Geral

0
0
0
s2sdefault

 A Prefeitura de Salvador, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), ajustou o cronograma do processo eleitoral para o Conselho Municipal de Política Cultural - biênio 2024/2026. Agora, a votação está programada para ocorrer a partir desta quarta-feira (17) até o próximo dia 24.

A assessora estratégica e de gestão da FGM, Viviane Vergasta, enfatizou o número recorde de inscrições: 1.664 eleitores manifestaram interesse em participar do conselho. "Para nós, isso reflete a grande mobilização tanto da comissão eleitoral quanto dos conselheiros”, contou.

O conselho é um órgão colegiado da FGM e faz parte do Sistema Municipal de Cultura (SMC), exercendo funções consultivas, normativas, deliberativas e fiscalizadoras da política cultural do município.

“O poder público também mobilizou esses eleitores e candidatos para fortalecer essa instância e ter representantes da sociedade civil que realmente queiram integrar e colaborar com políticas públicas participativas e efetiva participação social nos próximos dois anos. Isso mostra que a sociedade civil e a cidade de Salvador despertaram para a importância desse conselho nos últimos anos", acrescentou.

As eleições serão realizadas para escolher conselheiros titulares e suplentes para os 10 segmentos e 10 territórios culturais, conforme estabelecido na Lei 8.551/2014. Para votar, os agentes culturais de Salvador devem ser residentes na capital e maiores de 16 anos.

Os representantes e suplentes serão eleitos para linguagens artísticas e segmentos culturais, como Artes Visuais; Audiovisual; Circo; Culturas Identitárias e Inclusivas; Cultura Popular; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial ou Teatro. Além disso, serão eleitos também para os territórios formados pelas Prefeituras-Bairro de Salvador: Centro/Brotas; Subúrbio/Ilhas; Cajazeiras; Itapuã/Ipitanga; Cidade Baixa; Barra/Pituba; Liberdade/São Caetano; Cabula/Tancredo Neves; Pau da Lima; e Valéria.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Centro de Convenções de Salvador receberá nesta quinta-feira (18) uma edição especial do maior e mais importante evento de conexões e negócios de Cidades Inteligentes do país, com uma programação totalmente voltada para a região Nordeste. O Connected Smart Cities Regional Nordeste terá 28 horas de conteúdo em seis palcos simultâneos, contando com 18 painéis e mais de 100 palestrantes, entre eles o prefeito de Salvador, Bruno Reis.

Também vão participar os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, e de Inovação e Tecnologia (Semit), Samuel Araújo. Com uma população que representa 26,9% do Brasil, distribuída em quase 1,8 mil municípios e ocupando 20% do território nacional, o Nordeste é um ecossistema de peso no cenário brasileiro, contribuindo com 15% do Produto Interno Bruno (PIB), e Salvador está no centro dessa busca por soluções e oportunidades para a transformação das cidades.

O público-alvo do evento inclui prefeitos, secretários e outras lideranças dos nove estados nordestinos. Também vão participar Bernardo D’Almeida, presidente da Empresa de Informática (Emprel) da Prefeitura do Recife; Carlos Marques Dunga Júnior, superintendente de Trânsito e Transportes Públicos da Prefeitura de Campina Grande; Joanna Guerra, secretária de Planejamento da Prefeitura de Natal; entre outras lideranças de cidades do Nordeste.

O Connected Smart Cities vai abordar temas cruciais para o avanço das cidades nordestinas, como Cidades Prósperas, Cidades Empreendedoras, Cidades Participativas e Engajadas, Urbanismo Sustentável, Cidades Conectadas, Cidades Resilientes e Inclusivas, Mobilidade Ativa, Data Analytics, Tendências e Conectividade e Integração. Os participantes terão acesso a rodadas de negócios, workstations e uma exposição com as soluções e tecnologias mais inovadoras para a região.

