Carnaval

0
0
0
s2sdefault

Com o objetivo de orientar os turistas que chegam à capital baiana para curtir a maior festa de rua do planeta, deste a última sexta-feira (21), a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) está distribuindo um guia contendo toda a programação do Carnaval, além de mapas da cidade. Até o domingo (23), equipes da secretaria distribuíram 14,5 mil unidades do Guia do Carnaval 2020. 

O guia contém programação dos circuitos, horário das atrações, mapa dos circuitos, camarotes, informações úteis, entre outros. As publicações foram entregues em pontos de grande fluxo turístico, como o Elevador Lacerda, rodoviária, aeroporto, porto, Shopping Barra e Avenida Centenário. A ação acontece todos os dias da folia momesca desde 2017. O guia foi elaborado pela Secretaria Municipal de Comunicação (Secom). 

Curtindo pela primeira vez a folia soteropolitana, as piauienses Patrícia Menezes (33) e Roberta Mesquita (30) receberam o guia na manhã de hoje, na Praça Thomé de Souza. “Nós chegamos no sábado e perdemos vários trios, como a Pipoca de Saulo, porque a gente não sabia a hora que os trios começavam a tocar e nem sabíamos onde procurar”, contou Patrícia, que descobriu folheando o guia qual o caminho para chegar ao Circuito Osmar (Centro), partindo do Pelourinho. 

Já a sergipana Larissa Fonseca (24) esteve em Salvador em outras épocas, mas nunca no Carnaval. “Está bem organizado e fácil de ler. Vai ser muito útil”, avaliou. 

Referência – Para o secretário da Secult, Cláudio Tinoco, essa é uma iniciativa da Prefeitura que vem se consolidando a cada ano. A publicação é a principal referência que os turistas têm para conhecer a programação e ter acesso às informações que são essenciais para sua estadia na cidade neste período. 

“O guia também é uma forma de promover Salvador. Ele funciona como um souvenir para os turistas, que marca a experiência de quem passa por Salvador no Carnaval. Se, até ontem, 14 mil pessoas foram atendidas presencialmente e individualmente, essa é a melhor forma que a gente tem de receber bem esses visitantes”, completou o secretário.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Depois de encantar todo o Brasil com um desfile grandioso na escola de samba Unidos do Viradouro, no Rio de Janeiro, na noite de ontem (23), as Ganhadeiras de Itapuã fazem, nesta segunda-feira (24), o Carnaval de Salvador no bairro onde nasceram. O grupo musical criado por lavadeiras baianas e ex-escravas promete brilhar na folia momesca da capital baiana, assim como fez durante a apresentação no sambódromo carioca. A atração é a última a subir ao palco montado na Praça Dorival Caymmi, onde outras sete atrações também se apresentam, a partir das 17h. 

Para Maria de Xindó, uma das matriarcas do grupo musical, foi uma verdadeira emoção ouvir o samba-enredo sendo entoado por um número tão grande de pessoas de outro estado. “Quando vi o pessoal todo cantando o refrão ‘Ensaboa’, e ensaboar roupa foi a minha vida, foi demais. E a emoção não é só minha, mas de todas as mulheres que viveram isso que eu vivi, ganhando seu trocado honestamente. As baianas de acarajé, as costureiras, as bordadeiras, as rendeiras, todas elas sendo representadas”, disse ela. As ganhadeiras atuaram entre o fim do século XIX e início do século XX e a categoria se tornou uma das primeiras empreendedoras do Brasil. 

A cantora e dançarina Verônica Raquel comentou sobre o desfile no Rio de Janeiro, mas fez questão de reforçar a importância da apresentação no bairro onde começou a história do grupo. “Estamos em êxtase. Foi lindo ver a as vozes das nossas ancestrais ecoaram na Sapucaí. Hoje, vamos nos apresentar em nossa casa, com um belíssimo show para nossa comunidade. Vamos mais uma vez recontar um pouco da nossa história através da música e o melhor, em nosso bairro”, disse, entusiasmada. 

Além das Ganhadeiras, o Carnaval de Itapuã recebe ainda, nesta segunda-feira, a cantora Cristiane Cardoso, o pagode da La Fúria, a Vitrola Baiana, Paulinho Boca de Cantor, Isaque Gomes e Rosa Baiana. 

Estrutura – O Carnaval nos Bairros está sendo promovido em outras seis localidades da capital baiana, com uma programação especial que foi iniciada deste o último sábado (22). As mais de 80 atrações se apresentam na Praça Nelson Mandela (Liberdade), Praça Nossa Senhora Auxiliadora (Pau da Lima), Campo do Pronaica (Cajazeiras), Praça da Revolução (Periperi), Praça 15 de Abril (Plataforma) e no Parque Poliesportivo (Boca do Rio). 

