Releases

0
0
0
s2sdefault

Antes escondidos em tons de cinza e tomados por limo, os arcos da Ladeira da Montanha, em Salvador, agora atraem olhares com cores claras, luminosas e harmônicas, mesmo com as obras de revitalização ainda em andamento. A pintura da fachada faz parte da requalificação estética do local, juntamente com a melhoria da iluminação pública e inserção de luminárias cênicas voltadas para os arcos. Já a estrutura interna será entregue totalmente reformada e com mezaninos para melhor aproveitamento do espaço.

As obras já melhoraram também as condições de habitabilidade e salubridade dos arcos, oferecendo mais conforto aos ferreiros, serralheiros e marmoreiros que desenvolvem essas atividades há muitos anos no local. Orçada em aproximadamente R$ 3,4 milhões, a requalificação faz parte de um conjunto de 35 iniciativas para a revitalização do Centro Histórico, que, juntas somam cerca de R$ 300 milhões em investimento.

As intervenções nos arcos estão sendo feita pela RC Restaurações e Construções Eireli, vencedora da licitação, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). "As obras nos arcos da Montanha e nas Muralhas do Frontispício serão concluídas em outubro e integram o conjunto de iniciativas de recuperação do Centro Histórico, junto com a requalificação da Av. Sete de Setembro, a nova Rua Miguel Calmon, o Elevador do Taboão, as praças Castro Alves, Cairu, Marechal Deodoro, dentre outras. Essas intervenções estão devolvendo ao cidadão e aos turistas cartões postais importantes na história da cidade", conta Luciano Sandes, titular da Seinfra.

A previsão de entrega e o resultado que já pode ser observado do visual têm deixado os artífices que ali trabalham animados e esperançosos. É o caso de Teomiro Rocha, de 33 anos, que começou a trabalhar como marmoeiro no local ainda criança, aos 9 anos de idade. “A obra tem evoluído de maneira impressionante, pois está ficando pronta praticamente em um ano. Graças a Deus está ficando ótimo. Fazia mais ou menos 35 anos que esses arcos não passavam por uma reforma, agora eu só tenho a agradecer”, conta. Segundo Teomiro, a profissão dele foi passada do avô para o pai, do pai para a mãe e da mãe para ele. Ele espera que, com a obra, o movimento no local aumente tanto por turistas como por soteropolitanos.

A Ladeira da Montanha é sustentada pelos arcos, que foram erguidos como pilares de apoio e hoje funcionam como galeria para os artífices. Esse conjunto composto por 17 arcos, com acesso pela Ladeira da Conceição da Praia, foi edificado no final do século XIX. Alguns dos serralheiros e ferreiros que lá trabalham, como José Adário, ficaram conhecidos por produzir peças para museus brasileiros e artistas de vários países.

Outras intervenções – Também estão em andamento a recuperação e requalificação da Muralha do Frontispício, um dos símbolos de fundação da cidade, e a reforma do Elevador do Taboão, que estava parado há 54 anos. A Muralha do Frontispício passa por obras cênicas e paisagísticas no trecho que se estende da Praça Castro Alves à Ladeira da Misericórdia e deve ficar pronta também em outubro.

Já o Elevador do Taboão voltará a funcionar, ligando o Pelourinho ao Comércio. As intervenções envolvem a restauração integral do ascensor, além de obras de modernização das instalações, buscando adequar a edificação às normas técnicas vigentes, inclusive de acessibilidade. O equipamento também contará com áreas de convivência com mesas, sanitários e café. O investimento é de R$3,7 milhões.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Secretário da Fazenda apresenta relatório fiscal em audiência pública virtual com vereadores

Em audiência pública por conferência virtual, realizada na manhã desta sexta-feira (25), o titular da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), Paulo Souto, apresentou à Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara de Vereadores o relatório de gestão fiscal do Município relativo ao 2º quadrimestre de 2020.

O destaque do relatório foi o balanço financeiro financeiro atualizado da pandemia, abrangendo as receitas especiais recebidas para ações de combate à Covid-19 e as despesas efetivadas com esta finalidade, além das perdas decorrentes da suspensão da atividade econômica no período de abril a agosto.

Segundo os dados apresentados pelo Secretário, Salvador recebeu neste período R$ 416 milhões em transferências federais de recursos do SUS e de outras fontes específicas para o combate à pandemia. No lado das despesas, a cidade gastou R$ 388 milhões no combate ao novo coronavírus, dos quais R$ 201 milhões em ações de saúde, a exemplo da ampliação de leitos exclusivos, e R$ 60 milhões em ações de assistência social, como o auxílio de R$270 do programa Salvador por Todos para o setor informal.

