Cultura

0
0
0
s2sdefault

Os interessados em participar das oficinas Boca de Brasa no espaço cultural do projeto no Subúrbio 360, em Coutos, ganharam mais uma chance: as inscrições foram prorrogadas para o próximo dia 23. A medida foi tomada pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) devido ao grande número de procura para as atividades. Serão oferecidas cinco oficinas voltadas para a qualificação de crianças, jovens e adultos em Formação para Agentes Culturais, Arte Urbana (Grafite), Audiovisual, Escrita Criativa e Teatro.

Para participar, é necessário ter idade igual ou superior a 12 anos. As inscrições podem ser através do formulário virtual www.inscricaobocadebrasa.salvador.ba.gov.br ou presencialmente, no Espaço Cultural Boca de Brasa - Subúrbio 360, localizado na Rua da Paz, s/n, Coutos, de sexta a domingo, das 8h às 17h; terça-feira, das 9h às 12h; e quinta-feira, das 14h às 18h. O resultado com a lista de selecionados será divulgada no dia 25 deste mês no local e na página oficial do Boca de Brasa no Facebook.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir desta terça-feira (13), os artistas e produtores culturais em Salvador vão poder participar da seleção para o edital Arte Todo Dia – Ano IV. As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de abril pelo site www.artetododia.salvador.ba.gov.br, onde também estará disponível o edital para consulta. Serão beneficiados 30 projetos, divididos em duas faixas de premiação: 20 propostas de até R$ 20 mil e dez propostas de até R$ 30 mil. Dúvidas e orientações podem ser resolvidas através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Promovida pela Prefeitura, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), a iniciativa em 2018 contará com duas ações. A primeira delas é o Cultura Dia a Dia, com a com finalidade de assegurar o calendário cultural da cidade, por meio de propostas que enfocam datas e períodos relevantes para a cultura soteropolitana, a exemplo do Dia da Poesia e Dia de Santos Reis. A outra ação é o Cultura Bairro a Bairro, que visa atender a demanda por apoio a projetos que valorizem identidades e potencialidades locais identificada no Diagnóstico Cultural, realizado em 2017 pela FGM em diversos pontos da cidade.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Espaço Cultural Boca de Brasa - Subúrbio 360 abre inscrições para cinco oficinas voltadas para a qualificação de crianças, jovens e adultos em diferentes linguagens: Formação para Agentes Culturais, Arte Urbana (Grafite); Audiovisual; Escrita Criativa e Teatro.

Os interessados devem ter idade igual ou superior a 12 anos e podem se inscrever até o dia 17 de março, preenchendo ficha no site www.inscricaobocadebrasa.salvador.gov.br.

As aulas serão de sexta a domingo, de março a junho. O resultado com a lista de selecionados será divulgada no dia 18 de março, durante aula inaugural no Espaço Cultural Boca de Brasa - Subúrbio 360. As atividades terão como tema "Afeto, Memória e Pertencimento".

Boca de Brasa - Criado em 1986, o projeto Boca de Brasa visa fomentar a cultura na periferia, com foco na promoção da cidadania, por meio do incentivo às manifestações artísticas dos bairros da capital baiana. Em 2013, a ação recebeu um novo formato, com oficinas gratuitas de diferentes áreas artísticas. Ano passado, a FGM lançou o edital Espaços Culturais Boca de Brasa, concedendo aporte financeiro a três propostas voltadas ao aprimoramento, dinamização e/ou ampliação das atividades artístico-culturais desenvolvidas em espaços culturais já existentes.

