Esportes

0
0
0
s2sdefault

Centro Histórico, Elevador Lacerda, Cidade Baixa, Avenida Paralela, Orla, Dique e Barra. A Tocha Olímpica percorreu a cidade durante esta terça-feira (24) para marcar a realização dos Jogos Rio 2016, que será em agosto. O Revezamento da Tocha começou no Largo do Pelourinho, um dos pontos mais representativos da cidade, ao som da banda Olodum. Em seguida, ainda sob o ritmo do samba-reggae, a Tocha seguiu em direção à Praça Municipal, onde foi realizada a apresentação da banda feminina Didá. De lá, desceu o Elevador Lacerda de rapel, chegando até a Praça Cairu, seguindo para o Mercado Modelo e Colina Sagrada.

Desse ponto, a Tocha passou pelas avenidas Paralela, Orlando Gomes, Otávio Mangabeira e Jardim Armação, onde foi recebida pelas apresentações da Quabales e Garampiola. No preposto da Coca-Cola, patrocinadora oficial das Olimpíadas Rio 2016, o ativista social Preto Zezé foi recebido por uma multidão que aguardava ansiosamente pela chegada da chama olímpica. Zezé atua na Central Única de Favelas e é ativista social desde 1991. Na passagem do símbolo, Zezé ressaltou a importância de representar as comunidades carentes. "Temos que mostrar que a favela não é como mostram nas páginas policiais. Ela é um lugar de potência, de gente criativa e do bem. Nós vamos mostrar essa nova favela repaginada, a cara nova da favela do Brasil", contou entusiasmado.

Em seguida, a Tocha passou pela Avenida Manoel Dias, de onde partiu para o Dique do Tororó, onde foi recebida com mais celebração pela Bateria do Apaxes e o Trio Nordestino. Lá, o atleta paralímpico Rener Pereira contornou o Dique de skiff, pedindo a bênção dos orixás. Quem também participou do revezamento foi Ivone Portela, que trabalha com Educação Esportiva na Secretaria Municipal de Educação (Smed). "Tivemos aqui um momento único, do encontro de duas culturas grega e afrobrasileira. É a chama da deusa grega Hera, saudando os Orixás do Dique. Uma imagem carregada de simbolismo", afirmou Jorge Khoury, gestor do Escritório Salvador Cidade Global (ESCG), responsável pela organização do Revezamento da Tocha em Salvador.

A Tocha passou ainda pela Avenida Centenário, Morro do Cristo – com a apresentação do Coreto Elétrico –, pela Avenida Oceânica, finalizando o percurso no Farol da Barra. "Tivemos um bom resultado. Salvador mostrou o que tem de mais importante: o seu povo, a sua cultura. Que venham os Jogos para repetirmos o sucesso que temos obtido nos megaeventos esportivos que sediamos ao longo dos últimos três anos", apontou Khoury, que acompanhou parte do revezamento com o chefe da Casa Civil, Luiz Carrera, o chefe de Gabinete do Prefeito, João Roma, a vice-prefeita Célia Sacramento, além do secretário municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza, Bruno Reis.

Pira da Celebração - Já no Farol da Barra, o cantor Thiaguinho acendeu a Pira da Celebração, simbolizando o término da passagem da Tocha por Salvador. Thiaguinho disse que o momento é importante não só para Salvador, mas para o mundo, e que certamente esse dia ficará marcado em sua vida. "Salvador está no meu coração e eu dedico esse momento aos meus pais, que são professores de educação física, e a cada um dos soteropolitanos que querem que os jogos sejam maravilhosos e desejam passar uma boa imagem para o mundo", afirmou o cantor, que fez parte da programação de shows na Barra junto com Jammil, Jota Quest e a cantora Daniela Mercury, além de DJs.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A passagem da chama olímpica dos Jogos Rio 2016 por Salvador teve início na manhã desta terça-feira (24), com visitas pontuais aos principais pontos históricos e culturais da capital baiana. A abertura do Revezamento da Tocha começou às 9h50 do Largo do Pelourinho, um dos pontos mais representativos da cidade, ao som da banda Olodum, que proporcionou momentos de alegria e emoção ao público e aos condutores.