No mesmo período, o município apurou uma perda de R$ 288 milhões em suas receitas correntes, comparativamente às de 2019, por força da diminuição da atividade econômica durante a crise sanitária. Do balanço das receitas menos as despesas e as perdas, o resultado foi um saldo financeiro negativo, ou seja, um déficit fiscal de R$ 260 milhões, decorrente da pandemia, a ser coberto pelas reservas de recursos próprios do município.

Saúde e investimentos - Paulo Souto destacou que os montantes financeiros aplicados em saúde neste quadrimestre alcançam o índice de 22,6% das receitas líquidas de impostos e transferências constitucionais, percentual acima do mínimo constitucional exigido para o setor, que é de 15%, como tem acontecido com frequência nesta gestão.

Outro dado positivo é que Salvador conseguiu manter um alto nível de investimentos na cidade mesmo na pandemia, registrando um volume, em despesas empenhadas, de R$ 575 milhões até agosto em obras de implantação e requalificação de infraestrutura urbana, com ênfase na área de transportes, na construção de unidades de ensino e de novos postos de saúde.

Receitas - Salvador registrou, até o 2º quadrimestre de 2020, uma receita total de R$ 4,953 bilhões, 7,9% nominais e 4,9% reais a mais que no mesmo período de 2019. As receitas correntes somaram R$ 4,366 bilhões, crescendo 5,6% nominais e 2,6% reais sobre 2019.

As receitas tributárias somaram R$ 1,698 bilhões, registrando uma queda de 7,2% em termos nominais e 9,2% em valores reais relativamente a 2019, refletindo os efeitos da pandemia sobre a arrecadação própria municipal, em função da suspensão das atividades econômicas. A propósito, as receitas de ISS, com R$ 617 milhões, e as de IPTU, com R$ 518 milhões, caíram, respectivamente, 10,7% e 11,5%, em valores reais, sobre 2019.

As receitas de transferências chegaram a R$ 2,291 bilhões, exibindo um crescimento nominal de 22,6% e real de 19,2% sobre igual período de 2019, ainda que tenham sido registradas quedas reais de 8,7% e 13,8%, respectivamente, das cota-partes do FPM e do ICMS. As receitas de capital chegaram a R$ 381 milhões, 49,9% em termos nominais e 46,1% reais a mais que em 2019. Estes valores incluem R$ 352 milhões de receitas de operações de crédito e R$ 24 milhões de transferências de capital.

Despesas - As despesas totais até o 2º quadrimestre de 2020 somaram R$ 4,273 bilhões, 8,3% em termos nominais e 5,4% em valores reais a mais do que em igual período de 2019. As despesas correntes chegaram a R$ 3,684 bilhões, 6,4% nominais e 3,5% reais a mais que em 2019. E as despesas de capital, a R$ 383 milhões, 37% nominais e 33,6% em termos reais a mais que em 2019, com ênfase nos investimentos, responsáveis por R$ 342 milhões desse total. Estes valores são todos de despesas liquidadas.

Resultados - Registrou-se no quadrimestre um superávit corrente de R$ 684 milhões e um superávit orçamentário de R$ 647 milhões. Apurou-se um resultado primário de R$ 87 milhões para uma meta de (-) R$ 461 milhões e um resultado nominal de R$ 112 milhões para uma meta de (-) R$ 406 milhões.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em coletiva, ACM Neto anuncia ainda suspensão de medidas restritivas em bairros

A partir da próxima semana, 24 unidades básicas de saúde de Salvador irão realizar testes para detecção do novo coronavírus. A medida será fundamental para identificar cidadãos infectados pela doença, o que facilitará o encaminhamento adequado do paciente tanto para o isolamento domiciliar quanto para acompanhamento médico. A novidade foi apresentada pelo prefeito ACM Neto nesta sexta-feira (25), durante coletiva virtual, no Palácio Thomé de Souza. Na mesma ocasião, o prefeito anunciou a suspensão das medidas restritivas nos bairros.  

