Geral

0
0
0
s2sdefault

Começa nesta quinta-feira (4) a segunda etapa de distribuição de cestas básicas para os mototaxistas credenciados que atuam no transporte individual de passageiros de Salvador. Estão aptos a receber os kits 1.243 profissionais com idade entre 18 e menos de 60 anos. Quem tem a partir de 60 anos já recebe o benefício de R$270 do Salvador por Todos. 

A entrega das cestas ocorrerá na sede da Secretaria de Mobilidade (Semob), em Amaralina, de forma escalonada, segundo número de alvará de cada profissional, com o objetivo de coibir aglomerações. No mês anterior, 1.070 mototaxistas efetuaram a retirada dos alimentos. 

Os trabalhadores com alvará de M-0001 a M-0300 serão aguardados para receber as cestas nesta quinta; com alvará de M-0301 a M-0600, na sexta-feira (5); com alvará M-0601 a M-0900, na próxima segunda-feira (8); com alvará de M-0901 a M-1265, na terça-feira (9); e os que não compareceram nas datas indicadas, na quarta-feira (10).

Para retirarem as cestas, é necessário que os mototaxistas apresentem o alvará de circulação ou crachá, além de um documento de identificação com foto (RG ou CNH). Além disso, como recurso de proteção tanto dos mototaxistas como dos servidores municipais envolvidos na operação, todos os profissionais terão que fazer uso obrigatório da máscara para retirar os donativos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

Para conter a disseminação e o avanço do novo coronavírus, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) intensificou as medidas de desinfecção e higienização por toda a cidade. A iniciativa teve início no dia 18 de março e faz parte do conjunto de medidas para enfrentamento à Covid-19. Até o momento, foram realizadas um total de 5.211 ações em vários pontos da capital. 

Entre os serviços realizados estão a higienização dos principais terminais de ônibus, desinfecção de cemitérios públicos municipais e unidades de saúde. Além dos mercados municipais, locais de entrega de quentinhas para moradores em situação de rua, restaurantes populares e outros. A higienização também foi intensificada também nos bairros que estão ou passaram por medidas restritivas. 

A operação de desinfecção envolve 80 agentes pulverizadores, que utilizam equipamentos de proteção individual (EPIs) e pulverizadores costais para aplicação de hipoclorito de sódio e água nas vias e estruturas. Além disso, a iniciativa conta com dez carros-pipa adaptados, com capacidade para quatro mil litros de hipoclorito de sódio e água. A equipe ainda conta com o reforço de um trator de pulverização, com capacidade para 400 litros da solução e jato que alcança até 15 metros. 

“Temos atuado de forma proativa, desde março, com serviços de higienização e desinfecção por toda a cidade. Os primeiros equipamentos a receberem as ações foram as principais estações de transbordo de ônibus, que, em seguida, se expandiram para avenidas, praças, unidades de saúde, restaurantes populares, cemitérios e, mais recentemente, os bairros com medidas restritivas e finais de linha de ônibus. Desta forma, acredito que, em alinhamento com os outros órgãos da Prefeitura, temos realizado um trabalho fundamental de combate à pandemia e em prol da população”, afirma Marcus Passos, presidente da Limpurb.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A Prefeitura, através da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), iniciou nesta quarta-feira (3) o pagamento da terceira parcela do benefício do Salvador por Todos, concedido a trabalhadores informais e individuais cadastrados junto ao município até o último dia 20 março.

Para evitar aglomerações, o pagamento do auxílio, no valor de R$ 270, é feito em agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e lotéricas. Ambulantes, barraqueiros, donos de quiosques, baianas de acarajé, guardadores de carro, recicladores e baleiros, além de taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo a partir de 60 anos, são as categorias que têm direito ao auxílio, válido inicialmente por três meses.

De acordo com a secretária da Sempre, Ana Paula Matos, as datas dos pagamentos são planejadas para dar suporte aos trabalhadores, sem coincidir com a de outros benefícios, evitando, assim, aglomerações nas agências bancárias.

"Hoje, as pessoas com os nomes iniciados pela letra 'A' puderam sacar o pagamento. Já na quinta-feira (05), quem for 'B, C e D' também poderá fazer o seu saque. Estamos antecipando por entender que esse é um momento muito delicado para todos. As necessidades não esperam e faremos o possível para ajudar o povo a passar por essa pandemia", disse.

