Geral

0
0
0
s2sdefault

A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) tem reforçado, desde a semana passada, a atuação na região do Mercado Popular de Água de Meninos, popularmente conhecido como Mercado do Peixe, para ordenamento do trânsito no local, sempre das 03h às 17h. A operação, que conta com 48 agentes, visa organizar o fluxo de veículos e pedestres na região devido à grande procura por pescados para a Semana Santa.

A operação fiscaliza, por exemplo, os veículos grandes de carga, que por vezes passam do horário permitido de permanência, que é às 6h. Além disso, por medida de precaução para que não haja maior movimentação, foi feito o fechamento da Ladeira da Água Brusca, evitando a passagem de mais carros na localidade.

Os agentes, que atuam com apoio de cinco viaturas e três motocicletas, permanecem o tempo todo no local alertando os motoristas que respeitem o estacionamento, permitido apenas na Zona Azul e também ao lado do mercado. O superintendente do órgão, Marcus Passos, informou que apenas uma remoção foi feita – a de um veículo em local impróprio.

“A nossa intenção não é notificar, mas orientar, pedir que respeitem os estacionamentos. No entanto, inevitavelmente, algumas pessoas agem de forma imprudente, estacionando na via principal. Estes são notificados e possivelmente os veículos removidos para o pátio do órgão”, declarou Passos.

A ação da Transalvador no Mercado Municipal de Água de Meninos prossegue até a sexta-feira (2). Durante todo o final de semana, efetivos do órgão estarão nas ruas, auxiliando nas demais operações das demais autarquias da Prefeitura.

Demais órgãos – Desde a segunda-feira (29), a Prefeitura tem intensificado as ações no Mercado Popular de Água de Meninos e entorno, com ações também na Feira de São Joaquim, com o objetivo de evitar as aglomerações na região devido à procura pelos produtos da ceia de Sexta-feira Santa. A força-tarefa é coordenada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) e reúne diversos órgãos municipais.

Com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), disciplinadores de fila foram colocados na entrada do mercado, controlando assim a quantidade de pessoas que entram no local. A Semop também coibiu a atuação de ambulantes não licenciados no entorno. Através da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), está sendo feita a higienização no interior do estabelecimento municipal, além de higienização e lavagem no entorno.

A Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre) tem feito a distribuição de máscaras para os cidadãos. Além disso, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) tem fiscalizado os estabelecimentos situados nas imediações do Mercado do Peixe, com uma interdição e três autuações em peixarias nos arredores, por causar aglomeração.

A orientação é de que os cidadãos colaborem com as ações municipais, seguindo todas as orientações dos agentes para evitar a transmissão da Covid-19 neste momento crítico da pandemia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Nubas, espaço de formação audiovisual com foco em animação, fará uma mentoria gratuita, no próximo mês de abril, para pessoas que têm um projeto audiovisual e desejam aperfeiçoá-lo e captar recursos para o lançamento e divulgação da obra. A seleção ocorrerá no próximo dia 10 e as inscrições já podem ser feitas por meio de um link disponibilizado em um dos dois perfis de Instagram: @ nubas_escola ou @ estandarte.produções.

Oito pessoas serão selecionadas para participar da mentoria nos dias 16 e 17 de abril.  As atividades serão divididas em duas etapas, uma delas mais artística, com a duração de 1h, e a outra de projeção executiva, também com duração de 1h.

Na etapa artística, com a cineasta Jamile Coelho, serão observados os aspectos estéticos do projeto e os alunos vão receber dicas sobre como torná-lo mais interessante. A etapa de projeção executiva, com a cineasta e produtora cultural Cíntia Maria, vai preparar os projetos em relação à apresentação, ao cronograma e orçamento, tornando-o mais adequado aos mecanismos de fomento disponíveis.

“Nós já fizemos algumas mentorias nesse sentido e foi bem positivo, porque as pessoas que estavam trabalhando no cenário da animação conseguiram captar recursos para realizar os projetos. Isso é muito bom! Acreditamos que estas iniciativas são um passo importante no sentido de possibilitar que mais agentes culturais tenham acesso aos mecanismos de fomento para realizar as suas produções”, conta Cíntia.

