Carnaval

0
0
0
s2sdefault

Já com o aval do Conselho Municipal do Carnaval (Comcar), a Prefeitura definiu que o tema oficial da folia momesca deste ano será “O Mundo Escolheu Salvador”. A ideia para a concepção da marca tem relação com a posição em que a capital baiana alcançou neste Verão como destaque de destino turístico internacional. A cidade vem batendo recordes em relação ao número de visitantes estrangeiros e sendo citada em importantes publicações ao redor do mundo.

Exemplo disso foi a lista “52 Places to Go in 2019” (“52 Lugares para ir em 2019”), publicada pelo jornal The New York Times, indicando Salvador como um importante destino turístico para este ano. A capital baiana é a única cidade brasileira integrante da lista.

Além disso, a revista Holland Herald, da Holanda, também aborda a capital como importante destino e menciona o Carnaval, apelidando como o “maior do mundo” e ressaltando que o evento atrai milhões de pessoas todos os anos. O veículo afirma ainda que a celebração de massa da capital baiana é “o que há de melhor” em herança cultural.

Outro exemplo é a publicação National Geographic que também colocou Salvador como uma das cidades escolhidas entre os 28 lugares indicados para viajar em 2019. A publicação cita a capital baiana como o coração e a alma musical do Brasil, ressaltando a capoeira, o axé e o Carnaval.

Neste Verão, a Prefeitura tem uma estimativa de receber cerca de 610.757 turistas estrangeiros, um aumento de 16,7% em relação ao ano passado, que somou 523.650 visitantes de fora do Brasil entre os meses de janeiro e março.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os postos de venda dos bilhetes para o Expresso Salvador, o transporte oficial do Carnaval, foram abertos nesta sexta-feira (8) em três shoppings centers da cidade: Salvador (piso L1), Salvador Norte (piso L3- Expansão) e Paralela (piso L2). O serviço oferece cinco linhas exclusivas de ônibus para conduzir os foliões aos circuitos da festa momesca com segurança e comodidade. No total, 50 ônibus estarão à disposição da população entre os dias 28 de fevereiro a 5 de março, sempre nos horários das 13h às 6h, e com intervalos de saída a cada 20 minutos.

 As linhas que irão operar durante esse período são: Salvador Shopping/Ondina (parada no Isba), Salvador Shopping/Barra, Salvador Norte Shopping/Barra e Shopping Paralela/Barra (essas farão paradas na sede da Transalvador, nos Barris, e na Avenida Centenário, atrás do Victória Center), além de Salvador Norte Shopping/Garibaldi (que deixará passageiros na Avenida Anita Garibaldi, em frente ao Instituto de Geociências (Ufba).

Funcionamento – Cada bilhete custa R$ 25, sendo R$ 5 do cartão – que pode ser recarregado e compartilhado para uso de mais de um usuário. A partir da segunda viagem o trecho ida e volta passa a custar R$20. Ao adquirir o cartão, o folião também a passar a ser beneficiado com a vantagem de poder estacionar o próprio veículo em um dos shoppings onde há pontos de venda do Expresso Salvador, sem custo adicional.

Além dos estabelecimentos, as compras também podem ser feitas pelo Sympla (taxa de 10% sobre o valor da compra). Este é o sexto ano em que o serviço é disponibilizado aos foliões. A expectativa da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) é que sejam transportadas mais de 70 mil pessoas durante os dias de Carnaval.

 “O usuário que fizer o uso desse sistema especial de transporte, além de conforto e segurança em poder acessar o circuito, pode também contar com o estacionamento dos veículos nos próprios estabelecimentos comerciais, enquanto seguem para os circuitos oficiais. A medida mantém o automóvel em segurança e, consequentemente, garante uma diversão despreocupada no Carnaval para o folião. Além disso, esse tipo de serviço contribui para a melhoria da mobilidade na cidade”, explica o titular da Semob, Fábio Mota.

 Informações – Quem quiser informações sobre as operações de trânsito e transporte montados para a maior festa de rua do planeta também pode buscar orientação em um dos três postos de venda do Expresso Salvador. No Salvador Shopping também será feita a entrega das credenciais de trânsito livre, mediante cadastro no site mobilidadenocarnaval . salvador . ba . gov . br.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), inaugurou nesta sexta-feira (8), no Salvador Shopping (piso L1), o posto de venda dos bilhetes para o Expresso Salvador, o transporte oficial do carnaval. O serviço oferece cinco linhas exclusivas de ônibus para conduzir os foliões aos circuitos com segurança e comodidade.

