Releases

0
0
0
s2sdefault

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) fez o isolamento da área do casarão que desabou parcialmente por volta das 5h50 desta quarta-feira (19), na Ladeira da Soledade, Centro Histórico de Salvador. O imóvel estava abandonado e, após o incidente, restou apenas a fachada e algumas paredes internas, que serão demolidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), a fim de garantir a segurança das residências vizinhas. Não houve feridos.

Quando o serviço de demolição acontecer, será feita a remoção dos escombros do local pela Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb). O trânsito na região não deve ser afetado.

De acordo com a Codesal, a causa do desabamento do casarão se deve à falta de manutenção. Há dois ou três meses, o local já tinha sido vistoriado por equipes técnicas e o proprietário do imóvel notificado após constatação do risco de desabamento da estrutura interna.

Além do desabamento desse imóvel, a Codesal registrou duas ameaças de desabamento e uma infiltração, durante a manhã, totalizando quatro ocorrências. O órgão permanece de plantão 24 horas, atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.

Ainda não é possível precisar a estimativa de tempo para conclusão do serviço de demolição pela Sedur e remoção do entulho pela Limpurb.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em meados de 2020, a Avenida Dendezeiros – uma das principais vias de tráfego da Península Itapagipana – será transformada em um lugar que vai unir beleza e religiosidade. As obras para a implantação do Caminho da Fé foram autorizadas através de ordem de serviço assinada nesta terça-feira (18), pelo prefeito ACM Neto, no próprio local. Estiveram presentes na ocasião o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, figuras importantes como o pároco da Igreja do Bonfim, padre Edson Menezes, e a superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Pontes, demais autoridades e populares. 

ACM Neto salientou que a intervenção acontece ao mesmo tempo de outras realizações importantes da gestão na localidade, como a entrega da primeira etapa da Colina Sagrada e da recuperação do altar-mor da Igreja do Bonfim, além da entrega da Baixa do Bonfim, em julho próximo. “O Caminho da Fé vai fazer a integração entre a Basílica do Bonfim e o Santuário de Irmã Dulce. No momento em que Irmã Dulce é considerada oficialmente pelo Vaticano como santa, será realizada essa obra com o objetivo de fomentar o turismo religioso na cidade”, pontuou o prefeito. 

As melhorias serão realizadas no percurso de 1,1 km e serão executadas em 12 meses pelo Consórcio Dendezeiros, vencedora da licitação. O investimento é de R$ 16,1 milhões, proveniente de um convênio entre a Prefeitura, Ministério do Turismo e Caixa Econômica. “Estamos cientes da Lavagem do Bonfim e, devido ao tempo de obra, vamos fazer as intervenções em etapas, assim como na Colina Sagrada, para não prejudicar os festejos”, completou ACM Neto. 

Acompanhada da filha Mariana, a moradora Simone Peixoto comemorou o início das obras. “Vai melhorar bastante aqui, principalmente na questão do alagamento, que dificulta muito pra gente no período de chuva. Também precisávamos de melhorias na iluminação, para dar um pouco mais de segurança. Que venham mais mudanças ótimas para nós”, afirmou.

Mais empolgada, a vizinha Célia Paiva ressaltou que o Caminho da Fé vai trazer muitos benefícios para moradores e visitantes. “Vai valorizar bastante a nossa área. Vai incentivar a atividade física, isso porque os passeios são muito importantes para os muitos idosos que moram aqui. A obra também vai incentivar o comércio, já que teremos muitos visitantes por conta da canonização de Irmã Dulce. Estou pensando até em montar um ponto por aqui, pois trabalho com arte”, revelou. 

Projeto – O projeto foi concebido com intuito de priorizar o uso do pedestre. Para isso, os passeios serão ampliados para aproximadamente 5 e 3 metros nos lados esquerdo e direito da avenida, respectivamente, sentido do Bonfim. Ao longo da via, haverá nove faixas para travessia, todas no nível da pista, com rebaixamento de calçada para acessibilidade. 

A pavimentação das faixas de serviço e acesso dos passeios será em concreto lavado, e a faixa central em placas de granito cinza, com acabamento flameado. O projeto propõe ainda a instalação de vala subterrânea para passagem da fiação de elétrica e telecomunicações, suprimindo as fiações aéreas acima do passeio de maior largura. O percurso ganhará ainda nova iluminação e marcos religiosos, junto com bancos e totens com placas que terão descrições sobre a importância histórica da área. 