“A capital baiana foi uma das cidades do Brasil que saiu na frente em relação à aplicação dos testes, pois tínhamos a exata noção do quanto era importante realizá-los em larga escala, por toda a cidade. Trouxemos medidas inovadoras para as testagens, como drive-trhu e blitze. Também levamos os testes para ações de apoio e proteção à vida aos bairros, o que foi importante para avaliar o percentual de pessoas infectadas por localidade”, destacou o prefeito. 

Serão duas unidades por Distrito Sanitário, totalizando 24 postos, que irão ofertar os testes para detecção de antígeno. São eles: UBS Pelourinho e UBS Ramiro de Azevedo (Centro Histórico); USF Joanes Leste e UBS Ministro Alckmin (Itapagipe); USF Deputado Luiz Braga e UBS Péricles Laranjeiras (São Caetano/Valéria); USF San Martin I e USF San Martin III (Liberdade); UBS Mario Andrea e USF Vale do Matatu (Brotas); USF Clementino Fraga e USF Sabino Silva (Barra/Rio Vermelho); USF Imbui e USF Curralinho (Boca do Rio); USF Itapuã e USF Professor Eduardo Mamede (Itapuã);  USF Professor Humberto Castro Lima - Pernambuezinho e UBS Rodrigo Argolo (Cabula/Beiru);  UBS Dra. Cecy Andrade e USF João Roma Filho (Pau da Lima);  UBS Fazenda Coutos II e USF Itacaranha (Subúrbio); e UBS Nelson Piauhy Dourado e USF Yolanda Pires (Cajazeiras).  

De acordo com Secretaria Municipal da Saúde (SMS), esse tipo de exame é indicado para ser realizado entre o terceiro ao sétimo dia de doença e é similar ao RT-PCR, possuindo mais de 93% de sensibilidade para detectar a Covid-19. O método ocorre de forma simples, prática e rápida. É coletada amostra de secreção (swab) do nariz do paciente e o resultado sai em até 45 minutos.  

Em caso positivo e se os sintomas estiverem leves, a pessoa é orientada a iniciar o isolamento domiciliar, tendo acompanhamento remoto da SMS, através do programa Salvador Protege. Se o cidadão apresentar sintomas mais graves, a Prefeitura avaliará a necessidade de encaminhamento para UPAs ou internamento hospitalar em leito clínico ou de UTI. 

ACM Neto explicou que a testagem nas 24 unidades não será feita por meio de demanda espontânea. “Não será qualquer pessoa que poderá ir fazer o teste, mas apenas as que tiveram sintomas da doença”, disse. Os postos possuem equipes para a realização das triagens. 

Restrições - Na coletiva, ACM Neto anunciou que os testes rápidos para Covid-19 continuarão a ser realizados nos bairros, mas sem medidas restritivas, que foram suspensas diante dos últimos resultados positivos que apontam a tendência de queda da doença. "As restrições à atividade comercial não existem mais. Mas a Prefeitura vai continuar fazendo testes, a higienização das ruas e distribuição de máscaras nos bairros", disse ACM Neto. 

 

 

 
0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

FGM pretende regulamentar normativa e lançar editais de seleção já na próxima semana

O prefeito ACM Neto sancionou hoje (25) a mudança na Lei do Sistema Municipal de Cultura. A modificação busca viabilizar a implementação dos repasses federais em Salvador para garantir renda emergencial aos trabalhadores da cultura e manutenção dos espaços artísticos durante a pandemia da Covid-19.

A verba está prevista na Lei Aldir Blanc, sancionada em junho pelo governo federal. O repasse para o município é de aproximadamente R$ 18,7 milhões. Metade desse recurso será utilizada para a concessão de subsídios mensais a grupos que desenvolvem atividades artísticas e culturais na cidade. A outra parcela será para a realização de chamadas públicas de fomento emergencial.

Com os subsídios, a Prefeitura espera apoiar a manutenção de espaços artísticos e culturais na capital baiana e também a existência de micro e pequenas empresas do segmento, cooperativas, instituições e organizações comunitárias que tiveram as atividades interrompidas por causa do isolamento social.

"Os artistas e produtores culturais, que são importantes empregadores em nossa cidade, foram os primeiros afetados pelos efeitos da pandemia. Por isso, essa legislação é fundamental para que possamos dar um suporte a eles, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM)", disse hoje o prefeito, em coletiva virtual. 

Critérios - Alguns dos critérios para a seleção dos grupos que receberão o subsídio serão a localização do projeto em áreas de maior vulnerabilidade social e o desenvolvimento de iniciativas e atividades para pessoas negras, mulheres, LGBTQIA+  e com deficiência.

