Réveillon

0
0
0
s2sdefault

Os ambulantes que trabalham no Festival Virada Salvador, na Orla da Boca do Rio, comemoram um aumento de 40% nas vendas, em média, em relação à festa do ano passado, na Praça Cairu, no Comércio. O resultado é atribuído ao maior fluxo de pessoas. Somente nas três primeiras noites do festival, quase um milhão de pessoas passaram pelo Parque dos Ventos, na região do antigo Aeroclube.

“Aqui as minhas vendas aumentaram cerca de 30% a 40% em relação ao ano passado lá na Praça Cairu. Está uma correria, como você está vendo, muita gente a todo instante para comprar, e isso é bom. Claro que ainda faltam algumas melhorias, mas esse espaço é ótimo”, afirmou a ambulante Edna da Conceição, 39 anos.

Feliz com o aumento das vendas e com a qualidade do novo espaço para o Festival Virada Salvador, a ambulante Maria Benedita Paixão Cerqueira, 56 anos, apontou a organização como o grande diferencial do evento. “Aqui é bem melhor que lá na Praça Cairu, em relação a tudo. As vendas aumentaram, a organização nem se fala e temos mais espaço para trabalhar, sem aquele empurra-empurra. E quem vem curtir a festa tem mais área para transitar, o que melhora muito também. Essa estrutura nem se compara com a do ano passado”, afirmou a ambulante Maria Benedita Paixão Cerqueira, 56 anos.

Os 450 ambulantes cadastrados pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) estão espalhados em todos os cantos dos 55 mil m² da Arena Daniela Mercury, para que o público não fique com sede, nem precise andar muito para comprar a bebida preferida. O objetivo é levar mais comodidade para quem for ao Festival Virada Salvador.

Para o diretor de serviços da Semop, Adriano Silveira, o aumento nas vendas se dá pelo ordenamento dos permissionários este ano. “Eles estão organizados em ilhas. Foram 60 ilhas de 10 ambulantes ordenados em círculos. Dessa forma, todos podem fazer as vendas sem prejudicar as pessoas que estão curtindo o evento”, disse.

Treinamento – A Semop, em parceria com a Ambev, patrocinadora oficial, e a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) promoveu uma série de palestras para os trabalhadores licenciados sobre legislação municipal, licenciamento, técnicas de vendas, produtos que podem ser comercializados e noções de higiene.

O objetivo da iniciativa foi fazer com que todos os ambulantes seguissem as normas para um bom atendimento durante o festival. A Semop também alertou os permissionários sobre a proibição do trabalho infantil e adolescente, além do impedimento de venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, sob pena de cassação imediata.

Sem Champanhe – Quem vai ao Festival Virada Salvador 2018 passa obrigatoriamente por uma revista que impede que armas e itens proibidos entrem no espaço da festa. É vetada a entrada de bebidas, materiais perfurocortantes e que possam servir como arma branca, a exemplo de guarda-chuvas, pau de selfie e demais objetos que possam oferecer risco aos cidadãos. Dessa forma, o brinde à chegada de 2018 vai ser feito com latinhas de cerveja, de forma mais segura para evitar acidentes.

As revistas são feitas com detectores de metais por policiais militares nos três portais de abordagem do circuito (dois atrás do antigo Aeroclube e um no estacionamento). O objetivo é garantir o controle de que entra e sai no perímetro da festa com segurança.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Limpurb coletou 47.2 toneladas de resíduos no terceiro dia do Festival da Virada. Dez equipes de limpeza iniciaram trabalhos às 5h de hoje, varrendo e lavando, com consumo de 366 mil litros de água e 732 litros de sabão aromatizante. Seis compactadores foram utilizados na coleta, encerrada no final da manhã.

Vandalismo - O dado triste foi o vandalismo também registrado pela equipe da Limpurb. Por isso, foram trocadas e revisadas 23 papeleiras de papel higiênico, 30 tampas de vasos, 10 torneiras, 35 sifões e 5 portas de cabines sanitários químicos. As equipes de plantão fizeram desobstrução de 20 unidades de sanitários, retirando latas, copos plásticos e outros objetos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Band começa a transmitir para todo o Brasil e mundo o Festival Virada Salvador a partir das 21h de hoje, em horário local (22h em Brasília). O programa também terá um compacto das principais atrações que aconteceram ao longo de todos os dias de festival, divulgando nacionalmente o maior Réveillon do país. A iniciativa possibilitará que o público que não pôde comparecer pessoalmente ao evento possa ter um “gostinho” desses dias de festa. A queima de fogos deverá ser acompanhada através de imagens aéreas, que também darão a dimensão da Arena Daniela Mercury e orla de Salvador.

