Geral

0
0
0
s2sdefault

 

Veículos de imprensa de todo o Brasil, atuantes na produção de informações e conteúdo para o turismo, apostam que o novo Centro de Convenções de Salvador, na orla da Boca do Rio, irá alavancar o turismo de negócios e, consequentemente, trará reflexos positivos no mercado da comunicação em âmbitos local, regional e nacional. Comunicadores especializados de todo o país estimam que, a partir deste ano, a capital baiana voltará a captar eventos nacionais e internacionais, tendo lugar de destaque no turismo de negócios, estampando os principais jornais, revistas, sites e blogs do segmento.   

Para Danilo Alves, jornalista e coordenador de Web da Editora Panrotas, situada em São Paulo, Salvador perdia espaço no turismo de negócios quando não tinha um lugar específico para realização de eventos de médio e grande porte. “Ao longo desses anos, a carência de um espaço fez muita falta. Foram perdidas muitas oportunidades, incluindo pequenas empresas e também grandes eventos”, assinala.  

Como especialista no segmento, ele afirma que, com o fechamento do antigo Centro de Convenções, em 2014, a movimentação de visitantes que vinham à Salvador para trabalho ficou adormecida. “Acho que a cidade é muito conhecida para passeios de lazer. E sabemos que esse público é sazonal. São bons hotéis, bons produtos turísticos e boa comida. Toda essa estrutura também atende ao turista que viaja para negócios, para trabalho. O que faltava mesmo era o espaço. Quando se projeta, se pensa num evento, a primeira informação é onde ele vai acontecer. Salvador estava carente disso”, destaca Alves.

Segundo ele, o novo Centro de Convenções trará ganhos para todos que têm ligação com turismo, tanto na esfera local como nacional. “Salvador se fortalece e leva junto todos os setores com elos no turismo. Um espaço com esse potencial gera o fortalecimento da economia. Os eventos que durante esses anos só estavam ocorrendo no Sul e Sudeste agora vão poder ser sediados também na capital da Bahia”, aposta o jornalista.

Ganhos - Para o jornalista, as expectativas positivas com relação ao novo espaço envolvem toda cadeia produtiva do setor, incluindo empresas aéreas, hotéis, operadoras, agências de viagens, locadoras de automóveis, empresas de cruzeiros, serviços de distribuição e reservas, assistência ao viajante, órgãos oficiais de turismo, receptivos, empresas de tecnologia, startups, representantes de destino, entre outros. “Com toda essa movimentação, com certeza Salvador estará nos nossos produtos jornalísticos, não apenas como cidade para passear, mas também como um dos principais locais do Brasil para turismo de negócios e eventos”, destaca.

O sentimento é comungado pela vice-presidente do grupo internacional da multiplataforma de comunicação Mercado & Eventos, Rosa Masgrau. Na opinião dela, o equipamento era o que faltava para fortalecer o turismo mais amplo na capital baiana. “A cidade precisava desse espaço à altura dela. Salvador foi toda remodelada nos últimos anos, está muito bonita. Com um centro desse porte vai alavancar o turismo de negócios. Ele é muito forte e não pode ser descartado”, diz. 

Masgrau assinala que a localização do espaço, defronte à praia, também é um diferencial. “Esse equipamento vai fazer uma diferença grande no turismo de negócios da cidade. Agora, Salvador vai juntar duas coisas positivas: turismo e lazer, aliados ao fortalecimento do turismo de eventos. Foi uma decisão muito acertada da Prefeitura, faltava isso. Nós, como profissionais de difusão do setor, estamos radiantes”.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A partir desta quarta-feira (22), os motoristas que estacionarem os veículos em uma das vagas de Zona Azul nos bairros do Rio Vermelho ou Barra podem efetuar o pagamento também por meio de cartões de crédito e débito para compras feitas com os operadores. Desde que o sistema de Zona Azul Digital foi implementado em toda a cidade, os condutores que optavam por comprar seus créditos com os operadores tinham apenas a opção de pagar utilizando dinheiro físico.

