Releases

0
0
0
s2sdefault

Com o crescente número de casos de coronavírus em Salvador, a Prefeitura iniciou, nesta segunda-feira (22) as medidas regionalizadas complementares nos três bairros que lideram os casos da Covid-19 na cidade. Até a manhã de hoje, o número de positivados chegava a 3.124 na Pituba, 2.575 em Brotas e 2.356 em Itapuã. As ações prosseguem nestas localidades até o domingo (28).

O secretário de Cultura e Turismo (Secult) e, também, coordenador de ações de combate ao coronavírus, Fábio Mota, acompanhou na manhã desta segunda o trabalho na Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba. A iniciativa envolveu a fiscalização conjunta com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar. “Esperamos que as pessoas entendam que é uma ação a favor da vida” disse.

O diretor de Fiscalização da Sedur, Átila Brandão, afirmou que o órgão está nas ruas para conter a disseminação do vírus e fazer cumprir os decretos. “É uma força-tarefa grande, toda a Prefeitura está envolvida para conter o avanço dessa nova onda”, destacou. O diretor também reforçou o pedido de apoio do comércio dos bairros, para que não venham sofrer nenhum tipo de sanção por parte da Sedur. Ao todo, 60 agentes estão envolvidos na vistoria nas três localidades.

Preocupação – A família do jovem Pablo Leal, de 13 anos, esteve na Praça Ana Lúcia Magalhães para fazer o teste de detecção do vírus. Ele teve contato com uma pessoa que testou positivo e apresentava sintomas como dor de cabeça e dor no corpo. Depois que soube que a pessoa estava contaminada, toda a família se isolou até a realização do teste na manhã de hoje.

A representante comercial Milena Mendes também apresentou sintomas da Covid-19, como perda de olfato e coriza, e decidiu fazer o teste para se certificar. Para ela, a iniciativa da Prefeitura é fundamental e necessária para ajudar a população num momento em que há esse crescimento no número de casos.

Em Brotas, a testagem acontece no final de linha do bairro. Já em Itapuã, os testes são feitos na Prefeitura-Bairro da região, ao lado do Nacs Itapuã, na Avenida Dorival Caymmi.

Ações – Além dos testes rápidos, as ações regionalizadas complementares incluem distribuição de máscaras, medição de temperatura, higienização e lavagem de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, apoio às instituições que atendam idosos, crianças e pessoas portadoras de deficiência, localizadas nas áreas, além do atendimento do Cras Itinerante. Também envolvem restrição do horário de funcionamento do comércio nestes bairros, das 10h às 16h, com exceção das atividades consideradas essenciais.

Outros três bairros também contam com as ações regionalizadas, porém sem restrição no comércio. Na Boca do Rio e em Fazenda Grande do Retiro, os exames são realizados no fim de linha dos bairros. Já em Pernambués, a testagem acontece na Escola Municipal Hildete Bahia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

No primeiro fim de semana com toque de recolher em Salvador, a força-tarefa da Prefeitura realizou 2.148 mil vistorias, com o objetivo de coibir aglomerações e desrespeitos às medidas de combate à Covid-19. Desse total, foram vistoriados 76 bairros, 11 aglomerações foram dispersadas e 20 estabelecimentos interditados por descumprirem as normas gerais de funcionamento e os protocolos setoriais.

Durante as atuações realizadas no período de sexta-feira (19) a domingo (21), 13 bares foram interditados nos bairros de Sussuarana Nova, IAPI, Cabula, Pernambués, Pau da Lima, Fazenda Coutos, Paripe, Praia Grande, Plataforma, Engenho Velho da Federação, Garcia, Boa Viagem. Dois depósitos de bebidas nos bairros de Águas Claras e Boca da Mata, duas casas de eventos em Engenho Velho de Brotas e Águas Claras, duas barbearias em Costa Azul e Mussurunga e uma delicatessen no Rio Vermelho também foram fechados.

