Geral

0
0
0
s2sdefault

Uma Operação deflagrada a partir de denúncia feita à Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor de Salvador (Codecon), via aplicativo de celular, resultou na interdição de uma barraca de fogos no bairro de Paripe, na manhã desta terça-feira (11). Além disso, a equipe apreendeu 44.082 bombas vencidas e inapropriadas para uso. Dessas, mais de 40 mil eram de fabricação artesanal, proibidas para a venda.

A operação foi deflagrada em conjunto pela Codecon, Delegacia do Consumidor (Decon) e Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados da Polícia Civil (CFPC). Os produtos apreendidos foram encaminhados à 5ª Delegacia de Polícia, onde serão encaminhados para destruição.

A barraca de fogos não tinha alvará de funcionamento, e o autor da denúncia afirmava que o estabelecimento “vendia fogos de todos os tipos”, temendo que ele, a família e vizinhos estivessem “correndo um risco enorme”. A Codecon tem à disposição dos consumidores o aplicativo Codecon Mobile, disponível nas plataformas Android e iOS, para denúncias em tempo real. É gratuito e permite o envio de fotos, além de ter outras funcionalidades.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

As equipes do CCZ realizarão durante todo o mês de junho a intensificação das ações de controle da esporotricose, doença que pode acometer animais e seres humanos. Somente esse ano, foram registrados 79 casos em gatos e cães de Salvador. A Secretaria Municipal da Saúde notificou 25 casos humanos no primeiro semestre de 2019.

Para evitar o avanço da esporotricose, agentes de combate às endemias, veterinários e biólogos do CCZ estão intensificando a busca ativa de animais com sintomas do agravo, bem como, promovendo atividades educativas nos postos de saúde e escolas para alertar a população sobre medidas preventivas contra a doença.

“Como detectamos muito rapidamente a presença do fungo em Salvador, estamos avançando com as medidas de controle na cidade. O trabalho intenso das equipes de campo é justamente para podermos identificar e tratar os animais com a micose e evitar que pessoas sejam acometida na capital”, destacou Aroldo Carneiro, veterinário do CCZ.

Micose subcutânea causada pelo fungo do gênero Sporothrix, a esporotricose afeta a pele e os vasos linfáticos próximos a ela, mas pode também acometer ossos, pulmão e articulações. O fungo pode ser encontrado naturalmente na terra, na matéria orgânica e nos vegetais, e quando a pessoa se fura com um espinho pode se infectar. O gato ao ter contato com o fungo no ambiente pode se infectar e transmitir para outros gatos ou pessoas através de mordeduras, arranhaduras ou contato com as feridas na pele.

A Prefeitura de Salvador oferta o atendimento veterinário aos animais com suspeita da doença, realizando o exame para diagnóstico. Caso a doença seja confirmada, o dono do pet recebe as orientações necessárias de como proceder e prescrição para o tratamento. Em casos de seres humanos, o paciente deverá se consultar com um médico, de preferência infectologista, para o diagnóstico e tratamento sejam feitos corretamente. A esporotricose é uma micose benigna e tem tratamento para seres humanos e animais.

Em 2018, foram registrados 56 casos suspeitos de esporotricose em humanos, dos quais 29 foram confirmados. Em animais, no ano passado foram notificados 289 suspeitos, dos quais 141 foram confirmados.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A comunidade do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, no Cabula, teve a oportunidade de aproveitar diversos serviços municipais, na manhã desta terça-feira (11), através da Feira da Cidadania promovida pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre).

Cerca de sessenta atendimentos foram realizados no local, com serviços de inscrição no Cadastro Único, atualização em programas sociais como Bolsa Família e Primeiro Passo, atendimento psicossocial e orientação jurídica, com objetivo de oferecer e contemplar os povos das comunidades de terreiro de candomblé.

“É uma ação com o intuito de romper barreiras. Sabemos das discriminações que as pessoas de comunidades tradicionais sofrem ao longo da caminhada. Fazer essa ação dentro do terreiro é mostrar que a Prefeitura vai aonde o povo está, para atender a quem precisar. Viemos garantir acessibilidade aos serviços, que é um direito de todos”, afirma Marta Lima, gerente do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) da Engomadeira.

