Carnaval

0
0
0
s2sdefault

Antes mesmo de o Rei Momo receber as chaves da cidade em ato que marca oficialmente o início da folia, daqui a oito dias, Salvador já estará em polvorosa com o Fuzuê, Furdunço e Pipoco, que acontecem respectivamente neste sábado (23), domingo (24) e na terça (26). Os eventos integram o pré-Carnaval da capital baiana, levando mais de 80 atrações gratuitas e sem cordas ao Circuito Orlando Tapajós (Ondina/Barra).

O Fuzuê terá início a partir das 16h, com programação que reunirá 39 grupos e bandas percussivas. Apresentam-se Bike Fuzuê, Expresso 071, Banda da Guarda Municipal, Tio Paulinho, Stripulia, Coral Cant@Art, Oficina de Frevos e Dobrados, Quabales, Cia de Danças e Folguedos, Terno de Reis Rosa Menina, As Ganhadeiras de Itapuã, Fanfarra Canelight, Gravata Doida, Bejuzeiras de Areia Branca, Mascarados de Maragojipe, Chegança dos Marujos Fragata Brasileira, Barquinha de Bom Jesus dos Pobres e Grupo Cultural Mandu.

Complementam o desfile: Caretas Tradicional de Acupe, Grupo Folclórico Zambiapunga, Grupo de Mascarados de Maragojipe – Maralegia, Caretas de Cairú, Paroano Sai Milhó, Walter Queiroz, Fanfarra.BBG, Afoxé Korin Nagô, Só Samba de Roda, Escola de Samba Unidos de Itapuã, Pierrot Tradição Plataforma, Axé Dadá, Capoeira Mangangá, Insaba Maza, Amigos do Babá, Grupo Fuzuê Junino, Tudo x Transforma, Aldeia Coletivo Cênico, Banda Big Show, Arraiá das Marias e Fanfarra Santa Barbara.

No segundo dia de pré-Carnaval, o Furdunço começará às 15h agitando os foliões com uma mescla de sons e ritmos. Serão 45 atrações entre pranchões, minitrios e grupos culturais. Percorrerão pela avenida Rixô Elétrico, Paulo DJ, Gira Ingonça, Andarilho Elétrico, Bike Axé, Mamah Soares, Bike da Alegria, Sylvia Patrícia e Tuk Tuk Sonoro, Espaço Musical, Maira Lins e o Boteco Elétrico, Micro Trio de Ivan Huol, Flor Serena - Rural Elétrica, Grupo Marana, D’J Parente e D’J Sucesso Ton, DNA Dodô Primos Elétricos, Faustão e os Mongas, Vitrola Baiana, Eletric Team e Quabales.

Também se apresentarão o Forró Massapê, Família Macedo, Mudei de Nome, Forró do Tico, Geovana Costa, Forró Zé Baratino, Lincoln & Duas Medidas, Fit Dance, Os Informais, Samba de Farofa, Jau, Banda Cativeiro, Gerônimo, Adriano Rezende, Mambolada, A Mulherada, Mammá Di Souza, Trio Bahia Bass – Telefunksoul e Convidados, Orquestra de Pandeiros de Lauro de Freitas, Solares, Denny Denan, Trio do Reggae, Shantay, Furdance, Colher de Pau e Àttooxxá.

O Furdunço foi lançado pela Prefeitura em 2014 e o Fuzuê em 2016 com a proposta de valorizar os pequenos equipamentos e manifestações culturais no chão, resgatando antigos carnavais. Já o Pipoco, que chega à terceira edição, volta a ter o embalo do cantor Léo Santana. O trio do artista sairá às 19h, do Clube Espanhol, e segue até o Farol da Barra.

“O pré-Carnaval tem objetivo muito estratégico de dar estímulo a mais para que os turistas antecipem a chegada à cidade, que fica hiperlotada no Carnaval”, pontua o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington. Mais de um milhão de pessoas são esperadas nos três eventos de pré-Carnaval.

A multidão que for para avenida para curtir as atrações e os desfiles contará com suporte de diversos serviços municipais, como prolongamento de horário de operação de linhas de ônibus com destino à Barra e Lapa; implantação de módulo assistencial de saúde no Farol da Barra e atuação de quase 200 agentes da Guarda Civil.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Contagem regressiva para a maior festa popular do planeta. E, já que “O Mundo Escolheu Salvador”, tema da folia este ano, o Carnaval da primeira capital do Brasil vai animar todos os soteropolitanos e os cerca de 800 mil visitantes com mais de 700 apresentações nos circuitos oficiais e muitas novidades. Dentre os destaques está o retorno da entrega das chaves na quinta-feira (28) ao Rei Momo, no Campo Grande (Circuito Osmar), conforme anunciado pelo prefeito ACM Neto em coletiva na manhã de hoje (20), na Casa do Carnaval.

Outra novidade é que, também na quinta-feira (28), o Furdunço volta à rua para dar o pontapé na programação do Circuito Dodô (Barra/Ondina). Haverá ainda programação especial para crianças no Rio Vermelho e até mesmo transmissão internacional em cima do trio - tudo isso com uma megaestrutura que envolve órgãos municipais e parceiros para dar mais conforto ao público.

A coletiva também contou com a presença de todos os gestores municipais envolvidos com a organização da festa, a exemplo do secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e do presidente da Saltur, Isaac Edington. Também estiveram presentes representantes das empresas Ambev e itMOV que, assim como a marca Dorflex, são patrocinadoras oficiais do Carnaval de Salvador em 2019, além de representantes de entidades carnavalescas e do setor turístico.

De acordo com o prefeito, o objetivo é sempre fazer o maior Carnaval dos últimos tempos e Salvador se preparou e se organizou para isso. “Neste ano de 2019, Salvador está bombando e tem o melhor Verão da última década. Por isso, foi escolhido este tema porque essa é a verdade: o Carnaval é o momento no qual as pessoas do mundo inteiro voltam as atenções para a cidade. A festa terá serviços públicos ainda mais aperfeiçoados, folia democrática como nunca antes, com maior número de atrações sem corda nos principais circuitos e no Carnaval nos Bairros, inclusive com baile infantil e apresentação de orquestras. Procuramos sempre reinventar a festa para garantir as novidades com mistura de ritmos e sons e opções para todas as idades e gostos”, disse ACM Neto.

Atrações – O presidente da Saltur, Isaac Edington, salientou que a Prefeitura fez um grande esforço para que todos os circuitos estivessem recheados de atrações com blocos de trio e apresentações para o folião pipoca. No pré-Carnaval, além do Fuzuê e Furdunço, que acontece já neste fim de semana no Circuito Orlando Tapajós (Ondina/Barra), também haverá o Salvador Som e Mar no sábado (23), a partir das 12h, na Baía de Todos-os-Santos (próximo ao Solar do Unhão). O Carnaval marítimo terá dose reprisada no sábado (02), também no mesmo horário.

O Pipoco volta pela terceira vez com Léo Santana na terça (26), também na programação de pré-Carnaval, na saída do Clube Espanhol até o Farol da Barra, a partir das 19h. E, claro, os tradicionais blocos de fanfarras animam o Circuito Sérgio Bezerra (Barra), a partir das 19h da quarta-feira (27), um dia antes do início oficial da folia.

Na quinta-feira (28), dia da abertura oficial do Carnaval, o Circuito Dodô terá a programação iniciada com o Furdunço, que faz a segunda apresentação da folia reunindo nomes como BaianaSystem, Irmãos Macedo e Mudei de Nome (ex-Alavontê). A entrega das chaves ao Rei Momo será no Campo Grande (Circuito Osmar), com atrações ainda sendo fechadas, mas que deverá reunir grandes nomes da música baiana.

Uma novidade este ano é a programação especial no Rio Vermelho, de 1º a 3 de março (sexta a domingo), que terá bailes infantis, a partir das 15h, e apresentações de orquestras para a família inteira, a partir das 17h. Além das ilhas de Maré, Bom Jesus dos Passos e Frades, o Carnaval dos Bairros estará presente em mais nove localidades: Pau da Lima, Liberdade, Pelourinho, Itapuã, Cajazeiras, Periperi, Piatã e Plataforma. Além de grandes nomes como Psirico, Sarajane, Gerônimo e Márcia Castro, as apresentações também contarão com artistas dos próprios bairros.

A Prefeitura leva gratuitamente grandes atrações para os circuitos Dodô e Osmar. No Osmar, por exemplo, se apresentam Saulo (sábado); Léo Santana, Mudei de Nome, Danniel Vieira, Pegadeira, Psirico, Àtooxxá, Denny Denan, Carla Perez e o projeto Trio Mulher, com as cantoras Carla Cristina, Ana Mammeto e Vânia Abreu, no domingo; Cláudia Leitte, Márcia Castro, Carla Perez, La Fúria, Tatau, Tuca Fernandes, Igor Kannário, Alinne Rosa, na segunda; Mudei de Nome, Chiclete com Banana, Lincoln &Duas Medidas, Pegadeira e Gerônimo, na terça.

No Circuito Dodô, a Prefeitura vai apoiar atrações como Daniela Mercury, Claudia Leite, Saulo, Pegadeira, Harmonia do Samba, Banda Eva, Lincoln & Duas Medidas, Cheiro Híbrido, na quinta-feira (28); Parangolé, Magary Lord, Saulo, Psirico, Igor Kannário, Pipoca do Cheiro e La Fúria, na sexta; Major Laser (música eletrônica com Diplo, Jilionaire e Walshy Fire), Katê e Amanda Santiago, no sábado; Margareth Menezes, Lincoln & Duas Medidas e Márcia Freire, no domingo; Chiclete e Jau, na segunda; Araketu, Gerônimo, Alinne Rosa, Adriano Rezende, Márcia Castro e Quabales, na terça.

Promoção turística – De acordo com o secretário de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, foram incrementadas as ações de recepção de promoção turística durante a folia. Mais de 30 profissionais estarão envolvidos na equipe de Boas Vindas ao Turista, com atuação nos principais portões de entrada e pontos turísticos de Salvador. Também será realizada uma press trip com seis jornalistas europeus, que vão conhecer de perto a festa.

