Releases

0
0
0
s2sdefault

A força e a superação das desigualdades sociais através do trabalho, da inovação e modernização dos processos e da proximidade com o público. Estes foram alguns temas que marcaram a trajetória de Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração e ex-CEO da Magazine Luiza, e que foram abordados no 4º Encontro de Desenvolvimento de Lideranças de Alta Performance, promovido pela Prefeitura nesta terça-feira (19), no Hotel Deville, em Itapuã. A abertura foi feita pelo CEO da Brascoaching Treinamento e Desenvolvimento, Moisés Ribeiro, com a palestra “Lideranças Sustentáveis de Alta Performance”.

Em um auditório lotado e que contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice-prefeito Bruno Reis e do secretário municipal de Gestão (Semge), Thiago Dantas, dentre outros gestores, Luiza Helena, considerada uma das maiores líderes empresariais do país, compartilhou com os dirigentes municipais a experiência em comandar o salto de inovação e crescimento da empresa. Ela, que disse acompanhar a situação de Salvador e que elogiou a evolução da cidade ocorrida nos últimos sete anos, mostrou ainda exemplos de inspiração que motivaram os funcionários da Magazine Luiza a ajudar a construir uma das maiores e mais conceituadas marcas do mercado nacional.

A empresária ressaltou que os servidores públicos devem estar atentos às transformações pela qual o mundo está passando, principalmente com a evolução da tecnologia digital, e que é necessário sempre buscar um propósito e uma motivação pessoal para atuar no ambiente de trabalho. “Você não é, você apenas está. A nossa imagem é construída por nós mesmos todos os dias. Hoje, os headhunters (caçadores de talentos) não buscam apenas competência técnica, mas também comportamento. Precisamos ter mais empatia, enxergar o outro como ele é e um líder deve estar atento a isso, pois o líder é aquele que leva as pessoas para mais longe”, foram alguns dos conselhos ministrados.

O prefeito ACM Neto lembrou que acompanha a trajetória de Luiza Helena Trajano desde o início dos anos 2000, através da participação em eventos empresariais, e que é uma pessoa que é modelo, espelho e inspiração também para os dirigentes municipais. “Desde ali, vi que ela participava de todos os debates, demonstrava um espírito de liderança e, aos poucos, foi ganhando espaço em meio aos homens e não estava ali apenas para ouvir os debates, mas sempre para levar a própria opinião de forma sincera, espontânea e verdadeira. Hoje ela tem 35 mil colaboradores em 1 mil lojas em todo o país e, hoje, em vez de ouvir, quem dá palestras é ela, e que serve como exemplo para quem está na vida pública, principalmente para as mulheres”, afirmou.

O secretário Thiago Dantas considerou o evento como uma grande confraternização de servidores e lembrou que a capacitação de servidores é parte integrante das ações do Planejamento Estratégico da Prefeitura. “De 2017 até o dia de hoje, 7 mil capacitações foram ofertadas, atingindo assim a meta para este ano e que é motivo de bastante alegria para todos”, afirmou o titular da Semge.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Promover a transformação de empresas a partir de melhorias de gestão e processos, correção de problemas e inovação nos modelos dos negócios são alguns dos objetivos do Alavanque. O evento reunirá estudantes e profissionais de diversas áreas, além de empreendedores com modelos de negócios tradicionais, neste sábado (23) e domingo (24), no Centro Municipal de Inovação (Colabore), localizado no Parque da Cidade. As inscrições devem ser realizadas através do www. sympla. com. br/alavanque__717318. Utilizando o código COLABORE40, o participante tem direito a 40% de desconto no valor da inscrição.

A iniciativa é promovida pela Liga Universitária de Empreendedorismo de Salvador em parceria com a Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), e com apoio do Sebrae e Sebraelab Bahia. De forma divertida e gamificada, o encontro visa promover o desenvolvimento de negócios, capacitar atuais e futuros empreendedores, além de promover conexões. Também será uma grande oportunidade para que negócios em fase inicial recebam ajuda qualificada para resolver questões administrativas e estratégicas.