O secretário Jorge Khoury, do Escritório Salvador Cidade Global e titular do Comitê Municipal Rio 2016, ao encontrar o atleta paralímpico, Marcelo Collet, primeiro condutor da chama na capital, declarou ter ficado satisfeito com a escolha do representante não apenas por ter sido indicado pelo município, mas principalmente pela história que ele significa para o esporte e a inclusão.

“A população foi bastante receptiva, mostrando a hospitalidade típica do povo soteropolitano. A cidade está em festa e reitero que está preparada para receber o torneio de futebol dos Jogos Rio 2016, de 4 a 13 de agosto. O dia de hoje tem um simbolismo muito importante porque a passagem da chama é o anúncio oficial da chegada dos Jogos. O grande diferencial de Salvador foi inserir ao longo do trajeto da tocha as manifestações artísticas que representam a cultura da cidade. No encerramento do primeiro trecho, na Igreja do Bonfim, a apresentação de baianas, Afoxé Filhos de Gandhy e Samba do Pretinho. Escolhas muito simbólicas”, afirmou o secretário.

Rapel - Ao deixar o Pelourinho, ainda sob o ritmo do samba-reggae, a tocha seguiu em direção à Praça Municipal, onde a banda feminina Didá aguardava a chegada da condutora Mariana Martins que, por sua vez, passou a tocha para Gilson Nascimento, a quem coube descer o Elevador Lacerda de rapel, em um espetáculo único que encantou adultos e crianças.

A ação inusitada teve duração aproximada de cinco minutos e transportou o a tocha até a Praça Cairu, no bairro do Comércio, onde, em frente ao Mercado Modelo, a estudante Rebeca Estefane da Silva, aluna da Escola Municipal de Plataforma e atleta de ginástica rítmica desportiva há nove anos, esperava ansiosa para iniciar sua participação na condução do símbolo olímpico.

Rebeca participou de vários torneios regionais e estaduais, e alcançou 4ª posição nos jogos escolares da juventude de Salvador, em 2015. Enquanto aguardavam a chegada dos condutores, soteropolitanos e turistas assistiam maravilhados à apresentação de uma roda de capoeira que, seguido de um trio nordestino, animava os presentes no Mercado Modelo.

“Queremos mostrar o que o brasileiro tem de melhor, como as tradições e a cultura. Começar o dia em Salvador, no Pelourinho, é uma prova disso, pois aqui é o coração cultural da cidade. O ritmo do Olodum deu o compasso para um dia incrível. O calor dos soteropolitanos está se unindo à chama olímpica numa energia que vai chegar até a cerimonia de abertura dos Jogos Rio 2016. E Salvador faz parte dos jogos com as partidas de futebol. Queremos ver a Fonte Nova lotada no mesmo clima que estamos vendo aqui hoje”, declarou Carla Marques, representante do Comitê Rio 2016, que também acompanhava o cortejo.

Bonfim – Parte da comitiva que acompanhou a tocha na subida da Colina Sagrada, rumo à Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, a advogada baiana Eliana Mendes se emocionou com a passagem do revezamento. "O momento foi ótimo, porém muito mais rápido do que eu imaginava. Vim prestigiar a passagem da tocha em minha cidade. Esse é um momento histórico e gostaria de mostrar isso aos meus filhos. Então, eu estou muito emocionada por ela ter passado aqui em Salvador, por ela estar na Colina Sagrada, que é um ponto histórico da cidade e meu lugar especial de devoção. Estou emocionada, mas acho que poderiam ficar mais tempo para render homenagens do Senhor do Bonfim e receber sua bênção".Do Bonfim, a chama olímpica seguiu para a Avenida Paralela.

