Releases

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura interditou, nesta segunda-feira (1º), a Praça Cosme de Farias, no bairro de mesmo nome. A ação ocorreu por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), após detecção de equipamentos vandalizados no local, incluindo academia de saúde, quadra, brinquedos infantis e o busto do major Cosme de Farias, patrono do bairro. 

A Prefeitura gastou, somente no primeiro semestre de 2020, R$ 45 mil mensais para recuperar equipamentos públicos vandalizados com quebras e pichação, a exemplo de praças, academias de saúde, espaços de lazer e monumentos. Isso representa prejuízo para toda a cidade, tanto do ponto de vista financeiro como histórico e cultural. 

De acordo com a Desal, alguns equipamentos chegaram a ser arrancados pelos vândalos. Além da academia, todo o parque infantil sofreu danos, inclusive brinquedos, alambrados, cerca de proteção feita em materiais como eucalipto, escorregadeira, balanço, paisagismo e toda comunicação visual. "É perceptível o impacto que esse tipo de ação oferece à população. A depredação custa para o município, assim como para a comunidade", relatou o presidente da Desal, Marcílio Bastos. 

Segundo o gestor, os danos alcançaram também a parte histórica e cultural do local. "O busto de Cosme de Farias foi pichado. Começamos a retirada imediata da pichação. Isso é uma falta de respeito com a cidade e o cidadão. Além de gastarmos dinheiro público que poderia ser usado em outras melhorias, não foi respeitado nem o período de pandemia. Uma das soluções para esse tipo de situação é a educação. Existem conversas, diálogos e um contato constante com a comunidade, fazemos abordagens com ensinos reflexivos, ou seja, tentamos resolver a questão a partir do entendimento dos problemas sociais e dos conflitos existentes na sociedade”, disse Marcílio Bastos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Ao todo, 12.079 pessoas já sacaram a segunda parcela do benefício de R$ 270 do programa Salvador por Todos. Para evitar aglomerações, o pagamento, iniciado no último dia 7, está sendo realizado de acordo com o cronograma definido por ordem alfabética do nome do beneficiário.

O auxílio é concedido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), a trabalhadores informais e individuais cadastrados no município até o dia 20 de março. A iniciativa busca minimizar os impactos causados pelas medidas restritivas adotadas para combater o coronavírus e proteger a vida das pessoas.

As categorias que têm direito ao valor do auxílio por três meses são: ambulantes, barraqueiros, donos de quiosques e baianas de acarajé, guardadores de carro, recicladores, baleiros, taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo, a partir de 60 anos.

De acordo com a secretária da Sempre, Ana Paula Matos, o pagamento do benefício, de acordo com o cronograma escalonado, tanto da primeira quanto da segunda fase, ocorreu de forma tranquila e organizada. “O planejamento realizado é para evitar aglomeração e diminuir a exposição ao coronavírus e, sobretudo, contribuir para a garantia das necessidades básicas das famílias afetadas” disse.

Como sacar – Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador precisa acessar o site www. salvadorportodos. salvador. ba. gov. br. O saque pode ser feito nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e lotéricas.

Na ocasião, os beneficiários devem apresentar o documento de identidade e um dos seguintes cartões: Primeiro Passo, Cartão Cidadão ou do Bolsa Família. Quem não possui nenhum destes precisa se dirigir ao atendimento de balcão, em qualquer agência da Caixa, portando o número do NIS e documento de identidade.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura vai lançar em meio virtual, nesta terça-feira (2), às 16h30, o 2º Desafio de Impacto Salvador Resiliente – Mulheres e Tecnologia. O objetivo é selecionar soluções inovadoras, criadas ou gerenciadas por mulheres, que possam ajudar a população a superar os efeitos atuais e futuros da Covid-19.

