Releases

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura segue entregando novos espaços de lazer e convivência para os cidadãos. Nesta segunda-feira (20), uma nova praça foi inaugurada para proporcionar dias momentos de alegria e resgate da autoestima da população. Desta vez foi a Praça Edna Santos Duarte, construída na Rua Manuel Lino, em Periperi, em frente ao Hospital do Subúrbio.

O prefeito Bruno Reis fez a entrega do equipamento aos moradores ao lado do presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), Virgílio Daltro, e de outras autoridades. A área, que tem mais de 3,3 mil metros quadrados, ganhou parque infantil, academias de ginástica e saúde, cachorródromo e quadra esportiva.

Bruno Reis lembrou que a área era degradada anteriormente, usada para depósito de lixo, e sem atrativos para os moradores. “Aqui era um canteiro onde o mato tomava conta. Algumas áreas eram usadas como depósito de entulho e lixo e nós transformamos nesta grande praça. Temos uma preocupação com as pessoas para que possam sustentar suas famílias e por isso fizemos aqui motoponto e quiosque para baiana de acarajé. Uma obra como esta gera empregos durante sua execução mas também depois em todo o entorno”, detalhou.

O município construiu, reconstruiu ou requalificou mais de 500 praças desde o início da atual gestão municipal. Apenas nesta praça, o investimento municipal foi de R$1,1 milhão. A homenageada, que dá nome a praça, foi uma das primeiras moradoras da comunidade. Referência para os demais habitantes do local, foi indicada para ser eternizada com o nome do equipamento.

Na ocasião, o prefeito também conversou com algumas mães que moram nos residenciais Paraguari I e II e identificou a demanda de uma nova unidade de ensino na região para contemplar as crianças. O gestor solicitou um estudo acerca de uma área próxima para conseguir construir a escola.

O prefeito aproveitou também para anunciar projetos para melhorar a mobilidade da região. Um deles é a criação de um mergulhão da entrada da Estrada do Derba, sentido Hospital do Subúrbio, retirando o retorno próximo e dando fluidez ao trânsito. A segunda iniciativa foi pensada para evitar os congestionamentos na Rua das Pedrinhas com a construção de um viaduto. Ambos os projetos, detalhou, já estão aprovados e com recursos garantidos por meio de financiamento.

Reportagem: Joice Pinho/ Secom

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura ampliou em 230% os investimentos realizados em Salvador no comparativo entre primeiro quadrimestre de 2024 e o mesmo período do ano anterior. Os dados foram divulgados durante apresentação do Relatório de Gestão Fiscal à Câmara Municipal da capital baiana realizada no auditório do Bahia Center, nesta segunda-feira (20).

O documento apontou que as aplicações subiram de R$159 milhões para R$526 milhões. Entre as principais ações contempladas com os valores investidos estão o BRT, o primeiro Hospital Municipal Veterinário, seis escolas, sendo uma delas a Clériston Andrade, maior unidade da rede de ensino, com investimento de R$19,5 milhões e capacidade para 1.155 alunos por turno, e a Unidade de Saúde da Família (USF) da Polêmica, com atendimento médico, enfermagem e odontológico.

O Relatório de Gestão Fiscal também consolidou, mais uma vez, a autonomia financeira da cidade. De acordo com o documento, as receitas próprias obtidas durante o período representaram 62,79%, aproximadamente R$2,7 bilhões. O valor foi obtido sobretudo a partir da arrecadação dos impostos sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) e Sobre Serviço (ISS) e dos pagamentos das cotas do Programa de Pagamento Incentivado (PPI) 2023.

“O aumento nos investimentos é o catalisador que impulsiona o crescimento econômico e abre portas para um futuro próspero. Estamos construindo uma cidade melhor para o soteropolitano, oferecendo melhorias em diversas áreas, mas sem deixar de lado a responsabilidade fiscal”, afirmou Giovanna Victer, secretária municipal da Fazenda.

Na pauta das discussões sociais, as áreas de transporte e comércio e serviços também foram contempladas com significativos aumentos na comparação entre os primeiros quatro meses dos dois exercícios. Enquanto as despesas com deslocamento dos munícipes subiram 424%, crescendo de R$19 milhões para R$101 milhões; os gastos com ações para fomentar o ambiente econômico e a geração de emprego e renda aumentaram 62,7%. Saúde e educação também seguiram o padrão e apresentaram aumentos expressivos: 34,4% cada setor.