Dois postos de Informação ao Turista serão montados durante o Carnaval, sendo um deles fixo e localizado no Elevador Lacerda, com funcionamento das 8h às 17h. O outro posto será móvel e estará disponível na chegada dos cruzeiros, entre os dias 11 e 14 de fevereiro. A programação da folia será distribuída por quatro equipes, situadas no aeroporto, rodoviária, Praça Municipal e terminal marítimo. Além disso, está sendo montada uma playlist específica para o Carnaval, dentro da Plataforma.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Órgãos envolvidos com a festa se mobilizam em prol de quem vai curtir ou trabalhar

O tema do Carnaval 2019 – O Mundo Escolheu Salvador – reflete o momento singular vivido pela primeira capital do Brasil e por sua gente. A cidade nunca esteve tão bem cuidada, preparada e atraente, tanto que foi o único destino no Brasil recomendado pelo importante jornal The New York Times, entre outros veículos internacionais.

Somente na folia de Momo, devem desembarcar por aqui cerca de 800 mil turistas, representando uma movimentação financeira de R$1,8 bilhão e uma geração de 250 mil postos de trabalho temporários, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

Ou seja, o Carnaval, organizado pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), também é coisa séria, pois gera emprego e renda e alavanca toda uma cadeia produtiva, desde o dono de hotel (espera-se até 100% de ocupação dos leitos) até o pequeno ambulante do comércio informal.

Para garantir que tudo funcione bem, a Prefeitura preparou, mais uma vez, uma operação especial envolvendo 10 mil colaboradores, de diversos órgãos municipais. Confira na sequência toda essa estrutura e engenharia de serviços que garantem o êxito da maior festa de rua do planeta. 

SAÚDE

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), visando garantir assistência à população presente no Carnaval, vai atuar com cerca de 1.500 profissionais durante o período da folia. Será montada uma estrutura de dez Módulos Assistenciais funcionando 24 horas nos circuitos oficiais da festa. Essas unidades contarão com um total de 130 leitos para atendimento aos pacientes clinicamente instáveis, além da retaguarda do Samu 192 e das emergências e hospitais. Além disso, serão 115 médicos na operação, incluindo 5 equipes de cirurgia bucomaxilofacial.

Os postos tipo IV, com capacidade para 20 leitos, serão instalados em locais de maior concentração de foliões e, consequentemente, ocorrências. O tipo III oferecerá 15 leitos, o tipo II, 10 leitos e o tipo I, cinco leitos. Todos contarão com área de estabilização, com equipamentos de suporte avançado.

CIRCUITO

MÓDULO

TIPO

Nº  LEITOS

ENDEREÇO

BATATINHA

Pelourinho

I

5

Praça do Terreiro de Jesus - em frente à Faculdade de Medicina da UFBA

OSMAR

Montanha

II

10

Estacionamento de baixo – Praça Castro Alves, Ladeira da Montanha

Piedade

IV

20

Praça da Piedade

Politeama

II

10

Calçada em frente ao Orixá Center

TCA

II

10

Estacionamento do Teatro Castro Alves – Rua Leovigildo Figueira – Garcia

DODÔ

Farol da Barra

IV

20

Rua Professor Lemos de Brito, transversal entre a Marques de Leão e Afonso Celso

Shopping Barra

II

10

Estacionamento E5 do Shopping Barra, com acesso pela Rua Miguel Bournier

Morro do Gato

II

10

Rua José Sátiro Dias de Oliveira, subindo Shopping Barra

Sabino Silva

III

15

Rua José Mirabô Sampaio, atrás do Hotel Ondimar

Ademar de Barros

IV

20

Avenida Adhemar de Barros, na Praça Bahia Sol, em frente à Ortoped

Todos os módulos de saúde contarão com equipe multidisciplinar de médicos intervencionistas, enfermeiros, assistente social, técnicos de enfermagem, apoio operacional, recepcionistas, higienizador e digitador. Ainda comporão o grupo assistencial cinco equipes de cirurgiões bucomaxilofacial, sendo dois móveis e três fixas, situadas nos módulos da Montanha, Adhemar de Barros e Farol da Barra.   

No Circuito Mestre Bimba, o Centro de Saúde Sabino Silva será estruturado com cinco leitos de observação e um de estabilização, que funcionarão das 18h à 0h, do dia 2 a 5 de março, com equipe especializada no atendimento de urgência e emergência.  

A equipe do Samu funcionará em plantão de 24 horas, com 56 ambulâncias, oito motolâncias, um helicóptero e uma “ambulancha”. Além disso, as UPAs e Pronto-Atendimentos da Prefeitura estarão funcionando para atender à população.

Vigilância Sanitária - A Vigilância Sanitária terá 10 praticáveis fixos espalhados pelos circuitos. O objetivo é otimizar a fiscalização dos carros de apoio e dos trios elétricos, camarotes, comércio formal e informal de alimentos. O trabalho dos fiscais visa evitar surtos alimentares e intoxicações causadas pelo consumo de produtos sem as adequações sanitárias exigidas por lei.

Fique Sabendo - Outra ação importante promovida pela SMS, por meio da Vigilância Epidemiológica, será a de enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e AIDS. A estratégia do programa Fique Sabendo visa incentivar a detecção precoce das (DST’s) através da realização de testes rápidos. Os serviços serão oferecidos gratuitamente ao público através de duas unidades a serem montadas em pontos estratégicos da folia: uma localizada no Multicentro de Saúde da Carlos Gomes (das 9h às 21h, entre os dias 2 e 5 de março) e outra na Barra, na Rua Dias D´Ávila, próximo ao Farol (das 12 às 22h, entre os dias 2 e 5 de março).

ORDENAMENTO

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) atuará com um efetivo de 960 profissionais no ordenamento, combate à poluição sonora, Salvamar, iluminação e defesa do consumidor (Codecon). Serão 18 postos operacionais. Além disso, também estão ligadas à Semop a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb).

Comércio informal - Os agentes vão atuar na fiscalização e ordenamento do comércio informal na festa, coibindo irregularidades como atuação de pessoas não-licenciadas e de materiais proibidos para venda, a exemplo de produtos acondicionados em vidro ou servidos em espetos. O trabalho de fiscalização envolve, inclusive, o auxílio de câmeras de videomonitoramento, além de 50 veículos. Foram disponibilizados 10 mil postos de trabalho para o comércio informal, em diversas atividades, além de 500 licenças diversas, a exemplo de Food Trucks e baianas de acarajé.

Iluminação - A Diretoria de Iluminação Pública (DSIP) disponibilizará um esquema específico para o Carnaval, contemplando os circuitos oficiais da festa e os bairros que terão programação para o evento. Os projetos das instalações foram concebidos tendo em vista toda questão estética, levando em consideração também problemas como ofuscamento e interferências com outros tipos de estrutura presentes no evento. A iluminação é padronizada, tendo o mesmo perfil ao longo dos circuitos. Serão mais de 3 mil projetores de 400 a 1000w e 3,2 mil luminárias "Low By”.

Salvamar - A Coordenação de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) montará 40 postos fixos, dispostos entre o Jardim de Alah e Ipitanga e incluindo as ilhas de Maré e dos Frades (Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe), das 8h às 18h, nos dias de Carnaval. De modo especial, seis postos móveis e dois avançados funcionarão 24 horas, sendo três na Barra e três em Ondina.  Além dos salva-vidas, a operação contará com equipamentos como pranchões, quadriciclo, coletes salva-vidas e jet skis.

Defesa do consumidor - Durante o Carnaval, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) promoverá vistorias em hotéis, bares, restaurantes, camarotes e estabelecimentos de venda de ingressos/abadás inseridos nos circuitos oficiais da festa. Além disso, serão realizadas operações no entorno do percurso da festa, com o intuito de trazer mais segurança nas relações de consumo. A Codecon vai atuar com 32 colaboradores, e terá quatro postos de atendimento (Barra, Ondina, Campo Grande e Rua Chile).

As ações de fiscalização, durante as inspeções, destinam-se a aferir a validade e acondicionamento dos produtos, higiene das cozinhas, existência do exemplar do Código de Defesa do Consumidor (CDC), tabela de preço e respeito à lei antifumo, dentre outras situações. As denúncias poderão ser feitas através do aplicativo Codecon Mobile, disponível no Google Play e App Store, ou pelo Fala Salvador, no número telefônico 156.

Limpeza - A Limpurb atuará com equipes especiais que estarão envolvidas na limpeza dos circuitos da folia e Carnaval nos Bairros. Serão realizados serviços de varrição, coleta, lavagem de vias e logradouros, instalações, limpeza e manutenção de sanitários públicos.

A equipe contará com 3.890 colaboradores, 225 equipamentos, 14 cooperativas e uma associação de catadores em parceria com o órgão. Serão 2.998 sanitários químicos e 72 sanitários-contêineres climatizados (com 555 posições). A estimativa é de que sejam coletadas 1,6 mil toneladas de resíduos e consumidos 7.756 m³ de água e 31,53 m³ de detergente aromatizado durante os dias de festa.

Guarda Municipal - A Guarda Civil Municipal vai atuar no Carnaval com cerca de 900 agentes, em apoio aos diversos órgãos do município relacionados à festa. A corporação também promoverá atividades na proteção ao patrimônio público, patrulhamento preventivo, prevenção à violência e garantia da execução de serviços públicos.

A Guarda atuará ainda através da Coordenadoria de Prevenção, com distribuição de pulseiras de identificação para crianças e panfletos, além de ventarolas com dicas de seguranças e catalogação de documentos para devolução posterior. Também serão executadas ações de monitoramento em áreas cobertas por câmeras dentro e fora do circuito, para proteger as praças e logradouros da cidade, através do Centro de Operações e Inteligência (COI).

TRABALHO, ESPORTE E LAZER

A Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) realiza, pelo terceiro ano consecutivo, o projeto especial Bailinhos de Lazer no Carnaval. O Bailinhos de Lazer será realizado de 28 de fevereiro a 5 de março, com diversas atividades voltadas para o público infantil. O objetivo é proporcionar às crianças das comunidades eventos e atividades lúdicas, de forma democrática. Para isso, será disponibilizada uma ampla estrutura que possibilite o desenvolvimento das atividades de forma saudável e prazerosa, a fim de promover a inclusão social durante os festejos carnavalescos para o público infantil.

O Bailinhos de Lazer será realizado em diferentes bairros da capital baiana, com bandas de fanfarra, distribuição de kits carnavalescos (espuma, confete, serpentina, colar havaiano, mascara, mamãe sacode, apito, tinta para cabelo, bolinha de sabão) e, claro, o projeto Ruas de Lazer, que oferece para as crianças cama elástica, futebol, vôlei, basquete, totó, oficina de pintura, dominó e baralho.

