Releases

0
0
0
s2sdefault

Novo modal de transporte vai melhorar a mobilidade em “centro nervoso” da cidade

Diminuir o tempo de tráfego nas vias, de forma que os usuários do transporte público ganhem em conforto, segurança e melhor locomoção na hora de ir para casa, trabalho ou a um local de lazer. É isso que a Prefeitura espera com a implantação do primeiro sistema de BRT (Bus Rapid Transit) de Salvador, com corredores exclusivos por onde irá trafegar um ônibus articulado, mais rápido e confortável.

As intervenções serão concluídas em 28 meses e fazem parte do eixo Investe do programa Salvador 360. As obras serão executadas pelo Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda. O valor para execução da primeira etapa é de R$ 212.781.070,50, oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal. Cerca de 700 empregos diretos serão gerados.

Com o novo modal, a cidade dá mais um grande salto na área de mobilidade. Isso porque a obra vai possibilitar a criação de linhas exclusivas, em corredores de tráfego próprios e segregado das demais vias, que vão reduzir o tempo do soteropolitano no trânsito e melhorar a mobilidade em regiões críticas. O sistema será integrado ao metrô. Este primeiro trecho terá 2,9km de extensão e vai ligar o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia (Estação de Integração BRT/Metrô).

Viadutos e elevados - O BRT terá capacidade de beneficiar 31 mil pessoas por hora, em horários de pico. Os veículos utilizados pelo sistema serão do tipo ônibus articulados com capacidade para 170 passageiros, portas largas e comprimento máximo de 23 metros, operando a uma velocidade comercial de 25 a 40 km/h. Os tempos de percurso serão significativamente reduzidos se comparados aos atuais níveis de operação.

As intervenções ainda envolvem a construção de três viadutos, sendo um no sentido Parque da Cidade/Lucaia, outro na direção Parque da Cidade/Iguatemi e mais um no Iguatemi, perto do viaduto Raul Seixas. No Cidadela e na região do Hiper, serão erguidos elevados paralelos para a implantação das estações em cada um desses locais.

Mudanças no trânsito - Para viabilizar a execução das obras de infraestrutura, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) planeja ações de ordenamento do fluxo de veículos que circularão na região da Avenida ACM. Todas as alterações no trânsito em função das intervenções para implantação dos corredores do BRT serão comunicados previamente pelo órgão. Entretanto, não há previsão para intervenções ou desvios no tráfego previstas para os próximos 60 dias.

Durante esta primeira fase, as obras serão realizadas em cima de canteiros, passeios ou jardins, sem que haja necessidade de intervenções no tráfego neste período. Caso seja necessária qualquer alteração no trânsito, nesta ou em outras fases das obras, a Transalvador avisará a população com antecedência.

Intervenções por etapas

Uma das mais importantes intervenções viárias já realizadas na capital baiana, o sistema BRT englobará mais duas etapas. O segundo trecho, do Cidade Jardim (Parque da Cidade) até a Estação da Lapa, será licitado no início do segundo semestre deste ano e terá 5,5km de extensão. As obras preveem também a implantação dos viadutos na Avenida Garibaldi e elevados paralelos nas Pedrinhas e Cidade Jardim. O projeto do trecho dois contará com recursos de R$300 milhões do Orçamento Geral da União (OGU), além de R$112 milhões do Programa de Financiamento das Contrapartidas do Programa de Aceleração do Crescimento (CPAC), já assegurados.

Deste modo, os trechos de corredores exclusivos ligarão a Estação da Lapa à região do Shopping da Bahia, atendendo inclusive a população do entorno das avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães e ACM, no chamado “centro nervoso” da primeira capital do Brasil e num traçado totalmente diferente daquele feito pelo metrô. O projeto foi idealizado para fazer a integração entre os dois principais polos econômicos da cidade: o Centro Histórico e a região do Iguatemi.

O percurso total, em ônibus articulados e climatizados, será completado em 16 minutos e permitirá ao passageiro se deslocar na rede de transporte público para outros pontos da cidade por meio de 10 estações de transbordo. São elas: Lapa, Vasco da Gama, Ogunjá, HGE, Rio Vermelho, Pedrinhas, Cidade Jardim, Parque da Cidade, Itaigara, Pituba, Cidadela, Hiper e Iguatemi. Vale lembrar ainda que as obras envolvem obras de macrodrenagem, urbanização e paisagismo, além da implantação de ciclovias.

Nos demais trechos serão implantadas novas vias exclusivas para o sistema e as intervenções também contarão com obras de macrodrenagem, urbanização e paisagismo ao longo do corredor de transporte e implantação de ciclovias.

