Geral

0
0
0
s2sdefault

O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) empossou a nova diretoria em cerimônia virtual realizada nesta terça-feira (30). Um dos membros é o prefeito de Salvador, Bruno Reis, que se torna o vice-presidente para as capitais da Região Nordeste do grupo, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Na ocasião, foi anunciada a doação de R$4 milhões ao Conectar pela Natura & Co América Latina, que reúne as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A doação poderá ser destinada à compra de vacina contra a Covid-19 e insumos de saúde necessários ao enfrentamento da pandemia.

O evento foi acompanhado por prefeitos e gestores dos municípios consorciados e contou com a participação especial do conselheiro presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon); e do conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, José Nei Ascari. O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, enviou mensagem, por meio de vídeo, de apoio ao consórcio.

Na quinta-feira (1º), ocorrerá a primeira reunião da diretoria empossada já para aprovação de algumas resoluções. Entre elas está a de Compliance do consórcio, que trará as definições do portal de transparência, das ações que serão divulgadas e da contratação de uma auditoria independente para dar tranquilidade a quem dirige e, principalmente credibilidade ao Conectar.

Composição – A diretoria empossada foi eleita ontem (29), por meio da votação de 682 eleitores que corresponderam a 2.970 votos, já que o peso de cada voto varia de acordo com o número de habitantes dos municípios. A direção será presidida pelo prefeito de Florianópolis/SC, Gean Loureiro; o 1º vice-presidente, Edmilson Rodrigues, prefeito de Belém; e a 1ª vice-presidente Cinthia Ribeiro, prefeita de Palmas. Ao todo, a diretoria é formada por 15 prefeitos. No conselho fiscal, outros seis prefeitos participam, três titulares e três suplentes, conforme previsto no estatuto.

Em tempo recorde o Conectar foi liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e instituído com a adesão de mais de 1,8 mil municípios, com Projetos de Lei aprovados em suas Câmaras Municipais. Também já conta com a manifestação de interesse de mais de 2,6 mil municípios, sendo 25 capitais. Todos esses resultados foram alcançados em curto espaço de tempo com o objetivo de unir esforços com a União e os estados visando atender mais rápido as necessidades da população.

Ações em andamento - Desde que foi instituído, no último dia 22, o Conectar já se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no intuito de colaborar com o Programa Nacional de Imunização (PNI), coordenado pela pasta. Também já há tratativas diplomáticas do consórcio com os EUA para que o país norte-americano faça um empréstimo ao Brasil de doses da vacina da AstraZeneca, que estão estocadas nos EUA, assim como ajudar na intermediação com os laboratórios Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson.

Já existem também tratativas com a OPAS/OMS para que interceda junto ao Covax Facility a ampliação da participação na aquisição de vacinas e antecipação das entregas. O governo brasileiro, quando aderiu ao Covax Facility, tinha opções de adquirir doses equivalentes a 40% da sua população, mas optou por apenas 10%.

  

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

“Como vocês moram longe, não temos como prepará-los, o seu filho é surdo, cego e nunca vai vir a caminhar. O melhor a fazer é deixá-lo em um berço para descansar. Em determinado tempo, a lesão tomará conta do cérebro e ele vai morrer”. Esse foi o relato emocionado de Arlete Boing Petry sobre a informação médica recebida acerca de seu filho Marcos, quando ele tinha apenas três meses de vida.

A história foi contada durante a live “O que um autista falaria para um professor”, promovida pela Secretaria Municipal de Salvador (Smed) em parceria com a Associação de Amigos do Autismo da Bahia (AMA-BA), e que está disponível no canal da Smed no YouTube. A atividade foi realizada em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo 2021, cuja data definida pela ONU é a próxima sexta-feira, 2 de abril.

Hoje, ao contrário dos prognósticos e em razão do grande empenho da família, Marcos Petry tem 28 anos e foi o principal palestrante da live. Autista, Marcos tem uma carreira de palestrante, escritor, músico e youtuber, referência em autismo no Brasil. Ele é autor dos livros “Contos de Meninas e Meninos. Contos de Homens e Mulheres” (2016) e “Memórias de um autista por ele mesmo’’ (2018), entre outros.

A apresentação foi mediada pela coordenadora de Inclusão Educacional e Transversalidade da Smed, Jaqueline Araújo. Também participaram do evento Estela Santana, psiquiatra e psicanalista da AMA; Piton Miranda, fisioterapeuta que atua na coordenadoria; a mãe e professora de Marcos, Arlete Boing Petry, e os intérpretes em libras, Roni, Priscila e Tatiana Mendes.

