Cultura

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, através do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB), realiza nesta quinta-feira (26) a IV Parada do Livro. O evento, que ocorre a partir das 10h, na Praça 2 de Julho, Campo Grande, é um dos mais expressivo​s​ na democratização do acesso ao livr​o​ ​na capital baiana​. São vários estandes organizados por ramos literários que promovem a distribuição gratuita de todos os livros expostos. Simultaneamente, ocorrem debates e palestras sobre temas ligados à leitura. Neste evento, a Tenda dos Escritores abrigará poetas, romancistas, contistas, cordelistas e demais artistas da palavra, com apresentações e diálogo com o público presente.

A Parada é aberta ao público e terá a presença de estudantes das redes municipal, estadual e federal. Nos estandes, será possível encontrar livros de Literatura Infantil, Infanto-Juvenil, Baiana, Nacional, da Cultura Popular, Internacional, Jurídica, das áreas de Exatas, Ciências Biológicas, Ciências Humanas, Artes, Filosofia, Religiosa e para concurso público. "É um evento muito bonito e rico, que busca incentivar o hábito de ler - tão importante e necessário para o crescimento pessoal e a construção de uma consciência crítica. Além de um grande prazer, a prática da leitura capacita e instrumentaliza para a formação de cidadãos", defende a professora Lourdes de Fátima, presidente do PMLLB.

A expectativa é que a IV Parada supere as demais em público e número de doações. A primeira edição, realizada em 2014, atingiu público de mais de 8 mil pessoas, com distribuição de quase 5 mil livros. Em 2015, o público estimado foi de 10 mil pessoas com cerca de 12,5 mil livros doados. No ano passado, o volume de doações chegou a 10 mil livros. O evento conta com o apoio das secretarias municipais de Educação (Smed), Cultura e Turismo (Secult), Reparação (Semur), da Fundação Gregório de Matos (FGM), Vice-Prefeitura, universidades e outras instituições privadas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A história, a cultura e o clima mágico do Pelourinho a ser registrado por jovens olhares da cidade. Esta é a proposta do “Maratona Clic – de Olho na Imagem e na História”, um concurso relâmpago de fotografia que vai convidar jovens de 14 a 24 anos a clicar o Centro Histórico. A ação será realizada no próximo sábado (28), das 10h às 14h, com ponto de partida no Terreiro de Jesus. Detalhe: os registros só podem ser feitos por celular – não são permitidas câmeras fotográficas.

A Maratona Clic é promovida e pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Diretoria de Gestão do Centro Histórico. Os interessados devem se inscrever até esta quarta-feira (25), por meio do site oficial do Pelourinho Dia e Noite, no endereço www.pelourinhodiaenoite.com.br. A iniciativa terá início com uma breve aula sobre interculturalidades com a professora Lucia Goes, que vai orientar os participantes na escolha do que fotografar.

Os jovens terão apenas uma hora para fazerem os cliques. Após esse período, todos voltam ao Terreiro e cada equipe escolhe a melhor foto que vai participar do concurso. As imagens são projetadas no telão e postadas no hotsite da promoção, localizado no site do Pelourinho Dia e Noite. A votação da melhor foto acontece online durante uma hora.

As três primeiras colocadas na Maratona Clic recebem prêmios em forma de vale-compras: a primeira colocada receberá R$ 400; a segunda colocada, R$ 300; e a terceira R$ 200. Cada equipe participará com apenas uma fotografia e o resultado será divulgado em até uma hora após o início da votação.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O tradicional Largo da Mariquita, no bairro do Rio Vermelho, será o cenário para o Panorama Percussivo Mundial (PercPan), que este ano entra na 22ª edição. Criado pela socióloga baiana Elisabeth Cayres – com edições já realizadas também no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Paris – o 22º PercPan acontece no dias 1º, 3 e 4 de novembro, convidando o público a reverenciar, entre outras atrações, uma das vozes mais representativas da música cubana: a cantora Omara Portuondo, conhecida pela participação no grupo Buena Vista Social Club.

O evento tem curadoria e direção musical do produtor paulista Alê Siqueira, que atua como colaborador de influentes nomes da MPB, e consultor artístico do jornalista e crítico musical baiano Hagamenon Brito. Já o cantor, compositor, arranjador e produtor musical pernambucano Lenine participa como mestre de cerimônia e faz um dos shows mais esperados do festival, ao lado de Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz.

