Geral

0
0
0
s2sdefault

Quem se deslocou para curtir a folia usando o Expresso Salvador, serviço oferecido pela Prefeitura que possibilita o folião acessar com mais praticidade os circuitos do Carnaval, pode continuar fazendo uso do saldo para se deslocar no dia a dia de ônibus ou metrô. De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), a validade dos créditos é de 60 dias.

O usuário tanto pode usar o cartão do Expresso Salvador no transporte público ou transferir o crédito para um cartão Salvador Card. Neste último caso o procedimento é simples: basta acessar o aplicativo KIM e realizar o procedimento através da opção "Transferência de Crédito" e seguindo as instruções.

Após realizar o procedimento, o crédito pode ficar disponível em até cinco dias úteis. Esta opção de transferência dos créditos no aplicativo funciona apenas para o cartão Salvador Card. Também é possível realizar o atendimento em qualquer posto do Salvador Card, no Shopping da Gente e estações da Lapa, Pirajá, Mussurunga e Acesso Norte.

A comunicóloga Ana Oliveira usa o transporte público nos deslocamentos diários para trabalhar e contou que a experiência foi positiva usando o saldo remanescente do Expresso Salvador após o Carnaval. “Ano passado eu tive dúvida, como boa parte da população deve ter tido, e resolvi testar. Sobraram duas passagens, no valor de R$30 reais, e quando fui pegar o transporte, não tive dificuldade. O crédito foi debitado à medida que fui usando. Achei isso muito bom, porque assim não perdemos o valor, já que ele foi convertido para uso no transporte do dia a dia”, relatou.

Reportagem: Joice Pinho/Secom PMS

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta terça-feira (20), a partir das 19h, a Varanda Cultural do Olodum, situada na Rua Gregório de Matos, 22, Pelourinho, se colore com as cores do bloco para celebrar mais uma apresentação do projeto Viva Verão, realizado pela Prefeitura. O grupo vai cantar os sucessos de carreira e também a música-tema do Carnaval, na voz de Lucas di Fiori, Lazinho e Narcizinho, que retorna depois de três anos. O projeto será uma oportunidade de reviver momentos das festas populares e da folia, além de fazer uma prévia dos 45 anos do bloco afro, a serem completados em abril.

“Estamos felizes em participar desse projeto e vamos nos apresentar ainda no clima do que foi o nosso Carnaval. Sem dúvidas, será um grande reencontro com nosso público. Vamos celebrar com muito samba-reggae o excelente momento que o Olodum está vivendo, relembrando grandes canções e também momentos marcantes da última festa. Será uma noite muito especial”, contou Jorginho Rodrigues, presidente executivo do bloco.

Jorginho definiu o verão do Olodum como um período surpreendente, marcado pela realização de vários eventos gratuitos, a exemplo dos ensaios aos domingos no Largo do Pelourinho, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

“Estes eventos permitiram a todos que amam a nossa música que tivessem acesso às apresentações do Bloco. Também foi um resgate de símbolos importantes da nossa história como os ensaios no Largo do Pelourinho, e fechamos com um Carnaval democrático e popular, ampliando os dias de desfile sem cordas para a sexta e a terça-feira, na Avenida (Circuito Osmar). Também trouxemos de volta o Bloco Mirim gratuito. A nossa avaliação é que essas ações foram um grande sucesso e a nossa ideia de voltar aos braços do povo, deu certo. Estamos muito felizes com o resultado”, acrescentou.

O tema de Carnaval do Olodum este ano foi "Wodaabe: O Povo do Sorriso – Uma História de Beleza e Diversidade". Os Wodaabe ou fulanis são povos nômades, comerciantes e criadores de gado que habitam os desertos africanos e estão espalhados por diferentes países como Nigéria, Camarões, Chade, República Centro Africana, República Democrática do Congo e Senegal. Com o tema, o bloco desfila a beleza e diversidade desse povo singular.

Projeto – Realizado pela Prefeitura, através da Secult, o projeto Viva Verão visa prolongar a temporada de eventos na cidade até o fim do mês, já que o Carnaval, este ano, terminou mais cedo. No último final de semana se apresentaram gratuitamente Malê Debalê, Cortejo Zambiapunga, Mariene de Castro, tendo Lia de Itamaracá como convidada e as Ganhadeiras de Itapuã, na sexta (16). Cortejo Afro, Majur e Gloria Groove com participação de Hiran, no sábado (17). E Ilê Aiyê e Novos Baianos, no domingo (18).

No próximo sábado (24), se apresentam na Praça Cairu, no Comércio, a Banda Didá, Márcia Short e as Ayabass, projeto das cantoras baianas Larissa Luz, Xênia França e Luedji Luna, criado em 2018. No domingo, sobem ao palco Filhos de Gandhy, Timbalada e Gaby Amarantos, encerrando o projeto.

Reportagem: Priscila Machado/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) oferece 36 vagas de emprego em Salvador para esta terça-feira (20). Os candidatos deverão acessar o site www.salvadordigital.salvador.ba.gov.br para agendar o atendimento, a partir das 17h30.