Confira o roteiro do revezamento durante a tarde:

Trecho 2 - Paralela - Av. Manoel Dias da Silva

14h - Av. paralela (Alphaville) - Caminho da Tocha

14h15 - Av. Orlando Gomes - Caminho da Tocha

14h40 - Av. Octávio Mangabeira - Caminho da Tocha

16h Jardim Armação - Quabales e Garampiola

17h - Av. Manoel Dias (Pituba) - Caminho da Tocha

 

Trecho 3 - Dique - Farol da Barra

17h30 - Dique do Tororó - Remo; Bateria do Apaxes e Trio Nordestino

18h - Av. Centenário - Caminho da Tocha

18h30 - Morro do Cristo - Coreto Elétrico

18h40 - Av. Oceânica - Caminho da Tocha

19h - Farol da Barra - Acendimento da Pira de Celebração

 

Praça da Celebração/Farol da Barra

16h - Atividades Culturais; DJ's e shows de: Jammil, Thiaguinho, Daniela Mercury e Jota Quest.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com início marcado para as 9h30 desta terça-feira (24), e saída do Centro Histórico, o Revezamento da Tocha Olímpica dos Jogos Rio 2016 em Salvador percorrerá 35 quilômetros em 12 horas e contará com 153 condutores, numa equipe composta por atletas, ex-atletas, servidores públicos, representantes da população e artistas. O cortejo será encerrado às 19h, com a cerimônia de acendimento da Pira da Celebração, culminando em grande show no Farol da Barra. Antes, ainda durante o percurso, mais de 20 manifestações culturais ocorrerão ao longo do trajeto, que inclui a passagem do símbolo olímpico pelos principais pontos da capital baiana.

 A largada do revezamento para o trajeto que vai desde o Centro Histórico até a Colina Sagrada, no Bonfim, tem início às 9h30 no Pelourinho, com grande show da Banda Olodum. Em seguida, às 9h40, na Praça Municipal, a tocha será recepcionada pela Banda Didá e segue de rapel pelo Elevador Lacerda, às 10h, em direção ao Mercado Modelo, onde uma roda de capoeira e um trio nordestino tocam para a plateia. A chama segue caminho via Avenida Jequitaia, Mares, Forte de Monte Serrat e Igreja do Bonfim. Ao longo do trajeto, diversos artistas recepcionarão a passagem da tocha, como Orquestra de Pandeiros, Fred Dantas, Rixô Elétrico, Afoxé Filhos de Gandhy, baianas e grupos de samba.

Após percorrer a Cidade Baixa, o símbolo olímpico segue para o trecho 2, no miolo da cidade, onde fará, das 14h às 17h, o caminho entre as avenidas Paralela e Manoel Dias da Silva, passando pelas avenidas Orlando Gomes e Octávio Mangabeira e pelo Jardim Armação.

O trecho 3 compreende o retorno da tocha ao Centro, com breve passagem pelo Dique do Tororó, a partir das 17h30, seguindo em direção ao Farol da Barra, onde a Pira da Celebração será acesa, às 19h. O percurso engloba as avenidas Oceânica e Centenário, além do Morro do Cristo. No final do trajeto, na Praça da Celebração, montada no farol, a chama olímpica será recepcionada com grande show com DJ's, Jammil, Thiaguinho, Daniela Mercury e Jota Quest.

Confira o roteiro do revezamento da tocha em Salvador:

Trecho 1 - Pelourinho-Colina Sagrada

9h30 - Pelourinho - Banda Olodum

9h40 - Praça Municipal - banda Didá

9h50 - Elevador Lacerda - Rapel

10h - Mercado Modelo - Roda de Capoeira e Trio Nordestino

10h30 - Avenida Jequitaia - Caminho da Tocha

10h40 - Largo dos Mares - Orquestra de Pandeiros

10h50 - Praça Irmã Dulce - Orquestra Fred Dantas

11h10 - Forte de Monte Serrat - Rixô Elétrico

11h30 - Igreja do Bonfim - Baianas, Filhos de Gandhy e Samba do Pretinho

 

Trecho 2 - Paralela - Av. Manoel Dias da Silva

14h - Av. paralela (Alphaville) - Caminho da Tocha

14h15 - Av. Orlando Gomes - Caminho da Tocha

14h40 - Av. Octávio Mangabeira - Caminho da Tocha

16h Jardim Armação - Quabales e Garampiola

17h - Av. Manoel Dias (Pituba) - Caminho da Tocha

 

Trecho 3 - Dique - Farol da Barra

17h30 - Dique do Tororó - Remo; Bateria do Apaxes e Trio Nordestino

18h - Av. Centenário - Caminho da Tocha

18h30 - Morro do Cristo - Coreto Elétrico

18h40 - Av. Oceânica - Caminho da Tocha

19h - Farol da Barra - Acendimento da Pira de Celebração

 