Programação: 

  • Dia 28/2 (quinta-feira): Jardim das Margaridas (Rua das Bromélias Brancas, praça em frente à Associação de Moradores) – das 15h às 18h;
  • Dia 1°/3 (sexta-feira): São Tomé de Paripe (Praça da Orla – em frente ao Bar de Mairi) – das 9h às 12h, e Jardim Nova Esperança (próximo ao fim de linha) – das 15h às 18h;
  • Dia 2/3 (sábado): Lapinha (Largo da Lapinha) – das 9h às 12h, e Santo Antônio Além do Carmo (largo em frente à Igreja de Santo Antônio Além do Carmo), das 15h às 18h;
  • Dia 3/3 (domingo): Calabar (Quadra de esportes na Rua Nova do Calabar) – das 9h às 12h, e Itaigara (Praça Ana Lúcia Magalhães) – das 15h às 18h;
  • Dia 4/3 (segunda-feira): Pau da Lima (Praça Elísio Xavier Leal, Colinas de Pituaçu) – das 9h às 12h, e Cajazeiras X (Curva do Boi), das 15h às 18h;
  • Dia 5/3 (terça-feira): São Caetano (Rua Manoel Fernandes, próximo à base policial) – das 9h às 12h, e Ribeira (Avenida Beira Mar, Praça Dodô e Osmar) – das 15h às 18h.

TRÂNSITO

A Transalvador desenvolve ações educativas, coleta de dados de acidentes e elaboração de estatísticas, operação e fiscalização de trânsito. Para o Carnaval, o plano operacional inclui inovações e aperfeiçoamentos e engloba implementação de mudanças temporárias necessárias no trânsito para melhor mobilidade da população e de turistas que participam da folia.

Dentre as atividades a serem realizadas está a restrição à circulação e estacionamento de veículos no entorno dos circuitos do Carnaval. A medida promove o aumento da velocidade média do transporte coletivo, principalmente nas avenidas Centenário, Anita Garibaldi, Oceânica e Reitor Miguel Calmon (Vale do Canela).

No total, o órgão de trânsito vai atuar com 912 colaboradores, 25 guinchos, 61 viaturas e 15 motoviaturas, além de seis bases operacionais e equipamentos diversos.

Postos de atendimento ao cidadão 

  • Shopping Salvador – Piso L1 – Horário de funcionamento do shopping
  • Salvador Norte Shopping – Piso L3, ala nova – Horário de funcionamento do shopping
  • Shopping Barra – Piso L2 – Horário de funcionamento do shopping
  • Shopping Paralela – Piso L2 – Horário de funcionamento do shopping
  • Transalvador (Vale dos Barris) – Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h 

Obs: Até o dia 27 de fevereiro, os foliões poderão ir até aos postos nos shoppings tirar dúvidas sobre zonas de restrição, entrega de credenciais de moradores, Trânsito Livre e linhas de ônibus expressas para os circuitos. O balcão na sede da Transalvador estará atendendo moradores e turistas até o dia 5 de março.  

Zoneamento
Durante os dias de festa, haverá cinco Zonas de Restrição nas proximidades dos circuitos. Cada uma destas áreas estará dividida em subzonas, sendo 12 ao todo, com acesso permitido para aproximadamente 70 mil residentes do entorno por meio de credenciais coloridas e numeradas. Cada Zona de Restrição será identificada por uma cor – roxa, vermelha, amarela, marrom e verde.

Os bloqueios acontecerão diariamente, entre 28 de fevereiro e 5 de março, das 13h às 5h. Das 5h às 13h, o acesso será liberado para todos os veículos. Os veículos que farão carga e descarga seguirão o horário regulamentado pela portaria do Carnaval. Os moradores destas áreas devem ficar atentos porque o acesso às residências somente será permitido por uma via específica pré-determinada.

Zonas, subáreas e acessos 

1) Zona Rocha (subáreas 1 e 2)

Subárea 1 – Graça: Rua Manuel Barreto, Avenida Princesa Isabel, Rua Oito de Dezembro, Ladeira da Barra, Largo do Porto da Barra, Avenida Sete de Setembro e transversais até a Rua Barão de Itapuã.

Acesso - pelo Vale do Canela, Avenida Euclides da Cunha e/ou Rua da Graça, conforme local da residência.

Obs.: As residências localizadas na Avenida Princesa Leopoldina e parte da Avenida Princesa Isabel receberão adesivos, mas só haverá barreiras de trânsito a partir da saída da Rua Oscar Carrascosa.

Subárea 2 – Barra: Avenida Centenário, sentido Orla, área do Jardim Brasil, Rua Miguel Burnier, Rua Oscar Carrascosa, Rua Marquês de Caravelas e transversais até a Rua Bernardo Catharino.

Acesso - pela Avenida Centenário.

2) Zona Vermelha (subáreas 3, 4, 5 e 6)

Subárea 3 - Barra: Avenida Sete de Setembro - a partir da Rua Barão de Itapuã, Farol da Barra, Avenida Oceânica - do Farol à Rua Marquês de Caravelas (Barra Center), Avenida Almirante Marques de Leão, Rua Afonso Celso, Morro do Gavazza e ruas transversais.

Acesso - pelo Vale do Canela e Avenida Euclides da Cunha.

Subárea 4 - Barra: Avenida Oceânica - da Rua Marquês de Caravelas (Barra Center) ao Morro da Aeronáutica.

Acesso: pela Avenida Centenário.

Subárea 5 – Ondina: pela Avenida Oceânica e transversais do lado da praia, a partir da Rua Morro do Escravo Miguel à Avenida Adhemar de Barros.

Acesso: pela Curva da Paciência / Avenida Oceânica.

Subárea 6 - Ondina/Marginal: também em Ondina, pela Via Marginal à Avenida Oceânica (Avenida Pres. Vargas, Rua Oswaldo Ribeiro).

Acesso - pela Curva da Paciência / Avenida Oceânica e Avenida Centenário.

3) Zona Amarela (subárea 7)

Subárea 7 - Ondina/Barra: terão acesso pela Avenida Centenário, sentido Barris, e vias transversais, incluindo Morro do Gato, Morro do Ypiranga, Rua Sabino Silva, além do Largo do Camarão, Rua José Mirabeau Sampaio, Rua Álvaro Augusto da Silva, Rua Dr. João Garcês Fróes e Rua Professor Clementino Fraga.

Acesso - Avenida Centenário.

4) Zona Marrom (subáreas 8 e 9)

Subárea 8 – Ondina: engloba a Rua Professor Edgar da Mata, Avenida Adhemar de Barros e vias transversais à direita, sentido Orla.

Acesso - pelas avenidas Anita Garibaldi / Adhemar de Barros.

Subárea 9 - Rio Vermelho/Ondina: do Rio Vermelho a Ondina, alcança a Av. Oceânica, da Curva da Paciência à Avenida Adhemar de Barros, incluindo todas as transversais após a Vila Matos.

Acesso - pela Curva da Paciência / Avenida Oceânica.

5) Zona Verde (subáreas 10, 11 e 12)

Subárea 10 - Corredor da Vitória, lado direito do Campo Grande até o acesso ao Vale do Canela: Corredor da Vitória e vias transversais e lado direito do Campo Grande, sentido TCA.

Acesso - pelo Vale do Canela, Avenida Euclides da Cunha e Rua da Graça.

Subárea 11 - Campo Grande, Canela e Largo Dois de Julho: Campo Grande (rua do antigo Cruz Vermelha), Av. Sete de Setembro entre a Rua Banco dos Ingleses e a Mansão dos Cardeais, Largo Dois de Julho e vias transversais.

Acesso - pela Avenida Contorno.

Subárea 12 - Campo Grande (a partir do acesso ao Vale do Canela) e Canela: Campo Grande, a partir da saída do Vale do Canela, Canela, Rua Araújo Pinho e adjacências.

Acesso - pelo Vale do Canela e Viaduto Menininha do Gantois.

Trânsito Livre - 
A concessão de Trânsito Livre é feita através de autoadesivos e destinada a veículos de serviços públicos e particulares, conforme critérios estabelecidos pela Transalvador. A solicitação deverá ser feita através do site www.mobilidadenocarnaval.salvador.ba.gov.br.

Principais interdições 

  • Circuito Sérgio Bezerra (Barra)

Localização: Farol da Barra ao Clube Espanhol

Interdição: Avenida Sete de Setembro, trecho compreendido entre o Porto da Barra e a Avenida Oceânica, nas imediações do Clube Espanhol

Data/horário: 15h do dia 27/2 às 4h do dia 28/2 

  • Circuito Dodô (Barra/Ondina)

Localização: Farol da Barra à Avenida Adhemar de Barros

- Interdição: Do Largo da Vitória à Avenida Adhemar de Barros

Desvios de tráfego: Largo da Vitória, Avenida Princesa Isabel, Curva da Paciência, Avenida Anita Garibaldi x Avenida Adhemar de Barros e Avenida Centenário, na altura do segundo retorno

Data/Horário: 4h do dia 28 de fevereiro às 13h do dia 6 de março 

  • Circuito Osmar (Centro)

Localização: Largo da Vitória à Rua Chile

- Interdição: Largo da Vitória/Campo Grande à Praça Castro Alves

Desvios de tráfego: Largo da Vitória, Politeama, Comércio, Contorno, Avenida Joana

Angélica e Rua Chile

Data/horário: 12h do dia 28 de fevereiro às 13h do dia 6 de março 

  • Circuito Batatinha (Pelourinho)

Interdição: da Rua Chile ao Terreiro de Jesus

Desvios de tráfego: Rua Chile, Ladeira da Praça, Taboão 

Ruas com alteração no sentido de tráfego 

  • Inversão do sentido de tráfego nas ruas Miguel Burnier e Rua Recife - para viabilizar o acesso dos moradores ao Jardim Brasil e área próxima ao Supermercado Bompreço.
  • Rua Barão de Itapuã e Rua Cezar Zama - inversão do sentido de tráfego para viabilizar o acesso à Rua Professor Lemos Brito (Morro do Gavazza).
  • Rua Macapá – inversão do tráfego de veículos para viabilizar o acesso dos residentes. O tráfego funcionará no sentido Alto de Ondina.
  • Rua Juiz Rosalvo Torres - a partir da interseção com a Rua Desembargador Baldoíno de Andrade até a saída para a Avenida Centenário (barraca de frutas), visando desviar o tráfego, evitando o ponto de ônibus. 

