Geral

0
0
0
s2sdefault

Com 30 anos de carreira, o cantor e compositor Márcio Mello se apresenta nesta quarta-feira (28) no Festival da Cidade, evento que faz parte das comemorações pelos 469 anos de Salvador. O show acontece num lugar emblemático para o público rock’n’roll: o Largo da Mariquita, no Rio Vermelho. Ele sobe ao palco às 19h, pouco antes da carioca Marina Lima, que se apresenta às 21h. Já se apresentaram no festival nomes como Thiago Arancam, tenor brasileiro sucesso na atualidade, e o "gigante" Léo Santana.

Roqueiro e irreverente, o artista vai levar ao palco um show novo, que mistura momentos de rock e abordagem mais intimista, com voz e violão. Intitulado 1967 – ano de nascimento do artista – o show “vai ser levemente pesado”, brincou o cantor em relação às novidades. “Meus fãs vão ver um Márcio Mello mais moderno, com a música mais macia e uma musicalidade mais rebuscada, mas sem perder a irreverência”, contou.

Autor de canções como “Esnoba”, “Nobre Vagabundo” e “Céu Azul”, Márcio Mello tem a carreira firmada no cenário rocker da capital baiana. Vivendo atualmente no Rio de janeiro, o artista disse ter ficado lisonjeado com o convite e confessa estar vivendo dias de ansiedade pela apresentação. “Trazer meu novo show para a minha cidade, encerrando o verão e iniciando o outono é maravilhoso”, conclui.

O Festival da Cidade começou no dia 23 de março e segue até 1° de abril, com mais de 60 atrações em 14 pontos de Salvador. A programação variada conta com esporte, teatro, música, brincadeiras, oficinas de experimentação artística, exposições e muito mais. Organizado pela Empresa Salvador Turismo (Saltur) em parceria com a Fundação Gregório de Mattos (FGM), o evento conta com patrocínio da Caixa, Salvador Shopping e Salvador Norte Shopping.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Usuários de aparelhos com o sistema iOS já podem atualizar o aplicativo NOA Cidadão, da Transalvador, e aproveitar todas as funcionalidades oferecidas pela nova versão. Uma das novidades é que o usuário poderá receber alertas de ocorrências de grande impacto no trânsito em tempo real, e evitar vias que estejam com alguma situação.

Para o superintendente Fabrizzio Muller, estes alertas, chamados pushes, “permitem que o condutor evite o trajeto com algum problema, e se reprograme ao tomar conhecimento da situação”. Com a nova versão, também será possível fazer o cadastro do veículo, informando no aplicativo o número do renavan e placa, para que o condutor seja avisado caso seja autuado pelo órgão de trânsito.

Será possível ainda consultar a segunda via de notificações e até mesmo ser avisado do vencimento de multas para pagamento com desconto de 20%. Ao clicar nas notificações, os detalhes da autuação serão exibidos na tela com informações como prazo de defesa e de apresentação de condutor. Porém, as novas funcionalidades não alteram o envio da notificação por correspondência impressa, as vias amarela e verde.

Assim como na versão anterior, o usuário poderá fazer solicitações pelo aplicativo, como aviso de acidentes, estacionamento irregular e veículo quebrado na via, entre outros. A novidade é que o cidadão receberá uma mensagem com a resposta à sua demanda ao ter seu atendimento finalizado pela Transalvador.

O aplicativo também permite que sejam feitas solicitações que envolvam outros órgãos, como queda de árvore ou pontos de alagamento, por exemplo. Em casos de acidentes com vítimas, o cidadão poderá acionar a Transalvador, que irá informar imediatamente a ocorrência ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Mais três importantes ações foram promovidas pela Prefeitura nesta terça-feira (27), dentro da programação de aniversário de 469 anos de Salvador, desta vez na região administrativa de Itapuã/Ipitanga. A agenda foi iniciada com a assinatura de ordem de serviço para reforma de 200 casas em situação precária em Itinga, dentro do programa Morar Melhor. 

Em seguida, foi a vez da inauguração da Escola Municipal e da Unidade de Saúde da Família do Jardim das Margaridas. As estruturas, preparadas inclusive para atender às famílias com crianças com microcefalia, estão localizadas dentro do Residencial Margaridas – empreendimento do Minha Casa, Minha Vida entregue no último dia 10. Os eventos contaram com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, acompanhados de secretários e gestores municipais, autoridades e população. 