Para o presidente da FGM, Fernando Guerreiro, o repasse federal, viabilizado pela nova legislação municipal, tem dois aspectos importantes. “O primeiro é dar um suporte nesse momento para a classe artística, que foi a primeira a parar e será a última a voltar. Há toda uma equipe que trabalha junto com o artista e que foi bastante prejudicada também, de modo que essa engrenagem precisa voltar a funcionar bem. E o segundo aspecto é que a lei inaugura repasses federais para a Prefeitura nesse segmento”.

Com a sanção da lei, a previsão é que a regulamentação da normativa seja publicada pela FGM na próxima segunda-feira (28). Os editais de seleção também devem ser publicados na próxima semana.  

Premiações – Como parte das chamadas públicas, a Prefeitura vai publicar três editais de premiação: o Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas, o Prêmio Conceição Senna de Audiovisual e o Prêmio Jaime Sodré de Patrimônio Cultural. 

O Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas será voltado para diversas linguagens, a exemplo de teatro, dança, circo, música, artes visuais, literatura e arte de rua. O Prêmio Conceição Senna de Audiovisual será voltado para o setor audiovisual. Já o Prêmio Jaime Sodré de Patrimônio Cultural irá beneficiar tanto propostas para o patrimônio material quanto imaterial. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O número de casos notificados do novo coronavírus não reflete a magnitude doença, pois parte das infecções evolui de forma leve ou assintomática, o que dificulta o diagnóstico e notificação. Com o objetivo de estimar melhor a amplitude e evolução da transmissão viral em Salvador, a Prefeitura dará início à elaboração de uma série de estudos que farão parte do Inquérito Epidemiológico sobre o Covid-19. Os detalhes da iniciativa foram apresentados pelo prefeito ACM Neto nesta sexta-feira (25), em coletiva virtual.  

“Algumas cidades do Brasil estão fazendo seu próprio inquérito epidemiológico que, como o nome sugere, trata-se de investigação e apuração. Hoje temos números que demonstram a quantidade de casos positivos, internamentos hospitalares, óbitos, mas sabemos que há pessoas que sequer sabiam que estavam com a doença. Com as análises que serão feitas teremos a noção mais próxima da realidade do alcance da pandemia em Salvador”, explicou ACM Neto.

O inquérito epidemiológico vai analisar se aspectos sociodemográficos, condições de saúde, práticas de prevenção e exposições de riscos estão associados à prevalência de infecção da Covid-19. Por meio da iniciativa também será estimado o tempo de duração da presença de anticorpos contra coronavírus, bem como a frequência de infecções sintomáticas e assintomáticas e fatores associados.

O prefeito acrescentou que a iniciativa será fundamental para avaliar o "status" da doença na cidade, servindo para balizar o planejamento municipal na área de saúde, como estruturação da rede e manutenção de leitos tanto em hospitais da cidade como nas estruturas de campanha. “Iremos estar muito mais embasados e fortalecidos a partir dessa investigação, que vai permitir ter uma noção clara do alcance da Covid-19 em Salvador”, afirmou o chefe do Executivo municipal.  

Metodologia – Previsto para iniciar na primeira quinzena de outubro, o Inquérito Epidemiológico sobre o Covid-19 contará com uma metodologia própria. Serão realizados quatro soro inquéritos, com intervalo de 30 dias entre cada um, nos doze distritos sanitários de Salvador (Centro Histórico, Itapagipe, São Caetano/Valéria, Liberdade, Brotas, Barra/Rio Vermelho, Boca do Rio, Itapuã, Cabula/Beiru, Pau da Lima, Subúrbio Ferroviário e Cajazeiras).

Em cada soro inquérito, as equipes técnicas farão a coleta das amostras de sangue para a testagem rápida de voluntários de forma aleatória. Serão sorteadas 50 ruas em cada um dos 12 distritos sanitários (o que totaliza 600 vias no município). Em cada uma dessas 600 ruas, os testes serão aplicados em cinco domicílios.

Com isso, em cada soro inquérito serão visitados três mil domicílios, tendo pelo menos um morador testado para diagnóstico da Covid-19 em cada imóvel. Se o indivíduo apresentar resultado positivo, toda a família da residência será testada. O intuito é estudar a dinâmica de transmissão domiciliar.

