Carnaval

0
0
0
s2sdefault

Uma operação conjunta entre Secretaria de Ordem Pública (Semop), a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Coelba, ocorrida neste domingo (11), desativou pelo menos 20 ligações clandestinas de energia elétrica no Circuito Osmar (Centro). Todas as ligações foram feitas de forma irregular por ambulantes.

De acordo com o secretário da Semop, Marcus Vinicius Passos, as ligações irregulares podem causar sérios acidentes com os foliões. “O uso clandestino pode causar, ainda, um apagão em todo o circuito, gerando um prejuízo para a Prefeitura e para as pessoas que fizeram a ligação regular para o estabelecimento, pagando todas as taxas necessárias. Nossa ação é preventiva para evitar essas ocorrências”.

Para ter uma ligação regular de energia elétrica, o cidadão deve fazer a solicitação pessoalmente a qualquer agência da Coelba. A atividade será realizada de maneira segura, por profissionais habilitados, seguindo todos os protocolos necessários.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Assim como uma boa iluminação garante a realização das partidas de futebol nos estádios e os espetáculos nos teatros, nas ruas e avenidas de Salvador neste período carnavalesco não é diferente. O reforço luminotécnico realizado pela Diretoria de Iluminação Pública, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), para a festa este ano tem ajudado na segurança dos foliões que se deslocam até os circuitos.

Desde o pré-Carnaval, quando Salvador recebeu Fuzuê, Furdunço e Pipoco, um esquema de iluminação começou a ser montado. A ação se estendeu, esta semana, para todos os bairros que recebem as atrações da festa momesca. No total, foram implantados mais de três mil projetores e 3,2 mil luminárias Low By, o equivalente à iluminação de uma cidade de 45 mil habitantes. O investimento foi de R$ 3 milhões.

“É um reforço grande mas necessário para oferecer mais qualidade ao folião para curtir o Carnaval de Salvador. Tivemos a preocupação de não apenas iluminar os circuitos oficiais mas também em colocar iluminação no entorno deles, nas estações do metrô, da Lapa, todas as vias de transbordo, finais de linha”, explica o diretor de Iluminação, Júnior Magalhães. Os projetores e as luminárias começarão a ser retirados após o último dia de Carnaval, na próxima quinta-feira (15).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A maior festa popular do planeta reúne um público de todos os cantos e gostos, com muita inclusão e diversidade. E os amantes da música eletrônica têm seu espaço garantido na folia. A Torre Eletrônica, instalada em frente ao Largo do Farol da Barra, recebe dois DJs por dia após a saída do último bloco, no Circuito Dodô (Barra-Ondina), sempre de 0h às 3h.

Fazendo som todos os dias na Torre, o Dj Santz disse estar maravilhado com a iniciava e que a repercussão nas redes sociais está muito boa. “É um avanço, principalmente pelo reconhecimento dos DJs locais dentro do Carnaval, que é uma festa para todos os ritmos. A Prefeitura acertou em cheio na programação e o resultado também nas redes sociais está bastante positivo”, explica ele.

Neste domingo (11), a animação fica por conta de Dazzo & Wolf Player. Na segunda-feira (12), Gabriel Boni & Bouzon comandam as pick-ups. Na terça-feira (13), o encerramento da programação fica por conta de Manimal & Sevenn.

Entre os intervalos do trio também tem também música eletrônica no Beco das Cores, na Rua Dias D’Ávila, na Barra. Pelo terceiro ano, o local recebe foliões do segmento LGBT, adeptos do gênero musical. As apresentações acontecem até a terça-feira (13), sempre de 19h a 0h, com os DJs Kairo San, Santz e George Ferreira.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com capacidade para 203 embarcados entre passageiros e tripulantes, o navio “The World” atracou em plena folia no Porto de Salvador neste domingo (11), e deverá permanecer na cidade até amanhã (12). Conhecido como um condomínio flutuante, a embarcação percorre o mundo levando passageiros de diversas nacionalidades que são proprietários de apartamentos que variam de um a três quartos. Eles vieram de Recife e, logo depois da pausa na capital baiana, vão seguir navegando pela costa brasileira até o final do mês.