Cada bilhete custa R$ 25, sendo R$5 do cartão, que pode ser recarregado e utilizado por uma família inteira, ou seja, a partir da segunda viagem, o trecho ida e volta passa a custar R$20, com estacionamento incluso. Os bilhetes já estarão disponíveis também nos postos de venda instalados no Salvador Norte Shopping (piso L3- Expansão) e no Shopping Paralela no (piso L2). Na internet, as compras poderão ser feitas pelo Sympla (taxa de 10% sobre o valor da compra).

Os locais também funcionam como postos de informações sobre as operações de trânsito e transporte montados para o Carnaval. Exclusivamente no Salvador Shopping, será feita a entrega das credenciais de trânsito livre para os moradores do entorno dos circuitos, assim como para empresas e órgãos públicos relacionados com a organização da festa mediante cadastro no site mobilidadenocarnaval. salvador. ba. gov. br. A expectativa é de que, neste sexto ano, sejam transportadas mais de 70 mil pessoas.

Para o titular da Semob, Fábio Mota, a cada ano o serviço vem ganhando mais destaque no carnaval. “O usuário que fizer o uso desse sistema especial de transporte, além de conforto e segurança em poder acessar o circuito, pode contar com o estacionamento dos veículos nos próprios estabelecimentos comerciais enquanto seguem para os circuitos oficiais. A medida mantém o automóvel em segurança e, consequentemente, garante uma diversão despreocupada no carnaval para o folião. Além disso, esse tipo de serviço contribui para a melhoria da mobilidade na cidade", explica.

Funcionamento - Entre os dias 28 de fevereiro e 5 de março, 50 ônibus estarão à disposição da população, das 13h às 6h, com saídas a cada 20 minutos, para levar e trazer as pessoas aos circuitos de forma contínua. As linhas sairão do Salvador Shopping, Salvador Norte Shopping e Shopping Paralela com destino aos Barris (Centro), Barra e Ondina, sem paradas no percurso.

"O mesmo cartão pode ser utilizado para conduzir diversas pessoas, contanto que seja realizada a recarga compatível com o número de usuários", diz Mota, lembrando que um único cartão de acesso pode ser abastecido com múltiplas cargas de R$ 10 (cada trecho, ida ou volta) e compartilhado com outros usuários. Além disso, a aquisição do cartão permite estacionamento do veículo em um dos shoppings, sem custo adicional.

Linhas Expresso Salvador 2019:

- Salvador Shopping – Ondina: Parada em Ondina, no ISBA.

- Salvador Shopping – Barra (via Barris): Paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Av. Centenário (atrás do Victória Center).

- Salvador Norte Shopping – Barra: Paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Av. Centenário (atrás do Victória Center).

- Salvador Norte Shopping – Garibaldi: Avenida Anita Garibaldi, em frente ao Instituto de Geociências (UFBA).

- Shopping Paralela-Barra: Paradas na sede da Transalvador (Barris) e na Av. Centenário (atrás do Victória Center).

Estacionamentos remotos: Serão disponibilizadas mais de 10 mil vagas de estacionamentos para quem utilizar o Expresso Salvador este ano.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A cidade está na moda. Esse é o entendimento de empresários dos setores de hotelaria, bares e restaurantes da linha turística sobre Salvador, nesse auge do Verão 2019. O entusiasmo se deve ao número de turistas que desembarcam diariamente nos principais terminais da capital baiana na alta estação, lotando estabelecimentos comerciais e maximizando as vendas nestes pontos. Em quase dois meses, o comércio receptivo registrou consumo acima de 20% em relação aos verões anteriores. A expectativa positiva se estende até o Carnaval, cuja estimativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) é de ocupação total nos hotéis da cidade. 

"Salvador está na crista da onda. Os hotéis inseridos no circuito da festa esperam ocupação máxima, e aqueles mais afastados projetam algo próximo disso, entre 90% e 95% de leitos ocupados durante a folia momesca. A cidade está fadada a repetir o sucesso dos anos anteriores e isso é muito bom para o setor receptivo de Salvador como um todo", destaca o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), Silvio Pessoa. 