Motivação – A história de criação do Nubas remonta o ano de 2015, quando Jamile Coelho e Cíntia Maria produziram o filme Òrun Àiyé, que conta a história de criação do mundo a partir da perspectiva africana. Após o lançamento do filme, em 2016, o Nubas nasce com o objetivo de compartilhar o aprendizado que as cineastas obtiveram com animadores de diversas partes do mundo. A instituição já realizou mais de 50 atividades formativas pelo país, atendendo a uma média de 1.200 pessoas.

A realização da mentoria gratuita também faz parte das ações da Estandarte Produções em contrapartida ao Mapa Cultural da Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma aula de alongamento musicado marcou a manhã dos profissionais de saúde vinculados à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que estão mobilizados para a vacinação contra a Covid-19 no Distrito Sanitário Cabula/Beiru. A atividade foi conduzida pelo educador físico Thiago Santana, nesta quarta-feira (31), no ponto de vacinação da Fundação Bahiana para o Desenvolvimento das Ciências (FBDC), no Cabula.

Santana é servidor público do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), lotado na Unidade de Saúde da Família (USF) Professor Humberto Castro Lima, em Pernambués. Ele relatou que, devido à pandemia, o trabalho regular de prática corporal que ele desenvolve com pacientes de hipertensão, diabetes e obesidade na USF tem sido feito de maneira remota.

No entanto, foi convocado pelo subcoordenador de Vigilância e Saúde do Distrito Cabula/Beiru, o enfermeiro Wellington Costa, para realizar sessões de alongamento para estes profissionais. “Wellington idealizou essa iniciativa como forma de reduzir o desgaste físico e emocional dos profissionais que atuam nessa maratona de vacinação. Através do alongamento musicado, trabalho com relaxamento corporal e respiração, visando à saúde mental desse trabalhador”, explicou Thiago Santana.

Dinâmica – O alongamento, que tem duração de 20 minutos, é executado com movimentos lentos dos membros superiores e inferiores, cervical, ombro, quadril e respiração profunda. Tudo isso desenvolvido ao som de músicas com ritmo compassado e melodias doces, como alguns louvores. 

Para o educador físico, o exercício é um benefício importante neste momento, pois a rotina da imunização é muito exigente. “Começamos às 7h, quando chegam as vacinas, e seguimos até as 17h. Nossa equipe tem 30 profissionais, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas e agentes comunitários. Vacinamos 800 pessoas por dia, sete dias por semana. É cansativo, exige muita atenção, dificulta o convívio familiar, mas trabalhamos com alegria, porque lutamos para a vida voltar ao normal mais rápido”, assinalou.

 



 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A manhã desta quarta-feira (31) foi dedicada ao início da vacinação contra a Covid-19 para policiais militares acima de 50 anos e que estão em atividade em Salvador. A aplicação da primeira dose foi feita nos postos montados na Universidade Católica do Salvador – Campus Pituaçu e no Clube dos Oficiais da Polícia Militar. 

Major do quadro de oficiais de saúde da corporação, Silvana Magalhães Passos de Souza já havia recebido o imunizante antes, por ser médica, e acompanhou a aplicação da vacina nos colegas. A função da profissional é acolher os companheiros de corporação, a quem ela aplaude de pé. “Nossos policiais estão expostos atendendo à população. São pessoas que estão na linha de frente e merecem a vacinação antecipada. Me senti grata e aliviada”. 

Segundo a major, a vacinação foi tranquila pela manhã, com algumas dificuldades de colegas que não possuíam o contracheque no ato da vacinação ou que se enquadravam no grupo prioritário. Porém, tudo foi resolvido de forma inteligente. 

O tenente-coronel Antônio José dos Santos Filho também compareceu na manhã de hoje na Ucsal para se vacinar. Para ele, é uma iniciativa já esperada pelo risco que ele e demais colegas de farda correm à frente de um evento pandêmico. “Me sinto abençoado por Deus por ser vacinado e espero que isso abranja todos os cidadãos brasileiros brevemente”, disse. 

Aos 53 anos, a primeira-sargento da PM Márcia Jorge considera a imunização uma grande vitória. “Tenho problemas respiratórios e é de grande valia essas doses terem chegado para nós”. 