Ao total, cerca de 36 mil trabalhadores informais já sacaram o benefício Salvador por Todos, o que equivale um montante de mais de R$ 9 milhões. Para saber se tem direito e quando receber o benefício, o trabalhador deve acessar o site www. salvadorportodos. salvador. ba. gov. br.

Documentos - Para o saque, os beneficiários devem apresentar o documento de identidade e um dos seguintes cartões: Primeiro Passo, Cartão Cidadão ou do Bolsa Família. Quem não possui nenhum destes precisa se dirigir ao atendimento de balcão em qualquer agência da Caixa, portando o número do NIS e documento de identidade.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Prefeitura anuncia prorrogação de medidas setoriais e ações de proteção à vida em Periperi

A força-tarefa liderada pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar da Bahia (PM-BA), promoveu, somente pela manhã, 139 interdições nos quatro bairros onde as medidas regionalizadas de restrição começam a valer hoje (03): Fazenda Grande do Retiro, Tancredo Neves/Beiru, Cabula e Paripe.

Foram feitas, no total, 1.223 vistorias apenas pela manhã. O bairro com mais interdições foi Fazenda Grande do Retiro, com 84, seguido de Paripe, com 30, Tancredo Neves/Beiru, com 19, e Cabula, com seis. Entre os estabelecimentos interditados estão principalmente oficinas, lojas de cosméticos e de material de construção. 

Além dessas quatro localidades, outros bairros que, da mesma forma, possuem número preocupante de casos de Covid-19 e tiveram relaxamento do isolamento social, passam por medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida. São eles: Periperi (cujo prazo, prorrogado por mais sete dias, venceria hoje), Lobato, Cosme de Farias e Pernambués. 

Nesses quatro locais, todo o comércio, independentemente do tamanho da área ocupada, deve permanecer fechado, com exceção das atividades essenciais, que são: supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local). Ambulantes e feirantes, que estão recebendo cestas básicas, também devem suspender os trabalhos nas ruas. 

As ações de proteção à vida consistem, além da distribuição de cestas básicas para ambulantes e feirantes, na distribuição de máscaras, realização de testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Cras Itinerante. 

Interdição - No caso de Paripe, além do fechamento do comércio e das ações de proteção à vida, também já foi feita pela Transalvador a interdição viária no pequeno trecho entre duas rotatórias da Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana), ligando as ruas Tamandaré e Mourão de Sá. Isso para ampliar o isolamento social nessa área que comumente tem fluxo intenso de pessoas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Testes rápidos realizados no início desta semana apontam 40 pessoas com Covid-19

Com o objetivo de ampliar as ações de enfrentamento ao novo coronavírus nas ilhas de Maré, Bom Jesus dos Passos e Paramana, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), intensifica as atividades assistenciais nas localidades.

Somente no início desta semana, técnicos realizaram 140 testes rápidos em moradores que apresentavam sintomas gripais nas comunidades. Na oportunidade, 40 pessoas foram diagnosticadas com a Covid-19. Os profissionais também realizaram a distribuição de máscaras e destacaram as unidades básicas a região como ponto de testagem rápida na rotina dos postos.

Para assegurar o acolhimento de pacientes que apresentarem quadro clínico mais agravados de síndromes gripais, um gripário será instalado para atender exclusivamente às demandas das ilhas.

“Estamos atentos à circulação do vírus na região das ilhas e já iniciamos a implementação de estratégias de assistência para assegurar que a população dessas localidades possa ser acolhida de maneira resoluta e com acesso facilitado”, destacou Leo Prates, secretário municipal da Saúde.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A campanha Uma Rede por Todos promoverá mais uma edição do Drive Thru Solidário, com o objetivo de arrecadar donativos para a população carente de Salvador. No próximo sábado (6) e domingo (7), das 8h às 16h, será possível doar alimentos, produtos de limpeza e de higiene pessoal no estacionamento da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim, na Avenida Jequitaia, 375, Calçada.

Não será necessário sair do veículo para entregar os donativos. Para evitar aglomerações e contaminações, só será permitido o acesso de pessoas que estiverem de carro, moto ou bicicleta, sendo obrigatório o uso de máscaras. Os produtos arrecadados serão doados para as comunidades e instituições assistidas pela Central de Lideranças Comunitárias.