Com o início da operação para cartões, o usuário terá as mesmas condições de pagamento já oferecidas por meio dos aplicativos credenciados pelo órgão. “Assim como acontece nos aplicativos, agora o condutor terá também essa opção de pagamento com cartão junto aos operadores, dando mais possibilidade de escolha da forma de pagamento e oferecendo maior comodidade ao usuário”, destaca o superintendente de Trânsito de Salvador (Transalvador), Fabrizzio Müller. 

Comodidade – Implantado em outubro de 2018, o novo modelo de Zona Azul Digital busca trazer mais comodidade aos usuários do sistema. Até o momento, a Transalvador tem 11 aplicativos credenciados para oferecer o serviço na cidade, dos quais o cidadão pode escolher o que melhor atende suas necessidades, não sendo necessário possuir mais de um app no smartphone. Até o momento, foram registrados 181.043 cadastros nos aplicativos e cerca de 550 mil utilizações por meio dos aplicativos.

O usuário que optar por não utilizar um dos aplicativos de Zona Azul Digital pode adquirir o tíquete com o operador através de dinheiro físico ou cartão. A fiscalização é feita por agentes de trânsito nos mesmos moldes do que já é praticado para quem utiliza aplicativo. Ao fazer a leitura da placa no sistema, é possível identificar se a situação do veículo no local está regular ou não.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto afirmou hoje (22), em entrevista à imprensa durante a entrega de uma geomanta no bairro do Pau Miúdo, que o novo Centro de Convenções de Salvador será inaugurado em um momento que coroa todos os investimentos feitos pelo município na infraestrutura da cidade. O equipamento será oficialmente inaugurado no próximo domingo (26), mas amanhã (23) haverá um evento apenas para convidados, organizado pela GL Events, empresa que vai administrar o espaço pelos próximos 25 anos.

“O Centro de Convenções vem nesse momento para coroar todo um trabalho exatamente de organização, planejamento e preparação que a cidade veio fazendo ao longo dos últimos anos. Hoje, nós já temos uma cidade cuja zeladoria é exemplar. Nós temos uma cidade que tem hoje uma orla requalificada e em requalificação, que conta com um conjunto de intervenções no Centro Histórico extraordinário. Uma cidade que melhorou muito a qualidade da rede hoteleira e pode melhorar ainda mais com os incentivos fiscais que recentemente foram dados pela Prefeitura", frisou.

ACM Neto citou ainda outras ações da Prefeitura e do setor privado para impulsionar o turismo local, a exemplo do aperfeiçoamento da mão de obra no setor de serviços em geral e da renovação do aeroporto, que foi ampliado. “O Centro de Convenções é o que faltava para coroar esse momento que Salvador vive e permitir que a gente possa ter uma movimentação econômica, geração de emprego e uma atividade não só nos três meses da alta estação, que Salvador naturalmente é bombada, mas o ano inteiro".

A Prefeitura investiu R$130 milhões na construção do novo Centro de Convenções, na orla da Boca do Rio. O equipamento tem capacidade para até 14 mil pessoas simultaneamente em congressos e convenções e até 20 mil pessoas em shows.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

O turismo de negócios e eventos representa 5% do Produto Interno Bruto do Brasil (PIB), segundo o Ministério do Turismo (MTur). Além disso, é o 3º principal motivo da visita de turistas estrangeiros ao Brasil e a razão principal das viagens de 60% dos passageiros em voos domésticos e internacionais, de acordo com a União Brasileira dos Promotores Feiras (Ubrafe). E mais: o turista de negócios gasta três vezes mais do que o de lazer, segundo o MTur. Por esses números, dá para se ter uma boa ideia da importância do novo Centro de Convenções, construído pela Prefeitura na orla da Boca do Rio, para a economia local.

É possível ainda calcular o quanto a cidade perdeu desde o fechamento, em 2014, do antigo centro de convenções, administrado pelo Estado. O trade turístico da capital estima o prejuízo em R$2 bilhões. Só na hotelaria a perda foi de R$1,6 bilhão, de acordo com a Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FBHA).

Isso porque, sem o turismo de negócios e eventos, hotéis fecharam as portas. Segundo a seccional baiana da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-BA), foram 25 estabelecimentos fechados nos últimos anos, inclusive empreendimentos de grande porte, como o Bahia Othon Palace, que tinha 284 apartamentos e contava com cerca de 200 empregados diretos. O mesmo aconteceu com bares, restaurantes, produtoras de eventos e todos os 50 setores da economia que dependem do turismo para gerar emprego e renda. Agora, todos esses setores acreditam que a movimentação financeira com o advento do novo Centro de Convenções chegue a R$500 milhões por ano.

