Tubo, no Matatu de Brotas. Sob o comando de uma palhaça e ao som de sucessos infantis, aproximadamente 600 crianças passaram a quinta-feira (11) na Unidade de Saúde da Família (USF) do Vale do Matatu, em um evento colaborativo que mobilizou toda a localidade.

O atendimento de saúde hoje foi dedicado exclusivamente ao público infantil, e a comemoração foi uma iniciativa do espaço, que contou com a colaboração de diversos parceiros da comunidade. Na área externa do posto, foram instaladas tendas, onde os profissionais de saúde ministraram palestras sobre temas como alimentação saudável, saúde bucal e a importância da vacinação. Todas as crianças que compareceram e estavam com pendências de vacinas atualizaram o calendário vacinal.

Para Elane Araújo, de apenas sete anos, o evento foi uma oportunidade de interagir com outras crianças e aproveitar a companhia da mãe. “Estou gostando muito. Me diverti brincando no pupa-pula e na amarelinha”, destacou a pequena enquanto assistia à apresentação de um grupo de capoeira.

Foram distribuídos kits de escovação, livros de colorir, brinquedos e diversos brindes. Fantasiados, os colaboradores da unidade de saúde ainda promoveram jogos e brincadeiras com as crianças, que também puderam aproveitar de um mini festival gastronômico com distribuição de salada de frutas, cachorro-quente, batata frita e algodão doce, o que deixou a criançada eufórica.

De acordo com Carol Florêncio, gerente da unidade, a proposta do evento foi unir a comunidade e promover um dia especial para os pequenos que também impactasse na saúde deles. “É a primeira vez que fazemos esse evento, e estamos muito felizes e satisfeitos porque percebemos a felicidade das crianças. É impagável ver o sorriso no rosto deles. A comunidade é parceira da unidade, eles interagem muito e todos colaboraram de alguma forma para ajudar a fazer essa grande festa”, destacou a gestora.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A comemoração pelo Dia das Crianças, que ocorre nesta sexta-feira (12), quando também é celebrado o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, será de muito calor na capital baiana. De acordo com o Climatempo, a previsão é de tempo seco e sem chuva a maior parte do dia na cidade. Por isso, a Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar), vinculada a Secretaria de Ordem Pública (Semop), alerta aos pais que forem passar o dia com os pequenos na praia sobre procedimentos essenciais para não prejudicar a diversão.

Segundo o órgão, o zelo para evitar transtornos no passeio deve começar em casa, com a preparação da pulseira de identificação infantil. No acessório deverá constar o nome da criança, do responsável e um telefone para contato – a medida aumenta as chances de localizar a criança, em caso de se perder na praia, com maior agilidade.

O gestor da Salvamar, João Luiz Moraes, explicou que é necessário manter a criançada sempre por perto dos responsáveis e nunca desacompanhadas, principalmente nos períodos festivos, quando o volume de banhistas é alto. “É preciso que os pais estejam sempre atentos, porque elas podem se perder muito fácil. É recomendável colocar uma blusa mais chamativa na criança, além da pulseira de identificação, para ajudar na localização” adverte.

Outra preocupação é com a força da correnteza e os locais apropriados para banho. Mesmo que a criança saiba nadar, o ideal é que ela não entre no mar sozinha, pois a água no nível da cintura já a coloca em risco de afogamento. Há um alerta também para o uso de objetos flutuantes, a exemplo de boias, pois são facilmente levados pela correnteza e não proporcionam segurança aos menores de idade.

É recomendado que, ao chegar à praia, os pais procurem um salva-vidas, pois o profissional fornecerá informações sobre as condições do mar e locais favoráveis ao banho. “O salva-vidas vai indicar locais onde não existam correntes de retorno, pedras ou buracos para a criança brincar de forma segura”, destacou Moraes, ressaltando a importância dos pais de procurarem o profissional da Salvamar antes de iniciar a brincadeira.

Esquema de trabalho – Neste feriadão, a Salvamar estará trabalhando ativamente com 34 postos fixos situados na costa de Jardim de Alah até Ipitanga. Outros quatro postos volantes também oferecerão suporte aos cidadãos nas praias soteropolitanas.

Saúde em foco – Além de seguir todas as recomendações do salva-vidas para ter um dia na praia tranquilo e divertido, é preciso ainda estar atento aos cuidados com a saúde dos pequenos. Evite expor a criança ao sol entre às 10h e 16h e aplicar o filtro solar fator 50 ou 60, meia hora antes de chegar à praia. É preciso reaplicar o produto após sair da água ou em caso de se expor ao sol por mais de duas horas. Alguns recursos podem ser usados para dar maior proteção como as camisas de proteção solar, bonés e o guarda-sol.