Neste ano, a Prefeitura construiu o primeiro Espaço Cultural Boca de Brasa, dentro do Subúrbio 360, promovendo oficinas para os alunos e comunidade local nos finais de semana, de sexta a domingo. A estrutura conta com um teatro equipado com som e luz, 400 lugares na plateia e camarins. O mesmo teatro vira auditório, quando necessário. Além disso, duas salas serão utilizadas para o desenvolvimento de atividades artísticas e culturais.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Parque da Cidade, no Itaigara, sediará diversos eventos neste fim de semana. As atividades começam na manhã de sábado (10), com um treino gratuito e aberto ao público, das 6h30 às 10h, na parte oposta ao parque infantil. Sob o comando do educador físico Aguimário Santana, os participantes poderão realizar atividades físicas como corrida e caminhada. O movimento faz parte das ações do grupo nacional Medalha nas Costas, de incentivo aos esportes e combate ao sedentarismo. Quem quiser, ainda pode levar uma fruta para compartilhar com a galera no piquenique que será feito após os exercícios.

Enquanto isso, a feira orgânica “Saúde da Terra” será realizada na Praça Pau-Brasil, das 7h às 12h. Frutas, verduras, legumes, raízes e hortaliças orgânicos estarão à venda no local. A feirinha, promovida pela Associação de Produtores Orgânicos Feirantes, ocorre tradicionalmente às quintas-feiras há 18 anos.

Já no domingo (11), a programação contará com um aulão de zumba realizado pelo instrutor Micael Dias. O evento é gratuito e promete reunir pessoas de todas as idades na Praça Pau-Brasil, das 8h às 11h, em comemoração ao Dia da Mulher, celebrado esta semana. A recomendação é que os participantes usem roupas leves, tênis esportivo e não esqueçam sua garrafinha de água.

Também em homenagem às mulheres, um grupo das integrantes da Igreja Adventista da Promessa, localizada na Fazenda Grande do Retiro, estará reunido no espaço Parque da Cidade, das 9h às 12h, para assistir a uma palestra sobre vida saudável. Apesar de ser promovida pela instituição religiosa, visitantes poderão participar da atividade. Na ocasião, o educador físico Tony Sabreira falará sobre a importância de manter uma rotina livre do sedentarismo e dará dicas para uma alimentação equilibrada.

A manhã de domingo ainda terá palestras sobre os distúrbios do sono. Pneumologistas e otorrinolaringologistas estarão no espaço próximo ao Gramadão, das 10h às 11h30, apresentando dicas para identificar e tratar os problemas que afetam a hora de dormir, como a apneia. A ação é uma realização da empresa Air Liquide e não custa nada.

Além disso, cerca de 20 gatos e cachorros estarão prontos para serem acolhidos por novos tutores na Feira de Adoção de Animais, que acontecerá na entrada do Parque. Quem quiser adotar algum pet, pode comparecer ao local entre 8h e 14h com RG, CPF e comprovante de residência. Antes da adoção, os interessados passarão por uma entrevista com os voluntários da ONG Geamo, responsável pela ação.

A 9ª edição do Piquenique com DJs encerra as atividades do fim de semana no parque. O público só precisa levar seus lanches e sentar no gramado próximo ao Anfiteatro, a partir das 13h, para curtir o som de artistas soteropolitanos. O programa é organizado pelo Coletivo de DJs da Bahia e vai até as 17h.

Confira a programação completa:

Sábado (10)

6h30 às 10h – Treino aberto de exercícios físicos (Parte oposta ao parque infantil)

7h às 12h – Feira Orgânica Saúde da Terra (Praça Pau-Brasil)

Domingo (11)

8h às 11h – Aulão de Zumba (Praça Pau-Brasil)

8h e 14h – Feira de Adoção de Animais (Entrada do Parque)

9h às 12h – Palestra sobre vida saudável (Espaço Parque da Cidade)

10h às 11h30 – Palestras sobre distúrbios do sono (Próximo ao Gramadão)

13h às 17h – Piquenique com DJs (Gramado próximo ao Anfiteatro) 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Carnaval acabou, mas os foliões ainda podem relembrar grandes momentos que a folia proporcionou durante toda a história visitando a Casa do Carnaval, o primeiro museu da folia. A Prefeitura redefiniu hoje o valor do ingresso, que será de R$30 (inteira) e R$ 15 (meia) - o valor antes anunciado era de R$50. Até a última semana, a visitação era feita por meio de agendamento. Mas, a partir de hoje (06), o ingresso começa a ser cobrado. A Casa do Carnaval funciona de terça a domingo, das 11h às 19h, na Praça da Sé.