Reconquistar - "Com o fechamento do antigo centro, perdemos significativamente esse público (o turista de negócios e eventos), mas a nossa expectativa é reconquistá-lo. O turismo de negócios não é uma ação imediata, e sim a médio e longo prazo. Temos trabalhado bastante para que, em 2021, já tenhamos bons números nesse aspecto. O novo Centro de Convenções de Salvador é a ferramenta mais propulsora nesse sentido”, diz Roberto Duran, presidente da Salvador Destination, associação que tem como missão promover e divulgar a cidade no segmento de eventos nacionais e internacionais.

Ele lembra que quem vem à cidade para participar de um evento espera combinar a viagem com lazer, o que Salvador tem muito a oferecer e se torna, inclusive, um diferencial em relação a outras capitais com centros de convenções. Segundo o IVC, isso acontece no Brasil todo com 36% dos turistas de negócios. A Expedia Media Solutions informa que pelo menos 43% de todas as viagens de negócios são estendidas por razões de lazer pessoal. Ou seja, todo mundo ganha com o novo Centro de Convenções. Todo mundo perde sem ele.

Alto poder aquisitivo - Os números do MTur mostram que o turismo de negócios no país está em ascensão. Durante o primeiro semestre de 2019, as viagens a negócios no Brasil cresceram 14,7%, em comparação com o mesmo período de 2018. Os gastos destes turistas também tiveram alta de 14,8%, saindo de R$4,85 bilhões, nos seis primeiros meses de 2018, para R$5,57 bilhões em 2019. Esse turista de alto poder aquisitivo gasta em média US$300 por dia, três vezes mais do que o visitante que vem apenas a lazer.

A diferença no valor gasto com as despesas se dá porque o viajante com esse perfil costumam ter seus custos arcados pelas empresas que organizam ou participam de eventos. Eles geralmente vêm para um congresso com passagens e hospedagem pagas. Isso faz com que esse turista tenha capacidade maior de gastar com desejos pessoais, a exemplo de estender a viagem para passear ou simplesmente conhecer um restaurante ou um atrativo. “Além disso, como a viagem é paga pela empresa, eles escolhem, na medida do possível, o melhor hotel, os melhores restaurantes e querem mais conforto nos meios de transporte e de deslocamento”, avalia Roberto Duran.

Agenda e empregos - O novo Centro de Convenções de Salvador será oficialmente inaugurado pela Prefeitura com festa no próximo domingo (26), entre 10h e 14h, com shows gratuitos de nomes como Lore Improta e Claudia Leitte. Mas nesta quinta (23) acontece um evento só para convidados no equipamento, organizado pela GL Events, concessionária que vai administrar o centro pelos próximos 25 anos e que possui experiência internacional nesse segmento.

Os primeiros eventos acontecem a partir de março e a expectativa é que pelo menos 30 aconteçam a longo de 2020. A estimativa é que o novo Centro de Convenções possa gerar até dois mil empregos temporários por evento. A Prefeitura investiu R$130 milhões na construção do equipamento, na orla da Boca do Rio, a apenas 20 minutos do aeroporto e que tem capacidade para 14 mil pessoas internamente e 20 mil quando se soma o espaço externo para shows.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A chuva intensa que cai em dias como esta quarta-feira (22), em Salvador, já não preocupa mais os moradores da Avenida Argos, localizada no bairro de Pau Miúdo e vizinha à Avenida Barros Reis. Isso porque a encosta existente na localidade está protegida através da técnica de geomanta, aplicada pela Prefeitura e entregue em cerimônia realizada pela manhã com as presenças do prefeito ACM Neto, acompanhado do diretor geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, demais autoridades, população e imprensa.

