Esportes

0
0
0
s2sdefault

Estão abertas as inscrições para a 2° edição do "Desafio Bike and Run", que terá como cenário o Centro Histórico de Salvador. Após o sucesso do último ano, a competição é destinada a atletas profissionais e amadores de todo país em duas modalidades distintas: Mountain Bike (MTB) e Corrida de Rua. As provas, que colocam Salvador no cenário de esportes radicais do Brasil, acontecem no dia 15 de novembro e será possível fazer a prova de corrida, a prova de Mountain Bike, ou fazer o super desafio, realizando as duas provas.

Para os corredores, o percurso será de 5,7km, passando pelos principais pontos turísticos do Pelourinho e Centro Histórico da cidade, com todas as suas ladeiras e desafios. Já para os que optarão pela bike, a prova será de 6km. Aqueles que toparem o desafio terão de completar as duas provas (corrida de rua e MTB) neste circuito repleto de curvas, ladeiras e uma belíssima paisagem.

Mais informações estão disponíveis no site www.desafiobikeandrun.com.br. A competição é promovida pela Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e do Movimento Salvador Vai de Bike. O Bike and Run é organizado pela ATP Run Gestão Esportiva, conta com o apoio da Federação Baiana de Ciclismo (FBC) e da Federação Baiana de Atletismo (FBA) e parceria com a Associação dos Treinadores de Corrida da Bahia (ATEC-BA).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura já lançou edital de licitação para a construção da Pista de Atletismo de Salvador, que será instalada no bairro de Stella Maris. Empresas interessadas em participar do certame deverão apresentar as propostas no dia 23 de novembro, às 10h, na sede da Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel), localizada na Ladeira do Boqueirão, nº 1, no bairro de Santo Antônio Além do Carmo.

O edital está à disposição dos interessados, que poderão retirá-lo gratuitamente na Sala de Comissão Permanente de Licitação (Compel), localizada no prédio do órgão municipal. Para isso, os participantes deverão levar uma mídia de CD virgem ou um pen-drive. Dúvidas e informações podem ser esclarecidas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou telefone (71) 3202-7900.

Pista – A pista de atletismo em Stella Maris será construída entre as alamedas Praia do Flamengo e Dilson Jatahy Fonseca. O equipamento será erguido sobre um terreno de 27.615 m² e terá oito raias com requisitos oficiais e padrões internacionais, com piso em asfalto. O equipamento ainda terá espaços tecnicamente adequados para arremesso de peso, disco e martelo, lançamento de dardos e saltos em distância, triplo, em altura e com vara, além de campo em gramado e arquibancada para 178 pessoas. O investimento é de R$ 9,3 milhões, com recursos do Ministério do Esporte.

A construção também engloba prédio, contendo administração, recepção, salas de controle, de técnicos e professores; salas de primeiros socorros e de avaliação física; além de vestiários masculino e feminino, sanitários, academia e depósito. O prazo da obra é seis meses, a partir da assinatura da ordem de serviço.

Outros equipamentos – Além da Pista de Atletismo, já estão sendo construídos em Salvador equipamentos públicos esportivos que incentivarão a prática de esportes e a formação de atletas. Um deles é a Piscina Olímpica, proveniente do Estádio Aquático dos Jogos Olímpicos 2016, que mede 25x50 e dois metros de profundidade. A estrutura ficará localizada na Praça Wilson Lins, antigo Clube Português, na orla da Pituba.

A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre o município, por meio da Semtel; a Aeronáutica, responsável pela aquisição do equipamento junto ao fabricante; o Ministério dos Esportes, que definiu as cidades que receberiam os equipamentos; e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e será responsável pela montagem na capital baiana.

Dois Centros de Iniciação ao Esporte (CIE) já estão sendo erguidos na cidade: um em Itapuã, na Rua da Ilha, e outro em São Marcos, na Avenida São Rafael. Serão equipamentos multiuso voltados para a iniciação esportiva e para o estímulo e formação de atletas em áreas de vulnerabilidade social.

As unidades de Itapuã e São Marcos terão a mesma estrutura: ginásio poliesportivo com arquibancada para 195 pessoas e área de apoio com administração, sala de professores e técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário. Serão 1,6 mil crianças e adolescentes beneficiados, sendo 800 em cada CIE.