Expansão - Também está previsto no BRT o projeto de expansão (etapa três), que vai do Parque da Cidade ao bairro da Pituba, nas imediações do Posto Namorados. Com 1,8km, essa terceira etapa prevê a implantação das estações Parque da Cidade e Itaigara, além do Terminal Pituba, que fará integração com outros modais.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para garantir mais segurança a quem trafega a pé ou de carro pela região da BR-324, a Prefeitura tem instalado novos pontos de iluminação em sete localidades através da Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (DSIP), da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). Uma delas é a região da Ladeira do Cabula e início da Avenida Luís Eduardo Magalhães, que ganhou 21 novos pontos de luz em um investimento de, aproximadamente, R$30 mil, e em frente à sede da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb).

A ação engloba também as vias marginais de Porto Seco Pirajá até a entrada de Águas Claras; Cajazeiras XI até a entrada de Valéria; e saída de Valéria até a entrada de Palestina. Está inclusa, ainda, a melhoria da iluminação nas passarelas da Palestina e Brasilgás e do entorno da passarela da Jaqueira do Carneiro, na BR-324. 

A iluminação implantada utiliza o que há de mais moderno e com tecnologia avançada existente hoje no setor, a exemplo de luminárias em LED mais potentes e eficientes, com o objetivo de dar mais segurança ao cidadão. “Essas medidas vão melhorar as condições e dar mais segurança para todos que trafegam pela BR-324”, destaca o diretor de Iluminação Pública, Júnior Magalhães.

Trecho até Simões Filho – Na BR 324, no trecho entre Salvador e Simões Filho, quem trafega à noite segue encontrando dificuldades para circular na estrada, por conta do problema de iluminação que vem prejudicando a visibilidade dos motoristas. O trecho da BR 324 é administrado pela concessionária Via Bahia, responsável pelas obras de melhoria naquela região, incluindo a iluminação e assistência ao usuário.

São 535 pontos apagados nesse trajeto, que vai do Acesso Norte (na altura do Shopping Bela Vista) até a divisa com o município da Região Metropolitana. “Esperamos que a Via Bahia e a ANTT tomem providências o mais rápido possível com relação à iluminação da rodovia, que é obrigação das instituições”, explica Magalhães. 

A DSIP enviou representação ao Ministério Público Federal (MPF), desde o início do ano passado, acionando a concessionária. A denúncia se desdobrou na realização de uma audiência pública no mês passado, na sede do MPF na Bahia, localizada na Avenida Paralela, com intuito de discutir a resolução do problema de iluminação na rodovia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Além do início das obras do BRT, o aniversário de 469 anos de Salvador foi celebrado hoje com a assinatura de termos de compromisso para a destinação de R$41,8 milhões para a educação pública municipal. Os recursos serão aplicados na reconstrução de sete unidades de ensino e na aquisição de mobiliário escolar. Os termos de compromisso foram assinados na mesma solenidade na qual o prefeito ACM Neto determinou o início das obras do sistema do BRT, na região do Parque da Cidade. 

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Sílvio Pinheiro, e o secretário municipal de Educação, Bruno Barral, estiveram presentes no evento. "Esse é o segundo termo que assinados com o FNDE em poucos dias, somando cerca de R$100 milhões em investimentos do Ministério da Educação em Salvador. Nada melhor para festejar o aniversário da cidade do que com realizações importantes como essas", afirmou o prefeito. 

Do valor total dos termos de compromisso, R$ 36,8 milhões serão destinados à reconstrução das escolas municipais Roberto Correia, Engenho Velho da Federação, Pau Miúdo e Francisco Magabeira e dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) Nova Sussuarana, Maria Rosa Freire e Plataforma. Desse recurso, R$ 24,9 milhões serão oriundos do FNDE e R$ 11,9 milhões serão de contrapartida da Prefeitura.

Além de novas estruturas físicas, o investimento representa a criação de 1.280 novas vagas escolares, sendo 650 para a Educação Infantil e 630 para o Ensino Fundamental. Para a renovação do mobiliário escolar, o termo de compromisso prevê R$ 5 milhões, que serão aplicados em toda a rede municipal.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador vai ganhar, no próximo dia 4, o primeiro Hospital Municipal, dentro das comemorações pelo aniversário da cidade. Funcionando 24 horas por dia no bairro de Boca da Mata, na região de Cajazeiras, ele estará integrado à rede de urgência e emergência, servindo principalmente de retaguarda para os casos mais complexos das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e do SAMU de Salvador. Hoje (28), o prefeito ACM Neto apresentou o equipamento em uma visita com a imprensa. Também estiveram presentes o secretário municipal de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, e representantes da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, que vai gerir o hospital.