Paisagismo e macrodrenagem - Um paisagismo especial também será implantado ao longo de toda a Avenida Dendezeiros, através de uma faixa de jardim no mesmo nível do passeio, sendo interrompida apenas nos locais de passagem. Serão mantidas as árvores existentes que se encontram em bom estado e colocadas novas árvores para proporcionar um caminho agradável de sombra, além do plantio de dendezeiros, retomando a flora original do local, que inclusive deu nome à avenida. 

O projeto do Caminho da Fé também englobará obras de macrodrenagem, a fim de solucionar os alagamentos verificados na região. Essas intervenções serão desenvolvidas considerando inicialmente os dados topográficos do cadastro da rede coletora e bocas de lobo já construídas. 

Outras intervenções – Em maio passado, o interior da Basílica do Senhor do Bonfim foi completamente restaurado. Antes disso, em janeiro, a Prefeitura entregou a primeira etapa da requalificação da Colina Sagrada. A Praça do Largo foi ampliada, dando a sensação de continuidade das escadarias da igreja. Toda a pavimentação do local passou a ser composta por mosaico e grafismos marcados no piso em pedra portuguesa. Novos mobiliários, ordenamento do trânsito e dos ambulantes, paisagismo e iluminação em LED também foram aplicados na praça. 

Em breve, será entregue a segunda etapa das obras, que envolve a Praça Eusébio de Matos, também conhecida como Baixa do Bonfim. A ligação entre as partes alta e baixa da Colina Sagrada ocorrerá por meio de rampas e escadarias que serão reposicionadas com acessibilidade universal. O investimento nas duas etapas é de R$ 11,5 milhões.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

“É um momento importante para celebrar o cinema brasileiro, que se revela para o mundo com produções potentes e vigorosas, ganhando cada vez mais visibilidade no cenário nacional e mundial”, diz a cineasta Sofia Federico sobre o Dia do Cinema Brasileiro, comemorado em 19 de junho. Dona de uma paisagem que encanta soteropolitanos e visitantes, Salvador tem se tornado estrela nas telas do cinema. Na última década, a capital foi cenário para diversos filmes, como Capitães da Areia, Dona Flor e Seus Dois Maridos e Ó paí, Ó!, dentre outros. Recentemente, a capital baiana foi a única cidade brasileira indicada como "lugar para se conhecer em 2019" pelo New York Times.

A cineasta destacou algumas das principais características que tornam a cidade atrativa para produções de cinema, a exemplo das paisagens, igrejas e lugares históricos. “Salvador é atrativa em termos de construções arquitetônicas, riquezas naturais e culturais, além de abrigar um patrimônio histórico, que é o Centro Antigo. A presença da luz natural ao longo de todo ano também é destaque. A luminosidade da cidade é muito importante", afirma. “Vale ainda falar da qualidade técnica de artistas do audiovisual, que são os grandes atores encontrados em todo o território baiano”, completou. Artistas como Lázaro Ramos, Frank Menezes, Fabrício Boliveira, Laila Garin, Cyria Coentro e Cláudia Di Moura foram citados como exemplos desse bom momento.

A cineasta acredita que o investimento em infraestrutura que sirvam como canal facilitador para os profissionais do audiovisual, é o caminho para a cidade de Salvador se tornar referência no campo de cinema. “É importante ter uma infraestrutura de serviços e de fornecimento de equipamentos e de apoio. Não temos grandes estúdios em Salvador. As produtoras, desde 2014, estão produzindo seriados na cidade. Então é necessário ter uma estrutura que seja propícia para desenvolver essas atividades. Salvador poderia se tornar um grande polo de produção se investir nessa infraestrutura. A cidade de Paulínia, no estado de São Paulo é um exemplo disso.” comentou.

Segredo do sucesso - Sofia Federico esclarece que há certa subjetividade quando se fala em agradar o público. "Não existe uma receita de bolo, já que as pessoas possuem preferências únicas. A gente não sabe o que vai agradar o público, não conseguimos prever. Mesmo com atores extremamente populares e histórias de cidades plasticamente encantadoras, como Salvador, não sabemos o segredo”, falou.

