Réveillon

0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) esclarece que Vicente da Paixão Silva, preso ontem (30) portando um facão na arena do Festival Virada Salvador, instrumento que utilizou para agredir 5 pessoas, não consta na lista dos ambulantes credenciados pela pasta, diferentemente do que foi dito por uma capitã da Polícia Militar (PM), em entrevista na manhã de hoje (31).

Com 80 agentes de fiscalização em plantão dia e noite, a Semop vem mantendo o ordenamento dos ambulantes e fiscalizando os produtos e equipamentos dentro da arena, sanando qualquer tipo de irregularidade, deixando o espaço livre para a população curtir com tranquilidade

A Semop vem mantendo diariamente o diálogo com os ambulantes, antes e depois dos shows, orientando para trabalharem de forma ordeira e legalizada para evitar apreensões irregulares, o que tem repercutido na organização do espaço.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Céu iluminado por fogos, uma multidão e ninguém menos que Ivete Sangalo para saudar a chegada de 2019. Esse será o cenário de boas-vindas ao ano novo, no Festival Virada Salvador. Como marca registrada do evento, a musa da Axé Music, mais uma vez, estará no palco da Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, nos últimos segundos de 2018 e primeiros de 2019. Além dela, o dia do Réveillon (31) terá música para todos os estilos, gostos e idades. Sete artistas sobem ao palco, nesta segunda-feira, penúltimo dia do evento. 

Após o show pirotécnico de 15 minutos, iluminando o céu da Orla de Salvador, Ivete Sangalo promete agitar baianos e turistas nas primeiras horas do ano novo. No último dia de 2018, os shows serão abertos pela banda Lincoln & Duas Medidas, que promete balançar o público com seu ritmo “Eletrobalance”, mistura de funk e pagode, na pegada eletrônica.   

A diversidade não para. As batidas do DJ Alok, classificado como o 13º melhor DJ do mundo, vão balançar a Arena Daniela Mercury, no último dia do ano. Após o “tuch tuch” da batida eletrônica, é chegada a hora do swing “forronejo” de Wesley Safadão, uma das atrações mais esperadas desta segunda-feira. 

Safadão passa o bastão para Ivete Sangalo que dará as boas-vindas a 2019 com sua energia e muita música baiana. O Axé Music cederá espaço para o sertanejo. Então, será a hora de dançar juntinho com a sofrência da dupla sertaneja Maiara & Maraisa, que estreia no festival. 

Baianos e turistas ainda vão “meter dança”, animados por Márcio Victor e o pagodão do Psirico. A festa não para. Mais uma atração nacional promete embalar o Festival. Autor dos hits "O Bebê", "Ta Tum Tum" e "Olha a Explosão", o funkeiro Kevinho, que também é o queridinho do público jovem, encerra a programação. No dia 31, mais de 500 mil pessoas devem prestigiar o festival. 

Sertanejo, samba e axé music marcam o primeiro dia do ano e último dia do Festival Virada Salvador. A festa segue com a programação que contempla uma diversidade de ritmos. Quem abre os shows é o sertanejo romântico de Daniel Vieira. O samba também ganha espaço com o show de Mariene de Castro. Na sequência, mais axé music com Daniela Mercury, Netinho e Rafa & Pipo Marques, que encerram a programação.

 

Confira quem anima o festival neste dia 31.12:
Lincoln & Duas Medidas
Alok 
Wesley Safadão 
Ivete Sangalo
Maira e Maraisa
Psirico
Kevinho

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) vai ampliar o horário de operação das 43 linhas que já estão circulando diariamente com horários prolongados por conta do Festival Virada Salvador, entre esta segunda (31) e a madrugada de terça (1º). Isso por conta do aumento do número de pessoas que devem curtir o evento e conferir a queima de fogos que irá marcar a chegada de 2019. Essa ampliação acontecerá a partir das 16h, quando se abrem os portões da Arena Daniela Mercury. 

Os ônibus que estavam rodando das 16h às 5h vão circular das 16h às 7h. A linha Estação Pituaçu x Boca do Rio, que foi criada para atender aos usuários que utilizam o metrô, e funcionou com 18 ônibus entre sexta (28) e domingo (30), vai dobrar de frota: serão 36 veículos operando das 18h até meia-noite. O ponto de embarque e desembarque fica na Rua Simon Bolivar, em frente à farmácia Drogasil.  

Barra - Na Barra, que costuma receber público numeroso na noite da virada, contará com operação especial da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) para garantir a mobilidade e a segurança de todos que forem ao local assistir à queima de fogos. 

A circulação e o estacionamento de veículos estarão proibidos das 19h do dia 31 até as 2h do primeiro dia de janeiro no Largo do Porto da Barra; Av. Sete de Setembro, entre o Porto da Barra e o Largo do Farol da Barra; Largo do Farol da Barra; e Av. Oceânica, entre o Largo do Farol da Barra e a Rua José Sátiro de Oliveira. 