As inscrições para participar do evento podem ser feitas por meio do endereço eletrônico https:// linktr.ee/ salvadorresiliente . O painel inicial terá a participação do diretor do programa Cidades Resilientes, Eugene Zapata; da diretora da Fundación Avina no Brasil, Glaucia Barros e do titular da Secis, João Resch Leal.

O 2º Desafio Impacto Resiliente é fruto de uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis); a Global Resilient Cities, estratégia desenvolvida pela Fundação Rockfeller; a Fundación Avina e o BID Lab. A ação também conta com o apoio do Sebrae-BA e de algumas empresas e empreendedores de na área de Tecnologia no país.

Incentivo – Esse é o segundo edital lançado pela administração municipal com a Global Resilient Cities, a Fundación Avina e o BID Lab. Por meio dele, serão selecionadas dez startups geridas por mulheres. As participantes vão passar por formação e capacitação oferecidas pelo Sebrae-BA.

Após um período de três a seis meses de mentoria e aceleração, três dessas startups serão selecionadas para receber, cada uma delas, um aporte de 8 mil dólares não reembolsáveis do BidLab. O recurso vai possibilitar que esses negócios estejam em funcionamento em um prazo de um ano. 

“Esse edital é um apoio, um início para fazermos projetos-pilotos que possam ser instalados no futuro. Para a economia resiliente, é muito importante dar apoio aos pequenos negócios, pois esses são os que geram o maior número de empregos e os que mais estão sofrendo nesse momento por conta do isolamento social”, afirma a diretora de Resiliência da Secis, Adriana Campelo.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quem quiser contribuir com a campanha Salvador Solidária, seja pessoa física ou jurídica, pode fazer a doação de qualquer valor através do site www. salvadorsolidaria. com. br até o próximo dia 14. Coordenada pela Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), a iniciativa tem como meta arrecadar R$300 mil e todo o recurso será destinado ao Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS) para aquisição de cestas básicas, fraldas geriátricas, máscaras de proteção e álcool em gel para pessoas em situação de vulnerabilidade social, devido à pandemia da Covid-19.

Para doar é bem fácil: basta acessar o site da iniciativa e cadastrar um login ou entrar através do Facebook. Em seguida, é só clicar no botão “Apoiar”, escolher o valor da doação e as formas de pagamento, que podem ser via cartão de crédito ou boleto bancário.

A Salvador Solidária também tem sido uma verdadeira rede de doação e captação recursos financeiros, alimentos e materiais de higiene, engajando cidadãos, empresas e entidades da sociedade civil. Com pouco mais de um mês de lançada, já arrecadou mais de 8 mil máscaras de proteção, cerca de 65 mil cestas básicas, 24 mil litros de água sanitária, 100 termômetros digitais, entre outros donativos, entregues por mais de 20 organizações.

Nos últimos dias, por exemplo, o Shopping Bela Vista doou 1 mil cestas básicas para ação. Já a construtora Moura Dubeux destinou 500 cestas de alimentos, cada uma com mais de 20 produtos, além de organizar um sistema de coleta para a arrecadação em condomínios da cidade.

De acordo com a Saltur, as cestas básicas coletadas já começaram a ser distribuídas pela Prefeitura em diversas localidades onde moram famílias de baixa renda ou trabalhadores informais que se encontram com dificuldades financeiras, a exemplo das instituições Lar Pérolas de Cristo e Centro Espírita Cruz da Redenção, na região do Subúrbio Ferroviário.

Em outro exemplo de solidariedade, a Ambev doou mais de 7 mil unidades de álcool em gel, divididas em garrafinhas de 190g. Os insumos estão sendo utilizados por equipes de órgãos municipais que atuam na linha de frente de combate à pandemia.

Parcerias – A Prefeitura também firmou parcerias com empresas para divulgação da campanha. Em 50 lojas da rede Drogaria São Paulo, os clientes que frequentam os estabelecimentos passaram a ser conscientizados a fazer doações de qualquer valor na hora da compra.