No soro inquérito três, além da testagem de três mil pessoas prevista na etapa, as equipes de saúde retornarão a domicílios abrangidos no período do soro inquérito um que tiveram cidadãos positivados para fazer nova testagem. O objetivo é investigar a presença de anticorpos e tempo de resposta imunológica do paciente.

Além disso, moradores que participarem do inquérito preencherão questionário estruturado com abordagens sobre aspectos sociais e demográficos, informando dados sobre sexo, faixa etária, etnia, renda, condição de saúde, prática de prevenção e exposição de risco para infecção, entre outras perguntas.

O Inquérito Epidemiológico sobre o Covid-19 contará com apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Centro de Informações Estratégicas e Vigilância em Saúde (Cievs), Centro de Operações e Emergência em Saúde Pública (COE), Núcleo de Tecnologia e Informação (NTI), Diretoria de Atenção à Saúde (DAS) e Centro de Controle de Zoonose (CCZ).      

Painel – Durante a coletiva virtual, o prefeito ACM Neto apresentou o painel de monitoramento da Covid-19. Elaborada em parceria com a Fiocruz, a ferramenta permite que o cidadão acompanhe diariamente a evolução da doença na capital baiana, inclusive a situação de cada Distrito Sanitário e bairro, com números de casos e de recuperados, internamento e óbitos, entre outras informações. A plataforma pode ser acessada no link painel. covid19br. org/ salvador. 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Pessoas em situação de rua cadastradas em pontos de distribuição de refeições passam a ter direito ao benefício

O prefeito ACM Neto sancionou hoje (25) a lei que prorroga o pagamento do auxílio de R$270 do programa Salvador por Todos à população mais atingida pelos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. A proposta, elaborada pelo Executivo e aprovada pela Câmara de Vereadores, permite a extensão do pagamento até dezembro, e inclui pessoas em situação de rua cadastradas em pontos de distribuição de refeições do município entre os contemplados.

"Essa nova lei nos dá autorização para pagar o benefício por mais três meses, até dezembro. Estamos sancionando a legislação e já liberando o pagamento do mês de outubro, conforme escalonamento que será detalhado pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), responsável pelo Salvador por Todos", anunciou o prefeito ACM Neto, em coletiva virtual realizada nesta manhã.

O pagamento do auxílio, que já beneficiou mais de 36 mil pessoas e teve início em março, se encerraria neste mês setembro. O investimento é de R$5 milhões mensais, oriundos dos cofres municipais. No caso das pessoas em situação de rua, 418 cidadãos e cidadãs serão contemplados.

Esse número corresponde ao total usuários cadastrados nos pontos gratuitos de distribuição de refeições, localizados na Barroquinha, Itapuã, Estacionamento São Raimundo, Pau da Lima e São Tomé de Paripe, e que não recebem outro tipo de benefício social do município, como o do programa Primeiro Passo.

O auxílio de R$270 continuará sendo pago também a outros trabalhadores informais e individuais cadastrados na Prefeitura: baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, guardadores de carro, recicladores, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas – no caso dos três últimos, com idade superior a 60 anos. 

Carentes - Conforme a secretária da Sempre, Juliana Portela, a ampliação do auxílio de R$270 é mais uma demonstração de que a população em vulnerabilidade e risco social tem sido prioridade na gestão municipal.  

“As pessoas em vulnerabilidade são as mais afetadas com a crise causada pelo coronavírus. Por isso, a gestão procura amparar os mais vulneráveis e construir políticas para beneficiar esse público. Nós realizamos durante a pandemia diversas pesquisas para traçar o perfil dos assistidos nos pontos de distribuição de quentinhas e os dados puderam nortear as ações e adaptações dos nossos serviços socioassistenciais”, pontuou.   

Ainda de acordo com a  titular da Sempre, além do Salvador Por Todos, das cestas básicas e dos cinco pontos de distribuição de refeições, “a camada mais carente da população tem sido assistida na pandemia com medidas como a duplicação das vagas em unidades de acolhimento, lavanderia e banheiro para higienização dos pertences, entrega de máscaras e ações sociais nos bairros com restrições”.

Cestas básicas - A legislação aprovada pelos vereadores e sancionada hoje pelo prefeito também estabelece a distribuição de uma cesta básica por mês em favor das pessoas de comunidades situadas em área de risco e regiões ribeirinhas sujeitas a inundações, além da categoria de mototaxistas com idade entre 18 a 60 anos. Vale lembrar que a Prefeitura continua com a distribuição de cestas a todos os alunos da rede pública municipal, de entidades educacionais conveniadas e do projeto Pé na Escola.

