Releases

0
0
0
s2sdefault

Um trecho da Avenida Aliomar Baleeiro e toda a extensão da Rua Lauro de Freitas, no bairro de São Cristóvão, vão ser alvo de mudanças viárias promovidas pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) a partir deste sábado (14). As alterações irão desafogar o trânsito da região, garantindo maior conforto para os condutores que transitam diariamente pelo local. Para informar os motoristas sobre as alterações, as vias receberão nova sinalização em todos os trechos modificados.

As mudanças vão acontecer em trechos de 415 metros na Avenida Aliomar Baleeiro e 400 metros na Rua Lauro de Freitas. O trecho modificado na Aliomar Baleeiro parte da Rua Três de Maio, passando pela Avenida São Cristóvão, em direção à saída do bairro, nas imediações do Salvador Norte Shopping. Atualmente, esse trecho é em mão dupla.

Já a Rua Lauro de Freitas, também operando em sentido único, passa a direcionar os motoristas somente ao centro do bairro. Outras modificações, desta vez em menor escala, ocorrem ainda na Travessa Osvaldo Gordilho e na Rua Três de Maio, que também operam em sentido único, com direção à Aliomar Baleeiro, a partir de sábado.

“Por se tratar de uma área de grande movimentação de veículos, há tempos o local precisava de alterações significativas. A partir de agora, com o fim do sentido duplo, haverá mais circulação e, consequentemente, diminuição dos engarrafamentos no bairro. Isso proporcionará alterações no tempo de deslocamento e melhoria na qualidade de vida de quem circula pelos trechos", destaca o diretor de Trânsito da Transalvador, Marcelo Corrêa.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Curtindo sua última semana de férias em Salvador, o engenheiro civil Denisson de Brito Almeida, 39 anos, aproveitou os poucos dias que restam na cidade para apreciar as belezas da orla marítima usando uma das novas bicicletas do Bike Salvador – iniciativa de compartilhamento de veículos do tipo, patrocinada pelo Itaú com apoio da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e operação da Tembici. Ele decidiu pedalar do Porto da Barra até Ondina e até cronometrou quanto tempo demoraria para cumprir o roteiro: “Já calculei e dá 25 minutos”, disse. 

Almeida é morador de Belo Horizonte e conta que já havia alugado bicicleta através do sistema Bike Salvador quando veio à cidade, no ano passado. Agora, a experiência é diferente. “As bicicletas estão mais modernas, bonitas e confortáveis”, observou, enquanto se preparava para iniciar o trajeto. 

De fato, há pouco mais de três meses, durante as ações da Prefeitura para comemorar o aniversário de 469 anos da capital baiana, o Bike Salvador passou por uma significativa repaginação. A intenção é dar mais conforto e acessibilidade aos cidadãos que usam bicicletas para se deslocar. O sistema de compartilhamento desses veículos foi adotado em Salvador em 2013 e ajudaram a introduzir uma nova cultura da cidade. 

Cinquenta estações estão espalhadas em diversos pontos da cidade, dentre eles Barra, Rio Vermelho, Centro, Ribeira, Itapuã, Avenida Anita Garibaldi e Costa Azul. Todas com layout exclusivo, sendo concebidas para operar de forma ágil, inteligente e simples. Há quiosques com interface de pagamento digital e com comunicação sem fio, que agiliza o processamento de pagamentos e a transmissão de dados. 

Mudanças – As recentes mudanças envolveram implantação de 400 bicicletas mais leves, ergonômicas e robustas, com banco confortável e canote de selim com marcas para ajuste de altura. Elas também possuem sistema de freio “roller brake” (freio de rolete), que garante freadas mais seguras, e configuração de marchas para três velocidades. Os refletores frontais e traseiros, com sistema de iluminação “dynamo” (com 10 mil horas de vida útil e que permanece aceso por até 90 segundos), dão mais segurança ao ciclista que aguarda no semáforo. Além disso, há o dispositivo de trava com sistema antifurto. 

As estruturas também possuem abastecimento por painéis solares que garantem autossuficiência energética (preparadas para eventual uso de bicicletas elétricas) e solução modular para as bicicletas, sendo possível adicionar ou remover docks (suporte de estacionamento de bicicletas), conforme a necessidade, sem precisar de fixação ao solo. A média é de 18 vagas por estação.