Experiências e orientações – Na live foram compartilhadas experiências e vivências sobre o entendimento do espectro do autismo, no intuito de aproximar os professores e educadores para o tema. Para Marcos, é na escola que um aluno descobre suas aptidões e são os professores nas escolas que darão as oportunidades que o aluno com autismo vai descobrir dali para frente. “O que um autista gostaria de falar para seus professores é: Deixe-me observar. Tudo o que eu posso ver, eu posso aprender”, disse.

O palestrante ainda contribuiu com dicas valiosas para os professores sobre como lidar com situações que atrapalham o aprendizado para quem é autista. Por exemplo, se o docente entender que ele precisa avisar que o assunto abordado acabou e que vai entrar em outro, o autista vai ter o processamento da informação muito melhor.

Segundo Marcos, o aluno com espectro de autismo, quando visualiza algo diferente do seu habitual, não consegue fazer com que todas as partes do seu cérebro trabalhem juntas. Isso faz com que o estudante com TEA leve seis segundos a mais para entender o que está sendo dito.

“Lá na escola eu ficava viajando quando várias pessoas falavam ao mesmo tempo e gritavam. As aulas começavam em um assunto e a professora não avisava que iria mudar o assunto. Aí eu ficava pensando e viajando ainda no assunto prévio’’ lembrou. Marcos acrescentou ainda que um aluno com autismo sempre dá sinais dos traços desta condição: brincar ou usar brinquedos de maneira incomum, chorar ou rir em momentos inadequados e dificuldade em se relacionar com os outros colegas são alguns deles. O encerramento foi com a interpretação da canção “Maluco Beleza”, de Raul Seixas.

Esperança – A mãe e professora Arlete pontuou a importância de ter a família unida, trabalhando todos juntos. “Saber o que será daqui para frente com o meu filho e com as pessoas que têm autismo, só fazendo o que vocês estão fazendo: informando. Eu acredito muito nos professores. Vejam hoje meu Marcos com 28 anos tudo o que ele já fez e continua a fazer. Isso não tem preço no mundo”.

A mediadira Jaqueline Araújo falou do sentimento e da oportunidade de ouvir e dividir o momento com o palestrante. “A rede de educação de Salvador está em êxtase. Ouvir Marcos foi a coisa mais maravilhosa que aconteceu e superou todas as nossas expectativas. Quando ele começou a falar e tocar o violão, nos derretemos por ele. Quantas capacidades e habilidades ele nos ensinou. As limitações são muito pequenas diante das potencialidades”, finalizou.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As preocupações e a ansiedade causadas pelo isolamento social e as incertezas da pandemia da Covid-19 têm impactado diretamente nos hábitos alimentares de algumas pessoas. Isso porque a instabilidade emocional pode gerar momentos de compulsão alimentar com o aumento do consumo de produtos ricos em açúcares, gorduras e bebidas alcóolicas. Esses fatores associados ao aumento do sedentarismo têm favorecido o ganho de peso.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos em 30 países revelou que os brasileiros estão em primeiro lugar entre as pessoas que acreditam ter engordado durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o estudo, 52% dos entrevistados no Brasil declararam ter ganhado peso desde o início da Covid-19. Os chilenos e turcos estão na sequência, com os índices de 51% e 42%, respectivamente.

Os picos de ansiedade cada vez mais recorrentes e o ganho de peso após o início da pandemia fizeram com que a estudante de História, Bárbara Luana, 24 anos, tomasse coragem e procurasse ajuda. A moradora da capital baiana encontrou nas equipes de Nutrição e Psicologia do Multicentro Carlos Gomes o auxílio que precisava para retomar o equilíbrio emocional e, assim, voltar a realizar as atividades diárias com mais confiança.

“As consultas com a psicóloga me ajudaram a desenvolver uma autoconfiança e fez com que melhorasse minha interação com as pessoas. Também mudei totalmente minha alimentação e voltei a fazer exercícios físicos. A ansiedade que era muito comum desde que ingressei na faculdade está cada vez menos intensa. Hoje tenho levo a vida com muito mais tranquilidade”, descreveu a estudante.

