Releases

0
0
0
s2sdefault

A equipe da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) recebeu, de segunda-feira (15) até esta quarta-feira (17), técnicos da Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional do estado de Sergipe para intercâmbio de informações sobre banco de alimentos. Durante os três dias foram realizadas reuniões, encontros e visitas técnicas.

A Sempre, através da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan), implementa o Programa de Complementação Alimentar Prato Amigo, que é uma ação permanente de aproveitamento de alimentos.

O programa consiste na coleta de alimentos, realizada na cidade de Salvador, provenientes de doações, por meio da articulação com a rede convencional de comercialização, armazenamento e processamento de alimentos, contribuindo para o abastecimento alimentar de instituições sociais cadastradas e acompanhadas pela secretaria, além de combater o desperdício.

A nutricionista e coordenadora sergipana Tatiana Canuto Silva informou que conheceu o trabalho realizado em Salvador em 2018, quando os técnicos da Cosan da capital soteropolitana foram a Aracaju apreciar o projeto ganhador do Prêmio Progredir, na categoria hortas.

“A gente veio com o intuito de conhecer as ações de segurança alimentar e nutricional, com foco no Prato Amigo, porque colocamos no Plano Plurianual (PPA) de Sergipe a criação de um banco estadual de alimentos. Então, a gente veio conhecer essa experiência exitosa para replicar e multiplicar essa ideia que já deu certo. A equipe foi muito solícita. Nós conseguimos realmente fazer uma troca de experiências”, disse.

Para Gabriel Falcetta, coordenador da Cosan, o intercâmbio com trabalhadores da segurança alimentar e nutricional de outro estado serve para avaliar o trabalho que está sendo realizado em Salvador.

"Quando eles vêm para cá, tendo o nosso modelo com referência, percebemos que o nosso papel está sendo bem feito e está no caminho correto. A troca de experiências é importante para perceber o que podemos aprimorar, sempre pensando em ofertar o melhor atendimento e serviço para o público que a gente atende, que são pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social, e que precisam desse apoio para superar essa situação”, afirmou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir desta quinta-feira (18), as dez unidades das Prefeituras-Bairro de Salvador passarão a recolher donativos para ajudar os moradores dos municípios de Pedro Alexandre e Coronel João Sá, no interior baiano, após o rompimento da Barragem do Quati, que deixou quase 2 mil desalojadas. Entre as principais necessidades estão: água potável, alimentos não-perecíveis, materiais de higiene pessoal, roupas em bom estado de conservação, de cama e banho e produtos de limpeza.

As unidades das Prefeituras-bairro Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cajazeiras, Itapuã, Cidade Baixa, Barra/Pituba, Cabula/Tancredo Neves, Pau da Lima, São Caetano/Liberdade e Valéria receberão os donativos das 8h às 17h, nos dias de semana e durante o expediente normal.

O secretário das Prefeituras-bairro, Luiz Galvão, destacou a importância do envolvimento de todos para atenuar as dificuldades que estão passando as populações de Pedro Alexandre e Coronel João Sá. “É nosso dever contribuir para, de alguma forma, minimizar o sofrimento e os transtornos causados pelo rompimento dessa barragem. A gestão de Salvador está determinada com o objetivo de ajudar os moradores desses municípios a terem as suas vidas normalizadas”, afirmou.

O prefeito ACM Neto já havia colocado a Defesa Civil de Salvador à disposição das duas prefeituras do interior, bem como se solidarizado com as famílias atingidas pela tragédia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A região do Santo Antônio Além do Carmo, localizado no Centro Histórico de Salvador, ficou ainda mais bonita a partir desta quarta-feira (17). Uma ação da Diretoria de Gestão do Centro Histórico, com apoio da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) e da Transalvador, promoveu a substituição do gelo baiano, artefato de concreto pré-moldado utilizado para orientar o tráfego de veículos e impedir a prática do estacionamento em local proibido, por vasos de plantas das espécies Ixora e Bela Emília.