Balanço - Criado em março, o Salvador por Todos já beneficiou mais 36 mil mil trabalhadores informais ou individuais cadastrados na Prefeitura. O auxílio surgiu antes mesmo daquele criado pelo governo federal para ajudar os mais pobres durante a pandemia. A Prefeitura já investiu R$31 milhões na iniciativa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Restaurantes populares e escolas de dança também poderão retomar atividades

Em mais uma etapa da retomada das atividades na cidade, a Prefeitura autorizou hoje (25), mediante respeito a protocolos sanitários, a reabertura dos parques públicos e praças municipais (algumas estavam fechadas), já a partir de segunda-feira (28). No dia 5 de outubro, também irão reabrir os restaurantes populares administrados pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) em São Tomé de Paripe e Pau da Lima.

Em coletiva virtual realizada na manhã de hoje, o prefeito ACM Neto anunciou ainda liberação de aulas de dança, desde que não haja contato físico, a partir desta segunda (28). O protocolo setorial prevê demarcação no chão dos locais reservados aos alunos e professores, para garantir o afastamento mínimo de 1,5m; uso de máscara o tempo inteiro; e proibição de ensaios, coreografias e apresentações que gerem contato físico ou redução do distanciamento social. O horário dessas aulas é o mesmo dos demais cursos livres, das 10h às 22h, de segunda a sábado.

Regras - Em relação aos parques administrados pela Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) - da Cidade (Itaigara) dos Ventos (Boca do Rio) e Lagoa dos Pássaros (Stiep) -, o protocolo setorial determina o funcionamento de segunda a sexta, exceto feriados, das 6h às 17h, sem limitação de pessoas, mas com distanciamento mínimo de 1,5m entre os frequentadores. Fica proibido o comércio de ambulantes. Antes da reabertura, os funcionários e terceirizados precisam ser submetidos a testes para Covid-19. 

O uso de máscara é obrigatório durante todo o tempo de permanência nos parques, inclusive durante a realização de atividades físicas, que estão liberadas em caráter individual ou em duplas, respeitando o distanciamento de 1,5m entre as pessoas. Os equipamentos, academias de ginástica, brinquedos infantis e anfiteatros devem permanecer fechados.

Atividades que gerem aglomerações estão proibidas nos parques, como piqueniques, rodas de conversa, eventos, shows, atividades esportivas em grupo, visitas coletivas (a exemplo de excursões de qualquer natureza).

Alimentação - Em relação aos restaurantes populares, eles podem reabrir a partir do dia 5 de outubro, de segunda a sexta, das 11h às 14h, com acesso gratuito enquanto durar a situação de emergência (em tempos normais, a refeição custa R$1). Antes da reabertura, todos os funcionários e terceirizados devem ser testados para Covid-19.

As mesas devem ter ocupação máxima de quatro pessoas. O distanciamento social mínimo é de 2m entre os assistidos, quando estes estiverem sem máscara, no momento da refeição. Os funcionários dos restaurantes que preparam os pratos devem utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Vale lembrar que, desde o início da pandemia, os restaurantes estão funcionando como pontos de distribuição de alimentos, sem permissão de acesso para refeição no local. Até o momento, a Sempre já distribuiu, desde março, mais de 560 mil refeições.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em setembro, mês de Cosme e Damião, comerciantes apontam aumento de até 40% nas vendas

No mês de setembro, as vendas aumentam na maioria dos boxes dos mercados municipais de Salvador por conta do tradicional caruru de São Cosme e Damião. Esse ano, mesmo com a pandemia, alguns permissionários contam que a procura pelos ingredientes se manteve.

Esse é o caso de Cidália Silva. Desde o início de setembro, ela notou um aumento de cerca de 40% no Mercad Municipal do Jardim Cruzeiro. “Meus clientes continuam dando o caruru, adotando algumas mudanças, a exemplo da redução da quantidade de pessoas ou entregando na marmita para que os participantes consumam em suas casas. Eu não senti redução em relação ao ano passado”, conta.

A trabalhadora autônoma Marleide dos Santos, 41, conta que vai manter a tradição esse ano, mesmo com a pandemia, mas com a entrega das marmitas e consumo em casa apenas de familiares e amigos mais próximos, por conta da pandemia. “É algo que eu já faço há 16 anos para celebrar também o aniversário dos meus filhos gêmeos nascidos neste mês de setembro. Eu sempre venho ao mercado municipal porque já sei onde vou encontrar cada ingrediente”, diz.