Até a terça-feira de Carnaval (13), Salvador vai receber dois navios e um total de 7.579 passageiros, que ficam em média um dia na capital baiana. Nesta segunda-feira (12), deve chegar o MSC Preziosa, que tem capacidade para 4.363 pessoas. Já na terça-feira (13), último dia de Carnaval, chega à cidade o MSC Musica, com 3.013 passageiros. As embarcações, vindas de Santos e Rio de Janeiro, respectivamente, seguem para Ilhéus, no sul do estado.

Aeroporto – De hoje até a terça-feira (13), a estimativa para desembarcar em Salvador é de 39.979 passageiros em 282 voos. Entre os últimos dias 8 e 10 chegaram à capital 42.812 pessoas em 304 voos, de acordo com dados coletados pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

No desembarque, o visitante tem a oportunidade de tirar fotos em um painel com imagens de Salvador ao som de músicas de axé, para já entrar no clima de folia. Além disso, uma equipe de receptivo turístico da Prefeitura distribui guias do Carnaval, uma ação que também está sendo realizada na Rodoviária e no Porto de Salvador.

Economia – A Secult estima que a movimentação econômica turística para o período do Carnaval chegue a R$1,7 bilhão. O número de turistas deverá chegar a 770 mil durante toda a festa. Destes, 400 mil são do interior da Bahia, 300 mil chegam de outros estados, principalmente do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Sergipe e Minas Gerais. O número de estrangeiros chega a 70 mil, a maioria oriunda da Argentina, França, Chile, Alemanha e Uruguai.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Cláudia "Bagunceira", como Claudia Leitte se intitula, já era aguardada por uma multidão no Campo Grande quando chegou acompanhada por um exército de foliões fiéis. No domingo dedicado à pipoca no circuito mais tradicional da folia, a cantora fez a galera pular e cantar ao som dos seus hits. Na parada para agradecimentos, uma homenagem ao prefeito ACM Neto.

" A palavra que mais representa o que eu sinto é gratidão. Deus te abençoe, te dê muita sabedoria para comandar este povo. Você é diferente, que Ele te dê cobertura, proteção, se deixe guiar por essa gente, por nossa gente a fazer coisas especiais. Não só pra deixar seu nome na história porque isso você já fez, para gente começar qualquer coisa. Obrigada por fazer esse Carnaval, por acreditar na nossa festa. A gente está recebendo gente de fora. Esse é o Carnaval mais cheio dos últimos 10 anos e a gente está orgulhoso de ser baiano, de estar na nossa capital. Aqui é onde tudo começa".

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Madrinha desta edição da campanha "Eu Promovo o Carnaval Sustentável" - realizada pela Prefeitura, através da Secretaria de Cidade Sustentável e Inovação (Secis) -, Cláudia Leitte recebeu, neste domingo (11), no circuito Osmar (Campo Grande), uma placa de agradecimento por apoiar a campanha. Em 2017, o bloco Largadinho, de Cláudia, também recebeu o troféu da campanha, honraria concedida para os blocos e camarotes que mais de adequam às práticas sustentáveis.

Questionada sobre a importância da campanha, que já teve como padrinhos em edições anteriores os artistas Margareth Menezes, Durval Lelys, Saulo e Levi Lima (Jammil), a artista afirmou que o Carnaval vai além da curtição e que é preciso pensar em outros aspectos do evento. "Nós somos uma festa de alegria, mas somos feitos de cidadania. Por ser um espaço de todos, o respeito é imprescindível, principalmente onde tanta gente se aglomera e se une. Acima de tudo, precisamos de amor para fazer a festa", afirmou.

A entrega ocorreu antes da saída do seu trio pipoca para mais um dia de desfile nas ruas do Centro. A campanha ocorre desde 2014 e tem como intuito incentivar ações de sustentabilidade e preservação do meio ambiente em plena festa. São avaliados, durante todo o Carnaval os blocos, camarotes e trios que adotam práticas sustentáveis. Aqueles identificados com maior número dessas práticas receberão troféus, em evento ainda a ser agendado pela pasta. A ideia é que a premiação estimule os demais a investirem nessas ações.