Dinâmica – A dinâmica do Alavanque será baseada na formação de seis equipes multidisciplinares com até dez participantes. O conjunto deverá aplicar ferramentas e técnicas de gestão para resolver problemas internos de seis micro ou pequenas empresas tradicionais.

Através de minipalestras, os participantes receberão orientações de como utilizar e preencher diversas ferramentas. Em seguida será dado um prazo para que as equipes possam aplicar tais instrumentos e os apresente para os fiscais. Os resultados serão avaliados e pontuados. Durante o processo, os participantes poderão contar com a ajuda de mentores fixos e rotativos, especialistas em diversos temas.

Ao final do evento serão apresentados os pitches, com as soluções definidas pelas equipes, que também serão avaliados por jurados especialistas. As três equipes com maiores pontuações serão premiadas.

 Programação

 23/11 - Sábado

8h – Credenciamento e Welcome Coffee

8h30 – Apresentação do Colabore/ Palestra de Abertura

9h – O Alavanque

9h25 – Apresentação dos Pitches das empresas

9h50 – Apresentação dos Mentores

10h15 – Divisão das Equipes

10h40 – 1ª Fase – Canvas

12h00 – 2ª Fase – Swot

12h45 – Almoço

14h – 3ª Fase – Ishikawa

15h40 – 4ª Fase – Brainstorming de Solução

16h20 – 5ª Fase - 5W2H

17h50 – Preparação do 1° Pitch

 

24/11 – Domingo

8h30 – Palestra

9h30 – Apresentação do 1° Pitch

9h50 – Apresentação dos Mentores Rotativos

10h05 – 6ª Fase – Ação e Validação das soluções

12h30 – Almoço

14h – Como construir um bom Pitch?

14h30 – 7ª Fase - Planejamento do Pitch

15h45 – Preparação para apresentação

16h – 8ª Fase - Apresentação dos Pitches

18h45 – Anúncio dos Vencedores

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Colaborar para o aperfeiçoamento educacional de crianças com dificuldades para ler e escrever. Esse é o objetivo do projeto “Apoio Pedagógico”, que será viabilizado por meio de uma parceria entre a Santa Casa de Misericórdia da Bahia e a Prefeitura, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). Prevendo o repasse de R$ 193,3 mil para a entidade executar a iniciativa no Bairro da Paz, o termo de fomento foi assinado pelo vice-prefeito Bruno Reis, em solenidade na Pupileira, nesta segunda-feira (18).

O projeto, segundo Bruno Reis, vai beneficiar 150 crianças, com idades entre 6 e 11 anos, que receberão atendimento socioeducativo complementar. Para promover avanços no aprendizado desse público, a Santa Casa de Misericórdia vai oferecer diversas atividades pedagógicas, com o uso da música, teatro, jogos, brincadeiras, artes visuais e capoeira. No período de 12 meses, a entidade vai realizar as atividades artísticas e culturais no contraturno escolar.

De acordo com o vice-prefeito, a administração municipal tem intensificado o programa de parcerias com instituições que atuam na área social. “Estamos percorrendo a cidade toda assinando convênios. Quando fazemos esse tipo de parceria com uma instituição como a Santa Casa, uma das mais antigas da cidade, com toda a sua história e credibilidade, temos a certeza de que os recursos serão multiplicados”, afirmou.

Bruno Reis ressaltou a importância de ampliar a rede social do município por meio dos termos de fomento. “Dá muito mais resultado realizar parcerias do que montar uma estrutura própria. Para o Poder Público, o preço do serviço oferecido é sempre maior, se compararmos com as organizações sociais, que recebem isenções. Quando eu era secretário de Promoção Social, o acolhimento de uma pessoa de rua custava R$ 3 mil por mês. Nós passamos a executar esse serviço de forma conveniada. E o valor caiu pela metade”, avaliou.