Com patrocínio da Petrobras e Prefeitura de Salvador, através da Empresa Turismo (Saltur), o 22º PercPan realiza programação socioeducativa no dia 1º de novembro (quarta-feira). Nesse dia, acontecem a mesa redonda “Ética e Integração Cultural na Música”, às 11h, no auditório da Faculdade de Comunicação da UFBa, em Ondina; e o workshop de Produção Musical com as crianças da Rumpilezzinho, com Alê Siqueira, a partir das 16h, na sede da Orkestra Rumpilezz, no Pelourinho.

Primeira noite – A Banda de Gaitas Brazilian Piper abre a primeira noite de música do festival, no dia 3 (sexta-feira), às 19h30. É mais uma oportunidade de conhecer o talento dos gaiteiros, que se uniram como resultado de um projeto social sem fins lucrativos, fundado pelo Maestro Piper Major Fuzileiro Naval José Paulo, em 1999.

Com 30 integrantes ativos, a Brazilian Piper é uma das maiores bandas de gaitas de fole do Brasil. Através da música, seu objetivo é educar jovens carentes da periferia, utilizando a cultura escocesa e as gaitas de fole como instrumento não apenas musical, mas de inclusão social.

Em seguida, sobe ao palco o rapper soteropolitano Baco Exu do Blues, nome artístico de Diogo Moncorvo, 21 anos, que acaba de lançar Esú, álbum de estreia muito esperado desde que o artista teve o nome projetado na cena do rap nacional. Dono de uma escrita contundente, com letras que falam das próprias vivências, Baco traz os batuques do maracatu, solos de guitarra baiana, cânticos em iorubá e os atabaques do candomblé.

O encerramento do dia ocorrerá ao som de uma parceria musical das mais aplaudidas nos últimos anos: Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz e Lenine. O concerto apresentará um repertório misto de composições de Lenine, arranjadas pelo maestro e executadas pela Orkestra Rumpilezz, a exemplos de “Leão do Norte”, “Relampeando”, “Do It” e “Paciência”, e repertório autoral da Orkestra, incluindo composições do disco recém-lançado e premiado, “A Saga da Travessia”.

Segunda Noite – O som forte dos tambores afrobaianos do respeitado bloco Ilê Aiyê abre a segunda noite do 22º PercPan, dia 4 (sábado), às 19h. Com músicas que se tornaram hinos da Bahia e do Brasil, a apresentação promete deixar a marca emblemática da percussão desta entidade cultural que representa a afirmação da cultura negra na Bahia e no mundo há 44 anos.

Já a atração seguinte, Dão e a Caravana Black, mostrará o resultado de um irresistível e dançante garimpo da black music contemporânea. Com uma mistura de ritmos brasileiros e africanos que contagia a todos, Dão revela porque vem despertando o interesse de amantes da música no mundo todo. Hoje considerado um pesquisador do balanço, Dão é um artista literalmente comprometido com ritmos pulsantes, que se apropria de diversas referências para compor um universo musical próprio.

A terceira atração vai ser um presente de Pernambuco para o público baiano. O grupo Bongar apresenta cantos tradicionais do cancioneiro através de seis percussionistas e cantores que fazem parte da Nação Xambá, localizada em Olinda (PE). Ao revezar instrumentos como a alfaia, ganzá, agbê, caixa, congas, ilus e tabicas, os músicos realizam um trabalho de resgate e divulgação da cultura e religião locais. Na apresentação do PercPan 2017, o grupo recebe no palco os músicos da Santería, uma religião afrocubana, cuja música é tocada com os tambores batas, que têm muitas semelhanças estéticas com as cerimônias religiosas da Nação Xambá.