Por conta da transmissão, Salvador terá duas contagens regressivas. Uma deles será realizada no show de Jorge e Matheus e contemplará àqueles que acompanham a festa através da Band ou do canal do Fitdance no Youtube, visando alcançar as cidades que estão no horário de Verão. Já a cantora Ivete Sangalo faz a grande virada, exatamente um minuto antes da 0h do dia 1°, aqui em Salvador, que não conta com horário de Verão. Além da chamada feita pela artista e musa, o evento contará com queima de fogos piromusical de 15 minutos.

“A realização do festival, com toda estrutura para receber os soteropolitanos e turistas, é uma verdadeira vitrine para Salvador. A divulgação e transmissão deste evento pela mídia leva o nome da cidade para todo país. Temos a certeza que a calendarização dessa festa tem trazido para o turismo um incremento sem igual. Por isso pensamos: por que não levarmos a magnitude desta festa também para aqueles que não puderam estar aqui, mas que estão de longe na expectativa para talvez vir à Salvador em breve?”, disse o presidente da Saltur, Isaac Edington.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Se é a vida uma gota, um tempo, que nem dá um segundo, É com essa filosofia que o público da terceira idade também está marcando presença no Festival Virada Salvador, que chega hoje (31) à penúltima noite. Noélia Santos, 59, quer aproveitar cada momento, esbanjando alegria e energia. No espaço defronte ao palco do Festival Virada Salvador, ela mexeu, sambou, pulou e foi até o chão na madrugada de hoje (31). Quem a viu com toda essa empolgação nem imaginou que há cinco anos ela enfrentou um câncer de mama e que, em outubro desse ano, estava internada por um derrame de pleura que levou-lhe um pulmão.

“A vida para mim é viver cada minuto como se fosse o último. Eu sempre fui assim, vou para Carnaval, saio todos os dias em bloco. Já é o meu terceiro dia aqui, adorei as apresentações de Gil, Skank, Olodum, e pretendo voltar para ficar até o amanhecer da virada”, contou. O swing incansável de D. Noélia atraiu atenções de quem estava por perto. “Ela tem uma energia diferente, não para. Eu que tenho um terço da idade dela estou cansada, mas ela não se cansa”, observou a sobrinha, Amanda França, 17.

Técnica de enfermagem, ela contou que já ajudou muita gente e sempre leva bom humor para o ambiente de trabalho. “Se eu puder dar um conselho, peço que aproveite a vida. A doença só confirmou que eu não posso parar de ser quem sou”, complementou.

Banho de simpatia - A pouco mais de 50 metros, a linda moça Maria Joana Santana, de 77 anos, deu um banho de simpatia. Braços levantados para saudar o sertanejo Wesley Safadão. “Ele é bonito, né minha filha? Ah, lá em casa...”, disse, enquanto o admirava. Mas quem ela quis mesmo ver foi a dupla Matheus e Kauan. “Gosto muito! No ano passado, eles me chamaram para dançar no palco da Arena Fonte Nova. Foi muito bom”, relatou ela, que, apesar de ser mãe de cinco filhos e avó de oito netos, não se fez de rogada e foi sozinha ao festival.

Nem mesmo as quatro horas em pé a fizeram desistir de esperar pelo término do evento. E quer saber se ela ficou cansada? “É claro que eu venho novamente para a noite da virada. É Ivete e eu não posso perder”, acrescentou, num gesto que resplandece a frase final da poesia de Gonzaguinha: “É bonita, é bonita e é bonita”.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Grávida de gêmeas, a estrela Ivete Sangalo comanda a contagem regressiva para a chegada de 2018, no palco do Festival Virada Salvador, na noite de domingo para segunda-feira (1). Em seguida, para acalentar os corações na plateia, a sofrência de Marília Mendonça conduz a festa madrugada adentro, levando ao público sucessos como "Infiel", "Alô porteiro" e "Amante não tem lar".

A folia tem início às 17h, com o cortejo comandado pelo Ilê Aiyê. A festa dos tambores do escudo negro da Liberdade começa às 16h, agradecendo as bênçãos do ano que se vai e chamando paz para o novo ciclo. Em seguida, o axé toma conta do espetáculo com as apresentações de Amanda Santiago e Bell Marques.

A festa prossegue com o sertanejo de Jorge e Matheus, abrindo caminho para o show de Ivete Sangalo, grande estrela da noite. A festa continua com Marília Mendonça e o suingue das bandas Alok e Psirico que, juntos, prometem agitar a galera com o hit “Polpa da bunda”, candidata a sucesso do verão de Salvador.