Nos locais, a Prefeitura oferece ao folião diversos serviços como os de segurança, através do suporte da Guarda Civil Municipal junto à Policia Militar, limpeza, trânsito, mobilidade, iluminação e ordem pública, dentre outros. Em 2019, o Carnaval nos Bairros ocorreu em sete localidades de Salvador, com um público de mais de 550 mil pessoas. Até agora, 400 mil pessoas já participaram dessa folia descentralizada em 2020. A programação completa pode ser conferida no site curtacarnaval. com. br .

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Guarda Civil Municipal (GCM) já recuperou, até a manhã desta segunda-feira (24), aproximadamente 300 documentos perdidos nos circuitos do Carnaval desde o início oficial da folia. As carteiras do Registro Geral de Identidade (RG) são a maioria, mas há também outros como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e título eleitoral. Os foliões podem reaver os papéis na Estação da Lapa somente até amanhã (25).

No local, foi montado um posto especialmente para a devolução. Antes de se dirigir à unidade e evitar perda de tempo, o interessado deve consultar a lista disponibilizada no site da corporação.

Este ano, a Guarda Municipal optou pela instalação do posto na estação de transbordo, justamente pela facilidade de acesso dos foliões. Até o ano passado, o estande era montado no Campo Grande, mas a prefeitura acolheu as sugestões de quem estava curtindo a folia no circuito Barra-Ondina e adotou, este ano, "um local mais estratégico", como frisa o coordenador de Prevenção à Violência do órgão, André Rocha.

Após o prazo - Os documentos ficarão à disposição no posto da Estação Nova Lapa somente até amanhã (25), de 8h às 17h. Após o prazo, já a partir da Quarta-feira de Cinzas e até a sexta-feira (28), será preciso se dirigir à sede da Guarda, na Avenida San Martin. Caso os proprietários não compareceram, os documentos serão enviados, já a partir da próxima semana, aos órgãos emissores.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Gerir uma folia de dez dias – contando os festejos pré-carnavalescos Fuzuê, Furdunço, Pipoco e Circuito Sérgio Bezerra – é um grande desafio para qualquer gestão. Para garantir agilidade nos serviços e no diálogo com a população durante a maratona momesca na folia soteropolitana, a Prefeitura, por meio da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), possui uma megaestrutura tecnológica que envolve desde sistemas e aplicativos de acompanhamento das demandas e ações dos órgãos, até a internet sem fio gratuita para os foliões, por meio do Conecta Salvador.

Só para se ter uma ideia, apenas o Conecta Salvador já registrou o acesso de quase 100 mil pessoas até o domingo (23). Foram 879 mil fotos enviadas, 465 mil downloads de músicas e 993 mil acessos ao WhatsApp, 613 mil ao Instagram e 262 mil ao Facebook. Além da Internet gratuita para população, a infraestrutura da Cogel também dá suporte aos órgãos municipais e até mesmo apoia ações do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer), em parceria com a Polícia Militar, através da transmissão das imagens geradas pelos drones da instituição.

Dentre as ferramentas estão as câmeras de videomonitoramento nos circuitos oficiais da festa, que são utilizadas pela Empresa Salvador Turismo (Saltur) para coordenar as saídas dos trios elétricos e dos blocos. Além disso, as câmaras são utilizadas pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) no ordenamento do trânsito e pela Guarda Civil Municipal (GCM) para garantir a segurança dos foliões.

“A área de Tecnologia da Informação hoje faz parte do dia a dia de todas as pessoas e não poderia ficar de fora de uma festa tão grandiosa como é o Carnaval de Salvador. Por isso, toda a parte tecnológica municipal da maior festa de rua do planeta é disponibilizada pela empresa”, diz o diretor-presidente da Cogel, Alberto Braga.

Além disso, a Cogel disponibiliza links de alta velocidade para acesso a internet em todos os postos da Prefeitura durante a folia momesca. A Sala de Imprensa Oficial do Carnaval José Raimundo, localizada na Praça Dois de Julho, no Campo Grande (Circuito Osmar), por exemplo, possui com um link que chega a um Ggigabit por segundo, o que facilita o trabalho dos jornalistas na cobertura do Carnaval. A equipe da Cogel ainda dá suporte de informática a todos as secretarias e órgãos da administração municipal envolvidos na Operação Carnaval 2020.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os episódios de agressão física nos circuitos oficiais do Carnaval têm provocado também traumas faciais, causados na maioria das vezes por socos e pontapés. As vítimas desses casos de violência são atendidas nos próprios circuitos pelos módulos de saúde montados pela Prefeitura.