Às 22h, todas as atenções voltam-se para este que promete ser o mais esperado show. Aos 87 anos, Omara Portuondo fará apresentação de encerramento do festival. Vozes das mais representativas da música cubana e comparada inclusive com nomes mundiais como Billie Holliday e Edith Piaf, Portuondo foi a única mulher a integrar o grupo original do projeto Buena Vista Social Club (1997), dando voz à canção "Veinte Aos", do álbum que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias. A cantora, no entanto, já tinha nesse momento uma carreira próspera com o grupo Cuarteto Las d'Aida.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador contará com uma série de atrações gratuitas, promovidas ou apoiadas pela Prefeitura, para os soteropolitanos e turistas que buscam diversão para este final de semana. No sábado (21), a República dos Tambores circula pelas ladeiras do Centro Histórico - entre o largo do Pelourinho e Terreiro de Jesus -, a partir das 17h30, com um grupo percussivo da região. A iniciativa integra a programação do Pelourinho Dia e Noite, que movimenta as ruas do Centro Histórico de domingo a domingo. Haverá ainda o Popelô - Polo de Orquestras do Pelourinho. Já a Orquestra de Câmara de Salvador (OCSal), do maestro Ângelo Rafael, se apresentará na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, entre as 10h e 12h.

No dia seguinte, acontece a segunda edição do Domingo Gastronômico. Serão 16 estabelecimentos do Pelourinho e do Largo de São Francisco que terão um cardápio especial da culinária baiana. Os pratos foram montados a partir de receitas descritas no livro “Arte Culinária na Bahia”, de 1916, de Manoel Querino. As refeições englobam entrada, prato principal e sobremesa e possuem preços de, no máximo, R$ 50.

Entre os pratos disponíveis estão galinha ao molho pardo e sarapatel de carneiro; caldinho de feijão e feijoada completa; bolas de inhame com feijão de leite e xinxim de galinha; angú encubado; polenta de milho e peixe com pirão e legumes; moqueca de peixe e de ovos; bolinho de aipim com queijo coalho; mini acarajés e moqueca de camarão. Durante a ação, o público presenciará cenas curtas de “dramaturgia gastronômica”, criadas por Aninha Franco, com direção de encenação Rita Assemany, a partir das 12h30.

Ainda no domingo, será realizada, a partir das 11h, na Igreja do São Francisco, o Concerto aos Domingos com a Sambone Pagode Orquestra, sob a regência do maestro Hugo Sanbone. Já no Largo do São Francisco será montada a Feira de Artes e Encantos do Sagrado, no Montepio do Artistas, onde serão disponibilizadas obras originais de 25 artesãos baianos.

Feira – A Feira da Cidade, apoiada pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), está de volta ao canteiro central do Imbuí neste final de semana. O evento, que reúne moda, gastronomia, vinil, música, manufatura e programação infantil, acontece no sábado (21), a partir das 10h, e no domingo (22), a partir das 11h, sempre encerrando às 21h. A programação da Feira vai contar com DJs, jardinagem com canteiros coletivos, yoga, além das tradicionais barracas de gastronomia, que vão da comida nordestina ao sorvete na chapa.

MUSA – O Parque da Cidade recebe a etapa final da segunda edição do Festival de Música Universitária de Salvador (MUSA), no Anfiteatro Dorival Caymmi. No sábado (21), a partir das 12h, será promovida a semifinal com show do cantor Pedro Pondé, padrinho do festival. Nesse dia, serão apresentadas 18 canções, e as 12 melhores se apresentam novamente no domingo. As pré-classificadas podem ser conferidas no site www.festivalmusa.salvador.ba.gov.br. Os vencedores de cinco categorias serão conhecidos no domingo (22), também a partir das 12h, com apresentação da cantora Bruna Barreto, ex-participante do programa The Voice Brasil. O evento é aberto ao público.

Food Truck na Estrada – As gravações deste fim de semana do Reality Show Food Truck na Estrada, exibido pelo canal GNT, serão na Praça do Sol em Ondina, no sábado (21), e na Praça de Stella Mares, no domingo (22). A capital baiana foi escolhida como sede da programação especial de verão 2018. Os apresentadores Márcio Silva e Adolpho Schaefer rodam pela cidade conhecendo food trucks, mergulhando nos ingredientes baianos com a ajuda de chefes locais. As gravações acontecem desde o dia 15 e seguem até o dia 31 de outubro, e a produção conta com o apoio da Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Os apresentadores, junto com os donos dos food trucks participantes, são desafiados a criar ou adaptar receitas de verão com ingredientes locais. Com uma verba limitada para as compras, eles têm de produzir pratos mais elaborados, apesar da dificuldade de cozinhar dentro do caminhão. Nessa temporada, o desafio aumenta, já que os apresentadores deverão dar o seu toque pessoal, criando uma versão original para cada receita. O público da capital baiana terá oportunidade de comprar e provar as comidas preparadas por Márcio e Adolpho, e, no final, o criador da receita que vender menos paga um “mico”. As vendas começam às 13h, e as porções são limitadas