Rua com sentido duplo de circulação 

  • Rua Augusto Frederico Schmidt – a referida rua ficará com acesso através da Rua Belo Horizonte e restrito a moradores (acesso local).
  • Avenida Sete de Setembro, trecho compreendido entre a Rua Afonso Celso e Porto da Barra - para viabilizar o aceso aos moradores do referido trecho.
  • Rua Afonso Celso – da interseção com a Rua Professor Lemos de Brito à interseção com a Avenida Sete de Setembro.
  • Rua Eurícles de Matos – incluindo trecho entre a Travessa Garibaldi e a Vila Matos, para viabilizar o acesso aos moradores da referida rua. 

Operação Carga e Descarga 

  • Dia 28/2, das 6h às 13h (Circuito Dodô – Barra/Ondina) e das 6h às 15h (Circuito Osmar - Centro)
  • Dias 1º, 4 e 5/3, das 7h às 11h (Circuito Dodô - Barra/Ondina e Circuito Osmar - Centro)
  • Dia 2/3, das 6h às 9h30 (Circuito Dodô - Barra/Ondina) e das 7h às 11h (Circuito Osmar – Centro)
  • Dia 3/3, das 6h às 9h30 (Circuito Dodô - Barra/Ondina e Circuito Osmar – Centro)
  • Dia 6/3, das 6h às 13h (Circuito Dodô - Barra/Ondina e Circuito Osmar - Centro) 

Locais de acessos para caminhões (operação de abastecimento) 

  • Avenida Vale dos Barris/Politeama
  • Avenida Oceânica/Curva da Paciência
  • Ladeira da Montanha/Praça Castro Alves
  • Avenida Centenário/Rua Airosa Galvão 

Barreiras de trânsito 

CIRCUITO

DODÔ

OSMAR

TOTAL

BARREIRA FIXA

39

18

57

BARREIRA MÓVEL

31

23

54

TOTAL

70

41

111

Estacionamentos Zona Azul - Serão oferecidas 2.890 vagas rotativas de estacionamento em Zona Azul, ao preço único de R$20. Os estacionamentos fechados que estarão disponíveis: São Raimundo (Barris), Praça Cairu (Comércio) e Terminal da Barroquinha. Já os abertos são os seguintes:

1) Marginal da Avenida Anita Garibaldi, acesso à Federação

2) Avenida Anita Garibaldi, sentido Centro, trecho entre o Hospital Jorge Valente e o Monumento a Clériston Andrade, incluindo as marginais

3) Avenida Anita Garibaldi, sentido Rio Vermelho, trecho a partir da Concessionária Audi, lado esquerdo

4) Avenida Estados Unidos

5) Avenida da França

6) Rua Portugal

7) Rua da Conceição da Praia

8) Rua da Mouraria

9) Avenida Joana Angélica/UCSAL - entre o Previs e a Rua Nova do Paraíso

10) Rua da Salete

11) Ladeira do Salete

12) Vale dos Barris

13) Rua Comendador José Alves Ferreira

14) Rua Professor Paulo Almeida (atrás da GTRAN)

15) Ladeira da Fonte (Concha Acústica)

16) Rua Professor Aristides Novis, São Lázaro - Federação

17) Avenida Reitor Miguel Calmon (Vale do Canela) - trecho entre Colégio Odorico Tavares e o supermercado Hiperideal

18) Rua Sabino Silva, em ambos os sentidos, a partir do primeiro retorno sentido Ondina

19) Avenida J. J. Seabra, trecho entre o Terminal Aquidabã e o Mercado São Miguel

Lei Seca - As ações de combate à alcoolemia no trânsito (Lei Seca) serão intensificadas no período da folia momesca. As blitze serão realizadas de dia e à noite em diferentes horários, nas proximidades dos circuitos e Carnavais nos Bairros. Serão fiscalizados condutores profissionais e comuns. Este ano haverá uma sinalização especial para Lei Seca: um cone inflável de cinco metros de altura, além de dois blimps, que serão instalados nas vias de grande circulação (avenidas Centenário, Octávio Mangabeira e Anita Garibaldi).

TRANSPORTE

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), preparou uma operação especial do transporte coletivo para o Carnaval 2019. Com base na operação da festa do ano passado, o serviço funcionará com todas as 400 linhas de ônibus e com frota total, de 2.400 veículos, dividida em três faixas horárias, de acordo com a demanda apresentada. No período com menos usuários, das 5h às 13h, a frota das linhas atuará com 50% dos coletivos. Já das 13h01 às 21h, a frota vai operar com 60% dos carros. No horário de maior pico, das 21h às 5h do dia seguinte, a Semob disponibilizará 70% da frota para atender aos foliões.

Destas 400 linhas, cerca de 80 terão operação especial 24 horas para garantir a oferta de transporte principalmente na madrugada, com atuação durante todos os dias da festa. Para controle e fiscalização do transporte, a Semob contará com cinco bases operacionais em pontos estratégicos. Cerca de 530 prepostos e 40 viaturas estarão trabalhando nas ruas e no Centro de Controle Operacional (CCO) na retaguarda.

Linhas - A partir de quinta-feira (28 de fevereiro), a Semob vai ampliar o atendimento de 22 linhas até a Estação da Lapa, entre as 0h e 4h da manhã, quando o metrô interrompe os serviços. A partir das 4h, com o retorno da operação do metrô, as linhas retomam o atendimento normal.

Linhas que vão operar das 0h às 4h da manhã:

E124

Lapa – Valéria

E131

Bom Juá – Lapa

E133

Lapa – Marechal Rondon

1107-01

Terminal Acesso Norte – Tancredo Neves

1123-01

Terminal Acesso Norte – Saboeiro/Estação Imbuí

1146-01

Terminal Acesso Norte – Arenoso

1133-01

Estação Acesso Norte – Pernambués

1333-01

Estação Pirajá – Fazenda Grande 1/2 Circular

1366-01

Estação Pirajá – Castelo Branco

1374-01

Terminal Pituaçu –Vale dos Lagos

1405-01

Cajazeira 8 – Estação Pirajá

1407-01

Cajazeira 10 – Estação Pirajá

1412-01

Cajazeira 11 – Estação Pirajá

1424-01

Estação Pirajá – Fazenda Grande 4/3/2 Via Castelo Branco

E119

Lapa – Canabrava/Nova Cidade

E109

Mussurunga 1 – Lapa

E110

Mussurunga 2 – Lapa

E123

Alto do Coqueirinho – Lapa

E127

Luís Anselmo – Lapa

E134

Cosme de Farias – Lapa

E128

Praia do Flamengo – Lapa

E132

Engenho Velho de Brotas – Lapa

A linha gratuita C-010: Lapa/Calabar “Transfer” será reforçada e contará com uma frota de 72 veículos, com operação 24 horas, a partir de 5h de 28/2 até as 12h de Quarta-feira de Cinzas (6/3), saindo do subsolo da Estação da Estação Lapa até o Calabar. Esta será a única linha de ônibus que deverá circular na Avenida Centenário durante a folia.

Para quem pretende curtir a folia, outra opção é utilizar a E-106 Ondina-Costa Azul, com saída da Praça do Sol, para atender os usuários que se deslocam para o Largo de Ondina e integrada com as linhas convencionais. A linha vai operar diariamente, das 14h às 5h, com tarifa normal.

Além disso, a Semob vai colocar à disposição dos usuários ônibus da frota reguladora nas principais estações de transbordo da cidade. Além dos pontos de ônibus já existentes, haverá a criação de paradas especiais de embarque e desembarque durante o Carnaval nas avenidas Anita Garibaldi, Centenário e Reitor Miguel Calmon (Vale do Canela), além da Praça Cairu (em frente ao Elevador Lacerda).

Frota complementar - Os micro-ônibus do Subsistema de Transporte Coletivo Complementar (STEC) também estarão disponíveis no Carnaval. Cerca de 260 veículos distribuídos em 55 linhas vão operar todos os dias, de 4h à 0h. Esses coletivos vão atender aos trechos do Vale do Canela, Avenida Garibaldi e Praça Cairu, com roteiros para Paripe, Ceasa, São Cristóvão, Periperi, Cajazeiras, Itapuã e Brasilgás.

Expresso Carnaval - Os foliões terão também como opção de transporte o Expresso Carnaval. O serviço especial de transporte terá ônibus que sairão do Salvador Shopping e do Salvador Norte Shopping a cada 20 minutos, sem paradas no percurso. Com funcionamento das 13 às 6h e frota de 50 veículos, os shuttles serão tarifados em R$ 25, ida e volta, por pessoa e estacionamento incluso. Vale ressaltar que qualquer cidadão pode acessar esse serviço, e não apenas aqueles que deixarem seus carros estacionados nos pontos de acesso. As últimas viagens sairão às 6h dos pontos próximos aos circuitos (Vitória Center e ISBA).

Quem utilizar o Expresso Salvador terá à disposição mais de 10 mil vagas de estacionamento. Os tíquetes já estão sendo vendidos nos postos do Salvador Norte Shopping e Salvador Shopping. Mais informações estão disponíveis no site www.expressosalvador.com.br.

Ônibus executivos - Quem pretende ir ao Circuito Batatinha (Pelourinho) utilizando o transporte coletivo vai contar, este ano, com o serviço dos ônibus executivos. A linha Aeroporto – Praça da Sé e a Imbuí – Praça da Sé vão atender às principais vias da cidade entre quinta-feira (28/2) a terça-feira (5/3). Os veículos contam com ar-condicionado, poltronas acolchoadas, bagageiro, serviço de internet sem fio, com tarifa de R$3,90.

A Linha Aeroporto – Praça da Sé terá como itinerário São Cristóvão, Avenida Dorival Caymmi, Piatã, Patamares, Aeroclube, Pituba, Amaralina, Largo da Mariquita, Rua Eurícles de Matos, Avenida Garibaldi, Praça Lord Cochrane, Vale do Canela, Avenida Contorno e Praça Cairu. Já a linha Imbuí – Praça da Sé vai seguir pela Orla, Cardeal da Silva, Garibaldi, Vasco, Dique, Vale do Canela, Avenida Contorno e Praça Cairu.