O provedor da Santa Casa de Misericórdia, Roberto Sá Menezes, destacou o trabalho desenvolvido pela entidade conjuntamente com a Prefeitura, em diversos projetos nas áreas da educação e da saúde. “Somos parceiros na execução da política de assistência ao SUS, não só no Hospital Santa Izabel, mas também na administração do Hospital Municipal de Salvador, recentemente inaugurado, há cerca de um ano e meio, no bairro da Boca da Mata. Procuramos corresponder à confiança com a qualidade dos serviços que nós prestamos”, assinalou.

Connegro – O vice-prefeito Bruno Reis também participou da abertura da segunda edição do Congresso do Coletivo Nacional de Organização Negra (Connegro), no Centro de Cultura da Câmara de Salvador, onde falou sobre as ações da Prefeitura para valorizar a comunidade negra, combater o racismo, promover a reparação e reduzir as desigualdades históricas em Salvador. Entre as iniciativas citadas, Bruno destacou a reserva de 30% das vagas para afrodescendentes em todos os concursos públicos municipais.

O vice-prefeito lembrou que, desde 2014, os templos de matrizes africanas também passaram a ser reconhecidos como organizações religiosas. Dessa forma, os terreiros foram contemplados com benefícios sociais e tributários, a exemplo da isenção de impostos e captação de recursos públicos. Bruno falou ainda da criação do Parque da Pedra de Xangô, em Cajazeiras, e frisou a importância da sanção do Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa, após aprovação na Câmara de Salvador, onde a proposta tramitou por cerca de 10 anos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Colaborar para o aperfeiçoamento educacional de crianças com dificuldades para ler e escrever. Esse é o objetivo do projeto “Apoio Pedagógico”, que será viabilizado por meio de uma parceria entre a Santa Casa de Misericórdia da Bahia e a Prefeitura, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). Prevendo o repasse de R$ 193,3 mil para a entidade executar a iniciativa no Bairro da Paz, o termo de fomento foi assinado pelo vice-prefeito Bruno Reis, em solenidade na Pupileira, nesta segunda-feira (18). 

O projeto, segundo Bruno Reis, vai beneficiar 150 crianças, com idades entre 6 e 11 anos, que receberão atendimento socioeducativo complementar. Para promover avanços no aprendizado desse público, a Santa Casa de Misericórdia vai oferecer diversas atividades pedagógicas, com o uso da música, teatro, jogos, brincadeiras, artes visuais e capoeira. No período de 12 meses, a entidade vai realizar as atividades artísticas e culturais no contraturno escolar. 

De acordo com o vice-prefeito, a administração municipal tem intensificado o programa de parcerias com instituições que atuam na área social. “Estamos percorrendo a cidade toda assinando convênios. Quando fazemos esse tipo de parceria com uma instituição como a Santa Casa, uma das mais antigas da cidade, com toda a sua história e credibilidade, temos a certeza de que os recursos serão multiplicados”, afirmou. 

Bruno Reis ressaltou a importância de ampliar a rede social do município por meio dos termos de fomento. “Dá muito mais resultado realizar parcerias do que montar uma estrutura própria. Para o Poder Público, o preço do serviço oferecido é sempre maior, se compararmos com as organizações sociais, que recebem isenções. Quando eu era secretário de Promoção Social, o acolhimento de uma pessoa de rua custava R$ 3 mil por mês. Nós passamos a executar esse serviço de forma conveniada. E o valor caiu pela metade”, avaliou. 

O provedor da Santa Casa de Misericórdia, Roberto Sá Menezes, destacou o trabalho desenvolvido pela entidade conjuntamente com a Prefeitura, em diversos projetos nas áreas da educação e da saúde. “Somos parceiros na execução da política de assistência ao SUS, não só no Hospital Santa Izabel, mas também na administração do Hospital Municipal de Salvador, recentemente inaugurado, há cerca de um ano e meio, no bairro da Boca da Mata. Procuramos corresponder à confiança com a qualidade dos serviços que nós prestamos”, assinalou. 