De acordo com a diretora de Gestão do Centro Histórico, Eliana Pedroso, o objetivo é humanizar a a região com os vasos de plantas e envolver as pessoas que residem no entorno, já que os cuidados são assumidos pela própria comunidade.

Além disso, a utilização dos vasos também ajuda a ordenar o trânsito, sobretudo no que se refere a inibir estacionamento em local inadequado. “A Diretoria de Gestão do Centro Histórico sempre busca ações que promovam a sustentabilidade e a participação da população. Buscamos o apoio individual de cada um, para que as pessoas assumam a responsabilidade de manter,cuidar e preservar”, disse.

Eliana Pedroso afirmou que a comunidade do Centro Histórico é impactada com essas pequenas modificações na região. “Impacta porque no momento em que você humaniza uma área, você toca no sentido estético, no sentido do bem-estar. E, por isso, mobiliza a comunidade a se envolver”. Ele lembrou que, em 2018, a mesma ação contemplou as ruas internas do Pelourinho.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As obras de macrodrenagem e pavimentação na região do bairro de São Cristóvão, que serão vistoriadas nesta quinta (18) pelo prefeito ACM Neto, estão 50% concluídas. A proposta é a requalificação de um quilômetro da avenida, uma das principais vias de acesso ao aeroporto e Litoral Norte, e mais 650m da 1ª Travessa 3 de maio. A obra é uma realização da Prefeitura por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), para solucionar em definitivo os transtornos em decorrência de alagamentos, buracos no asfalto e piso irregular.

Na Avenida São Cristóvão, foram realizados 85% dos trabalhos nas áreas dedicadas a drenagem e 20% dos serviços nas calçadas. No local, também foi iniciada a pavimentação dos pisos intertravados, que é um tipo de pavimento formado por blocos de concreto com intertravamento. Já na 1ª Travessa 3 de maio, localizada na região, os serviços de drenagem, pavimentação e passeio estão em fase de conclusão. As três faixas de carros permanecem, cada uma com cerca de 3m.

Além disso, a comunidade será beneficiada com outros serviços, a exemplo da instalação de ciclovias na via central e iluminação de LED, que vão melhorar a qualidade de vida de quem mora e passa pela região. O projeto determina a criação de mais dois canais que pretendem suprir às necessidades do lugar, evitando os constantes alagamentos nos períodos de chuvas, já que o sistema de macrodrenagem existente era antigo e considerado insuficiente para atender às demandas do local.

A ordem de serviço foi assinada em janeiro deste ano, com início imediato das obras e investimento superior a R$9,9 milhões. Com duração de 12 meses, a previsão de conclusão para entrega da obra é em janeiro de 2020.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Moradora há dez anos da 1ª Travessa Joanes Melo, em Narandiba, a auxiliar de creche Carla Souza, de 19 anos, era a expressão do alívio e da felicidade com a geomanta aplicada pela Prefeitura na encosta existente na localidade. A entrega oficial do equipamento foi feito nesta quarta-feira (17) pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis; do diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo; demais autoridades e populares.

Com investimento de R$103 mil, a técnica inovadora de proteção de áreas de risco vai trazer impacto positivo para 315 moradores que passam, a partir de agora, a viver com mais tranquilidade e segurança, principalmente no período chuvoso. “Ao todo, contando com as entregues e em execução, já são 280 áreas protegidas com geomantas e contenções de encostas – neste último caso, estão sendo aplicados mais de R$200 milhões, sendo a maioria de recursos municipais. Nunca se fez tanto pela proteção da vida das pessoas na cidade, com foco naquelas que mais precisam”, destacou o prefeito.

Carla salientou o motivo pelo qual a geomanta é tão importante para a comunidade. “Essa encosta já existe há muito tempo. A situação era horrível. Quando eu ia para escola, tinha que andar na lama, com medo de desabamento. A gente não dormia direito. Agora tá tudo protegido, está mais seguro, não tem mais risco, não tem mais lama, é só qualidade de vida”, contou sorridente.