A força-tarefa realizou, ainda, a apreensão de quatro caixas de som nos bairros do Rio Vermelho, Barra, Cidade Nova e Candeal. Um cavalete com banners, no Pau Miúdo, mesas e cadeiras, no IAPI e uma aparelhagem de som em veículo, em Paripe foram confiscados. Além disso, os fiscais deram 13 orientações verbais.

As ações foram coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), com o apoio da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal (GCM). O toque de recolher foi uma medida do governo estadual, que entrou em vigor na última sexta (19), devido ao aumento no número de casos e mortes da Covid-19. A ação ocorre como forma de tentar frear o avanço da doença e, a partir desta segunda-feira (22), o horário de restrição de circulação de pessoas começa mais cedo, das 20h às 5h, até o dia 28 de fevereiro.

O diretor de fiscalização da Sedur, Átila Brandão Júnior, destacou o trabalho realizado e sinalizou a importância da conscientização da população para combater o vírus. “A força-tarefa da Prefeitura está nas ruas com a Polícia Militar para fiscalizar os estabelecimentos comerciais e garantir o cumprimento dos decretos de combate ao coronavírus. Pedimos o apoio e compreensão de todos para que juntos possamos atravessar esse momento tão delicado”, disse.

Praias – A Operação Maré de Março, realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM) em parceria com a Polícia Militar, fez varredura nas praias da capital com objetivo de proibir o uso destes espaços, que estão interditados aos domingos de acordo com o decreto municipal vigente. Oitenta agentes da Guarda Civil, 50 Policiais Militares, além de prepostos da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e da Semop fizeram a retirada de pessoas que insistiram em descumprir as medidas de combate ao Covid-19.

De acordo com o diretor de Segurança Urbana, Maurício Lima, as equipes estiveram presentes nos principais pontos, como Piatã, Itapuã, Porto da Barra e MAM, e as ações ocorreram com tranquilidade. “Pedimos o apoio da população para que evitem aglomerações nos locais neste momento tão complicado”, destacou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As ações de rotina e especiais no combate ao Aedes aegypti promovidas pelas equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), órgão vinculado à Secretaria Municipal da Saúde (SMS), asseguraram que os casos de dengue, chikungunya e zika tivessem uma redução em mais de 90% na capital baiana. De acordo com o levantamento, entre os dias 1º de janeiro e 15 de fevereiro de 2021, o número de notificações de casos de dengue foi de apenas 73 casos, contra mais de 1,5 mil casos no mesmo período de 2020 – o que representa uma redução de 95%.

Já os casos de chikungunya nos primeiros 45 dias deste ano foram de apenas 46, contra 755 no ano passado – redução de 93%. Por fim, os casos de zika tiveram redução de 91% - foram 11 registros de 1º de janeiro a 15 de fevereiro de 2021, contra 130 notificações no mesmo período em 2020.

Durante a Operação Verão Sem Mosquito, realizada pelo CCZ no mês de janeiro com mutirões e visitas a praças e órgãos públicos, mais de 1,3 mil inspeções foram concluídas. Além disso, a mobilização garantiu que 30 mil imóveis tivessem qualquer foco do mosquito tratado e descartado.

Para a subgerente de arboviroses do CCZ, Cristina Guimarães, a redução só reforça a importância da colaboração da população, já que é um problema coletivo. “Nesse período de verão, em especial, quando as chuvas acontecem com frequência e o calor é constante, a eclosão dos ovos e formação das larvas ocorre de forma mais rápida. Qualquer inservível jogado ao chão pode servir como criadouro do mosquito. Por isso, é importante a parceria da população em contribuir com o trabalho do CCZ para a redução do índice de infestação em nossa cidade”, alertou.

Ao longo do mês de fevereiro os agentes de endemia percorrem todos os dias os bairros da cidade para realizar visitas domiciliares e do entorno. Além disso, atende as demandas registradas através do Fala Salvador 156.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Representantes das pastas de Inovação e Tecnologia (Semit) e de Sustentabilidade e Resiliência (Secis) da Prefeitura de Salvador vão participar do encontro regional Salvador Connected Smart Cities e Mobility nesta terça-feira (23), às 9h. O evento gratuito é uma iniciativa da Necta, empresa de produção de eventos, comercialização e comunicação.