Praça da Celebração/Farol da Barra

16h - Atividades Culturais; DJ's e shows de: Jammil, Thiaguinho, Daniela Mercury e Jota Quest.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com a chegada da Tocha Olímpica dos Jogos Rio 2016 a Salvador, na próxima terça-feira (24), os órgãos da Prefeitura intensificam os preparativos para tornar inesquecível a passagem do símbolo maior da competição pela capital baiana. A atuação das secretarias ocorre em diversas frentes: manutenção, trânsito, transporte, saúde e segurança. Além disso, dois servidores municipais e uma aluna da rede municipal de educação participarão do revezamento.

Trânsito – Para viabilizar a passagem da tocha, a Transalvador já preparou um esquema especial, que fará a interdição progressiva dos trechos da cidade por onde a chama passar, de forma que seja alterado o mínimo possível o cotidiano da capital baiana. O Plano Operacional de Mobilidade para o evento será apresentado integralmente à população nneste (21), em coletiva à imprensa que será realizado às 10h no Teatro Gregório de Mattos.

Manutenção - Dentre as atividades desenvolvidas pela Secretaria de Manutenção (Seman) para assegurar toda a infraestrutura, necessária para que o evento transcorra sem sustos, estão a preparação e conservação dos canais de micro e macrodrenagem, intensificação das operações tapa-buracos e poda de árvores.

Segurança - Para reforçar a segurança do evento, os trabalhos da Guarda Municipal terão início ainda na segunda-feira (23) e a atuação ocorrerá em parceria com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. A guarda atuará no Revezamento da Tocha com cerca de 70 agentes civis. Na ocasião, o Grupamento Especial de Motociclistas (GEM), participará com seis motos, integrando a escolta principal, juntamente com a Transalvador, além de cinco viaturas do Grupamento de Rondas da Capital (Rondac), que atuarão no fechamento dos comboios. Durante o percurso, cinco escolas servirão de ponto de apoio com a presença de guardas. A ação contará ainda com a apresentação da banda de música da Guarda no Dique do Tororó e na Praça da Inglaterra, no bairro do Comércio.

Saúde - Serão disponibilizadas para o evento duas ambulâncias avançadas e duas motolâncias. Na Praça de Celebração, na Barra, haverá uma estrutura fixa de atendimento formada por um posto médico avançado em ônibus, com uma equipe formada por médico, enfermeira e três técnicos de enfermagem. Essa unidade ficará instalada a Rua Dias D’ Ávila, próximo ao Farol, no horário das 19h à 1h.

A Vigilância Sanitária voltará sua atenção para doenças de transmissão hídrica e alimentar, bem como vetorial, animais sinantrópicos e peçonhentos, causas externas, agravos relacionados ao trabalho e violência, doenças emergentes, reemergentes, eventos inusitados, surtos e epidemias, doenças advindas de eventos químicos, biológicos, radiológicos e nucleares e intervenções relacionadas a produtos e serviços de interesse à saúde.

Fiscalização - A Secretaria Municipal de ordem Pública (Semop) garante o ordenamento na cidade durante a passagem da tocha por Salvador. Cerca de cem agentes de fiscalização irão atuar por todo o percurso, com atenção especial para pontos críticos, como Pelourinho, a Colina Sagrada, no Bonfim, Jardim de Alah, Dique do Tororó e Barra. Além disso, a Semop irá cadastrar 100 vendedores ambulantes para a festa que acontece no Farol da Barra, no evento de encerramento.

Limpurb e Codesal - A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realiza serviços de varrição, pintura, lavagem de vias, roçagem e coleta de lixo no circuito por onde passará o símbolo olímpico. As ações ocorrerão antes, durante e após a passagem da tocha, e contará com uma frota de 21 veículos e 228 agentes. E mais: durante toda a semana que antecede a passagem da tocha por Salvador e na própria semana do evento, a Subcoordenadoria de Análise do Clima da Codesal tem monitorado a situação do tempo na capital baiana, com o objetivo de prevenir possíveis incidentes.  