Outra parceria firmada é com a AME Digital – fintech e plataforma de negócios mobile. Com o aplicativo AME Digital, é possível fazer pagamentos de contas e boletos bancários, compra de cartão de transporte, recarga de celular, depósito de dinheiro em espécie, além de doações, inclusive para a Salvador Solidária.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Confira as regras de funcionamento para novos setores com permissão da Prefeitura para abrir as portas na pandemia

Na guerra para conter o novo coronavírus, a Prefeitura anunciou hoje a prorrogação dos decretos com medidas restritivas para toda a cidade, que venceriam nesta segunda (01), até o dia 15 de junho. Além disso, divulgou novos protocolos gerais para garantir o isolamento e distanciamento social, a proteção dos cidadãos, a higienização pessoal e de espaços públicos e privados, a reestruturação e monitoramento de serviços. 

Em coletiva virtual, o prefeito ACM Neto anunciou ainda a inclusão, a partir de quarta-feira (03), de novas atividades consideradas excepcionais, ampliando a lista de serviços liberados a funcionar em estabelecimentos com mais de 200 metros quadrados, desde que seguindo regras gerais e protocolos específicos. É o caso das concessionárias e revendas de veículos (automóveis, motos e bicicletas); lavanderias; comércios de serviço de arquitetura, decoração, elétricos e de ferragens; clínicas, para atendimento eletivo; e construção civil em imóveis habitados.
  
A partir de quarta (03), essas atividades se juntam às lojas de material de construção e limpeza, farmácias, as que comercializam equipamentos ou insumos para a saúde, oficinas e autopeças, supermercados, padarias, açougues e pet shops. Além, é claro, de todas aquelas que possuem menos de 200 metros quadrados de área.   

"A depender da evolução da pandemia na cidade, podemos anunciar outras atividades liberadas ou mesmo voltar a restringir algumas. Não temos ainda segurança, por exemplo, para abrir os shoppings ou os bares e restaurantes, que vão seguir funcionando com entrega via delivery ou drive-thru. Vamos continuar avançando nos protocolos para que possamos, em breve, se tudo der certo, liberar outras atividades com segurança", disse ACM Neto.
 
O prefeito afirmou que ainda existe risco de colapso no sistema de saúde e que o mês de junho é considerado "crítico". Podemos ter mais de mil mortos daqui a 20 dias, se as projeções se confirmarem. Esperamos que não. Hoje, temos pouco mais de 400 óbitos de pessoas pela Covid-19 em Salvador, e as projeções iniciais apontavam para mais de 800. Mas cada vida é importante, e queremos diminuir ainda mais a taxa de contaminação e aliviar a pressão sobre os leitos de UTI", salientou. 

Conforme anunciou o prefeito, ficam prorrogados, até o dia 15 de junho, os seguintes decretos que valem para toda a cidade:
 
- Suspensão das atividades das academias de ginástica, cinemas, teatros e demais casas de espetáculo e parques infantis privados;

- Suspensão das atividades de classe nas escolas particulares e da rede municipal de ensino;

- Limitação de público em no máximo 50 pessoas para eventos que causem aglomeração, desde que mantida distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas;

- Suspensão das atividades dos shoppings centers, centros comerciais e correlatos, com exceção do drive-thru, que já teve o protocolo de funcionamento lançado pela Prefeitura;

- Suspensão do funcionamento dos clubes sociais, recreativos e esportivos;

- Interdição, com proibição de atividades comerciais, das praias para a população;

- Suspensão das atividades do comércio de rua, com as exceções previstas anteriormente e citadas acima; 

- Redução em 30% do número de funcionários de call centers;

- Suspensão das atividades de casas de show e espetáculos, boates, danceterias, salões de dança, casas de festa e eventos; 

- Suspensão das atividades salões de beleza, bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência situadas em postos de combustíveis. Bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência podem fazer delivey ou, se não estivem em bairros com restrições setorizadas, entregar o alimento no balcão;

- Proibição de ações de emissão sonora em logradouros públicos e estabelecimentos particulares;

- Determinação do fechamento dos mercados municipais de Itapuã, de Cajazeiras, das Flores (Largo Dois de Julho), do Bonfim e do Antônio Lima (Liberdade);

- Suspensão da exigência de pagamento dos estacionamentos da Zona Azul;

- Determinação para que os mercados e supermercados estabeleçam horário especial de atendimento, das 7h às 9h, para idosos, pessoas com diagnóstico de câncer e em uso de medicamentos imunossupressores.