Poderão ser praticadas modalidades olímpicas, como basquetebol, ginástica rítmica, handebol, judô, taekwondo e vôlei. Também haverá adaptações para práticas de modalidades paraolímpicas, a exemplo do judô e voleibol sentado. Modalidades não-olímpicas, a exemplos de futsal e capoeira, também acontecerão nas duas unidades. A previsão para entrega das obras é março do próximo ano. O investimento para a construção dos dois centros é de R$ 6 milhões, com recursos do Ministério dos Esportes e contrapartida do município.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Um dos cartões postais mais emblemáticos de Salvador foi tomado por uma multidão na manhã deste domingo (22). Vindos de 16 estados diferentes e de 80 municípios do interior da Bahia, 3,5 mil atletas de elite e amadores participaram da Maratona Cidade de Salvador, em provas de 5k, 10k, 21k, 40k (revezamento por equipes) e 42k, comprovando a vocação da capital baiana para realização de grandes eventos esportivos. Essa foi a primeira edição da Maratona Cidade de Salvador, que entra para o calendário de eventos da capital baiana como terceiro principal produto, ficando atrás apenas do Carnaval e do Réveillon.

O gari Luciano Márcio dos Santos Carvalho, 32 anos, garantiu o primeiro lugar na prova da meia maratona (21k) e destacou, emocionado, suas batalhas cravadas no cotidiano até garantir esta conquista. "Eu treino na Cidade Baixa e varro ruas daqui da Barra, por isso já estou acostumado com esse calor. A sensação é de alegria por ter chegado até aqui. A cada dia, é um leão que a gente mata treinando. Trabalho de forma pesada, mas busco forças na minha família. Essa vitória é de Deus e toda a equipe que me acompanha", relatou.

Representando a Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) na competição, 10 atletas salva-vidas marcaram presença na prova de 5km. Entre os participantes da equipe - que treinam juntos há dez anos – estava César Gomes, de 58 anos, que participou da prova no menor trecho com o intuito de se poupar para uma competição nacional. "No mar e na pista de corrida, a Salvamar sempre marca presença no esporte, chegando forte e firme. Somos todos campeões só por participarmos de uma prova desta", destacou o competidor. Entre os dias 8 a 12 de novembro, ele e mais 40 amigos representarão a Bahia no Campeonato Brasileiro de Salvamento Aquático, na Paraíba.

O atleta paralímpico Renê Pereira, destaque no remo, também participou da Maratona Cidade de Salvador. Ele foi aplaudido por centenas de pessoas que aguardavam ansiosas a chegada dos competidores ao Farol da Barra. "Participar de uma maratona de forma alternativa, é, de fato, uma forma de inserção. As pessoas devem sempre se autoconhecer e nunca desistir dos seus sonhos", afirmou. Renê também destacou que o clima acolhedor das pessoas ao longo do percurso foi um fator motivador para completar com entusiasmo a prova. "A energia foi muito boa, principalmente por voltar e ir encontrando o pessoal que ainda estava indo", finalizou.

“Demos um passo importante para formatar um produto novo na cidade. Temos a expectativa de transformar a Maratona no terceiro principal produto do calendário de eventos de Salvador, o que é um passo importante na direção do fortalecimento do turismo esportivo, que é um fenômeno mundial. Cada vez mais pessoas se deslocam das suas cidades para outros estados e países para essas maratonas. Com isso, colocamos Salvador no calendário nacional de maratonas para 2018", explicou Isaac Edington, titular da Empresa Salvador Turismo (Saltur), responsável pela organização do evento esportivo.

Estrutura - Como suporte para os atletas, foram montadas tendas para hidratação e distribuição de frutas. Postos de saúde também foram dispostos em pontos estratégicos para atendimento aos atletas que tivessem algum mal estar ou desgaste excessivo durante a prova. Uma surpresa foi preparada para os competidores: em quatro pontos, atrações como Fred Dantas, Malê de Balê e Dj Santz transmitiram energias positivas aos corredores. Antes da premiação dos atletas, a turma do Fitdance reuniu o público presente no Largo do Farol para manter o astral lá em cima. O movimento musical Alavontê encerrou a programação com um show especial dedicado aos competidores.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Dez quilômetros em 55 minutos, e ao som de Wesley Safadão na playlist. Foi esse o resultado da prova cumprida neste domingo (22) pelo prefeito ACM Neto, durante a Maratona Cidade de Salvador. Ao lado do prefeito, outros 3,5 mil corredores de todos os níveis participaram de provas de 5k, 10k, 21k, 42k, além de corrida de revezamento com equipes compostas por quatro atletas (40 k/10k cada atleta). As largadas ocorreram ainda no raiar do sol para os competidores das provas de 21k, 42k e 40k (por equipes), às 5h30, e, logo depois para os demais competidores, às 6h30.