Os veículos que trafegam pelos locais interditados terão como opção, se oriundos da Ladeira da Barra, retornar no Porto da Barra. Já aqueles que desejam ir no sentido Ondina - Barra deverão utilizar a Av. Oceânica, Rua José Sátiro de Oliveira (Morro do Gato), Av. Centenário, Rua Augusto Frederico Schimidt e a Rua Marquês de Caravelas. 

Serão disponibilizadas aproximadamente 200 vagas de Zona Azul para quem optar por ir de carro para o local. Na Av. Almirante Marques de Leão e Rua Professor Sabino, a Zona Azul funcionará com tarifa normal, de acordo com a sinalização no local (R$3 por 2h, R$6 por 6h e R$9 por 12h). 

Na Rua Marquês de Caravelas será permitido estacionar sem cobrança em ambos os lados da via. Serão oferecidas ainda mais 35 vagas no estacionamento fechado da Prefeitura localizado na Av. Marques de Leão, ao custo de R$30.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Existem dois acessos para o público que vai de transporte público, táxi ou mototáxi ao Festival Virada Salvador: o Norte, que fica mais próximo ao palco e à praça onde ficava a antiga sede de praia do Esporte Clube Bahia, e o Sul, mais perto do Jardim de Alah, ambos à beira-mar, na arena montada na Boca do Rio.  

O Acesso Norte, por ser mais próximo ao palco, tem sido o mais procurando, provocando filas. Hoje (31), dia da virada, quando mais de 700 mil pessoas são esperadas dentro da arena, a Saltur, organizadora do evento pela Prefeitura, recomenda que, em caso de filas, as pessoas procurem o acesso que estiver menos movimentado.  

Há ainda um acesso para quem vai de carro e estaciona dentro da área preparada no terreno do antigo Aeroclube. Esse estacionamento tem cerca de 500 vagas disponíveis, ao preço de R$30. Vale frisar que todos os acessos possuem portais de vistoria da Polícia Militar (PM). Ou seja, todo o público é revistado, por questões de segurança. 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Festival Virada Salvador tem surpreendido até mesmo a Prefeitura pela quantidade de público que já passou pela Arena Daniela Mercury, na orla da Boca do Rio. Nas três primeiras noites do evento, cerca de 1,5 milhão de homens e mulheres já marcaram presença, de acordo com os cálculos da Empresa Salvador Turismo (Saltur): 250 mil na sexta (28), 300 mil no sábado (29) e 600 mil neste domingo (30). Para a noite da virada, são aguardadas mais de 700 mil pessoas, número do ano passado. 

Os ônibus, táxis e mototáxis transportaram 189,4 mil passageiros ao festival, entre a noite deste domingo (30) e a madrugada de hoje (31), contra 170 mil do mesmo período no evento do ano passado. Até agora, não houve registro de problemas pelo transporte público.  

A Transalvador não registrou acidentes no trânsito no entorno do festival. A operação do órgão removeu 30 veículos e notificou 61 condutores entre a noite de ontem e a madrugada de hoje.  

Agressão - O incidente mais grave já registrado pela Prefeitura no festival ocorreu na noite de ontem, quando um cidadão, preso em flagrante pela Guarda Civil Municipal (GCM), agrediu cinco pessoas com um facão durante o show da banda La Fúria. Uma pessoa foi liberada após ser atendida no próprio módulo de saúde do evento e outras quatro foram encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas em situação clínica estável.  

No total, o módulo de saúde registrou 189 atendimentos. As principais causas de admissões continuaram sendo de natureza clínica (150), como náuseas, cefaleia e intoxicação alcoólica. O módulo, que conta com uma estrutura instalada de 20 leitos, além de uma equipe assistencial composta por mais de 100 profissionais e duas ambulâncias do Samu de retaguarda para a remoção imediata dos casos com maior complexidade, registrou 397 atendimentos durante as três noites do evento.  

A Guarda Civil Municipal (GCM) contabilizou, através do Núcleo de Estatística, 133 atendimentos e 17 ocorrências na terceira noite do festival. “Nos três primeiros dias de evento, já registramos 436 atendimentos. Nossos agentes estão prestando apoio a vários órgãos públicos que colaboram diretamente com o evento”, detalhou o inspetor-geral da GCM, Alysson Carvalho. 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu em flagrante um homem que agrediu cinco pessoas com um facão durante o show da banda La Fúria, na noite deste domingo (30), no Festival Virada Salvador. O próprio agressor também foi ferido e chegou a ser atendido no módulo de saúde montado pela Prefeitura para o evento, sendo depois encaminhado para a delegacia implantada dentro da arena.  

O agressor, que está sob custódia da Polícia Civil, e uma das vítimas foram suturados no próprio módulo de saúde e receberam alta. Outras quatro pessoas foram encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE). O uso das câmeras de monitoramento foi fundamental para que a Guarda entrasse rapidamente em ação e impedisse que mais gente fosse ferida. A arma branca desapareceu na confusão e ainda está sendo procurada pelos guardas.  

