Esportes

0
0
0
s2sdefault

O maior festival de esportes náuticos do Norte e Nordeste começa neste fim de semana e vai até o dia 21 de dezembro. A 5ª edição do Festival Náutico de Salvador chega com sete competições, incluindo o primeiro Pan-Americano de Surfski, o tradicional Rally Náutico, a Travessia Baía de Todos os Santos, entre outros grandes eventos. A programação, que já é tradição no calendário da cidade, é apoiado pela Prefeitura e visa contribuir com o desenvolvimento do setor náutico, além de fomentar o turismo e os esportes aquáticos na capital baiana.

Quem abre a maratona de competições do Festival Náutico de Salvador é o Yacht Va’a Race, competição de Canoa Havaiana que também é a 2ª etapa do Campeonato Baiano de Va’a 2019, neste sábado (30) e domingo (1°). A largada dos atletas será feita a partir das 7h15, da praia do Porto da Barra. Participam competidores das modalidades Va’a, nas modalidades V1, V1R, V2R, V3, V4, V6 e V12, além de atletas de Surfski. Ambas as competições possuem categorias Kids, Júnior, Open, Estreante Open, Master 40, Master 50, máster 60 e Master 70. As inscrições para a competição encerraram na quarta-feira (27).

Surfski – O segundo final de semana do Festival Náutico começa com uma prova inédita: O 1° Pan-Americano de Canoagem Oceânica, que acontece pela primeira vez na história do esporte que é amplamente conhecido como Surfski. As competições acontecem nos dias 7 e 8 de dezembro. Com um percurso de 23km, com largada da Rua K, em Itapuã, e chegada no Porto da Barra, reúne 150 atletas com idades entre 15 e 65 anos, de países das Américas do Norte, Central e do Sul, e divididos em 17 categorias.

Em paralelo, os resultados do Pan-Americano também serão contabilizados para a 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Surfski e para a 2ª Etapa do Campeonato Baiano de Surfski. Para o Pan-Americano serão pontuadas apenas as categorias individuais (SS1). Já os resultados do Surfski Duplo (SS2) contarão para o Brasileiro. A raia também receberá a Canoa Havaiana como modalidade convidada, fortalecendo a filosofia de união dos esportes oceânicos.

Saveiros – No dia 8 de dezembro acontece, também no Porto da Barra, a 48ª Regata Ecológica de Saveiros João das Botas. O evento realizado pelo Comando do 2° Distrito Naval e organizado pela Capitania dos Portos da Bahia é voltado para os saveiros de velas de içar, vela de pena, saveiros de pesca e catraia. A largada está marcada para as 13h.

A Regata João das Botas é considerada umas das mais importantes do Norte e Nordeste, contribuindo para a preservação da tradição dos saveiros, típica embarcação do Recôncavo Baiano. A inscrição é gratuita e pode ser feita até o dia 6 de dezembro, através do telefone (71) 3507-3777. Antes da regata, a Capitania dos Portos coordena uma limpeza no fundo do mar, na região do Porto da Barra, que será realizada pelo Grupo de Pesca Sub Lixo Zero.

Natação – Muito especial para os amantes da natação, a 5ª Travessia Baía de Todos os Santos é uma verdadeira Maratona Aquática e acontece no dia 14 de dezembro. A competição está programada para sair às 7h30 da praia de Gameleira, na Ilha de Itaparica, e tem previsão de chegada dos primeiros atletas ao Porto da Barra a partir das 9h. A expectativa é que centenas de nadadores participem mais uma vez da travessia este ano.

Barcos – No mesmo dia, 14, acontece a tradicional Regata Cidade de Salvador com largada também do Porto da Barra. Participam os barcos das classes Optimist, Windsurf, 470, 420, Supercat 17, Day Sailer, Hobie Cat 16, Laser, Dingue, 29er, 49er, Skipper 21 e HPE25 e a competição segue as regras de Regata a Vela da WS 2017/2020 (RRV Word Sailing). O horário programado para o sinal de atenção da regata será às 14h. Os interessados devem confirmar a inscrição na Secretaria do Yacht Clube da Bahia até as 12h do dia 13.

Stand Up Paddle – Queridinho dos adeptos dos esportes aquáticos no Porto da Barra, a o Stand Up Paddle não vai ficar de fora no Festival Náutico. O Yacht SUP Race acontece no dia 15 de dezembro, com largada do Farol da Barra, a partir das 8h.