Lei de Responsabilidade Fiscal - A apresentação quadrimestral do Relatório de Gestão Fiscal cumpre a determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), sancionada em 4 de maio de 2000. O documento tem como objetivo expor o cumprimento das metas fiscais estabelecidas para o Orçamento Fiscal e a Seguridade Social da Prefeitura.

Capag – Divulgado em maio, o Índice Capacidade de Pagamento (Capag), promovido pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), consolidou Salvador como referência no país nas áreas contábil e fiscal. A capital baiana conquistou pela primeira vez a nota máxima (A+) na análise anual.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A cidade de Salvador ganhou a premiação portuguesa Prêmios Embaixadores 2024, nesta sexta-feira (17), como destino turístico e cultural preferido dos portugueses no Brasil. A capital baiana foi escolhida como Cidade Embaixadora do Brasil em Portugal, consagrando-se preferida entre os lusitanos.

O prêmio, criado pelo prestigiado jornalista Ricky Terezi, acontece desde 2017 e é sediado no grande Castelo de Palmela, na cidade de Palmela. A noite reuniu grandes nomes de vários destaques brasileiros em Portugal, do Brasil e do mundo, em um evento de gala e glamour, sob o comando ilustre dos apresentadores da TV portuguesa, Luciana Abreu e José Figueiras.

O prefeito Bruno Reis afirmou que este é um reconhecimento importante para Salvador, que tem trabalhado para atrair turistas focando na diversidade. “Neste ano, nossa cidade já foi apontada pelo Ministério do Turismo como o destino preferido dos brasileiros, e temos atuado em diversas frentes para trazer, também, pessoas de outros países. É o caso do Salvador Capital Afro, que mira o afroturismo e tem obtido grandes resultados com estrangeiros. Temos feito um trabalho robusto para fortalecer cada vez mais o setor de turismo”, disse.

“Então, esse prêmio é o resultado de mais uma frente de trabalho, feita junto aos europeus. Somos a primeira capital do Brasil, portanto guardamos um patrimônio imenso que dialoga com a cultura e faz parte da própria história de Portugal. Esse é um mercado importante para Salvador, pois temos voos diretos e diários de Lisboa para cá e esse é um público com altíssimo poder aquisitivo. Queremos expandir essa janela e gerar ainda mais emprego e renda para os soteropolitanos”, completou Bruno Reis.

Para o diretor de Turismo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Gegê Magalhães, essa é uma das provas de um trabalho bem feito, que tem impulsionado a cidade. “Mais uma vez feliz em Salvador ser reconhecida, em mais um prêmio internacional, que é muito importante para a comunidade europeia. Saber que nossa cidade foi escolhida como destino turístico e cultural preferido dos nossos irmãos portugueses nos deixa muito felizes. É a demonstração de que o trabalho que temos feito em feiras e eventos internacionais já está gerando frutos e reconhecimento”, celebra.

A premiação reconheceu o intenso número de visitantes portugueses que vêm à capital baiana, bem como o intenso calendário de festas populares, o maior Carnaval de rua do mundo e a gestão exemplar do Centro Histórico, com as requalificações e programações culturais. Também foram destaque a rede hoteleira, o aeroporto e o terminal marítimo, que mostram a capacidade, cada vez maior, da cidade, de satisfazer e fidelizar turistas de Portugal e do mundo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) oferece 186 vagas de emprego e estágio em Salvador para esta terça-feira (21). Os candidatos deverão acessar o site www.salvadordigital.salvador.ba.gov.br para agendar o atendimento, a partir das 17h30.

Em caso de deficiência visual, os candidatos devem entrar em contato pelo número (71) 3202-2005 para fazer o agendamento. O atendimento está sendo realizado de forma híbrida, ou seja, de forma presencial e remota, via WhatsApp – a escolha é no momento do agendamento.

No caso das vagas que exigem experiência, o tempo de serviço deve ser comprovado em carteira de trabalho.