“Começamos esse primeiro ano com muito sucesso, e isso posiciona nossa cidade no circuito de grandes eventos esportivos. Sabemos o quanto esses eventos movimentam as pessoas pelo Brasil, e tenho certeza de que esse é apenas o primeiro de muitos anos da Maratona. Em breve, esse será um dos maiores eventos dessa categoria no Brasil. Pessoas do país inteiro vieram passar a semana em Salvador para correr a Maratona, o que, portanto, é muito importante diante do impacto econômico para a cidade, movimentando o setor turístico de Salvador”, avaliou o prefeito, avisando que no próximo ano correrá por 21k.

Premiação – O prefeito também entregou prêmios aos vencedores na categoria masculina, na prova dos 42k. Receberam troféus das mãos de ACM Neto os corredores Elio Cássio Reis, Marcos Antônio Pereira, Márcio Barreto, Cleones Oliveira Balbino, José Everaldo da Silva Mota, vencedores das cinco primeiras colocações. Na categoria feminina, venceram as corredoras Conceição de Maria Carvalho Oliveira, Carla Barbosa Guimarães, Guza Reze de Aquino Souza, Eliane Costa de Jesus, Cláudia Caldeira Paim da Silva, também nas cinco primeiras colocações, que receberam os prêmios das mãos do vice-prefeito, Bruno Reis.

Todos foram submetidos a exames antidoping antes da premiação. Os maratonistas receberam prêmios em dinheiro, somando, ao todo, R$20 mil distribuídos para os cinco primeiros colocados nas categorias masculina e feminina. Os primeiros colocados receberam R$3 mil cada, os segundos R$2,5 mil, os terceiros R$2 mil, os quartos R$1,5 mil; e R$1 mil para quem ficou em quinto. O primeiro colocado de cada uma das categorias levou ainda um relógio TomTom Runner com GPS, e os cinco melhores tempos de todas as modalidades, tanto na categoria masculina como na feminina, levaram para casa um par de tênis da marca 361°.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para atender as necessidades de limpeza da Maratona Cidade de Salvador, programada para sábado (22), a Limpurb mobilizará um contingente de 229 pessoas para garantir vias limpas antes, durante e após a realização do evento. Serão realizados serviços como varrição, catação, coleta e lavagem de vias nas áreas destinadas à competição. No âmbito dos equipamentos, serão utilizados quatro compactadoras, quatro caminhões pipa, oito caminhões convencionais, oito ônibus, três tratores com reboque e um trator com limpadora. Para maior comodidade da população, a Limpurb vai instalar 18 sanitários químicos, sendo 14 no Farol da Barra.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador já sediou eventos importantes de corrida de rua realizados por grandes empresas. Eventos que, inclusive, já serviram de referência para outros estados do país. O que faltava para selar essa expertise, uma maratona oficial do município, está prestes a se tornar realidade nesse domingo (22). E o mais interessante: a Maratona Cidade de Salvador tem grandes chances de se tornar uma competição internacional em 2018.

“Teremos aqui, no domingo, o consultor da Confederação Brasileira de Atletismo e medidor oficial da Federação Internacional, Rodolfo Ashley, que vai fazer avaliações para que no próximo ano a competição se torne calendarizada e internacional”, explica o presidente da Federação Bahiana de Atletismo, Og Robson de Chagas. Além de representar a Federação Bahiana, ele vai participar como delegado técnico da Confederação Nacional de Atletismo.

Além da experiência com eventos patrocinados pela iniciativa privada, a Bahia conta com grandes atletas. Em 2016, das três maratonistas que representaram o Brasil nas olimpíadas, duas foram baianas: Marily dos Santos, alagoana erradicada na Bahia e Graciete Moreira, natural de Serra Preta, município vizinho à Feira de Santana.

Segundo Chagas, a maratona municipal era um anseio e uma questão de justiça. “A cidade ganha um grande presente da Prefeitura. Temos uma orla magnífica, que se tornou ainda mais bela após as reformas, e vai ser muito prazeroso correr nela”, pontua. 

Participantes – A Maratona Cidade de Salvador teve 3.500 inscritos. Dentre os participantes, cerca de 1.160 são mulheres, 2.310 são homens e 242 são idosos. Ao todo, participantes de 16 estados diferentes e de 80 municípios do interior da Bahia se inscreveram.