Primeira vez a alugar bicicleta via Bike Salvador, a universitária Priscila Batista, 18 anos, saiu de Tancredo Neves para pedalar na Barra. Ela acredita que a iniciativa contribui bastante para que as possam possam se deslocar de forma mais fácil e sustentável de Salvador. “Facilita muito a vida das pessoas, além de ser uma forma de incentivar atividade física e de ajudar o meio ambiente por se tratar de um meio de transporte não motorizado”. 

Como alugar – As bicicletas podem ser retiradas para empréstimo nas estações por meio do aplicativo Bike Itaú (disponível nos sistemas Android e iOS), cartão de crédito do usuário ou por meio do Salvador Card. Para este último, basta vinculá-lo ao seu perfil de usuário pelo site ou aplicativo do sistema e o cartão se torna uma chave para a retirada da bike na estação. 

A compra de um plano dará direito a viagens ilimitadas de até 45 minutos, de segunda a sexta-feira; sábados, domingos e feriados, por 90 minutos sem custo adicional, com intervalos de 15 minutos entre elas. Caso as viagens tenham mais que 45 e 90 minutos, e a regra do intervalo não for respeitada, serão cobrados R$3 pelos primeiros 30 minutos excedentes e R$5 a cada 30 minutos adicionais.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, estranha a divulgação de uma suposta pesquisa que avalia a qualidade do transporte público sem informar os critérios metodológicos aplicados e realizada por uma empresa de tecnologia sem a mínima expertise e reconhecimento em consultas de opinião pública”. “Pelo que se pode conferir na internet, a Moovit é uma empresa israelense de tecnologia que desenvolveu um aplicativo e está oferecendo a governos e empresas um sistema para análise de dados de transporte público”, diz Mota.  

Para ele, a suposta pesquisa divulgada, que aponta o Rio de Janeiro como a cidade de pior transporte público do mundo, São Paulo em terceiro e Salvador em quinto, só atende a uma estratégia de marketing para a popularização da Moovit no Brasil. “Como foi realizada essa pesquisa? Quantos usuários do aplicativo da Moovit existem nessas cidades para legitimar a amostragem?”, questiona o titular da Semob. 

Fábio Mota lembra que, nos últimos cinco anos, os usuários do transporte coletivo de Salvador ganharam muitos benefícios. “Implantamos o bilhete único e o Domingo é Meia, renovamos a frota, ampliamos de três para 45 os pontos de recarga do SalvadorCard, com máquinas de autoatendimento em locais estratégicos da cidade, incluindo grandes shoppings, universidades e Prefeituras-Bairro, lançamos um aplicativo que (CittaMobi) que já tem 1,5 milhão de downloads e informa, em tempo real, as melhores rotas e os horários dos veículos, inauguramos o Centro de Controle Operacional e instalamos e reformamos mais de 1.300 abrigos em todos os bairros. E continuamos trabalhando muito para melhorar o sistema”, diz o secretário.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Ensinar crianças a se alimentarem de forma nutritiva e possibilitar o contato com os alimentos in natura são apenas algumas das propostas do projeto "Alimentação Saudável é Gostosa pra Chuchu", que contempla crianças de um a quatro anos no Centro Municipal de Educação Infantil Pio Bittencourt, na Federação. Nesta quinta-feira (12), 25 crianças do grupo quatro encerraram um ciclo de atividades voltadas ao ensino de práticas alimentares sadias, produzindo uma salada nutritiva que foi consumida pelos próprios alunos.

Ao todo, 81 crianças participam das atividades do projeto, que é contínuo. “Hoje conseguimos perceber que as crianças já reconhecem os alimentos, sejam frutas, verduras ou legumes. A maioria não tinha acesso em casa e então resolvemos mostrar a eles a importância de uma alimentação rica. Eles aprendem a degustar, experimentar sabores e desenvolvem gosto pela alimentação saudável”, pontua a diretora da unidade educacional, Consuelo Almeida.