- Uso obrigatório de máscaras no transporte público, particular, estabelecimentos comerciais e ambientes laborais, tanto para trabalhadores quanto clientes ou consumidores. 

Regras gerais - O prefeito anunciou ainda protocolos gerais que valem para toda e qualquer atividade comercial que esteja autorizada a funcionar, visando proteger tanto trabalhadores quanto clientes e consumidores. Abaixo a relação dessas regras:

- Manter isolamento domiciliar para pessoas do grupo de risco;

- Priorizar o teletrabalho ao trabalho presencial, assim como reuniões por teleconferência; 

- Manter distância mínima de 1,5m entre qualquer pessoa;

- As estações de trabalho que não atendam ao distanciamento mínimo devem utilizar barreiras físicas entre as pessoas;

- Demarcar no chão as posições de fila e assentos de espera/atendimento, respeitando o distanciamento mínimo;

- Evitar controle de acesso com contato físico, a exemplo de biometria e catracas;

- Limitação de acesso aos elevadores a 30% da capacidade;

- Adotar regimes de escala, revezamento, alteração de jornadas e/ou flexibilização de horários de entrada, saída e almoço, sempre de forma padronizada, assim como revezar horários de utilização de espaços comuns, como refeitórios e vestiários;

- Priorizar o funcionamento com agendamento prévio e serviços online, com entrega em domicílio ou retirada no local;

 - Viabilizar atendimento diferenciado para grupos de risco;

- Proibição de prestação de serviços de manobristas;

- Priorizar pagamento via transferência digital ou cartão de crédito e similares;

- Instalar barreira de acrílico no caixa, se possível, e/ou exigir utilização de máscara shield;

- Cobrir meios de pagamento com filme plástico para facilitar higienização após cada uso;

- O uso de máscara facial é obrigatório para todos (funcionários e clientes);

- É obrigação do empregador fornecer EPIs e as máscaras faciais em quantidade adequada para cada trabalhador;

- Segundo a OMS, a utilização de luvas é recomendada apenas para profissionais de saúde e cuidadores de pessoas com Covid-19;

- Disponibilizar kit completo para higienização nos banheiros (álcool em gel a 70% e/ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar, além de sabonete líquido e toalhas de papel não reciclado) e kits à base de álcool em gel a 70% nos locais visíveis, de maior fluxo de pessoas e/ou de maior contato constante;

- Exigir que clientes ou usuários higienizem as mãos com álcool em gel a 70% ou soluções de efeito similar ao acessarem e saírem do estabelecimento;

- Antes, durante e após o período de funcionamento, reforçar a sanitização do ambiente com álcool em gel a 70% e/ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar;

- Os banheiros devem ser higienizados constantemente;

- Os meios de pagamento devem ser higienizados após cada uso;

- As superfícies de toque devem ser higienizadas no mínimo a cada duas horas;

- As demais áreas devem ser higienizadas antes da abertura e no fechamento
do estabelecimento;

- Realizar treinamento semanal com funcionários sobre os protocolos aplicáveis à sua atividade;

- Implementar medidas de comunicação em pontos estratégicos para funcionários, clientes e usuários sobre o protocolo, com cartazes, sinais, marcações, dentre outros;

- Colocar sinal indicativo de número máximo de pessoas permitido no estabelecimento;

- Estabelecimentos com área igual ou superior a 200m² devem aferir a temperatura dos colaboradores, prestadores de serviço e clientes na chegada ao ambiente de trabalho, impedindo a entrada caso a temperatura esteja igual ou superior a 37,5°C.