Destaques regionais - A região Nordeste saiu na frente quando se trata de desenvolver cidades inteligentes, com exemplos de PDTCI, PMCI, PECI e outros formatos de plano que estruturam planejamentos eficientes para a transformação das cidades. Salvador foi a pioneira em uma plataforma de tecnologia inteligente em gestão do transporte, que desde 2015 monitora, em tempo real, todos os ônibus da cidade 24h por dia.

O Nordeste reúne 97 das 100 melhores escolas de anos iniciais do Brasil e no ensino fundamental 2 marca presença com 88 unidades. Além disso, a região é referência em investimentos em ambientes de inovação, em infraestrutura tecnológica, além da desburocratização para abertura de novas empresas.

Para enfrentar os desafios relacionados à infraestrutura e aos serviços públicos, o evento contará com a participação de empresas e concessionárias responsáveis pela distribuição de água, saneamento, telecomunicações e gestão de resíduos sólidos. Estas entidades, juntamente com especialistas do setor, compartilharão soluções já implementadas e servirão como modelos inspiradores para o desenvolvimento de outras cidades, visando superar os padrões nacionais.

Além disso, serão evidenciados os diversos pilares que compõem as cidades inteligentes e que já se destacam em municípios do Nordeste. Isso inclui o planejamento urbano, com ênfase no exemplar Plano de Cidades Inteligentes adotado por Salvador; a inovação tecnológica, impulsionada pelo Polo Tecnológico de Recife; a qualidade da educação básica, com notável desempenho em Fortaleza; a digitalização dos serviços públicos, exemplificada pela plataforma Ajuinteligente, de Aracaju; e o progresso econômico de várias cidades locais, além de avanços em empreendedorismo, segurança, energia e outros aspectos relevantes.

Sobre - O Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes. Criamos uma comunidade com os atores desse ecossistema com o propósito de proporcionar espaços para integração e estimular a inovação.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 A campanha Salvador Contra a Dengue, coordenada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizou nesta segunda-feira (15) mais uma inspeção para controle vetorial com a aplicação de inseticidas por UBV Costal em todos os distritos sanitários de Salvador, visando o bloqueio de transmissão focal em áreas com casos notificados da doença.

O objetivo da ação é identificar possíveis depósitos, eliminando ou tratando os criadouros encontrados e passando orientações aos moradores de como combater os focos de água parada. Segundo Lucrécia Lopes, chefe do setor de controle de vetores e animais peçonhentos do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), as ações têm caráter preventivo e pretendem reduzir a ocorrência de notificações nas áreas de maior risco.

"Nas últimas semanas, temos observado a redução do número de casos notificados, principalmente em vários distritos do município onde estamos realizando o bloqueio de transmissão. Neste momento de epidemia, é importante que a cada semana o número de casos informados diminua diariamente”, explicou.

Um dos pontos de destaque da ação nesta segunda-feira foi o terreno baldio próximo à primeira passarela da Estrada da Rainha. Alex Santos, membro da equipe do CCZ presente ao local, destacou a importância da intervenção na área, identificando-a como um local de difícil acesso: "Embora tenhamos atuado em toda a região, priorizamos aqui devido à vegetação alta. Contamos com o apoio da comunidade para permitir o acesso aos imóveis e colaborar conosco no combate a essa situação”, disse.

Raimundo Sílvio, morador da região, colaborou com a equipe e elogiou a iniciativa da SMS. “As pessoas costumam chegar aqui e largar tudo de qualquer jeito, mas agora estão cuidando do local, o que é muito bom. Estão colocando placas e orientando os moradores. Eu acredito que, quando limparem essa área, será benéfico para todos”, exaltou.

Para denunciar locais para inspeção ou solicitar ações contra a dengue no município, o canal de atendimento é o Fala Salvador, através do telefone 156.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realizou ações de inspeção e controle de infestação de roedores em cinco distritos sanitários de Salvador: Subúrbio Ferroviário (Paripe, Coutos, Periperi, Plataforma e Lobato), Pau da Lima (Canabrava e São Marcos), Cabula-Beiru (Sussuarana e Mata Escura), São Caetano-Valéria (São Caetano e Pirajá) e Itapagipe (Uruguai). A ação é coordenada pelo Setor de Vigilância e Controle das Zoonoses transmitidas por animais Sinantrópicos (Sevas), Os bairros foram escolhidos por terem um histórico de casos confirmados para a leptospirose.