O também primeiro-sargento Roberval Rosário Filho, 51 anos, considerou que a vacinação vai acalmar os familiares neste momento. “Sou casado e tenho quatro filhos. Agora fica a preocupação de chegar logo a vez deles”, concluiu. 

Demais públicos – Além dos policiais militares com 50 anos ou mais, também foram imunizados com a primeira dose idosos a partir de 65 anos, pela manhã, e a partir de 64 à tarde, assim como as pessoas em hemodiálise. Também foi aplicada a segunda dose em idosos e trabalhadores da saúde, mediante data indicada no cartão de vacinação. De acordo com o Vacinômetro,  até as 15h de hoje, 13,4 mil pessoas passaram pelos pontos de imunização.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito Bruno Reis anunciou, nesta quarta-feira (31), em coletiva virtual, um pacote de medidas emergenciais para auxiliar na retomada das atividades econômicas, em Salvador, que seguem sendo afetadas pela pandemia do novo coronavírus. As ações envolvem desde liberação de microcrédito a incentivos fiscais, que totalizarão cerca de R$89 milhões. 

“O objetivo é que possamos ter uma retomada de forma mais célere para garantir os empregos atuais e para que surjam novas oportunidades para a geração de renda em nossa cidade”, explicou o prefeito, ao lado da vice-prefeita Ana Paula Matos e da titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes. 

Bruno Reis lembrou que, no final do ano passado, a Prefeitura, de forma pioneira, lançou uma série de medidas de apoio ao setor produtivo que, à época, chegou a ficar quatro meses com as operações comprometidas pela crise sanitária. Agora, com a chegada da segunda onda da pandemia, as atividades não essenciais ficaram suspensas por um período de um mês. Houve, portanto, a necessidade de lançar mais um conjunto de ações para aquecer a economia e agilizar esse retorno. 

Microcrédito – Nesse cenário, uma das iniciativas idealizadas pelo município para impulsionar o comércio é o programa CredSalvador, que oferecerá R$10 milhões em microcrédito desburocratizado. Trata-se de um fundo municipal que será criado após encaminhamento de projeto de lei à Câmara de Vereadores, tendo como público-alvo profissionais autônomos e liberais, cooperativas ou associações de pequenos empreendedores, microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas (MEs). 

O programa deve beneficiar 4,3 mil empreendedores, que poderão tomar empréstimos nos valores entre R$500 reais a R$25 mil, a juros baixos de até 0,7% e com seis meses de carência. O prazo de pagamento das parcelas ficará entre 12 a 24 meses. 

“O acesso a esse microcrédito será fácil e sem a burocracia dos bancos normais de fomento. Pela primeira vez, nos 472 anos, a cidade oferecerá esse tipo de apoio financeiro com recursos próprios a quem mais precisa. Além disso, iremos capacitar esses beneficiários para que eles possam multiplicar esse dinheiro para investir no próprio negócio, garantindo seu sustento e honrando os compromissos financeiros”, disse o prefeito. 

Incentivos – O chefe do Executivo municipal também anunciou mais 11 medidas de incentivos econômicos. Uma delas diz respeito à prorrogação do pagamento da Taxa de Fiscalização do Funcionamento (TFF) – cujo prazo de vencimento seria 30 de maio – em três parcelas, com vencimento em 30/09, 30/10 e 30/11/2021. 

A Prefeitura isentará, ainda, o pagamento das taxas de vistoria no setor de mobilidade que são cobradas anualmente a taxistas, mototaxistas, motoristas do transporte escolar e de vans de turismo. Serão mais de 9,6 mil pessoas beneficiadas e o município abrirá mão da arrecadação de R$1 milhão com essa ação. 

Outra medida anunciada pelo prefeito é a prorrogação do desconto de 50% do pagamento da outorga onerosa (instrumento que permite um empreendimento expandir o padrão construtivo acima de um determinado limite prévio) para o setor da construção civil. Essa ação também será encaminhada por meio de projeto de lei para aprovação dos vereadores. Estima-se uma renúncia fiscal de R$8 milhões pela Prefeitura. 