Estarão na água atletas das categorias Kids, Júnior, Sup Amador e Sup Profissional, nas modalidades Race 14’ Prof, Fun Race e Race 12.6 e 14 Amador. As inscrições podem ser feitas pelo site www. abasup. com. br. O campeonato será organizado pela Associação Baiana de Stand Up e pelo Yacht Clube da Bahia.

Rally – O último evento do Festival Náutico será a 11ª edição do Rally Náutico da Bahia. As lanchas e motos aquáticas largam, a partir das 10h, da Bahia Marina, no dia 21 de dezembro. A chegada será no Yacht Clube da Bahia (YCB), por volta das 16h.

 Programação

30/11 e 1°/12 - Yacht Va’a Race - 2ª Etapa do Campeonato Baiano de Va’a 2019

Local: Porto da Barra

Largada a partir das 7h15 / Premiação às 12h30

 

7 e 8/12 - Pan-Americano de Canoagem Oceânica

Largada dia 7: 13h

Largada dia 8: 9h30

Percurso: Rua K/Itapuã ao Porto da Barra

 

8/12 – 48ª Regata Ecológica de Saveiros João das Botas

Local: Porto da Barra

Largada: a partir das 13h

 

14/12 – 5ª Travessia Baía de Todos os Santos

Largada: às 7h30, da Praia da Gameleira (Vera Cruz)

Chegada: Porto da Barra

 

14/12 - Regata Cidade do Salvador

Largada: às 13h, do Porto da Barra

 

15/12 - Yacht SUP Race

Local: Farol da Barra

Largada: às 8h

 

21/12 - Rally Náutico

Largada: às 10h, da Bahia Marina (Comércio)

Chegada: por volta das 16h, no Yacht Clube da Bahia (Barra)

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quatro estudantes do 4º ano da Escola Municipal Nova do Bairro da Paz foram medalhistas de prata e bronze na XXII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) de 2019. Realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), a OBA envolve alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio, em todo território nacional.   

O objetivo é fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando alunos, professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais, bem como instituições voltadas às atividades aeroespaciais. 

Para os alunos do ensino fundamental, a olimpíada não funciona como uma gincana, mas sim com a aplicação de uma prova, em data definida pela organização. A ideia de inscrever a unidade de ensino na olimpíada partiu da professora Josefa Rosimeire Lima, que explica como foi a preparação dos estudantes para a avaliação, que ocorreu em maio.  

“As aulas foram realizadas duas vezes por semana, totalizando quatro horas de aulas extras, nas quais conseguimos articular com os conhecimentos de outras disciplinas. Essa interlocução com a matemática foi através dos cálculos sobre os anos de estudos da astronomia; português, por meio da leitura; história, ao buscarmos contextos históricos da astronomia e seus pensadores, e tudo isso durou uma média de três meses”, diz. 

A docente conta ainda com a colaboração do professor de física formado pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) Jorge Lucio Rodrigues que fez questão de elogiar o desempenho dos estudantes. “Estamos falando de crianças com idades entre 8 e 9 anos, que são bastante ativos e demoram a se concentrar. No entanto, fomos surpreendidos com o envolvimento deles na olimpíada. Uma prova como esta, realizada em todo o país, envolvendo escolas públicas e privadas, termos quatro medalhistas é algo fantástico. É muito difícil uma escola num primeiro ano de participação, ter um alto nível como o que foi atingido aqui. É, de fato, surpreendente”. 

Os quatro alunos, que foram condecorados em solenidade realizada na escola com a participação dos familiares, obtiveram nota acima de 9,0. Foram eles: Maria Luiza Ferreira Santana (prata), Salmo de Jesus Santos (prata), Fabrício Gabriel Souza Lima (bronze) e Raquel Jesus pinheiro (bronze).  Os demais participantes receberam certificados de participação, assim como os professores envolvidos no processo, a direção e a própria unidade escolar. 

Lutadora de Jiu Jitsu com uma coleção de 9 medalhas, a aluna Maria Luiza Ferreira Santana, de 8 anos, levou mais uma de prata para coleção. No entanto, assim como no tatame, ela diz ter ficado ansiosa para fazer o exame. “A professora orientou pra gente ficar bem tranquila, mas mesmo assim fiquei tensa. No começo eu achei difícil, mas depois que eu criei confiança, ficou mais fácil de resolver as questões de astronáutica e astronomia. Gostei muito da premiação e estou muito feliz, porque todo mundo aqui da escola se esforçou bastante pra fazer a prova”, destaca. 