Connegro – O vice-prefeito Bruno Reis também participou da abertura da segunda edição do Congresso do Coletivo Nacional de Organização Negra (Connegro), no Centro de Cultura da Câmara de Salvador, onde falou sobre as ações da Prefeitura para valorizar a comunidade negra, combater o racismo, promover a reparação e reduzir as desigualdades históricas em Salvador. Entre as iniciativas citadas, Bruno destacou a reserva de 30% das vagas para afrodescendentes em todos os concursos públicos municipais. 

O vice-prefeito lembrou que, desde 2014, os templos de matrizes africanas também passaram a ser reconhecidos como organizações religiosas. Dessa forma, os terreiros foram contemplados com benefícios sociais e tributários, a exemplo da isenção de impostos e captação de recursos públicos. Bruno falou ainda da criação do Parque da Pedra de Xangô, em Cajazeiras, e frisou a importância da sanção do Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa, após aprovação na Câmara de Salvador, onde a proposta tramitou por cerca de 10 anos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Luzes, cores e sons já fazem com que a capital baiana entre oficialmente no clima mais mágico do ano. Com a Praça Dois de Julho, no Campo Grande, completamente lotada, a abertura oficial do Natal Salvador 2019 foi realizada com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice Bruno Reis, além de gestores e autoridades municipais. Coordenada pela Diretoria de Iluminação Pública (Dsip), ligada à Secretaria de Ordem Pública (Semop), a programação gratuita e aberta ao público acontecerá até o dia 6 de janeiro. 

Na abertura, o público pôde conferir a chegada do Papai Noel, acompanhado das ajudantes. A música ficou a cargo do Coral Vozes da Rua, iniciativa da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) que envolve 30 pessoas em situação de rua assistidas pela pasta, instituições e movimentos sociais, e do grupo Tambores da Alegria, também formado pelo público-alvo do coral. 

"Mais do que falar, quero aproveitar para convidar a todos para conhecer a decoração de Natal deste ano. Tudo feito com muito capricho e carinho, começando mais cedo e trazendo mais brilho, luz e energia para este momento especial de fim de ano, valorizando as famílias e promovendo uma mensagem de paz para os lares de Salvador e tornando a cidade ainda mais encantadora para quem vem nos visitar. Trouxe minhas filhas (Lívia e Marcela), porque esse é um momento para as famílias", disse o prefeito.  

"Só vemos isso em grandes cidades do mundo. Parece um parque de diversões, gratuito e construído a céu aberto", complementou prefeito ACM Neto, que acionou as luzes de Natal de toda a praça, incluindo a Catedral de Luz, projeto do artista Pedro Campos, composto por mais de 20 mil lâmpadas. A Vila de Natal funciona de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h, estendendo o funcionamento nos finais de semana até as 23h. 

O investimento total do município para a iniciativa é de R$ 5,2 milhões. Durante os dias de comemoração, serão 20 praças iluminadas, 6,2 milhões de microlâmpadas em LED nas ruas, 500 árvores enroladas, cerca de 750 peças luminosas em postes e mais de 600 horas de iluminação. A decoração especial pode ser encontrada em locais como o Dique do Tororó, Praça Municipal, Hospital Municipal de Salvador (Boca da Mata) e a fachada das Obras Sociais Irmã Dulce (Largo de Roma). O Farol da Barra tem jardim iluminado e letreiros luminosos. 

Na Cidade Baixa, o Roteiro da Fé conta com uma decoração especial na Praça Irmã Dulce e Bonfim. Locais como o Terreiro de Jesus, Ribeira e as praças Ana Lúcia Magalhães (Pituba), Imbuí, Largo do Tanque e da Matriz, em Valéria, além de grandes avenidas, a exemplo da Afrânio Peixoto (Suburbana), Mário Leal Ferreira (Bonocô), Vasco da Gama e Oceânica, as praças Ana Lúcia Magalhães, da Dinha, da Sé, Irmã Dulce e São Marcos também recebem peças luminosas. 