Durante 25 dias, o hospital vai funcionar em fase de observação, com a urgência e emergência atendendo a casos distribuídos pelo SAMU e pela Central Municipal de Regulação. A partir do dia 30 de abril, quando o equipamento estará 100% em funcionamento, a demanda para atendimento de urgência e emergência será aberta por classificação de risco. Os atendimentos ambulatoriais e apoio a diagnóstico regulado começam a operar no dia 9 de abril.

"Muitos diziam que a Prefeitura não seria capaz de construir esse hospital, que tem tudo o que há de mais moderno que a rede pública pode oferecer. Pois a gente conseguiu. Salvador esperou 469 anos por um investimento como este da Prefeitura. Agora, a cidade vai ganhar esse presente de aniversário", afirmou o prefeito. "Vejam que estamos dando um salto evolutivo muito grande quando o assunto é saúde pública. Claro que sabemos que existe muito a se fazer, mas avançamos bastante", acrescentou.

O hospital, que conta até com heliponto e base descentralizada do SAMU, terá ênfase em atendimentos de urgência, com capacidade para 500 casos de emergência por dia, mas também terá um ambulatório de egressos da unidade hospitalar para suporte ao atendimento. Serão 210 leitos – 30 de UTI (adulto e criança), 150 de clínica médica e cirúrgica e 30 de pediatria. A emergência terá ênfase em traumatologia, ortopedia e urgências clínicas. Haverá, ainda, atenção domiciliar, com capacidade para 180 atendimentos por mês para pacientes que receberam alta.

"Vamos entregar um hospital com equipamentos modernos e que vai suprir uma demanda antiga de uma região importante da cidade, embora esteja aberto para toda Salvador. E que será gerido por uma entidade que é reconhecidamente preparada para oferecer o melhor atendimento", afirmou o secretário José Antônio Rodrigues Alves, acrescentando que a unidade de saúde funcionará 24 horas por dia com 800 funcionários. "Aqui, além da urgência e emergência, o hospital está preparado para fazer, mensalmente, oito mil atendimentos ambulatoriais, seis mil exames de média e alta complexidade e 100 mil exames laboratoriais".

Serviços - O ambulatório de egressos da unidade hospitalar terá consultórios de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia pediátrica, pediatria, generalista e ortopedia e traumatologia. Haverá ainda serviço social, pré-consulta de enfermagem e agência de transfusão sanguínea. A lista de serviços engloba exames laboratoriais, ressonância magnética, radiologia digital, ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia, tomografia, eletroneuromiografia, eletroencefalografia, ecocardiografia, eletrocardiografia, teste de esforço, Holter e MAPA.

A concepção arquitetônica do hospital foi planejada por acomodações de hotelaria em espaços de dois leitos. A programação assistencial será complementada por um Hospital Dia com um Centro de Vídeo-Endoscopias (com três salas de exames e oito poltronas de repouso) e uma Unidade de Atenção Domiciliar. Futuramente será associado ao Hospital Dia um bloco auxiliar que terá duas salas de cirurgia ambulatorial, 12 leitos de internação, consultório de enfermagem e de anestesiologia. O objetivo é fazer o pré e pós-atendimento de pacientes cirúrgicos, além de mais 60 leitos de internamento e 20 leitos de UTI, totalizando 300 leitos e um centro de ensino e pesquisa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os baianos e turistas que vão passar o feriado prolongado da Semana Santa em Salvador já podem reservar um espaço na agenda para curtir os dias de folga. No Parque da Cidade, no Itaigara, a programação começará mais cedo com o feriado da Páscoa, na sexta-feira (30). Para celebrar a data, a Paróquia Cristo Redentor, localizada no Rio Vermelho, realizará a Via Sacra, que é a reconstituição do caminho feito por Jesus até o local da crucificação, segundo a tradição cristã. O evento será aberto ao público, na Pista do Meio do Parque, às 6h.

Já no sábado e no domingo, a Alameda dos Ipês recebe o Coreto Hype. No primeiro dia da feirinha de economia criativa, além dos stands com produtos variados, desde moda até gastronomia, também terá atrações infantis e apresentações musicais. Às 10h, haverá contação de histórias; às 12h, o espaço musical promete agitar a criançada. Durante a tarde, a partir das 15h, tem shows da banda Restgate Blues, Mondaze e Diamba. No domingo (01), a música será com o grupo de reggae Almativa, às 14h.

