Saúde

0
0
0
s2sdefault


A população de Salvador ganhou mais um centro de referência na área de saúde bucal, nesta quarta-feira (8), com a nova Unidade de Atendimento Odontológico (UAO) do Dique do Tororó. O local passou por uma ampla requalificação, promovida pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e a cerimônia de entrega contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice-prefeito Bruno Reis e do secretário municipal de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, dentre outras autoridades e técnicos da unidade.

Após três meses de reforma estrutural, que conferiu mais conforto e segurança aos usuários, a UAO volta a atender à população com consultas de urgência 24h e tratamentos diversos. A média mensal de atendimento é de aproximadamente 2.100 pacientes. A reforma foi a primeira grande intervenção realizada no local em 18 anos. Foram promovidas melhorias na infraestrutura e nos equipamentos utilizados.

O equipamento fica localizado na Avenida Vasco da Gama, 224, nas proximidades do restaurante Pimenta Calabresa. O serviço funciona como um ponto de apoio às Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). Existente desde a década de 1960, oferece serviço de urgência odontológica para casos como fratura, hemorragia e qualquer quadro que necessite de atendimento imediato. O corpo técnico conta com 20 odontólogos, trabalhando em turnos de domingo a domingo, 24 horas por dia.

O prefeito declarou que, com a recuperação do UAO, os cidadãos voltam a contar com a principal unidade de atendimento odontológico 24h de Salvador. “Esta unidade está preparada para atender toda a população da cidade, com foco nas ocorrências emergenciais, sendo uma das unidades de saúde mais frequentadas da capital baiana. Neste local, além do atendimento de qualidade, os usuários terão direito a conforto e segurança para quem trabalha e para quem é assistido”, pontuou.

ACM Neto lembrou ainda que, nos últimos quatro anos, 200 profissionais foram contratados pela Prefeitura especificamente para a área de saúde bucal. “Com isso, foi proporcionada a maior expansão do serviço de odontologia pública que Salvador já viu.”

A comunidade celebrou a entrega da nova unidade de urgência odontológica. "Sou nascida e criada nesta região e extraí todos os meus dentes gratuitamente neste centro de saúde. Sempre fui bem cuidada aqui neste posto, e acredito que essa reforma só tem a contribuir com a comunidade", declarou a lavadeira Itajaci Ribeiro, de 54 anos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Unidades de saúde espalhadas pelos 12 Distritos Sanitários realizam, até o fim deste mês, ações que marcam a mobilização nacional do Novembro Azul, incluindo ciclos de palestras educativas, com estandes para realização de testes rápidos, distribuição de preservativos, encaminhamento para vasectomia, atendimento odontológico, orientações sobre a saúde do homem e outras atividades. No Parque São Cristóvão, por exemplo, as ações já começaram com atividades para alertar sobre a prevenção aos cânceres de próstata e pênis.

No encontro realizado na tarde desta segunda-feira (06), foram abordados os aspectos do câncer de próstata, que normalmente não apresentam sintomas; métodos de prevenção e de que forma os exames periódicos do PSA e toque retal podem contribuir para um diagnóstico rápido e preciso do paciente. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), este câncer é o segundo tipo mais recorrente da doença nos homens, ficando atrás apenas do câncer de pele.

Um grupo de alunos do curso de medicina da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FTC) aderiu à campanha e conversou com os homens presentes sobre a importância do autoconhecimento e cuidado com o corpo, acompanhado de uma equipe multidisciplinar. O público presente também participou de uma palestra sobre saúde bucal, onde foi explanada a importância do uso do fio dental, doenças periodontais e outros temas relacionados. Também foi possível realizar testes rápidos para detectar doenças sexualmente transmissíveis como sífilis, HIV e hepatites tipo B e C.

Para o aposentado Raimundo Pereira da Anunciação, de 61 anos, o encontro foi positivo, pois pôde sanar dúvidas direto com profissionais de saúde. “Eu não sabia que ia ter esse evento. Vim acompanhar uma pessoa e descobri. Para mim está sendo muito bom porque eu achava que precisava fazer apenas o PSA e descobri que todos devemos fazer também o exame de toque”, explicou, afirmando que ainda existem muitas dúvidas do público masculino sobre o câncer de próstata.

Este foi o primeiro encontro para tratar da temática promovido pela unidade de saúde. No sábado (11), a equipe multidisciplinar estará presente na Escola Municipal Raimundo Lemos de Santana das 8h às 15h. Serão ofertados no local serviços de: encaminhamento para os procedimentos de laqueadura e vasectomia, exames PSA e consulta com urologista, orientação sobre a Ronda Maria da Penha, inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), orientações sobre saúde bucal e distribuição de escovas de dente, entre outros serviços.