 - Afastar os colaboradores para isolamento domiciliar de 14 dias que testarem positivos para a Covid-19, tenham tido contato ou residam com caso confirmado de coronavírus ou apresentarem sintomas de síndrome gripal e monitorá-los;

- Realizar a segregação dos colaboradores entre as diferentes áreas de serviço.

Novas exceções - Entre as atividades incluídas como excepcionais liberadas para funcionar, mesmo com mais de 200 metros quadrados de área total, estão concessionárias e revendas de veículos (automóveis, motos e bicicletas); lavanderias; comércios de serviço de arquitetura, decoração, elétricos e de ferragens; clínicas para procedimentos eletivos; e construção civil em imóveis habitados.

Entre os serviços, há protocolos gerais e específicos de funcionamento, que seguem abaixo:
 
1) Protocolo setorial para o comércio de rua (concessionárias, revendas, lavanderias, arquitetura, decoração, elétricos e de ferragens)
 
- Funcionamento de segunda a sexta, das 10h às 16h;

- É permitido o funcionamento no modelo presencial, adotando todas as medidas de proteção previstas no protocolo geral citado anteriormente; 

- O modelo delivery é permitido para todas as lojas; 

- A capacidade de ocupação geral é de uma pessoa a cada nove metros quadrados; 

- Estacionamento restrito a 50% da capacidade para estabelecimentos com mais de dez vagas;

- Fica proibida a realização de test drive em concessionárias e revendas de veículos;

- Produtos que sejam tocados devem ser higienizados;

- Não é permitido serviços de comida ou bebida no local;

- Proibido eventos promocionais presenciais.

2) Protocolo setorial para construção civil em imóvel habitado

- Áreas comuns ou externas: máximo de 15 funcionários;

- Áreas internas: máximo de quatro funcionários para cada 100m2 do imóvel;

- A realização de obras em imóveis habitados, quando for em condomínio, devem ter a aprovação prévia do síndico;

- Não será́ permitida obra em áreas internas das residências de moradores do grupo de risco;

- Todos os materiais para a realização das obras devem ser armazenados em locais externos às áreas residenciais;

- Os resíduos das obras (bota fora) devem ser descartados a cada dois dias;

- Ao final do turno de trabalho, as áreas sob intervenção ou que tiverem sido atingidas por resíduos das obras devem ser devidamente higienizadas.

3) Protocolo geral para clínicas (procedimentos eletivos)

- Funcionamento de segunda a sexta, das 10h às 16h;

- Realizar atendimento somente com agendamento;

- Atendimento de grupos de risco somente em casos de urgência, e sempre no primeiro horário;

- Acompanhantes só serão permitidos para crianças, idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, sempre usando máscaras;

- O intervalo entre pacientes deve ser no mínimo de uma hora;

- No agendamento, perguntar se pacientes tiveram sintomas ou contato com pessoas contaminadas. Em caso positivo, reagendar;

- Uso de EPIs específicos para equipe, paciente e acompanhante;

- Usar barreira de isolamento sempre que possível;

- As salas, equipamentos, materiais de uso individual e EPis devem ser desinfectados depois de atender cada paciente;

- Evitar realizar radiografias intraorais (preferir radiografias panorâmicas ou tomografia);

- A temperatura da equipe deve ser monitorada, medindo duas vezes por dia;

- A equipe não deve usar adereços pessoais como anéis, pulseiras, etc;

- Todo material que chegar deve ser higienizado;

- Todo o ambiente deve ser higienizado antes e depois do fim das atividades, sendo que superfícies muito tocadas devem ser protegidas com barreira física (papel filme).