Desde o início oficial da folia momesca até às 6h da manhã desta segunda-feira (24), as cinco equipes de cirurgiões bucomaxilofaciais realizaram 297 cirurgias de face e pescoço, um acréscimo de cerca de 14% quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizadas 261 intervenções no mesmo período.

Os procedimentos realizados de forma ágil no próprio circuito da folia contribui para reduzir em até 90% os riscos de deformações faciais irreversíveis nos pacientes. "A atenção prestada no momento do trauma é muito importante. Além de diminuir os riscos para o paciente, reduzindo em até 90% as chances de deformações faciais irreversíveis, diminui também os custos do Sistema Único de Saúde com hospitalização, uma vez que na maioria dos casos não há necessidade de transferência para emergências”, afirmou Antônio Lucindo, cirurgião coordenador das equipes bucomaxilofaciais.

Após o procedimento, os casos mais complexos são encaminhados para uma unidade da rede de hospitais públicos ou privados para acompanhar a evolução do quadro clínico, já que estabilização de um trauma pode durar até 60 dias.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quem prefere entrar no clima da folia de Momo pertinho de casa também tem aproveitado as atrações do Carnaval dos Bairros, promovido pela Prefeitura em sete localidades: Cajazeiras, Pau da Lima, Itapuã, Liberdade, Boca do Rio, Periperi e Plataforma. Isso sem contar o Palco do Rock, em Piatã, e o Circuito Mestre Bimba, no Nordeste de Amaralina.

Desde a quinta-feira (20), com a abertura do Circuito Mestre Bimba, até a madrugada de hoje (24), o Carnaval nos Bairros já atraiu mais de 400 mil pessoas que puderam conferir gratuitamente apresentações de grandes nomes da música local. Um resultado que demonstra o sucesso da estratégia de descentralização da folia conduzido pela Prefeitura, que garante, além das atrações nas localidades, a presença dos serviços públicos municipais.

Para o secretário geral de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, a descentralização do Carnaval é uma preocupação da atual gestão como um todo, desde que a administração municipal levou o atendimento dos serviços essenciais para mais perto do cidadão. “Estamos tentando tornar a festa acessível para todos, para que o folião curta no seu bairro. O Carnaval tá bem movimentado, a gente percebe o clima de satisfação da população no decorrer da folia e o clima é bem otimista”, disse.

O gestor ainda afirmou que a escolha das atrações também foi feita de forma a priorizar artistas dos bairros, atendendo a um pedido da população. Até a terça-feira (25), são sete apresentações por noite em cada um dos palcos. Dentre os destaques desta segunda-feira (24) estão Larissa Luz, na Liberdade; Paulinho Boca de Cantor, em Itapuã; Estakazero, em Periperi; Sarajane, na Boca do Rio; Pedro Pondé, em Plataforma; Márcia Short, em Pau da Lima; e Black Style, em Cajazeiras.

A programação completa pode ser acessada no site curtacarnaval . com . br.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os módulos de saúde do Carnaval registraram, no quarto dia de folia, 76 casos de agressões por armas brancas, uma redução de 40%, em relação ao mesmo período de 2019. As armas brancas são objetos que, embora não tenham essa finalidade, podem ferir gravemente o folião, a exemplo de espetos, facas e garrafas de vidro.

A queda da ocorrência nos postos reflete a intensificação da apreensão dos itens feita pela Prefeitura durante a folia. Somente no domingo, foram 913 materiais do tipo recolhidos pela Secretaria de Ordem Pública (Semop) e Guarda Civil Municipal (GCM). Além disso, a intensificação do trabalho da Polícia Militar, fato elogiado ontem (23) pelo prefeito ACM Neto, é fundamental nesse processo

No total, os módulos de saúde instalados para a festa realizaram, entre a noite de ontem (23) e madrugada de hoje (24), 3.289 atendimentos, a maioria no Circuito Dodô (Barra/Ondina), com 2.485. As principais causas continuam sendo os atendimentos clínicos, responsáveis por 80,9% do total das ocorrências.

Foram transferidos 95 pacientes para unidades de retaguarda, o que corresponde a apenas 3% do total de atendimentos realizados nos circuitos. Avaliação especializada, radiológica e tomográfica estão entre os principais motivos de transferência para, principalmente, o Hospital Geral do Estado (HGE), UPA Brotas e UPA Vale dos Barris.