Segundo a cineasta, as histórias e os personagens são pontos-chave e podem determinar o sucesso ou não da obra. “Os personagens devem ser complexos e a história interessante. Como o caso de Ó paí, Ò e Dona Flor e seus dois maridos, que marcaram uma geração com personagens incríveis”, disse.
Na visão da cineasta, filmes atuais que colocam Salvador na tela imprimem a identidade da cidade e do soteropolitano, como Jonas e o Circo sem Lona, um docudrama, na direção de Paula Gomes; o filme da DocDoma Filmes: Trampolim do forte, um drama na direção de João Rodrigo Mattos, e Depois da Chuva, de Cláudio Marques e Marília Hughes, produzido pela Coisa de Cinema, são diferenciais, já que foram produzidos por artistas e técnicos atuantes na capital baiana.

Para quem deseja seguir a carreira, Sofia deixa uma dica: “Quem pretende se expressar nessa linguagem, digo para começar imediatamente. Hoje em dia, o que a gente tem na mão é o celular. A divulgação na internet é um meio de propagação muito rápido. Os meios de produção estão acessíveis. Com o tempo e a experiência a gente vai se fortalecendo. Então, comece!”, ordena.

Outro olhar - Parte dessa leva nova de criadores, o premiado cineasta Cláudio Marques, que produziu Depois da Chuva (2012) em parceria com Marília Hughes e Cidade do Futuro (2015), começou a filmar com a retomada do cinema nacional em 2007. Neste período criou sete curtas, entre eles Nego Fugido. Antes de iniciar a carreira de cineasta, Cláudio foi editor e crítico do jornal Coisa de Cinema, idealizou o Panorama Internacional Coisa de Cinema, importante festival do setor. Desde 2009 ele é responsável pelo Espaço Itaú de Cinema. “Considero o espaço de extrema importância para dar vida ao centro da cidade”, ressalta.

De acordo com o cineasta, apesar do incentivo limitado às produções cinematográficas, o momento é bom, com diversas produções em andamento. Valioso para a manutenção da memória de um povo, o cinema é também uma indústria que distribui recursos, com retorno para a sociedade. Atualmente, cerca de 300 mil pessoas estão envolvidas direta e indiretamente na produção de cinema no Brasil.

“Salvador é uma cidade extremamente fotográfica, mas, para além da beleza, precisamos discutir questões materiais, existenciais e de diversidade”, avalia o cineasta.
“O cinema é uma arte muito necessária e importante. Retrata tempo, época e lugar. Marca quando você filma. É uma arte muito viva, que nos dá a oportunidade de retratar uma cidade como Salvador da forma como ocorreu no filme ‘Ó paí, Ó’. Pudemos mostrar nossa cidade do jeito que a gente é, a nossa alegria. Antes, nossa forma de ser era pouco retratada no cinema.” É o que diz a ator Jorge Washington.

O artista aponta algumas das principais características que torna a cidade de Salvador atrativa para produções de cinema, como por exemplo, as paisagens diversas da capital. “A riqueza cultura do lugar, a espontaneidade, a alegria de ser do baiano, nosso jeito de levar as coisas de maneira leve, a forma de se relacionar com o outro, nossa criatividade. A riqueza topográfica de nossa cidade também é um ponto importante. Para o universo do cinema isso é muito atrativo. O filme Cidade Baixa, por exemplo, é muito rico, emotivo e de visual único”, explica.

Jorge aponta o caminho para atingir a excelência e atrair mais projetos para a capital. “Incentivo. Não existe excelência sem recurso. O que precisa ser feito, na verdade, é investir mais na área e trazer mais visibilidade para a cidade. Se observarmos o retorno que o cinema traz para Recife, é algo monstruoso. Mas isso não nos desestimula. O salto está aí: fazer sem o recurso ideal. Uma câmera e um microfone e os caras fazem coisas maravilhosas.” finaliza.

Projetos na cidade - O projeto Salvador Filmes vai fomentar a produção audiovisual na cidade. Essa é uma das ações do programa Salvador 360. Por meio da iniciativa será implantada uma agência de fomento e uma film commission para trabalhar com estímulo e articulação da produção de filmes. Também serão destinados recursos para editais de produção e distribuição. O espaço funcionará na Cidade Baixa, em local a ser definido, após a Prefeitura publicar edital para escolher o operador do equipamento.