VAGAS:

Ajudante prático de pedreiro
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: R$1.510,22 + benefícios
Vagas: 10

Auxiliar de higienização hospitalar
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, imprescindível ter trabalhado na área hospitalar.
Salário: R$1.600,00 + benefícios
Vagas: 3

Técnico de manutenção de bebedouro
Requisitos: Ensino fundamental completo, sem experiência, imprescindível ter CNH A, vaga zoneada para moradores do bairro de Brotas e região
Salário: R$1.581,07 + benefícios
Vagas: 2

Instalador de fotovoltaico
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, desejável curso eletrotécnico, requisitos imprescindíveis: NR-10, NR-35 e CNH B. Conforme a Nova Lei Trabalhista a contratação será através MEI (Micro Empreendedor Individual).
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Mecânico de refrigeração
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, desejável ter CNH B.
Salário: R$1.600,00 + benefícios
Vagas: 3

Analista de logística de transporte
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, CNH B e ter conhecimento em pacote Office.
Salário: R$1.870,00 + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de limpeza pesada
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, requisitos obrigatórios: disponibilidade para pegar peso e vaga zoneada para moradores da Suburbana.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 4

Motorista de caminhão
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, ter CNH D.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Auxiliar administrativo (vaga de estágio)
Requisitos: Ensino superior incompleto em Administração (a partir do 6º semestre à noite), sem experiência, ter conhecimento pacote office intermediário (Word e Excel).
Bolsa: a combinar + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar financeiro
Requisitos: Ensino superior completo em Administração ou Ciência Contábeis, seis meses de experiência, ter conhecimento pacote office intermediário (Word e Excel).
Salário: Bolsa a combinar + benefícios
Vagas: 1

Motorista de caminhão leve
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, ter CNH D.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Cozinheiro de restaurante
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Ajudante de cozinha
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, ter disponibilidade total de horário.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Ajudante de marceneiro (vaga temporária 120 dias)
Requisitos: Ensino médio incompleto, seis meses de experiência.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 1

Encarregado de RH
Requisitos: Ensino superior completo em Administração, RH ou áreas afins, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de padeiro
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Separador de mercadoria em câmara fria
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter experiência em câmara fria e disponibilidade para trabalhar à noite.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 1

Dedetizador
Requisitos: Ensino fundamental completo, três meses de experiência, imprescindível ter moto.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Salgadeiro
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: R$1.590,00 + benefícios
Vagas: 1

Operador de máquina de coxinha
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: R$1.590,00 + benefícios
Vagas: 1

Consultor de vendas
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, imprescindível experiência com vendas externas.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 1

Auxiliar de cozinha
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, disponibilidade para trabalhar tarde/noite.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Cozinheiro de restaurante (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)
Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 1

Pedreiro
Requisitos: Ensino fundamental incompleto, seis meses de experiência.
Salário: R$2.327,68 + benefícios
Vagas: 8

Repositor de mercadorias
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, requisitos imprescindíveis: ter disponibilidade de horário, para pegar peso e vaga zoneada para a Pituba e bairros próximos.
Salário: R$1.436,00 + benefícios
Vagas: 4

Tradutor e intérprete de Libras
Requisitos: Ensino médio completo, sem experiência, certificação e formação para o exercício legal da profissão, conforme estabelecido pela Lei 10.436/2002, Decreto 5.626/2005 e Lei 12.319/2010 e habilidade para lidar com crianças.
Salário: R$1.851,90 + benefícios
Vagas: 120

Auxiliar administrativo (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, ter conhecimento em Informática.
Salário: A combinar + benefícios
Vagas: 2

Auxiliar de farmácia (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino médio completo, três meses de experiência.
Salário: R$1.733,00 + benefícios
Vagas: 1

Operador de telemarketing ativo (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino médio completo, sem experiência, imprescindível ter boa dicção e conhecimento em Informática
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 5

Empacotador (vaga exclusiva para pessoas com deficiência)
Requisitos: Ensino fundamental completo, sem experiência, vaga zoneada para moradores do bairro do Cabula e região.
Salário: R$1.412,00 + benefícios
Vagas: 4

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-Estar e Proteção Animal (Secis) realizou, nesta segunda-feira (20), uma atividade no Parque das Dunas de Salvador, em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente (World Environment Day), celebrado no próximo dia 5 de junho. Com a participação de 30 estudantes com idades de 7 a 10 anos do projeto social Hora da Criança, a mobilização, realizada em parceria com o Pacto Global de Prefeitos para o Clima e Energia na América Latina (GCoM), através do Escritório Internacional, tem o intuito de promover a ação climática a nível local e global.