Orientações – Para o psicólogo do Multicentro Carlos Gomes, Samuel Nunes, a saúde do corpo e da mente deve estar inteiramente equilibrada. Pequenos hábitos adotados na rotina podem ajudar a reduzir a compulsão alimentar. Separar um tempo de qualidade e organizar bem as tarefas do dia a dia são soluções simples que podem trazer bons resultados.

“Algumas pessoas têm usado a alimentação como uma válvula de escape para diminuir a tensão psicológica a que estamos expostos nesse momento. O primeiro passo para fugir desse ciclo é buscar o equilíbrio. Praticar atividades físicas, separar momentos de lazer, ler um bom livro, cuidar da espiritualidade e fazer meditação são alternativas para manter o equilíbrio emocional. Fazer o acompanhamento com um profissional especializado também é importante nesse processo de autocuidado com a saúde mental”, destacou.

Dieta equilibrada – Além do sobrepeso, a má alimentação também traz impactos negativos para a saúde. O aumento do consumo de alimentos mais calóricos e menos nutritivos ao longo do tempo pode desencadear doenças crônicas e graves. Obesidade, agravos cardiovasculares, cânceres, hipertensão arterial e diabetes estão entre as patologias ligadas a uma dieta desequilibrada.

A nutricionista do Multicentro Carlos Gomes, Natália Andrade, orienta a adoção de um plano alimentar prescrito por um profissional de Nutrição como alternativa para auxiliar na mudança de comportamento. Fazer uma programação dos alimentos que serão consumidos nas refeições no decorrer da semana é uma medida que todos podem adotar para ter uma dieta equilibrada.

“Trata-se de criar uma disciplina na rotina, que pode contar com a inclusão de atividades físicas para cuidar da saúde. Isso vai elevar a autoestima e melhorar corpo e alma”, completou Natália.

Atendimento gratuito – Os multicentros de Saúde Carlos Gomes e Vale das Pedrinhas, ambas unidades custeadas pela Prefeitura e administradas pelo ISAC – Instituto Saúde e Cidadania, ofertam atendimentos gratuitos nas áreas de Psicologia e Nutrição aos pacientes do Sistema Único de Saúde da capital baiana. Para ter acesso aos serviços, o soteropolitano pode realizar o agendamento das consultas em uma das 156 unidades da rede básica de saúde por meio do Sistema Vida+, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Os pacientes já cadastrados nos multicentros podem realizar a marcação diretamente nas unidades. Para isso, eles precisam apresentar o cartão SUS, um documento oficial com foto e a requisição com a indicação do atendimento especializado.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O projeto Calu Brincante, que busca preservar a ancestralidade, a identidade e a representatividade, vai realizar uma série de atividades voltadas para o público infantojuvenil, pais e educadores a partir desta semana. A programação inclui um seminário com a participação do ator Lázaro Ramos, o lançamento de um CD com músicas autorais, de um jogo virtual, e a realização de um espetáculo em formato virtual. 

A programação começa já a partir das 15h desta quarta-feira (31), com a realização do seminário “Brincadeira Tem Hora?”.  O evento será transmitido pelo perfil e canal Calu Brincante do Facebook e YouTube. O tema de discussão será a reconstrução e valorização das brincadeiras antigas para o cotidiano de hoje. 

Os participantes do seminário serão o ator e escritor Lázaro Ramos, o ator e cientista social Rodrigo França e a pesquisadora, escritora e responsável pelo planejamento da Escolinha Maria Felipa, Bárbara Carine. A mediação será feita pela idealizadora do Calu Brincante, Cássia Valle. 

“Estamos preparando com muito carinho esse seminário. Precisamos pensar e lembrar que nós somos crianças de rua, de brincar na rua. Trazer esse frescor das brincadeiras antigas para o dia atual. No seminário nós vamos falar também sobre como as famílias podem abraçar essa ludicidade”, revela Cássia. 

No mesmo dia do seminário será lançado o selo Calu Brincante, o CD do espetáculo Sarauzinho da Calu e o jogo virtual A Peteca. A ideia, segundo Cássia, é levar antigas brincadeiras de rua para o ambiente virtual. Ela, que também é pesquisadora de ludicidade voltada para o patrimônio imaterial do povo brasileiro, destaca que a peteca, primeiro jogo lançado pelo projeto, tem origem indígena e é, portanto, um dos primeiros praticados do país. 

Próximas atividades – Nos dias 4, 11 e 18 de abril, sempre às 16h, será transmitido gratuitamente pelas redes sociais do projeto o Sarauzinho da Calu. O espetáculo foi vencedor do prêmio Braskem de Teatro 2020 e agora passou por uma adaptação para o formato on-line, por conta da pandemia. 