Fiscalização - As equipes da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) vistoriaram 34 trios e 29 camarotes em pleno domingo de Carnaval, na ação que prossegue até a madrugada da Quarta-feira de Cinzas. A ação visa checar o cumprimento das normas previstas no ato de licenciamento da atividades.

Entre os trios, 22 receberam uma notificação de caráter informativo acerca das orientações previstas pelo Ministério Público da Bahia quanto aos uso indevido de serpentinas, sinalização e proteção de abraçadeiras. Em relação ao uso de serpentinas, um edifício no circuito Barra-Ondina também recebeu uma notificação orientando sobre a proibição do lançamento desses materiais e picotes de papel próximos da rede elétrica.

A Sedur ainda manteve a operação de apreensão de materiais de publicidade em desacordo com as normas de patrocínio oficial da festa. Foram apreendidos, por exemplo, 5.274 panfletos.

Já a Secretaria de Ordem Pública (Semop) apreendeu, entre a noite de ontem (23) e madrugada de hoje (24), 2.063 latas de cerveja nas operações de restrição de marca. O órgão também recolheu materiais irregulares (fogareiros e barracas desmontáveis, por exemplo) e de risco, entre os quais 141 armas brancas (espetos facas e garrafas de vidro, por exemplo).

Os responsáveis pelos materiais apreendidos só poderão reaver os produtos, a partir do dia 27 (quinta-feira, após o Carnaval), na sede da Semop, na Avenida San Martin, mediante pagamento de uma taxa de liberação. No total, foram 3.588 materiais apreendidos no quarto dia oficial de festa.

Guarda Municipal - Além das 141 peças apreendidas pela Semop, a Guarda Municipal também recolheu, somente ontem, 772 objetos perfurocortantes, com potenciais de armas brancas, totalizando 913 apreensões pelos dois órgãos municipais. A ação visa contribuir, preventivamente, com o esquema de segurança do Carnaval.

A Guarda realizou, entre a noite de ontem e madrugada de hoje, 236 atendimentos e duas ocorrências sem maior gravidade. A corporação também está identificando crianças no circuito, com pulseirinhas que reúnem os dados dos responsáveis. No domingo, foram feitas 25.584 identificações nos três principais circuitos da folia, numa ação preventiva caso os menores se percam na folia.

Transporte - Doze taxistas foram autuados, cinco por recusas de passageiros e seis por cobrança abusiva, no domingo de Carnaval. Os dados são da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob). Quem optou pelo serviço de táxi, contou com oferta de 7,2 mil veículos, com 31.440 mil pessoas transportadas. De acordo com o órgão, 742.470 pessoas foram transportadas pela folia no sistema convencional de ônibus. Já nos veículos do sistema complementar, foram transportados cerca de 57.655 mil passageiros.

A linha gratuita Lapa-Calabar, que permite o acesso ao Circuito Dodô, transportou na quarta noite de operação 129.151 mil pessoas. A linha Lapa-Terminal Aeroporto transportou mais de 1,7 mil passageiros. Já os mototaxistas transportaram 21.593 mil passageiros. O Expresso Carnaval conduziu 13.873 passageiros nas linhas em operação.

Internet grátis - Mais de 1,1 milhão de foliões usaram, somente no domingo (23), a rede de Wi-Fi gratuita Conecta Salvador disponibilizada pela prefeitura nos circuitos do Carnaval. Foram feitos 300,4 mil envios de fotos em alta resolução e mais de 600 mil acessos às redes sociais. Os dados são apurados pela Companhia Municipal de Governância Eletrônica (Cogel).

Poluição sonora - As equipes da Secretaria de Ordem Pública (Semop) fizeram, somente neste domingo (24), 91 vistorias nos circuitos e 71 monitoramento de trios, sem registro de infrações..

Salvamar - As equipes de salva-vidas atuaram intensamente no domingo de Carnaval, no circuito da orla (Barra-Ondina). Foram 42 resgastes, oito salvamentos e 115 ações preventivas.

Ouvidoria - Os foliões também estão ajudando a Prefeitura na apuração da qualidade dos serviços presados. Em três dias de festa, foram registradas 4.255 demandas, sendo 98,3% referente às equipes de rua e 1,7% do call center. Dos 4.255 registros, 2.359 foram informações/orientações, 1.393 elogios, 224 sugestões, 132 solicitações de serviço e 49 reclamações.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O folião que procura curtir o Carnaval fora dos circuitos tradicionais pode aproveitar a programação diversificada do Pelourinho, montada pela Prefeitura e que prossegue até a terça-feira (25). Nesta segunda-feira (24), o Terreiro do Samba, na Praça da Cruz Caída, será animado pelo som de Salada mista, Três na folia, Maíra Lins, Batifun e Chocolate da Bahia. Já o Palco Multicultural, na Praça das Artes (Pelourinho), terá as apresentações da banda Tallowah, Skanibais, Mavi, Os Gilsons e Time Punanny. As apresentações ocorrem a partir das 18h.