A polícia e a própria GCM apuram agora como o cidadão conseguiu entrar no festival com o facão. A suspeita é de que o agressor tenha tido acesso à arena antes do início das vistorias feitas pela Polícia Militar (PM) nas entradas para o evento. Nesta segunda-feira (31), dia da virada, a GCM vai reforçar a fiscalização.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nova rainha do rebolado nacional, a carioca Anitta pôs o batidão na pista, aproveitou-se da plateia animada e fez até mesmo Silvana Souza, funcionária do setor técnico do Festival Virada Salvador, prometer dar uma espiada no palco sempre que possível, “para não perder o rebolado" da cantora. “E se der tempo vou rebolar muito sim”, avisa. 

Acompanhada de seu quarteto de bailarinas, todas ensaiadas e de branco como a cantora, para abençoar o ano novo, Anitta inicia a explosão visual de rebolado sincronizado com uma calça transparente encobrindo uma micro calcinha quase inexistente, durante “Bang”, recheada de insinuações provocantes e gemidos alternados com a letra. 

Com a equipe reforçada por quatro bailarinos, a cantora atacou com a romântica “Não perco meu tempo”, e sua batida latina. Em seguida, um mix de “Explosão” e “Work (Rihana)”, e o convite “se quiser jogar...”, da canção “Sim ou não”, gravada em parceria com o rapper colombiano Maluma. 

A festa era similar tanto no palco como na plateia, e a cantora mesclava a doçura de menina com a ousadia da mulher que se escondia na transparência de trajes provocantes. A festa seguiu com “Romance com safadeza”, “Essa mina é louca” e “Você partiu meu coração”.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Terceira atração a subir ao palco do Festival Virada Salvador 2019 neste domingo (30), a carioca Anitta estava se sentindo em casa na capital baiana. "Amo estar aqui. Acho uma delícia. Uma pena que dessa vez já estou com voo marcado. Ano passado fiquei mais um pouco", comentou a cantora, durante coletiva de imprensa realizada antes do show. 

Na última semana, Anitta foi notícia nos principais jornais do país por causa de um vídeo que circulou nas redes sociais em que ela aparecia em uma festa, rebolando só de lingerie. A cantora não titubeou e respondeu a pergunta tranquilamente, com um sorriso no rosto. "Quando tenho um tempinho, eu me divirto mesmo", disse. 

Desde novembro último, especula-se uma parceria entre Anitta e a estrela do pop mundial Madonna, depois que uma foto das duas juntas foi compartilhada nas redes sociais. Questionada sobre a possibilidade, a artista confirmou que entrou em contato com a ícone mundial, mas não entrou em detalhes. 

"Não posso falar muito ainda, quando puder vamos contar", respondeu. Em novembro, Anitta lançou seu novo EP, Solo, com músicas em inglês e espanhol. O disco é direcionado para sua carreira internacional. 

A artista ainda opinou sobre o futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Para ela, o sentimento deve ser de otimismo. "Espero que tudo dê certo pra gente. Temos que nos unir", concluiu.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os hits “Modo Fabio Assunção” e “Baile da Gaiola” abriram a apresentação do grupo La Fúria na terceira noite do Festival Virada Salvador 2019. Com a Arena Daniela Mercury tomada por fãs do grupo de pagode da moda no verão baiano, Bruno Magnata e companhia chamam a galera às falas com frases do tipo “te pego no baile e já chego sarrando, então senta, senta, senta no...”.  

Com uma mistura de funk, samba e a típica quebradeira soteropolitana, o grupo é a segunda atração da noite e traz um público fiel, como Amanda Sales, 19, que afirma não perder um ensaio da banda. “É muita alegria. Assisti a todos os shows em 2018 e sigo a banda em qualquer bairro de Salvador. Aqui é ‘modo La Fúria’ ativado até altas horas. Aqui não tem santinha não, amigo”, avisa, aos berros, quando o Magnata chama mais um hit “Ela é bandida. Tava no baile pagando de periguete”.  

No palco, além do Magnata e dos músicos, três dançarinas agitam a cada hit tocado, ensinando a coreografia e curtindo tão feliz quanto a plateia, todos fazendo o “sinal da Maloca”, uma mistura de braços sacudidos, mãos no joelho e bumbum no ar, como se disputassem o espaço aéreo com a esquadrilha de drones que povoam o céu da Arena Daniela Mercury, neste domingo (30) de Réveillon.  

“É um prazer imenso toar neste Réveillon de Salvador, ainda mais com todos vocês - disse ao público - aqui representando o suingue da banda La Fúria”, ataca Magnata, enquanto chama a música “Dentro do Carro”, lugar secreto “onde vai ter muita ousadia a noite inteira”.  

Com o público dominado, Magnata puxou em sequência os hits “Vovô Urso” e “Manuel”, levando à loucura mocinhas comportadas e cheias de assanho na Arena do Réveillon. “Que gostoso está isso aqui, nesse tal de esfrega, esfrega, esfrega...”, veleira Magnata e companhia.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...