Na ocasião, uma roda de conversa dirigida pelo Babalaô Geraldo de Oxóssi discutiu a importância do cuidado com as folhas no nosso dia a dia, e sua contribuição para o nosso bem-estar. “O mundo das folhas é muito abrangente. Elas podem ser usadas para fazer um molho, um chá, um aromatizante e até para uso medicinal. É muito importante dentro do contexto da nossa vivência na terra. É uma energia que está sempre ao nosso redor e à nossa disposição. É preciso conscientizar as pessoas que as folhas não são empecilhos, mas um bem que a natureza nos proporciona e que merece um cuidado especial”, declara.

O ajudante de pedreiro, Manuel Nascimento, de 39 anos, foi ao local em busca da inscrição no Cadastro Único e destacou a importância da ação para a comunidade. “É uma excelente e importante iniciativa. Nós precisamos que as ações aconteçam mais vezes. Muitas vezes não temos condições financeiras de nos deslocarmos para determinados lugares. Ter esses serviços disponibilizados em nossa comunidade nos ajuda demais”, afirma.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Dentro dos festejos pela independência do Brasil na Bahia, o Dois de Julho, a Prefeitura lança o concurso cultural “Aos pés do caboclo”. Como o tema das comemorações este ano é “Patrimônio do Povo”, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) vai selecionar duas pessoas para subir no Monumento ao Dois de Julho e conhecer os detalhes históricos e arquitetônicos da obra, guiados pelo professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba) José Dirson. 

A ideia é aproximar os cidadãos desse monumento tão simbólico para Salvador e para o país, que representa a vitória da nação pela união da população. Localizado no Largo do Campo Grande, o monumento tem como elemento principal o caboclo, figura que representa a nacionalidade e liberdade. Inaugurada em 1895, a obra passa em 2019 por restauração, promovida pela administração municipal, em toda a estrutura de 25,86m de altura. 

Para participar, é necessário ser maior de 18 anos e seguir a página oficial da FGM no Facebook (www. facebook. com/ fgmcultura). Na imagem do concurso cultural, presente na página, basta fazer um comentário de até 300 caracteres, iniciando com a seguinte frase: “Aos pés do caboclo, eu...”. No comentário, deve ser narrada alguma história do participante relacionada ao monumento ou às comemorações do Dois de Julho. 

Serão contabilizados apenas os comentários enviados entre os dias 7 e 17 de junho deste ano. O regulamento completo está disponível no site da FGM, no endereço www. culturafgm. salvador. ba. gov. br .

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O segundo semestre chegará com uma boa notícia para os alunos da rede pública municipal de ensino: as inscrições para a quarta edição do prêmio Jorge Amado, que terão início no dia 15 de julho e se estenderão até o dia 30 de agosto. A inscrição é feita na própria instituição de ensino onde o aluno estuda. A ação é promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) em parceria com o Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB) de Salvador.

O prêmio tem como objetivo incentivar a produção literária e a escrita criativa dos alunos da rede pública de ensino da cidade. A intenção é dar oportunidade aos estudantes de demonstrar o próprio talento e poder ver a obra literária publicada e premiada, de forma precoce: o próprio Jorge Amado, um dos maiores escritores baianos de literatura, teve o talento descoberto aos 11 anos por um de seus professores, durante a produção de uma redação.


Podem participar alunos do Ensino Fundamental I (1º a 5º ano), que concorrerão nas categorias Poesia e Conto. Já os alunos do Ensino Fundamental II (6º a 9º ano) e da Educação para Jovens e Adultos (EJA) poderão participar nas categorias Romance, Histórias em Quadrinhos (HQ) e Dramaturgia (Teatro), com produções inéditas. O regulamento com todas as informações detalhadas do prêmio está à disposição dos interessados na página eletrônica da Smed, no endereço www. educacao. salvador. ba. gov.br .  

A comissão julgadora para cada categoria será composta por três especialistas, sendo um deles, necessariamente, educador. O nome de cada integrante será publicado no Diário Oficial do Município (DOM). Serão selecionadas pessoas de reconhecido mérito designados pela Comissão Organizadora do Prêmio Jorge Amado.