O prefeito ACM Neto ressaltou que, desde 2013, a Prefeitura mudou a postura em relação ao enfrentamento dos efeitos da chuva na cidade, ao fazer com o que o trabalho de atenção e prevenção seja realizado o ano inteiro. “Vejam só, hoje estamos aqui entregando uma geomanta em janeiro, em pleno Verão, com o alto calor que faz na cidade e essa previsão de chuva que tem provocado estragos em outros locais do país. Aqui em Pau Miúdo recentemente teve episódio de escorregamento de terra, as pessoas moravam em situação de aflição. Hoje, elas passam a dormir tranquilas e a Prefeitura continua com todo esse trabalho de auxílio às encostas e áreas de risco. A ideia é chegar até o fim deste ano com cerca de 300 áreas protegidas por contenção e geomantas em toda a cidade.”

Morador da localidade desde os 10 anos, Luciano Falcão, 51 anos, proprietário da Sorveteria Falcão, relatou o sentimento de agonia antes da intervenção promovida pela administração municipal. “Por muito tempo, qualquer chuva que dava aqui, os pés de bananeira, embaúbas e mangueiras que existiam, tudo caía em nossa área e prejudicava muito. Na última chuva (em dezembro do ano passado) cheguei a tirar três caçambas de entulho. Tinha casa na ponta de um barranco e chegou a descer ao fundo da minha fábrica. Quando a vigilância chegava aqui era só canetada porque era meio mundo de mato e lixo nos fundos e não tinha condições de fazer uma encosta como essa”, contou.

No entanto, a realidade agora é diferente. “Hoje é uma bênção. Deu mais segurança pra gente e em pouco tempo até (com relação à duração da obra). Olha só que maravilha, isso caiu do céu. Só tenho a agradecer a todos”, pontuou. Mesma opinião da vizinha Maria Isabel Lisboa, 40 anos, dona de casa, que vive com o marido e a filha bem junto à encosta. “Foi a melhor coisa que teve, graças a Deus. Agora a gente dorme tranquilo. Gostei bastante, foi um trabalho bem feito”, completou.

Estrutura – Formada por um composto de PVC e geotêxtil com cobertura de argamassa jateada, a geomanta da Avenida Argos possui área de 1.330,08 m² e, para implantação, foram investidos R$184 mil. A medida beneficia cerca de 70 famílias que vivem próximo à encosta da região, sobretudo, nos períodos chuvosos.

Desde que foi adotada pela Prefeitura, em 2016, a proteção de encosta já foi aplicada em 188 localidades da capital baiana, totalizando investimento de R$ 17,5 milhões. A ação é realizada sob a coordenação da Codesal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Projeto Jovem Monitor de Turismo, realizado pelo Parque Social em parceria com a Prefeitura, está com inscrições abertas para seleção de adolescentes entre 16 e 17 anos, matriculados ou que já concluíram o ensino médio na rede pública de ensino, para oferecer capacitação teórica e prática na área de turismo. O procedimento acontece até 6 de março e pode ser efetuado de modo presencial na sede do Parque Social (localizada no Parque da Cidade, Itaigara), no Escritório Social, na Rua Chile (Centro), ou através do formulário disponível no site www. parquesocial. org .

O projeto selecionará 50 jovens, que participarão de oficinas de autoconhecimento, relações interpessoais, expressão oral e escrita, noções básicas de inglês e espanhol, empreendedorismo social, interação com os turistas e turismo de base comunitária. Além disso, os jovens também vão ter contato com a construção e ressignificação de roteiros, aulas de campo e palestras com temas transversais relacionados ao turismo.

As atividades acontecerão pelo período de nove meses no edifício do Escritório Social, sempre às terças e quintas-feiras, com encontros que durarão três horas. Após a conclusão do projeto, os participantes recebem certificado de Monitor de Turismo.

Histórico – Criado em 2017, o Jovem Monitor de Turismo visa estabelecer uma conexão entre o universo jovem e o potencial de transformação da realidade local a partir do Turismo de Base Comunitária. A gerente de projetos do Parque Social, Joana Kary, explica que a iniciativa tem proporcionado inclusão social, participação cidadã e oportunidades aos jovens de se inserirem no mercado de trabalho.

“Geralmente recebemos jovens que nunca fizeram uma formação além da escola. Quando terminam a capacitação, eles passam a ter um plano de vida, a conhecer a própria cultura, a ter pensamentos críticos e valorização maior da cidade", pontua.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Profissionais que atuam na área de bares e restaurantes de Salvador esperam se beneficiar diretamente do novo Centro de Convenções, localizado na orla da Boca do Rio. O presidente do conselho administrativo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes na Bahia (Abrasel – Bahia), Daniel Alves, explica que o equipamento vai atrair clientes para o segmento na medida em que o turista de negócios não costuma ficar apenas um dia na cidade. 