De acordo com a gerente da unidade, Osaneide Primo dos Santos, todos os esforços estão sendo empenhados para atrair o público masculino. “Teremos cinco ações como essa ao longo do mês. Cada equipe ficará responsável por produzir um encontro que possa orientar a população e encaminhar para realização de exames ou serviços. Também estamos aproveitando este mês para abordar o tema Novembro Negro e vamos promover uma feira de serviços no Cassange, onde há grupos quilombolas", afirmando que a unidade se preocupa com o bem estar do público, buscado aproximá-los da atenção à saúde, além de elevar a autoestima.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Objetivo é alertar os homens para realizar o exame de próstata

A Prefeitura preparou diversas ações para este mês de novembro em prol da saúde do homem e para precaver os riscos do câncer de próstata. O Novembro Azul tem como objetivo alertar homens sobre a necessidade de realização do exame de próstata, principalmente para os que possuem histórico na família e com 50 anos ou mais. Por esse motivo, o Elevador Lacerda trocará a cor rosa pelo azul, que permanecerá durante todo o mês.

Em razão disso, e para promover a importância do cuidado com a saúde do homem, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) iniciará na segunda-feira (6), nos 12 distritos sanitários, um ciclo de palestras educativas, com estandes para realização de testes rápidos, distribuição de preservativos, encaminhamento para vasectomia, atendimento odontológico, orientações sobre a saúde do homem e outras atividades. 

Segundo a coordenadora de Atenção Primária à Saúde, Adriana Miranda, a SMS desenvolveu a programação do Novembro Azul alinhada com o Ministério da Saúde, de acordo com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. “A nossa perspectiva de trabalho é que vejamos o homem como um todo, não focando somente no câncer de próstata, mas também em outras doenças”, observa.

Este ano, o município escolheu como um dos temas para debate a “Enfrentamento ao Machismo”. “O tema foi escolhido em virtude do reconhecimento de que o homem procura menos os serviços de saúde por compreender o autocuidado como fragilidade e “coisa de mulher”. Tal fato está ancorado na cultura da masculinidade afastando o homem adulto dos serviços de saúde de atenção primaria à saúde, favorecendo o aumento e não tratamento das doenças crônicas, as infecções sexualmente transmissíveis, o distanciamento da paternidade, entre outras”, destacou Adriana.

Feiras de saúde – No dia 22 de novembro, das 9h às 17h, será realizada a feira da saúde da CODEBA, com diversos serviços para a promoção da saúde do homem. Já no dia 25, o Distrito Sanitário do Subúrbio será contemplado com as ações da feira, das 9 às 16h. Os locais ainda serão divulgados. 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta terça-feira (31), entre 8h e 14h, os chamados para o SAMU devem ser feitos temporariamente através do número 193, do Corpo de Bombeiros. Isso porque os técnicos da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) realizarão um serviço de manutenção do sistema elétrico do bairro do Pau Miúdo neste período. Após o horário especificado, os soteropolitanos poderão acionar o SAMU através do telefone 192.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A programação da Campanha Outubro Rosa, promovida pela Prefeitura de Salvador, está em sua última semana. Quem ainda não passou por atendimento de um profissional da saúde pode recorrer ao caminhão rosa, que estará no Dique do Tororó, apenas neste domingo (29), das 8h ao meio-dia. Na segunda-feira (30) e terça-feira (31), os atendimentos, exames clínicos e encaminhamentos estarão concentrados no estande da Estação da Lapa, das 8h às 17h. No local, também será disponibilizada micropigmentação para mulheres que já fizeram cirurgia mamária e desejam reconstruir as aréolas.

Também no dia 29, das 7h às 12h, um passeio ciclístico marcará as mobilizações de prevenção e combate ao câncer de mama, no Dique do Tororó. O evento esportivo é promovido pelo movimento Salvador Vai de Bike, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Política para Mulheres Infância e Juventude (SPMJ) e a Empresa Salvador Turismo (Saltur). Além do passeio, o público presente poderá contar com feira de serviços, uma ação de abraço simbólico e plantio de mudas de ipês.