A film commission será composta por instâncias que dão suporte a produções locais e de fora do estado, agindo como canal facilitador sobre demandas relativas à segurança, trânsito e outros serviços necessários nas produções, intermediando o caminho entre o produtor e os órgãos responsáveis pelos serviços.

O edital Arte na TV, realizado pela prefeitura e coordenado pela Fundação Gregório de Mattos, dá apoio a produção audiovisual em formatos diversos, como séries, documentários e curtas. Em 2014, foram quatro projetos, sendo um de ficção e três documentários. Em 2017, dois projetos já foram a o ar, pela TVE: "Saberes Passados" e "O Samba Mora Aqui" - ambos documentário.

Em 2013, a prefeitura de Salvador lançou o edital Arte em Toda Parte e disponibilizou o montante de R$ 1,2 milhão para dar prosseguimento às ações.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Ao som da sanfona, do triângulo e da zabumba os idosos do Abrigo Dom Pedro II, sediado em Piatã, festejaram a chegada do São João. O forró foi promovido pela Secretaria de Promoção Social e Combate a Pobreza (Sempre), com o intuito de proporcionar aos 60 idosos acolhidos na instituição momentos de lazer e integração.

Além do show musical houve apresentação de quadrilha junina, apresentação das rainhas do milho, laranja e tangerina, além do rei do amendoim. Na parte externa do abrigo houve ainda barracas com comidas típicas como canjica, bolo, amendoim.

A idosa Lúcia Maria, de 74 anos, destacou o quanto ações deste tipo fazem bem para ela e todo o grupo. "Eu estou gostando muito. Hoje tenho minha filha aqui comigo. Eu tô aproveitando aqui a minha infância, porque eu não tive. Minha vida foi muito difícil. E aqui eu me sinto muito feliz, os idosos daqui e a equipe também são minha família", contou. 

De acordo com a Diretora de Proteção Especial da Sempre, Juliana Portela, explicou que há um planejamento prévio durante todo o mês de junho onde os idosos trabalham o lado cognitivo e motor ajudando na promoção da festa com a confecção de roupas, peças para a decoração, escolhendo as comidas que serão servidas entre outras atividades.

"Fazemos sempre um calendário nas datas comemorativas. Isso permite uma integração entre os próprios idosos, entre a comunidade e os familiares que visitam seus parentes além dos colaboradores. Fazemos com que essa data se torne uma grande festa e mais um dia lúdico e feliz para os idosos", reforçou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Como parte de ações de recuperação do equilíbrio financeiro e atuarial do regime Próprio de Previdência do Município de Salvador, a Prefeitura encaminhou para a Câmara de Vereadores, na tarde desta segunda-feira (18) o Projeto de Lei que institui a “Previdência Complementar”. Vale ressaltar que o desequilíbrio nas contas é um problema comum a todos os regimes, sejam eles estaduais, municipais e no âmbito federal.

Segundo estimativas do Demonstrativo do Resultado da Avaliação Atuarial (DRAA)/ 2017, o déficit atuarial da previdência municipal chegou a aproximadamente R$ 8 bilhões por ano, valor que supera o orçamento anual do munícipio.

De acordo com o secretário de Gestão, Thiago Dantas, a Prefeitura vem trabalhando e adotando medidas gerenciais para diminuir esse déficit. “Em 2018, obtivemos uma redução de 10% em relação a 2017, contudo ainda supera o orçamento municipal. Desta forma precisamos de medidas integradas para reverter essa situação”, destacou   Dantas.

A proposta do novo regime será facultativa para todos os servidores, contudo os novos empossados, caso não queiram aderir, deverão se aposentar pelo teto previsto pelo regime geral da Previdência.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A cada 455 crianças que nascem em Salvador, uma apresenta doença falciforme, cujo Dia Mundial de Conscientização é celebrado nesta quarta-feira (19). A doença falciforme é hereditária e se caracteriza por uma mudança no gene da hemoglobina. Pessoas que têm essa patologia produzem uma hemoglobina anômala e são acometidas por sintomas como anemia, crises de dor, icterícia, distúrbios hepáticos e biliares, infecções, febre e edema nos tornozelos e nas mãos, entre outros.

Para dedicar um cuidado especial a esses pacientes, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) conta, desde 2005, com um Programa de Atenção à Pessoa com Doença Falciforme e, desde os anos de 2013 e 2014, com a existência de dois ambulatórios situados, respectivamente, no Multicentro Carlos Gomes e no Multicentro Vale das Pedrinhas.