Açougues - A exemplo do que já ocorreu em relação às panificadoras (padarias e delicatesséns), na semana passada, o prefeito ACM Neto anunciou ainda a ampliação dos serviços considerados essenciais e que podem funcionar inclusive nos bairros onde há medidas regionalizadas mais restritivas. Agora, os açougues podem abrir também nessas localidades, sempre das 6h às 20h, desde que seguindo um protocolo específico que vale para toda Salvador.

Todas as medidas de higiene precisam ser cumpridas, a exemplo da limpeza dos ambientes e disponibilização de álcool em gel a 70% na entrada e no interior do estabelecimento, que deve garantir a distância mínima de 1,5 metro entre os clientes em filas na área externa. A capacidade de ocupação interna deve ser de uma pessoa a cada nove metros quadrados ou o equivalente ao número de atendentes disponíveis em cada momento, sendo um para cada cliente. 

O estacionamento precisa ser restrito a 50% da capacidade para aqueles que disponham de mais de 15 vagas, com proibição do serviço de manobrista. Além disso, não será permitido o consumo de nenhum produto no ambiente interno.

Vale lembrar que, nos bairros onde há medidas restritivas regionalizadas, podem funcionar, além dos açougues e panificadoras, mercados, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde. Todos devem seguir as regras já anunciadas pela Prefeitura, sejam gerais e/ou específicas.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em coletiva, ACM Neto apresenta dados sobre a evolução da pandemia em Salvador

Quatro novas localidades terão medidas de restrição regionalizadas e mais restritivas, além de ações de proteção à vida, a partir desta quarta-feira (03) e pelo prazo inicial de sete dias. São eles: Paripe, Fazenda Grande do Retiro, Cabula e Beiru/Tancredo Neves. O anúncio foi feito hoje pelo prefeito ACM Neto, em coletiva virtual. Além disso, os bairros de Plataforma, Liberdade, Massaranduba e Uruguai deixam a lista, passando a seguir os decretos e regras vigentes para toda a cidade. 

As novas inclusões visam deter o avanço da Covid-19 nessas localidades, trazendo resultados positivos para toda Salvador. Em Paripe, o número de casos totais de pessoas contaminadas é de 71, sendo que 64 apenas em maio e 33 nos últimos sete dias, com o total de 12 sepultamos em cemitérios municipais. Fazenda Grande do Retiro soma 123 casos, sendo 112 em maio e 63 nos últimos sete dias, tendo a totalidade de sete sepultamentos em cemitérios geridos pela Prefeitura. 

No Cabula, já são 113 o número de casos registrados. Desse total, 98 apenas em maio e 48 em sete dias, com um sepultamento em cemitério municipal. Já em Beiru/Tancredo Neves, o total é de 98, sendo 89 em maio e 47 nos últimos sete dias, totalizando ainda dois enterros em cemitérios municipais. 

Fechamento de via - "No caso de Paripe, além do fechamento do comércio e das ações de proteção a vida, teremos interdição viária no pequeno trecho entre duas rotatórias da Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana), ligando as ruas Tamandaré e Mourão de Sá. Isso para ampliar o isolamento social", disse ACM Neto. Nesse trecho citado pelo prefeito, apenas moradores terão acesso.

"Essas medidas que estamos adotando nos bairros com maior número de casos e onde detectamos o relaxamento do isolamento social têm surtido efeito. Por isso, vamos continuar com elas como forma de deter o avanço da pandemia e aliviar a pressão sobre o nosso sistema de saúde", acrescentou o prefeito. 
 
Açougues liberados - Nessas localidades com medidas regionalizadas, fica suspensa a realização de qualquer atividade econômica, formal e informal. A exceção são os supermercados, padarias, delicatessens, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local), além dos açougues, conforme anunciado hoje pelo prefeito. Antes, os açougues podiam atuar em toda a cidade, mas estavam impedidos de abrir nos bairros com medidas setorizadas. Agora, entram na lista dos ramos essenciais.  