O resultado final do concurso será publicado no dia 31 de outubro. O autor da obra vencedora de cada categoria receberá um prêmio de R$ 4 mil para o primeiro lugar, R$ 3 mil para o segundo lugar e R$ 2 mil para o terceiro lugar. Os professores orientadores identificados serão condecorados com medalhas de honra ao mérito.

Edição anterior – Na edição de 2018, 15 alunos da rede municipal receberam as premiações em solenidade realizada no auditório Dom Geraldo Majella, no Garcia. A iniciativa foi estabelecida em 2013 como uma das metas na área da Educação a serem desenvolvidas pela administração municipal para, ao mesmo tempo, homenagear Jorge Amado, ser um elemento de estímulo dos jovens para que eles tenham mais interesse pela literatura e intensificar o aprendizado da língua portuguesa, tão essencial para a formação do aluno.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em homenagem ao Dia Nacional de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, celebrado nesta segunda-feira (10), a Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (DSIP) ilumina o Elevador Lacerda de vermelho e verde. A programação temática permanecerá no local até a próxima quinta (13).

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa é formada por nove países membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Timor-Leste. A população desses países soma cerca de 270 milhões de pessoas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A concorrência do concurso para a Prefeitura de Salvador será bem grande. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca organizadora da seleção, 99.145 pessoas vão concorrer às 368 oferecidas em 17 cargos e 12 áreas, nível médio, técnico e superior. Do total, 64.795 se inscreveram para nível médio e técnico, e 34.350 para nível superior.

Das quase 100 mil inscrições, 40.175 foi para Guarda Civil Municipal, o que representa, aproximadamente, 41% dos registros. Outras carreiras bem procuradas foram as de Agente de Trânsito e Transporte, com 19.379 inscritos (19,5%); Professor de Educação Infantil – 40h, com 5.611 (5,6%); Professor de Educação Infantil – 20h, com 5.067 (5,1%); e Assistente Social, com 4.931 (4,9%). A quantidade de candidatos por vaga e a respectiva concorrência estão disponíveis no link fgvprojetos. fgv. br/ concursos/ pms2019 .

As provas serão realizadas no próximo domingo (16). Para quem está concorrendo para vaga de professor e de outros cargos de nível superior, o exame será realizado das 8h às 13h, com questões objetivas e discursivas. Já para os postulantes de nível médio ou técnico, a prova com questões de múltipla escolha acontece em dois horários: 8h às 12h e 15h30 às 19h, dependendo do cargo escolhido. Os locais de provas já foram disponibilizados no site da FGV.

Concurso – O certame para a Prefeitura está dividido em três editais. O primeiro deles é para professor, com 150 vagas imediatas. O segundo edital é para os cargos de Guarda Civil Municipal, Agente de Trânsito, Agente de Fiscalização, Fiscal de Serviços Municipais e Agente de Salvamento Aquático (salva-vidas).

Por fim, o terceiro edital é destinado aos seguintes cargos: médico, assistente social, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro/arquiteto e – pela primeira vez na administração municipal – para as funções de psicólogo, gestor público, médico perito, médico do trabalho, técnico de enfermagem do trabalho e técnico em segurança do trabalho. Os novos postos de trabalho vão representar um investimento de R$23,3 milhões para reforçar as áreas estratégicas e prioritárias do serviço público da cidade.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

No mês em que acontece o Dia de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado na quarta-feira (12), a capital baiana ganha uma ação especial que envolve a Prefeitura e órgãos que compõem a Rede de Proteção da Criança e do Adolescente. A Operação Salvador Contra o Trabalho Infantil foi lançada em cerimônia realizada nesta segunda-feira (10) pelo prefeito ACM Neto e pela secretária municipal de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), acompanhados de autoridades e imprensa.

A força-tarefa envolve órgãos como a Defensoria Pública do Estado (DPE), Ministério Público da Bahia (MP-BA), Ministério Público do Trabalho (MPT-BA), Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRTE-BA) e Plan International. Na ocasião, o prefeito salientou que, com a soma dos esforços, possa ser realizada uma ação mais completa de combate à utilização e exploração do trabalho infantil, considerando o cenário de pobreza que assola o país e a cidade.

“Lugar de criança é na escola, não é na rua trabalhando. A partir de um reconhecimento de que essa tarefa é de todos, dando as mãos, a possibilidade de enfrentar o problema e propiciar uma perspectiva de futuro diferente em Salvador é bem animadora”, pontuou.