Em caso de deficiência visual, os candidatos devem entrar em contato pelo número (71) 3202-2005 para fazer o agendamento. O atendimento está sendo realizado de forma híbrida, ou seja, de forma presencial e remota, via WhatsApp – a escolha é no momento do agendamento.

No caso das vagas que exigem experiência, o tempo de serviço deve ser comprovado em carteira de trabalho.

VAGAS:

Auxiliar mecânico de máquinas pesadas

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, conhecimento em manutenção de ar condicionado de máquinas pesadas (retroescavadeira e escavadeira).

Salário: R$1.780,00 + benefícios

Vagas: 1

Auxiliar de departamento pessoal

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.

Salário: R$1.412,00 + benefícios

Vagas: 1

Estoquista

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Estoquista de autopeças

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, conhecimento em estoque de auto peças.

Salário: R$1.520,00 + benefícios

Vagas: 2

Atendente de balcão de autopeças

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, conhecimento em vendas de auto peças.

Salário: R$1.520,00 + benefícios

Vagas: 2

Auxiliar administrativo (vaga para Jovem Aprendiz)

Requisitos: Ensino médio completo, sem experiência, faixa etária de 18 a 21 anos, conhecimento em pacote Office, disponibilidade para trabalhar em Camaçari.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Serralheiro de ferro

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, experiência em eletrodo, TIG e MIG, curso na área.

Observações: Vaga zoneada para alguns bairros.

Salário: R$1.700,00 + benefícios

Vagas: 2

Gerente de loja

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Mecânico de veículos

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, experiência com veículos leves e pesados.

Salário: R$1.500,00 + benefícios

Vagas: 1

Cozinheiro (vaga temporária de 90 dias)

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, desejável vivência em refeitório industrial.

Salário: R$1.730,00 + benefícios

Vagas: 1

Auxiliar administrativo (vaga de estágio)

Requisitos: Ensino médio incompleto (cursando 1º ou 2º ano), sem experiência, disponibilidade no turno matutino.

Salário: Bolsa no valor de R$675,00 + benefícios

Vagas: 1

Costureira (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, experiência com máquina reta e overloock.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Pasteleiro de restaurante

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, disponibilidade de horário, disponibilidade para trabalhar na Pituba.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Agente de crédito

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, atuação com crédito consignado.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 2

Conferente de mercadoria (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, experiência no ramo de varejo.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 2

Alinhador de direção

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, conhecimento com balanceamento, fácil acesso à Pituba.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Açougueiro

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência.

Salário: R$1.556,33 + benefícios

Vagas: 1

Cozinheira (vaga exclusiva para o Programa Simm Mulher)

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência.

Observações: Vaga zoneada para moradores da região da Suburbana, Calçada ou Cidade Baixa.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Vendedor arte finalista

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, experiência com vendas, CorelDRAW, Photoshop e arte final.

Salário: R$1.477,00 + benefícios

Vagas: 1

Peixeiro

Requisitos: Ensino fundamental completo, com ou sem experiência.

Observações: Disponibilidade para trabalhar em Itinga.

Salário: R$1.600,00 + benefício

Vagas: 1

Vendedor interno

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, atuação com confecção de estofados e bancos de carros.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Vendedor interno

Requisitos: Ensino médio completo, seis meses de experiência, atuação com comunicação visual.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 1

Recepcionista de hotel

Requisitos: Ensino médio completo, três meses de experiência.

Observações: Vaga zoneada para moradores da região da Suburbana, Calçada ou Cidade Baixa.

Salário: R$1.412,00 + benefícios

Vagas: 1 

Mecânico de veículos

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, CNH B definitiva, experiência com suspensão, injeção eletrônica, revisão e troca de óleo.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 3 

Auxiliar de mecânico de veículos

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, experiência com suspensão, injeção eletrônica, revisão e troca de óleo.

Salário: A combinar + benefícios

Vagas: 3

Mecânico de veículos pesados

Requisitos: Ensino fundamental completo, seis meses de experiência, experiência com parte hidráulica de caminhões, CNH D ou E.

Salário: R$2.348,47 + benefícios

Vagas: 2

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

Nesta segunda-feira (19), o movimento foi intenso nas salas de aula das escolas da rede municipal de ensino de Salvador para o início do ano letivo de 2024. No Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Yolanda Pires, em Fazenda Grande do Retiro, muitos dos pequenos alunos e alunas estavam tendo contato pela primeira vez com o ambiente escolar.

É o caso do pequeno Luan das Neves, 2 anos, que está estreando na escola, no Grupo II. A mãe, a esteticista Daiana Neves, 26 anos, parecia nervosa ao deixá-lo pela primeira vez na sala de aula.

“Coração de mãe é assim mesmo, principalmente que é tudo novo. Mas sei que o lugar é confiável, aqui estará bem cuidado, desenvolvendo habilidades, interagindo com outras crianças. Essa fase é de adaptação, mas o pessoal da escola é maravilhoso. Mesmo ansiosa, sei que vai ser um ano letivo muito bom, tenho muitas boas referências dessa escola”, disse Daiana, que mora no bairro de São Caetano. 