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Contagem regressiva para a etapa final da segunda edição do MUSA – Festival de Música Universitária de Salvador, que acontece neste fim de semana, no Anfiteatro Dorival Caymmi, no Parque da Cidade, localizado no Itaigara, com entrada gratuita. Os vencedores de cinco categorias serão conhecidos no domingo (22), a partir das 12h, com apresentação da cantora Bruna Barreto, ex-participante do programa The Voice Brasil.


No dia anterior (21), no mesmo horário, será promovida a semifinal com show do cantor Pedro Pondé, padrinho do festival. Nesse dia, serão apresentadas 18 canções e as 12 melhores se apresentam novamente no domingo. As pré-classificadas podem ser conferidas no link www.festivalmusa.salvador.ba.gov.br/musicas-concorrentes.php.


Desde o encerramento das inscrições, o festival tem movimentado a cena cultural da cidade. No último dia 11, foi realizado o MUSA Voto Popular, no Café-Teatro Rubi, no Sheraton Hotel da Bahia, no Campo Grande. Nesta noite, foi anunciado o ganhador do Troféu MUSA 2017: o artista plástico Erick Meira, com 31,55% dos votos (973 no total).


Funcionamento – Nesta edição do Festival MUSA, serão distribuídos R$ 22 mil entre os primeiros, segundos e terceiros lugares nas categorias Música, Intérprete Masculino, Intérprete Feminino, Instrumentista e Banda, além do artista plástico vencedor do design do Troféu MUSA 2017. No total, foram 173 músicas inscritas e, com isso, o festival se consolida como mais um evento de peso na agenda cultural de Salvador. A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Teatro Gregório de Mattos, espaço administrado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), receberá nesta quinta-feira (12), Dia das Crianças, duas apresentações do espetáculo Bonito, às 11h e 16h. Na cena, seis atores reelaboram a imagem grotesca e assustadora dos monstros de infância, dando vozes e movimentos.

O processo criativo teve início no contato com as crianças da Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM) e Instituto de Cegos da Bahia. A partir daí, os intérpretes puderam acessar a visão de monstro e beleza da garotada, bem como gatilhos e dispositivos de relação, do brincar e viver infantil.

O projeto nasceu da parceria entre os dançarinos Edu O. e Lucas Valentim e tem direção e dramaturgia assinadas por Paula Lice, que também pesquisa temáticas tabus nos espetáculos infantis. Além do espetáculo, o projeto artístico prevê a produção de um livro infantil acompanhado de áudio-book. 

Bonito se repetirá na sexta (13) e sábado (14), às 16h, e no domingo (15), às 11h e às 16h. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro pelos valores de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Crianças menores de 3 anos não pagam entrada.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Projeto é ampliado pela Prefeitura e integra o programa Salvador 360

Um novo programa Pelourinho Dia e Noite começa a movimentar as ruas do Centro Histórico de Salvador de domingo a domingo. A programação, totalmente gratuita, foi aberta pelo prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (05), em evento realizado no Terreiro de Jesus, com apresentações de percussionistas, orquestra e encenação teatral. Serão, no total, nove ações calendarizadas que promoverão 11 intervenções culturais semanais gratuitas, em logradouros públicos e com múltiplas linguagens. A programação, que segue até 31 de dezembro, integra o eixo Centro Histórico do programa Salvador 360.

Nesta nova edição, o Pelourinho Dia e Noite traz como diferenciais características estruturantes. Mais do que realizar eventos, o projeto proporciona, por exemplo, a residência das orquestras do Popelô nas igrejas do Centro Histórico, com seus ensaios abertos, missas orquestradas e apresentações públicas. Ao realizar a Maratona Clic, coloca jovens para fotografar depois de uma aula sobre a história do Pelourinho. Por ser calendarizado, o Pelourinho Dia e Noite permite a continuidade do trabalho de grupos nativos da área, como os que integram as ações “República do Pelô” e “Viradão do Samba”.