A animação promete ser a mesma apresentada no domingo (23), com atrações como a banda Roça Sound, que abriu a programação do dia no Palco Multicultural. A banda trouxe no repertório a realidade de Feira de Santana, cidade baiana também conhecida como “Princesa do Sertão”. Dentre as músicas estiveram "Verde e Cinza", novo trabalho do grupo que conta com a presença especial do também feirense Dionorina. Se apresentaram ainda as bandas Cativeiro, Clariana, Du Grave e Alice Moraes.

Fã da banda, Rebeca Melo esteve no espaço especialmente pra acompanhar a apresentação. “É importante valorizar novos talentos e a arte local”, comenta. Ian Imperial contou que, pela segunda vez, curte a programação do Palco Multicultural. “Por aqui sempre passam artistas com propostas alternativas que me agradam bastante”, disse o folião.

Samba – Já no Terreiro do Samba, espaço montado na Praça da Cruz Caída na Praça da Sé, no quarto ano consecutivo, traz atrações do reduto do ritmo genuinamente brasileira e promete muita animação. A primeira atração do domingo foi a cantora Dayana Lins, natural de Camaçari, que levou o samba aos pés do público. “Espero que seja o primeiro de muitos carnavais, adorei essa oportunidade”, comentou a cantora.

Com 15 anos de carreira, a Dayana fez um show com samba de Recôncavo e apresentou a primeira composição própria, “Pra regar minha fé”. A programação da noite continuou com Edil Pacheco, Jaguarana, Samba de Ladainha e Sotake Brasileiro.

Nascida em Ilhéus e residente na Itália há 23 anos, Ítala Ribeiro ficou encantada com a estrutura e programação do Terreiro. “Há alguns anos estou longe do Carnaval de Salvador e adorei essa opção”, comentou a foliã sobre as famílias presentes no local, a tranquilidade e segurança.

Último dia – Na terça-feira (25), último dia da folia, sobem ao Palco Multicultural a Banda de Kara no Reggae, Kainna Tawa, Makonnen Tafari, RBF Rapaziada da Baixa Fria, Kamaphew e Aspiral do Reggae, Flora Matos e DJ Tau. Já o Terreiro do Samba terá Natália Magno, Samba de Mará, Samba 1000 graus, Davi Dias e Samba de Roda Urbano.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quem passa pelos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Centro) tem visto, além dos artistas em cima do trio, outra atração da folia de Salvador em 2020. Inspirada no tema da festa, O Carnaval dos Carnavais, a cenografia enfeita e embeleza toda a cidade com 13 peças que fazem releituras de personalidades, símbolos e elementos pertencentes à cultura popular baiana.

A arte é assinada pela empresa RMota Cenografia, coordenada pela cenógrafa Renata Mota, além do coordenador de projeto e design Igor Liberato e do produtor técnico Ricardo Cavalcanti. Com sobreposição de grafismos, combinando diferentes épocas, personagens característicos baianos receberam identidades atemporais. Quem vê a figura do Rei Momo posicionada na Passarela Nelson Maleiro, no Campo Grande, por exemplo, reconhece o personagem como um artista de hip-hop.

Concepção - Formada em Arquitetura, a cenógrafa Renata Mota conta sobre a criação. “Trabalhamos em parceria com um time de designers composto por Bruno Zambelli e Rafael Oliveira, que materializaram os conceitos da proposta cenográfica em uma arte gráfica cheia de cor, texturas e identidade estética. Nossa intenção foi trazer a espontaneidade do carnaval de rua, associada a personagens do dia-a-dia, que compõem a história da folia na cidade”, afirma.

Ela também revela alguns dos personagens que inspiraram a cenografia. “Para além de reverenciar essas personalidades famosas, como o Rei Momo, também quisemos aproximar os foliões dessas representações, trabalhando com a ideia de inclusão e representatividade. Personagens comuns, como o vendedor de cerveja, também têm seu espaço no projeto”, conta.

As peças conectam os carnavais do passado com os atuais, utilizando novas caras e linguagem que mistura arte, ludicidade e atualidade. Além de ressaltarem ainda mais a beleza da festa, os símbolos cumprem a função de se tornar ponto de encontro e referência entre os foliões. Dessa forma, foram escolhidos lugares estratégicos para posicionar os elementos decorativos, como a Passarela da Barra.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...