Já a pequena Maria Beatriz Coutinho, de 4 anos, já é veterana do Cmei – no ano passado ficou em tempo integral e, este ano, estará na unidade apenas no turno matutino. Acompanhada pela mãe, a operadora de caixa Fabiane Coutinho, 24 anos, a pequena chorou um pouco ao ser deixada na sala de aula, comportamento considerado normal pelos educadores que a receberam. 

“É o primeiro dia, é assim mesmo. Aqui o ensino é maravilhoso, logo ela se acostuma. Deixo e fico tranquila para trabalhar. Este ano, vou conseguir ficar com ela em casa na parte da tarde”, afirmou a jovem mãe. 

A unidade, que atende 250 alunos em regime de meio turno (vespertino e matutino) e também na modalidade integral, foi totalmente revitalizada em 2020, com ampliação e modernização do todo espaço físico. Segundo a gestora da unidade há 16 anos, Cláudia Regina Santos, é natural que os alunos só comecem a frequentar a unidade na semana seguinte ao início oficial do ano letivo – em 2024, foi na última quinta-feira (15). 

“Tivemos poucos alunos na quinta e sexta-feira passadas, mas hoje a frequência já está razoável. Nossa expectativa é ter a escola cheia até o final de semana. Muitas mães e pais ansiosos, e nós aqui com muta vontade de iniciar o nosso calendário repleto de atividades para 2024”, disse a diretora.

Novidades – Em 2024, a rede municipal de ensino de Salvador possui 135 mil alunos, distribuídos em 415 escolas – deste total, 80 são voltadas para o segmento da Educação Infantil com turno integral. Nesta fase, as crianças contam com atividades pedagógicas, psicológicas, culturais e lúdicas, além de cinco refeições e cuidados com a higiene pessoal. 

Para este ano, em toda a rede, as novidades incluem mudanças no kit escolar, com substituição da maleta organizadora por mochila, a inclusão de um copo plástico com alça e tampa para os alunos de 2 e 3 anos. A partir de 4 anos, entre as novidades estão um estojo, lápis de cor e giz de cera. O rol de materiais escolares fornecidos passou de 17 para 33 itens, distribuídos conforme o segmento do aluno. 

Além disso, os refeitórios estão passando por reformulação, com novos mobiliários modulares ergonômicos coloridos – mais confortáveis, seguros e divertidos. Na área da Educação Digital, segue o conteúdo de aprendizado sendo ministrado também através do uso de tablets e chromebooks, além da ampliação da conexão banda larga de internet nas unidades. 

As escolas municipais também receberão recursos direto da Prefeitura para cobertura de despesas e pequenos investimentos. As escolas comunitárias, confessionais e filantrópicas parceiras do Município terão investimentos em infraestrutura.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador investirá R$ 2,7 bilhões na educação municipal este ano. O orçamento foi anunciado pelo prefeito Bruno Reis nesta segunda-feira (19) durante o início do ano letivo de 2024 e inauguração da nova escola Anita Barbuda, no Nordeste de Amaralina. O recurso vai possibilitar que a gestão realize desde a construção, reforma e manutenção de unidades de ensino até a qualificação da rede por meio da aquisição de materiais pedagógicos, investimento em tecnologia e contratação de profissionais.

“É o maior orçamento de toda a história da cidade, que vai permitir concluirmos outras 31 escolas que estão em obras, a climatização de todas as salas de aula em prédios públicos municipais e a cobertura de 80 quadras escolares que precisam. Nós já contratamos 1,5 mil profissionais de educação (nos últimos três anos) e estamos investindo no novo material pedagógico e didático” destacou Bruno Reis.

Ainda de acordo com o gestor, em nenhum outro momento o kit escolar foi tão completo como o que será distribuído para os estudantes da rede municipal. O conjunto envolve desde fardamento com novo leiaute escolhido pela própria comunidade escolar até dois pares de tênis (um que será distribuído nos próximos dias e outro no meio do ano), além de mochila, caderno, livros, lápis hidrocor, caneta, borracha lápis, régua, entre outros itens.

“Educação não se faz com palavras, com discursos, com retórica, mas, sim, com investimento. E, desde o ano de 2021, quando os prefeitos não eram obrigados a investir 25% na educação por conta da pandemia, nós investimos mais que esse percentual. Superamos esse volume nos últimos anos e para 2024 será o maior orçamento para este segmento”, reforçou o chefe do Executivo municipal.

Apenas para melhoria da infraestrutura da rede de ensino, a Prefeitura está destinando R$600 milhões de investimentos. Já são 21 unidades entregues na cidade, sendo o exemplo mais recente a reconstrução da escola Anita Barbuda, que foi reconstruída e se tornou a primeira unidade municipal com piscina semiolímpica inaugurada.