ACM Neto ainda completou que são necessárias ações preventivas, principalmente nas áreas da educação e assistência social, para evitar a exploração do trabalho infanto-juvenil. Nesse sentido, por exemplo, a Prefeitura têm ampliado o número de vagas na Educação Infantil, com a construção de creches e instalação do programa Pé na Escola, com a intenção de que todas as crianças de até quatro anos de idade em Salvador estejam matriculadas em uma instituição de ensino.

Em breve, deverá ser lançado o programa Cras Modelo, que será iniciado com dez Centros de Referência e Assistência Social completamente requalificados com suporte técnico e equipes devidamente treinadas para fazer o trabalho com as famílias nas comunidades, inclusive no combate ao trabalho infantil. A iniciativa conta com financiamento do Banco Mundial. Mais casas de acolhimento estão sendo contratadas, junto a organizações não governamentais, através de chamamento público, dentre outras iniciativas.

Ação conjunta – As ações do Salvador Contra o Trabalho Infantil envolvem equipes da SPMJ e demais entidades, que atuarão em diversos pontos da cidade para distribuir material educativo e sensibilizar a população nos grandes centros comerciais e em locais onde forem identificadas violações. Os cidadãos serão orientados sobre os procedimentos acerca dos diferentes tipos de abusos que atingem a população infanto-juvenil. Além disso, também serão realizadas ações de fiscalização, autuando empresas e comerciantes que estiverem incentivando o trabalho infantil.

De acordo com a secretária Rogéria Santos, as ações de combate ao trabalho infantil deverão continuar ao longo do ano. “Haverá um cronograma de ações em várias localidades, que serão inseridas diante das denúncias que a própria população têm feito a esses órgãos. A grande marca da operação é levar uma ação de conscientização aos cidadãos de que as nossas crianças e adolescentes precisam ter os direitos e garantias devidamente preservados”, afirmou.

Representando o MP-BA, a promotora Márcia Rabello agradeceu a iniciativa da gestão municipal em atuar em parceria na operação. “É uma felicidade muito grande ver que o tema do trabalho infantil está tendo pela Prefeitura o devido tratamento, porque sabemos como Salvador merece esse enfrentamento. Recebemos constantemente denúncias de crianças e adolescentes em semáforos na cidade e são necessárias políticas públicas para enfrentar o problema. A operação vai possibilitar, além da ação conscientizadora, um mapeamento e diagnóstico das regiões mais denunciadas para elaboração de políticas públicas nesse tema”.

 O procurador-chefe do MPT-BA, Luiz Carlos Carneiro Filho, ressaltou o acerto da iniciativa “no tempo e no espaço”, aproveitando o Dia de Combate ao Trabalho Infantil. “Salvador é uma capital que sofre essa chaga social que alimenta o círculo da pobreza. Estima-se que 2,5 milhões de crianças e adolescentes estejam em situação irregular de trabalho. Há muito o que fazer, porque não são números, são vidas em desenvolvimento que merecem atenção de todos para que tenham as vidas ressignificadas”, afirmou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), vai realizar uma operação especial de transporte para os dias 15, 18, 21, 23 e 29 de junho, durante os jogos da Copa América que serão realizados na Arena Fonte Nova.

Os torcedores poderão contar com a frota de ônibus da cidade, que estará operando normalmente. Além disso, as linhas que circulam ao longo da orla marítima de Salvador e área central, onde estão localizados os hotéis que vão abrigar as delegações e torcedores, terão o atendimento reforçado.

Vale ressaltar que durante o evento, a Semob irá disponibilizar 13 coletivos da frota reguladora, distribuídos nas Estações da Lapa, Pirajá, Mussurunga e Acesso Norte. Esses ônibus ficarão à disposição da fiscalização no terminal a partir de duas horas antes e finalizando duas horas após cada partida.

Linhas que terão atendimento reforçado:

1001 - Aeroporto/Praça da Sé: Com itinerário pela Av. Dorival Caymmi, Itapuã, Av. Octávio Mangabeira, Pituba, Amaralina, Rio Vermelho, Ondina, Av. Oceânica, Rua Marquês de Caravelas, Porto da Barra, Ladeira da Barra, Corredor da Vitória, Campo Grande, Praça da Sé.