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate a Pobreza (Semps), através da Diretoria de Esporte, realizará o projeto Ruas de Lazer nos bairros de Novo Horizonte e São Marcos neste final de semana. A ação objetiva incentivar a prática esportiva e levar diversão para toda a família.

Na programação, que acontece das 8h às 12h, estão previstas atividades como pula-pula, jogos de tabuleiro, vôlei, basquete, totó e golzinho. No sábado (21), a ação ocorrerá na Rua Cairú, no bairro de Novo Horizonte. No domingo (22), é a vez da Rua Coroado, em São Marcos, receber o projeto. A atividade fixa, que ocorre aos domingos, em parceria com o Shopping Piedade, está mantida.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Órgãos municipais se mobilizam nos preparativos finais para receber grande evento mundial

Letreiros de promoção turística de Salvador instalados na Praça Municipal e em frente ao Farol da Barra estão com nova roupagem. Ambos receberam plotagens em homenagem ao Revezamento da Tocha Olímpica, lembrando que a cidade também será sede das Olimpíadas 2016, permanecendo dessa forma até o final do mês. Essa é mais uma das ações da ampla programação do Revezamento da Tocha, que contará com diversas apresentações culturais durante sua passagem pela cidade, na próxima terça-feira (24).

Secretarias que integram o Comitê Municipal dos Jogos Rio 2016 se reuniram nesta quarta-feira (18) para que apresentassem suas atividades operacionais durante o Revezamento da Tocha. O encontro, capitaneado pelo Escritório Salvador Cidade Global (ESCG), teve como objetivo promover o engajamento de todos os procedimentos, adequando as orientações do Comitê Rio 2016 às características da cidade.

“O encontro afirmou a coesão da equipe municipal, que precisa atuar de maneira complementar. A mobilidade, por exemplo, é importante ser conhecida por todos, pois é quem norteia as demais áreas envolvidas. Para cada megaevento, a cidade tem se aprimorado tecnicamente. E isso nos dá tranquilidade para receber a população nas ruas”, observou o secretário Jorge Khoury, titular do Comitê Municipal dos Jogos Rio 2016 e gestor do ESCG.

Trânsito – Para viabilizar a passagem da tocha, a Transalvador já preparou um esquema especial. “O trânsito será interditado progressivamente para alterar o mínimo possível o cotidiano da cidade, e todo o itinerário da tocha terá sinalização com placas específicas”, explicou Fabrizzio Muller, superintendente da Transalvador. O Plano Operacional de Mobilidade para o evento será apresentado integralmente à população no próximo sábado (21), em coletiva à imprensa que será realizado às 10h no Teatro Gregório de Mattos.

No que se refere à infraestrutura, a ênfase está nas ações de caráter preventivo e corretivo dos principais corredores de tráfego e no percurso do revezamento. Dentre as principais atividades desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) estão a manutenção e conservação dos dispositivos de microdrenagem e macrodrenagem, operações tapa-buracos, poda de árvores e desobstrução dos sistemas de microdrenagem.

Saúde e Vigilância Sanitária – Serão disponibilizadas para o evento duas ambulâncias avançadas e duas motolâncias. Na Praça de Celebração, na Barra, haverá uma estrutura fixa de atendimento formada por um posto médico avançado em ônibus, com uma equipe formada por médico, enfermeira e três técnicos de enfermagem. Essa unidade ficará instalada a Rua Dias D’ Ávila, próximo ao Farol, no horário das 19h à 1h.

A Vigilância Sanitária voltará sua atenção para doenças de transmissão hídrica e alimentar, doenças de transmissão vetorial, animais sinantrópicos e peçonhentos, causas externas, agravos relacionados ao trabalho e violência, doenças emergentes, reemergentes, eventos inusitados, surtos e epidemias, doenças advindas de eventos químicos, biológicos, radiológicos e nucleares e intervenções relacionadas a produtos e serviços de interesse à saúde.

Segurança – A Guarda Municipal começará a atuar na véspera do evento, na segunda-feira (23), na companhia do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Bahia, quando será realizada a segurança da área restrita à equipe - condutores e técnicos -, que descerão o Elevador Lacerda de rapel na manhã do dia seguinte. Ao longo da rota, e pontos e situações estratégicas, a Guarda Municipal estará presente desde o Pelourinho até o encerramento, no Farol da Barra com o acendimento da pira, também prestando apoio aos demais órgãos municipais envolvidos na realização do evento.