“Um dos focos desse segundo momento de nossa gestão será o Centro Histórico. A Prefeitura está preparando uma série de intervenções, muitas já anunciadas quando lançamos o eixo Centro Histórico do programa Salvador 360, que irão transformar essa parte antiga da cidade. Uma dessas ações é a criação de uma agenda permanente de eventos culturais para que essa região receba cada vez mais turistas e soteropolitanos, gerando emprego e renda e movimentando a economia de nossa cidade”, afirma o prefeito ACM Neto.

Ainda de acordo com Neto, a agenda apresentada fortalece o calendário de eventos de Salvador. “Até o ano passado, o Pelourinho Dia e Noite estava concentrado no período do verão, e nossa ideia é que isso possa acontecer o ano inteiro. Estamos agora com uma agenda muito mais diversificada, para todas as idades, reunindo música, teatro, dança, aproveitando o que há de mais importante no patrimônio histórico do Pelourinho, numa programação voltada para o baiano e para o turista. Esperamos, portanto, movimentar os dias e noites, a semana e os finais de semana no Centro Histórico de Salvador”, acrescenta.

Toda a programação está disponível no site www.pelourinhodiaenoite.com.br. O projeto é desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), através da Diretoria de Gestão do Centro Histórico. O Pelourinho Dia e Noite conta com o apoio entusiasmado daqueles que vivem, trabalham ou visitam o Centro Histórico, que começa a passar por uma verdadeira transformação que vai muito além do projeto. Através do Salvador 360, a Prefeitura vai investir cerca de R$200 milhões em intervenções, programas de habitação, mobilidade, incentivos fiscais e equipamentos âncoras de transformação.

“Promete ser uma iniciativa positiva para todos que vivem o Pelourinho, seja comerciante ou morador, gente que sente falta da infraestrutura e dos grandes shows promovidos pelo projeto Pelourinho Dia e Noite na década de 1990, entre outras ações, que possam trazer o turista de volta para que o local retome sua história após um longo período de abandono”, diz o produtor cultural e coordenador da Praça Quincas Berro D’Água, Abnaldo Santana.

"Estou bastante atento às ações que tratam da revitalização da cidade, sobretudo quando diz respeito ao Pelourinho, assim como todo o Centro de Salvador. Esta iniciativa me alegra e aumenta minha expectativa de que melhores dias virão. Salvador, como primeira capital do Brasil, precisa sempre dar exemplo. Hoje, a cidade está bem cuidada, bem movimentada, mas deve estar cada dia mais preparada para agradar tanto a soteropolitanos quanto turistas", ressalta Clarindo Silva, proprietário do bar e restaurante Cantina da Lua, um dos espaços que vai receber as apresentações teatrais do Circuito Jorge Amado.

Gestão - Lançada este ano pelo prefeito ACM Neto, a Diretoria de Gestão do Centro Histórico de Salvador, que cuida da programação do Pelourinho Dia e Noite, já promove diversas ações que, aos poucos, estão dando cara nova à região mais procurada da cidade. As ações envolvem desde a promoção da comunicação entre os diversos setores que fazem parte do Centro Antigo da cidade até a divulgação do local e ordenamento do trânsito.

Uma das ações realizadas pelo órgão foi a parceria com a Universidade Salvador (Unifacs) para a confecção de fardamentos para os vendedores do comércio informal da região, por alunos do curso de Moda da instituição. Além disso, a diretoria reforçou a comunicação digital da região por meio da criação de redes sociais (Whatsapp e Instagram) e da inclusão de acervo e mapeamento do Centro Histórico ao site Pelourinho Dia e Noite. Trata-se de um órgão que está em permanente diálogo com comerciantes formais e informais, moradores e representantes de entidades ligadas ao Centro Histórico.

“Nós temos quatro meses trabalhando e acho que já conseguimos avançar bastante, graças ao apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e do prefeito ACM Neto, que elegeu o essa região da cidade, nessa segunda gestão, como uma das prioridades do seu governo. Uma dessas conquistas é a ampliação do projeto Pelourinho Dia e Noite, que ganhou uma nova roupagem”, explica Eliana Pedroso, diretora de Gestão do Centro Histórico.