Reforço - O secretário de Educação (Smed), Thiago Dantas, afirmou que o atual ano letivo está com quadro de docentes 100% completo: “Convocamos agora, na última sexta-feira (16), mais 213 professores para fazer os arremates finais. Esperamos eles aqui para compor e ajudar a fortalecer o nosso time e uma série de programas que foram iniciados ano passado. Este ano, eles vão ter plena efetividade”.

O titular da pasta elencou diversas iniciativas previstas para 2024, a exemplo de um programa de formação continuada com professores e medidas para reforçar o aprendizado dos alunos. “Vamos inaugurar o Centro de Apoio ao Educador e teremos programa de apoio ao aprendizado com um reforço de mais de 600 estagiários que serão colocados à disposição da rede para ajudar aqueles alunos que têm ainda lacuna de aprendizado. Esse programa também terá professores pedagogos”, explicou.

Confira outras ações previstas pela Prefeitura para a rede municipal de educação em 2024

Kits escolares e fardamento - Os mais de 130 mil alunos da rede municipal estão recebendo kits com o novo fardamento. Entre as inovações, destacam-se a substituição da maleta organizadora por mochila, a inclusão de um copo plástico com alça e tampa para os alunos de 2 e 3 anos. A partir de 4 anos, entre as novidades estão um estojo, lápis de cor e giz de cera com as diversas cores. O rol de materiais escolares fornecidos passou de 17 para 33 itens, distribuídos conforme o segmento do aluno.

Novos mobiliários - A Prefeitura está realizando a troca do mobiliário dos refeitórios das escolas da rede pública municipal com uso de estilo modular, lúdico, colorido e divertido que vai permitir que as instituições de ensino ofereçam mais conforto e segurança na hora da alimentação escolar. A modelagem do novo mobiliário é totalmente adequada às faixas etárias dos alunos. As peças passaram por uma análise ergonômica assegurando o conforto, a segurança, assim como a saúde dos estudantes no desempenho eficiente nas atividades escolares.

Tecnologia - Uma das linhas de ação é o investimento em Educação Digital - área que possibilita várias formas de utilização no processo de ensino e aprendizado, desde o uso no reforço escolar quanto na capacitação para o mundo do trabalho, no caso da EJA Profissionalizante, por exemplo. A iniciativa contempla plataformas virtuais de aprendizagem, infraestrutura de rede, dispositivos wi-fi, internet banda larga, chromebooks para professores, computadores para uso administrativo, computadores para laboratórios de informática e, por fim, gabinete móvel de carregamento e armazenamento de chromebooks para alunos.

Escolas parceiras – Neste ano letivo haverá uma série de avanços na relação com escolas comunitárias, confessionais e filantrópicas parceiras que atendem a educação infantil da capital baiana. A principal novidade é que a gestão municipal vai pagar, com recursos próprios, uma parcela extra, equivalente a uma 13ª parcela dos repasses federais, para que as unidades possam realizar investimentos em infraestrutura como mobiliário, ar-condicionado e aquisição de recursos pedagógicos.

Educação integral - A Prefeitura de Salvador, através da Smed, vai ofertar este ano o ensino integral para 13.865 crianças e adolescentes em 103 escolas da rede, com a criação de 3.946 novas vagas após pacto com o Ministério da Educação (MEC). A capital baiana tem 80 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) com ensino integral para a Educação Infantil, fase em que as crianças contam com atividades pedagógicas, psicológicas, culturais e lúdicas, além de cinco refeições e cuidados com a higiene pessoal.

Já para o Ensino Fundamental – anos iniciais (1º ao 5º ano) e anos finais (6º ao 9º ano) – o regime é ofertado em 21 escolas e duas Escolas Laboratórios (Escolabs). Nas instituições do Ensino Fundamental, os estudantes têm o período escolar estendido para pelo menos sete horas diárias com oficinas de reforço escolar, artes, esportes, cultura, meio ambiente e tecnologia, conforme escolha da unidade escolar e alinhamento com seu projeto político pedagógico.

Nossa Escola - Em vigor desde 2023, o Nossa Escola é um pacote de ações e investimentos direcionados à educação pública municipal, com foco na alfabetização, cuidado e formação. A ação se destaca pelo reforço nas equipes de alfabetização, aumento de veículos e agentes na ronda escolar, criação de um centro de formação para educadores e a contratação planejada de 50 psicólogos. Além disso, estão previstas a atualização do material Nossa Rede, inovações no projeto Conectividade e Educação Digital, aquisição de materiais para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), o Programa de Apoio ao Aprendizado (PAAP) com até 1,5 mil estagiários e o projeto Agente da Educação/Aluno Presente.

EJA profissionalizante - O projeto EJA Profissionalizante oferece, por meio de uma parceria entre a Smed e o Senai, cursos de Operador de Microcomputadores, Manutenção de Tablet e Smartphone, Instalador de Sistema e Automação Residencial e Montador e Reparador de Microcomputadores para estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Premiação - A Smed lançou em 2023 a campanha Letramento Digital na Sala de Aula: Trilha para o Futuro!, premiando educadores que se destacarem no uso da plataforma Tech4Kids. A primeira fase ocorreu de 1° de outubro a 30 de novembro, e os vencedores receberam entradas para um show exclusivo de Carlinhos Brown. Foram distribuídos 1,5 mil ingressos com direito a acompanhante. A segunda fase da campanha começou em fevereiro e se encerra em 30 de abril deste ano. Nela, os prêmios são 30 viagens para a cidade de São Paulo, onde os contemplados participarão de um congresso de Educação e Tecnologia, além de terem dias livres para lazer e entretenimento. Nesta etapa também estão previstas 10 viagens para Lisboa, com programação que envolve conhecer empresas de tecnologia e visitar escolas.