Contagem - Comandando a contagem regressiva para a virada do ano pela terceira vez, Ivete Sangalo trará seu novo hit, "Cheguei pra te amar", lançado em parceria com MC Livinho no fim de outubro, e que já tem mais de 11 milhões de visualizações no Youtube. A música, aposta da artista para o verão brasileiro, integra o setlist que vai animar baianos e turistas na festa de celebração para a chegada do novo ano. Isso, é claro, ao lado de clássicos da carreira da artista, que acumula mais de 300 canções, fora as participações especiais, com mais de 15 milhões de cópias vendidas e 150 prêmios nacionais e internacionais.

Este será o último show da cantora antes da parada para acompanhar os últimos meses de gravidez e nascimento de suas gêmeas. “Acho que esse Réveillon vai ser um dos mais especiais, pois vou estar na minha cidade com minha família, amigos e fãs. E isso não tem preço. Vai ser massa e eu estou preparadíssima para fazer um show bem lindo”, declarou Ivete.

O público que acompanhar a virada do ano do Festival Virada Salvador vai conferir também os 15 minutos do show piromusical que está sendo preparado para receber 2018. Além da Arena Daniela Mercury, Salvador vai contar com mais pontos de fogos na Barra, Rio Vermelho, Amaralina, Jardim de Alah, Patamares, Itapuã, Cajazeiras, Boa Viagem, Santo Antônio Além do Carmo, Ribeira, Paripe, Periperi, praia de Paramana (Ilha dos Frades), praia de Santana (Ilha de Maré) e na ilha de Bom Jesus dos Passos.

Programação – Neste dia, os portões serão abertos às 15h. Às 16h têm início os cortejos dos blocos afro no chão da Arena, com duração de 1 hora. Os shows no palco começam em seguida, com previsão de durar cerca de 1h30 cada, dependendo do setlist e da apresentação de cada artista.

17h - Ilê Aiyê

18h/19h - Amanda Santiago

19h30/21h - Bell Marques

21h30/23h - Jorge e Matheus

23h30/1h - Ivete Sangalo

1h30/3h - Marília Mendonça

3h30/5h - Alok

5h10/6h30 - Psirico

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Durante a noite deste sábado (30), terceiro dia de Festival Virada Salvador, a operação da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) removeu 35 veículos por estacionamento irregular nas proximidades da festa. Os veículos estavam estacionados em cima de canteiros. “Mesmo com as quase 3 mil vagas de estacionamento disponibilizadas pela Transalvador, alguns condutores ainda insistem em estacionar em locais proibidos”, contou Fabrizzio Muller, superintendente do órgão.

Para a noite deste domingo, quando acontece a virada, ele lembrou que, apesar do maior movimento, as fiscalizações vão continuar. “Nossa fiscalização será intensificada esta noite para garantir que, apesar no grande movimento esperado, iremos garantir a ordem e a mobilidade no trânsito na região”, afirmou.

Ao final da noite, foram contabilizados 41 autos de infração. Foram registrados dois acidentes na região da festa, com uma vítima. Nas proximidades do evento houve alguns pontos de retenção, em função do grande número de pessoas atravessando as vias.

Estacionamento – Nesta segunda noite de festival foram vendidas 1.192 cartelas de Zona Azul, entre as vagas do estacionamento interno do Aeroclube e as externas. As vagas de Zona Azul estão distribuídas no estacionamento interno do Aeroclube, no Jardim de Alah (restaurante Cubanakan e Hotel Alah Mar), Avenida Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, na faixa à direita entre o Jardim de Alah e o Bompreço; bolsão em frente ao Parque de Pituaçu, sentido Pituba; bolsão em frente às quadras na Boca do Rio, sentido Itapuã; e na Octávio Mangabeira, sentido Itapuã, a partir do cruzamento com a avenida Jorge Amado. Os valores são de R$20 nas áreas externas e R$30 no estacionamento interno do Aeroclube.​

Blitz de Alcoolemia – Durante a blitz da Operação Lei Seca realizada neste sábado (30), foram abordados 98 condutores. Destes, 10 se recusaram a fazer o teste do bafômetro e foram notificados. Outras infrações somaram 14 notificações. Ao final da operação, dois veículos foram removidos ao pátio da autarquia.  