Aliado aos ambulatórios, o programa oferece atenção primária por meio de equipes multidisciplinares de saúde compostas por hematologistas (adultos e pediátricos), assistentes sociais, enfermeiros, nutricionistas e psicólogos. Ao todo, 2 mil pacientes são atendidos pelo programa e mil pacientes estão cadastrados nos ambulatórios especializados. Além disso, profissionais de saúde foram capacitados para realizar o atendimento nas unidades da rede.

Técnica do Programa de Atenção à Pessoa com Doença Falciforme, a enfermeira Marivone Monteiro explica que a iniciativa tem três pilares: o diagnóstico precoce, a assistência integral descentralizada e de qualidade e o desenvolvimento de ações educativas. “Com o programa esperamos diagnosticar cada vez mais os pacientes precocemente para que eles tenham acompanhamento especializado, desenvolvam uma quantidade menor de crises e tenham maior sobrevida”, afirma Monteiro.

Visando conhecer melhor a incidência da doença no Município, a SMS pretende dar início, em julho, a um cadastramento de todos os munícipes que têm a doença. Esse cadastramento poderá ser realizado de maneira virtual, por meio de site específico, e presencialmente nas unidades de saúde.

Diagnóstico – O diagnóstico é feito por meio do teste do pezinho, exame obrigatório por lei para os recém-nascidos. Quem passou da fase e não fez o teste, deve realizar a eletroflorese de hemoglobina, exame disponível em 54 unidades de saúde distribuídas por diferentes distritos sanitários do Município.

O nome falciforme vem do latim falce (foice) unido à forme (forma), cujo significado completo é “forma de foice”. A doença assim é chamada porque, sob determinadas condições, a hemoglobina do tipo S deforma as hemácias e as deixa em forma de foice. A hemoglobina é uma proteína existente no interior das hemácias (células sanguíneas) responsável por transportar o oxigênio dos pulmões para todo o corpo, por meio da corrente sanguínea.

Esse transporte de oxigênio não ocorre de forma satisfatória quando o indivíduo tem a doença falciforme. Quando as hemácias estão mais rígidas e com formato de foice, tendem a se ligar aos vasos sanguíneos e também à outras hemácias e a ser destruída mais facilmente, o que ocasiona anemia e dificulta a circulação no sangue.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (SIMM) oferece 110 vagas para operador de telemarketing nesta quarta-feira (19). Além disso, a unidade detém oportunidades para auxiliar de depósito, corretor de imóveis, auxiliar de limpeza e agente de portaria.

Os interessados deverão ir à Sede do SIMM-Comércio, na Rua Miguel Calmon, 506, Edifício Ouro Preto ou nem ma das Prefeituras-bairro distribuídas em dez localidades de Salvador - Centro/Brotas, Cabula, Cajazeiras, Cidade Baixa, Itapuã, Pau da Lima e Subúrbio/Ilhas - levando originais da Carteira de Trabalho (com o no do: PIS, Pasep ou NIS), Carteira de Identidade, CPF, Comprovante de Residência e Histórico Escolar, para realização do cadastro de busca por vagas e de encaminhamento para entrevistas e seleções de trabalho e emprego.

O atendimento é feito das 7h às 17h, mediante distribuição de senhas entregues a partir das 6h30. Os candidatos podem usufruir do atendimento por hora marcada, que funciona das 7h às 16h30, pelo telefone 3202-2016 ou 0800-2853111 para ligações gratuitas.

Confira todas as vagas do SIMM para esta quarta-feira

Auxiliar de depósito
Ensino médio completo, 6 meses de experiência.
Salário: 1.105,00 + benefícios
10 Vagas

Corretor de Imóveis (estágio)
Ensino médio completo, sem experiência, desejável ter conhecimento em transações Imobiliárias.
Salário: comissão
3 Vagas

Operador de telemarketing receptivo
Ensino superior completo ou em andamento em Comunicação social, jornalismo, relações públicas, publicidade e propaganda, administração ou áreas afins, sem experiência, conhecimento em informática.
Salário: à combinar + benefícios
80 Vagas

Auxiliar de limpeza
Ensino médio completo, 6 meses de experiência.
Salário: 1.064,36 + benefícios
2 Vagas