Gestor da Secult, Claudio Tinoco avalia que o calendário de atividades está diversificado para atender a todos os públicos. “As ações foram avaliadas em conjunto com os próprios atores sociais do Centro Histórico e isso deixa ainda mais em evidência a nossa identidade cultural, encantando a todos”, declara.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura apresenta, até esta quarta-feira (04), a nova lei de incentivo fiscal destinado à cultura - o Viva Cultura, para empresários e produtores culturais da cidade. O ​Pitching Cultural está sendo realizado no Auditório do Sebrae, na Rua Carlos Gomes, e teve o primeiro encontro na manhã desta terça (03). A lei ​de número ​9.174 foi sancionada pelo prefeito ACM Neto em maio de 2016 e​, neste ano, abriu inscrições para um montante de ​R$ 3,8 milhões.

​Na mesa, os secretários Claudio Tinoco, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), e Paulo Souto, da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz); o gerente de Relações Institucionais da Braskem, Hélio Tourinho; e o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas​ (​​Sebrae​), Jorge Khoury, discorreram, nesta manhã, sobre os meandros da lei junto com o presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro.

"Isso é importante para que a lei se consolide, já que não basta oferecer o incentivo se os beneficiários não souberem utilizar a legislação", afirma Paulo Souto, um dos responsáveis pela criação da Lei. Ele foi o responsável por, em 1996, quando governador do Estado da Bahia, criar a Secretaria de Cultura e Turismo e sancionar a Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o Fazcultura, responsável hoje por uma gama de eventos que dinamizam a cultura no estado.

O Viva Cultura poderá contemplar projetos em áreas como teatro, música, museus, moda, literatura, hip-hop, gastronomia, fotografia, dança, design, cultura popular, arte de rua e audiovisual. "Salvador é uma cidade vocacionada para a Cultura e suas diversas linguagens. Vamos seguir investindo em projetos culturais para estimular a produção e a formação de público", reforça Claudio Tinoco.

O objetivo, conforme a Lei, é promover pesquisa e edição de obras; produzir atividades artístico-culturais; apoiar grupos artísticos; dinamizar espaços; conceder prêmios; e realizar campanhas de difusão, preservação e utilização dos bens culturais. Os interessados devem efetuar a inscrição até o dia 22 de novembro e os projetos devem ter início previsto para, pelo menos, 90 dias após a data. As inscrições podem ser feitas pelo site www.vivacultura.salvador.ba.gov.br.

Podem participar da seleção pessoas físicas maiores de 18 anos; pessoas jurídicas com e sem fins lucrativos; e pessoa jurídica microempreendedor individual (MEI), desde que domiciliadas ou sediadas em Salvador há pelo menos 2 anos, e que comprovem atuação cultural no município pelo mesmo período.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Empresa Salvador Turismo (Saltur) divulgou no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (28) o chamamento público para o credenciamento de atrações artísticas com equipamento sonoro para participação do Furdunço 2018. Os interessados deverão entregar os documentos exigidos em edital no período de 2 de outubro a 30 de outubro de 2017. Vale destacar que todo o regulamento para participação do evento, assim como os prazos para as entregas documentais, constam no edital que pode ser acessado através do site www.compras.salvador.ba.gov.br a partir da segunda-feira (02).

O Furdunço é um projeto da Prefeitura que realizará a sua 4° edição no próximo ano. O evento, que em suas últimas edições foi ampliado e ocorreu em dois dias de Carnaval, um na Barra e outro no Campo Grande, promete ser ainda mais animado na próxima folia momesca. Conhecido pela tranquilidade nas apresentações e por levar famílias inteiras para as ruas da cidade, o Furdunço é composto por apresentações de artistas, duplas, trios e bandas com pequenos e médios equipamentos eletrônicos.

Já o Fuzuê segue com inscrições abertas até o dia 17 de outubro. Para o evento serão selecionados apenas grupos culturais com acompanhamento musical, a exemplo de charangas, fanfarras, orquestras, grupos percussivos, e afins. O edital que regula o chamamento público está disponível no mesmo site. O Fuzuê é uma ação da Prefeitura, que antecede o Carnaval com o objetivo de levar para as ruas a alegria dos antigos carnavais, atraindo pessoas de todas as classes e idades, além de turistas que visitam a cidade.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...