1002 - Aeroporto/Campo Grande: Com itinerário pela Av. Dorival Caymmi, Itapuã, Av. Octávio Mangabeira, Pituba, Amaralina, Rio Vermelho, Av. Cardeal da Silva, Campo Grande, Vitória, Porto da Barra, Farol da Barra.

1003 - Aeroporto/Lapa: Com itinerário pela Av. Dorival Caymmi, Itapuã, Av. Octávio Mangabeira, Pituba, Amaralina, Rio Vermelho, Av. Centenário, Praça dos Reis Católicos, Av. Heitor Miguel Calmon, Viaduto do Vale do Canela, Campo Grande.

S043 - Aeroporto/Praça da Sé: Com itinerário pela Av. Dorival Caymmi, Itapuã, Av. Octávio Mangabeira, Pituba, Amaralina, Rio Vermelho, Ondina, Av. Oceânica, Rua Marquês de Caravelas, Porto da Barra, Ladeira da Barra, Corredor da Vitória, Campo Grande, Praça da Sé. Esse serviço conta com ônibus com ar condicionado e Wi-Fi. Ônibus especial com tarifa de R$ 4,20.

1126 - Narandiba/Doron/Barra R2: Com início de operação às 5h10 e término às 21h10. Tarifa R$4,00. Use a integração para o retorno com a linha 1125, desembarcando no Shopping da Bahia. Tarifa R$ 4,00.

1034 - Parque São Cristóvão/Barroquinha: Intervalo de 10 minutos, com início de operação às 4h10 e término às 22h42. Embarque no Ponto do Itaú.

1078 - Estação Mussurunga/Praia do Flamengo R1: Intervalo de 15 minutos, com início de operação às 5h e término as 23h30. Liga os trechos Stella Maris/Praia do Flamengo à Arena Fonte Nova, através da integração com o metrô linha 2 na Estação Metroviária de Mussurunga, e continua com a integração coma a linha 1 na Estação Acesso Norte, desembarcando na estação metroviária de Brotas ou Campo da Pólvora. Tarifa R$ 4,00.

1079 - Estação Mussurunga/Praia do Flamengo R2: Intervalo de 10 minutos, com início de operação às 4h e término as 20h44. Liga os trechos Stella Maris/Praia do Flamengo à Arena Fonte Nova, através da integração com o metrô linha 2 na Estação Metroviária de Mussurunga e continua com a integração com a linha 1 na Estação Metroviária Acesso Norte, desembarcando na estação metroviária de Brotas ou Campo da Pólvora. Tarifa R$ 4,00.

Expresso Copa América - Além do sistema convencional, já começaram as vendas dos bilhetes para o Expresso Copa América, no Salvador Norte Shopping (Piso L3 – Expansão) e Salvador Norte Shopping (em frente à loja TIM situada no piso L1).

Instituído pela Semob, o serviço de transporte com linhas exclusivas para a Arena Fonte Nova, único estádio do Nordeste a participar do evento, funcionará no mesmo formato da Copa do Mundo de 2014 e do Carnaval de Salvador. Cada bilhete custa R$ 25, sendo R$5 do cartão e R$ 10 de cada trecho, com taxa de estacionamento nos shoppings já inclusa.

O serviço começa quatro horas antes dos jogos e encerra em até duas horas após o fim da partida. As linhas sairão do Salvador Shopping e Salvador Norte Shopping direto para a Arena Fonte Nova, com parada somente no Dique do Tororó. A expectativa é transportar 15 mil pessoas durante a competição.

Táxi - Quem optar por ir ao estádio de táxi vai poder contar com os pontos fixos no aeroporto, rodoviária e porto de Salvador e, também, os exclusivos, no entorno da Arena. O torcedor que preferir poderá utilizar o aplicativo Táxi Mobi, exclusivo para taxistas de Salvador, que está disponível gratuitamente para celulares do sistema android.

Mototáxis - Outra opção é utilizar o serviço de mototáxi. São mais de 1,2 mil mototaxistas regulamentados disponíveis nos pontos do Jardim Baiano (parte baixa da ladeira) e Av. Joana Angélica (em frente ao Supermercado Bom Preço).

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...