Proteção às marcas – Para garantir a exclusividade dos direitos dos patrocinadores oficiais do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 - Coca-Cola, Bradesco e Nissan -, o Grupo de Trabalho de Proteção às Marcas desenhou um plano operacional que atuará desde o credenciamento de ambulantes – que serão padronizados com kits fornecidos pela Coca Cola – até a ação de fiscalização. Na véspera do evento, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) fará uma varredura no trajeto da Tocha, e no dia disponibilizará equipes à frente do comboio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

No próximo dia 24 de maio, Salvador entra oficialmente no clima dos Jogos Olímpicos Rio 2016 com o Revezamento da Tocha, que passará por diversos pontos da cidade e contará com a participação de atletas, ex-atletas e cidadãos comuns, além de uma programação cultural que promete mobilizar soteropolitanos e turistas. Os detalhes da ação foram divulgados pelo prefeito ACM Neto e pelo gestor do Escritório Salvador Cidade Global, Jorge Khoury, também coordenador do Comitê Municipal para os Jogos Rio 2016, em coletiva realizada nesta quinta-feira (13), no Palácio Thomé de Souza. O evento contou ainda com as presenças do Gerente de Cidade Rio 2016, Roberto Maron; da cônsul da Grécia, Miriam Souza; de gestores municipais e alguns dos participantes do revezamento.

O prefeito salientou que o evento servirá como uma oportunidade importante de divulgação de Salvador para o Brasil e para o mundo. Para isso, tanto na passagem da tocha quanto na realização dos Jogos Olímpicos de Futebol, em agosto, a capital baiana já realiza preparação semelhante à ocorrida no período da realização da Copa do Mundo, quando se tornou uma das cidades mais bem avaliadas pelos visitantes no período da competição. A iniciativa de 2014 trouxe um legado a Salvador, a exemplo do reposicionamento da cidade como um dos principais destinos turísticos do Brasil e aumento do fluxo de turistas estrangeiros.

 “Vamos iniciar uma campanha de promoção turística da cidade no início deste mês, em Barcelona, na Espanha, o que permitirá chamar a atenção das pessoas que vão atravessar o oceano para vir ao Brasil que conheçam também Salvador. Além da consolidação do calendário de eventos, com programação cultural no período dos jogos, os turistas também vão aproveitar uma nova orla e novos equipamentos, como os fortes que foram entregues ontem completamente recuperados pela Prefeitura”, afirmou o prefeito, referindo-se aos espaços Carybé das Artes e Pierre Verger de Fotografia, instalados respectivamente nos fortes São Diogo e Santa Maria, na Barra.

 O gestor do Escritório Salvador Cidade Global, Jorge Khoury, lembrou que o Revezamento da Tocha é realizado em 362 cidades, sendo que cerca de 80 são chamadas de Cidades-Celebração e apenas três destas recebem o símbolo no dia anterior e se despedem no dia seguinte: Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. “A expectativa que a gente tem é que, com esses trajetos que incluem os principais pontos turísticos da cidade, consigamos ajudar na atração turística do município”, completou.

Um dos participantes do revezamento e uma das esperanças de medalha nos Jogos  Paralímpicos Rio 2016, o atleta baiano de Remo Renê Pereira ressaltou a honra de participar de um evento histórico na cidade. “Recebi o convite com bastante felicidade, com orgulho, participando deste momento histórico para o estado e para o país e, principalmente, por estar conduzindo a tocha na minha modalidade esportiva, justamente no local onde comecei no esporte, o Dique do Tororó”, exclamou.

Rota - A passagem da tocha que anuncia a chegada dos Jogos Olímpicos Rio 2016 na cidade terá percurso de 35 quilômetros de extensão e envolverá 153 condutores, mais de 20 apresentações artísticas e culturais e deve ser cumprida em 12 horas. Dividido em três trechos, o evento terá início no Largo do Pelourinho, será encerrado no início da noite, no Farol da Barra, com o acendimento da Pira, em um momento de celebração.