O prefeito lembrou do compromisso de levar as ações em bairros onde a administração municipal nunca tinha chegado antes. “A Prefeitura chegou para mudar a realidade de locais como Cassange, Bosque das Bromélias, Nova Esperança e Itinga. Foram feitas aqui diversas ações como melhoria da drenagem, limpeza de canais, Morar Melhor, novas praças, quadras, campos, escolas e pavimentação, além da incrementação da mobilidade com novos acessos e criação de linhas de integração entre as estações Pirajá e Mussurunga. Tudo isso para melhorar as condições de vida da população daqui”, completou.

 Ação inédita – Pela primeira vez em Itinga e com investimento de mais de R$1 milhão, o Morar Melhor vai beneficiar residências como a de Verena de Jesus, de 28 anos e que mora no bairro desde que nasceu. Com quatro filhos, ela revelou ser um sonho ver a casa completamente reformada. “Já tem dez anos que não consigo fazer algo aqui. Desempregada, então, ficou ainda mais difícil. Achei maravilhosa essa iniciativa, agora é tudo novo pra mim e pra minha família”, afirmou.

Esta é a nona localidade alcançada pela segunda etapa do programa em 2018. As ações também são realizadas nos bairros de Alto de Coutos, Castelo Branco, Ribeira (Mangueira), Sete de Abril, Boa Vista de São Caetano, Cosme de Farias, Fazenda Coutos III e Arenoso, em um total de 2.330 residências. Até o fim de 2020, 40 mil residências devem ser reformadas pela administração municipal, com ação coordenada pela Seinfra.

Com limite de até R$5 mil para cada casa, as intervenções promovidas pelo Morar Melhor são escolhidas pelos próprios moradores: pintura e reboco, novo telhado, implantação de louças sanitárias (pia e vaso) ou esquadrias (portas e janelas). Entre os critérios para a escolha das regiões beneficiadas estão locais com maior número de domicílios com alvenaria sem revestimento; que possuem moradores abaixo da linha de pobreza (renda per capta inferior a R$ 85/mês); e que tenham predominância de mulheres chefes de família. Imóveis em situação de risco cadastrados pela Defesa Civil de Salvador (Codesal), alugados ou de famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos não são contemplados. 

Educação– Com investimento de R$ 5,9 milhões, a Escola Municipal Jardim das Margaridas tem capacidade para atender 900 alunos da comunidade e de bairros vizinhos que estejam cursando do 1º ao 9º ano. O equipamento foi construído em uma área de mais de 3 mil m² e conta com 14 salas de aula, refeitório, área externa, depósito, cantina, triagem, despensa, rampa, sala para múltiplo uso, copa, diretoria, sala de professores, coordenação, secretaria, brinquedoteca, sala de atendimento educacional especializado e de leitura.

USF – Com capacidade para atender cerca de 460 pessoas por dia, a nova Unidade de Saúde da Família de Jardim das Margaridas levará atenção integral à saúde para 1.880 famílias da localidade. Os moradores contarão com áreas laboratoriais, de atendimento médico, de enfermagem e odontológica. A construção desta unidade é fruto de reivindicações da comunidade, que agora terá um equipamento perto de casa e com atendimento para todas as faixas etárias.

Ao todo, seis equipes atuarão no local, três de saúde da família e três de saúde bucal, em jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para o bom funcionamento da USF estão sendo contratados 19 profissionais, entre médico generalista, cirurgião dentista, auxiliar de saúde bucal, enfermeiro e técnico de enfermagem e assistente administrativo, dentre outros.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Levantamento realizado pela Transalvador apontou queda de 11% nas notificações de infrações de trânsito no 1º bimestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2017. Em números absolutos, foram 163.033 autos lavrados em janeiro e fevereiro de 2017, contra 145.158 nos dois primeiros meses de 2018, indicando comportamento de mais respeito às leis de trânsito por parte dos condutores soteropolitanos.

Os números, segundo o superintendente Fabrizzio Muller, “confirmam uma tendência já notada”. No ano passado, em relação a 2016, a Transalvador emitiu quase 100 mil multas a menos. "É importante destacar que a queda vem se acentuando justamente sob fiscalização mais efetiva, o que mostra que estamos atingindo o nosso objetivo de redução de infrações e, consequentemente, dos riscos de acidentes."

Quedas acentuadas - Houve redução nas multas das cinco infrações mais registradas pela Transalvador no primeiro bimestre de 2017 e de 2018. A campeã de registros, transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%, teve redução de cerca de 5%, de 85.476 notificações para 81.545, quando comparados os períodos. A segunda infração mais notificada, transitar em faixa exclusiva para ônibus, teve queda de 47%, de 14.517 no primeiro bimestre de 2017 para 7.635 registros este ano.