Já a gestora da unidade de emsomp, Jurema Macedo, aponta que foi uma honra ver os alunos exibindo suas medalhas. “Quando a professora nos trouxe essa proposta, a princípio eu tomei um susto, mas tudo foi muito bem organizado e hoje estou muito grata, orgulhosa e feliz em ver a participação da família privilegiando seus filhos e isso não tem preço”, enfatiza. 

Emocionada, a estudante Raquel Jesus Pinheiro diz que não esperava a premiação. “Eu fiquei muito feliz e surpresa ao saber que receberia a medalha. Nunca esperei por isso e agora só quero agradecer a Deus por tudo que está acontecendo hoje. Ano que vem quero participar de novo”, sintetiza.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A 2º edição do Global Challenge Family em Salvador contou com mais de 800 atletas de 21 estados brasileiros e de países como Argentina e Espanha disputando as seis modalidades da competição, que englobaram provas para todas as idades. O evento aconteceu no último fim de semana, sábado (26) e domingo (27), entre as orlas de Itapuã e Piatã, e é fruto da parceria entre a Federação Baiana de Triathlon (FebaTri) e a Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) e da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Além de produzir uma competição com um perfil técnico excelente, o Challenge ainda teve um viés agregador, trazendo a cultura e beleza da cidade às provas. Um exemplo disso pôde ser notado logo no pórtico de chegada para as competições. Isso porque o pórtico foi integrado à escultura Guaramuru-Guaçú, do artista plástico Ray Vianna. Além disso, a Largada da Maratona Aquática teve como pano de fundo um dos cartões postais da cidade, o Farol de Itapuã.

Alguns detalhes sobre os dois dias de prova fizeram a diferença, a exemplo do domingo que foi, até o momento, o dia mais quente do ano. A praia estava muito limpa e o mar, calmo, com água cristalina e temperatura agradável. Segurança por todo o trajeto da prova, para atletas e público, como total apoio da Transalvador e Polícia Militar. O evento contou também com um centro de recuperação (recovery) no local da prova; mecânicos de bikes para dar suporte aos atletas e grandes coberturas para proteção do sol que foram espalhadas pelo percurso da prova.

De acordo com o presidente da Saltur, Isaac Edington, a grandiosidade dessa competição reflete a importância de Salvador no cenário esportivo. “O Challenge é uma das grifes de triatlo internacional e é ainda mais especial porque tem ações para toda a família. Essa é a segunda edição que fazemos. Foi um sucesso", comentou o presidente.

"A operação de trânsito montada pela Superintendência para o Challenge foi, por mais um ano, um sucesso, ocorrendo com antecedência e muito planejamento. Mais de cem agentes e outros servidores da autarquia atuaram com o objetivo de garantir a realização das competições e manter a fluidez do tráfego, na medida do possível. Eventos esportivos como este são de grande importância para a cidade, uma vez que trazem um turismo qualificado, de pessoas que, com certeza, retornarão a Salvador em outras ocasiões", afirma Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador.

A prova principal entre as seis categorias é a Triathlon Half Distance, que inclui percursos de 1.9k de natação, 90k de pedal e 21k de corrida. A maratona foi classificatória para o mundial do Challenge, que acontecerá em 2020, na cidade de Samorín, na Eslováquia. Os seis primeiros colocados de cada categoria (masculina e feminina) se classificaram e os cinco primeiros classificados de elite também garantiram vaga.

Para envolver toda a família e contemplar público de diversas idades, o Global Challenge Family trouxe outras provas para a cidade, como, por exemplo, o Triathlon Sprint Distance, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. Além disso, foi oferecido o Challenge FunRun, com corridas de rua, nas modalidades 5k e 10k. Mais três novas provas completaram o Challenge. Uma delas foi a Aquathlon, que consiste em 1km nadando, 2,5km ou 5km de corrida, 1km nadando e 2,5km de corrida, e é mundialmente conhecida como uma prova determinante para cultivar novos adeptos para o triathlon. A outra foi a Swim Challenge, uma maratona aquática idealizada para homenagear os inúmeros profissionais nadadores baianos e também a orla da cidade. Por fim, aconteceu a Challenge Junior, uma sequência de provas variadas feitas especialmente para crianças e adolescentes de 4 a 15 anos.