"Nossa primeira meta é fazer com que essas crianças conheçam e entendam o funcionamento deste parque urbano, o maior parque de dunas do Brasil. Dessa forma, elas aprendem a importância da preservação deste espaço público, em meio às comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrando ainda a parceria entre a Prefeitura de Salvador e o Pacto Global de Prefeitos para fomentar ainda mais as ações desenvolvidas na esfera ambiental", explica o titular da Secis, Ivan Euler.

O criador e gestor do Parque das Dunas de Salvador, Jorge Santana, ressalta que este é o maior parque urbano de dunas do Brasil, composto também por lagoas e restinga e com 690 hectares de extensão. "Essas dunas começavam em Amaralina, correndo 23 km para dentro da cidade, até aqui a Praia do Flamengo, seguindo até a divisa da Bahia com Sergipe”, conta.

Santana ressalta ainda que quem se dedica a conhecer as trilhas interpretativas no local descobre um monte de vida, fauna e flora, que têm uma importância enorme para cidade de Salvador. Ele explica, por exemplo, que a vegetação funciona como filtro de salinidade, evitando a entrada de sal nos eletrodomésticos, nos carros e nas construções, além de captar o calor do sol, fazendo com que 92% de Salvador se beneficie com essa retenção. Além disso, as dunas são esponjas naturais que impedem a cidade de alagamentos intensos, devido à absorção das chuvas litorâneas torrenciais.

Morador do bairro de Brotas, o estudante Daniel Mamona, de 9 anos, se encantou com as novas descobertas e o aprendizado no parque. "Aprendi muita coisa sobre a natureza e a preservação do meio ambiente e das dunas. Acho muito importante descobrir que muitas dessas plantas daqui estão sendo estudadas por cientistas e que poderão ser muito úteis para nós. Além disso, aprendemos a conservar a água, preservar para o futuro, reciclar lixo, não sujar as ruas, para conservar mares, rios e lagos, o que é muito importante para nossa vida e nossa saúde", elenca.

Projeto – Existente há 31 anos, o Parque das Dunas realiza um projeto de educação ambiental chamado “Conhecer para Conservar" através de trilhas interpretativas, guiadas por biólogos e especialistas que abordam temas como ecossistemas locais, sustentabilidade, conservação, fauna e flora. Sempre recebe visitas de estudantes e pesquisadores, que podem viver ao vivo a importância da área para a cidade.

“O ser humano só conserva aquilo que conhece, e as ações conjuntas com a Prefeitura nos permite apresentar esse trabalho de três décadas, através dessas trilhas interpretativas, onde as crianças podem viver a realidade do parque. Quando entendemos que somos parte da terra e que precisamos deixar isso para o próximo, isso explica a existência e a necessidade deste parque e de seu caráter interpretativo", finaliza Santana.

Reportagem: Letícia Silva e Eduardo Santos/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A 10ª edição do Encontro Nordestino de Arborização Urbana (Enau), que aconteceu entre os dias 14 e 16 de maio em Salvador, foi encerrada como um marco para o tema na região Nordeste, gerando uma série de resultados de grande relevância. A carta final do evento, que em 2025 acontece em Arapiraca, em Alagoas, destacou que “o evento ajudou a sensibilizar o poder público e a sociedade sobre a importância da arborização urbana e a necessidade de políticas públicas e legislação local para a proteção do patrimônio arbóreo das cidades”.


Para o diretor do Sistema de Áreas de Valor Ambiental e Cultural (Savam) da Secretaria de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-estar e Proteção Animal (Secis) João Resch, o evento foi bastante proveitoso para os profissionais que participaram. “Foram dias de conhecimento e troca de experiências, sempre os minicursos e palestras com auditório cheio. Reunimos profissionais de diversas áreas, estudantes, e a gente sai com saldo positivo dessa experiência. Para o próximo ano, vamos levar os aprendizados daqui para fazer esse networking com as outras cidades”.

A experiência de Salvador foi destacada por meio das ações do Savam, com as propostas de arborização urbana e histórico de plantio na capital baiana, e a aproximação entre a Secis e o cidadão através do Disque Mata Atlântica, promovendo o plantio de mudas de espécies pertencentes ao bioma local.