Além da geomanta, a 1ª Travessa Joanes Melo também ganhou novas pavimentação e iluminação em LED, melhorando ainda mais a rotina dos moradores. Além disso, está sendo realizada no entorno a requalificação da Avenida Edgar Santos, incluindo a implantação da praça na rotatória do Hospital Juliano Moreira – uma das principais vias de acesso do bairro.

Balanço – Desde quando foi adotada pela Prefeitura, em 2016, até o momento, a tecnologia da geomanta já protegeu 152 áreas de risco e está sendo feita a implantação do material em outras 28 localidades. Foram investidos, no total, R$14 milhões por meio da Codesal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A cada localidade por onde passa, o Morar Melhor, considerado o maior programa habitacional do país, promove uma verdadeira melhoria de vida para as pessoas mais carentes. Um exemplo é o da família Barbosa Silva, a primeira beneficiada com a reforma de casas em situação precária em São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário. A residência onde vivem o aposentado Alecsandro, a esposa Gilmara e o filho Alessandro, localizada na Rua Jurema, foi a casa-modelo visitada pelo prefeito ACM Neto, que assinou a ordem de serviço, na noite desta terça-feira (16), para intervenção semelhante a ser realizada imediatamente em outros 126 imóveis no bairro. 

Ao lado do vice-prefeito Bruno Reis, também titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) – pasta responsável pelo programa, demais autoridades e moradores, o prefeito lembrou que o programa foi fruto das visitas realizadas nas comunidades na capital baiana. “Ainda é uma realidade encontrada em grandes cidades como Salvador de famílias carentes com casas sem banheiro, telhados caindo em dias de chuva, com paredes sem reboco e pintura, com a porta empenada. Entendemos que essas famílias, por mais que quisessem, não teriam condições de reformar a própria casa. Por isso o programa foi criado, para realizar o sonho dessas pessoas”, explicou ACM Neto. 

A situação afirmada pelo prefeito é semelhante à vivida pela família de Alecsandro. “Aqui as paredes não tinham reboco. Havia um beco aqui em casa que, com a reforma, foi fechado e possibilitou a ampliação da sala. Eu, cadeirante, tinha dificuldade de entrar em casa, agora tem até rampa de acesso. Além do reboco e pintura, também trocaram telhado, portas e janelas, o vaso e a pia do banheiro. Se eu fosse fazer uma reforma dessas ia demorar muito, porque tinha que comprar material aos poucos para fazer a obra. Agora tá maravilhoso, muito bom mesmo. Só tenho a agradecer”, relatou. 

A esposa Gilmara era só felicidade. “Via a propaganda do programa na televisão, mas achava que nunca ia chegar aqui. Quando disseram que iam fazer a reforma na casa, quase não acreditei. Mas fizeram tudo direitinho e meu marido acompanhou todos os detalhes, parecia até que era o mestre de obras. É uma bênção”, afirmou, rindo. 

Para Alessandro, a nova casa agora permite que ele possa brincar em um local melhor. “Aqui eu ando de velotrol e brinco bastante de basquete na varanda, colocando um balde de cada lado para fazer as cestas. Ficou muito legal, gostei mesmo. Valeu, Morar Melhor”, disse. 

O vice-prefeito e secretário Bruno Reis revelou, mais uma vez, a satisfação em liderar atualmente um projeto como o Morar Melhor. “É um programa que realmente toca e transforma a vida das pessoas, que não conseguem reformar a própria casa por não terem condições”, pontuou. Ele ainda lembrou que a iniciativa vem servindo de inspiração para outras cidades – ainda este mês, a Secretaria de Habitação de São Paulo vem conhecer pessoalmente o funcionamento do programa. 

Mais melhorias – Na ocasião, foi anunciada a reforma de mais 100 casas em São Tomé de Paripe, dentro da terceira etapa do Morar Melhor, a ser iniciada em 2020. Além disso, foi autorizada a obra de recapeamento total da Rua Santa Filomena, uma das principais vias de acesso do bairro. 