Apresentações culturais - Além da iluminação especial, haverá mais de 100 horas de espetáculos e apresentações natalinas em diversos locais da cidade, em especial nos pontos turísticos. Cerca de 30 alunos de escolas da rede municipal de ensino, os assistidos pela Sempre e os integrantes da Banda de Música da Guarda Civil Municipal (GCM) farão apresentações em diversos pontos. 

Também haverá um pocket show de grupos de dança e passeio cicloturístico noturno, com tema natalino. O Centro Histórico será movimentado com um concerto de Natal eletrônico e a presença do Papai Noel no Pelô. Shows inéditos com 300 drones serão realizados no Campo da Pronaica, em Cajazeiras, no Farol da Barra e em um terceiro lugar a ser divulgado. 

Ponto principal – Mais uma vez, o Campo Grande é o palco principal da programação – em 2018, mais de 600 mil visitantes passaram por lá. Por isso, a praça terá atrações especiais e vários pontos chamados “instagramáveis”, para que as famílias possam registrar o momento.  

"Esta é a praça mais iluminada do Brasil, e Salvador hoje não perde para nenhuma outra cidade do país. O Campo Grande está muito bonito, a altura do que merece o povo de Salvador. Temos a Catedral, a referência ao Senhor do Bonfim, o Papai Noel Negro, representando a população de Salvador, a Santa Dulce dos Pobres, artesanato, alimentação e muito mais. Até o dia 25 entregaremos mais 20 praças iluminadas em toda a cidade", declarou o diretor municipal de Iluminação, Júnior Magalhães.   

Além do espaço reservado para a Vila de Natal com a Casa de Papai Noel, os visitantes podem desfrutar dos estandes de artesanato e gastronomia, globo de neve, locomotiva iluminada, árvore de pixel, visitar a catedral de luz e som e assistir apresentações de corais e teatrais. Para facilitar o acesso da população, ônibus expressos com ornamentação natalina farão a integração até a praça. Além disso, uma operação especial vai ordenar o trânsito na região. 

Casa do Papai Noel – A Casa do Papai Noel já está aberta diariamente no Campo Grande, e quem passar pelo local poderá experimentar um novo jeito de vivenciar a festa – com muitas luzes, adereços e ainda com a presença do bom velhinho. O espaço funciona mesmo horário da vila de Natal, onde terá uma série de atividades para pessoas de todas as idades.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

No mês em que é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra, a Prefeitura realiza diversas ações de mobilização e disponibiliza serviços voltados à população negra e afrodescendente. Nesta segunda-feira (18), um seminário foi realizado pela Secretaria Municipal da Reparação (Semur) em celebração ao aniversário do Conselho Municipal das Comunidades Negras.

Amanhã (20), às 19h, será realizada uma live na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre o Programa de Combate ao Racismo Institucional e sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. A programação da Semur segue até o dia 29 com seminários, encontro, roda de conversa, qualificações e um diagnóstico socioeconômico da população negra.

Saúde – Aliada à Semur, a SMS também realiza diversas ações de combate ao racismo e de visibilidade e equidade da saúde de pessoas negras. As principais atividades já realizadas foram duas feiras de saúde nos últimos dias 7 e 14 nos bairros de Periperi e Itapuã.

As feiras promoveram orientação e serviços como aferição de pressão arterial, glicemia capilar, eletroforese de hemoglobina (para diagnóstico da anemia falciforme), avaliação e triagem para câncer bucal, atendimento médico e teste rápido.

Nos dias 21 e 22 de novembro um seminário vai discutir a discriminação e o racismo na saúde em uma programação que vai das 8h30 às 17h30, na Universidade Católica do Salvador, no bairro da Federação.