Na ocasião, o prefeito citou a importância do segmento imobiliário na economia de Salvador, acrescentando que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) tem em fase de aprovação o licenciamento de 14 mil unidades residenciais e de 20 empreendimentos comerciais. Esse mercado será responsável por movimentar mais de R$4 bilhões de recursos privados, além de 65 mil empregos diretos e indiretos. 

A Prefeitura fará, ainda, a prorrogação automática dos alvarás de funcionamento e sanitários, além de licença ambiental, para todos os setores econômicos, exceto aqueles cujas atividades são consideradas essenciais. Isso porque mercados e farmácias, por exemplo, seguiram funcionando mesmo durante medidas restritivas, não sofrendo tanto prejuízo financeiro como os que pertencem a ramos não essenciais. Desse modo, se um empreendimento tiver alvará com prazo de vencimento em março deste ano, o prazo será prorrogado para março de 2022.  

Também será prorrogado automaticamente, por mais seis meses, o prazo final de vigência de Certidões Negativas de Débito (CNDs) tributárias válidas; e reaberto por mais três meses o prazo para adesão ao Proturismo, que oferece desconto de 40% no IPTU a empreendimentos do setor de hotelaria e hospedagem. 

O pacote de incentivos para alavancar o comércio da capital baiana prossegue com o adiamento do prazo de pagamento do valor do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) devido pelos autônomos. Logo, a parcela única que venceria em abril poderá ser paga em setembro. 

Políticas públicas – Além disso, Bruno Reis anunciou a nomeação do Conselho Municipal de Inovação para a concessão de incentivos fiscais ao setor de tecnologia. Esse colegiado será o responsável por aprovar esses benefícios, que envolvem isenção de pagamento de ISS, assim como do IPTU e TFF a empresas que desejam se instalar no Centro Antigo da cidade. Com essa medida, a Prefeitura deixará de arrecadar R$10 milhões em tributos. 

Aliás, ainda falando dessa região, está prevista a ampliação de abrangência de toda a Área de Proteção Cultural e Paisagística do Centro Antigo (APCP). Quem deseja recuperar imóveis dentro desse limite pode hoje obter benefícios fiscais previstos no programa Revitalizar.  

Ao reformar, recuperar ou edificar imóveis dentro da área que o programa abrange e que ficará ainda mais extensa, o responsável pelo imóvel pode ser beneficiado com a redução de 50% do IPTU futuro, perdão de dívidas, redução do ISS e isenção de ITIV, entre outros.  

Outra novidade com respeito ao Revitalizar é que o prazo de concessão dos benefícios será melhorado, passando a contar a partir da emissão do alvará de construção e não a partir da aprovação do projeto de obras como é atualmente. 

Dentre as duas últimas medidas emergenciais para a retomada econômica da cidade, uma envolve a postergação para pagamento do Termo de Viabilidade de Localização (TVL) em parcela única.  “Estamos fazendo integração com o programa da Redesim, que é da Junta Comercial, simplificando em muito abertura de empresas para autorização do TVL. Antes, ao solicitar o TVL, pagava-se a taxa. Agora ela será paga após a liberação, em DAM único da Sedur e Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz)”, destacou o prefeito.  

A outra iniciativa é a redução do valor da Taxa de Licença de Localização (TLL) em 50% para Empresa de Pequeno Porte (EPP), benefício que antes só alcançava MEIs. 

Outros estímulos – Com o intuito de impulsionar as atividades comerciais prejudicadas pela pandemia, a Prefeitura investirá R$44 milhões em seis iniciativas de apoio financeiro à população. Serão mais de R$18 milhões destinados ao programa municipal Salvador por Todos, que foi prorrogado até junho, beneficiando cerca de 20 mil pessoas que receberão auxílio de R$270 mensais, entre trabalhadores informais de diversas categorias e em situação de vulnerabilidade econômica. 

Além disso, mais de R$ 15 milhões serão investidos na antecipação de 50% do 13º salário dos servidores inativos e pensionistas, abrangendo mais de 7 mil pessoas; R$6,6 milhões serão investidos no programa SOS Cultura, que concederá um salário mínimo para cada um dos 6 mil trabalhadores do setor cultural cadastrados no município. 