“Os participantes saem das convenções e vão para esses estabelecimentos, que são alguns dos maiores empregadores da cidade. Então, de uma maneira geral, o equipamento vai revitalizar o turismo aquecer a nossa economia”, opina. O setor conta hoje com cerca de cinco mil bares e restaurantes funcionando em Salvador.

“O Centro de Convenções representa o renascimento do turismo na capital, porque o nosso turismo não pode ser sazonal, precisa ser perene. Nós perdemos um aporte financeiro muito grande deixando de receber grandes eventos. Além disso, a estrutura vai revitalizar aquela região da orla, que havia sido projetada para o antigo centro, que morreu. Então, a nossa expectativa é de grandes melhorias”, aposta Daniel.   

Movimentação - A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) e o trade esperam que, com o funcionamento pleno do novo Centro de Convenções, que começa a receber os primeiros eventos em março de 2020, o impacto positivo na economia dos 50 setores ligados ao turismo, incluindo o de bares e restaurantes, seja de R$500 milhões por ano na cidade. O equipamento tem capacidade para receber 14 mil pessoas em feiras e congressos e 20 mil em shows.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A Prefeitura vai ampliar ainda mais a cobertura da atenção básica em saúde em Salvador com duas ações realizadas nesta terça-feira (21). Uma delas é a construção da Unidade de Saúde da Família (USF) Nova Sussuarana I, na Rua Santíssima Trindade, s/n, cuja ordem de serviço para início imediato das obras foi assinada no local pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário da Saúde (SMS), Leo Prates, autoridades, lideranças comunitárias e população. Também na ocasião, foi assinado o convênio com a Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf/SUS), que possibilitará a inclusão de mais 24 residentes que atuarão nos postos de saúde municipais.

De acordo com o prefeito, está prevista a inauguração de mais 20 unidades de saúde em toda a cidade até o fim de 2020. Somente o Distrito Sanitário Cabula/ Beiru – onde está localizada a futura USF Nova Sussuarana I e que registrava uma das piores coberturas de atenção básica de saúde na capital baiana – terá quatro novos postos.

“São investimentos muito importantes. No ano passado, a atenção básica só atingia 13% da população nesta região e estamos caminhando para, no fim de 2020, chegar a mais de 54% de cobertura de saúde, saindo de nove para 53 equipes de saúde da família. Sussuarana mesmo tinha uma carência muito grande na área de saúde e a Prefeitura, entendendo isso, não só construiu um posto que funciona hoje (USF Raimundo Agripino, entregue em 2014) como vamos construir mais dois apenas aqui no bairro”, salientou ACM Neto.

A necessidade de atendimento médico no local foi evidenciada por todos os moradores, a exemplo da doméstica Maria do Carmo Santos, de 46 anos. Residente na Rua Santíssima Trindade há mais de 20 anos, ela revelou a dificuldade em conseguir uma consulta. “A gente chega no posto ali de cima (USF Raimundo Agripino) e nunca tem vaga, porque a demanda é muito grande, já que ele atende a toda a Sussuarana e Novo Horizonte. Essa USF aqui vai ser muito importante, pois vai dar oportunidade de consulta médica que a gente precisa. Estamos bem agradecidos por essa ação que a Prefeitura está trazendo”, relatou esperançosa.

Estrutura – Com investimento de R$1,4 milhões em mais de 600 m² de área construída, a USF Nova Sussuarana I deverá ser entregue no primeiro semestre de 2021, com capacidade para atender a 16 mil pessoas residentes na região. O investimento possibilitará o pleno funcionamento do posto, que terá quatro equipes de saúde da família e outras quatro de saúde bucal, ofertando atendimento humanizado e qualificado a crianças, adolescentes, adultos e idosos.