Funcionamento – O Morar Melhor promove melhorias como troca de esquadrias, telhados, instalação de louças sanitárias, reboco e pintura. Cada imóvel selecionado através dos critérios do programa recebe intervenções que somam o valor de até R$5 mil. 

Até 2020, a Prefeitura pretende reformar 40 mil casas que estiverem em estado de precariedade. A escolha das regiões beneficiadas leva em consideração critérios como a precariedade dos bairros, baseada em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da unidade habitacional, com base na observação de campo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Reconhecido como uma das unidades mais importantes e resolutivas da Bahia, o Hospital Municipal de Salvador (HMS) alcançou a marca de 180 mil pacientes atendidos. Após quinze meses de funcionamento, o HMS já realizou aproximadamente 5,3 mil endoscopias; 4.244 ressonâncias magnéticas; mais de 20 mil tomografias; além de 54 mil radiografias e 442 mil exames laboratoriais. 

Essa marca de atendimentos consolida a unidade não só como referência na assistência e cuidados à saúde dos soteropolitanos, mas, também, de pacientes advindos de outros municípios. Do total de acolhimentos, aproximadamente 15% (27 mil) foram prestados para pessoas do interior do estado e Região Metropolitana de Salvador (RMS). Enquanto os pacientes oriundos dos distritos sanitários de Cajazeiras, Pau da Lima e Itapuã representam aproximadamente 60 % dos atendimentos na unidade. 

De acordo com o titular da SMS, Leo Prates, o objetivo é ampliar os atendimentos e fortalecer cada vez mais os serviços prestados no HMS, que abrangem tanto soteropolitanos quanto cidadãos de outras cidades do estado. “Através do equipamento, 180 mil vidas puderam ser cuidadas, o que mostra a capacidade do HMS como referência para a saúde dos baianos. A Prefeitura continuará focada em melhorar a saúde de todos”, declarou.

Celeridade – A estrutura do equipamento tem sido fundamental para desafogar as demandas de procedimentos cirúrgicos eletivos, possibilitando mais celeridade no tratamento de pacientes atendidos primeiramente nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e que necessitam de transferências. Ao todo, ao longo de 15 meses de funcionamento do HMS, foram mais de 4,4 mil cirurgias efetuadas. Neste período, 2.317 pacientes regulados foram recebidos no HMS, e 590 pacientes regulados encaminhados para outras instituições.  Foram realizados, ainda, quase 54 mil exames de raio X. 

“O HMS tem auxiliado ainda a amenizar a alta demanda por cirurgias eletivas na cidade, além de servir como retaguarda para os pacientes que ingressarem nas nossas UPAs com necessidade de transferência, inclusive, com a oferta de uma vasta estrutura de leitos de terapia intensiva para casos mais graves", pontuou o coordenador médico hospitalar e de urgências, Ivan Paiva. 

Estrutura – Com mais de 18 mil m² de área construída, o HMS funciona de maneira ininterrupta com 252 leitos (sendo 42 de emergência) e capacidade para atender cerca de 60 mil pacientes por mês, através da atuação de 2 mil profissionais. A estrutura conta, ainda, com consultórios nas áreas de cardiologia, cirurgia-geral, neurologia, cirurgia pediátrica, pediatria, médico-generalista, ortopedia e traumatologia, serviço social e pré-consulta de enfermagem, sala da coordenação e de atendimento. Uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funciona no espaço.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os torcedores que vão conferir a partida entre Bahia x Grêmio pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira (17), às 19h15, na Arena Fonte Nova, contarão com um esquema especial de trânsito e transporte montado pela Prefeitura. A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) irá disponibilizar 12 coletivos da frota reguladora distribuídos nas Estações da Lapa, Pirajá e Acesso Norte. Os veículos ficarão à disposição da fiscalização nos terminais, a partir das 17h15 até 0h de quinta-feira (18). Além disso, as linhas que circulam pela região vão operar normalmente.