Outros R$3,1 milhões vão para projetos incentivados pelo programa Viva Cultura, iniciativa que também permite 90% no abatimento de impostos para empresas apoiadoras de projetos do programa. Por fim, será empregado R$1 milhão em editais de aceleração de negócios de impacto social em parceria com o Cimatec e outros R$400 mil na incubação de Startups na IN Pacto, incubadora do Centro Municipal Colabore.  

A Prefeitura investirá, ainda, mais de R$16 milhões em programas de capacitação profissional e cursos profissionalizantes em conjunto com Senai e Senac, através dos programas Treinar para Empregar, de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur), dentre outros.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais de 100 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) estarão envolvidos, neste feriadão de Semana Santa, na Operação Tira o Pé da Areia. A ação visa garantir o cumprimento das medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19, que incluem a não utilização das praias de Salvador pela população. 

São aproximadamente 60 km de orla monitorados durante a semana e com fiscalização intensificada aos fins de semana. As equipes da GCM percorrem todo trecho da orla de Salvador, de São Tomé de Paripe até a Praia do Flamengo. Na ocasião, os guardas orientam os cidadãos para que não utilizem estes espaços, garantindo assim o isolamento social. 

O diretor-geral de Segurança e Prevenção à Violência, Maurício Lima, afirmou que tem percebido uma movimentação maior das pessoas nas praias durante estes últimos fins de semana de prolongamento das medidas restritivas. Contudo, não tem havido necessidade de um posicionamento mais incisivo dos guardas na condução da operação. 

"Nos primeiros dias de medidas tínhamos visto a situação controlada, com poucas pessoas infringindo os decretos. Neste último, que foi de muito sol, percebemos uma demanda maior de pessoas nas praias. A abordagem sempre é feita de forma orientar sobre a determinação vigente, os cidadãos assimilam e se retiram das praias", relatou. 

O diretor destacou ainda uma situação que chamou a atenção do grupamento no fim de semana passado: uma das barreiras físicas instaladas em Ondina, de modo a barrar o acesso da população à faixa de areia, foi vandalizada pela população. Acima do buraco feito no tapume, havia um galhardete informando sobre a interdição do local.

"Este fato entristeceu as equipes. Temos atuado incansavelmente para que não haja aglomeração nas praias. A população precisa colaborar para que consigamos deter a transmissão do coronavírus e, assim, preservar a vida de todos", apelou Lima.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As celebrações da Semana Santa, tradicionalmente, costumam ter refeições com tempero mais acentuado e que levam azeite de dendê nas preparações. O exagero no consumo ou a ingestão combinada com determinados alimentos pode ocasionar mal-estar e até problemas mais sérios. 

Cuidar da alimentação e maneirar na ingestão de bebidas alcoólicas, principalmente nos períodos festivos, pode evitar que o cidadão tenha necessidade de buscar por um atendimento especializado de saúde. Neste momento difícil que enfrentamos, com pressão no sistema público de saúde em função da pandemia de Covid-19, este zelo se faz ainda mais necessário. 

A nutricionista dos restaurantes populares Cuidar de Pau da Lima e São Tomé de Paripe, Raquel Andrade, que também atua na coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan) da Prefeitura, explicou que o modo de preparo do peixe, alimento mais comum nas refeições do período, pode facilitar a digestão e a melhor absorção dos nutrientes. Mas ainda é preciso estar alerta com os pratos que usam o dendê. 

"É importante tomar cuidado com o excesso de comida com muito condimento, vatapá, caruru e com os peixes fritos. O ideal é preferir sempre o peixe assado, grelhado ou cozido. Na hora de consumi-lo é importante para alguns tipos de peixe retirar o couro, pois a gordura boa está presente na carne", detalhou. 

Escolhas adequadas – A atenção com a refeição deverá acontecer desde a escolha do pescado que será apreciado. Um alimento bem selecionado, além de trazer sabor à mesa, vai agregar na saúde de quem ingerir. Os peixes com preços mais acessíveis e ricos em Ômega 3, pontuou Raquel, são cavala, dourado, corvina, atum e merluza. 