A rota da Tocha Olímpica terá início às 10h30, no Largo do Pelourinho, quando o primeiro condutor acenderá a chama em frente à Fundação Casa de Jorge Amado, ao som da percussão da Banda Olodum. Do Pelourinho, passa pelo Terreiro de Jesus, Praça Municipal – onde a banda de percussão feminina Didá fará uma apresentação -, e desce o Elevador Lacerda de rapel, seguindo até a Colina Sagrada, cumprindo um trajeto de 13 quilômetros com tempo estimado em duas horas.

Já na Cidade Baixa, a primeira parada da chama será no Mercado Modelo, onde será recepcionada por uma roda de capoeira e um trio nordestino. Daí, o comboio segue pelas Avenidas Miguel Calmon e Jequitaia. No Largo dos Mares haverá outra parada estratégica para apresentação da Orquestra de Pandeiros.  Os próximos passos são a Avenida Fernandes da Cunha, Largo de Roma – onde para na Praça Irmã Dulce ao som da Orquestra do maestro Fred Dantas -, Avenida Luiz Tarquínio, Largo da Boa Viagem, Monte Serrat – onde no forte haverá uma manifestação cultural com o Rixô Elétrico - e chega finalmente à Colina Sagrada, onde será esperada na Igreja do Senhor do Bonfim por baianas e pelo afoxé Filhos de Gandhy.

Segundo trecho - Previsto para começar às 14h, o segundo trecho do Revezamento da Tocha em Salvador abrange a região da orla, em uma referência a extensão e importância do litoral soteropolitano. Este trajeto compreende 18 quilômetros e está estimado em 3h20 minutos, e tem início na Avenida Paralela, passa pelas Avenidas Orlando Gomes, Otávio Mangabeira – onde faz um pit stop no Jardim Armação com apresentações da Banda Quabales e do Minitrio Garampiola -, encerrando na Avenida Manoel Dias da Silva, na altura da Rua Espírito Santo.

Terceiro trecho - O último trecho da Chama Olímpica será do Dique ao Farol da Barra, um percurso de aproximadamente cinco quilômetros. O horário inicial está agendado às 18h com tempo de execução estimado em uma hora. Saindo do Dique, o condutor seguirá pela Avenida Presidente Costa e Silva e faz sua primeira parada na quadra do Apaxes - onde será saudado pela bateria do bloco carnavalesco que, há 47 anos, desfila no Carnaval de Salvador em defesa da preservação da etnia indígena.

No Dique, o Revezamento da Tocha promete momentos emocionantes. Está previsto que um condutor faça a travessia dessa lagoa artificial em um Single Skiff, passando pelas esculturas em homenagem aos Orixás. Daí o comboio segue em direção à Praça Mangabeira, Avenida Centenário, sobe o Morro do Cristo – onde o Coreto Elétrico se apresenta –, segue pela Avenida Oceânica e chega ao Farol da Barra, local onde estará instalada a Praça de Celebração.

 Um dos pontos altos do evento, a Praça de Celebração oferecerá uma programação cultural em formato de festival de música, quando diversas atrações acontecerão simultaneamente. A grande expectativa é a chegada da Chama Olímpica para o acendimento da Pira da Celebração por 30 minutos, seguida dos shows do cantor Thiaguinho e das bandas Jota Quest e Jammil, além de apresentação de DJs.

Serviços Municipais - Responsável pelo planejamento, gestão de tráfego, serviços de saúde, limpeza e gestão de resíduos e ações de proteção às marcas, o Comitê Gestor Municipal garante o funcionamento da cidade simultaneamente à realização do Revezamento da Tocha, tendo sob sua liderança o escritório Salvador Cidade Global (ESCG) e outros 24 órgãos da Prefeitura, entre secretarias e superintendências.

Jogos - A estreia de Salvador nos Jogos Olímpicos Rio 2016 será no dia 4 de agosto com a rodada dupla do torneio masculino de futebol. A Arena Fonte Nova sediará às 17h a partida entre México e Alemanha, uma das mais esperadas. Atuais campeões olímpicos, os mexicanos também venceram o Brasil na final dos Jogos de Londres 2012. Favoritos, os jogadores alemães entram em campo com uma base acostumada a grandes competições em seus clubes na Europa. A disputa seguinte, entre as seleções de Fiji e Coréia, às 20 horas também promete emoções. No dia 7, as mesmas seleções voltam a se enfrentar em Salvador, dessa vez teremos Fiji contra o México, às 17h e Alemanha versus Coréia, às 20h.