“A corrida é o evento mais democrático, pois propicia a participação de todos, independentemente, da faixa etária, condição social ou nível de preparo. Qual é a chance que teríamos de disputar uma partida oficial com Ronaldinho? Nenhuma. Na maratona, temos a oportunidade de correr ao lado de grandes atletas”, finaliza Chagas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Milhares de atletas de elite e amadores se reunirão neste domingo (22) em um dos cartões postais de Salvador, o Farol da Barra, para a primeira edição da Maratona Cidade de Salvador. A expectativa da Prefeitura é reunir cerca de quatro mil corredores para o evento e, com o amadurecimento da prova nos próximos anos, tornar a corrida de rua o terceiro maior produto de Salvador, ficando atrás apenas do Carnaval e do Réveillon. O evento conta com percursos de 5km a 42km e, para isto, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) informa que serão feitas modificações no trânsito para otimizar e ordenar a circulação de pedestres e veículos na extensão da Avenida Oceânica.

Entre o Largo do Farol da Barra até a curva da Paciência, o tráfego estará interditado, com os seguintes compartilhamentos, nos trechos entre o Largo do Lamarão e a Rua José Sátiro de Oliveira, Rua Morro do Escravo Miguel e a Avenida Adhemar de Barros, Travessa Bartholomeu de Gusmão, Rua da Paciência, sentido Itapuã, Rua Guedes Cabral, Rua Borges dos Reis, Praça Colombo e Rua Odilon Santos, Rua Marquês de Monte Santo, Praça dos Jangadeiros, Av. Amaralina, Largo de Amaralina, Av. Octávio Mangabeira, até o Restaurante Cubanakan. Os veículos terão como opção de acesso as vias da Rua Eurycles de Matos, Av. Anita Garibaldi, Rua Adhemar de Barros, Rua N, Rua Professor Sabino Silva, Av. Sete de Setembro, Rua Afonso Celso, Rua Marquês de Caravelas, Rua Miguel Bournier, Largo do Chame - Chame, Av. Centenário, Travessa Prudente de Moraes, Rua da Paciência, sentido Ondina.

Ainda no domingo, está proibido o estacionamento entre 4h e as 13h, na Avenida Oceânica, Rua da Paciência, Largo de Santana, Rua Guedes Cabral, Rua Borges dos Reis, Praça Colombo, Largo da Mariquita, Rua Odilon Santos, Rua do Meio, Praça Brigadeiro Faria Rocha, Rua Marquês de Monte Santo, Av. Amaralina, Av. Octávio Mangabeira. As áreas livres para o estacionamento no dia são a Rua Dias D’Ávila, a direita da Rua Afonso Celso, Rua Dom Marcos Teixeira, Rua Alfredo Magalhães, Rua Professor Lemos Brito, Travessa Marquês de Leão, Av. Almirante Marques de Leão, e à esquerda da Rua Marquês de Caravelas.

Transporte - Para que usuários do transporte público que vão participar da Maratona Salvador tenham o acesso ao evento facilitado, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) antecipou em uma hora a operação de cinco linhas de ônibus. A operação deverá iniciar às 4h da manhã. Além disso, durante a maratona, as linhas de ônibus que circulam pelo trecho terão seus itinerários modificados de acordo com as interdições da Transalvador. Confira a seguir as linhas de ônibus que terão o roteiro antecipado:

1051

Estação Mussurunga – Barra 1

0136-01

LB1 – Lapa –Chame-Chame

1052

Estação Mussurunga – Barra 2

1340

Estação Pirajá – Barra 1

1341

Estação Pirajá – Barra 2

Saúde - Corredores contarão com um esquema especial para atendimentos de saúde. Serão montados três postos de atendimento médico. Um deles ficará no início do percurso, na Barra, próximo ao farol, onde estará o pórtico de largada e chegada da Maratona. O segundo posto ficará no bairro do Rio Vermelho, próximo ao Teatro Sesi, onde estará marcando os retornos daqueles que correm os 10k e aqueles que correm por equipes. O último posto estará no Jardim de Alah, onde ocorrem os retornos dos corredores da Meia Maratona e da Maratona.

O evento contará ainda com seis ambulâncias com equipes paradas ao longo do percurso. Outra preocupação da organização da Maratona Cidade de Salvador foi com os pontos de hidratação para os corredores da competição. Ao longo do percurso, que vai da Barra ao Jardim de Alah, serão montados sete pontos estratégicos para a hidratação dos corredores: na região do largo do Farol da Barra; próximo ao Centro Espanhol; próximo ao Speed Lanches, em Ondina; em frente ao Teatro Sesi, no Rio Vermelho; na região da Fonte do Boi, também no Rio Vermelho; na região das Baianas de Amaralina; e o último próximo ao Habib’s da Pituba.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Corredores que disputarão as provas da Maratona Cidade de Salvador, que será realizada no próximo domingo (22), contarão com um esquema especial para atendimentos de saúde. Serão montados três postos de atendimento médico. Um deles ficará no início do percurso, na Barra, próximo ao farol, onde estará o pórtico de largada e chegada da Maratona. O segundo posto ficará no bairro do Rio Vermelho, próximo ao Teatro Sesi, onde estará marcando os retornos daqueles que correm os 10k e aqueles que correm por equipes. O último posto estará no Jardim de Alah, onde ocorrem os retornos dos corredores da Meia Maratona e da Maratona.