Com música, histórias, canções e poemas originais, a montagem fala da importância de conhecer os sonhos de crianças negras, respeitando os direitos infantis, a tradição e a identidade. O espetáculo tem direção de Cássia Valle, codireção de Leno Sacramento, direção musical de Cell Dantas e iluminação de Rivaldo Rio. 

Origem – O projeto Calu Brincante nasce a partir de uma série de iniciativas, sendo a primeira delas o lançamento do livro Calu: uma menina cheia de histórias. O premiado livro de autoria de Cássia Valle e Luciana Palmeira conta as aventuras de Calu, uma menina negra que cria um universo alternativo carregado de símbolos afro-brasileiros. 

“O nome brincante vem do brincar, da importância de ser um eterno apreciador da brincadeira. Nós, adultos, também precisamos nos liberar para brincar, principalmente nesse momento em que estamos vivendo, em que o respiro está na ludicidade. Nada melhor do que esse grande elemento do ser criança para nos representar”, conta Cássia Valle. 

O projeto é contemplado pelo Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, vinculada ao Ministério do Turismo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), lançou a consulta pública do Programa de Incentivo à Restauração e Recuperação de Imóveis do Centro Antigo de Salvador (Revitalizar). A iniciativa tem como propósito divulgar o programa e abrir um canal para que a população possa contribuir com sugestões. 

“Toda contribuição é bem-vinda para promover melhorias na cidade e para toda população. Com isso, queremos aumentar o alcance do programa e ampliar o número de adesões”, afirma a gerente de Planejamento Urbano da Sedur, Jealva Fonseca. 

Os interessados em conhecer e contribuir com o Revitalizar devem acessar o link https://docs.google.com/forms/d/1J3mNE2HJ9h1mHbHkaVCH9kIQG00Lm-mLYGQeKrLQeac/viewform?edit_requested=true e preencher o formulário com as informações solicitadas. 

Revitalizar – O Revitalizar visa estimular a requalificação dos imóveis do Centro Antigo de Salvador, através da concessão de benefícios fiscais previstos na Lei 9.215/2017. Ao reformar, recuperar ou edificar imóveis dentro da área que o programa abrange, o responsável pelo imóvel pode ser beneficiado com a redução de 50% do IPTU futuro, perdão de dívidas, redução do ISS e isenção de ITIV, entre outros. 

Para requerer os benefícios previstos no Revitalizar, o imóvel deve estar localizado dentro da Área de Proteção Cultural e Paisagística do Centro Antigo e no Conjunto Urbano e Arquitetônico da Cidade Baixa de Salvador. As informações sobre o programa podem ser acessadas no link www.sucom.ba.gov.br/programas/revitalizar/ .

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta terça-feira (30), serão inclusos na estratégia de vacinação contra Covid-19 os idosos com 65 anos ou mais que residem em Salvador. Na parte da manhã, das 8h às 12h, serão atendidas as pessoas com 66 anos ou mais. Já no período da tarde, das 13h às 17h, será a vez dos indivíduos com 65 anos ou mais, nascidos entre 30 de março e setembro de 1955. 

A imunização acontece nos pontos de drive-thru situados na Universidade Federal da Bahia – Campus Ondina, Arena Fonte Nova (Nazaré), Atakadão Atakarejo – Fazenda Coutos, 5º Centro de Saúde (Barris), Parque de Exposições (Paralela), Centro de Convenções de Salvador (Boca do Rio), Barradão (Canabrava), Unijorge (Paralela) e Vila Militar – Dendezeiros. 

Os pontos fixos estão na USF Vista Alegre, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Resgate, USF Santa Luzia, USF Federação, USF Plataforma, USF Cajazeiras X, 5º Centro de Saúde (Barris), Unijorge (Paralela), Barradão (Canabrava) e

Colégio da Polícia Militar (Dendezeiros). 

Já os pacientes em hemodiálise podem ser vacinados na FTC – Campus Paralela e USF San Martim III (drives-thru) e USF Colinas de Periperi e FTC – Campus Paralela (pontos fixos). 