Para o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, estamos em um momento que a solidariedade é ainda mais importante na cidade. “Chamamos as pessoas para apoiar da forma em que puderem. A população vulnerável de nossa cidade conta com a nossa união”, destaca o gestor.

Organização – A iniciativa é realizada em parceria entre a Prefeitura e a Rede Bahia, com a participação da Central de Lideranças Comunitárias, Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim. Na primeira edição, foram arrecadadas 56,7 toneladas de alimentos, 13.124 itens de limpeza, 19.288 itens de higiene pessoal, 1,2 mil pães, 37 kits infantis de higiene e outros 33 kits para adultos. O montante foi destinado a 48 instituições sociais da capital baiana.

O que doar – As pessoas que quiserem colaborar com o Drive Thru Solidário podem levar alimentos como arroz, feijão, farinha de mandioca, leite em pó, açúcar, óleo, café, biscoito, proteína de soja, sardinha enlatada e flocos de milho. Já os materiais de limpeza aceitos são água sanitária, sabão em pó e detergente. Os produtos de higiene arrecadados são sabonete, shampoo, creme dental e aparelho de barbear.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O alívio em garantir comida na mesa nos próximos dias estava estampado no rosto da cuidadora de idosos Alverlinda Barbosa, de 66 anos, que mora com o filho em Fazenda Grande IV. "Essa iniciativa ajuda pra valer, mesmo! Sem esse recurso, como estaríamos neste momento, sem trabalho, sem renda? Graças a Deus, pensaram na gente", relatou.

Dona Alverlinda é uma das 682 pessoas que estão comparecendo ao Mercado Municipal de Cajazeiras, em Cajazeiras X, para receber cestas básicas da Prefeitura concedidas nesse momento de crise provocado pelo novo coronavírus. O local é um dos 12 pontos de distribuição das 22.712 cestas de alimentos, iniciado nesta terça-feira (2) e que contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice Bruno Reis e dos secretários de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, e de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos.

O prefeito destacou que, no total, mais de 200 mil cestas básicas já foram distribuídas pelo Município para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, que tiveram as condições agravadas pelos efeitos da Covid-19. "Desde o início da pandemia, houve uma grande preocupação em dar o máximo de assistência às pessoas em situação crítica, para que tivessem o mínimo de condições de sobrevivência nesse período crítico. A intenção da Prefeitura é continuar com esse auxílio até que as atividades econômicas sejam retomadas", afirmou ACM Neto.

Ele salientou ainda que, em breve, a Prefeitura poderá adotar medidas mais restritivas também em Cajazeiras – o bairro de Cajazeiras X, por exemplo, tem chamado a atenção para o número recente de casos confirmados. “Temos recebido muitos pedidos dos moradores e estamos aproveitando para verificar de perto a situação da região. É importante lembrar que já estão sendo realizadas essas medidas em oito localidades diferentes, ao mesmo tempo e, em breve, podemos chegar aqui”, ressaltou.

Operação – Coordenada pela Secretaria de Prefeituras-Bairro, a ação acontece até quinta-feira (4), sempre das 8h às 16h, com distribuição realizada em escalonamento por ordem alfabética. A operação conta ainda com o apoio da Secretaria de Ordem Pública (Semop), Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), Guarda Civil Municipal (GCM), Forças Armadas e Polícia Militar (PM-BA). Além da distribuição das cestas, as pessoas também recebem máscaras e podem acessar os serviços da Ouvidoria Geral do Município (OGM) e do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), vinculado à Sempre.

Para o secretário Luiz Galvão, essa fase da distribuição de alimentos é extremamente importante para o público beneficiado. “A ação está voltada para famílias que se encontram abaixo da linha de pobreza e têm como objetivo principal assistir famílias mais vulneráveis da nossa cidade, garantindo o alimento do seu dia-a-dia", destacou o gestor.

Beneficiários – Têm direito a receber o alimento famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, que vivem em situação de extrema pobreza e que são previamente selecionadas pela Prefeitura. Este público foi contactado através de ligações telefônicas e mensagens de texto no celular.