0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Festival Virada Salvador segue com a tendência de redução das ocorrências tanto na área de segurança quanto na saúde, em números comparados com o Réveillon passado. A Guarda Civil Municipal contabilizou na terceira noite do evento 54 atendimentos e oito ocorrências, mas todas sem gravidade, numa redução de 38,5% quando comparadas ao mesmo período do ano passado. Na segunda noite do festival, foram 13 ocorrências.

O mesmo cenário vale para a área de saúde. O módulo montado para o festival registrou 163 atendimentos entre a noite de ontem e madrugada de hoje (31). Náuseas, cefaleia e intoxicação alcoólica continuam sendo as principais causas de admissões no posto instalado na festa. Apenas um paciente necessitou de transferência para unidade hospitalar de retaguarda.

O módulo, que conta com uma estrutura instalada de 20 leitos, além de uma equipe assistencial composta por mais de 120 profissionais e três ambulâncias do Samu de retaguarda para a remoção imediata dos casos com maior complexidade, registrou 300 atendimentos durante as três noites do evento, uma redução de 18% em relação ao ano passado, quando foram somadas 361 admissões.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Diversos órgãos municipais somaram esforços durante o Festival Virada Salvador para formar uma rede de proteção para garantia dos direitos de crianças e adolescentes. A Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), a Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e o Conselho Tutelar estão de plantão para realização de abordagens a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, garantindo o acolhimento quando necessário.

Desde o primeiro dia festa, 159 crianças foram abordadas pela equipe de abordagem da Semps. Além disso, o órgão aproveita o Festival Virada Salvador para lançar a campanha "Criança Não é Mão de Obra", que visa inibir o trabalho infantil. Diretora da Proteção Social Especial da Semps, Juliana Portela destaca a importância da realização de ações desse tipo em grandes eventos. "Esse trabalho tem como objetivo sensibilizar e abordar os filhos dos abulantes que estão em risco social para evitar o trabalho infantil".

O conselheiro tutelar Renildo Barbosa salienta a importância da atuação da instituição na proteção desses jovens em grandes eventos. "Nosso objetivo é proteger crianças e adolescentes, retirando-os de situações de vulnerabilidade e também do trabalho infantil. Por isso é tão importante a atuação do Conselho Tutelar juntamente com a equipe de abordagem da Semps e outras secretarias para que possamos garantir direitos e evitar violações, especialmente em momentos de alegria e de grandes festas".

Acolhimento - Neste sábado (30), 53 crianças estão acolhidas no Espaço de Convivência montado na Escola Municipal Luiza Mahin, situada na Boca do Rio, sob a supervisão da Secretaria de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). Três delas têm menos de um ano de vida e contam com alimentação específica, após levantamento feito com os pais ou responsáveis. A unidade de acolhimento pode abrigar até 100 jovens. Todas serão identificadas por meio de pulseirinhas no momento em que chegarem à escola.

Pulseiras - A Semps e a Guarda Civil Municipal (GCM) circulam durante todos os shows na Arena Daniela Mercury para a distribuição de pulseiras de identificação de crianças e adolescentes, facilitando, no menor tempo possível, o retorno deles aos familiares em casos de desencontros. E como forma de instruir baianos e turistas que chegam para curtir as atrações, os guardas ainda distribuem cartilhas com dicas e normas de segurança.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em noite de selfies com o público, o prefeito ACM Neto afirmou hoje (31), durante o Festival Virada Salvador, que Salvador já conta com novos espaços para grandes eventos. É o caso da Orla da Boca do Rio, que recebe até o dia 1º de janeiro os shows em celebração à chegada do novo ano e que, em breve, abrigará o futuro Centro de Convenções.

"Confesso que havia muitas dúvidas se tudo daria certo, mas em três dias de festival confirmamos o sucesso absoluto do evento. Há pessoas de todas as cidades no público, que se sentem confortáveis em vir à festa. Salvador estava carente de um espaço para grandes eventos, e agora a Prefeitura resolveu esse problema. A Orla da Boca do Rio já é um lugar renovado. Estamos agora pensando no que fazer ano que vem para que essa seja um festival ainda melhor", afirmou o prefeito à imprensa.

ACM Neto também esteve com o cantor Wesley Safadão, quando teve a oportunidade de desejar um feliz ano novo ao artista, uma das atrações mais aguardadas da noite - e de quem já confessou ser fã. Safadão retribuiu os votos de felicidade, elogiando o trabalho que a Prefeitura realizou na organização do festival. "Acompanho pelo Instagram e vejo o quanto ele (o prefeito) trabalha e se diverte. Ele é um cara diferente, sou teu fã", afirmou o cantor, destacando que essa edição está ainda melhor que os outros eventos de virada de ano realizados pela gestão.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...