PDDES - A Smed criou o Programa Dinheiro Direto na Escola Soteropolitana (PDDES), que vai liberar R$ 15 milhões diretamente para as mais de 400 unidades da rede municipal de educação. Os recursos serão destinados para a cobertura de despesas e para pequenos investimentos, dando mais autonomia à gestão e garantindo o bom funcionamento das unidades de ensino. A iniciativa repercute além da autonomia administrativa e financeira, uma vez que possibilita o fortalecimento de ações e projetos pedagógicos de cada unidade de ensino. Os valores por unidade vão de R$25,7 mil a R$80,8 mil por ano, divididos em duas parcelas.

Internet - A Prefeitura de Salvador está ampliando a conexão com a internet de 224 escolas da rede municipal de ensino, que agora contarão com 500 mb de velocidade. Quase 200 unidades serão beneficiadas pela implantação da Infovia da Cidade Inteligente, com mais de 800 km de conexão por fibra óptica. As conexões mais rápidas vão potencializar o uso das plataformas de Educação Digital do município. São elas AVA e Tech4Kids.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Cerca de três mil cães devem ser vacinados gratuitamente pela Diretoria de Proteção Animal da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-Estar e Proteção Animal (Secis), a partir de quarta-feira (21), na Lagoa do Abaeté, em Itapuã. Conhecido também como vacina décupla, o imunizante polivalente é responsável pela prevenção de, pelo menos, sete doenças graves que atingem os cachorros: cinomose, parvovirose, coronavirose, adenovirose, parainfluenza e hepatite infecciosa canina, além de quatro tipos de leptospirose.

A ação acontece a partir das 9h desta quarta e segue até a sexta-feira (23), com fichas entregues por ordem de chegada. Serão mil fichas distribuídas diariamente. Para ter acesso ao serviço será necessário a apresentação de documento pessoal com foto, cartão de vacina do animal e comprovante de residência.

“A vacina V10 é uma forma de proteger o animal contra dez tipos de doença. Essa ação municipal visa promover qualidade de vida e bem-estar aos animais de pessoas de baixa renda, tendo em vista que essa vacina, na rede privada, pode custar em média de R$200 cada dose”, lembra a diretora de Proteção Animal da Secis, Michelle Holanda.

A ação acontece desde 2022, com mais de 5 mil animais vacinados até a última ação, no dia 6 de fevereiro. Foram visitados até o momento, os bairros da Barroquinha, Itaigara e do Subúrbio. “Não poderão ser vacinados animais doentes; gestantes, lactantes e fêmeas no cio; animais em uso de antibiótico, ou em uso de anti-inflamatório; animais que passaram por algum procedimento cirúrgico em menos de 20 dias; animais com menos de 45 dias de vida”, acrescenta Michelle.

Será possível vacinar até dois cães por CPF. É preciso levar o animal, pois o cadastro e a vacinação ocorrem no mesmo dia. A vacina múltipla V10 é aplicada apenas em cães.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O ano letivo de 2024 da Rede Municipal de Ensino começou nesta segunda-feira (19) com a inauguração da nova Escola Municipal Professora Anita Barbuda, que foi reconstruída pela Prefeitura de Salvador. A unidade, localizada no Nordeste de Amaralina, é a 21ª entregue pela atual gestão, desde 2021, e é a primeira a contar com piscina semiolímpica na sua infraestrutura. O prefeito Bruno Reis e o secretário da Educação (Smed), Thiago Dantas, participaram da aula inaugural no local, ao lado de toda a comunidade escolar. Nos próximos dias, mais cinco novas unidades serão inauguradas.

Bruno Reis destacou que a Anita Barbuda inaugura uma nova etapa da modernização da infraestrutura escolar de Salvador: ela é a primeira de uma série de escolas que contarão com piscina semiolímpica e que serão entregues ainda em 2024. “Como é marcante você começar o ano letivo entregando uma obra como esta, onde quase 500 crianças vão poder estudar em tempo integral. Ou seja, aqui elas poderão estudar num turno e, no contraturno, vão participar de uma série de atividades complementares”, disse.

“A escola tem 14 salas de aula climatizadas, salas para atender crianças com necessidades especiais de ensino, salas multiuso, parquinho infantil, brinquedoteca, áreas de recreio, refeitório com mobiliário novo. Aqui, as crianças poderão participar de atividades de arte, de música, de danças, porque ela também tem um auditório. Poderão praticar futebol, basquete, vôlei e outros esportes na quadra poliesportiva coberta. Além, é claro, da natação nesta belíssima piscina semiolímpica”, completou o prefeito.