“O evento foi bastante elogiado pelos atletas e pelo público, que acompanhou todo o percurso através da transmissão na Arena do evento. “Realizamos essa segunda edição, e subimos mais um degrau na evolução do esporte na Bahia. Foi um grande sucesso”, destacou ainda o presidente da Febatri, Cleber Castro.

Os resultados convalidados das provas foram divulgados pela Febatri nesta segunda (28). Os destaques do triathlon foram: na “Elite Feminina”, Bruna Mahn (São Paulo), Carol Furriela (São Paulo), e Júlia Kruger (Santa Catarina). Na “Elite Masculina”, Igor Amorelli (Santa Catarina), Paulo Maciel (Distrito Federal), Chicão Ferreira (Santa Catarina), Edi Monteiro (São Paulo) e Bruno Matheus (Paraná). Vale lembrar que a competição serviu como classificatória para o Mundial de Triathlon em Samorín, na Eslováquia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com as inscrições encerradas, a 2º edição do Global Challenge Family terá mil atletas de Salvador, do Brasil e do exterior disputando as seis modalidades que englobam provas para todas as idades. O evento acontece neste sábado (26) e domingo (27), entre as orlas de Itapuã e Piatã, e é fruto da parceria entre a Federação Baiana de Triathlon (FebaTri) e a Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) e da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Todas as modalidades receberão kits do atleta com itens como camiseta de prova, mochila, medalha, touca de natação, tatuagem com numeração do atleta e do equipamento. Os artigos são entregues até este sábado, das 9h às 17h, na Arena Piatã, um espaço montado na praia de Piatã para dar suporte aos participantes.

De acordo com o presidente da Saltur, Isaac Edington, a grandiosidade dessa competição reflete a importância de Salvador no cenário esportivo. “O Challenge é uma das grifes de triatlo internacional mais completas que existe e é ainda mais especial porque tem ações para toda a família. Essa é a segunda edição aqui e temos a certeza que será incrível", aposta.

A prova principal entre as seis categorias é a Triathlon Half Distance que inclui percursos de 1.9k de natação, 90k de pedal e 21k de corrida. A maratona acontece no domingo (27) e é classificatória para o mundial do Challenge, que acontecerá em 2020, na cidade de Samorín, na Eslováquia. Os seis primeiros colocados de cada categoria (masculina e feminina) se classificam e os cinco primeiros classificados de elite também garantem vaga.

Segundo o presidente da FebaTri e organizador do evento, Cleber Castro, a capital baiana tem se fortalecido como palco de grandes competições esportivas. “A Global Challenge Family coloca Salvador em um patamar altíssimo no cenário de provas mundiais. Além disso, triatlo é modalidade olímpica que mais cresce e sempre leva famílias. Ninguém viaja sozinho, sempre vão parentes, movimentando assim não apenas o esporte, mas a economia e o turismo local”, considera.

Demais modalidades – Para envolver toda a família e contemplar público de diversas idades, o Global Challenge Family traz outras provas para a cidade. O Triathlon Sprint Distance, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida, pode ser disputada por homens e mulheres acima de 18 anos. Menores entre 16 e 17 anos também podem participar com a autorização dos pais ou responsáveis legais. Além disso, será oferecido o Challenge FunRun, com corridas de rua, nas modalidades 5k e 10k.

Mais três novas provas completam o Challenge. Uma delas é a Aquathlon, que consiste em 1km nadando, 2,5km ou 5km de corrida, 1km nadando e 2,5km de corrida, e é mundialmente conhecida como uma prova determinante para cultivar novos adeptos para o triathlon.

A outra é a Swim Challenge, uma maratona aquática idealizada para homenagear os inúmeros profissionais nadadores baianos e também a orla da cidade. Serão 2,5km de natação com largada do Farol da Barra em direção à praia de Piatã. Por fim, acontece a Challenge Junior, uma sequência de provas variadas feita especialmente para crianças e adolescentes de 4 a 15 anos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os candidatos que foram sorteados para as vagas das aulas gratuitas de natação e hidroginástica na Arena Aquática de Salvador devem apresentar documentação entre os dias 28 a 31 deste mês, das 8h às 11h e das 13h às 16h, na própria Arena, na Praça Wilson Lins, na Pituba. A lista dos sorteados pode ser consultada no site arenaaquatica . salvador. ba. gov. br.