Através do programa as crianças estudam em sala diversos vegetais separadamente, analisam a textura, formas e degustam de forma individual. Após um período de atividades semelhantes, quando o conhecimento sobre os alimentos já foi expandido, as crianças elaboram saladas – sejam de frutas ou verduras e legumes – passando por todo o processo de produção, que vai desde a escolha e higienização até a degustação coletiva. Para estimular o desenvolvimento da autonomia das crianças, a degustação é feita na modalidade de self service, deixando que elas se sintam à vontade para escolher, misturar e apreciar os alimentos.

O projeto prevê diversas outras atividades. Dentre elas está uma ação onde as crianças têm a vivência com os alimentos cultivados em hortas, montadas com o auxílio de vasilhames e canteirinhos. Para atender de forma integral as crianças, o projeto ainda se estende aos pais e responsáveis, por meio de palestras que são ministradas por nutricionistas da unidade de saúde local. Além disso, de forma programada, uma empresa parceira realiza peças de teatro com o uso de fantoches para reforçar as questões alimentares com as crianças.

Culinária em sala – Outro projeto mantido de forma permanente na instituição é Exploradores do Mundo. Através dele, os alunos fazem descobertas coletivas por intermédio dos pais. No período que antecedeu o São João, um grupo de alunos aprendeu com uma mãe a fazer bolo de aipim e cuscuz de milho. “São diversos resultados positivos. Os professores avaliam os alunos através da observação da criança ao longo do ano. Eles percebem mudança de atitudes como comer a salada toda na refeição que servimos diariamente ou pedir para repetir a salada", reforçou Consuelo Aldeia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para garantir a assistência à população do Engenho Velho de Brotas durante a reforma da Unidade de Saúde da Família Santa Luzia, localizada na comunidade, a Prefeitura promove nesta sexta-feira (13), das 8h às 17h, uma grande Feira de Saúde com oferta de serviços gratuitos. Os atendimentos em saúde serão realizados por ordem de chegada, e os cidadãos deverão portar o cartão SUS e documento oficial de identificação com foto.

Durante a ação, serão ofertadas consultas médicas, preventivos, testes rápidos, atendimentos odontológicos, aferição da glicemia e da pressão arterial, farmácia itinerante, além da atualização do cartão SUS e acompanhamento do Bolsa Família. A estratégia acontecerá na Associação Vila Viver Melhor, na Rua Vila Viver Melhor, s/n – Vale do Ogunjá.

“Estamos realizando sistematicamente feiras de saúde para atender a comunidade do Engenho Velho de Brotas no período e que a USF Santa Luzia estiver sendo requalificada. As obras na unidade estão em andamento e nosso objetivo é minimizar os transtornos para os usuários nesses 180 dias em que a empreitada estará em andamento”, enfatizou Luiz Galvão, secretário municipal da Saúde.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) repúdia a truculência e o radicalismo de um pequeno grupo de manifestantes de perfil político-partidário que estão tentando impedir a entrada de alunos, professores e gestores da rede municipal em algumas escolas. São atitudes agressivas e de completo desrespeito às crianças, aos adolescentes, jovens e adultos que querem estudar e têm direito à educação, bem como aos professores e gestores que querem trabalhar e manter a escola funcionando.

"É lamentável esse tipo de atitude. Repudiamos veementemente essas ações. Nossos alunos e suas famílias que estão sendo prejudicadas por uma minoria, que está, na realidade, fazendo política-partidária e para isso prejudica a população", criticou Bruno Barral, secretário municipal da Educação. "Também é uma atitude desrespeitosa aos professores e gestores que querem trabalhar, dar aula e acolher nossos alunos. E que representam a maioria", disse.

O secretário voltou a pedir aos sindicalistas que reflitam e aguardem a evolução das negociações, que estão avançando. "Peço também que preservem nossos alunos da perda de dias de aula e dessa situação de estresse e de ameaça desnecessárias e absurdas", frisou. Levantamento divulgado nesta quinta-feira (12) mostra que 86% das escolas não aderiram à greve e estão funcionando, com professores e alunos em sala de aula.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nos últimos três meses, a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), autarquia vinculada à Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), gastou R$ 32 mil com o conserto de academias ao ar livre e a reposição de aparelhos avariados. Foram 11 academias completamente recolhidas com equipamentos quebrados e outras tantas foram interditadas por falta de condições de uso, enquanto os equipamentos são substituídos. Uma estrutura simples, composta por até quatro aparelhos, custa cerca de R$ 8 mil aos cofres municipais.