A nova Anita Barbuda tem área construída de 2,3 mil metros quadrados e capacidade para até 480 alunos por turno, o que representa uma ampliação de mais de 400% no número de vagas em comparação à estrutura anterior. A escola, que atende à Educação Infantil e ao Ensino Fundamental, conta também com acessibilidade completa, geração de energia solar e reutilização de água pluvial. O investimento municipal foi de R$11 milhões.

Thiago Dantas afirmou que outras cinco escolas em Salvador com o mesmo padrão já estão prontas e serão inauguradas nas próximas semanas. “Hoje, fazemos aqui na Anita Barbuda um dia alusivo ao retorno às aulas, uma aula inaugural. E, para celebrar, para começarmos o ano letivo com o pé direito, nada melhor do que fazer a entrega de um equipamento desse porte. A notícia boa é que já temos mais cinco unidades de ensino prontas. Essa é uma amostra de que 2024 será um ano muito positivo para a rede”, disse o titular da Smed.

Aprovada - Ana Paola Porciúncula é diretora da Escola Municipal Professora Anita Barbuda há seis anos, mas trabalha no local há 11. Segundo ela, a nova estrutura representa a realização de um sonho do Nordeste de Amaralina. “É uma escola que nós estamos desejando há muito tempo, e essa comunidade merece e precisa de uma escola como essa, onde nós vamos fazer educação integral em tempo integral. Sem dúvidas, estamos agora entre as escolas mais modernas de Salvador, de excelência, onde poderemos fazer uma educação também de excelência”, afirmou.

Moradora do bairro, Luana Silva, autônoma de 27 anos, é mãe de três filhos que estudam na escola. Ela disse que agora se sente ainda mais segura para deixar as crianças na unidade por todo o dia: “Porque quando eles viram a escola, nossa, eles ficaram super felizes vendo os parquinhos, a piscina, eles estão se adaptando super bem. Eu pensei que eles iam sentir um pouco o choque pelo fato da escola ser muito grande, né? Mas, que nada! Tem muito espaço para eles se desenvolverem, para eles aprenderem, jogarem futebol, nadarem, gostei muito”, afirmou.

Novas unidades - Em seu discurso, Bruno Reis destacou que, até o final do ano, Salvador chegará à marca de 52 novas escolas desde 2021. “Até o final deste ano, serão mais 31 novas escolas inauguradas. E olha que já temos cinco escolas prontas. Na verdade, tem tanta obra na educação para entregar neste ano que está faltando tempo na agenda. Com toda a humildade, sem ter a pretensão de ser melhor do que ninguém, mas nunca um prefeito dessa cidade entregou num único mandato 52 novas escolas de alto padrão”, afirmou.

“Eu digo sempre: quero que as nossas crianças se sintam melhor nas nossas escolas do que até em suas casas. Para que a escola seja um motivador, para que ela venha estudar, para que o pai e a mãe possam deixar a criança na escola com a certeza de que ela estará em segurança, que ela estará estudando com todo o conforto. Isso melhora o desempenho do professor e de toda a nossa equipe de educadores. É óbvio que um equipamento como esse tem a capacidade de motivar todo mundo, de fazer com que toda a comunidade se engaje muito mais”, completou o prefeito.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Carnaval de Salvador chegou ao fim, mas soteropolitanos e turistas podem desfrutar das diversas manifestações culturais e artísticas nos equipamentos culturais da cidade. Os espaços estão de portas abertas neste pós-folia, período oportuno para conhecer um rico acervo tanto nos mais novos como nos mais antigos.

É possível fazer um roteiro e conhecer mais de um espaço no mesmo dia, visto que vários deles estão bem próximos uns dos outros, situados no Centro Histórico. O roteiro pode incluir, por exemplo, o Muncab, a Casa do Carnaval de Salvador, o Museu Cidade da Música da Música da Bahia, a Casa das Histórias de Salvador, inaugurada no último dia 29, e a Galeria Mercado, inaugurada no dia 10 de janeiro.

O Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab) abriga, até o dia 3 de março, a exposição Um Defeito de Cor, que chegou a Salvador após estreia no Museu de Arte do Rio, com cerca de 370 obras de mais de 100 artistas do Brasil e do mundo. Para celebrar o sucesso de vendas do livro homônimo, após ter sido enredo da Portela, que conquistou o estandarte de ouro do grupo especial este ano, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) ampliou os dias de gratuidade para visitar a exposição. Agora, além das quartas, os domingos também estão com entrada gratuita.

Além da exposição Um Defeito de Cor, o Muncab conta com um acervo de mais de 350 obras entre pinturas, gravuras, fotografias, esculturas e instalações, além de documentos, tecidos, artesanatos e artefatos do cotidiano do trabalho, das lutas e das resistências afro-diaspóricas nas américas.