A alimentação neste dia também precisa ser o mais leve e saudável possível. Uma dica é levar frutas cortadas e sucos naturais dentro de uma bolsa térmica. Lembre-se de manter a criança hidratada durante toda a permanência na praia, oferecendo a cada 30 minutos, água, água de coco, sucos leves e até mesmo picolés de frutas.

Dias de sol – Para o fim de semana a previsão também é de muito sol e tempo seco. Pode chover rapidamente na cidade, mas a expectativa é que os soteropolitanos poderão aproveitar sem transtornos o período com atividades ao ar livre.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura encerrou, nesta quinta-feira (11), a Operação Brinquedo Seguro em diversas lojas de brinquedos dos principais shoppings e do grande comércio popular de Salvador. A ação foi realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), por meio da Diretoria de Ações de Proteção de Defesa do Consumidor (Codecon), e fez parte da segunda etapa da Operação Criança Segura.

No total, 63 estabelecimentos foram vistoriados, sendo que três estavam irregulares e por isso foram autuados pela ausência do selo obrigatório do Inmetro. Além disso, 151 brinquedos como espada plástica, bonecas, revólveres, cavalinhos e bolas sonoras foram apreendidos por estarem sem a certificação de segurança ou com embalagem sem tradução para a língua portuguesa.

As vistorias ocorreram em lojas do Centro, da Liberdade e de Cajazeiras e nos shoppings Bela Vista, da Bahia, Piedade, Barra e Salvador. Durante a fiscalização, foram verificados se os brinquedos apresentavam as informações em português com as instruções, recomendações de riscos e cuidados, além da faixa etária e a presença do selo do Inmetro, conforme a legislação.

“Desde a última semana, demos uma atenção especial às áreas que envolvem o público infantil, finalizando com lojas de brinquedos, uma vez que há um crescimento nas vendas neste período que antecede o Dia das Crianças. O objetivo é garantir que as lojas vendam produtos regulares, que não coloquem a vida da criança em risco”, destaca o secretário da Semop, Marcus Passos.

Cantina Segura – Como primeira parte da operação Criança Segura, realizada na semana passada, os fiscais da Codecon vistoriaram 35 cantinas de escolas. Foram observados itens como as condições dos produtos comercializados, como data de validade e acondicionamento, bem como tabela de preço e exposição do exemplar do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Os fiscais autuaram uma escola por uso de produto com data de validade vencida, por oferecer ameaça real para o consumo. Outras 25 notificações foram emitidas em outras instituições de ensino, sendo uma por ausência de informação de preço, três por ausência de exemplar do CDC, 14 por ausência de informação de validade, quatro por lixeira inadequada, duas por prazo de validade vencido e uma por higiene inadequada. Os estabelecimentos autuados terão um prazo de 10 dias para apresentar a defesa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir desta segunda-feira (15), uma alternativa mais moderna de pagamento para o estacionamento zona azul começa a funcionar em Salvador. O Zona Azul Digital chega para dar mais confiabilidade e segurança aos motoristas da capital baiana. Com o novo sistema, os condutores poderão pagar pelo estacionamento em uma das mais de 11 mil vagas disponíveis usando o celular.

Aplicativos de três empresas estarão disponíveis para download nas lojas virtuais para celulares. Até o momento, já foram autorizadas à comercialização as empresas: Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil Ltda (Serbet), Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda e On Tecnologia de Mobilidade Urbana Ltda. Essa relação será atualizada quando forem credenciais. A relação pode ser vista no site da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Depois de baixar o aplicativo, basta cadastrar login e senha. Será necessário informar o CPF ou CNPJ e alguns dados pessoais. “Queremos que os condutores tenham diversas opções de aplicativos para usar. Esse nosso esforço garante maior transparência nesse processo”, esclarece Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador.

Nesse período inicial de 12 meses, o condutor poderá escolher entre utilizar as cartelas de papel, que serão oferecidas pelos guardadores, ou utilizar o serviço pelos aplicativos credenciados. “Os condutores que optarem por fazer o pagamento utilizando o aplicativo da Zona Azul Digital não precisarão ter mais nenhum custo com guardadores, sejam eles credenciados ou irregulares”, salienta Müller.