Já as ações de proteção à vida envolvem distribuição de máscaras, realização de testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, doação de cestas básicas para feirantes e ambulantes, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Cras Itinerante. Vale frisar que as medidas regionalizadas e ações de proteção à vida estão em vigor em Cosme de Farias, Pernambués, Lobato e Periperi.
 
Evolução da doença - Durante a coletiva, ACM Neto apresentou dados sobre a evolução do novo coronavírus na cidade. O número de casos confirmados até o dia 31 de maio foi de 11.632, abaixo das projeções, que apontavam para 13.108. Somente em maio, foram 10.058 casos, sendo 3.833 nos últimos sete dias. Os maiores índices de crescimento foram detectados nos bairros de Brotas, Pernambués, Pituba, Fazenda Grande do Retiro e Liberdade.

O número de óbitos por conta da doença em Salvador, até o dia 31 de maio, foi de 412, o correspondente a 63% do total de vítimas fatais da Covid-19 em toda a Bahia. A taxa de letalidade da doença em Salvador segue bem abaixo da nacional: 3,6% contra 5,7%.  

A ocupação dos leitos clínicos está em 74%, enquanto a das UTIs chega a 72%. "Assim como o governo do Estado, continuamos ampliando a nossa rede para dar suporte a pacientes com a Covid-19, e, com isso, não tivemos um colapso no sistema de saúde. Mas, se não diminuirmos a taxa de contaminação, hoje em 5,5%, vai chegar ao ponto em que alcançaremos o limite.  Por isso, é fundamental que a gente continue lutando e perseguindo a redução de casos graves para diminuir a demanda hospitalar. É de extrema importância que as medidas restritivas e os protocolos da Prefeitura sejam seguidos e apoiados por todos", ressaltou ACM Neto.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em função das medidas de prevenção e combate ao coronavírus, alunas da equipe de Ginástica Rítmica da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) estão recebendo treinamento online durante a pandemia. A ação tem como objetivo motivar às ginastas na continuação dos treinos, preparação para campeonato online e fazer com que elas não percam vínculos com os professores, escolas e clubes.

Os treinos online estão sendo realizados através do aplicativo Zoom. Ao todo, 200 alunas participam do projeto, sendo 11 da equipe de alto rendimento e 189 de iniciação. As aulas acontecem em dias e horários específicos por categoria.

A equipe de alto desempenho treina três vezes por semana, durante duas horas. Já as iniciantes treinam uma vez na semana e a aula tem duração de uma hora. No planejamento semanal virtual realizado para acompanhar o desenvolvimento das ginastas, são observados pontos como dificuldades corporais, flexibilidade, força, montagem de série, dificuldades de aparelho e passos de dança.

Próxima competição – Em junho, sete ginastas da equipe de alto desempenho vão participar do CampeOnline Bahia de Ginástica, primeira edição do campeonato online de ginástica rítmica, artística e aeróbica na Bahia. Além de premiação que será enviada pelos Correios aos vencedores, os participantes vão receber certificado e medalha virtual.

"O treinamento é importante para que as alunas continuem a rotina de treinos. Não é fácil lidar com as adversidades, mas os nossos atletas não podem parar. Essas atividades são fundamentais para que possam fazer um bom campeonato", afirma Tatyana Brandão, professora e coordenadora do projeto de Ginástica Rítmica da Semtel.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com planejamento, Prefeitura se preparou para enfrentar o problema e ampliou quantidade de vagas nos equipamentos

Durante o mês de maio, o número de sepultamentos cresceu nos cemitérios administrados pela Prefeitura em função do novo coronavírus. No mês de abril, 37 pessoas foram enterradas após morte por Covid-19, enquanto neste mês o número saltou para 241 até o dia 29 de maio. Prevendo um aumento na quantidade de óbitos por conta da doença, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), que administra os cemitérios sob a responsabilidade do Executivo municipal, segue investindo nesses equipamentos. 