O avanço de sinal vermelho, uma das infrações que geram mais risco de acidentes, também obteve redução. Permanece a terceira mais notificada, entretanto, com queda de 10.569 registros para 7.051. Caíram também as notificações por estacionar em local proibido pela sinalização, com 6.445 em 2017 e 5.957 em 2018, e transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%, com 4.853 em 2017 e 4.417 em 2018.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), oferece cinco vagas de estágio, no turno matutino, para alunos do ensino médio. Os interessados devem se inscrever das 8h do dia 2 de abril até 18h do dia 5 de abril, exclusivamente no site do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

O estudante deve estar matriculado no 2º ou 3º ano do ensino médio vespertino ou noturno, residir em Salvador, ter 16 anos completos na data de inscrição e ter cadastro no IEL. A instituição de ensino deve ser reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e estar conveniada com o Instituto Euvaldo Lodi.

Vale lembrar que a validade do processo seletivo é de 12 meses e que, além das cinco vagas iniciais, a Prefeitura fará cadastro reservas. Em caso de novas vagas durante o prazo de validade da seleção, poderão ser convocados outros candidatos, respeitando a ordem de classificação.

Os inscritos serão convocados para realização da prova objetiva através de publicação no Diário Oficial do Município e no site www.gestaopublica.salvador.ba.gov.br. A carga horária de atividades é de 20h semanais e o valor da bolsa-auxílio é de R$ 494,94, mais auxílio-transporte.

Os estagiários selecionados desenvolverão as atividades no âmbito dos órgãos da administração direta da Prefeitura, cujas atribuições proporcionem experiência prática de aprendizagem, de forma supervisionada, tendo como objetivo a inserção no mercado de trabalho.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Elevador Lacerda estará iluminado até esta terça-feira (27) com a cor roxa em apoio à campanha internacional de conscientização da epilepsia, chamada de “Dia Roxo” ou “Purple Day”, comemorado sempre no dia 26 de março. A ação conta com o apoio da Diretoria de Iluminação Pública (DSIP), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

O Purple Day tem como objetivo aumentar a consciência sobre a epilepsia em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença afeta aproximadamente 1% da população, ou seja, cerca de 50 milhões de pessoas. Só em Salvador, estima-se que haja cerca de 30 mil pessoas com este diagnóstico.

De acordo com o neurologista Humberto de Castro, a epilepsia pode acometer indivíduos de qualquer idade, sendo que as crianças e os idosos são mais suscetíveis. “Felizmente, existem tratamentos muito eficazes e cerca de 70 a 80% dos indivíduos afetados conseguem ficar totalmente livres de crises, mas, apesar disso, sofrem muito preconceito devido ao desconhecimento e mitos a respeito dessa condição”, diz.

Campanha - Em 2008, uma criança da Nova Escócia, Cassidy Megan, motivada pela sua própria batalha contra a epilepsia, criou a ideia do Purple Day (Dia Roxo), no qual as pessoas se vestem de roxo para chamar atenção para esta doença tão comum e tão estigmatizada. Desde então, o dia 26 de março passou a ser reconhecido como Dia Internacional da Conscientização da Epilepsia, sendo comemorado nos cinco continentes, em várias cidades do mundo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto inaugurou, na noite desta segunda-feira (26), dois importantes equipamentos em São Cristóvão, ambos com forte impacto no social: o Centro de Referência de Assistência (CRAS) e a Praça Yolanda Pires, que foram requalificados pelos esforços das secretarias municipais de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) e de Manutenção (Seman), respectivamente. Os dois espaços ficam na Rua Praias do Brasil.

No CRAS, foi efetuada a ampliação do imóvel, substituição de toda parte elétrica, fiação, quadro de disjuntores, luminárias, tomadas e interruptores, tudo dentro das normas atuais. Foram substituídos forros e a parte hidráulica. Os requisitos necessários para acessibilidade foram contemplados na obra, através da colocação de piso tátil e adaptação de banheiro para pessoas com deficiência. Foi também realizada a contenção de umidade e pintura geral.

A Praça Yolanda Pires,que tem 438,73 metros quadrados e passou a contar com espaço infantil, bancos modulares ecológicos e anti-vandalismo. O equipamento é composto de pergolado, academia, acessibilidade, piso intertravado nas cores cinza, vermelho e amarelo, iluminação em LED, espaços verdes, mesas de jogos, entre outras estruturas. A obra durou três meses. Todos os equipamentos foram desenhados e construídos pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), órgão vinculado à Seman.