"Nestes locais fazemos a inspeção e desratização, quando necessário, para reduzir a infestação de roedores e consequentemente diminuir os riscos de transmissão da zoonose para os munícipes. Além disso, realizamos inspeções e intervenções químicas em praças, orla marítima, entorno de córregos e canais e antes do período chuvoso, trabalhamos nas ruas que tem histórico de alagamento”, explicou a chefe do Sevas, Cris Yuki.

Caso precise de orientação ou ação direta contra infestações desses animais, o cidadão pode entrar em contato gratuitamente, através do Fala Salvador 156. “Além do trabalho de combate aos ratos, o Sevas atua no controle da esquistossomose, além da prevenção e controle de zoonoses transmitidas por pombos e achatina fulica (caramujo africano)", completou Cris Yuki.

As ações são realizadas para reduzir a infestação de roedores e, consequentemente, diminuir os riscos de transmissão da zoonose para os cidadãos. Durante as atividades, os agentes de endemias orientam os moradores de como evitar a presença de roedores e como se prevenir contra a leptospirose, para que a população saiba identificar os riscos e se protejam.

Para a trabalhadora autônoma Maria das Graças Oliveira, de 58 anos e moradora do Uruguai, a ação da Prefeitura chega em momento oportuno. "É uma ajuda muito valiosa, ainda mais levando em consideração que a cidade está enfrentando um período de chuvas intensas, que acabam atraindo cada vez mais ratos para casas e para a rua", disse.

Dona de casa, dona Araci Pereira, de 72 anos, convive desde pequena com a presença de ratos quando inicia o período chuvoso. "É uma perturbação quando esses bichos aparecem. Eu compro tanto remédio, mas nada funciona com eles. Então, esse serviço é fundamental para garantir nossa saúde", afirmou.

Doença e sintomas – Doença infecciosa causada por uma bactéria chamada leptospira, a leptospirose pode ser transmitida ao homem em situações de enchentes e inundações, quando a urina dos ratos, presente em esgotos e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama tornando vulnerável qualquer pessoa que tenha contato com substâncias contaminadas, penetrando no corpo através da pele via arranhões ou ferimentos.

Os sintomas mais frequentes são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo e principalmente nas panturrilhas. Nas formas mais graves, geralmente aparece icterícia, caracterizada pela coloração amarelada de pele e olhos, sendo necessários cuidados especiais. Para prevenir é preciso evitar o contato com água ou lama de enchentes, bem como evitar que crianças nadem ou brinquem nessas águas.

Além disso, é necessário utilizar botas e luvas de borracha, ou mesmo sacos plásticos amarrados nas mãos e nos pés, para a realização da limpeza de lama, entulhos e desentupimento de esgoto. O lixo deve ser acondicionado de forma adequada, e colocado na via pública em horários que a limpeza urbana possa recolhê-los, os alimentos devem ser armazenados de forma adequada, assim como frestas e aberturas em portas e paredes devem ser vedadas, evitando assim a presença e infestação de roedores.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 A Operação Sílere apreendeu no final de semana 12 equipamentos de som que estavam sendo utilizados com limite de decibéis acima do permitido pela Lei 5354/98, que fixa níveis e horários das emissões. A iniciativa, coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), realizou 242 vistorias entre os bairros de Tancredo Neves, Pituba, Sete de Abril, Jardim Apipema e Matatu, localidades que somaram os maiores índices de poluição sonora.