As inscrições para o encontro regional Salvador, em formato virtual, estão disponíveis no site: https:// evento. connectedsmartcities. com. br/eventosregionais/. A programação contará com especialistas em smart cities e gestores municipais, que abordarão os indicadores de desenvolvimento da cidade, no contexto do Ranking Connected Smart Cities.

O titular da Semit, Samuel Araújo, vai abordar o Plano Diretor de Tecnologias da Cidade Inteligente (PDTCI), que deve ser entregue ainda este ano. Trata-se de um planejamento de médio e longo prazo para transformar, de fato, Salvador em uma cidade inteligente, por meio de ferramentas que vão facilitar a prestação de serviços públicos.

O PDTCI está estruturado em três pilares: as infovias, infraestrutura de rede de comunicação de dados de alto desempenho; nuvem urbana, uma solução de armazenamento de grandes volumes de dados, promovendo integração da capacidade de processamento dos centros computacionais da administração pública municipal; e observatório, um centro integrado de governança e operação que funcionará como “cérebro” da gestão urbana inteligente.

“Dentro das normas internacionais de Cidade Inteligente, Salvador foi a única cidade do mundo cujo plano atingiu todos os 276 indicadores. Essa é uma característica que tem destacado Salvador no cenário da tecnologia e inovação”, conta Araújo.

Diversos avanços na área de Tecnologia e Inovação foram conquistados nos últimos anos para a capital baiana, a exemplo da criação das Escolas Laboratórios (Escolab), do Hub Salvador, um dos melhores espaços de coworking do país, e do Centro Municipal de Inovação Colabore. Ainda devem ser entregues o Polo de Economia Criativa de Salvador, também chamado de Doca 1, já em construção, e o Centro de Inovação do Subúrbio.

Ações como essas têm destacado Salvador no ranking Connected Smart Cities, com 11 eixos e 70 indicadores. “A capital baiana melhorou 12 posições no Ranking, na comparação 2019/2020, com destaque para Mobilidade, Urbanismo, Governança, Empreendedorismo e Tecnologia e Inovação. Como toda cidade brasileira, Salvador possui pontos a evoluir, e o desenvolvimento do seu ‘Plano Diretor de Tecnologias da Cidade Inteligente‘ é um dos principais aliados no desenvolvimento para uma cidade mais inteligente, sustentável e humana”, afirma Willian Rigon, sócio e diretor comercial e marketing da Urban Systems, responsável pelo Ranking.

Além do titular da Semit, outros gestores municipais que vão participar do encontro são o diretor técnico da Companhia de Governança Eletrônica do Salvador (Cogel), Cláudio Maltez, e o diretor de Resiliência da Secis, Ivan Paiva. Após vários encontros regionais pelo país, um encontro nacional será realizado entre os dias 1 e 3 de setembro, ocasião em que as experiências de cada capital poderão ser apresentadas em nível nacional.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Operação Toque de Acolher Sempre, realizada entre as 22h da sexta-feira (19) e a madrugada deste sábado (20), encaminhou 18 pessoas que estavam em situação de rua para Unidades de Acolhimento Institucional (UAIs) da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre). No total, foram realizadas 34 abordagens sociais na ação, iniciada no Comércio e que percorreu o Centro Histórico, Avenida Sete, Carlos Gomes, Piedade, Campo Grande e Barra.

Abordada na Piedade, Mariana Costa, de 23 anos, é mãe de quatro filhos e está grávida de três meses do quinto herdeiro. Ao lado do companheiro, Marcos Vinicius, a jovem celebrou a chance de transformação da trajetória na Unidade de Acolhimento Institucional (UAI), localizada no bairro da Ribeira. “É a oportunidade de sair dessa vida. Na rua, é tudo muito difícil. Meu bebê terá um lar.”