Cerca de 4 mil pessoas já conhecem a fundo a história da festa, através do equipamento que integra os investimentos previstos no eixo Centro Histórico do programa Salvador 360. A Casa do Carnaval possui maquetes, roupas e instrumentos emprestados por artistas da festa, fotos e documentos históricos, além dois cinemas onde os visitantes podem aprender ritmos caracterizados e com a ajuda de monitores. “Esse é um espaço multicultural, com expressões da música, dança, fotografia, audiovisual e artes plásticas, que, além de preservar a memória, vai estimular novas abordagens e produções da cultura baiana”, avalia o secretário de Cultura e Turismo, Claudio Tinoco.

As instalações do espaço oferecem ainda ferramentas e instrumentos que possibilitam o uso de tecnologias, como projeções, áudios e realidade virtual, que conferem interatividade ao acervo da casa. Está à disposição ainda uma biblioteca de livros relacionados ao Carnaval, além da Sala das Origens, que exibe 200 bonecos feitos com cerâmica, representando figuras típicas de Momo na cidade, como o cordeiro, os Filhos de Gandhy e alguns dos principais cantores, feitos pela artesã Cibele Sales.

A Casa do Carnaval ainda possibilita acesso à memória do Carnaval do interior por meio da exposição de fantasias reais dos Cães de Jacobina e dos Caretas de Maragogipe. Roupas e fantasias icônicas de cantores da Axé Music, como Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Carlinhos Brown e de blocos afro também podem ser conferidas de perto. Nas duas salas de cinema da Casa, no primeiro andar, os visitantes podem viver a experiência da folia, por meio de adereços como mamãe-sacode, fantasia e até instrumentos de percussão. Nelas são exibidos filmes que ensinam como dançar 11 coreografias do Carnaval.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Um ambiente voltado exclusivamente aos youtubers (geradores de conteúdo para o YouTube) que atuam com foco em música, entretenimento, humor e estilo de vida (lifestyle). Essa é a proposta da Casa Salvador YouTube, localizada na Barra e que será inaugurada ainda este mês de março. Idealizada e administrada pela California Media House, a estrutura contará com patrocínio da Prefeitura através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

O objetivo da parceria é fomentar a indústria criativa e despertar o interesse dos influenciadores digitais e youtubers na produção de conteúdos que aumentem o interesse no consumo da cidade do Salvador enquanto destino turístico e cultural. O patrocínio prevê a geração de um pacote de conteúdos especiais em parceria com os produtores de conteúdo específico para a plataforma digital e o lançamento de um novo canal: o YouTube.com/Salvador.

A casa vai abrigar uma estrutura composta por estúdios de produção de conteúdos, edição de imagens e gravação de videoclipes. Além disso, haverá um palco na praça interna para a realização de apresentações, programas de debates, palestras de profissionais especializados em produção de conteúdo para internet, entre outras atividades. A ideia é que estes eventos também possam ser transmitidos ao vivo pelo YouTube. Já estão programadas para serem desenvolvidas no espaço produções audiovisuais com youtubers de relevância nacional, gravação de clipes e aulões de dança.

Outro parceiro do projeto é a empresa FitDance, que investirá em um centro de criação de coreografias, aulas especiais de dança e estúdios de gravação. A casa ainda contará com serviço de alimentação, assinada pela Red Burguer, e eventos de entretenimento que visam estimular o network (conexões de contatos profissionais) e colaboração entre os criadores. Marcas a exemplo da NET e Sennheiser estão em negociação para compor projetos em parceria com a Casa Salvador YouTube.