Atendimento – Cerca de 1,8 mil atendimentos foram feitos no estande e no caminhão rosa desde o início do mês. Mesmo com o fim da campanha, nos postos de saúde do município continua a oferta de mamografias, além do estímulo ao acompanhamento periódico de saúde e a realização do autoexame das mamas. O câncer de mama continua sendo a principal causa morte por neoplasia entre a população feminina em idade fértil em Salvador. A forma mais eficaz de diagnóstico precoce e prevenção da doença é através da realização periódica da mamografia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta quarta-feira (25), entre 13h e 17h, os chamados para o SAMU devem ser feitos temporariamente através do número 193, do Corpo de Bombeiros. Isso porque os técnicos do Núcleo de Tecnologia da Informação do Serviço Móvel de Urgência realizarão a manutenção do sistema elétrico da rede neste período, visando melhorar a qualidade do atendimento aos usuários da capital baiana. Após o horário especificado, os soteropolitanos poderão acionar o SAMU através do telefone 192.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Pneus, garrafas PET, baldes, móveis velhos e latinhas. Nada escapou das garras da equipe da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), que realizou nesta quarta-feira (25) um mutirão de limpeza em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) no bairro de Canabrava para combater as arboviroses, doenças causadas por aracnídeos e insetos, como o mosquito da dengue. A operação, que ocorreu entre 8h e 15h, na Rua Artêmio Valente, continua a ser realizada nesta quarta-feira (26), em Canabrava, e se estende para Castelo Branco, na sexta-feira (27) e no sábado (28).

Enquanto a Limpurb cuidava da limpeza da comunidade com serviços como capinação, roçagem, ganchamento e retirada de entulho, profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) eliminaram focos e criadouros da dengue, com o descarte de água parada e aplicação de larvicida em tonéis e demais reservatórios, inclusive em imóveis fechados e abandonados. A população também foi orientada sobre o combate à dengue e recebeu material educativo. “Iniciamos a mobilização nessa área, não só com base no índice de infestação predial, mas no depoimento dos agentes de endemias, que notaram a grande incidência de reservatórios de água no local”, conta a subgerente de Arboviroses do CCZ, Isolina Miguez.

A primeira etapa de mobilização de combate ao Aedes aegypti contempla, além de Canabrava e Castelo Branco (Distrito Sanitário de Pau da Lima), o Distrito de Itapagipe e Subúrbio Ferroviário. “O mosquito precisa de água e calor. Como o inverno esse ano foi rigoroso com as chuvas, e agora o verão está chegando, a combinação se torna perfeita para o desenvolvimento do mosquito e o número de arboviroses aumenta. Por isso, atuaremos em diversos bairros de Salvador, durante as estações quentes do ano”, diz. Profissionais da Semps acompanharam as equipes para conversar com acumuladores compulsivos, no sentido de ajudá-los a eliminar focos de dengue.

Dados – A capital baiana apresenta, este ano, uma taxa de 3,1 de Infestação Predial (LIRA). De janeiro a setembro de 2017 têm apresentado uma queda acentuada no número de casos confirmados de dengue, zika vírus e chikungunya em Salvador. Os dados apontam para a eficácia das estratégias aplicadas pelo município no controle da infestação pelo mosquito Aedes aegypti – que também é responsável pela transmissão do vírus da febre amarela, embora até agora só haja registros em micos e macacos – nos 12 distritos sanitários da capital baiana.

Entre janeiro e setembro deste ano, 515 casos de dengue foram confirmados. O número é 54% menor que o mesmo período de 2016, quando 944 pessoas tiveram diagnóstico positivo. Em relação à chikungunya, o registro teve uma redução de 57%, com 91 infectados até setembro contra 158 no ano anterior. A zika, por sua vez, passou de 77 para 36 ocorrências, contabilizando uma diminuição de 47%.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 

Afastamentos pelo INSS, aposentadorias por invalidez e ações judiciais com pedido de indenização por danos morais têm chamado a atenção do Ministério Público do Trabalho (MPT) para o alto índice de adoecimento no setor bancário. O assunto será tema de audiência pública nessa sexta-feira (27), das 8h30 às 17h, na sede do órgão, no Corredor da Vitória, com presença do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Salvador (Cerest), vinculado à Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Na ocasião, será lançada a publicação “Retrato do Adoecimento no Setor Bancário na Bahia”. O relatório envolveu técnicos e pesquisadores de nove órgãos, inclusive do Cerest, e traça um panorama do problema. “Cerca de 94% dos pacientes admitidos no ambulatório do Cerest são bancários. Eles chegam para investigação de nexo causal, ou seja, a relação da doença com o trabalho. Por isso, é importante debater o tema com órgãos e sociedade civil, criando estratégias para diminuição dessa estatística tão alarmante”, pontuou Tiza Mendes, gerente do serviço municipal.

Dados – Ações de violência, como assaltos e explosões de caixas eletrônicos, e o alto nível de exigência das instituições em relação a resultados por parte dos trabalhadores, como o estabelecimento de metas elevadas de produção, são apontados como os principais fatores para o grande número de afastamentos e aposentadorias. Denúncias de assédio moral e ações judiciais também contribuem para o surgimento do problema.