O valor destinado ao reparo de danos causados por atos de vandalismo nos equipamentos das academias públicas de ginástica, instaladas das praças de Salvador, seria suficiente para construir quatro novas estruturas em outros espaços da cidade. “A Desal tem um gasto alto com o conserto de academias ao ar livre e reposição de aparelhos. Os equipamentos quebrados precisam ser removidos para evitar lesões e transtornos para quem usa os aparelhos para se exercitar da forma correta”, destaca Marcílio Bastos, titular do órgão.

Salvador possui cerca de 250 praças construídas ou reformadas desde 2013. Destas, 182 possuem academias de ginástica ou saúde – com aparelhos mecânicos de baixo impacto para atender idosos e demais pessoas com necessidades especiais. Para a prática intensiva de exercícios físicos, a Desal implanta equipamentos de alto impacto, como prancha abdominal, espaldar e barras, entre outros. Pelo menos 30% dos conjuntos de ginástica da capital baiana precisam de algum tipo de reparo, devido ao vandalismo e ao desgaste causado pelo tempo.

Equipamentos – As academias ao ar livre estão instaladas em bairros como São Caetano, Ribeira, Pituba, Valéria, Itapoan, Cabula, Nazaré, Águas Claras, Cajazeiras, Pernambués, Canabrava e mais 35 bairros. Um detalhe interessante do equipamento é que os aparelhos permitem a regulagem de peso. Isso significa que o usuário poderá escolher a melhor forma de fazer os exercícios usando, inclusive, o peso do próprio corpo para aumentar ou diminuir o grau de dificuldade dos movimentos.

Benefícios – A prática de exercícios em academias ao ar livre trazem benefícios como a gratuidade, já que a população poderá contar com aparelhos prontos para o uso e sem custos. Também entram na lista a promoção do bem-estar físico e emocional; melhora da integração social e a comunicação entre vizinhos; fortalecimento dos músculos e das articulações; diminuição do risco de doenças cardíacas e coronarianas; diminuição dos níveis de colesterol e da pressão alta; redução de índice glicêmico e do risco de diabetes. Além disso, promove a diminuição do estresse, depressão e ansiedade, e melhora da coordenação motora e do condicionamento físico.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quando a mulher está grávida ou até mesmo em período de amamentação, ela fica mais vulnerável e necessita de cuidados específicos. Pensando no conforto e na comodidade das gestantes e lactantes ao utilizar veículos próprios para se locomover na cidade, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) emitiu, de janeiro ao início de julho deste ano, 1.040 credenciais, que permitem a este público o estacionamento em vagas especiais em estabelecimentos comerciais.

Desde o início do processo de emissão, em agosto do ano anterior, já foram autorizadas e disponibilizadas ao segmento 2.179 credenciais. Para garantir a disponibilidade das vagas ofertadas ao público feminino, de forma a inibir motoristas desrespeitosos que ocupam de forma irregular os espaços, a Transalvador mantém uma fiscalização de rotina em locais onde há oferta de vagas especiais, seja gestantes, idosos e pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

O ato de estacionar em uma vaga especial pode render ao proprietário do veículo uma punição. De acordo com o artigo 181, parágrafo XX do Código De Trânsito Brasileiro (CTB), estacionar o veículo nas vagas especiais, sem credencial que comprove tal condição, é infração gravíssima, com multa no valor de R$293,47 e com remoção. Além disso, a atitude gera 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Credenciamento - Para obter a credencial de gestante e garantir o direito já previsto, a mulher deve acessar o site da Transalvador e preencher o formulário solicitando a emissão do documento. Depois, é necessário efetuar a impressão do documento, assinar e apresentar na sede da autarquia, no Vale dos Barris, seja presencialmente ou via Correios.