De acordo com o diretor de Turismo da Secult, Antônio Barretto Júnior, já está sendo articulada a produção audiovisual de conteúdos para tratar de iniciativas como o Salvador Gourmet, projeto vinculado ao eixo Cidade Criativa do programa Salvador 360.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Espaço Cultural Boca de Brasa do Bairro da Paz já conta com fila de espera, mesmo tendo começado as atividades há menos de uma semana, através do edital da Fundação Gregório de Mattos (FGM). O projeto é administrado pela Santa Casa de Misericórdia, uma das instituições selecionadas no Edital de Espaços Culturais Boca de Brasa. A intenção do projeto é de que os locais sejam pontos de atração e reunião de ações que possibilitem o desenvolvimento cultural, humano e econômico das comunidades onde estão inseridos.

Os 114 alunos já beneficiados pela iniciativa estão divididos nos cursos de Introdução à Comunicação, Teatro, Break Dance e Dança Afro. No segundo semestre, o espaço receberá cursos de grafite, poesia e literatura e pintura em tela para terceira idade. Para se inscrever, os interessados devem procurar a sede do projeto, que fica na Rua Nossa Senhora da Paz, nº 15, próximo ao final de linha do Bairro da Paz, levando cópia do RG e comprovante de residência. No caso de menores de 18 anos, é necessário levar também os documentos do responsável.

Coordenadora do Programa Avançar da Santa Casa, Martha Verônica explica que as atividades foram escolhidas a partir das sugestões da própria comunidade. Com isso, as pessoas se apropriam e se sentem parte do processo, o que contribui para estreitar os laços com os moradores. “Pretendemos, cada vez mais, oportunizar aos jovens daqui que tenham seu próprio grupo de teatro, de dança”, afirma. Está sendo feito um mapeamento dos artistas da comunidade para realizar uma apresentação na última semana de março.

O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, ressalta a importância do projeto para a comunidade, sobretudo para estreitar os laços entre os membros. "São espaços onde a arte e a cultura possam se organizar e fluir. Locais onde os artistas e a comunidade possam se encontrar, dialogar e criar. Territórios onde a educação pode vir através do contato com o belo. O Boca de Brasa leva cidadania através da cultura, é onde se exercita a liberdade não há espaço para a violência", acrescenta.

Hip Hop - Técnicas de respiração, alongamento e passos marcantes com músicas que promovem a luta pela igualdade, abrindo um mundo de possibilidades para os alunos. O professor de dança Janderson Passos, 24, ministra aulas de Hip Hop há sete anos e agora faz parte do projeto no Bairro da Paz. “Quem pratica a modalidade acaba perdendo a timidez, elevando a autoestima e tem a possibilidade de abrir os horizontes, pois sempre estimulo meus alunos a compreenderem as letras das músicas, estudarem sobre o assunto”, diz Passos.

Estudante e moradora do bairro desde 1993, Andrea Costa, 37, teve que adiar os sonhos do estudo e da dança por conta da família e do trabalho, mas agora consegue dar continuidade aos dois. "Já comecei um curso técnico de enfermagem, e o meu maior sonho, o de dançar, está sendo realizado nas aulas de Hip Hop", conta. Já o estudante Welington Jesus, o Fuck, de 27 anos, nascido e criado na comunidade, agora, matriculado nas aulas de Hip Hop, pretende formar um grupo de dança e se apresentar dentro e fora do bairro, além de participar de competições.

Seleção - Os Espaços Boca de Brasa, contemplados em edital, visam a dinamização dos equipamento já existentes e descentralização do acesso às atividades culturais em Salvador. O aporte financeiro para os selecionados é de R$150 mil cada, para serem executados durante um ano. Além do Programa Avançar, da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, no Bairro da Paz, foram contempladas a Associação Picolino de Artes do Circo - Circo Picolino, em Pituaçu; e a Associação Pracatum Ação Social (Apas), no Candeal.