Agente de portaria
Ensino médio completo, 6 meses de experiência.
Salário: 1.212,03 + benefícios
1 Vaga

Agente de Portaria (exclusiva para pessoas com deficiência)
Ensino médio completo, 6 meses de experiência.
Salário: 998,00+benefícios
1 Vaga

Operador de Telemarketing ativo e receptivo (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Ensino médio completo, sem experiência.
30 Vagas

 

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Devido ao evento de transmissão do jogo entre Brasil e Venezuela, na Arena Brahma nº 1, nesta terça-feira (18), a Secretaria de Mobilidade (Semob), vai prolongar o atendimento de 20 linhas que circulam pela Barra, até 1h30 de quarta-feira (19). Além disso, serão disponibilizados seis veículos da frota reguladora, que estarão à disposição da fiscalização da Semob, na Estação da Lapa entre às 20h de terça-feira (18), até às 2h30 de quarta-feira (19).

Linhas que vão operar até 1h30 da manhã de quarta (19) 

CÓDIGO

LINHA

1505

Pirajá – Barra

0321

Mal. Rondon – Barra

0313

Faz. Grande do Retiro – Barra

1607

Paripe – Barra

1633

Mirante de Periperi – Ondina

0334

São Caetano – Barra

0804

Pituba – Campo – Campo Grande R2

1030

Praia do Flamengo – Campo Grande

1002

Aeroporto – Campo Grande

0413

IAPI – Barra

0932

Rio das Pedras – Campo Grande R2

0711

Santa Cruz – Campo Grande R2

1211

Tancredo Neves – Barra

1137

Pernambues – Barra

1125

Narandiba/Doron – Barra R1

1386

N. Brasilia/Jd.Esperança/7 de Abril - Barra

1231

Sussuarana – Barra R2

1130

Cabula VI – Ondina

1230

Sussuarana/Barra R1

1239

Mata Escura/Barra

As linhas abaixo relacionadas com destino à Estação da Lapa o atendimento prolongado até 1h30 de quarta-feira (19) 

CÓDIGO

LINHA

0503

Brotas - Lapa

1215

Engomadeira - Lapa

1413

Boca da Mata - Lapa

1443

Fazenda Grande 4 - Lapa

Além disso, 13 linhas dos ônibus do subsistema de transporte complementar, também vão ampliar o atendimento até a Barra, das 19h até 1h30 da manhã de quarta-feira (19) para auxiliar o atendimento das pessoas que vão assistir ao jogo na Arena Brahma nº1.

As linhas abaixo, com destino a Baixa do Fiscal deverão prolongar seu itinerário até a Avenida Centenário  

COD

 

LINHA

PRINCIPAIS ATENDIMENTOS

L501

Cajazeiras 11 X Barra

Cajazeiras 11 – Ponto 11 – Jaguaripe - Est. Do Coqueiro Grande – Aliomar Baleeiro – São Cristóvão – Dorival Caymmi – Orla Direto – Garibaldi – Praça Lord Cochrane – Vale do Canela – Centenário...

L502

Cajazeiras 11 X Barra

Cajazeira – Cajazeiras 4 – Castelo Branco - Genaro de Carvalho - Brasil gás –BR 324–Lg do Retiro - San Martins- Largo do Tanque – Nilo Peçanha – Calçada –Comercio –Vale Do Canela – Centenário

L503

Boca da Mata X Barra

Boca da Mata – Cajazeiras – Coqueiro Grande – Faz.Gde 3 e 4 - Aliomar Baleeiro - São Cristóvão – Dorival Caymmi - Orla Direto – Garibaldi - Praça Lord Cochrane – Vale do Canela – Centenário...

L504

Boca da Mata X Barra

Boca da Mata – Cajazeiras 4 – Castelo Branco - Genaro de Carvalho - Brasil gás –BR 324– Lg do Retiro - San Martins – Largo do Tanque   – Nilo Peçanha – Calçada –Comercio –Vale Do Canela – Centenário...

L507

Águas Claras X Barra

Águas Claras – Regional – Estrada Do Matadouro - Est. Do Coqueiro Grande – Aliomar Baleeiro – São Cristóvão – Dorival Caymmi- Orla Direto – Garibaldi - Praça Lord Cochrane – Vale do Canela – Centenário...