Troca de conhecimento – Nos três dias de evento, foram realizados minicursos, palestras e mesas redondas que abordaram temas como mudanças climáticas, mercado de créditos de carbono, biodiversidade urbana e arborização, fitossanidade na arborização urbana, entre outros. Foi uma oportunidade única para profissionais, estudantes e entusiastas da arborização urbana se reunirem, compartilharem conhecimentos e discutirem as melhores práticas.

Além disso, o Enau serviu como plataforma para o lançamento de novos projetos e iniciativas. Um exemplo notável foi a proposta de um projeto de grande escala de plantio de árvores, semelhante ao já desenvolvido em Salvador. Este esforço reflete a compreensão da relevância da arborização urbana na melhoria das condições ambientais e climáticas, contribuindo para a mitigação dos impactos do aquecimento global no planeta, com ênfase na ação contínua e sustentável em vez de um objetivo quantitativo fixo.

Entre os temas debatidos estiveram ‘Cidades Verdes e Resilientes no Enfrentamento das Mudanças Climáticas’, ‘Planos municipais de arborização urbana no Nordeste e as mudanças climáticas’ e ‘Biodiversidade urbana e arborização’, com a presença de gestores das esferas municipal e federal.

Reportagem: Ana Virgínia Vilalva/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador apresentou nesta segunda-feira (20) o Rolê Afro, uma série de 11 roteiros turísticos e 30 pontos de visitação de experiências afrocentradas na capital baiana. Também foi lançado o Comitê de Afroturismo, pioneiro no Brasil, formado por diretores de agências, empreendedores e outros profissionais ligados ao segmento, com o objetivo de ajudar a gestão municipal na elaboração de políticas públicas para a promoção e divulgação do turismo afrocentrado.

O prefeito Bruno Reis afirmou que a ação é mais um passo no posicionamento da capital baiana como Salvador Capital Afro e mais um estímulo ao afroturismo da cidade. “Salvador sempre foi conhecida mundialmente por sua gastronomia, suas belezas naturais e seu rico patrimônio histórico. Quando você junta esses atributos, já somos uma cidade singular no mundo. Agora, estamos dando um passo além”, disse.

“Estamos deixando como legado a cidade ser reconhecida por aquele que é, sem sombra de dúvidas, o seu principal ativo: o fato de sermos a cidade mais negra fora da África e todo o patrimônio cultural afro-brasileiro. Temos muito orgulho disso e todo o nosso trabalho tem sido neste sentido”, completou Bruno Reis.

O gestor lembrou que Salvador tem se posicionado para o Brasil e para o mundo como Salvador Capital Afro, sendo este o foco das principais políticas públicas de cultura e turismo. Destacou também que o segundo Prodetur do município terá como foco o Centro Histórico e o apoio a empreendedores negros. Além disso, citou investimentos dos últimos anos como a requalificação do Mercado Modelo e a criação de novos espaços, a exemplo da Casa das Histórias de Salvador (CHS) e a reabertura do Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab).

Presidente do consórcio que elaborou os Rolês Afro, Sueli Conceição reafirmou o lugar único de Salvador como destino turístico afrocentrado. “Salvador possui atributos muito importantes e relevantes para ser uma potência mundial do afroturismo. Nossas características e historicidade trazem essa peculiaridade e nos potencializam nesse sentido”, apontou.

Segundo ela, foi adotada uma metodologia participativa na construção dos “rolês”, com a contribuição essencial de quem já sustentava o afroturismo na cidade. “A gente construiu esses roteiros a partir das narrativas dos atores e atrizes que já participavam da cadeia, muito em um contexto de serviços. Hoje, com a proposta de transformá-los em protagonistas, muda completamente o formato de participação na cadeia turística”, disse.

Integração - O secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Pedro Tourinho, explicou a importância de organizar os roteiros e qual foi o papel da Prefeitura nesse processo. “Esses roteiros não existiam. Nós tínhamos várias iniciativas pontuais, vários pontos que não estavam coordenados. E agora conseguimos potencializar toda a rede de afroturismo ao conectá-los. Se a gente quer se estabelecer como um ponto de afroturismo, como Capital Afro do mundo, a gente precisava organizar esses roteiros”, afirmou.