Táxis - Toda a frota de táxi de Salvador estará em operação no período do Carnaval. Cerca de 7.200 veículos estão autorizados a utilizar a Bandeira 2 a partir das 18h do dia 28/2 até as 12h de 6/3.  Os foliões que optarem por este meio de transporte podem acessar a tabela de referência de preço de corrida, que pode ser adquirida em alguns dos postos de informação de trânsito e transporte para o Carnaval ou acessada no site mobilidadenocarnaval.salvador.ba.gov.br. Além disso, foram criados 16 pontos especiais de táxi para embarque e desembarque durante os dias da festa, com funcionamento 24 horas.

Mototáxis - Os mototaxistas vão atuar na folia com mais 1.100 profissionais credenciados. Para atender à demanda dos foliões, a Semob montou uma operação especial, com a criação de seis pontos de embarque e desembarque, com funcionamento 24 horas, nas proximidades dos circuitos, a exemplo do Politeama, Praça Cairu, Vale do Canela, Centenário, Avenida Garibaldi e Avenida Oceânica.

Elevador e Planos Inclinados - Os ascensores da capital baiana também estarão em pleno funcionamento no período do Carnaval. O Elevador Lacerda funcionará de forma gratuita a partir da 6h do dia 28/2 até as 23h do dia 6/3. O Plano Inclinado Liberdade-Calçada também será gratuito entre os dias 28/2 e 6/3, das 7h às 21h. Já os Planos Inclinados Gonçalves e Pilar funcionarão nos dias 28/2 e 1°/3, das 7h às 19h; e no dia 3/3, das 7h às 13h. Os equipamentos retomam o funcionamento no dia 6/3, das 12h às 18h.

Contatos:

  • WhatsApp: (71) 99977-5135 – para obter informações ou enviar reclamações e sugestões;
  • Aplicativo CittaMobi – disponível no App Store e Google Play e que será atualizado com informações sobre as linhas de ônibus que operam 24 horas no Carnaval, pontos de táxis e barreiras de trânsito;
  • Fala Salvador – telefone 156;
  • Site mobilidadenocarnaval.salvador.ba.gov.br;
  • Atendimento Integra (para ônibus): (71) 4020-1550. 

PROMOÇÃO SOCIAL 

A Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) vai trabalhar com equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, educadores sociais, conselheiros tutelares, coordenadores, assistentes e pessoal de apoio. Os profissionais vão atuar na Campanha de Combate ao Trabalho Infantil (PETI), nos Camarotes Acessíveis e na realização de abordagens sociais. 

Os técnicos vão realizar atividades para identificar e evitar situações de vulnerabilidade e risco social como o trabalho infantil, exploração sexual infanto-juvenil e população em situação de rua, além de ofertar locais seguros e confortáveis para que idosos e pessoas com deficiência possam participar da festa. 

A atuação da Semps tem o objetivo de garantir a proteção social e combater violação de direitos contra crianças e adolescentes durante o Carnaval de Salvador, através de ações articuladas com o poder público e sociedade civil organizada. As atividades estarão apoiadas em cinco eixos: Informação e Mobilização; Identificação; Proteção; Defesa e Responsabilização; Monitoramento.

Ações desenvolvidas: 

1) Abordagem e cadastramento das crianças, adolescentes e familiares nos circuitos do Carnaval identificadas em situação de trabalho infantil; 

2) Encaminhamento das famílias para inclusão em serviços, programas e benefícios socioassistenciais; 

3) Campanha de sensibilização da sociedade sobre as consequências do trabalho infantil e da violência sexual de crianças e adolescentes, intitulada “Criança não é mão de obra”, com distribuição de material informativo; 

4) Monitoramento dos espaços de comercialização e concentração de ambulantes; 

5) Encaminhamento de crianças e/ou adolescentes aos Centros de Convivência Temporários instalados nos circuitos da folia momesca. 

Serviços ofertados: 

  1. Abordagem Social

Contará com um efetivo de 36 equipes, totalizando 166 profissionais em atuação 24 horas. O Serviço Especializado em Abordagem Social é ofertado de forma continuada e programada, identificando a incidência de trabalho infantil, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e situação de rua, dentre outras violações de direitos. 

  1. PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil

Durante o Carnaval 2019, a Semps realizará a divulgação da campanha “Criança não é

mão de obra” para informar e conscientizar a população sobre os riscos e as consequências para a formação intelectual e física para crianças e adolescentes expostos a situações de trabalho. Além disso, serviços socioassistenciais serão disponibilizados para as famílias. A medida é preconizada pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS). 

  1. Plantão Integrado (SGD e Rede)

A Semps também estará presente no Plantão Integrado de Proteção, coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e que será instalado na sede do Procon, na Rua Carlos Gomes. O local funcionará como ponto de atendimento, orientações jurídicas, denúncias, encaminhamentos e ação de sensibilização às diversas iniciativas de proteção aos direitos humanos, como combate ao racismo, intolerância religiosa, exploração sexual e trabalho infantil. A estrutura funciona a partir do dia 28/2 e até o dia 6/3. O trabalho é desenvolvido em parceria com demais órgãos estaduais, municipais e ONGs, além do Ministério Público. 

  1. Plantão Centralizado Semps

A Diretoria de Proteção Social Especial (DPSE) da secretaria terá uma estrutura de plantão com logística de apoio para todos os serviços ofertados durante o Carnaval, que funcionará 24 horas na sede da pasta. O Serviço Especializado de Abordagem Social, voltado para situações de violações de direitos e riscos sociais para pessoas adultas e famílias em situação de rua e migrantes, também funcionará no Carnaval, tendo posto de apoio no prédio da Semps. 

  1. Turma da Pulseirinha

As equipes do SEAS e PETI também irão fazer a identificação das crianças que

estiverem acompanhadas dos responsáveis com pulseiras, além de promover orientações para a segurança dos pequenos. Dentre as recomendações estão a colocação de pulseira nas crianças com o nome delas e dos pais e o  telefone de contato; orientação a respeito da exploração sexual; levar documentação das crianças e responsável; manter os menores por perto para não se perderem; e evitar local de maior aglomeração. 

  1. Camarotes Acessíveis

Em parceria com a Unidade de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência, a Semps vai disponibilizar três camarotes no circuito da festa para receber idosos e pessoas com deficiência, previamente cadastrados, localizados no Campo Grande e Piedade, respectivamente. Já a estrutura que será montada no bairro de Ondina receberá os dois públicos. O horário de funcionamento dos camarotes varia, para adequar-se aos horários de apresentação das atrações no circuito. No Campo Grande será das 12h às 20h (60 idosos por dia); na Piedade, das 12h às 21h (100 pessoas com deficiência por dia); e em Ondina, das 17h às 2h (100 idosos ou pessoas com deficiência por dia). 

  1. Conselho Tutelar

Os conselheiros tutelares atuarão durante o Carnaval distribuídos em três sedes nos circuitos da festa. As ações envolvem oferta de medidas de proteção e zelo por crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade, combatendo episódios de ameaças e violação de direitos. Os postos do Conselho Tutelar serão implantados nas escolas Úrsula Catarino (Rua do Rosário, 9, Centro), Wilson Lins (Rua Macapá, Ondina – próximo da entrada do zoológico) e Santa Terezinha do Menino Jesus (Rua Fernão de Magalhães, 2, Chame-Chame. Contatos: (71) 9993-38394 / 9973-52547 / 99733-8480 / 3202-2338. 

  1. Encaminhamentos

Após o Carnaval os casos cadastrados em situação de trabalho infantil serão encaminhados para acompanhamento pelo Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Famílias e Indivíduos (PAEFI), além de incluídos no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os cadastros de crianças e adolescentes de outros municípios serão encaminhados para a Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, a fim de garantir acompanhamento das famílias no processo de regionalização socioassistencial.

  1. Denúncias

A pessoa que presenciar situações de violação de direitos poderá registrar sua denúncia, informando o local, através do Disque 100. 

MULHERES E JUVENTUDE

A Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) é responsável em propor, articular, elaborar e coordenar ações municipais para promover a equidade de gênero, melhorar a qualidade de vida e fortalecer a autonomia e o exercício da cidadania das mulheres, crianças e jovens. Durante as festividades do Carnaval, a SPMJ disponibilizará espaços de convivência para crianças e adolescentes, filhos de ambulantes e catadores, que trabalham durante a festa.

Durante os sete dias de Carnaval, de 28 de fevereiro a 5 de março, a SPMJ terá quatro Casas de Acolhimento Provisório disponíveis para os filhos de ambulantes e catadores cadastrados na Prefeitura. Com capacidade de 100 crianças em cada unidade, por período integral, também poderão ser encaminhados menores por meio de abordagem social e Conselho Tutelar.

Locais das Casas de Acolhimento Provisório: 

1) Escola Municipal Osvaldo Cruz

Endereço: Rua do Meio, 13 - Rio Vermelho

Crianças de 7 a 17 anos

2) Escola Municipal Casa da Amizade

Endereço: Rua Quintino de Carvalho, 277 - Jardim Apipema

Crianças de 0 a 6 anos

3) Colégio Estadual Mário Augusto Teixeira de Freitas

Endereço: Rua da Mangueira, 19 - Nazaré

Crianças de 7 a 17 anos

4) Colégio Estadual Senhor do Bonfim

Endereço: Rua General Labatut, 49 - Barris

Crianças de 0 a 6 anos

OBSERVATÓRIO DE DISCRIMINAÇÃO


O Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência Contra a Mulher é um projeto da Prefeitura coordenado pela Secretaria Municipal da Reparação (Semur) e realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). A iniciativa atua durante a folia na observação, registro e/ou encaminhamento de situações de ato racista ou violência contra a mulher e LGBTs. 

Cerca de 160 pessoas vão atuar nesse sentido, sendo 90 observadores e os demais coordenadores e supervisores. Os profissionais estarão distribuídos em equipes volantes, com três focos distintos: discriminação racial, público LGBT e situações envolvendo a mulher. O Observatório conta ainda com seis postos, distribuídos na Piedade, Castro Alves, Casa D’Itália, Farol da Barra, antigo Clube Espanhol e Largo do Camarão.

Após diálogo, a Polícia Civil decidiu disponibilizar este ano três delegacias especializadas durante o Carnaval 2019. Duas delas vão atender aos casos de violência contra a mulher e a terceira em atendimento a casos de racismo e LGBTfobia.