Quem optar por ir ao estádio de táxi poderá solicitar um veículo através do aplicativo Taxi Mobi, que opera em tempo integral com 20% de desconto. Basta baixar a ferramenta que está disponível em IOS e Android. Haverá, ainda, pontos exclusivos, no entorno da Arena, que estão situados em frente ao restaurante a Porteira e na Avenida Joana Angélica (ao longo do muro do Convento do Desterro). A outra opção é utilizar o serviço de mototáxi, que também terá ponto exclusivo no entorno da Arena.

Carro – Para garantir a comodidade dos torcedores que forem ao estádio de carro, bem como minimizar os transtornos na circulação de veículos, já que os deslocamentos ocorrerão em horário de pico, os agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) vão fazer interdições em vias próximas ao estádio. A partir das 18h, equipes do órgão estarão na Avenida Presidente Costa e Silva, que faz a ligação Dique do Tororó à Estação da Lapa.

A depender do fluxo de veículos no local, o tráfego no trecho desta via entre a alça de acesso à Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô) e o primeiro semáforo antes do Dique será completamente bloqueado. O mesmo pode acontecer na Ladeira da Fonte das Pedras.

Estacionamento – Também a partir das 18h da quarta-feira (17), será permitido o estacionamento em vagas Zona Azul provisórias no lado direito da Avenida Presidente Costa e Silva. Neste caso, os condutores deverão acessar o local pelo retorno em frente ao Restaurante A Porteira.

Os torcedores também poderão deixar seus veículos em vagas da Zona Azul que ficam nos bolsões da alça do viaduto da Bonocô ou ao lado da Estação de Metrô Brotas, bem como nas áreas próximas à Defesa Civil de Salvador (Codesal), na Ladeira dos Galés e na Santa Clara do Desterro. 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador está sendo palco de testes de um ônibus 100% elétrico da empresa chinesa BYD, que possui fábrica em Campinas (SP). Com tarifa normal e em fase de teste, que deve ser concluído no prazo de 30 dias, o equipamento tem circulado por algumas linhas do transporte público da cidade, sendo elas Pirajá – Barra, Pirajá – Pituba, Estação Pirajá – Ribeira e Paripe – Aeroporto via Cajazeiras.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), o objetivo é checar a adequação do veículo às condições do dia a dia do transporte coletivo e as características geográficas da cidade. Além disso, o teste permite ainda que a Semob possa tomar uma decisão futura, tanto para a operação do transporte em outros modais, a exemplo do BRT, quanto a possibilidade de utilizar futuramente o ônibus em linhas convencionais do transporte público.

“Estamos testando e analisando questões como a potência do veículo, capacidade de passageiros, carregamento, funcionalidade e logística. O ônibus elétrico tem uma tecnologia limpa, além de ser aliado do meio ambiente. Se aprovado, é evidente que vai trazer muitos benefícios para Salvador”, afirma o secretário da Semob, Fábio Mota.

Estrutura – Com capacidade para 51 passageiros em pé e 26 sentados, o veículo 100% elétrico não emite qualquer tipo de poluição. O ônibus possui dois motores, sendo um em cada roda, freio ABS e potência de 400cv. Consegue rodar 250km com a bateria completa, que leva até 4 horas para ser recarregada.

O sistema de carregamento da bateria é feito em uma central de abastecimento, que pode ser instalada na garagem dos veículos. O ônibus é conectado em uma tomada até concluir o processo.

Altamente sustentável, possui, dentre as características, a presença de 100% de suspensão pneumática, que oferece mais conforto ao passageiro com o sistema de ajoelhamento, que compreende o piso baixo e a ausência de degraus. Com acionamento de um botão, o carro é inclinado para o lado direito, onde uma prancha é deslizada para facilitar o acesso dos cadeirantes e pessoas com deficiência com tranquilidade e segurança.

0
0
0
s2sdefault

Sub-categorias

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...