Tourinho destacou também o caráter reparador das políticas de afroturismo em desenvolvimento na cidade. “Se nosso turismo é baseado na cultura e a cultura é negra, por que os negros não se beneficiam do mercado de turismo? Por que essa estrutura é somente para empresários brancos, de outras gerações?”, questionou.

A secretária municipal de Reparação (Semur), Ivete Sacramento, reforçou a exclusão histórica da população negra no mercado turístico local e as mudanças promovidas pela Prefeitura para mudar esse cenário. “Estávamos excluídos há séculos. A gente queria dinheiro no bolso. A gente não queria só fotografia e filme. A gente queria dinheiro no bolso do preto. Que o dinheiro fosse negro, para fazer frente a quem usava a população negra para ganhar dinheiro. A gente está falando disso: dos empresários e empresárias anônimos que conservaram esse turismo negro até hoje e nunca tiveram retorno monetário”, disse.

Ivete acrescentou que a Prefeitura elevou a reparação a um projeto de gestão. “O Salvador Capital Afro é uma forma de a gestão dizer que a reparação não se restringe a uma secretaria; perpassa por toda a gestão de Bruno Reis”, avaliou.

Pesquisa - A relevância do afroturismo para o mercado soteropolitano foi explicitada em dados apresentados a partir da primeira pesquisa sobre afroturismo no Brasil, com a aplicação de dois questionários – um específico sobre afroturismo e outro geral. Foi relevado, por exemplo, que turistas pretos e pardos ficam, em média, mais tempo em Salvador, quando comparados com o perfil geral.

Segundo a pesquisa, 21% dos turistas pretos e pardos ficam hospedados mais de 10 noites na capital baiana. “É um público que de fato escolhe Salvador e sabe por que está escolhendo. Estamos estruturando esse ambiente com os roteiros para poder fazer esse turista ficar mais tempo em nossa cidade”, disse o subsecretário da Secult, Walter Pinto Jr.

Dos turistas estrangeiros que visitam Salvador, aproximadamente 25% são dos Estados Unidos. Os números apontam que os viajantes negros americanos gastaram, em 2019, US$ 129,6 bilhões em viagens de lazer nacionais e internacionais. Desse grupo, 45% indicam que questões de raça desempenham um papel importante na escolha da viagem e 70% dizem se influenciar por destinos acolhedores para viajantes negros.

Roteiros – O projeto Rolê Afro integra o Plano de Desenvolvimento do Afroturismo realizado pela Prefeitura através da Secult e da Semur. O projeto tem apoio do consórcio formado pela Àwá Ações Afirmativas, Target Euro e Artès, no âmbito do Prodetur Salvador. Todo o material digital do Guia de Afroturismo está disponível no link https://linktr.ee/roleafro.

Veja abaixo a descrição dos roteiros:

Rolê 1 – “História, luta e liberdade”. Ponto de encontro: Casa do Benin. Pontos de visitação (estimativa 4h): Igreja do Rosário dos Pretos / Sociedade Protetora dos Desvalidos

Rolê 2 – “Encantos de Oxum”. Ponto de Encontro: Terreiro de Jesus. Pontos de visitação (estimativa 4h): Instituto Kimundo / Loja Negros Solidários / Espaço Preto Fala de Amor/ Bella Oyá / Casa Dumato / Restaurante Zanzibar

Rolê 3 – “Heroínas negras”. Ponto de encontro: Monumento Maria Felipa. Pontos de visitação (estimativa 3h): Elevador Lacerda/ Memorial das Baianas de Acarajé/ Museu Nacional de Enfermagem/ Instituto Kimundo

Rolê 4 – “Das artes”. Ponto de encontro: Muncab. Pontos de visitação (estimativa 3h): Galeria Raimundo Santos Bida / Cabuloso Ateliê de Arte e Cultura

Rolê 5 - “Sabores da cidade”. Ponto de Encontro: A ser definido com o cliente. Pontos de visitação (estimativa 4h): Feira de São Joaquim/ Memorial das Baianas de Acarajé/ Museu da Gastronomia

Rolê 6 – “Encantos do Abaeté”: Ponto de encontro: Parque Metropolitano Lagoas e Dunas do Abaeté. Pontos de visitação (estimativa 4h): Bloco Afro Malê Debalê/ Terreiro Axé Abassá de Ogum