Uma das opções é o Teatro Gregório de Mattos (TGM), no Centro, que será palco de peça teatral contando a história de um dos maiores nomes da literatura brasileira e que dá nome ao teatro e à instituição municipal. Na quinta-feira (29), será encenado gratuitamente o Espetáculo “Boca a Boca – Um Solo para Gregório”, às 19h.

A peça é uma narrativa radicalmente contemporânea, com recital de poesias do Boca de Brasa em formato de show de rock. Na ocasião, o ator Ricardo Bittencourt interpreta poemas e fala sobre a vida e a obra de Gregório de Mattos e, na sequência, bate um papo com o público como convidado das Quintas Gregorianas. A peça também será apresentada no sábado (31) e domingo (1º), com ingressos que custam R$20 (inteira) e R$10 (meia).

Já a Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps) leva o Ruas de Lazer para três diferentes bairros da capital baiana no Domingo de Páscoa (1º). O projeto conta com atividades recreativas, esportivas, de entretenimento e lazer para toda a família.

As comunidades do Largo do Chicão, no final de linha do bairro Jardim Nova Esperança, e também do Candeal, na Praça Frei Hidelbrando Kruthanp, poderão participar do serviço gratuito, das 8h às 12​h. Durante a tarde, das 14h às 17h, os moradores da Rua Deraldo Dias de Morais, na Roça da Sabina, situada no bairro da Barra, também receberão o projeto com os jogos de tabuleiro, basquete, vôlei, futebol, cama elástica, totó, pintura de rosto e outras atividades.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os idosos do Abrigo D. Pedro II, na Cidade Baixa, participaram de um almoço especial nesta quarta-feira (28) de Semana Santa. Em clima de confraternização, cerca de 50 pessoas entre acolhidos, familiares e funcionários da instituição estiveram reunidos para um banquete recheado de iguarias típicas da culinária baiana: caruru, vatapá, moqueca de peixe, arroz e xinxim de frango.

O relógio marcava meio-dia quando a dona Lúcia Peçanha, 73 anos, aguardava com ansiedade o momento da refeição. “Vou comer tudo o que tiver e ainda vou repetir”, anunciou aos risos. Ela mora no abrigo há quatro anos e elogia a atenção que recebe dos técnicos e cuidadores no dia a dia.

Formada em Educação Artística e Geométrica, Eloísa da Silva Portella, 84 anos, também moradora do abrigo, chegou até a ajudar na decoração do evento ao fazer um desenho de Cristo. A bela imagem virou quadro e foi pendurada na parede do espaço onde foi realizado o almoço. “Nem sabia que iam expor meu desenho”, contou feliz. “Eles têm muito cuidado conosco. Participamos de atividades durante toda a semana e ocasiões festivas como essas nunca passam em branco”, acrescentou.

O almoço de Páscoa já é tradição no D. Pedro II. A ideia dessas celebrações é promover o convívio familiar e comunitário dos idosos, conta a gerente da unidade de acolhimento, Valéria Brito. “Muitos aqui não têm família e encontram carinho com a equipe técnica do abrigo. Também é um momento para refletir essa data tão importante no calendário”, disse.

Funcionamento – Inaugurado em 1887 com a denominação de Asilo de Mendicidade Santa Isabel, uma homenagem à família da Princesa Isabel, o Abrigo D. Pedro II é administrado pela Prefeitura, através da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps). Para atender adequadamente os 60 idosos acolhidos atualmente, a instituição mantém uma equipe multidisciplinar de profissionais que, além de acompanhamento médico, oferece atividades sociais e de lazer.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Três atividades especiais encerraram, nesta quarta-feira (28), a programação especial pelo Mês da Mulher, promovida pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). As ações - Oficina de Ovos de Páscoa, Oficina “Mulher Empreendedora – Vitórias a Conquistar” e sessão de cinema – foram realizadas no Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Loreta Valadares (CRAMLV), situado nos Barris.

O objetivo das atividades é incentivar às mulheres, que vivem em situação de vulnerabilidade social, a prática do empreendedorismo. As oficinas foram oferecidas em parceria com o Senac e o Sebrae e têm como intuito servir de ferramenta às beneficiadas para obter capacitação, desenvolvimento e independência financeira, gerando uma perspectiva de vida melhor às alunas.

“Muitas dessas mulheres ainda mantinham um vínculo muito próximo com a violência, às vezes, por dependência financeira dos seus cônjuges. Essa programação tem a proposta de instrumentalizá-las, fazer com que elas se sintam empoderadas. Existe, no processo, todo um trabalho para a construção da autoestima delas”, explicou a diretora de Políticas para Mulheres da SPMJ, Cristina Argiles.