Números – São esperados 800 mil turistas apenas durante o Carnaval, sendo 403 mil do interior da Bahia e 267 mil de outros estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Sergipe. Outros 130 mil são oriundos de países como Argentina, França, Itália, Portugal e Alemanha. No auge da festa, entre a quarta-feira (27 de fevereiro) e a segunda-feira de Carnaval (4 de março), navios de cruzeiro trarão 12.942 turistas para aproveitar a folia na cidade. Estão previstos 9.879 voos para o período de fevereiro e março no aeroporto de Salvador, sendo 4.939 pousos, com capacidade de atender a 768.311 passageiros. 

Números divulgados pela Secult para a alta estação apontam um crescimento de 3,3% na movimentação econômica, em relação ao ano passado, com a circulação de R$ 1,8 bilhão. O fato resulta no aquecimento de todo o comércio, do vendedor de água de coco na orla até o dono de bar, da baiana de acarajé ao proprietário de restaurante, bem como na comercialização de produtos culturais como ingressos para shows, abadás, camarotes, vestuário e logística. 

Com base na pesquisa de análise de perfil dos turistas no período da folia, realizada pela Prefeitura de Salvador no ano de 2017, a Secult estima que, no intervalo de sete dias do Carnaval, os turistas de outros estados devem desembolsar em torno de R$ 5 milhões, enquanto os baianos devem ficar na média de R$ 1,8 milhão e os estrangeiros, R$ 3,3 milhões. Os gastos estimados dizem respeito à passagem, hospedagem, vestimentas do carnaval, alimentação, bebidas, compras e transporte, dentre outros.  

"Sob a ótica dos representantes dos setores de receptivo da capital baiana, a perspectiva para o Carnaval é muito positiva. Atualmente, Salvador é o segundo destino mais procurado pelos turistas brasileiros. Em vista disso, esperamos uma cidade lotada de visitantes, com a hotelaria apresentando nível alto de ocupação, além de bares e restaurantes repletos de turistas", destaca Maria Ângela Carvalho, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (ABAV).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra a Mulher vai atuar no Carnaval de Salvador 2019 para observar, registrar e encaminhar situações de racismo, discriminação e de violência contra as mulheres e o público LGBT nos circuitos da folia. A iniciativa, sob administração da Secretaria Municipal da Reparação (Semur), contará com um posto central no Campo Grande e terá o reforço de mais seis mirantes, três deles distribuídos no Circuito Osmar (Centro) e outros três, no Circuito Dodô (Barra/Ondina).

Os mirantes do Circuito Osmar estarão na Piedade, na Praça Castro Alves e na Casa de Itália. Já os do Dodô vão funcionar no Farol da Barra, no antigo Clube Espanhol e no Largo do Camarão. Essas estruturas permitem um campo de visão ampliado e contam com material adequado para os registros de casos de violação dos Direitos Humanos, com foco nas minorias, e de desrespeito ao Estatuto do Carnaval e à Lei Antibaixaria.

Cerca de 160 pessoas vão atuar na observação, 90 deles serão observadores e os demais, coordenadores e supervisores. Os profissionais estarão divididos em três focos: racial, LGBT e a violência contra a mulher. O coordenador do Observatório na folia, Leomar Borges, ressalta que a observação já serviu de base para uma série de medidas com o intuito de reduzir o preconceito, a discriminação e a violência na festa momesca.

Algumas dessas medidas foram a criação do Estatuto do Carnaval, a criação de unidades de acolhimento para crianças durante a festa, a organização e criação de regras para o serviço de cordeiro e a utilização dos relatórios do observatório pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) para orientar as entidades carnavalescas contra a violação de direitos.

Após três anos de diálogo com representantes do observatório, a Polícia Civil decidiu disponibilizar este ano três delegacias especializadas durante o Carnaval 2019. Duas delas vão atender aos casos de violência contra a mulher e a terceira em atendimento a casos de racismo e LGBTfobia. A expectativa é que a medida iniba ainda mais os casos de discriminação e de violência.

“O Observatório é um programa que propõe políticas públicas para que possamos fazer um carnaval mais acolhedor sem violação de direitos, uma festa em que as pessoas possam se divertir sem se preocupar com a sua situação de cor ou gênero. Os esforços são para que tenhamos um ambiente sem algum tipo de preconceito, discriminação, um ambiente para a folia e alegria”, afirmou Borges.