L508

Águas Claras X Barra

Águas Claras - BR 324 - Lg Do Retiro - San Martins- Baixa Do Fiscal – Largo do Tanque - Nilo Peçanha – Calçada –Comercio –Vale Do Canela – Centenário...

L509

Brasilgás X Barra

Brasilgás – Campinas – São Caetano – Lad. Do Cacau – Largo do Tanque – Liberdade – Pero Vaz –7Portas –0020Dique - Av. Centenário

L511

Boca da Mata X Barra

Boca da Mata – Cajazeiras 4 – Castelo Branco - Genaro de Carvalho - Brasil gás –BR 324– Lg do Retiro – Barros Reis – Rotula – Ogunjá –Vasco da Gama – Dique - Av. Centenário...

L512

Boca da Mata X Barra

Cajazeira – Cajazeiras 4 – Castelo Branco - Genaro de Carvalho - Brasilgás –Br 324–Lg do Retiro – Barros Reis – Rotula – 7 Portas – Dique- Largo dos Barris...

L513

Cajazeiras 11 X Barra

Rotula de Cajazeira - Rotula de cajazeira 8 - Rotula de cajazeira 5 –Estrada do Matadouro – Rua célica nogueira - Águas claras 6/7 – BR 324 –lg do Retiro – San Martin – Largo do Tanque – Nilo Peçanha – Calçada –Comercio –Vale Do Canela – Av. Centenário...

L514

Cajazeiras 11 X Barra

Rotula de cajazeira - Rotula de cajazeira 8 - Rotula de Cajazeira 5 –Estrada do Matadouro – Rua Célica Nogueira - Águas claras 6/7 – BR 324 –lg do Retiro – San Martin – Largo do Tanque – Nilo Peçanha – Calçada –Comercio –Vale Do Canela – Av. Centenário...

L306

Brasilgás X Barra

Brasilgás – Campinas – São Caetano – Lad. Do Cacau – Largo Do Tanque – Nilo Peçanha – Calçada – Comércio- Vale Do Canela – Av. Centenário...

L518

Valeria X Barra

Valéria – Boca Da Mata De Valéria – BR 324 – Regional – Matadouro - Aliomar Baleeiro – São Cristóvão – Dorival Caymmi - Orla Direto – Garibaldi - Praça Lord Cochrane – Vale do Canela – Av. Centenário...

Táxi - Quem optar por ir ao evento de táxi, terá como opção os pontos existentes na região. Eles estão localizados em frente ao Shopping Barra, em frente ao Bompreço (Chame-Chame), no Porto da Barra e na Rua Marques de Leão ao lado da Cabana do João.

O usuário que preferir poderá utilizar o aplicativo Táxi Mobi, exclusivo para taxistas de Salvador, que está disponível gratuitamente para celulares do sistema android e IOS.

Além disso, o trecho entre o Largo Farol da Barra e a Rua Marques de Caravelas e Avenida Marques de Leão, entre Largo do Farol e a Rua Dias d’ Ávila, estará interditado a partir das 17h. Os veículos que passam por essas ruas deverão fazer o seguinte itinerário:

As linhas provenientes do Rio Vermelho com destino Barra irão utilizar a Rua Osvaldo Cruz, Rua João Gomes, Rua da Paciência, Avenida Oceânica, Rua Artur Neiva, Avenida Centenário e depois segue o itinerário normal.

Já as linhas com origem da Ladeira da Barra com destino ao Rio Vermelho vão utilizar a Avenida Sete de Setembro, Rua Afonso Celso, Rua Miguel Bournier, Avenida Centenário, Rua Sabino Silva, Rua N, Avenida Ademar de Barros, Avenida Garibaldi, Rua Conselheiro Pedro Luis, Rua Borges dos Reis e seguem seu itinerário normal.

As linhas provenientes da Avenida Ademar de Barros com destino ao bairro da Barra seguem pela Avenida Garibaldi, retornam no Hospital Jorge Valente, seguem pela Avenida Garibaldi, Praça Lord Crockane, pegam o Vale do Canela e faz o retorno para a Avenida Centenário, passando pelo retorno do Shopping Barra e seguindo novamente para a Avenida Centenário e Garibaldi.