“Os veículos automotores são as principais fontes de ruídos, mas as ocorrências também envolvem estabelecimentos comerciais ou mesas e caixas de som em área pública. Toda atividade sonora no município tem que ter autorização, caso contrário, quem está infringindo a lei pode ter o bem apreendido”, explica a coordenadora de Poluição Sonora da Sedur, Márcia Cardim.

A Sílere ocorre há mais de 12 anos no combate à poluição sonora na cidade e conta com apoio das polícias militar e civil e da Transalvador. Geralmente é nas terças-feiras em que os órgãos traçam o roteiro que será percorrido pela fiscalização no final de semana, com base em denúncias feitas pela população via Fala Salvador ou aplicativo Sonora Salvador. O Ministério Público, Defensoria Pública e Secretaria de Segurança Pública também apresentam demandas.

De acordo com a legislação vigente, os níveis máximos de sons e ruídos, de qualquer fonte emissora e natureza, em empreendimentos ou atividades residenciais, comerciais, de serviços, institucionais, industriais ou especiais, públicas ou privadas assim como em veículos automotores são de 60 dB (decibéis), no período compreendido entre 22h e 7h; e 70 dB, entre 7h e 22h. Os agentes de fiscalização utilizam decibelímetros, aparelhos específicos para fazer as medições.

Quando apreendidos, os equipamentos sonoros são levados para um depósito, e o proprietário tem até 90 dias para fazer a retirada do bem mediante pagamento de multa. Caso não haja a retirada, o item pode ser leiloado, doado ou destruído.

Neste ano, 4,3 mil denúncias de combate à poluição sonora foram registradas e 3,9 mil vistorias foram feitas. Além disso, 199 equipamentos foram apreendidos, tendo no ranking de bairros mais denunciados Rio Vermelho, Pituba e Itapuã. Os três têm em comum o fato de terem pontos boêmios, além de abrigarem quantidade expressiva de estabelecimentos comerciais e extensões de praias.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), aplicou 5.849 mil doses da vacina contra a Influenza (gripe), no Dia D realizado neste sábado (13) na capital baiana. Mais de 60 pontos de vacinação acolheram os públicos elegíveis em diversos locais da cidade.

Com a estratégia, Salvador ultrapassa 110 mil doses aplicadas no geral. “Agradeço a todos que marcaram presença e contribuíram com este Dia D. Seguiremos de portas abertas durante toda a semana para fortalecer a estratégia e ampliar os soteropolitanos imunizados. Para isso, contamos com a conscientização de todos os contemplados no público-alvo, especialmente os pais e responsáveis pelas crianças de seis meses a menores de 6 anos que ainda não se imunizaram, para que busquem a vacina", destacou a vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos.

No total 112.336 doses do imunizante da gripe já foram aplicadas desde o início da Campanha, em 8 de março. Mais de 1 milhão de pessoas estão aptas para receber a vacina contra a gripe em Salvador, cujo o público-alvo são crianças de seis meses a menores de 6 anos, trabalhador da saúde, professores do ensino básico e superior, povos indígenas (a partir dos 6 meses de idade), pessoas em situação de rua, profissionais das forças de segurança e salvamento, profissionais das Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso e trabalhadores portuários.

Dengue - Também neste sábado de Dia D, os soteropolitanos de 10 a 14 anos puderam se imunizar contra a dengue. Foram 474 doses aplicadas, chegando a 40.974 no total desde o início, em 15 de fevereiro, fortalecendo a mobilização Salvador Contra a Dengue. “Não podemos deixar de assegurar essa vacina tão importante no combate à dengue, por isso ofertamos também o imunizante no Dia D, e seguimos com diversas unidades de saúde, nos doze Distritos Sanitários de Salvador, a postos para acolher e vacinar esse público. São quase 227 mil pré-adolescentes e jovens habilitados para se imunizar, então, reforçamos uma vez mais o convite, esse pedido especial aos pais e responsáveis para que garantam esse cuidado preventivo essencial com seus filhos”, pontuou a gestora.