Nas unidades de acolhimento, os usuários têm acesso à alimentação, higienização e opções de lazer, e serão monitorados por uma equipe técnica para dar todo suporte necessário para que superem a situação de vulnerabilidade social. No caso de Mariana, ela terá a gravidez devidamente acompanhada, já que a assistida revelou que nunca passou por nenhum tipo de acompanhamento durante a gestação.

“É um trabalho que muda vidas, transforma trajetórias. A nossa cidade ainda é muito desigual. A Operação Toque de Acolher Sempre foi idealizada pensando justamente nessas pessoas que não têm para onde ir. Durante o toque de recolher, medida fundamental para conter a proliferação da Covid-19, colocamos nossas equipes nas ruas para chegar mais perto desse público”, afirmou o secretário da Sempre, Kiki Bispo.                                                                                    

A diretora de Proteção Social Especial da pasta, Kelly Morais, valorizou o papel desempenhado pelas equipes do Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) nas ruas durante todo o ano. “É um trabalho incansável. Estamos atuando todos os dias, no intuito de chegar mais perto do público mais vulnerável e entender cada história de vida. Só com essa assistência personalizada, humanizada, com um olhar sensível, vamos conseguir avançar e garantir o direito desses cidadãos”, declarou.

Proteção à vida – O Seas atua diariamente nos pontos onde estão concentradas pessoas em situação de situação de rua. As equipes buscam sensibilizar os assistidos para que aceitem os serviços oferecidos pela Sempre. Em três bairros onde estão sendo realizadas ações de proteção à vida – Pernambués, Fazenda Grande do Retiro e Boca do Rio – foram realizadas 306 abordagens sociais na última sexta-feira (19).

 
 
0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As aulas remotas da rede municipal de ensino de Salvador em 2021 começam nesta segunda-feira (22). Neste ano, as principais novidades são o continuum curricular 2020/2021, o aumento do número de canais abertos do Nossa Rede na TV e a expansão das teleaulas para os alunos do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano) e da Educação de Jovens e Adultos I (EJA I).

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) renovou a parceria com a TV Aratu para manutenção dos canais 4.2 e 4.3, utilizados para veicular as teleaulas em 2020. Além disso, firmou convênio com a Câmara Municipal de Salvador para inserir mais um canal digital ao Nossa Rede na TV, nesse caso o 12.3.

Dessa forma, em 2021, cerca de 116 mil alunos serão beneficiados com as aulas pela televisão. “Com as ações da Smed para consolidar e ampliar o Nossa Rede na TV, conseguiremos triplicar o número de estudantes atendidos por esse projeto. Isso é fundamental, porque as teleaulas compõem uma parte importante da rotina diária de estudos”, afirma Marcelo Oliveira, secretário municipal da Educação.

O gestor frisa que as aulas na TV são parte da rotina. No entanto, o programa de ensino/aprendizagem do continuum 2020/2021 é bem mais amplo e prevê a aplicação de atividades diárias através de blocos de atividades, aulas síncronas e assíncronas, realização de experimentos e leituras, entre outras.

“A rotina de aulas foi construída em um trabalho colaborativo, que envolveu as equipes técnicas da secretaria, das gerências regionais, de professores e da APLB. O resultado foi um trabalho muito bem estruturado, que trará avanços no aprendizado, mesmo nesse contexto de pandemia que estamos vivendo”, diz Oliveira. Ele lembra que o protocolo pedagógico para o retorno às aulas presenciais também está todo estruturado.

Programação – As aulas para os alunos do Ensino Fundamental I (do 1º ano ao 5º ano) e da EJA I (TAP I, TAP II e TAP III) serão veiculadas no canal 4.2. Diariamente, às 7h30, começam as aulas para o 1º ano e, a partir das 8h30, para o 2º ano. Os estudantes dos 3º, 4º e 5º anos terão teleaulas, respectivamente, às 9h30, 10h30 e 11h30. Os educandos da EJA TAP I e TAP II terão aulas diárias das 18h às 19h. Já para o TAP III, o horário é de 19h a 20h.