Balanço – No período de 9 a 13 de fevereiro do ano passado, o Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra a Mulher obteve um total de 4.623 registros. As ocorrências foram relativas ao descumprimento do Estatuto do Carnaval, da Lei Antibaixaria, aos casos de vulnerabilidade social, de discriminação racial e de desrespeito ou violência contra a mulher e LGBT.

Os casos de atos discriminatórios e violentos contra LGBT lideraram o ranking com 1.524 registros, representando cerca de 33% das ocorrências, diferentemente do Carnaval de 2017, quando o foco com mais registros foi o de violência contra a mulher.

Denúncias – Caso o folião presencie algum tipo de desrespeito, pode efetuar denúncia por meio do WhatsApp do Observatório, no número (71) 98622-5494, ou pela página inicial do site da Semur, no ícone Denuncie

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A três semana do início do Carnaval soteropolitano, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) passam por uma série de capacitações teóricas e práticas voltada para atuação das equipes que estarão nas ruas nos dias de folia. Os treinamentos acontecem na base do Grupamento de Operações Especiais (GOE), em Patamares, e contemplam aulas de defesa pessoal, abordagem de busca pessoal, técnicas de patrulhamento, imobilização, além de atendimentos específicos ao público LGBT, crianças, idosos, gestantes e cadeirantes. A qualificação acontece até a próxima terça-feira (12), em carga horária diária de 12h.

O Carnaval deste ano, que começa oficialmente na última quinta do mês (28) e termina na Quarta de Cinzas (6 de março), contará com efetivo de mil guardas, distribuídos entre atividades patrimonial e de rua. De acordo com o inspetor geral da GCM, Alysson Carvalho, a festa momesca exige dos profissionais uma preparação diferenciada em relação a outros eventos que acontecem na cidade.

"A capacitação que está sendo feita é uma continuação daquilo que já fazemos durante todo o ano. Todas as nossas equipes da GCM passarão por reforços de conteúdos a fim de reaver condições técnicas e amparo psicológico, para que cada guarda tenha capacidade de ofertar ao cidadão segurança e tranquilidade plena na maior festa da cidade”, destaca.

A corporação prestará apoio aos diversos órgãos do município durante a festa, na proteção ao patrimônio público, em atividades de fiscalização e ordenamento, patrulhamento preventivo, bem como em ações de prevenção à violência com distribuição de folders com dicas de segurança e pulseiras de identificação de crianças.

A atuação da GCM no ano passado resultou em 477 atendimentos à população. Ainda na ocasião, 30.610 crianças foram identificadas. Houve apreensão de 1.528 objetos com potencial de arma branca e recolhimento de 463 documentos perdidos. Foram distribuídos também 12 mil panfletos com dicas de segurança e realizados 44 encaminhamentos de crianças em situação de vulnerabilidade ao Conselho Tutelar.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Carnaval se aproxima e a tradição da festa em Salvador não abrange apenas as manifestações culturais e desfiles de blocos nas ruas e avenidas. A festa também se estende aos camarotes, que proporcionam programação diversificada em um espaço com vista privilegiada. Termina no dia 15 de fevereiro o prazo para que as empresas interessadas em montar camarotes para o Carnaval 2019 solicitem autorização à Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), responsável pela fiscalização da montagem e funcionamento das estruturas. 

Os interessados devem comparecer na sede da pasta, localizada na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM), no edifício Empresarial Thomé de Souza, de segunda a sexta-feira, no período das 8h às 17h. A lista completa com a documentação necessária para realizar o procedimento está disponível no site da Sedur. 

Para garantir que o cidadão esteja em um espaço seguro durante a folia carnavalesca, a Sedur realiza um trabalho de operação preventiva nos circuitos do Carnaval. Nos dias em que a festa ocorre, os agentes da secretaria atuam em regime de 24 horas para vistoriar as acomodações. A proposta da operação é garantir o ordenamento da cidade através de ações de fiscalização, que são efetuadas antes, durante e após o período de folia na cidade. 

Durante as vistorias efetuadas pelos profissionais da Sedur, os responsáveis pelas estruturas dos camarotes são orientados sobre as regras para a montagem. Dentre os quesitos que são alertados estão a obediência aos horários de carga e descarga de materiais e equipamentos, a não-ocupação dos espaços públicos, a exemplo de áreas como passeios, além do cuidado e da obrigatoriedade da recomposição de possíveis áreas danificadas em decorrência da montagem das estruturas. Os responsáveis também são alertados sobre os cuidados que devem ter durante o processo com os transeuntes. 