Autônomos – Também prossegue a vacinação para os autônomos: farmacêuticos, auxiliar e técnico de enfermagem, auxiliar e técnico da saúde bucal, enfermeiros, médicos, fisioterapeutas e odontólogos. Para terem acesso às doses, estes profissionais precisam estar com o nome cadastrado na lista disponibilizada no site da SMS, no endereço www.saude.salvador.ba.gov.br e, também, apresentar os seguintes documentos: carteira do conselho de classe e cópia do último Imposto de Renda ou comprovante atualizado de pagamento do ISS, contrato de pessoa jurídica ativo ou última nota fiscal. 

A aplicação da primeira dose dos trabalhadores ligados aos estabelecimentos de saúde também ocorre nesta terça. O nome também precisa estar na lista disponível no site da SMS. No local de vacinação, deverão portar a carteira do conselho de classe e apresentar cópia do último contracheque, ou contrato de trabalho pessoa jurídica ativo, ou última nota fiscal.

Já as pessoas que atuam em áreas afins nos estabelecimentos de saúde, como higienizadores, devem apresentar documento de identificação com foto mais cópia do último contracheque ou última nota fiscal. 

A vacinação para estes públicos acontece nos pontos drive-thru da Faculdade Bahiana de Medicina (Cabula), Faculdade Bahiana de Medicina (Brotas) e Universidade Católica de Salvador (UCSAL – Campus Pituaçu). Os pontos da Faculdade Bahiana de Medicina em Brotas e Cabula também são pontos fixos. 

Segunda dose – A aplicação da segunda dose para completar o esquema vacinal segue normalmente na capital baiana tanto para idosos como para trabalhadores de saúde. É preciso estar atento à data de retorno no site da SMS e no cartão de vacina obtido na ocasião da primeira aplicação. 

Os idosos que foram imunizados através do Vacina Express não precisam fazer novo registro na plataforma digital. O retorno da equipe de saúde será feito automaticamente de acordo com a data de reforço programada no sistema. 

A segunda dose para idosos será aplicada nos mesmos locais da imunização para pessoas acima de 66 anos, Já a segunda dose de trabalhadores da saúde é realizada na FTC – Campus Paralela (drive e fixo), USF San Martim III (drive) e USF Colinas de Periperi (fixo). 

Vacina Express - Os idosos com 65 anos ou mais também poderão fazer o agendamento da vacinação domiciliar através do Vacina Express, no site vacinaexpress. saude. salvador. ba. gov. br . São ofertadas por dia 200 vagas, preferencialmente, para idosos acamados ou com dificuldade de locomoção. 

Filômetro – Para evitar filas, o cidadão a ser imunizado pode utilizar o Filômetro para saber quais os pontos de vacinação com maior ou menor movimentação. As informações estão disponíveis no site filometro.saude.salvador.ba.gov.br .

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito Bruno Reis se reuniu com representantes dos trabalhadores da CSN nesta segunda-feira (29), no Palácio Thomé de Souza, para discutir a situação da categoria após rompimento do contrato, pela Prefeitura, com a empresa, anunciada no último sábado (27).  Também esteve presente na ocasião o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller. 

“A nossa gestão permanece aberta a conversas e negociações com os trabalhadores do transporte rodoviário de passageiros de Salvador, afetados pela crise da CSN, que nos levou a rescindir o contrato com a empresa. Temos toda a disposição de ajudar e vamos contratar o máximo de profissionais que for possível. Já temos a autorização da Câmara Municipal para absorver esses colaboradores. Vamos convocá-los para assumir seus postos, garantindo empregos e a operação do serviço de transporte público. A partir daí, por meio de uma atuação conjunta da Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Prefeitura e sindicato, vamos buscar as indenizações às quais os trabalhadores fazem jus”, declarou o prefeito.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) prossegue com as ações de fiscalização na cidade, no intuito de garantir o cumprimento das medidas de combate à Covid-19 e proteção à vida. Com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar da Bahia (PM-BA), os agentes do órgão promoveram 48 interdições em diferentes pontos da cidade, com um total de 107 bairros vistoriados, durante o fim de semana (dias 26 a 28).

Os estabelecimentos funcionavam mesmo com o decreto em vigor que permite a abertura apenas de atividades essenciais, a exemplo de supermercados e farmácias. Foram interditadas uma barbearia, 30 bares, um comércio de rua menor que 200m², quatro comércios de rua maiores que 200m², quatro depósitos de bebidas, duas lanchonetes, duas padarias/delicatessen, três mercados e um restaurante.