O canal 4.3 é direcionado aos alunos do Ensino Fundamental II, da Regularização de Fluxo e da EJA II (TAP IV e TAP V). As aulas do 6º ano serão das 7h30 às 8h30; do 7º ano, das 8h30 às 9h30; do 8º ano, das 10h20 às 11h20; e do 9º ano, das 11h20 às 12h20. As turmas do Se Liga terão aulas na TV das 9h30 às 9h50, e do Acelera, das 9h50 às 10h20. À noite, das 18h às 19h, serão veiculadas as aulas para o TAP IV e, das 19h às 20h, para o TAP V.

O novo canal 12.3, da TV Câmara, é exclusivo para a reprise dos conteúdos direcionados aos estudantes do Ensino Fundamental II. As teleaulas ficaram divididas da seguinte forma: das 8h às 9h para o 6º ano, das 9h às 10h para o 7º ano, das 13h às 14h para o 8º ano e das 14h às 15 para o 9º ano.

Os conteúdos são renovados semanalmente e podem ser verificados no site da Smed, mas os horários de aula não sofrem alterações. O cronograma semanal pode ser acessado no site educacao. salvador. ba. gov. br .

Antes ou após assistirem às aulas, os estudantes terão atividades impressas para serem desenvolvidas diariamente, bem como exercícios e textos nos livros Nossa Rede. Além de desenvolverem as atividades relacionadas ao conteúdo de cada aula, os professores oferecerão orientações pedagógicas pelos meios possíveis, desde informações extras através do próprio material impresso até a utilização de recursos tecnológicos como podcasts, vídeos ou encontros virtuais.

As atividades impressas serão entregues aos alunos ou responsáveis uma vez por semana e deverão ser devolvidas, também uma vez por semana, para avaliação. “Cada escola desenvolverá seus trabalhos, os protocolos de entrega e recepção desses materiais, bem como estabelecerá as melhores formas de contato com as famílias”, informa a gerente de Currículo da Smed, Edna Rodrigues.

“Os blocos de atividades serão corrigidos e avaliados pelos professores, cujos resultados serão lançados no nosso Sistema de Monitoramento da Aprendizagem (SMA). Com isso, teremos o controle de frequência, de evolução do aprendizado, de leitura e de cumprimento do currículo”, diz. Edna ressalta, ainda, que a participação das famílias nesse processo é essencial para a construção da aprendizagem.

Continuum – Conforme a programação pedagógica do continuum curricular 2020/2021, neste ano haverá o cumprimento completo das exigências legais referentes a conteúdo e carga horária do ano letivo de 2020 e do ano letivo de 2021. Com esse planejamento detalhado construído sob coordenação da Smed, não haverá atraso nos estudos dos alunos da Rede Municipal. Assim que forem liberadas pelas autoridades, as aulas presenciais voltarão em sistema híbrido, que também já está detalhado.

“Nossas unidades de ensino estão preparadas para o retorno presencial tanto na parte dos cuidados de higiene e saúde, quanto na parte pedagógica. Enquanto isso não ocorre, toda a Rede Municipal está empenhada no ensino virtual, para que nossos alunos mantenham essa ligação tão imprescindível com a escola e com os professores e que o processo de ensino/aprendizagem evolua satisfatoriamente”, destaca o secretário Marcelo Oliveira.

Educação Infantil – O período letivo também se inicia para a Educação Infantil, que vai do Grupo II ao Grupo V (de 2 a 5 anos). Neste primeiro momento, de retorno virtual, as atividades serão desenvolvidas por meio do envio de vídeos com brincadeiras diversas, músicas, atividades de movimento, bem como jogo de memória, jogos simbólicos, faz de conta e contação de histórias.

Também as escolas produzirão e enviarão às famílias cards com sugestões de brincadeiras, experiências, confecção de brinquedos e outras propostas que gerem autonomia das crianças. O protocolo pedagógico da Smed detalha, ainda, ações para os alunos público-alvo da Educação Especial e da Escola Municipal Hospitalar e Domiciliar Irmã Dulce, bem como atividades relacionadas à educação para as relações étnico-raciais.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para conter o avanço da Covid-19 em Salvador, a Prefeitura está dando continuidade às ações de proteção à vida nos bairros que estão passando por medidas restritivas. Apenas nesta sexta-feira (19), foram realizados 897 testes rápidos para a detecção da doença nos seis bairros que estão enquadrados nas medidas restritivas. Deste total, 202 exames tiveram resultado positivo para o vírus. 