A equipe de fiscalização também avalia durante a inspeção aos camarotes uma série de critérios essenciais para o funcionamento das estruturas, como os equipamentos de proteção contra incêndio, se o sistema de aterramento foi efetuado de forma adequada, rota de fuga, e itens como sinalizadores, balizadores e extintores.  

Publicidade – Para exibir publicidade dentro dos circuitos carnavalescos, fora dos blocos e nas fachadas dos camarotes, só é permitido se a peça for produto referente às marcas dos patrocinadores oficiais do Carnaval. É preciso solicitar a autorização da Sedur e da Empresa Salvador Turismo (Saltur), responsável pela festa. Já dentro dos blocos, é possível utilizar peças sem a marca dos patrocinadores, desde que o organizador entre em contato com a Sedur previamente e solicite a licença.   

Quem desejar atuar com publicidade durante a festa deve solicitar a autorização à Sedur. É preciso comparecer na sede, também no período das 8h às 17h. A lista com a documentação necessária para realizar o procedimento também pode ser encontrada no site da secretaria.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), informa que o cadastramento de ambulantes que desejam trabalhar no Fuzuê e Furdunço será realizado nesta terça-feira (5), através do site do Sistema de Credenciamento de Ambulantes (www. sca. salvador. ba. gov. br), entre 12h de amanhã e 23h59 de quarta-feira (6). Serão disponibilizadas 500 vagas no total.

Para as duas festas, que ocorrem nos dias 23 e 24 de fevereiro, não haverá entrega de isopor pelo patrocinador, mas valerá a regra de restrição da marca, que é a Ambev. A instalação dos equipamentos deverá ser feita no mesmo dia do evento e a desmontagem no dia seguinte, 25 de fevereiro.

Os valores da licença variam entre R$ 25,06 para tabuleiros e R$ 451,13 para food trucks acima de 10 metros de comprimento. Após o cadastro e pagamento do Documento de Arrecadação Municipal (DAM), que será emitido pelo site, o ambulante deverá comparecer na sede da Semop, localizada na Av. Cardeal Dom Avelar Brandão Vilela, nº 2562, Mata Escura, com RG e o DAM pago, das 9h às 12h, para efetivar o cadastro.

Proibições - Não será permitida a comercialização de produtos em carros de mão, carros-prancha, fogareiros, caixotes, churrasqueiras, nem bebidas pré-preparadas artesanalmente. Também é proibido o uso de embalagens reaproveitadas, de louças, alumínio ou de vidro, que devem ser substituídas por descartáveis.

Todo material irregular será apreendido pelas equipes de fiscalização e serão encaminhados para o Setor de Guarda de Bens Apreendidos (Segub), situado na Av. San Martin, na sede da Guarda Civil Municipal (GCM). Para recuperar o material, o permissionário deverá comparecer à Segub depois do encerramento da referida festa, munido de documento de identidade, auto ou lacre de apreensão, mediante pagamento de multas, que vão de R$ 74,05 a R$ 145,98.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Secretaria Municipal Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) inicia, nesta quarta-feira (6), o licenciamento de bares, balcões e depósitos de bebidas que vão funcionar nos circuitos oficiais do Carnaval 2019. Os interessados podem comparecer à sede da Sedur, localizada na Avenida ACM, Edifício Empresarial Thomé de Souza, térreo, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O processo de licenciamento termina no dia 28 de fevereiro. 

Para que o licenciamento seja feito, os interessados devem apresentar os seguintes documentos: RG e CPF do responsável legal e também de terceiros que procedam ao licenciamento, por meio de procuração; autorização e cópia do RG do proprietário do imóvel; foto da localização; metragem linear do balcão; e comprovante de pagamento da taxa. Além disso, é necessário apresentar também a autorização da Vigilância Sanitária. 

Todos os bares e balcões que vão funcionar nos circuitos do Carnaval, sem exceção, necessitam do alvará. Quem for retirar a licença deve aguardar a análise dos documentos e a vistoria da área pelos técnicos da Sedur, para que seja certificada a viabilidade do projeto e liberada a concessão.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...