O evento contará ainda com seis ambulâncias com equipes paradas ao longo do percurso. Outra preocupação da organização da Maratona Cidade de Salvador foi com os pontos de hidratação para os corredores da competição. Ao longo do percurso, que vai da Barra ao Jardim de Alah, serão montados sete pontos estratégicos para a hidratação dos corredores: na região do largo do Farol da Barra; próximo ao Centro Espanhol; próximo ao Speed Lanches, em Ondina; em frente ao Teatro Sesi, no Rio Vermelho; na região da Fonte do Boi, também no Rio Vermelho; na região das Baianas de Amaralina; e o último próximo ao Habib’s da Pituba.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), está trabalhando na ampliação da infraestrutura de diversos equipamentos públicos esportivos na capital baiana, como forma de fomentar e apoiar a prática de esportes e a formação de atletas. Uma das estruturas a ser implantada no município é a pista de atletismo em Stella Maris, entre a Alameda Praia do Flamengo e a Alameda Dilson Jatahy Fonseca. O edital de licitação para construção do equipamento está previsto para ser lançado no próximo dia 13.

A pista de atletismo será construída sobre um terreno de 27.615 metros quadrados e terá oito raias com requisitos oficiais e padrões internacionais, com piso em asfalto. O equipamento ainda terá espaços tecnicamente adequados para arremesso de peso, disco e martelo, lançamento de dardos, saltos em distância, triplo, em altura e com vara, além de campo em gramado e arquibancada para 178 pessoas. O investimento é de R$ 9,3 milhões, com recursos do Ministério do Esporte.

A construção também engloba prédio, contendo administração, recepção, salas de controle, de técnicos e professores; salas de primeiros socorros e de avaliação física; além de vestiários masculino e feminino; sanitários públicos, academia e depósito. O prazo da obra é seis meses, a partir da assinatura da ordem de serviço.

Piscina – Salvador também terá um Centro Aquático apto para formar atletas de alto rendimento. Será implantada na cidade uma Piscina Olímpica proveniente do Estádio Aquático dos Jogos Olímpicos 2016, que mede 25x50 e dois metros de profundidade. A piscina ficará localizada na Praça Wilson Lins, antigo Clube Português, na orla da Pituba.

A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre o município, por meio da Semtel; a Aeronáutica, responsável pela aquisição do equipamento junto ao fabricante; o Ministério dos Esportes, que definiu as cidades que receberiam os equipamentos; e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e será responsável pela montagem dela na capital baiana.

CIE – Dois Centros de Iniciação ao Esporte (CIE) já estão sendo construídos em Itapuã e outro em São Marcos. Serão equipamentos multiusos voltados para a iniciação esportiva e para o estímulo e formação de atletas em áreas de vulnerabilidade social.

As unidades de Itapuã e São Rafael terão a mesma estrutura: ginásio poliesportivo com arquibancada para 195 pessoas e área de apoio com administração, sala de professores e técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário. Serão 1,6 mil crianças e adolescentes beneficiados, sendo 800 em cada CIE.

Poderão ser praticadas modalidades olímpicas, como basquetebol, ginástica rítmica, handebol, judô, taekwondo e vôlei. Também haverá adaptações para práticas de modalidades paraolímpicas, a exemplo do judô e voleibol sentado. Modalidades não-olímpicas, a exemplos de futsal e capoeira, também acontecerão nas duas unidades. A previsão para entrega das obras é março do próximo ano. O investimento para a construção dos dois centros é de R$ 6 milhões, com recursos do Ministério dos Esportes e contrapartida do município.

Projetos – A Escola Senhor do Bonfim, em Plataforma, e o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Nossa Senhora das Graças, nos Dendezeiros, recebem no contraturno o Projeto Ginástica Rítmica na Escola, destinado a 550 alunos matriculados regularmente no Ensino Fundamental I e II. A proposta, com a realização da atividade, é promover qualidade de vida aos estudantes, incentivá-los a melhorar o desempenho escolar e revelar talentos que poderão ser iniciados na modalidade profissional posteriormente.

O Projeto Karatê na Escola é outra ação que alcança alunos da rede municipal de ensino. A iniciativa ocorre na Escola Municipal Professor Milton Santos, em Valéria, e visa proporcionar a construção da cidadania, a socialização, a prática competitiva, a integração e inclusão social dos alunos.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...