Outras atividades ocorrem durante todo o mês nas unidades de saúde do município. Palestras, rodas de conversa, relatos, café da manhã, sessão de maquiagem, confecção de turbantes, oficinas de bonecas artesanais negras (Abayomi), desfiles, apresentações artísticas e exibição de documentário fazem parte da programação.

Educação – Além das atividades pontuais, a Prefeitura dá uma atenção especial ao ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana nas escolas da rede durante todo o ano letivo. Na Escola Municipal Gersino Coelho, em Narandiba, por exemplo, a professora Lorena Costa desenvolve várias oficinas que abordam a inserção e a representatividade do povo negro na sociedade.  

Um deles é o projeto “Meus Super-heróis Também Podem Ser Negros”, que tem como objetivo promover uma reflexão sobre as questões raciais, buscando trabalhar valores éticos e morais a partir das histórias e filmes com protagonistas negros.

Na Escola Municipal Consul Schindler, no bairro de São Caetano, a professora Claudia Maria Torres Mattos criou, há oito anos, o projeto “Rei e Rainha Azeviche”, que discute preconceito, autoestima e posição do negro na sociedade, por meio de desfiles de turbantes, sarau literário, biografia de personalidades negras, entre outros eventos.

O projeto é executado durante todo o ano e contempla todas as crianças da unidade escolar, inclusive pais e responsáveis.

“Nosso objetivo é trabalhar a história do povo negro. De fevereiro a novembro, o projeto é trabalhado com os subtemas: mulheres negras da nossa história, datas importantes que não estão nos livros didáticos e estética afro. Finalizamos com a dança afro e com o concurso do rei e da rainha da escola”, explica a professora.

Nuper – A Secretaria Municipal da Educação (Smed) também conta com o Núcleo de Políticas Educacionais das Relações Étnico-Raciais (Nuper), que atua nas escolas municipais de Salvador com o objetivo de propor, implementar e acompanhar políticas educacionais relativas às questões raciais e de gênero.

O Nuper foi criado em 2006 e oficializado em 2008. Reuniões mensais são realizadas pelo Nuper com as Gerências Regionais de Educação e servidores para discutir as temáticas que serão abordadas no ano letivo.  

Turismo – Para inserir a população afrodescendente da capital baiana na cadeia produtiva do turismo e valorizar a mulher em atividades relacionadas ao setor, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) lançou em maio o Plano de Ações Étnico-Afro. O documento foi elaborado nos últimos seis meses sob a coordenação da Secult e deve ser apresentado ainda esse mês para a população.

Um aporte de cerca de R$ 15 milhões será destinado à área de qualificação, capacitação e de criação de produtos. A iniciativa é composta por quatro eixos: Informação e Governança, Capacitação e Renda, Produtos Turísticos e Ações Integrativas. O plano prevê inclusive o fortalecimento do ofício das baianas de acarajé e a realização de um grande evento para divulgar produtos e serviços afro nos meses de novembro, a partir de 2020.

Denúncias – A Semur conta com o observatório permanente da Discriminação Racial e LGBT, Violência contra Mulher, situado na Avenida Carlos Gomes, no Clube de Engenharia da Bahia. Casos de racismo e de discriminação podem ser feitas presencialmente nesse endereço, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Também é possível denunciar pelo site do observatório e pelo WhatsApp 71 98622-5494.

Os dados são utilizados pelas secretarias municipais e pelo Ministério Público da Bahia para o desenvolvimento de ações e de novas políticas públicas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Um dos programas de sucesso da Prefeitura de Salvador, o Morar Melhor chegará a 40 mil casas reformadas até o ano que vem. Desenvolvido há quatro anos e já premiada, a iniciativa realiza intervenções de casas em situação precária, no valor de até R$ 5 mil. Já são mais de 120 localidades atendidas e quase 27 mil casas reformadas. Uma comitiva formada por secretários e gestores de Habitação de Campinas e Hortolândia (SP), Macapá (AP), Niterói (RJ), Nossa Senhora do Socorro (SE) e Feira de Santana (BA) participou de uma reunião de apresentação do programa e depois seguiu em visitação às obras do Morar Melhor nas localidades de São Gonçalo do Retiro, Castelo Branco e Palestina.