O objetivo do Zona Azul Digital é acabar com problemas como a falta de guardadores e oferecer à população mais opções de pagamento, além de uma tolerância de 15 minutos. Pagamentos via cartão de crédito, débito, boleto bancário são algumas opções que estarão disponíveis. Os créditos podem ser comprados com antecedência ou apenas no momento em que o motorista for estacionar o veículo. Não haverá alteração nos valores já cobrados atualmente, de R$3 por 2h, R$6 por 6h e R$9 por 12h. Em eventos, a cobrança pode variar entre R$10 e R$20, dependendo da sinalização.

Os créditos ativados e encerrados com saldo de horas podem ser reutilizados em outro logradouro, desde que a regra de utilização seja a mesma. Por exemplo: sendo o crédito inicial adquirido para a regra de 6h, o saldo de horas não poderá ser utilizado em locais com regra de 2h.

Fiscalização - Não haverá alteração na forma da fiscalização feita pelos agentes da Transalvador. Para fiscalizar os veículos estacionados em área Zona Azul, o agente de trânsito utilizará um aplicativo próprio. Se o carro parado numa dessas áreas não estiver com a cartela física, o agente vai digitar a placa do veículo no aplicativo que irá informar se está regular ou não no Zona Azul Digital, desta forma é importante ficar atento ao horário em que o crédito expira.

O crédito ativado permitirá ao veículo estacionar na mesma vaga durante o tempo de validade. O veículo deve ser retirado da vaga após o término de tempo permitido, caso contrário, será considerado como estacionado de forma irregular.

Os motoristas credenciados pela Transalvador para estacionamento em vagas especiais (idosas, pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, gestantes e lactantes) compram os créditos normalmente pelo aplicativo como qualquer outro condutor. Porém, nas vagas reservadas, além da ativação do crédito, continua sendo obrigatório manter no painel do veículo o cartão de credenciamento emitido pela Transalvador.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O aumento da temperatura e os dias intercalados de sol e chuva, já no período da Primavera, podem ser algo bem preocupante quando o assunto é a proliferação dos focos do Aedes aegypti. O clima quente e úmido é ideal para reprodução do mosquito, que pode provocar a dengue, chikungunya e zika. Diante disso, a Prefeitura, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), pretende intensificar as ações no final deste mês. As visitas do “Plano Verão” se estendem durante toda a alta estação e só terminam no Carnaval.

A gerente das arboviroses do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Isolina Miguez, explica o porquê de redobrar os cuidados nesse período. “Tudo que os mosquitos precisam é de água e temperatura alta. Sempre tem chuva na Primavera, e com a ‘quentura’ do Verão, eles se multiplicam”, afirma.

Ela salienta que a Prefeitura faz um trabalho rigoroso o ano todo, com 1,7 mil agentes em visita a domicílios e comércios espalhados por toda a cidade. No entanto, de outubro a março, esse fluxo de atividades aumenta. Entre as medidas mais importantes está a realização do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), que está em andamento e deve ficar pronto no final deste mês.

O LIRAa vai pontuar as áreas da cidade com maior índice de infestação. Munida com tais informações, a Prefeitura dará início ao “Plano Verão”, que realiza os tradicionais “faxinaços” para eliminar focos e criadouros dos vetores.

“A gente quer que a população receba o agente de endemia. Eles dão orientações, fazem inspeções, desprezam o que precisa ser jogado fora e cuidam do que precisa tratar, a cada dois meses. Nesse intervalo de tempo, é preciso que cada um cuide de sua casa”, frisa. Medidas importantes como ter o hábito de observar possíveis pontos de acúmulo de água, como pneus, copos plásticos e garrafas, contribuem para a redução dos índices de infestação.

Dados – De janeiro a julho deste ano, foram notificados 6.515 casos suspeitos de dengue, 2.717 de chikungunya e 818 casos suspeitos de zika na Bahia. Em Salvador, 1.097 casos de dengue foram notificados. Em relação à chikungunya, o registro foi de 55 notificações, enquanto o número de pacientes com suspeita de zika vírus chegou a 51.

O mais recente LIRAa, divulgado em agosto último, revelou que a capital baiana segue em alerta para uma possível epidemia das arboviroses. Além disso, apontou que o Índice de Infestação Predial (IIP) no município é de 2,6%. Isso significa que, a cada 100 imóveis visitados, três apresentaram focos de Aedes. No levantamento anterior, realizado em abril deste ano, o indicador era de 2,7%.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Dia das Crianças chegou mais cedo para a garotada da região do Subúrbio Ferroviário. Nesta quarta-feira (10), o Restaurante Popular Cuidar, localizado em São Tomé de Paripe, recebeu famílias que residem na comunidade para uma manhã de muita diversão e lazer, que envolveu brincadeiras, jogos e até dança. O evento foi promovido pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), através da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan), com apoio da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel).