A estratégia com locais de vacinação, público-alvo e documentação necessária para recebimento das vacinas contra a gripe e dengue pode ser conferida no site www.saude.salvador.ba.gov.br.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Na manhã desta sábado (13), os 235 atletas e paratletas beneficiários do programa Bolsa-Atleta Salvador reuniram-se no Centro Espanhol, na Barra, para o 2º Encontro de Integração, visando o desenvolvimento integral dos participantes. Palestras com fisioterapeuta, fisiologista e nutricionista, e avaliações gratuitas em estações com quiropraxista, terapia ocupacional e fisioterapia, compuseram a programação da atividade.

O secretário da Sempre, Júnior Magalhães, ressalta que o objetivo desses encontros de acompanhamento é ampliar o alcance do programa. “Entendemos que o benefício financeiro é importante, mas sozinho não resolve todas as demandas dos atletas e paratletas. Por isso, estamos realizando essa iniciativa de trazer até eles orientações importantes, que contemplem o físico de maneira mais integral, auxiliando, assim, o alcance dos resultados positivos nas competições”.

Através de palestras interativas, nas quais os beneficiados participaram ativamente, foi possível conhecer e tirar dúvidas sobre o que há de mais moderno sobre os temas abordados. Os atletas e paratletas também receberam orientações gerais sobre o programa e demais benefícios no âmbito do esporte, promovidos pela Prefeitura de Salvador, por meio da Sempre, como o Viva Esporte, e a Ajuda de Custo. Todos receberam, ainda, a bandeira com a marca Esporte Salvador, que compõe o kit de fardamento dos beneficiados para ser usado nas competições.

O fisioterapeuta esportivo Yuri Cabral destaca que um programa como o Bolsa-Atleta, que surge como uma ação duradoura e que visa transformar de fato a vida das pessoas, deixa todos muito felizes. “Fico muito satisfeito também de ter a oportunidade de conversar com esses atletas e dar dicas, além de colocá-los em contato com os profissionais que estão aqui hoje”, pontua.

O carateca Kleber Pinho era um dos mais entusiasmados com o encontro. “Achei o evento maravilhoso e muito instrutivo. A Prefeitura e a Sempre estão de parabéns por tudo que estão proporcionando para os atletas”, afima.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Auditório Makota Valdina, localizada na Casa das Histórias de Salvador, no Comércio, recebeu nesta quinta (11) e sexta-feira (12) o I Encontro Ibero-americano de Cultura, realizado pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) com apoio da Prefeitura de Salvador. O evento discutiu oportunidades e desafios para a efetivação dos direitos culturais com painéis gratuitos sobre cultura e sustentabilidade.

 Durante a abertura, o secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Pedro Tourinho, ressaltou que há um grande desafio a ser enfrentado, que é pensar de forma decolonial. “A região que a gente considera como ibero-americana vem de uma construção colonial. Nós estamos no centro de Salvador, que é uma cidade colonial. Então nós temos a obrigação de pensar de forma a desconstruir esses alicerces de pensamento e de opressão com os quais nós fomos construídos”, afirmou.

 O diretor-geral de Cultura da OEI, Raphael Callou, ressaltou que o objetivo é construir, cada vez mais, um espaço de diálogo e colaboração. “Aqui em Salvador, estamos falando sobre diversidade cultural, afrodescendência e decolonialismo. A gente comenta que a coisa mais característica da identidade cultural ibero-americana é a unidade na diferença. Isso aqui em Salvador é um lugar muito simbólico e a gente teve a oportunidade de aprofundar esse debate de maneira bastante interessante. Aproveitamos também para debater a cultura e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável, na medida em que a cultura notadamente tem uma influência sobre a longevidade, a qualidade de vida e o bem-estar, além da associação com outros setores como a educação”, afirmou.