As linhas  com origem a Rua  Princesa Izabel com destino a Barra seguem pelo Porto da Barra, Rua Afonso Celso, Rua Miguel Bournier e depois o itinerário normal.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) e da Casa Civil, realiza um workshop para discutir o modelo de implantação e gestão do Museu da Música Brasileira, que será implantado no casarão dos azulejos.

O evento, promovido hoje (18) e amanhã, no auditório do Wish Hotel, no Campo Grande, é uma parceria do Executivo Municipal com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), que financia o Programa de Requalificação Urbana de Salvador (Proquali).

A Prefeitura convocou equipes técnicas da Secult, da Casa Civil, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), da Fundação Gregório de Mattos (FGM) e da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) para participarem do evento. Para o gestor da Secult, Claudio Tinoco, este é um momento importante no avanço do projeto para o Museu da Música.

“Nos últimos anos, a Prefeitura inaugurou e reativou muitos espaços culturais, a exemplo dos Fortes Santa Maria e São Diogo, Casa do Benin, Casa do Rio Vermelho, Casa do Carnaval, enfim. Agora, com este Museu também pretendemos inovar de forma sustentável para que este equipamento seja um sucesso”, pontuou Tinoco.

O equipamento, que tem um investimento de US$ 24 milhões, integra o Proquali, coordenado pela Casa Civil e viabilizado com recursos financiados pelo CAF. Para Érico Mendonça, coordenador do Proquali, o encontro vai definir o termo de referência para o concurso internacional de ideias de utilização dos espaços.

“Reunimos nestes dois dias pessoas convidadas pela CAF, com expertise no assunto para que surjam propostas inovadoras para futura contratação de um projeto essencial para o desenvolvimento cultural de Salvador”, afirmou. Para participar do workshop, o CAF convidou especialistas nacionais e internacionais para apresentarem experiências de implantação e gestão de museus contemporâneos.

“O Programa Cidades com Futuro, o qual Salvador se encaixa com o Proquali, requer um acompanhamento direto sobre os projetos a serem desenvolvidos. Levamos em conta a vinculação do equipamento com o local e com o povo. Queremos que ao término do programa, seja garantida uma visão integral, que contemple também todo o entorno do equipamento”, afirma Emil Rodríguez, especialista em desenvolvimento urbano do Programa Cidades com Futuro, do CAF. Dentro da programação do evento também esteve garantida uma visita técnica ao prédio dos azulejos e ao entorno do futuro equipamento.

O Projeto – O projeto está inserido em uma das áreas mais emblemáticas de Salvador, segundo o arquiteto Sidney Quintela, e é fundamental para o futuro da cidade a criação de novos vetores de crescimento e desenvolvimento, como este equipamento.

“Eu digo que o Forte de São Marcelo é o umbigo da Bahia. E você tem ali o Elevador Lacerda, o Mercado Modelo, o Porto de Salvador, a Rampa do Mercado, o frontispício, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, enfim você tem um conjunto de equipamentos públicos, privados e religiosos que fazem daquele pequeno espaço da nossa cidade um lugar muito especial”, declarou Sidney.

De acordo com o antropólogo Moisés Lino, é interessante que os modelos de implantação e gestão do Museu da Música mesclem a música, enquanto artefato, com os atores responsáveis pela produção dos produtos musicais.

“O entendimento da música como parte de dinâmicas sociais mais amplas, que incluem diferentes formas de vida, etnicidades, classes sociais, gostos e realidade econômicas também traduz a riqueza dos artefatos musicais que precisam se relacionar com público enquanto potencialidades para pesquisa, aprendizado, redução das desigualdades e o surgimento de novas criações artísticas”, avaliou Moisés.

A diretora do Centro de Arte e Criação Matadero, em Madrid (Espanha), Rosa Ferré, afirma que o projeto do Museu da Música deve continuar seguindo uma orientação em consonância com a tendência das políticas internacionais. “É muito importante pensar que um centro de cultura não é apenas um edifício, mas sim uma construção de quem somos. Precisa ser um espaço de oportunidades para se usar e não só um edifício, um lugar de memorial”, analisou.

Gringo Cardia, curador da Casa do Carnaval, vê o novo equipamento como uma iniciativa fundamental para Salvador. “A música integra a cultura da cidade, tem uma história mobilizante. E este espaço será um lugar de redescobertas, uma atividade totalmente bacana, como já aconteceu em outros lugares, quando a implantação de um museu atrai outras iniciativas”.

 

 

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...