A profissional explicou ainda que seja qual for a receita adotada para o preparo do peixe, é recomendado fazer uso de temperos naturais. Eles vão deixar a refeição mais leve, evitando que provoque desconforto abdominal ou, em casos mais graves, intoxicação alimentar por excesso. 

Ao escolher a sobremesa também é interessante refletir sobre a combinação de alimentos que será feita. Doces que tragam na sua preparação leite condensado ou creme de leite não são indicados. 

Locais de compra – Os mercados municipais estão de portas abertas, seguindo todos os protocolos sanitários, para que a população possa fazer as compras para a celebração da Semana Santa sem transtornos. O Mercado Popular de Água de Meninos, na Cidade Baixa, funciona das 5h às 14h, de segunda a sábado, e das 5h às 12h, do domingo. Os mercados do Jardim Cruzeiro, São Cristóvão e Dois de Julho, assim como o Nacs Periperi, abrem de segunda a sábado, das 10h às 15h, e no domingo, das 10h às 13h. 

No mercado de Itapuã, o horário de funcionamento vai das 10h às 16h, de segunda a sábado, e das 10h às 13h no domingo. O Nacs Itapuã, na Avenida Dorival Caymmi, também está aberto no mesmo horário.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Operação Toque de Acolher abordou, nesta terça-feira (30), 76 pessoas em situação de rua, com 26 acolhimentos e dois encaminhamentos para os Centros de Referência e Assistência Social (Cras). Realizada pela Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), a iniciativa tem como intuito reforçar os serviços de ajuda e acolhimento a quem vive nas ruas de Salvador, principalmente neste momento de agravamento da pandemia de Covid-19. 

Do total de abordados, foram 34 homens, 34 mulheres, cinco crianças, dois adolescentes e um idoso. Os 26 que aceitaram ajuda foram encaminhados para as Unidades de Acolhimento Institucional e Emergencial dos Dendezeiros (sete), Mares (oito), Largo do Tanque (três), Aquidabã (cinco) e Baixa dos Sapateiros (três). 

O secretário da Sempre, Kiki Bispo, informou que a pasta tem se preocupado com a situação da população de rua, principalmente com a adoção de medidas restritivas e o toque de recolher. “E quem não tem um lar? O que faz? Daí idealizamos o Toque de Acolher, ofertando vagas em nossos hotéis sociais e toda a estrutura para fortalecer a cidadania dos assistidos”, destacou. 

O gestor ainda completou que a ação ajuda a transformar vidas e promover autonomia e dignidade na vida dessas pessoas. “O trabalho da abordagem social tem sido incansável e fundamental em todo esse processo. Nesse momento ainda tão delicado, continuaremos firmes nessa missão de cuidar de quem mais precisa”, completa Bispo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta quinta-feira (1°), o público que comparecer nas unidades do Restaurante Popular Cuidar, situados em Pau da Lima e São Tomé de Paripe, poderá degustar uma refeição da culinária baiana, em alusão à celebração da Sexta-feira Santa. Geridas pela Secretaria de Promoção Social, Combate a Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), as unidades darão início a distribuição das refeições às 10h30 para os grupos prioritários. 

Como tradição, as unidades buscam ofertar refeições que tenham relação com as datas comemorativas ao longo do ano. O cardápio escolhido para esta ocasião é o xinxim de galinha, acompanhado de feijão fradinho, arroz branco, vatapá e farofa de azeite. Para a sobremesa será ofertada laranja. 

O titular da Sempre, Kiki Bispo, afirmou que os restaurantes possibilitam ao público ganhos que vão além das refeições. "Com esse trabalho no período da Semana Santa, além da segurança alimentar, também tem toda uma questão do fortalecimento de vínculos familiares”, destacou. 

O gestor salientou também que os restaurantes oferecem muito mais que alimentos. “A comida vem junto com uma mensagem positiva, com um curso profissionalizante, para dar condições físicas, psíquicas e intelectuais ao assistido e, assim, ele possa se desenvolver e conquistar a sua independência", contou.

Conforme explicou a responsável técnica dos restaurantes populares, Raquel Andrade, também integrante da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan) de Salvador, a expectativa é de que sejam ofertadas 500 refeições em cada unidade neste dia. Os Restaurantes Populares Cuidar funcionam de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...