É preciso apresentar documento oficial com foto, constando os números do RG e CPF além de cópia autenticada em cartório; comprovante de residência, com data de emissão não superior a três meses; além de um atestado médico contendo a idade gestacional da requerente, com o carimbo, CRM e a assinatura do médico, sendo preferencialmente um documento emitido pelo serviço médico oficial do estado ou município.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Inserida no Plano de Desenvolvimento Urbano de Salvador (PDDU), o Parque da Lagoa dos Pássaros, localizada no Stiep, será totalmente reurbanizada pela Prefeitura. A ordem de serviço para o início imediato das obras no local foi assinada pelo prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (12), acompanhado de gestores municipais e moradores. A intervenção será feita em uma área de 2,6 mil m², com investimento de quase R$825 mil e conclusão prevista para novembro deste ano. 

Todo o projeto de reestruturação do lugar foi desenvolvido pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e as obras serão realizadas pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop), vinculada à Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). A iniciativa atende a uma demanda antiga da comunidade, que sofre com o abandono, a degradação e a insegurança de uma importante área ambiental da capital baiana.

Uma das principais líderes comunitárias do bairro, Elenice Velame agradeceu à administração municipal por reconhecer a luta dos moradores pela preservação do Parque da Lagoa dos Pássaros. “Agradecemos essa iniciativa da prefeitura de incentivar a ocupação dos espaços públicos. Essa lagoa é linda e tem uma fauna e flora muito grandes. Estudiosos do Instituto de Biologia da Ufba identificaram aqui uma árvore com 200 anos de existência. Temos aves migratórias que vêm todos os anos do Canadá, entre os meses de junho e agosto, fazer pouso aqui. No entanto, aqui só servia para rota de fuga de marginais, tráfico de drogas e moradores de rua. Lutar por essa área é uma questão de sobrevivência”, pontuou.

De acordo com o prefeito ACM Neto, o projeto de requalificação urbana faz parte da primeira etapa de implantação do parque e engloba adequação e cuidado com todo o paisagismo. “A segunda etapa é o desenvolvimento de uma série de atividades, inclusive educacionais, para garantir a preservação do local. Será aproveitado também esse espaço para desenvolver especialmente um estudo sobre os pássaros em nossa cidade. Vai ser um parque de grande utilização por toda a comunidade, numa demonstração clara do compromisso da gestão em investir no meio ambiente e preservar o patrimônio natural de Salvador”, relatou.

Novos espaços – O prefeito pontuou também que, até dezembro de 2020, a cidade receberá sete novos parques, incluindo o dos Ventos, na Boca do Rio, ao lado onde será construído o novo Centro de Convenções de Salvador.  Os demais são os parques Pedra de Xangô, em Cajazeiras X; Marinho da Barra, na Barra; da Ilha dos Frades e do Arraial do Retiro, nas localidades de mesmo nome; e a requalificação do Jardim Botânico, na Mata dos Oitis. “As ações vão dar um novo aspecto ao espaço urbano e garantindo mais qualidade de vida da população”, disse o gestor. A iniciativa faz parte do conjunto de ações do programa Salvador 360 – Cidade Sustentável.

O titular da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis), André Fraga, lembrou que os novos parques estão presentes no PDDU de 2016, que criou mais de 19 milhões de metros quadrados de áreas protegidas. “Esse foi o primeiro passo para que parques e remanescentes de Mata Atlântica sejam preservados, ampliando o acesso do cidadão às áreas verdes de lazer soteropolitanas.”

Estrutura – A requalificação do Parque da Lagoa dos Pássaros envolverá a implantação de praça, espaço para contemplação, área de trilha e deques. A lagoa está situada numa região de vale e a reforma foi elaborada por solicitação e com a participação da comunidade local. Dentre as intervenções constam prioridade para a acessibilidade, recuperação e ampliação da pista de caminhada já existente, que passará a contar com piso de cimento.

Além disso, estão previstas a instalação de espaço para piquenique, praça de esportes com parque infantil, equipamentos para musculação e ginástica, espaço para capoeira, paraciclos e estacionamento via Rua Arthur de Azevedo. A reforma contempla ainda a edificação existente no local, que será utilizado para abrigar um posto de observação e uma sala multiuso voltada para atividades ligadas à preservação do meio ambiente, dentre outras intervenções.

 

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...