Casa do Carnaval – A 500 metros do Muncab, está a Casa do Carnaval da Bahia, inaugurada há seis anos. Reconhecido nacionalmente pela valorização do patrimônio pelo turismo, o equipamento cultural se destaca por preservar a história e tradição da maior festa de manifestação popular da capital baiana. No local, é possível entender o Carnaval desde quando iniciou, com o entrudo, o carnaval de salão, os carros alegóricos e a fóbica de Dodô e Osmar até a transformação com os trios elétricos e o surgimento da axé music.

Ao todo, são quatro pavimentos. No térreo, uma biblioteca de livros relacionados à festa está à disposição dos visitantes. Na sala Origens do Carnaval, vídeos com a narração de personalidades da festa trazem um pouco da história do carnaval. Na sala Criatividade e Ritmos do Carnaval, 200 bonecos feitos de cerâmica representam figuras típicas da folia.

Ao som de músicas características, o visitante tem acesso a diversas vitrines, com objetos pessoais, vestuários, adereços e instrumentos cedidos pelos artistas ao acervo do museu. Já no primeiro andar, ficam as duas salas do Cinema Interativo, onde o visitante escolhe um adereço disponível para a caracterização, assiste a uma seleção de três vídeos e é estimulado a dançar as coreografias de blocos e bandas, orientados por monitores dançarinos. E no terraço é possível desfrutar da vista para a Baía de Todos-os-Santos, enquanto almoça ou faz um lanche no restaurante do equipamento.

Cidade da Música – A 650 metros da Casa do Carnaval, no Casarão de Azulejos Azuis, na Praça Visconde de Cairu, 19, no Comércio, está situado o museu Cidade da Música da Bahia. É só descer o Elevador Lacerda para apreciar a diversidade musical baiana preservada e apresentada com o uso de recursos tecnológicos e interativos.

No primeiro andar da Cidade da Música, os visitantes se deparam com a exposição “A Cidade de Salvador e Sua Música”, que retrata bairros da cidade e suas músicas, histórias, depoimentos e novas tendências. O segundo andar está ambientado com o tropicalismo com ilustrações gigantes de fragmentos da pintura modernista de Genaro de Carvalho.

No local é possível passear pela música clássica, entendendo passo a passo como funciona uma orquestra e assistindo a uma apresentação gravada da Orquestra Sinfônica da Bahia, por exemplo, mas também pelas novas tendências por meio de vídeos que exibem novos cantores, grupos periféricos da música e ritmos como o rap e o trap.

Casa das Histórias e Galeria Mercado – Ao lado da Cidade da Música da Bahia, a 35 metros, está a recém-inaugurada Casa das Histórias de Salvador que, com um acervo digital e físico, apresenta uma nova narrativa sobre os quase cinco séculos de Salvador por meio de saberes e fazeres das pessoas comuns, normalmente não abordados pela história oficial da cidade, ressaltando a contribuição negra e indígena para a formação da primeira capital do país, de modo a convidar os visitantes a participar ativamente da reflexão sobre memória, passado e futuro da capital.

E em frente aos dois equipamentos, também a 35 metros, está a Galeria Mercado, em funcionamento no subsolo do Mercado Modelo. A Galeria une a contemporaneidade da obra de Vinicius S.A ao modernismo de Mário Cravo Jr. e Rubem Valentim.

No local, é possível apreciar a instalação Lágrimas, do artista soteropolitano Vinicius S.A, que passou por mais de dez cidades do Brasil, além de Las Vegas, nos Estados Unidos, e Frankfurt, na Alemanha. São 15 mil lâmpadas remontadas, suspensas por redes de nylon que, segundo o artista, representam a chuva pausada no ar.

A galeria abriga também três esculturas de Exu da série “Cabeças do Tempo” do artista Mário Cravo Jr. (1923-2018), produzidas a partir da madeira que restou do incêndio que acometeu o Mercado Modelo na década de 1980 e três esculturas do artista plástico Rubem Valentim (1922-1991) da série Templo de Oxalá.

Além disso, fazem parte do acervo do espaço as esculturas de Nossa Senhora da Conceição e de São José, encontradas no local durante a reforma, e um conjunto de 16 fotografias que contam a história do local numa linha do tempo que vai de 1860 aos dias atuais, destacando personagens como Maria de São Pedro, Camafeu de Oxóssi, Mãe Menininha do Gantois, Mãe Senhora e o músico Raimundo Nonato da Cruz, o Chocolate da Bahia. Todas as exposições são permanentes.

Para a diretora de Cultura da Secult, Maylla Pita, cada equipamento tem contribuído de diferentes formas para o registro e a difusão da história da cidade, do trabalho artístico e cultural do povo soteropolitano e baiano, o que é um grande legado.

“A Secult tem um papel político de estimular o acesso à arte e à cultura, de criar espaços de difusão de arte e de cultura. Os equipamentos culturais nada mais são do que esses lugares de fomento, de difusão do nosso saber e potencial cultural. É a experiência cultural e a singularidade que fazem com que Salvador seja esse destino único e que as experiências vivenciadas aqui sejam únicas. Esses equipamentos guardam, cada um do seu jeito, parte dessa singularidade e acaba impactando no consumo, nas trocas e nos trânsitos das pessoas que aqui estão”, afirma.