Conforme planejamento estratégico da Prefeitura, a pasta já havia entregue, entre março e abril, 460 gavetas no cemitério de Brotas. Em maio, também foram disponibilizadas mais 120 no cemitério de Paripe e, no início de junho, serão ofertadas mais 480 no de Plataforma. Isso totaliza 1.060 novas vagas somente no primeiro semestre desse ano.

A Semop vem trabalhando para não haver um colapso no setor, como aconteceu em outras cidades, e, por meio de edital de licitação publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do último dia 11, convocou a empresa vencedora da licitação pública para a construção de mais 1.820 novas vagas. Essas já estão sendo construídas, com a previsão de entrega daqui a dois meses. Serão 1.160 novas vagas em Brotas e 660 em Plataforma.

Para completar o investimento na área, a Semop está em processo de credenciamento, através de convênio com outros cemitérios particulares da cidade, e dependendo da disponibilidade deles, para a aquisição de mais 1.700 novas vagas, sendo 500 gavetas, 500 covas rasas e 700 cremações. Além disso, a pasta tem um convênio firmado com o cemitério Jardim da Saudade, que disponibiliza à população 720 cremações gratuitas ao ano, o que corresponde a duas por dia. Para agendamento de sepultamento em todos os cemitérios municipais, a população deve utilizar os telefones: (71) 3322-1037/3202-5429.

Recomendações - Vale frisar que os sepultamentos nos cemitérios municipais podem ser feitos até as 17h. A Semop, através da Diretoria de Serviços Públicos (Dsep), adotou algumas medidas de proteção ao público em velórios nos cemitérios municipais e aos funcionários dos locais. As mudanças fazem das estratégias municipais para combate à disseminação no novo coronavírus e seguem as orientações dos órgãos de saúde. 

No caso óbitos por Covid -19, o corpo sai da funerária direto para o sepultamento, sem realização de velória e nenhum cerimônia. Nesses casos, o caixão fica fechado durante todo o tempo. Os coveiros receberam orientações de como manusear o caixão durante o sepultamento.

Para os familiares que perderam entes queridos sem ter sido por conta da Covid-19, a recomendação informada no momento do agendamento é da redução do tempo da cerimônia de sepultamento para até dez minutos e com, no máximo, dez pessoas presentes. E mais: sugere que seja mantida a distância mínima de dois metros entre os presentes.

Para o secretário da Semop e presidente da Limpurb, Marcus Passos, a cidade está caminhando corretamente para o enfrentamento do coronavírus. “Estamos com um cenário de luta contra o vírus e ampliando nosso sistema funerário municipal. Com relação a equipamentos de segurança, todos nossos colaboradores da área estão protegidos contra a Covid-19”, avaliou.

Limpurb - A Limpurb tem realizado, uma vez por semana, a higienização completa com hipoclorito de sódio das estruturas físicas de todos os cemitérios municipais. O mesmo procedimento ocorre sempre nos dias em que ocorre sepultamento de vítimas da Covid-19. Para diminuir as aglomerações, os funcionários trabalham em regime de escala e com um número mínimo suficiente de trabalhadores para a realização dos funerais.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir deste sábado (30), a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) fará a interdição do tráfego de veículos num trecho da via que margeia a praça Arthur Lago, nas imediações do Colégio Pierre Fauchard, em Pernambués. A iniciativa faz parte das medidas de restrição no bairro, a serem aplicadas pela Prefeitura para ampliar o isolamento social e reduzir a taxa de contaminação da Covid-19 na região.

Com isso, os veículos provenientes da Rua Thomaz Gonzaga com destino à Rua Conde Pereira Carneiro deverão acessar o trecho em frente ao condomínio Jardim Europa, que passará a ter sentido duplo. A princípio, as intervenções devem durar sete dias, conforme ocorreu e ainda ocorre em outros bairros da cidade.

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...