De 2012 a 2014, por exemplo, o MPT recebeu 65 denúncias de assédio moral no setor. O número de ações individuais na Justiça do Trabalho contra bancos também vem crescendo fortemente, saltando de 2,3% do total das ações em 2009 para 4,6% em 2016. Outro dado alarmante é o crescimento ano a ano da concessão de benefícios pelo INSS a bancários, seja por acidentes de trabalho ou por adoecimento, que saltaram de pouco mais de 100 em 2010 para quase 900 em 2015.

O estudo também está sendo distribuído para unidades do MPT em todo o país, como forma de estimular a atuação do órgão em outros estados. Na Bahia, um projeto de atuação deverá dar seguimento a este esforço através de inquéritos individualizados, que poderão ser convertidos em termos de ajuste de conduta ou ações civis públicas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Pessoas com deficiência passam a contar, a partir desta terça-feira (24), com mais um importante instrumento na garantia dos próprios direitos de inserção na sociedade. A nova sede do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência (Comped), que abriga também a Unidade para Pessoas com Deficiência do município (UPCD), vai contribuir para corrigir a baixa empregabilidade desse público na capital baiana, no intuito de tornar Salvador uma referência nacional na inserção do segmento no mercado de trabalho.

A cerimônia de inauguração foi realizada pela manhã e contou com as participações do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, acompanhados do chefe de Gabinete do Prefeito, João Roma, da coordenadora da UPCD, Risalva Teles, presidentes de associações para pessoas com deficiência, gestores municipais e convidados. Vinculada diretamente ao Gabinete do Prefeito, a UPCD fica localizada na Rua Engenheiro Lima e Silva, Edifício Fernando José, 399, na Avenida Joana Angélica, mesmo prédio em que hoje fica o Instituto de Previdência do Salvador (IPS/Previs).

De acordo com o prefeito, a UPCD representa o resgate do compromisso e de uma dívida histórica com esta parcela da população. “Este espaço vai servir para acolher tanto o conselho municipal como, também, o conjunto de ações em atenção a este público. É necessário pregar mais ações concretas de inclusão de pessoas com deficiência, considerando um país cheio de desigualdades como o nosso. A marca desta gestão tem sido justamente essa: ouvir a voz das pessoas”, completou ACM Neto.

Funcionamento - A UPCD contribuirá tanto na formação de pessoal qualificado para lidar com os diversos tipos de deficiência, sejam elas motora, visual, auditiva e intelectual, como na oferta de cursos profissionalizantes. Hoje, cerca de 4% das 320 vagas oferecidas em 2017 para pessoas com deficiência, através do Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-Obra (Simm), foram preenchidas de forma definitiva ao longo do ano. Dentre os motivos apontados para este déficit no mercado de trabalho consta a falta de qualificação para determinada área ou, de forma oposta, à oferta de colocações aquém da formação apresentada pelo candidato que se apresenta à vaga. Atualmente, o órgão, localizado no bairro do Comércio, conta com aproximadamente 240 vagas para PCDs.

A presidente da UPCD, Risalva Telles, destacou que parcerias com entidades do setor privado também deverão ser realizadas para facilitar o ingresso das pessoas com deficiência ao mercado de trabalho. “Inclusive, já estamos elaborando, em conjunto com o Ministério do Trabalho, um projeto para garantir que os concluintes dos cursos realizados aqui tenham garantidas uma vaga de emprego”, revelou.

O prédio que agora abriga a UPCD foi totalmente requalificado, recebendo modernos elementos de acessibilidade, conforme a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Elaborada a partir de recursos públicos e privados, a unidade contou com a doação de equipamentos eletrônicos por meio do Ministério Público e do Rotary Club da Bahia. A iniciativa deu vida à implantação da sala de informática para pessoas com deficiência visual. Nas demais alas do prédio, estão dispostas as diretorias, administração, sala de musicoterapia, salão multiuso e sala de cinema.

Conselho – Na ocasião, também foram empossados os 18 novos membros do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência (Comped). Destes, nove são oriundos da gestão pública, enquanto a outra metade é composta por representantes das entidades de apoio às pessoas com deficiência, como a Associação Baiana dos Deficientes Físicos (Abadef), o Ser Down, Associação Baiana de Síndrome de Down e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

O presidente do Comped, Antônio Carlos Barbosa, fez um desafio. “Precisamos trabalhar bastante para que Salvador se torne referência no país nas políticas para as pessoas com deficiência, nos próximos dois anos. Hoje, 90% deste público ainda não é visto pela sociedade. Todos devem ter direito a emprego, educação, cultura e lazer, e precisamos garantir isso”, pontuou.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...