Conceituada entre o público como uma das melhores arenas do país, a Arena Fonte Nova receberá no total dez partidas do torneio de futebol feminino e masculino, sendo todas rodadas duplas. Ainda na primeira fase, haverá no dia 9 de agosto dois jogos femininos: Austrália x Zimbábue (16h) e Nova Zelândia x França (19h).

Há uma grande expectativa em torno do dia 10 de agosto, quando a Seleção Brasileira joga contra a Dinamarca, às 22h. Antes, às 19h há o jogo Japão e Suécia. Única Cidade do Futebol no Nordeste, Salvador receberá ainda duas partidas do torneio, uma feminina e outra masculina, na fase de quartas de final. Dia 12 a seleção feminina do 2 º do Grupo E joga contra o 2 º do Grupo F. E no dia 13/8 se enfrentam, no masculino, o 1º do Grupo B e 2º do Grupo A.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As inscrições para a Copa Dente de Leite e Campeonato de Futebol do Servidor continuam abertas. As atividades promovidas pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps) e Secretaria Municipal da Educação (Smed) buscam incentivar a prática de atividade física e promover o esporte amador na capital baiana. O prazo que terminaria no dia 30 de abril foi ampliado.

As competições fazem parte do Festival de Futebol Amador: a Copa Dente de Leite de Futebol é disputada por crianças e adolescentes, de 11 a 13 anos, devidamente matriculadas na escola. Já o Campeonato de Futebol do Servidor é destinado àqueles que trabalham nos órgãos municipais.

Para se inscrever na Copa Dente de Leite os responsáveis pelas equipes precisam comparecer à Diretoria de Esportes da Semps, localizada na Rua Miguel Calmon, 28, Comércio, até o dia 12 de maio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.  Já os interessados em participar do Campeonato de Futebol do Servidor devem inscrever os grupos na sexta-feira (06/05), à tarde, na Secretaria Municipal de Gestão (Semge).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em clima de mobilização para os Jogos Olímpicos Rio 2016, Salvador já está em contagem regressiva para a chegada do Revezamento da Tocha no Brasil à cidade, no próximo dia 24 de maio. Para contextualizar os estudantes sobre a importância histórica do evento, a Prefeitura lançou, através do Transforma, o programa de educação do Rio 2016, o Desafio da Trégua Olímpica, que premiará as dez escolas com os maiores “bandeiraços” com uma réplica da Tocha Olímpica. Qualquer escola pública ou privada de ensino fundamental e médio pode participar.

O Desafio da Trégua Olímpica convoca alunas e alunos a construir uma bandeira e criar uma mensagem pela paz, cadastrar seus símbolos no hotsite do certame e iniciar um “bandeiraço” com colegas, amigos e parentes. O Transforma, ao receber as bandeiras de todas as escolas participantes, vai costurar um grande mosaico, que será exposto em pontos turísticos do Rio de Janeiro. A orientação é que independente das posições no ranking dos “bandeiraços”, todos os participantes se apropriem da hashtag #euconstruoapaz.

“É uma oportunidade de inserirmos no universo estudantil os valores Olímpicos e Paralímpicos, fazendo com que os estudantes possam entrar em contato com os Jogos”, observa o secretário Jorge Khoury, gestor do Comitê Municipal Olímpico. A Trégua Olímpica é considerada uma das principais tradições das Olimpíadas desde 776 a.C., pois estabeleciam acordos de paz entre os povos para que todos tivessem o direito de participar dos Jogos, tanto no papel de atleta como de expectador.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização das Nações Unidas Mulheres (ONU) e movimento Todos pela Educação são parceiros do Desafio da Trégua Olímpica, que segue até o dia 24 de junho, último dia para o envio das bandeiras físicas pelas escolas. O resultado com as dez escolas vencedoras do “bandeiraço” será divulgado no dia 20 de julho. Mais informações podem ser acessadas na página do programa, no endereço www.desafiotransforma.com.br.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...