Todo o esforço tem como objetivo transformar os dados em indicadores para a criação de políticas públicas, através da articulação intersetorial entre órgãos, entidades governamentais e sociedade civil organizada. É resultante das ações do Observatório, por exemplo, a existência das casas de acolhimento para menores no circuito do Carnaval, a organização dos EPIs para cordeiros, o Estatuto do Carnaval e a indicação da necessidade das cooperativas para catadores de material reciclado, dentre outras ações.

Denúncias:


WhatsApp
: (71) 98622-5494

Sitewww.reparacao.salvador.ba.gov.br, ícone Denuncie.

DEFESA CIVIL

Durante o período anterior e durante o Carnaval, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) realiza vistorias com o objetivo de identificar problemas existentes nos circuitos. São propostas e executadas medidas para diminuir os riscos, com o objetivo de garantir a segurança dos foliões e possibilitar agilidade nas ações de resposta aos acidentes que possam ocorrer. A operação para o Carnaval terá 51 colaboradores, três bases operacionais e oito pontos de observação.

O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (SMPDC) é a ferramenta que direciona a atuação conjunta dos órgãos integrantes durante o megaevento. As vistorias percorrem os circuitos do Carnaval, onde acontecem a concentração dos blocos e trios, quando são analisados e encaminhados aos órgãos parceiros as correções necessárias.

Fiação de telefonia baixa e solta, iluminação pública precisando de reparos, abrigos de ônibus danificados e pedras portuguesas soltas têm sido as principais irregularidades constatadas pela equipe. Durante a festa, o órgão mantém postos próprios nos circuitos Centro (Campo Grande) e Barra/Ondina,  além de partilhar os da Saltur.

Paralelamente, no intervalo de realização do Carnaval, entre 28/2 a 6/3, a Codesal reforçará seu plantão de 24 horas na sede do órgão, na Avenida Mario Leal Ferreira (Bonocô), atendendo pelo telefone gratuito 199.

DESENVOLVIMENTO E URBANISMO

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) é responsável pelo licenciamento e fiscalização das instalações dos camarotes, praticáveis, arquibancadas e similares em áreas públicas ou privadas. O órgão também realiza o licenciamento e fiscalização de exibição de publicidade e exercício de atividades provisórias como (bar, balcão, depósitos e estacionamento).

Além disso, a Sedur fiscaliza a utilização de marquises nos circuitos do Carnaval, vistoria a instalação em áreas verdes e descarte final de produtos e alimentos, bem como o monitoramento de trios elétricos para evitar descartes de produtos no mar. A Sedur contará com 195 profissionais (engenheiros de segurança e ambiental, arquitetos, técnicos, fiscais e pessoal de apoio). Durante o Carnaval, a Sedur fica em regime de plantão 24 horas.

Licenciamento – Na sede da Sedur, localizada na Avenida Antônio Carlos Magalhães, 3244, Edifício Empresarial Thomé de Souza, as equipes vão atender também o Carnaval dos Bairros e as denúncias sobre obras, atividades e publicidades irregulares em outras regiões da cidade.

* Bases operacionais e equipe de comando da Sedur 

  1. Barra – Rua Airosa Galvão, em frente ao Shopping Barra
  2. Campo Grande – Praça 2 de Julho
  3. Castro Alves – Praça Castro Alves, ao lado do Espaço Glauber Rocha
  4. Ondina – Sabino Silva, Largo do Camarão

MANUTENÇÃO

A Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), promove serviços preventivos e corretivos executados antes, durante e depois da realização do Carnaval. São ações diversas e vistorias permanentes nos circuitos oficiais, carnavais de bairro, vias de acesso a estes locais e demais áreas determinadas pela coordenação da folia. Durante a Operação Carnaval, prossegue ainda a programação de serviços dos órgãos, com atuações corriqueiras e emergenciais por toda a cidade. 

No total, a Seman terá sete equipes divididas em plantões 24 horas, com 135 profissionais envolvidos. São ações da Seman: desobstrução e recuperação das redes de drenagem pluvial; apoio à Transalvador no fechamento de vias; proteção dos equipamentos e monumentos públicos com instalação de tapumes; Operação Tapa-Buracos; atendimento emergencial em casos de alagamento, escoramento e isolamento de marquises, em conjunto com a Codesal; poda de árvores; desmontagem e montagem dos equipamentos de mobiliário urbano do evento; e vistorias e mapeamento de áreas com o uso de drones.

OUVIDORIA

A Ouvidoria Geral do Município do Salvador (OGM) será parte integrante do esquema

de suporte ao folião e a atuação acontecerá nos circuitos oficiais do Carnaval. Durante a festa, a Ouvidoria atuará através do Fala Folião 156 – canal de atendimento 24 horas para todo e qualquer tipo de informação, solicitação ou outras demandas referentes à festa. 

Serão disponibilizados também os balcões de atendimento ao folião fixos no Elevador Lacerda, Pelourinho, Campo Grande, Barra e Ondina, além de mais 10 equipes itinerantes espalhadas por todos os circuitos. Para atendimento às demandas do público, a OGM contará com a colaboração efetiva dos órgãos operacionais que se utilizam dessas informações durante o evento. 

Outra estratégia adotada pela OGM é a utilização de “mochilas-pirulito”, acessório de identificação acoplado às costas dos integrantes das equipes volantes, apontado no

ano passado como importante estratégia na captação de informações junto ao folião nos principais circuitos da festa. O trabalho operacional vai contar com o uso de smartphones, o que possibilitará registro das solicitações e emissão de relatório gerencial para cada área operacional dos órgãos em tempo real. 

A dinâmica do grupo é identificar, através da opinião do folião, pontos fortes e fracos na organização do evento e situações operacionais que ocorram. Serão registradas ainda sugestões para melhorias e aferição da qualidade dos serviços municipais em atuação no evento, a exemplo do trânsito, ambulantes e limpeza urbana, dentre outros. 

Os registros serão computados através de sistema informatizado, que organiza e repassa de imediato as demandas para os órgãos operacionais existentes no evento. Esta ação possibilita a resposta mais rápida, além de proporcionar conhecimento e controle por parte do órgão que origina as solicitações sobre o que ocorre no período da festa. 

SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO 

A Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) atuará com a promoção de ações sustentáveis durante a folia soteropolitana. O principal destaque é a certificação “Eu Promovo Carnaval Sustentável” para camarotes que consigam transformar o ambiente da festa em um lugar capaz de integrar as questões sociais, enérgicas, econômicas e ambientais. 

Dentre as iniciativas a serem adotadas para a obtenção da certificação estão a utilização de lâmpadas ecoeficientes (LED), materiais recicláveis para a decoração de espaços, disponibilização de rampas para acesso a cadeirantes, reutilização de água nos banheiros, coleta seletiva, promoção de campanhas de combate ao racismo e oferta de alimentos mais saudáveis, dentre outras ações de caráter sustentável. 

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 

A Companhia de Governança Eletrônica (Cogel), responsável pelo desenvolvimento e suporte de toda a parte de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Prefeitura, também estará presente na maior festa de rua do planeta no desenvolvimento de sites e aplicativos, assim como o suporte técnico. Dentre as ações Carnaval estão a rede Wi-Fi gratuita, que será oferecida nas principais áreas dos circuitos a partir do dia 23/2. 

Além disso, serão instalados links de dados de alta velocidade para as atividades da Sala de Imprensa Oficial do Carnaval, camarotes oficiais, central de vistoria dos trios e transmissão ao vivo pela internet. Serão promovidas, também, instalação de redes lógicas e telefonia, além de desenvolvimento e suporte de sistemas e aplicativos que serão utilizados pelos órgãos e entidades da Prefeitura. 

A Cogel prestará também suporte à operação do sistema de videomonitoramento e dará apoio à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nas ações de fiscalização de ondas de rádios piratas. 

COMUNICAÇÃO

A Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) atuará com equipes de profissionais das áreas de jornalismo, fotografia, produção de conteúdo em vídeo, redes sociais e administrativo. A Sala de Imprensa Oficial do Carnaval, montada na Praça Dois de Julho, no Campo Grande, contará com toda a infraestrutura necessária para atuação dos profissionais de comunicação credenciados, com mesas, computadores e acesso à internet, nos mesmos moldes de uma redação. Além disso, haverá um espaço reservado para coletivas de imprensa. 

Serão disponibilizados praticáveis com 21 cabines de rádio, garantindo a retransmissão da festa para mais de 200 cidades. Todo o material produzido pela Secom – textos, fotos, áudios e vídeos – vai estar disponível em tempo real através da Agência de Notícias (www.agenciadenoticias.salvador.ba.gov.br), além de ser enviado através de diversas ferramentas para a imprensa credenciada. No total, cerca de 2,5 mil profissionais/veículos se credenciaram para cobertura do Carnaval. 

* Funcionamento da Sala de Imprensa Oficial do Carnaval

Horário: 8h às 22h

Local: Praça 2 de Julho, Campo Grande, Centro

Telefone: (71) 3202-6265 

* E-mail oficial

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

* Para baixar conteúdo de imprensa
- Site www.agenciadenoticias.salvador.ba.gov.br 

* Redes oficiais do Carnaval de Salvador

- Site: www.curtacarnaval.com.br

- Instagram: @salvadormeucarnaval

- Facebook: www.facebook.com/SalvadorMeuCarnaval

- Twitter: www.twitter.com/ssameucarnaval 

* Redes da Prefeitura de Salvador

- Instagram: @prefsalvador

- Facebook: www.facebook.com/PrefeituraDeSalvador

- Twitter: www.twitter.com/prefsalvador

- Flickr: https://www.flickr.com/photos/prefeituradesalvador/

- Youtube: https://www.youtube.com/PrefeituradoSalvador

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Já foram preenchidas as duas mil licenças disponibilizadas para ambulantes no Carnaval deste ano. Foram mil disponíveis para licenciamento pela internet e outras mil para procedimento feito de modo presencial, na sede da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), na Mata Escura, onde foi montado um esquema especial para atendimento às pessoas que foram buscar o serviço.  

No total, 10 mil ambulantes serão beneficiados, já que os kits são compostos por mais de um isopor, além de sombreiros, coletes e bonés. Segundo o titular da pasta, Felipe Lucas, este ano a operação para autorizar a atividade dos profissionais durante a folia foi maximizada para possibilitar maior conforto aos ambulantes.  