No ato, o prefeito destacou as obras já entregues na região, a exemplo da Praça André Sanches, da Escola Municipal de São Cristóvão, além da presença do programa de habitação Morar Melhor. "Perdi as contas de quantas vezes nos últimos cinco anos estivemos aqui, e essa é uma marca da nossa administração. Nunca uma gestão esteve tão presente aqui para construir creche pré-escola, reformar escola, melhorar iluminação e asfalto de ruas", afirmou o prefeito, relembrando como era o bairro antes das intervenções da atual gestão municipal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nos dias 27 e 28 de março, a Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), através da Fundação Cidade-Mãe (FCM), inscreve jovens de Salvador para curso gratuito de empreendedorismo. Pessoas com idade entre 18 e 29 anos e residentes de comunidades da capital baiana devem dirigir-se à sede da FCM (Rua Professor Aloísio de Carvalho Filho, 219, Engenho Velho de Brotas, em frente ao CREA-BA), das 13h às 16h30, portando RG, CPF e comprovante de residência, com as originais e xerox.

A capacitação é voltada para aqueles que possuem interesse em aprender sobre criação e gerência do próprio negócio. A ação é voltada para pessoas com idade entre 18 e 29 anos e residentes de comunidades com maior vulnerabilidade social. O Projeto Inova Jovem, ação da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), é responsável por essa iniciativa e visa promover a emancipação financeira, gerar renda, reduzir a condição de vulnerabilidade social, proporcionar alternativas para reduzir o desemprego e contribuir para o desenvolvimento da economia local.

As atividades acontecem de 2 a 6 de abril, das 13h às 19h, e abordarão temáticas como fluxo de caixa, gestão, recursos humanos e vendas. São 10 módulos de conteúdo e, ao final, os alunos terão o plano de negócios e a logomarca da empresa prontos. Após esse período, os aprendizes terão direito, ainda, a 90 dias de acompanhamento e monitoria. Dúvidas e informações: 3202-7315.

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) espera que cerca de duas mil pessoas em todos os estados do país sejam capacitadas e estejam preparadas para gerir a própria empresa. De acordo com a SNJ, o empreendedorismo é a “política pública ideal para combater a violência e garantir a emancipação e autonomia da juventude brasileira”. Uma pessoa capacitada pode ser multiplicadora de conhecimento e contribuir para a qualificação de outros indivíduos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nos primeiros três meses de 2018, dezesseis localidades de Salvador já contaram com ações de combate a roedores, realizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). As investidas resultaram no registro de oito casos suspeitos de leptospirose, todos descartados após exames laboratoriais. As ações ocorrem por meio de bloqueios pontuais em áreas consideradas de risco.

Até o momento, o Programa Municipal de Controle da Leptospirose trabalha as ações do primeiro de três ciclos quadrimestrais. No Distrito Sanitário de Pau da Lima, a atuação direta acontece nos bairros de São Marcos, Pau da Lima, Castelo Branco, Sete de Abril, Canabrava, Vila Canária, Jardim Nova Esperança e Jardim Cajazeiras. No Distrito Sanitário Cabula/Beiru, os bairros que receberam maior atenção foram Tancredo Neves, Pernambués, Sussuarana, Arenoso, Mata Escura, São Gonçalo do Retiro, Narandiba e Saramandaia.

As próximas atividades vão ocorrer nos distritos sanitários de São Caetano, Subúrbio Ferroviário e Itapagipe, concluindo assim o Primeiro Ciclo. As demais ações, referentes aos 2º e 3° ciclos, terão início logo em seguida.

Apesar de não ser um órgão de prevenção de pragas, tendo atuação prioritária nas demandas de ordem epidemiológica, o CCZ realiza as ações de combate como auxiliar ao trabalho de prevenção de doenças, a partir de casos registrados em cada região. Para auxiliar no combate aos roedores, um plano de contingência municipal foi criado com base nos registros contabilizados em cada distrito sanitário, denominando de “áreas quentes” os bairros com grande incidência de casos de leptospirose. De acordo com os registros atuais, os distritos onde o trabalho de desratização é mais frequente são Subúrbio Ferroviário, Cabula/Beiru, São Caetano/Valéria, Itapagipe e Pau da Lima.

Ação – A primeira medida de controle ocorre com uma avaliação ambiental nos locais de maior probabilidade de contaminação, como residência, local de trabalho e lazer do paciente com suspeita de leptospirose. A partir da descoberta de sinais como esconderijos e alimentos roídos, é realizado o bloqueio químico dos locais em três ações com intervalo de dez dias entre as aplicações.

“Para auxiliar nosso trabalho, a população precisa colaborar no combate aos ratos. As formas mais eficazes de se combater a proliferação dos roedores é restringir a oferta de alimento disponível para os animais, respeitando horário da coleta de lixo, não permitindo que a comida dos animais domésticos e de criação fique exposta de um dia para o outro, evitar acúmulo de lixo nas vias e não deixar esgotos abertos”, alerta a chefe do Setor de Informações do CCZ, Ana Galvão.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...