A visita técnica é consequência da 76ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), ocasião em que o programa foi apresentado aos governantes municipais como um dos grandes exemplos de programas de impactos sociais do Brasil. Assim que chegaram a capital baiana, os governantes participaram de uma reunião na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Urbanismo (Sedur), no Edifício Thomé de Souza, na Avenida ACM, onde o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis, explanou detalhes técnicos sobre o Morar Melhor.

"O Morar Melhor tem depoimentos marcantes que nos sensibilizam sempre. Não há nenhuma obra hoje que toque mais diretamente em uma família do que esse projeto. Quando reformamos a casa de alguém, tocamos no coração. Por isso o programa já é a iniciativa mais desejada da cidade”, afirma o secretário. Reis acrescenta ainda que o Morar Melhor será expandido aos bairros que ainda não foram contemplados e com uma novidade. “Na terceira etapa o valor da reforma por casa passará para 7 mil reais”, assegura o secretário.

À tarde, a comitiva de secretários seguiu em visita às casas beneficiadas pelas melhorias do programa. Ao chegar à Baixinha de Santo Antônio, nas ruas Santo Onofre e 29 de setembro, no bairro do São Gonçalo do Retiro, onde 200 casas foram contempladas, os governantes puderam ver de perto a grandiosidade do projeto. Admirado com o alcance social da iniciativa, o secretário de Habitação de Niterói, Roberto Fernandes, teceu elogios e fez questão de afirmar que vai implantar a iniciativa em sua cidade. “Com certeza vamos copiar no Rio de Janeiro. Uma ação como essa merece ser reproduzida, é um projeto incrível que resgata a dignidade das pessoas. É emocionante chegar na casa de uma pessoa que não tinha telhado e ouvir o quanto está feliz por ter um abrigo coberto”, comentou.

Casa nova, vida nova - Com a casa totalmente reformada, desde outubro, a dona de casa Angelita Barbosa, 41 anos, descreve a emoção de sentir protegida em dias de chuva. A casa de nº 259, que antes tinha telhas velhas escoradas em pedaços de madeira, recebeu telhado, pintura, portas e janelas novas. “Molhava tudo aqui. A gente nem dormia. Esse programa é uma benção, eu nunca teria dinheiro para reformar minha casa. A Prefeitura chegou aqui e fez. Posso dizer que ganhei uma casa novinha em folha e hoje minha família mora melhor”, disse a beneficiária que vive no imóvel com três filhos, marido e uma neta. Após conhecer as melhorias dos imóveis em São Gonçalo do Retiro, o grupo esteve nas regiões de Castelo, na Regional São Cristóvão, Via Regional e Rua Novos Talentos, onde 282 imóveis foram beneficiados e na sequência no bairro da Palestina, nas ruas Tancredo Neves e Getúlio Vargas da Palestina, região em que Morar Melhor foi implantado em 200 imóveis.

Inspirando o Brasil - Esta não é a primeira vez que o Morar Melhor é exibido para representantes de outras cidades e estados. Já estiveram na capital para conhecer o programa as prefeituras de Caruaru (PE), Camaçari, Paulo Afonso, Indiaroba (SE), Campinas (SP e Maricá (RJ), além dos estados de Tocantins, São Paulo e Alagoas. Em 2018, a iniciativa foi apresentava em Brasília na Comissão Mista no Congresso e em Washinton, no evento “Tools for Building Resilient Infrastructure Workshop”, promovido pelo programa 100 Cidades Resilientes (100RC).