A estrutura terá dois pavimentos e englobará 12 consultórios, dentre outros ambientes. Serão realizados serviços de acolhimento, atendimento médico, enfermagem, odontológico, além de atividades dos programas prioritários como hipertensão arterial, diabetes, tuberculose e hanseníase. O novo posto também ofertará procedimentos de promoção e proteção à saúde como vacinas, coleta de material para exames laboratoriais, marcação de consultas, de exames e dispensação de medicamentos.

Novos profissionais – A assinatura do convênio entre a Prefeitura e a Fesp possibilitará que os 24 residentes – sendo 12 médicos e outros 12 odontólogos – reforcem o quadro de profissionais de saúde para atender à população. Na ocasião, o secretário Leo Prates lembrou do esforço municipal em contratar médicos para consistir os postos de saúde e de que, em 2020, Salvador terá 104 residentes atuando na cidade, dentro do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde de Salvador.

“Essa é uma forma que a gestão está encontrando em consistir as nossas unidades de saúde. Tem sido feito um esforço grande – já foram realizados concurso público, chamamento pelo Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) e contratação por pessoa jurídica e, mesmo assim, ainda faltam médicos na cidade. Sendo assim, estão sendo buscados médicos residentes, que são muito qualificados, com toda a assistência das instituições acadêmicas. Temos certeza que este será um grande passo para que o problema seja resolvido de uma vez por todas”, completou o prefeito ACM Neto.

Demais reivindicações – Outras reivindicações começaram a ser atendidas para melhorar a qualidade de vida dos moradores do bairro. Uma delas é a requalificação da quadra esportiva que fica ao lado da futura USF, já autorizada pelo prefeito ACM Neto e que também deverá ganhar, em área vizinha, equipamentos de ginástica e lazer, com intervenções a serem promovidas pela Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) e Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).

O canal que passa pela localidade também deverá passar por ações a serem promovidas pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). Além disso, uma família que vive em situação precária sobre o canal receberá Aluguel Social para ficar em um imóvel mais seguro.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A inauguração oficial do Centro de Convenções Salvador, que será realizada neste domingo (26), contará com apresentações da cantora Cláudia Leitte, com a “Prainha da Claudinha”, de Lore Improta, com o "Show da Lore", e de Tio Paulinho. O evento, que ocorrerá das 10h às 14h, terá ainda brinquedos para a criançada. O prefeito ACM Neto estará presente.

O show de Lore Improta começa às 11h. O de Cláudia Leitte, às 13h. Ambos irão ocorrer no espaço externo do equipamento, que fica localizado próximo à praia da Boca do Rio. Tio Paulinho fará apresentações ao longo do evento na parte interna do Centro de Convenções Salvador. A entrada do público no evento está sujeita à lotação do espaço.

Os principais espaços do Centro de Convenções serão utilizados para a inauguração do dia 26: a esplanada, as praças de exposições, o Pavilhão A e a área externa para shows. A entrada para o público será feita pela frente do equipamento, na Avenida Octávio Mangabeira. Já a saída será feita através da área externa, próximo à praia da Boca do Rio.

“Nós planejamos uma festa linda para o dia 26 voltada para a família, repleta de shows e atrações infantis, com brinquedos infláveis e muita diversão. É um evento para atrair a população soteropolitana e apresentar esse novo equipamento que trará tantos benefícios para a cidade”, afirmou o secretário de Cultura e Turismo, Claudio Tinoco.

O evento, que contará com uma operação especial de serviços da Prefeitura, envolvendo áreas como segurança, mobilidade, atendimento à saúde e ordenamento, terá ainda uma área gastronômica, com a presença de food trucks repletos de opções para o público presente.

Evento fechado - Nesta quinta-feira (23), a partir das 18h30, haverá um evento de inauguração apenas para convidados, com direito a show de Maria Bethânia, contratada pela GL Events, empresa que tem a concessão do equipamento pelos próximos 25 anos. Em fase de montagem, o palco para o evento possui 38mx6m e o ambiente terá projeção em 260° com conteúdo dinâmico, sonorização surround 5.1 e projetores de alta resolução com laser.

A Prefeitura investiu R$ 130 milhões na construção do Centro de Convenções de Salvador. O equipamento tem capacidade 14 mil pessoas simultaneamente em congressos e convenções e até 20 mil pessoas em shows. Além disso, mais de R$25 milhões serão investidos pela empresa concessionária, entre pagamento de outorga, equipamentos e instalações.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...