“Tivemos muito cuidado com a qualidade do atendimento ofertado presencialmente. Disponibilizamos 600 cadeiras, coberturas com toldos para dar maior conforto, pontos de água mineral espalhados no espaço para que eles fossem se hidratando durante o dia e triplicamos o número de atendentes”, destacou o gestor. 

Este ano, 12 profissionais foram disponibilizados para efetuar o licenciamento dos ambulantes na sede da pasta. O atendimento teve horário expandido para que beneficiasse o maior contingente de interessados possível. As inscrições pela internet funcionaram ainda como um recurso para que os profissionais pudessem realizar o procedimento de casa, com brevidade, além de evitar desgaste físico com deslocamento. 

Capacitação - Na próxima sexta-feira (22), todos os licenciados participarão de um curso de capacitação que será realizado pela Semop em parceria com o Sebrae-BA. O curso vai abordar o cuidado com a imagem pessoal, técnicas de vendas e a melhoria na recepção e na qualidade do atendimento prestado aos foliões.  

A atividade terá duração de uma hora e meia, e será feita na Arena Fonte Nova, dividida em quatro horários: às 8h, 10h, 14h e 16h. Na ocasião, a Semop irá validar o Documento de Arrecadação Municipal (DAM) para que os ambulantes possam retirar o kit posteriormente junto ao patrocinador. 

Proibições - A secretaria lembra que a comercialização de bebidas e alimentos deverá ser feita com auxílio de copos, pratos, talheres e canudos descartáveis. Não será permitida também a produção e comercialização de churrasco no espeto, bem como a venda de produtos em carros-de-mão, fogareiros, churrasqueiras, nem bebidas pré-preparadas artesanalmente, sendo passível de apreensão imediata pela fiscalização. 

A instalação dos equipamentos deverá ser feita no dia 26 de fevereiro, a partir das 17h, e a desmontagem no dia 6 de março, até as 10h. A proibição segue também para a instalação de qualquer equipamento que não seja aquele licenciado, a exemplo de lonas, placas de qualquer tipo e material, barracas de camping, de praia, tenda e outras, bem como mercadorias em via pública não autorizadas.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Carnaval é sinônimo de diversão, mas também é um bom momento para faturar uma grana extra. E para quem anda em busca de ocupação, uma boa notícia: a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) calcula que 250 mil postos de trabalho diretos e indiretos serão gerados para a folia. Isso demonstra o quanto a festa momesca em Salvador é um importante indutor de oportunidades de negócios, aquecendo a economia local. 

O titular da Secult, Claudio Tinoco, ressalta que os preparativos que antecedem aos festejos carnavalescos já vêm impulsionando a movimentação financeira da capital. “É uma festa que se espalha por toda a cidade, não só nos circuitos principais, onde ficam evidentes os artistas com trios elétricos, mas nos palcos de bairros e espaços alternativos”, pontua ele, acrescentando que o segmento do mercado publicitário é um dos que mais gera receita. 

A demanda envolve de motoristas de trios aos operadores de som e iluminação; dos responsáveis pela montagem e desmontagem dos camarotes e estruturas instalados nos circuitos até quem confecciona abadás e fantasias; até mesmo aos que atuam nas centrais de vendas de blocos às baianas de acarajé espalhadas em cada canto da avenida. 

A demanda de contratação é grande e há quem remeta os dias de festa ao “momento de ganhar o 13º salário”. É o caso dos ambulantes. De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), 10 mil vendedores informais serão beneficiados no período, através da concessão de cerca de 2 mil licenças. 

"O Carnaval é fundamental para essa parcela da população. É o momento que propicia regularizar as pendências financeiras e pagamento das contas atrasadas. Dá para triplicar e até quadruplicar as vendas se for comparar com o dia a dia comum, principalmente para quem vende bebidas, churrasco na chapa, pipoca. É uma grande oportunidade de melhorar e muito a renda”, destaca o presidente da Associação Integrada de Vendedores Ambulantes e Feirantes de Salvador (Assidivam), Rosemário Lopes. 

Entre outros agentes geradores de emprego temporários para o Carnaval, a administração pública municipal também responde por uma fatia. Aproximadamente 10 mil pessoas, entre servidores, terceirizados e contratados via Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) atuarão nos 22 órgãos que estarão envolvidos na organização da festa. 

As empresas e estabelecimentos como bares, restaurantes e hotéis localizados na chamada linha turística, entre Itapuã ao Pelourinho, também aumentaram o efetivo. “Começaram a contratar desde o início da alta estação. O incremento chega a 10% da mão-de-obra, comparado com o quadro de funcionários normal”, explica o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), Sílvio Pessoa. 

Movimentação turística – São esperados 800 mil turistas durante o Carnaval, sendo 403 mil do interior da Bahia, 267 mil de outros estados – como São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Sergipe – e mais 130 mil de países como Argentina, França, Itália, Portugal e Alemanha. Entre a quarta-feira (27 de fevereiro) e a segunda-feira de Carnaval (4 de março), navios de cruzeiro trarão 12.942 turistas para aproveitar a folia na cidade. Estão previstos 9.879 voos para o período de fevereiro e março no aeroporto de Salvador, sendo 4.939 pousos, com capacidade de atender a 768.311 passageiros. 

Os números divulgados pela Secult apontam um crescimento de 3,3% na movimentação econômica, em comparação ao mesmo período do ano passado, com a circulação de R$ 1,8 bilhão. Os gastos estimados dizem respeito à passagem, hospedagem, vestimentas do carnaval, alimentação, bebidas, compras e transporte, dentre outros. 

Os hotéis inseridos no circuito da festa esperam ocupação máxima, e aqueles mais afastados projetam algo próximo disso, entre 90% e 95% de leitos ocupados durante a folia momesca. "A expectativa do seguimento do turismo receptivo é muito boa pra o Carnaval que se aproxima. Salvador está sendo considerado o segundo destino mais procurado pelos turistas”, comemora Maria Ângela Carvalho, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (Abav).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Às vésperas do Carnaval, a Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) intensifica as ações preventivas de manutenção na cidade. Desde janeiro passado, as equipes realizam vistorias nos circuitos oficiais, nos bairros onde haverá festa e nas principais vias que servem de acesso aos festejos.

Foram promovidas intervenções no sistema de drenagem, poda de galhos de árvores, reparos nos buracos do asfalto e dos pavimentos, dentre outros. As ações visam evitar ocorrências nas estruturas públicas durante os dias de festa. Além disso, está sendo realizada a proteção física do patrimônio da cidade, sendo isolados com tapumes os prédios, jardins, vidraças, mobiliários urbanos e monumentos com valor histórico e cultural. Mais de 50 pontos foram cadastrados para isolamento, com uso de, aproximadamente,10 mil m² de tapumes.

Os tapumes estão sendo aplicados em locais como o Farol da Barra, Relógio de São Pedro, estátuas de Castro Alves e de Zumbi dos Palmares, Fonte Luminosa da Praça da Sé, Palácio Tomé de Souza, Palácio da Aclamação, Monumento da Cruz Caída e Monumento “da Cabocla” no Largo do Campo Grande. Também entram na lista o monumento “As Meninas do Brasil” (Ondina), Câmara Municipal, Praça da Piedade, Catedral Basílica de Salvador e o Chafariz do Terreiro de Jesus.

“Neste momento em que ‘O mundo escolheu Salvador’, tema do Carnaval 2019, a cidade passa a ser observada mais atentamente. Para um dos centros culturais mais ricos do nosso país, tanto em acervo arquitetônico quanto em manifestações culturais, marcado pelas tradicionais festas populares como o Carnaval, verifica-se a importância das ações de manutenção para a conservação destes bens”, ressalta o secretário da Seman, Virgílio Daltro.

Ações – Os serviços de drenagem compreendem o assentamento de tampões, a substituição de grelhas, a limpeza manual das caixas de sarjeta e o jateamento das galerias por meio de equipamentos de alta pressão. Este conjunto de ações restaura a capacidade de vazão das redes ao promover a retirada dos materiais e do lixo acumulados ao longo do tempo, buscando sanar pequenos alagamentos típicos do Carnaval, quando chove.

A Operação Tapa Buracos proporciona a segurança no trânsito daqueles que passam a utilizar a malha asfáltica como principal via de tráfego, seja pedestres, veículos de passeio, caminhões e até mesmo os trios elétricos e carros de apoio. Nessas ações emergenciais de correção, passa a ser utilizado o asfalto frio, considerando que o usinado a quente poderia colocar as pessoas em risco.

A poda da vegetação é fundamental para evitar acidentes com a quebra e a queda de galhos, sendo primordial também para deslocamento dos imensos trios. Assim como nos anos anteriores, é estimada a poda de cinco mil árvores e 1,5 mil palmáceas em todos os circuitos.

A Seman manterá um serviço de vistoria permanente durante o Carnaval. As equipes entram nos circuitos imediatamente após a finalização dos blocos e atrações, identificando as necessidades de atuação e reparos antes que o espaço volte a ser utilizado.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Pregam daqui, martelam de lá, adaptam-se tábuas, tecidos e estruturas metálicas são erguidas a uma semana do primeiro bloco atravessar a Passarela Nelson Maleiro para dar início à festa de Momo. Essa pressa é parte da montagem das estruturas oficiais do Carnaval no Circuito Osmar (Centro), que chega à fase final de trabalho, de acordo com a Empresa Salvador Turismo (Saltur), responsável pela coordenação cultural e estrutural da festa.

No local, estão sendo erguidas arquibancadas, camarotes convencionais e acessíveis a idosos e pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, camarotes oficiais do prefeito e do vice-prefeito, estúdios de rádio e televisão, Sala de Imprensa Oficial, postos operacionais da Saltur, do Observatório Racial e LGBT, das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e da Guarda Civil Municipal, dentre outras. A montagem das estruturas teve início no último dia 14 e segue até o dia 27 deste mês, véspera do início da festa.

A fiscalização das estruturas está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), que verifica os equipamentos de forma preventiva, buscando evitar a ocorrência de problemas durante os dias de festa. Os fiscais acompanham o passo a passo da montagem e, caso identifiquem alguma irregularidade em situações como aterramento elétrico, itens de segurança e carga e descarga, o responsável tem até 24 horas para solucionar o problema, sob pena de multa ou embargo.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com a grande circulação de pessoas na cidade em função da proximidade do Carnaval, a Prefeitura segue intensificando as ações durante esse período pré-folia. Para garantir o controle vetorial do inseto transmissor da dengue, zika e febre chikungunya, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) iniciaram nesta segunda-feira (18) a borrifação de inseticida, panfletagem e inspeção em hotéis da capital baiana. A intervenção segue até quinta-feira de carnaval (28).