Mês da Mulher – O Mês da Mulher contou com uma série de ações e serviços de atenção, orientação, educação e formação do bem-estar. A programação teve como objetivo discutir a violência de gênero e oferecer novas perspectivas de futuro ao público feminino na capital baiana.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para garantir mais segurança a quem trafega a pé ou de carro pela região da BR-324, a Prefeitura tem instalado novos pontos de iluminação em sete localidades através da Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (DSIP), da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). Uma delas é a região da Ladeira do Cabula e início da Avenida Luís Eduardo Magalhães, que ganhou 21 novos pontos de luz em um investimento de, aproximadamente, R$30 mil, e em frente à sede da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb).

A ação engloba também as vias marginais de Porto Seco Pirajá até a entrada de Águas Claras; Cajazeiras XI até a entrada de Valéria; e saída de Valéria até a entrada de Palestina. Está inclusa, ainda, a melhoria da iluminação nas passarelas da Palestina e Brasilgás e do entorno da passarela da Jaqueira do Carneiro, na BR-324.

A iluminação implantada utiliza o que há de mais moderno e com tecnologia avançada existente hoje no setor, a exemplo de luminárias em LED mais potentes e eficientes, com o objetivo de dar mais segurança ao cidadão. “Essas medidas vão melhorar as condições e dar mais segurança para todos que trafegam pela BR-324”, destaca o diretor de Iluminação Pública, Júnior Magalhães.

Trecho até Simões Filho – Na BR 324, no trecho entre Salvador e Simões Filho, quem trafega à noite segue encontrando dificuldades para circular na estrada, por conta do problema de iluminação que vem prejudicando a visibilidade dos motoristas. O trecho da BR 324 é administrado pela concessionária Via Bahia, responsável pelas obras de melhoria naquela região, incluindo a iluminação e assistência ao usuário.

São 535 pontos apagados nesse trajeto, que vai do Acesso Norte (na altura do Shopping Bela Vista) até a divisa com o município da Região Metropolitana. “Esperamos que a Via Bahia e a ANTT tomem providências o mais rápido possível com relação à iluminação da rodovia, que é obrigação das instituições”, explica Magalhães.

A DSIP enviou representação ao Ministério Público Federal (MPF), desde o início do ano passado, acionando a concessionária. A denúncia se desdobrou na realização de uma audiência pública no mês passado, na sede do MPF na Bahia, localizada na Avenida Paralela, com intuito de discutir a resolução do problema de iluminação na rodovia.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para minimizar os efeitos provocados pelo período chuvoso em Salvador, principalmente nas áreas de risco, a Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) tem realizado ações preventivas de limpeza em encostas da cidade. Dentre as localidades beneficiadas recentemente pela iniciativa estão o Parque São Bartolomeu (Pirajá) e na BR-324, nas imediações do bairro de São Gonçalo, que recebeu limpeza, e a Avenida Mario Leal Ferreira (Bonocô), na região da Baixa do Tubo, que recebeu lonamento.

“Durante todo o ano, realizamos um trabalho para minimizar os danos no período de chuva e, agora, intensificamos algumas ações de forma preventiva. No entanto, é importante que a população também abrace essa causa e evite o descarte de resíduos de forma irregular. O lixo jogado na rua pode entupir bueiros e provocar alagamentos. Todos nós precisamos nos comprometer em cuidar da nossa cidade”, afirma o presidente da Limpurb, Kaio Moraes.

Durante a Operação Chuva, a Limpurb disponibiliza equipes e maquinários, a exemplo de caçambas e escavadeiras, que ficam de prontidão para o atendimento de qualquer emergência. Os profissionais são responsáveis, em alguns casos, por abrir caminho para que os órgãos competentes possam atuar em situações como desabamento, além de limpar e organizar o local após todos os serviços finalizados.

Ações preventivas de capinação, limpeza e colocação de lona em encostas são realizadas de acordo com as solicitações da Defesa Civil de Salvador (Codesal). Além disso, são feitas limpeza e retirada de terra e lixo de canaletas e roçagem em canais, além da intensificação da varrição em áreas com grande concentração de árvores e na orla que, por conta dos ventos, acumula uma maior quantidade de areia na calçada.

Além de limpeza de encostas, a Limpurb tem promovido a limpeza de canaletas na Avenida ACM e de canal no Retiro. O órgão realizou ainda recolocação de lona que foi danificada em encosta no Garcia e colocação de lona nas ruas Calabetão (São Gonçalo do Retiro), B (Bela Vista do Lobato), Ezequiel (Pernambués), do Tererê (Engenho Velho da Federação), Doutor Othon Rhem (Matatu de Brotas), Rua Paraguai (Santa Mônica) e Caminho 8 (Castelo Branco).

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...