Mesmo com o aumento do preço de alguns alimentos, é possível encontrar produtos mais em conta nos mercados municipais de Salvador. Os ingredientes do caruru são encontrados facilmente nos Mercados Jardim Cruzeiro, Nacs Itapuã, Nacs Periperi e Dois de Julho. A dica para comprar barato é pesquisar e pechinchar.

No Mercado do Jardim Cruzeiro, por exemplo, o cento do quiabo está custando R$ 12; o litro do azeite de dendê varia entre R$ 10 e R$ 15; o preço do camarão entre R$ 30 e R$ 50; o quilo da castanha entre R$ 40 e R$ 50; o quilo do feijão preto, do feijão branco e do milho branco sai por R$ 8; e a rapadura ou pedaço de gengibre, R$ 1.

Tradição – São Cosme e Damião são santos católicos sincretizados com os gêmeos Ibejis do candomblé, aos quais se oferece o caruru. É uma tradição, em todo o mês de setembro, oferecer o alimento como forma de agradecer pelas graças alcançadas e pedir proteção para os próximos anos.

Na religião católica, a celebração de São Cosme e Damião ocorre no dia 26 de setembro e no candomblé costuma ser no dia 27. O prato é composto por caruru, vatapá, farofa de azeite, xinxim de galinha, arroz branco e feijão fradinho. Mas o caruru completo, segundo adeptos do candomblé, também leva abóbora, milho branco, rapadura, banana da terra frita, feijão preto e branco, acarajé, abará, pipoca e pedaços de cana-de-açúcar.

Funcionamento – O Mercado Municipal do Jardim Cruzeiro, situado na Rua Resende Costa, Vila Ruy Barbosa, está funcionando em horário diferenciado por causa da pandemia. Domingo e segunda, o mercado está aberto das 7h às 12h; na terça e quarta-feira, das 7h às 15h. De quinta a sábado, o funcionamento é das 7h às 17h.

Situado na Avenida Dorival Caymmi, ao lado da agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Nacs Itapuã está funcionando segunda-feira e domingo, de 7h às 12h, e de terça a sábado, das 7h às 17h. O horário de funcionamento do Nacs Periperi (Rua Ambrósio Calmon, Nº 44) é das 7h às 12h, na segunda e no domingo, e das 7h às 17h, de terça a sábado. O Mercado Dois de Julho, situado no Largo Dois de Julho, abre de segunda a sábado, das 7h às 17h.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Prefeitura atende pedido antigo de moradores do bairro e faz ação conjunta

Após a operação de ordenamento promovida pela Prefeitura, os food trucks retornaram à Praça Nossa Senhora da Aparecida, no Imbuí. No total, 20 veículos permanecem na localidade, que são justamente aqueles mais antigos. Os demais mantêm diálogo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) em busca da regularização e de um novo local.

De acordo com o secretário da Semop, Marcus Passos, o espaço físico da praça não comporta a quantidade de food trucks que havia anteriormente, que foi crescendo ao longo dos anos, o que levou os moradores do bairro a pedirem o ordenamento à Prefeitura.

“Nossa operação é para ajustar. A comunidade que vive ali estava cobrando do poder público uma iniciativa. Eram muitas reclamações sobre a falta de organização, do barulho. Além de toda essa problemática, a Prefeitura precisava gerar estacionamento para atender também a uma demanda da região. Estamos dialogando com os demais proprietários de food trucks que não couberam no local com o ordenamento, buscando regularizar a situação de todos individualmente e encontrar um novo espaço", disse o secretário .

Com relação ao pedido de moradores e comerciantes para regulamentação da Zona Azul na Rua das Gaivotas, em um dos lados da praça, a Transalvador concluirá a sinalização da via até o domingo (27). A sinalização será para 50 vagas, em sistema multi-hora, ou seja, será possível adquirir créditos para 2h, 6h ou 12h, das 7h à 0h, de segunda a domingo.

A operação conjunta de ordenamento no bairro foi realizada pela Semop em parceria com a Vigilância Sanitária de Salvador e a Superintendência de Trânsito (Transalvador). O ordenamento foi discutido com os donos dos food trucks. Os proprietários dos equipamentos foram notificados sobre as alterações com antecedência.

 

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...