Rolê 7 – “Força das Àguas”. Ponto de encontro: Transfer a partir do hotel dos visitantes. Pontos de visitação (estimativa 4h): Terreiro da Casa Branca do Engenho Velho/ Casa de Yemanjá/ Acarajé da Dinha/ Largo da Mariquita

Rolê 8 – “Quilombismo”. Ponto de encontro: Praça Castro Alves. Pontos de visitação (estimativa 3h): Monumento a Zumbi dos Palmares - Sociedade Protetora dos Desvalidos / Cabuloso Ateliê de Arte e Cultura/ Galeria de Arte Sal e Terra/ Muncab / Casa do Benin / Restaurante Zanzibar

Rolê 9 – “Liberdade-Curuzu Tour - Circuito Sérgio Roberto”. Ponto de encontro: Monumento Maria Felipa. Pontos de visitação (estimativa 3h): Praça Nelson Mandela / Feira do Japão / Entrada do Curuzu / Memorial e Busto de Apolonio / Salão de Geruza Menezes / Vodun Zo / Ile Aiyê / Casa de Maria Felipa / Casa de Sergio Roberto / Jitolu

Rolê 10 – “Rota Afro Congo Bahia”. Ponto de encontro: Parque Pedra de Xangô. Pontos de visitação (estimativa 4h): Parque Pedra de Xangô / Sede Afoxé Filhos do Congo

Rolê 11 - “Vivência de Fé – Terra Santa dos Alagados”. Ponto de encontro: Base Comunitária da PM / Final de Linha do Uruguai. Ponto de visitação (estimativa 2h): Paróquia Nossa Senhora dos Alagados.

 

Reportagem: Vitor Villar e Rodrigo Aguiar / Secom PMS

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador, por meio do Programa de Combate à LGBTfobia, promoveu uma palestra para discutir sobre a participação de pessoas LGBT no futebol, combatendo a homofobia e promovendo a inclusão e o respeito à diversidade. A atividade, intitulada “Não Há Impedimentos LGBT no Futebol”, reuniu servidores municipais na última sexta-feira (17), no auditório da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), no Centro.

Na mesa estiveram presentes o coordenador de Políticas e Promoção da Cidadania LGBT+, Marcelo Cerqueira, e de representantes do Dendê Futebol Clube, primeiro time de Futebol Inclusivo da Bahia. Cerqueira destacou a importância de discutir a temática justamente no Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, ajudando a combater todas as formas de preconceito e violência contra pessoas LGBT+.

“É um compromisso nosso realizar programas de combate à LGBTfobia para capacitar os servidores com essa temática. É uma oportunidade que as pessoas têm de conhecer novas abordagens sobre o tema e também de lembrar o dia 17 de maio, que é o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia. A data foi criada porque foi no dia 17 de maio de 1990 que a OMS destituiu o caráter patológico da homossexualidade”, ressaltou.

Ele lembrou da participação da Bahia nesta conquista e fez questão de pontuar que não há impedimento algum para que o LGBT seja esportista. “A Bahia, em 1984, contribuiu para a retirada da homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) no país inteiro por meio da atuação do Grupo Gay da Bahia (GGB), reunindo 16 mil assinaturas e forçando os órgãos da saúde a ter essa posição. Ainda hoje, no entanto, as pessoas enxergam o esporte com um viés negativo em relação aos LGBTs, acham que não há espaço, que é uma atividade masculina. Então é importante falar sobre isso e dizer que não há impedimento algum, o que existe é um impedimento com base no preconceito e que precisa acabar”, acrescentou.

Um dos fundadores e atual presidente do Dendê Futebol Clube, Elivelton Brandão, que também é atleta, contou um pouco da história do clube e da necessidade de ter um espaço de inclusão no futebol para pessoas LGBT+. O clube nasceu em 2017, a partir do momento em que ele e outros dois amigos perceberam que apesar de jogar futebol há muito tempo, nem todo homossexual conseguia se sentir à vontade nos meios tradicionais do esporte, devido a algumas falas, brincadeiras e a questão do vestiário.

“Ali percebemos a importância de um espaço que fosse inclusivo, que acolhesse todo esse público, independentemente da sexualidade, e ali nasceu o Dendê Futebol Clube, primeiro time de Futebol Inclusivo da Bahia. Atualmente, nós temos heterossexuais, bissexuais, homossexuais e todo mundo jogando junto”, declarou.