A área anexa ao restaurante se transformou num verdadeiro miniparque infantil, onde cerca de 100 crianças se dividiram para pular sobre cama elástica, brincar de basquete, dominó, vôlei e até usar da criatividade para fazer pinturas em papel. As atividades fazem parte do projeto Ruas de Lazer. Para complementar o clima da festa, muito balanço com o grupo Engenho Velho Dance, que agitou a galerinha durante 40 minutos, com apresentações e coreografias de músicas eletrônica e pop.

“O objetivo é integrar mais o restaurante com a comunidade, mostrando que esse espaço não é apenas para servir a comida, mas para mexer com todos os sentidos”, destacou o coordenador de Segurança Alimentar e Nutricional da Semps, Gabriel Falcetta.

Frequentadora assídua do restaurante, a dona de casa Sheila dos Santos, 31 anos, observou a movimentação das crianças enquanto se preparava para se deliciar com o delicioso cardápio do dia: estrogonofe de frango. “É uma oportunidade para eles se divertirem sem que os pais precisem gastar transporte para se deslocar para outro bairro ou centro da cidade”, contou.

Localizado na Rua Santa Filomena, s/n, o Restaurante Popular Cuidar é administrado pela Prefeitura através da Semps. Funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 13h30 (exceto feriados), em instalações adequadas de higiene e fornece alimentação balanceada a preço acessível de R$1. Diariamente, são servidas 350 refeições para moradores do bairro de São Tomé de Paripe e comunidades vizinhas. Para crianças até 10 anos, não é cobrada taxa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para celebrar o Dia das Crianças, comemorado nesta sexta-feira (12), o Parque da Cidade terá uma programação especial voltada para o público infantil. A criançada poderá conferir apresentação da banda infantil Playgrude, cantigas de roda, brincadeiras e oficina para confecção de bonecos de pano na Mobilização Presença. Com o mote “A criança na sua feliz cidade”, o evento, que acontece das 9h30 às 12h, gratuitamente, tem o objetivo de promover a ocupação dos espaços públicos.

Também integra a programação uma edição especial do programa Clube da Alegria, da TV Aratu. Das 9h30 às 15h, será feita uma transmissão ao vivo do Parque, quando os participantes terão direito a curtir oficinas, brincadeiras e muita música. O evento, que contará com a participação da dançarina Lorena Improta e da cantora Mari Antunes, é gratuito. Quem quiser, pode contribuir com 1 Kg de alimento não perecível para ajudar instituições de caridade.

As crianças também poderão se divertir fazendo pintura facial e de mão, esculturas em balão e participando de diversas brincadeiras, como a corrida de saco. Além disso, o público vai ter a chance de se deliciar com pipoca e algodão doce, que serão distribuídos na ação promovida pela empresa 99POP. A atividade acontecerá no Gramadão, das 10h às 16h. No sábado (13), a tradicional Feira de Alimentos Orgânicos, que acontece sempre nas quintas e sábados, será realizada normalmente. As frutas, verduras, legumes e hortaliças são vendidos das 7h às 12h, na Praça Pau-Brasil.

O dia ainda contará com a participação da Empresa de Limpeza Urbana da Cidade do Salvador (Limpurb), que promoverá oficina de brinquedos com reaproveitamento de resíduos e brincadeiras educativas sobre reciclagem.

A Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS), além de reforçar a segurança no Parque da Cidade, estará presente no local durante a programação do Clube da Alegria, através dos Grupamentos de Operações com Cães (GOC) e Especial de Proteção Ambiental (GEPA), com demonstração com cães e informações de animais silvestres, respectivamente.

A GCMS também disponibilizará agentes da Coordenadoria de Ações e Prevenção à Violência (Cprev), que realizará atividades de identificação de crianças e pessoas com deficiência, como também orientação ao público sobre preservação do patrimônio e meio-ambiente.

Programação completa:

Sexta (12)
9h30 às 15h - Transmissão ao vivo do Clube da Alegria (Anfiteatro)
9h30 até 12h - Mobilização Presença (Gramadão)
10h às 16h - Ação com atividades lúdicas (Gramadão)

Sábado (13)
7h às 12h - Feira de Alimentos Orgânicos (Praça Pau-Brasil)

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...