Desenvolvido sob a coordenação da Seinfra, o Morar Melhor é divido em três fases: cadastramento, execução das obras e fiscalização. As melhorias são indicadas pelos próprios moradores e incluem reboco e pintura, recuperação ou troca de telhado, troca de esquadrias (portas e janelas) e instalações sanitárias. O cadastramento das residências é feito pela Prefeitura. Os critérios adotados são a precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE 2010; maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; maior predominância de pessoas abaixo da linha de pobreza, com renda per capita inferior a R$ 85; maior predominância de mulheres chefe de família; maior densidade habitacional e precariedade habitacional obtida pela observação de campo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Acontece nesta terça (19), no Hotel Deville, o 4º Encontro de Desenvolvimento de Lideranças de Alta Performance, realizado pela Prefeitura. O evento, que faz parte do programa de Valorização do Servidor, vai contar com a participação de uma das maiores líderes empresariais do país, Luiza Helena Trajano.

A programação começa às 7h30 com a apresentação da Banda de Música da Guarda Civil Municipal, seguida da palestra de abertura “Lideranças Sustentáveis de Alta Performance”, ministrada por Moisés Ribeiro, CEO da Brascoaching Treinamento e Desenvolvimento”. Logo após será a vez de Luiza Helena Trajano.

A presidente do Conselho de Administração e ex-CEO da Magazine Luiza vai compartilhar sua trajetória e abordará temas como liderança, inovação e propósito. Responsável pelo salto de inovação e crescimento da Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano foi escolhida por ser referência no mundo corporativo, pela forma como inspirou seus funcionários a construir uma das maiores e mais conceituadas marcas do mercado nacional.

O evento, que está na sua quarta edição, já contou com as participações do ex-padre Zeca de Mello e do técnico campeão olímpico de vôlei Bernardinho, em 2017, do administrador Max Gehringer e do ex-oficial do Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro (Bope), Paulo Storani, em 2018, e do CEO da Sempre Avante Daniel Galvão e do apresentador Luciano Huck, em março deste ano.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os sons da banda da Guarda Civil Municipal vão encantar diversos pontos de Salvador nas próximas semanas, levando à população um repertório especial com clássicos natalinos, canções internacionais e da MPB. O grupo, que completou 11 anos de existência no último dia 10, acumula centenas de apresentações na cidade com participações em abertura de eventos, atividades em comunidades, escolas, instituições filantrópicas, ONGs, dentre outros espaços.

A partir desta quarta-feira (20), a banda se apresentará às 18h30 na praça central do Shopping Salvador. O público poderá curtir uma sequência de melodias natalinas. Dentre os temas que serão tocados estão “Boas Festas” e “O Velhinho”, além de “Garota de Ipanema”, “Eva”, “Emoções”, “Just The Way Are” e “We´ve Only Just Begun”.

No dia 21, às 9h, os músicos estarão no Colégio Estadual Lomanto Junior, em Itapuã. No dia 22, no mesmo horário, a apresentação acontece na Escola Municipal Madre Judite (Federação) e, no dia 23, às 18h, na Praça do Campo Grande, durante a programação do Natal Salvador 2019.

Esta será a primeira de diversas apresentações da banda da Guarda que acontecerão na praça em comemoração aos festejos natalinos – o local abrigará a Vila de Natal com a Casa de Papai Noel, estandes de artesanato e gastronomia, catedral de luz e som, apresentações de corais e teatrais, além de iluminação especial. Também estão programadas apresentações no calçadão da Barra, dia 30, às 16h30; e no Sest-Senat, dia 2 de dezembro, às 8h, na Pituba.

Formação – Criada no mesmo ano da Guarda Civil Municipal de Salvador, em 10 de novembro de 2008, a banda de música do órgão tem por objetivo incentivar a musicalidade em parceria com a sociedade. Sob a regência do Maestro Hamilton Fernando, o conjunto é formado por 18 integrantes, divididos em instrumentos de sopro, como sax, trompete, trombones e flauta, junto com percussão, baixo, teclado e bateria.

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...