As instituições cumpriram todos os requisitos dos critérios da etapa de visitação e seleção: adequação do espaço às atividades propostas; condições de funcionamento espaço-estrutura, capacidade técnica, segurança e acessibilidade; localização e condições de acesso para o público e envolvimento do espaço com a comunidade na qual está inserido. A expectativa é de que, até o fim da gestão, em 2020, dez Espaços Boca de Brasa estejam em funcionamento por toda a cidade.

Histórico – Criado em 1986 e relançado em 2013, o projeto Boca de Brasa visa fomentar a cultura na periferia da cidade, com foco na promoção da cidadania por meio do incentivo às manifestações artísticas dos bairros de Salvador. Entre 2013 e 2016, foram realizadas 21 edições, com público total de 42 mil pessoas. A ação recebeu também um novo formato, que contempla oficinas gratuitas de diferentes áreas artísticas, bem como de formação de gestores. Cento e vinte oficinas foram realizadas, ao todo, com 2.300 agentes culturais atendidos em 20 bairros.

Descentralização – Desde 2013, a FGM desenvolve ações que visam estimular a promoção e produção cultural pelos diversos pontos da cidade, no intuito de descentralizar as atividades em Salvador. Além do Boca de Brasa e dos encontros de articulação das comunidades para discussão do Plano Municipal de Cultura do Município de Salvador, foram realizadas diversas apresentações e manifestações culturais, apoiadas pelos editais Arte em Toda Parte anos I, II e III e do Arte Todo Dia anos I, II, III.

Outra maneira de expandir os espaços de atuação foi através dos programas de arte-educação, como A Casa Vai à Escola – projeto que apresentava, em forma de oficinas culturais, o acervo da Casa do Benin, abordando de maneira educativa e lúdica a cultura africana nas escolas da rede municipal de ensino. Atualmente, é realizado o programa Caminhos da Leitura, que percorrem escolas municipais, bibliotecas e praças em diversos bairros, com contação de histórias, saraus e exposições. Já o Cinema na Praça levou filmes nacionais a diversos bairros como Plataforma, Brotas, IAPI, Calabar, Uruguai, Santo Antônio Além do Carmo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os moradores e turistas que vão curtir Salvador no final de semana contarão com diversas opções de lazer, promovidas e apoiadas pela Prefeitura. Os mais diferentes espaços da cidade garantem uma programação para todos os gostos e bolsos.

Red Bull Paranauê - Acontece no próximo sábado (3) o maior campeonato de capoeira do mundo. A final do Red Bull Paranauê será em frente ao Farol da Barra, a partir das 14h. O evento tem como objetivo escolher o capoeirista mais completo da atualidade. Os participantes terão que mostrar suas habilidades em três dos principais segmentos da Capoeira: Angola, Regional e Contemporânea. O campeonato conta com o apoio da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) e da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Parque da Cidade - No Parque Joventino Silva, os amantes de veículos antigos, têm uma exposição para apreciar no sábado (3). Promovida pelo Veteran Car Club, a mostra é gratuita e acontecerá das 10h às 17h, no estacionamento do Parque. No total, 130 carros estarão expostos, entre eles Opala, Itamaraty, Karmann Ghia, Fusca e Maverick.

Já no domingo (4) o Parque recebe um bazar beneficente das 8h30 às 17h. Artigos novos e seminovos estarão à venda na Alameda dos Ipês, custando a partir de R$1,00. O evento é realizado por um grupo de voluntários que apoia a Creche Maria Hildete, localizada no bairro Alto de Coutos. Toda a renda arrecadada será doada para a organização.

Teatro - A Galeria da Cidade, Teatro Gregório de Mattos (TGM), segue com a exposição interativa GREGÓRIOS, em cartaz até 31 de maio, ambientada num circuito dinâmico e criativo, com diversas texturas, composta pela vasta obra creditada a Gregório de Mattos. A mostra ficará aberta ao público até 31/05, com visitação guiada de quarta a domingo, das 14h às 19h. Como legado, a Galeria da Cidade ganhará um Memorial com parte do acervo exposto.