Acesso e funcionamento – O Muncab segue aberto de terça a domingo, das 10h às 17h, na Rua das Vassouras, 25, Centro Histórico. A entrada é mediante pagamento de R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada) e gratuidade às quartas-feiras. Têm direito à meia-entrada estudantes, idosos e residentes de Salvador, mediante apresentação de um comprovante de residência. Os ingressos devem ser adquiridos na plataforma Sympla.

A Casa do Carnaval da Bahia está aberta de terça a domingo, de 10h às 18h (entrada até as 17h) com ingressos a R$20 e direito à meia-entrada para estudantes, idosos e residentes de Salvador, mediante apresentação de um comprovante de residência. Às quartas-feiras, a entrada é gratuita. Os ingressos e agendamentos podem ser feitos por meio de um link disponível no perfil do Instagram (@casadocarnavaldabahia).

A Cidade da Música da Bahia funciona de terça a domingo, de 10h às 18h (entrada até as 17h) com ingressos a R$20 e direito à meia-entrada para estudantes, idosos e residentes de Salvador, mediante apresentação de um comprovante de residência. Às quartas-feiras, a entrada é gratuita. As visitas podem ser agendadas por meio do perfil no Instagram (@cidadedamusicadabahia).

A Casa das Histórias de Salvador também funciona de terça a domingo, das 10h às 18h, com última entrada às 17h. Os ingressos para visitação podem ser retirados através da plataforma Sympla, com entrada gratuita até 31 de março.

A Galeria Mercado também está com entrada gratuita até o dia 31 de março e os ingressos podem ser retirados também por meio de um link disponível no perfil do Instagram (@galeriamercadomodelo). O funcionamento ocorre de terça a domingo, das 10h às 16h.

Horário especial – Devido ao evento Viva Verão, realizado pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secult na Praça Cairu, a Cidade da Música da Bahia, a Casa das Histórias de Salvador e a Galeria Mercado estão com um horário reduzido de funcionamento nos dias das apresentações musicais.

A Cidade da Música da Bahia vai funcionar das 10h às 15h nos dias 24 e 25 deste mês. A Galeria Mercado vai funcionar das 10h às 15h do dia 17 a 20 deste mês; das 10h às 16h, do dia 21 a 23 e novamente de 10h as 15h nos dias 24 e 25. Já a Casa das Histórias de Salvador, funciona de 10h às 15h, do dia 17 a 20; das 10h às 18h, do dia 21 a 23 e novamente das 10h às 15h nos dias 24 e 25.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) prossegue, nesta segunda-feira (19), com as ações de combate à dengue em Salvador nos locais onde houve festejos de Carnaval. Será utilizada UBV Pesada (carro fumacê) na Barra, Ondina, Garcia, Campo Grande, Nordeste de Amaralina e Itapuã. O trabalho do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) terá início nessas localidades a partir das 18h.

A estratégia teve início no pré-Carnaval, com o objetivo de eliminar os mosquitos através da identificação de criadouros, utilizando o tratamento focal e com a aplicação de inseticida pelo carro "fumacê”. As atividades pós-Carnaval, no entanto, são importantes porque permitem uma segunda aplicação de inseticida para a eliminação dos insetos que podem ter surgido durante o Carnaval.

As ações são fundamentais dentro do ciclo do mosquito transmissor de arboviroses, buscando evitar um possível surto da doença na cidade. Vale salientar que um folião com dengue, mesmo assintomático, pode infectar os mosquitos.

Com o trabalho permanente da SMS, por meio do CCZ, Salvador segue na contramão de muitas capitais brasileiras que já apresentam números preocupantes. A cidade apresentou redução em 54% dos casos prováveis da dengue até o dia 15 de fevereiro, quando comparados com o mesmo período de 2023. Os casos confirmados também apresentam significativa diminuição – foram 453 nesse mesmo período do ano passado, contra 154 em 2024.

“Fomos protagonistas do maior evento de massa do país com grande circulação de pessoas, e seguiremos dando exemplo quando o assunto é trabalho permanente, preventivo e pós-operacional. Nesse sentido, essas atividades nos circuitos do Carnaval são fundamentais, porque eliminamos os mosquitos, utilizando para tanto o carro fumacê. Além disso, durante esta semana serão realizadas ainda atividades de inspeção em unidades de saúde, locais de ensino e de grande circulação de pessoas, tais como estações de transbordo, metrô e marítimas para o combate ao mosquito transmissor das arboviroses”, afirmou Ana Paula Matos, vice-prefeita e titular da SMS.

A gestora reforça ainda que o Carnaval passou, mas diversas medidas cotidianas contra o mosquito podem e devem ser adotadas e intensificadas principalmente pela população, uma vez que o combate à dengue requer união e esforços conjuntos. “Caso perceba locais de água parada, entulhos, tanques sem cobertura, armazenamentos incorretos e inadequados elimine-os ou ligue para o 156 para pedir uma visita do CCZ. Seja você também um agente transformador na sua comunidade", orientou Ana Paula.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...