As medidas estão sendo realizadas em Pernambués, Fazenda Grande do Retiro, Boca do Rio, Brotas, Itapuã e Pituba. Destes, Itapuã foi o local que apresentou maior quantitativo de casos positivos, com 50 registrados. Em seguida ficaram os bairros da Pituba e Boca do Rio, com 35 casos identificados em cada local. 

Já em Brotas, foram 30 casos confirmados. Na Fazenda Grande do Retiro, 27 pessoas testaram positivo e o bairro de Pernambués teve 25 casos confirmados para a doença. A testagem tem o intuito de, em caso de confirmação da doença, os cidadãos possam seguir o protocolo das autoridades sanitárias e evitar a disseminação do vírus. 

Além dos testes rápidos, também foram realizados 58 atendimentos e 13 encaminhamentos, através do Cras Itinerante, e 306 abordagens por meio do Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas), nos bairros de Pernambués, Boca do Rio e Fazenda Grande do Retiro. Destas abordagens, foram contabilizados 11 encaminhamentos ao Cras. 

Demais ações – As medidas de proteção à vida envolvem ainda serviços de higienização, aferição de temperatura e distribuição de máscaras, por um período de sete dias. Além disso, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realiza ações de desinfecção das ruas com carro-pipa, disponibilizando agentes equipados com pulverizadores costais com solução de hipoclorito de sódio e água.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) através do Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas), vai intensificar a sensibilização de pessoas em situação de rua, principalmente nos locais onde há maior incidência. A medida foi tomada em função do toque de recolher, decretado pelo governo estadual e que começa nesta sexta-feira (19). 

Durante toda a vigência do decreto, a equipe de Abordagem Social, formada por educadores, assistentes sociais e psicólogos, seguirá diariamente realizando busca ativa de famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social que utilizam os espaços públicos como forma de moradia e/ou sobrevivência. Serão ofertados acolhimento institucional e alternativas de reinserção social, familiar e comunitária. 

O titular da Sempre, Kiki Bispo, destaca que nenhum encaminhamento será realizado pela equipe da Abordagem Social de forma compulsória. "Os usuários precisam, necessariamente, aceitar os nossos serviços para serem encaminhados para as 12 unidades de acolhimento geridas pela Sempre”, informa.

  

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 em profissionais de saúde de da capital baiana prossegue neste sábado (20), das 8h às 17h. Estarão funcionando 14 postos fixos, além de dois drive-thrus, situados na Arena Fonte Nova, em Nazaré, e no Centro de Convenções de Salvador (CCS), na Boca do Rio. 

Antes de se dirigir ao ponto de imunização, o trabalhador deve conferir a data agendada para a segunda dose no cartão de vacina disponibilizado no ato da primeira aplicação do imunizante. É obrigatória a apresentação deste documento, juntamente com outro oficial com foto como RG ou carteira de habilitação. No caso do profissional cuja data de retorno estava programada para domingo (21), ele será imunizado na segunda-feira (22). 

Desde a terça (15), quando foi iniciada esta estratégia, 9.260 pessoas já receberam a segunda dose da vacina, sendo 2.784 delas apenas hoje (19). 

Postos fixos para os trabalhadores da saúde: USF Itapuã, Centro de Saúde Péricles Laranjeiras (Fazenda Grande do Retiro), USF Imbuí, CSU Castelo Branco, Centro de Saúde Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), Centro de Saúde Virgílio de Carvalho (Bonfim), USF Colina de Periperi, USF Vista Alegre, USF Tubarão, CSU Pernambués, USF San Martin III, USF Vale do Matatu, USF Resgate e Arena Fonte Nova (acesso pela ladeira da Fonte).

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...