Os agentes do órgão também dispersaram 13 aglomerações nos bairros da Fazenda Grande do Retiro, Santa Mônica, Ribeira, Dom Avelar, Pirajá, Macaúbas, Jardim Cajazeiras, Jardim Cruzeiro e Capelinha. Desde o dia 18 de março de 2020, quando as medidas tiveram início em Salvador, a Sedur já fez mais de 370 mil vistorias, com mais de oito mil interdições, 99 cassações de alvará e a dispersão de 741 aglomerações.

Tira o Pé da Areia – A GCM atuou no último final de semana com a operação “Tira o Pé da Areia”, realizada em conjunto com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) e Polícia Militar. No total, 100 agentes percorreram as praias da cidade, nos trechos entre Amaralina e Praia do Flamengo, Praia da Paciência e Porto da Barra, além das praias da Cidade Baixa e Subúrbio. Não foram registradas ocorrências graves e o número de pessoas que insistem em descumprir o decreto foi baixo. Os banhistas foram orientados e deixaram o local sem resistência.

Além disso, os guardas deram apoio à ação da Semop na Feira do Rolo, na poligonal que engloba a Baixa do Fiscal, Largo do Tanque e Rua Nilo Peçanha. Durante todo o domingo (28), 54 prepostos da Semop, GCM e Polícia Militar atuaram nas localidades, com apoio de 16 veículos. Foram feitas 22 apreensões, a exemplo de mesas e cadeiras, hélices de ventilador e facão.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), vem intensificando a Campanha Municipal de Mobilização contra o Aedes, com o objetivo de evitar casos de arboviroses (dengue, zika e chikungunya) e, assim, desafogar a rede para tratamento dos casos de Covid-19. Nesta semana, imóveis de acumuladores serão verificados, em parceria com a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) e Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). Os agentes realizarão inspeções casa a casa, na frente, fundo e lados do imóvel. 

Desde o último dia 18, agentes de endemias aumentaram a frequência das ações em pontos estratégicos da cidade. Na próxima semana, os agentes realizarão ações intensificadas em instituições de ensino, a exemplo de escolas, colégios, creches e faculdades, em parceria com as secretarias municipal e estadual de Educação. 

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Andrea Salvador, estas ações estão voltadas para inspeção em imóveis residenciais, comerciais e terrenos baldios que contenham depósitos que possam servir como criadouros do mosquito, como reservatórios, tanques, caixas d’água e vasos de plantas. A profissional faz um apelo para que os cidadãos colaborem no combate ao Aedes. 

“Mais do que nunca precisamos da compreensão e apoio da população. Sabemos o quanto o Aedes pode ser perigoso, aumentando ainda mais a demanda das equipes de saúde que estão na constante luta para salvar vidas de pessoas com a Covid-19, além de pressionar ainda mais a rede e os equipamentos municipais de tratamento do vírus”, explica. 

Além destas ações, estão previstas inspeções zoossanitárias vetoriais em hotéis e pontos turísticos. Os mercados municipais e feiras livres, assim como parques, estações de transbordo e demais órgãos públicos, estarão no radar da SMS nos próximos dias. Serão realizados, ainda, novos mutirões de limpeza, em parceria com a Limpurb. 

Já foram alvo da campanha as borracharias, equipamentos de reciclagens, templos religiosos - igrejas e matrizes africanas, cemitérios, praças e bocas de lobo, além das instituições de saúde, a exemplo das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), hospitais e clínicas.   

Prevenção – Para prevenir a proliferação do mosquito, a população deve estar atenta a algumas dicas. Uma delas é não acumular materiais inservíveis desnecessários e sem uso. Se forem destinados à reciclagem, o cidadão deverá guardar sempre em local coberto e abrigado da chuva. 

É necessário também tratar adequadamente a piscina com cloro. Se ela não estiver em uso, esvaziar completamente, não deixando poças d'água. Se a pessoa morar em casas com lagos ou cascatas, deve mantê-las limpas ou criar peixes que se alimentem de larvas. 

Os pneus velhos devem ser entregues ao serviço de limpeza urbana. Caso precise deles, guardá-los, sem água, em local coberto. Os ralos da casa devem ser limpos uma vez por semana, verificando também se não estão entupidos. 

É importante lavar a bandeja externa da geladeira com sabão. Os pratos dos vasos de planta devem estar sem água – depositar areia ajuda na drenagem. Por fim, os reservatórios de água (tanques, caixa d’água, balde de água) devem ser mantidos sempre bem tampados e verificados.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...