Para ele, o debate ajuda a preparar as pessoas a lidar com as diferenças. “Essa palestra é voltada para servidores públicos, que atuam na administração e no serviço público, e a comunidade LGBT está em todos os âmbitos da sociedade. É uma forma de preparar as pessoas e de trazê-las para esse convívio e interação”.

Sementinha – Gestora de Recursos Humanos na Superintendência de Obras Públicas de Salvador (Sucop), a servidora Januária Barnabé fez uma analogia entre o evento e o cultivo. “É igual a uma sementinha, em que você planta, molha um pouco hoje, um pouco amanhã, e daqui a pouco ela floresce. É um trabalho que precisa ser fortalecido. É difícil atingir uma conscientização geral, mas se eventos como esse forem promovidos, vai se tornar cada vez mais fácil”, opinou.

Assistente social pela Sucop, Fátima Schramm também elogiou a iniciativa. “Precisamos fortalecer cada vez mais as políticas públicas nesse sentido para que possamos acabar com o preconceito. Então é um evento de extrema importância, porque vai institucionalizando novas práticas, novas formas de pensar e socializando conhecimento.

Ações – Em celebração ao Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, a Secretaria Municipal da Reparação (Semur) está promovendo algumas iniciativas de valorização das diferenças e de luta contra o preconceito, a exemplo da iluminação cênica com as cores do arco-íris de alguns equipamentos e monumentos da cidade; de um mutirão CadÚnico Itinerante LGBT+ e de um atendimento especial para cadastramento do público LGBT+ no Serviço de Intermediação de Mão de Obra (SIMM).

O Mutirão CadÚnico Itinerante LGBT+ está sendo realizado no Centro Municipal de Referência LGBT+ Vida Bruno até a próxima terça (21). O atendimento requer documento de identidade e comprovante de endereço. Os interessados devem ir à Avenida Oceânica, 3.731, no Rio Vermelho ou entrar em contato com o telefone (71) 3202-2750 para mais informações. Já o atendimento especial para cadastramento no Simm sem a necessidade de agendamento prévio, ocorreu na unidade do serviço do Comércio, na sexta-feira (17).

Reportagem: Mateus Soares e Priscila Machado/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza Esportes e Lazer (Sempre), a Corregedoria Geral do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e a Associação dos Registradores Civis das Pessoas Naturais do Estado da Bahia (Arpen/BA) decidiram ampliar os atendimentos do projeto Registre-se por mais uma semana. A população poderá acessar o serviço até a próxima sexta-feira (24), das 8h às 16h, na sede do CadÚnico, situado na Rua Miguel Calmon, 28, Comércio.

A medida foi tomada após o sucesso do projeto, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça, que emitiu na última semana 9.695 documentos (2ª via) de certidão de nascimento e casamento gratuitamente para a população em situação de vulnerabilidade social em Salvador. A Bahia ficou em segundo lugar no país em emissão de certidões, dentro da campanha.

“Boa parte dos números em Salvador se deve ao esforço realizado em conjunto, com a disponibilização do serviço no CadÚnico. Isso traz a certeza do quanto essa decisão de trazer o projeto para dentro do nosso atendimento foi acertada. É uma satisfação grande também de poder contar com a sensibilidade desses órgãos que são parceiros nessa ação e que aceitaram ampliá-la por mais uma semana, pois, no dia a dia, vemos as dificuldades que as pessoas têm para obter essa documentação e, assim, ter acesso a benefícios sociais que fazem toda a diferença em suas vidas e nas de suas famílias”, destacou o secretário da Sempre, Júnior Magalhães.

“E nós disponibilizaremos toda nossa equipe para que, junto com a estrutura do CadÚnico, tudo possa funcionar ainda melhor para todas essas pessoas que precisam desse olhar diferenciado, já que estamos tendo todo esse apoio”, frisou o corregedor-geral de Justiça do TJ-BA, Roberto Maynard Frank.

O Registre-se tem como objetivo combater o subrregistro e ampliar o acesso à documentação básica para pessoas vulneráveis. Os interessados em participar do mutirão devem levar qualquer documento que indique os dados de registro (RG/certidão de nascimento).

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...