A documentação exigida é a xerox do RG, CPF e comprovante de residência, além de um atestado de aptidão física, que pode ser emitido por um cardiologista ou por um clínico geral. Também é necessário um atestado para doenças de pele, emitido por um dermatologista ou infectologista.

No caso das crianças, tanto o atestado de aptidão física quanto o de pele podem ser emitidos por um pediatra. Menores de 18 anos devem apresentar, também, o comprovante de matrícula escolar, juntamente com documentação do responsável. A falta de qualquer documento impede a validação da inscrição do candidato.

A próxima etapa corresponde a avaliação física e técnica ao qual o candidato é submetido na água e tem que corresponder ao que o candidato informou no ato da matrícula. Caso o candidato se inscreva em uma modalidade diferente daquela avaliada pelo corpo técnico da Arena Aquática Salvador, o candidato estará eliminado, não havendo a possibilidade de remanejamento de turma e nem de horário.

As aulas têm duração de quatro meses, tempo necessário para o aprendizado básico e o condicionamento dos alunos. Após esse período, entrará uma nova turma com novos alunos por mais quatro meses e assim sucessivamente. Este procedimento tem como objetivo atender um maior número de pessoas na cidade de Salvador.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O III Circuito Baiano de Baleado, que acontece no domingo (20), vai trazer uma mensagem muito importante à população: o incentivo à doação de sangue e medula. O evento, que será realizado às 8h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Piatã, é realizado pelo Circuito Baiano de Baleado (CBB) e conta com o apoio da Secretaria Municipal do Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) e da Federação de Baleado da Bahia, além da parceria com a Fundação Hemoba. 

A competição vai reunir 26 equipes do interior e da capital, equipes feminino e masculino, que disputarão as premiações de 1º, 2º e 3º lugares. A entrada é 2 kg de alimento não perecível e o montante arrecadado será destinado a instituições como o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc-Ba) e o Núcleo de Apoio à Criança com Câncer (Nacc). 

“Nossa ideia é incentivar a doação de sangue e medula óssea entre os atletas. Também estaremos realizando uma feira de adoção de animais, que acontece em paralelo ao evento”, afirma Josy Sant´Ana, uma das organizadoras. Atualmente, 93 equipes praticam baleado em todo estado regularmente, aliando o exercício físico à terapia.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Disciplina e determinação para realizar sonhos é o tema central da palestra motivacional que será realizada para os alunos da Arena Aquática Salvador neste sábado (19), a partir das 9h. O encontro acontecerá no próprio equipamento, no bairro da Pituba, e terá o ex-nadador e atual gerente de Esportes da Arena, Edvaldo Valério, como palestrante. 

O objetivo da palestra é motivar os alunos e conscientizá-los de, que apesar das dificuldades, é possível alcançar os sonhos. Na ocasião, o ex-atleta, que durante 29 anos praticou a natação, contará a própria trajetória esportiva, contando como as dificuldades, desafios e esforço contribuíram para a formação e conquista da medalha olímpica. 

Para Valério, que em muitas situações vê a sua história refletir na vida desses jovens, ter esse momento de bate-papo é de grande relevância para a formação desses novos atletas. “O nosso objetivo é lapidar e formar futuros campeões. Todo mundo em sua trajetória tem uma referência, e o meu intuito é mostrar para eles de como é possível alcançar seus objetivos, ainda que pareça impossível. Mas, para isso, é preciso idealizar, se esforçar e correr atrás. Será um momento motivacional para impulsionar ainda mais esses jovens”, afirma. 

Estrutura – A Arena Aquática possui 15 mil m² de área e abriga piscina olímpica de 50m x 25m, academia, sala de fisioterapia, sala de atendimento médico, sala para exames antidoping, vestiários para atletas e paratletas e sala de técnicos, dentre outros ambientes. Os alunos contam com uma equipe formada por cinco professores de educação física com especialização em natação e mais seis estagiários que atuam na Arena.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As atletas Mirela Moreira e Riane Santos, ambas de 16 anos, estão prestes a realizar o sonho de participar do Torneio Nacional de Ginástica Rítmica, em São Paulo. A competição vai reunir 79 clubes de vários estados do país a partir desta quarta-feira (16) até domingo (20), na cidade de São Bernardo dos Campos. As adolescentes vão representar a Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) na noite do próximo sábado (19), nos aparelhos arco e bola. 