Orixás da Bahia - A Galeria Juarez Paraíso, no Espaço Cultural da Barroquinha, segue até junho com a exposição Orixás da Bahia, e já recebeu quase duas mil visitas. A mostra, aberta ao público, acontece de quarta a domingo, das 14h às 19h, e conta com 16 estátuas em tamanho real de divindades africanas, esculpidas em papel marchê. A curadoria atual tem assinatura do artista visual, cenógrafo, aderecista e figurinista, Maurício Martins, com consultoria religiosa de alguns membros do Terreiro do Gantois.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

No ato de criação do Museu da Cidade, em 5 de julho de 1973, uma sala inteira foi dedicada para ressaltar a importância da religiosidade de matriz africana. Criadas pelo artista plástico Alecy Azevedo, com assessoria da ialorixá Mãe Menininha do Gantois, 16 estátuas em tamanho natural de divindades africanas, esculpidas em papel machê, foram dispostas no local. A ideia foi de Elyette Magalhães, então diretora do museu e conhecida por ser mulher de personalidade forte, ideias e visão além do tempo – como exemplo, usava turbantes em plena década de 1970, como maneira de reforçar a ligação com o candomblé.

Um pouco dessa história pode ser revivida pelo público na exposição “Orixás da Bahia”, que está disponível gratuitamente de quarta a domingo, das 14h às 19h, no Espaço Cultural da Barroquinha, administrado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), no Centro. A curadoria da exposição tem assinatura do artista visual, cenógrafo, aderecista e figurinista Maurício Martins, com consultoria religiosa de membros do Terreiro do Gantois.

O cenário promove um diálogo entre elementos da ancestralidade e da contemporaneidade. Para recuperar as roupas (figurinos) e os adereços que vestem as esculturas de Azevedo, Martins contou com a coordenação da museóloga e gerente de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura (FGM), Jane Palma, e das costureiras Joselita França, Alzedite Santos, Clara Guedes e Regina Celia Santos.

 

Demais exposições – Bem ao lado do Espaço da Barroquinha, outra exposição gratuita também chama a atenção do público. A vida e obra de Gregório de Mattos e os mais de 30 anos da Fundação que leva o nome do poeta baiano podem ser conferidas na mostra GREGÓRIOS, que acontece de quarta a domingo, das 14h às 19h, no Teatro Gregório de Mattos (TGM).

Ambientada num circuito dinâmico e criativo no interior do TGM, a mostra possui diversas texturas e é composta pela vasta obra creditada a poeta. No local, o público acompanha a atmosfera seiscentista da capital baiana, por via da iluminação, dos sons, de imagens e objetos. GREGÓRIOS foi o último trabalho assinado pelo artista plástico e cenógrafo Joãozito – após o falecimento, o projeto vem sendo tocado pela viúva e artista plástica Lanussi Pasquali.

Já na Casa do Benin, no Pelourinho, a exposição AFÉTO, do fotógrafo paulista Roger Cipó, entra na reta final e pode ser visitada até o próximo dia 3, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Com curadoria de Marco Antonio Teobaldo, as imagens chamam a atenção para as relações de afeto constituídas dentro dos terreiros de candomblé no Rio de Janeiro e em São Paulo.

São raros e delicados registros que revelam a interação dos fiéis entre si, como uma família ao redor das obrigações sagradas, e durante as cerimônias, quando os orixás manifestam seu afeto por meio de suas sacerdotisas e sacerdotes. Adepto da religião de matriz africana, Cipó é alabê – responsável pela orquestra dos atabaques. Além de AFÉTO, o público também pode apreciar a exposição permanente com acervos da coleção de Pierre Verger, com artefatos que o antropólogo e fotógrafo franco-brasileiro trouxe da Costa do Benin, no continente africano.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...