Quem tiver dúvidas ou quiser consultar se tem direito a receber o benefício pode acessar o site www. salvadorportodos. salvador. ba. gov. br/ cestabasica, ou ligar para o Disque Coronavírus, no telefone 160. Estão excluídas dessas novas cestas básicas as famílias que já recebem esses alimentos através de outras ações, a exemplo dos alunos da rede municipal, creches e escolas conveniadas, abrigos de idosos e crianças órfãs, além de integrantes do programa Pé na Escola e do Salvador por Todos.

Pontos de distribuição – Os doze pontos de distribuição das cestas básicas estão localizados em pontos estratégicos, atendendo a cada uma das dez regiões administrativas da cidade. São eles: Estádio Manoel Barradas (região de Pau da Lima); Parque da Cidade (região da Barra/Pituba); Escola Municipal Francisco de Assis (região de Valéria); Paróquia Senhor Bom Jesus dos Milagres (região do Centro/Brotas); Colégio da Polícia Militar-Ribeira (região da Cidade Baixa); Centro de Convenções de Salvador (região da Boca do Rio/Itapuã); Base da Guarda Civil Municipal (região da Liberdade/São Caetano); 19º BC (região de Cabula/Tancredo Neves); Escola Municipal Eduardo Campos e Mercado Municipal de Cajazeiras (região de Cajazeiras); Base Naval de Aratu e Unidade de Acolhimento Vila Fraternidade (região do Subúrbio/Ilhas).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou, nesta segunda-feira (1º), 1.204 testes para detecção do coronavírus. Deste montante, 217 pessoas testaram positivo para a doença. A ação ocorreu nos oito bairros que estão passando por medidas de restrição e na Boca do Rio, onde foi realizada uma blitz de testagem em parceria com a Transalvador. 

Em Plataforma, foram 16 casos; na Liberdade, 42; no Lobato,30 resultados positivos; em Pernambués, 26; em Periperi, 38; em Cosme de Farias, 26; no Uruguai, cinco; em Massaranduba, 20 resultados; e na blitz efetuada na Boca do Rio, 14. Vale lembrar que as medidas restritivas regionalizadas serão encerradas em Plataforma, Massaranduba, Uruguai e Liberdade. Na quarta-feira, começam em mais quatro regiões: Tancredo Neves/Beiru, Cabula, Paripe e Fazenda Grande do Retiro.    

A SMS oferta testagem rápida para a detecção da doença durante todos os dias, enquanto duram as medidas mais severas de restrição nos bairros. São disponibilizados 150 testes por dia em cada localidade. Além disso, a secretaria também promove ações com os agentes de endemias no combate ao mosquito Aedes aegypti e medição de temperatura. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura interditou, nesta segunda-feira (1º), a Praça Cosme de Farias, no bairro de mesmo nome. A ação ocorreu por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), após detecção de equipamentos vandalizados no local, incluindo academia de saúde, quadra, brinquedos infantis e o busto do major Cosme de Farias, patrono do bairro. 

A Prefeitura gastou, somente no primeiro semestre de 2020, R$ 45 mil mensais para recuperar equipamentos públicos vandalizados com quebras e pichação, a exemplo de praças, academias de saúde, espaços de lazer e monumentos. Isso representa prejuízo para toda a cidade, tanto do ponto de vista financeiro como histórico e cultural. 

De acordo com a Desal, alguns equipamentos chegaram a ser arrancados pelos vândalos. Além da academia, todo o parque infantil sofreu danos, inclusive brinquedos, alambrados, cerca de proteção feita em materiais como eucalipto, escorregadeira, balanço, paisagismo e toda comunicação visual. "É perceptível o impacto que esse tipo de ação oferece à população. A depredação custa para o município, assim como para a comunidade", relatou o presidente da Desal, Marcílio Bastos. 

Segundo o gestor, os danos alcançaram também a parte histórica e cultural do local. "O busto de Cosme de Farias foi pichado. Começamos a retirada imediata da pichação. Isso é uma falta de respeito com a cidade e o cidadão. Além de gastarmos dinheiro público que poderia ser usado em outras melhorias, não foi respeitado nem o período de pandemia. Uma das soluções para esse tipo de situação é a educação. Existem conversas, diálogos e um contato constante com a comunidade, fazemos abordagens com ensinos reflexivos, ou seja, tentamos resolver a questão a partir do entendimento dos problemas sociais e dos conflitos existentes na sociedade”, disse Marcílio Bastos.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...