“A maioria dos participantes desse evento faz parte de clubes de alto rendimento. O nível da competição é muito alto, mas as minhas alunas estão treinando muito para fazer uma boa apresentação. Essa será uma oportunidade única e eu espero que elas façam uma boa competição e possam trazer uma medalha”, conta a professora de ginástica rítmica Tatyana Brandão. Para chegar à etapa nacional, as atletas enfrentaram a etapa regional em setembro. Mirela conquistou o primeiro lugar e Riane, o quarto. 

Ambas começaram a treinar por meio do Projeto de Alto Rendimento Ginástica Rítmica da Semtel, que convida e seleciona alunas das escolas municipais para praticar o esporte. Mirela tinha 8 anos quando entrou para a equipe e Riane, 12. Atualmente, as duas treinam três vezes na semana, às segundas, terças e quintas, no Ginásio Nelson Cazumbá, em Nova Brasília de Valéria. 

“Estou muito feliz com a classificação e um pouco ansiosa. Eu gosto muito do esporte e pretendo me formar em Educação Física, futuramente, para dar aula de ginástica rítmica e para que essa oportunidade se estenda a outras crianças”, conta Riane. 

Projeto – Cerca de 2.800 alunas já passaram pelo projeto de alto rendimento da Semtel. Atualmente, 200 matriculadas na rede municipal treinam com Tatyana Brandão, sendo 150 da Escola Municipal Senhor do Bonfim, situada em Plataforma, e as outras 50 do Centro Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora das Graças, localizado na Cidade Baixa. Entre as esportistas, 12 são atletas de alto rendimento com idade entre oito e 16 anos. O grupo representa Salvador em competições de nível municipal, estadual e nacional. 

A proposta do projeto é trazer o esporte, ainda considerado elitista, para a realidade de crianças carentes da cidade. A seleção conta com o subsídio da secretaria para transporte e materiais utilizados nos treinos. Além disso, as despesas das atletas com passagem aérea, hospedagem e taxa de participação na competição nacional são custeadas pelo órgão.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

Terminam nesta segunda-feira (14) as inscrições para a 2º edição do Global Challenge Family, uma das competições de triatlo mais importantes do mundo. O evento está marcado para os próximos dias 26 e 27, entre as orlas de Itapuã e Piatã, e é fruto da parceria entre a Federação Baiana de Triathlon (FebaTri) e a Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), a Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) e a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

O Challenge Salvador contará com uma série de competições que englobam provas para todas as idades. Para participar, basta acessar o site www. challenge-salvador .com – e se inscrever para a modalidade desejada. Os valores das inscrições variam entre R$ 129,60 a R$ 972,00. Todas as modalidades receberão kits do atleta com itens como camiseta de prova, mochila, medalha, touca de natação, tatuagem com numeração do atleta e do equipamento.

Dinâmica – São, ao todo, seis competições que englobam provas para todas as idades. A principal delas, a Triathlon Half Distance, terá percursos de 1.9k de natação, 90k de pedal e 21k de corrida. A prova acontece no domingo (27) e é classificatória para o mundial do Challenge, que acontecerá em 2020, na cidade de Samorín, na Eslováquia. Os seis primeiros colocados de cada categoria (masculina e feminina) se classificam e os cinco primeiros classificados de elite também garantem vaga.

Para envolver toda a família, a marca traz outras provas para a cidade. O Triathlon Sprint Distance, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida, pode ser disputada por homens e mulheres acima de 18 anos. Menores entre 16 e 17 anos também podem participar com a autorização dos pais ou responsáveis legais. Além disso, será oferecido o Challenge FunRun, com corridas de rua, nas modalidades 5k e 10k.

Mais três novas provas completam o Challenge. Uma delas é a Aquathlon, que consiste em 1km nadando, 2,5km ou 5km de corrida, 1km nadando e 2,5km de corrida, e é mundialmente conhecida como uma prova determinante para cultivar novos adeptos para o triathlon. A outra é a Swim Challenge, uma maratona aquática idealizada para homenagear os inúmeros profissionais nadadores baianos e também a orla da cidade. Serão 2,5km de natação com largada do Farol da Barra em direção à praia de Piatã. Por fim, acontece a Challenge Junior, uma sequência de provas variadas feita especialmente para crianças e adolescentes de 4 a 15 anos.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...