"Desde do início do ano, as equipes do CCZ intensificaram as ações de contingência contra o Aedes nos circuitos da folia com a eliminação dos focos com a aplicação de larvicidas nas visitas casa a casa, além do tratamento nos logradouros públicos como praças e ponto de ônibus. Nessa fase mais próxima do carnaval, passaremos para fase da borrifação de inseticida com o uso da ubv costal para que até a folia possamos atingir um índice de infestação próximo de zero, sobretudo, nos locais onde teremos grande circulação de pessoas", explicou a coordenadora do CCZ, Andrea Salvador.

Circuitos - Nas localidades do circuitos tradicionais (Barra/Ondina, Campo Grande e Pelourinho) e nas comunidades que receberão a folia nos bairros como Cajazeiras X, Boca do Rio, Plataforma, Periperi, Pau da Lima, Itapuã e Liberdade, as ações de aplicação de larvicidas e borrifação Ultra Baixo Volume (UBV) ocorrem entre os dias 18 e 27 de fevereiro sempre à noite ou em horários estratégicos para evitar aglomeração de pessoas.

“O inseticida é utilizado a ultra baixo volume, isso significa que ele sai de uma maneira que fica em suspensão no ar por algum tempo para pegar o mosquito durante o vôo. Estamos usando a quantidade determinada pela Organização Mundial de Saúde, portanto, não há riscos à população”, pontuou Andrea.

Os profissionais também intensificarão os trabalhos educativos no aeroporto, rodoviária, porto de Salvador, ferry boat e estações transbordo prestando orientações a respeito de medidas de prevenção das doenças. Equipes do CCZ também estarão de plantão durante todo Carnaval para realizar o bloqueio focal nas residências com suspeita de pessoas acometidas por alguma arbovirose.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para garantir o ordenamento do trânsito e a segurança de condutores, pedestres e foliões que vão curtir o Fuzuê (23) e o Furdunço (24), a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) vai promover algumas alterações no trânsito na região das festas.

Para a realização do Fuzuê, a Transalvador irá promover, entre as 13h do sábado (23) até as 2h de domingo (24), alterações no tráfego de veículos no bairro da Barra. A circulação e o estacionamento de veículos estarão proibidos nas avenidas Sete de Setembro (trecho compreendido entre a Rua Afonso Celso e o Largo do Farol da Barra) e Oceânica (entre o Largo do Farol da Barra até a Rua José Sátiro de Oliveira).

Os veículos que trafegam pelas áreas interditadas terão como opção, sentido Ondina, as ruas Afonso Celso, Miguel Bournier, avenida Centenário e rua Professor Sabino Silva. Já quem pretende ir no sentido inverso, em direção à Barra, terá como opção de tráfego a avenida Oceânica, rua José Sátiro de Oliveira (Morro do Gato), Avenida Centenário, Rua Augusto Frederico Schmidt e rua Marquês de Caravelas.

Estacionamento Fuzuê – O estacionamento em áreas Zona Azul será permitido na rua Sabino Silva, no entorno do canteiro central, em ambos sentidos da via, das 12h de sábado (23), até as 02h do domingo (24), com cartelas a R$20. Serão instaladas ainda 18 barreiras, sendo sete móveis (BM) e 11 fixas (BF), nos seguintes locais:

I - Barreiras Móveis (BM):

a) BM 01 - Largo do Farol da Barra / Rua Afonso Celso;

b) BM 02 - Rua Miguel Burnier / Rua Marquês de Caravelas / Rua Afonso Celso;

c) BM 03 - Rua Marquês de Caravelas / Av. Almirante Marques de Leão;

d) BM 04 - Rua Airosa Galvão / Rua Miguel Burnier;

e) BM 05 - Avenida Centenário / Último Retorno;

f) BM 06 - Rua José Sátiro de Oliveira / Rua Professor Sabino Silva;

g) BM 07 - Avenida Oceânica / Rua José Sátiro de Oliveira.

II - Barreiras Fixas (BF):

a) BF 01 - Av. Almirante Marques de Leão / Largo do Farol da Barra;

b) BF 02 - Avenida Oceânica / Rua Dom Marcos Teixeira;

c) BF 03 - Avenida Oceânica / Rua Alfredo Magalhães;

d) BF 04 - Avenida Oceânica / Rua Professor Lemos de Brito;

e) BF 05 - Avenida Oceânica / Rua Marquês de Caravelas;

f) BF 06 - Avenida Oceânica / Rua Francisco Otaviano;

g) BF 07 - Avenida Oceânica / Rua Professor Fernando Luz;

h) BF 08 - Avenida Oceânica / Rua Leoni Ramos;

i) BF 09 - Avenida Oceânica / Rua Doutor Artur Neiva;

j) BF 10 - Avenida Oceânica / Rua Carlos Chiacchio (estrutura da PM);

l) BF 11 - Avenida Oceânica / Rua José Sátiro de Oliveira (parte Baixa).

Furdunço - Para a realização Furdunço, que acontece neste domingo (24), entre Ondina e Barra, o estacionamento de veículos estará proibido das 4h de domingo até as 2h da segunda-feira (25) nas seguintes vias: Av. Oceânica (trecho compreendido entre a Avenida Adhemar de Barros e o Farol da Barra), Avenida Centenário, Rua Afonso Celso e Rua Cezar Zama (entre a Rua Barão de Itapuã e a Alameda Antunes), Rua Barão de Itapuã (em ambos os lados).

Já o estacionamento e a circulação de veículos estarão proibidos, no período das 4h de domingo (24) às 2h de segunda-feira (05), na Avenida Oceânica (trecho compreendido entre o Largo do Farol da Barra e a Rua José Sátiro de Oliveira); das 7h de domingo (24) às 2h de segunda (25) na Avenida Oceânica (entre o Cristo e a Avenida Adhemar de Barros); e das 11h de domingo às 2h de segunda-feira na Avenida Sete de Setembro (trecho compreendido entre a Rua Barão de Itapuã e o Largo do Farol), Largo do Farol da Barra, Av. Oceânica (entre o Largo do Farol e o Cristo), Rua Afonso Celso (entre a Av. Sete de Setembro e a Rua Prof. Lemos Brito).

Algumas vias terão sentido duplo de tráfego para acesso dos moradores que comprovem residência na região, das 11h de domingo às 2h de segunda-feira. São elas a Avenida Sete de Setembro (no trecho compreendido entre a Rua Afonso Celso e a Rua Barão de Itapuã), Rua Barão de Itapuã e Rua Cezar Zama (entre a interseção com a Rua Barão de Itapuã e a Alameda Antunes).

Opções de tráfego – Os veículos em geral, oriundos da Ladeira da Barra, deverão retornar no Porto da Barra. Já os veículos que estiverem em Ondina em direção do Centro terão como opção de tráfego as Avenidas Oceânica, Adhemar de Barros e Anita Garibaldi.

Os moradores da região terão acesso exclusivo em algumas vias. Residentes da Barra ou Centro que desejarem ir em direção a Ondina terão como opção Porto da Barra, Avenida Princesa Izabel, Rua Drª Praguer Fróes, Rua César Zama, Rua Professor Lemos de Brito (Morro do Gavazza), Rua Afonso Celso, Rua Miguel Burnier, Avenida Centenário, Rua Sabino Silva, Rua Professor Oswaldo Ribeiro (via marginal à Avenida Oceânica), Avenida Adhemar de Barros. Quem desejar ir sentido Ondina-Centro terá como opção de tráfego as Avenidas Oceânica, Adhemar e Barros e Anita Garibaldi.

Estacionamento – O estacionamento em áreas Zona Azul será permitido na rua Sabino Silva, no entorno do canteiro central, em ambos sentidos da via, das 11h de domingo (24) até as 3h da segunda (25), com cartelas a R$20.

Barreiras - Serão instaladas 24 barreiras no entorno da festa. Serão 14 barreiras fixas (BF) e 10 móveis (BM), nos seguintes locais:

I - Barreiras Fixas (BF), das 4h de domingo (24) às 2h do dia subsequente:

a) BF 01 - Av. Almirante Marques de Leão / Largo do Farol da Barra;

b) BF 02 - Avenida Oceânica / Rua Dom Marcos Teixeira;

c) BF 03 - Avenida Oceânica / Rua Alfredo Magalhães;

d) BF 04 - Avenida Oceânica / Rua Professor Lemos de Brito;

e) BF 05 - Avenida Oceânica / Rua Marquês de Caravelas;

f) BF 06 - Avenida Oceânica / Rua Francisco Otaviano;

g) BF 07 - Avenida Oceânica / Rua Professor Fernando Luz;

h) BF 08 - Avenida Oceânica / Rua Leoni Ramos;

i) BF 09 - Avenida Oceânica / Rua Doutor Artur Neiva;

j) BF 10 - Avenida Oceânica / Rua Carlos Chiacchio (estrutura da PM);

k) BF 11 - Avenida Oceânica / Rua José Sátiro de Oliveira (parte Baixa);

l) BF 12 - Avenida Oceânica / Rua Professor Sabino Silva / Rua N (Largo do Camarão);

m) BF 13 - Avenida Oceânica / Acesso à Via Marginal (antigo Salvador Praia Hotel);

n) BF14 - Avenida Oceânica / Rua Baependi (Posto de combustível).

II - Barreiras Móveis (BM), das 11h de domingo (24) às 2h do dia subsequente:

a) BM 01 - Largo da Vitória / Ladeira da Barra;

b) BM 02 - Avenida Sete de Setembro / Porto da Barra;

c) BM 03 - Avenida Sete de Setembro / Rua Barão de Itapuã;

d) BM 04 - Rua Cézar Zama / Rua Marquês de Caravelas / Alameda Antunes;

e) BM 05 - Rua Miguel Burnier / Rua Marquês de Caravelas / Rua Afonso Celso;

f) BM 06 - Rua Marquês de Caravelas / Av. Almirante Marques de Leão;

g) BM 07 - Rua Airosa Galvão / Rua Miguel Burnier;

h) BM 08 - Avenida Centenário / Último Retorno;

i) BM 09 - Rua Professor Sabino Silva / Rua José Sátiro de Oliveira;

j) BM 10 - Avenida Oceânica / Avenida Adhemar de Barros.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...