Reflexões – Com o tema ‘Cultura e Desenvolvimento Sustentável para a Construção de uma Agenda Compartilhada’, o evento promoveu uma reflexão sobre Indústrias Culturais e Criativas, Educação Cultural e Artística, Cultura e Desenvolvimento Sustentável e Diversidade Cultural. Durante os dois dias de programação, especialistas de 19 nacionalidades e autoridades culturais ibero-americanas também debateram sobre as oportunidades e os desafios que a região enfrenta na efetivação dos direitos culturais, buscando assegurar a participação da sociedade na vida cultural, além de compreender melhor os efeitos da tecnologia sobre o setor.

 O evento foi marcado pela realização de reuniões de trabalho e painéis com a participação de mais de 50 especialistas e autoridades culturais ibero-americanos, como João Jorge Rodrigues, presidente da Fundação Palmares; Yeison García, diretor do Centro Cultural “Espacio Afro” (Madri); Marcelo Campos, curador-chefe do Museu de Arte do Rio; Katti Osorio, presidente do ICOMOS Panamá; Jordi Tresserras, diretor do Laboratório em Patrimônio e Turismo Cultural da Universidade de Barcelona e ex-presidente do ICOMOS Espanha; João Alegria, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho; Marcus Faustini, ex-secretário de Cultura do Rio de Janeiro e Gemma Carbó, diretora do Museu da Vida Rural da Fundação Carulla e presidenta da ConArte Internacional.

 Pesquisador do Núcleo de Estudos Regionais e Agrários do Instituto de Geociência da Ufba, Alberto Viana assistiu ao diálogo aberto ‘Apresentação do Relatório Biodiversidade e o direito de participar da vida cultural’, com apresentação da diretora da Fundação Baketik, Maider Maraña.

 “Foi um encontro muito rico, pois trouxe saberes e conhecimentos que até então a gente não tinha e confirmando outros conhecimentos e saberes de resultados de publicações científicas, que nós já detínhamos e que agora estão se confirmando por outras fontes, a exemplo dessa defesa da biodiversidade e da cultura como aliados e não como coisas estanques, como a ciência moderna colocou na nossa cabeça. Hoje até pelas questões das mudanças climáticas, a gente vê que homem e natureza são uma coisa só, parte do mesmo problema e da mesma solução”, opinou.

 O encontro contou ainda com o diálogo aberto Cultura e Impacto Social. Convidado dessa mesa, o secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, João Alegria, trouxe uma breve definição sobre cultura para a reflexão de todos.

 “Cultura, em essência, é a promoção da vida. E é algo que garante a vida, não só humana, mas especialmente a humana, da civilização humana. São as nossas práticas e vivências culturais que garantem a vida. E quando você consegue criar oportunidade para uma vida plena, em todas as suas dimensões, essa experiência de vida plena na cultura é geradora de riqueza material, é geradora de expressão artística, de conhecimento e tradição. Com essa chave que a gente pensa cultura e impacto social”.

 O evento teve ainda um diálogo com o público, uma conferência de encerramento e as saudações institucionais e coquetel de encerramento. O Encontro Ibero-americano também aconteceu no Rio de Janeiro, nos dias 8 e 9, e teve foco na educação cultural e nas indústrias culturais e artísticas.

Reportagem: Priscila Machado/Secom PMS

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Programa Saúde nos Bairros, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), completa um ano neste sábado (12). Para marcar a data, a vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, irá celebrar junto aos profissionais da pasta e população com visitas, a partir das 7h30, às estruturas montadas nos bairros de Nazaré, Santa Mônica e Centenário. Durante a comemoração especial, a gestora fará um balanço das atividades.

SAÚDE NOS BAIRROS – NAZARÉ – Primeira visita: 7h30

Endereço: Praça Conselheiro Almeida Couto, em frente ao Colégio Salesiano, Nazaré.

SAÚDE NOS BAIRROS - SANTA MÔNICA

Endereço: Avenida General San Martin, no estacionamento da Unidade de Saúde San Martin III - Santa Mônica.

SAÚDE NOS BAIRROS – CENTENÁRIO

Endereço: Praça da Avenida Centenário (canteiro central) em frente ao Semeve Pet Center e Drogasil.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...