Este ano, novos critérios para a efetivação da participação das entidades na campanha foram estabelecidos. Falta de acessibilidade, condições inadequadas de higiene e segurança no espaço destinado à coleta seletiva, mau atendimento aos catadores e ausência de regras claras para coibir o trabalho infantil são considerados critérios eliminatórios da campanha. Mais de 100 instituições já participaram da campanha desde 2014. Nesse período, cerca de 300 ações ligadas ao tema da sustentabilidade foram registradas pelas equipes da Secis.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A pipoca de Saulo arrasta uma multidão neste domingo (11) de Carnaval, no circuito Osmar (Campo Grande), produzindo cenas que lembram os antigos carnavais na Praça Castro Alves. Como manda a tradição, o cantor comandou a abertura do corredor humano e a roda abrindo espaço para as já conhecidas coreografias.

Saulo desfilou agradecendo pelo aos foliões pela receptividade e pelo Carnaval sem cordas. No trip, recebeu como convidadas Anaviotia, a dupla que conquistou o Brasil e recentemente gravou um EP com canções do axé. Um momento de romantismo para os foliões.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Pela primeira vez na folia, o bloco Algodão Doce, da artista Carla Perez, desfila na pipoca no Carnaval de Salvador. A ideia nasceu no intuito de levar muita diversão e alegria, com total segurança para as famílias que curtem a festa baiana com sua criançada. No seu segundo dia de circuito Osmar (Campo Grande), o Algodão Doce proporciona uma folia exclusiva para as famílias, pais e filhos. O bloco, que há 18 anos faz a alegria da criançada no Carnaval, garante uma programação imperdível e toda segurança que lhe é peculiar também na pipoca.

Entre os momentos especiais antes da saída do bloco Algodão Doce, esteve o aconchego da cantora Carla Perez para com a princesa Nicoly Santos, de sete aninhos de idade, do bairro Fazenda Coutos. A pequena cadeirante desde bebê é surda e tem paralisia cerebral. Nicoly veio para o circuito com sua mamãe, Ligia das Neves, que comentou estar muito feliz por sua filha poder compartilhar e participar dessa festa.

Festa da pipoca - “Já que a festa é da pipoca e da família, eu vou descer", anunciou a anfitriã da festa, Carla Perez, que desfilou como Carmen Miranda. A cantora não escondeu a alegria em sair sem cordas este ano. “Para mim foi um presente, pois eu já desejava. Na verdade era um sonho fazer uma festa para as crianças e suas famílias. Elas poderem brincar na paz, terem um horário só delas. Posso dizer que está sendo um sonho realizado. Estou 'muuuuuuito' feliz pelo convite, com o resultado, com o trabalho que vem sendo feito pela Prefeitura. Só tenho a agradecer.”

A cantora fez questão de falar das novidades trazidas para a folia deste ano, comentou sobre a formação do futuro folião e ainda deixou um recadinho carinho para todos os baixinhos do Algodão Doce. "O Carnaval é para todos. Com direito de brincar, seja o vovô, a vovó, a criança mais nova a mais idosa, as pessoas com algum tipo de deficiência. Enfim, muita alegria, paz, doçura e muito amor no coração de todos”.

Confira abaixo algumas das fantasias que se destacaram no Algodão Doce.

Palhacinha

A palhacinha do Algodão Doce, com toda sua criatividade e desenvoltura, é Ana Clara, que tem oito anos de idade e é natural de Rondônia. Ela está hospedada em Itapuã, veio com sua mamãe Cássia Castro pela primeira vez a Salvador e ter sua primeira experiência enquanto foliã. Ana Clara expôs estar muito feliz. E quando perguntada que fantasia infantil ela acha que está bombando nesse Carnaval, ela sorriu e disse: “a minha! Estou muito linda”.

Palhacinho

Já o palhacinho deste momento de folia é também o aniversariante do dia, Theo Fiuza, que está completando dois aninhos de idade, reside no bairro do Trobogy e comemora brincando muito no circuito, acompanhado por seus pais, Ricardo e Tatiane.

Anjinha

Até os anjinhos marcaram presença na pipoca do Algodão Doce. Eva Vitória, de três aninhos de idade, que mora no bairro de Canabrava, estava passando pelo percurso e deixando sua luz e paz. O pai, Alexandre Max, explicou que foi a mãe da garota, Raylane Novaes, quem escolheu a fantasia. "Ela acredita que nossa filha é uma anja.”

Unicórnio

Fantasia muito presente na folia infantil no Carnaval de Salvador de 2018, foi mais embelezada e ressaltada pelas lindas princesas de Paripe, Wendy Adely, quatro aninhos de idade, e Kerolly Yohanna, três aninhos de idade, que são priminhas e estavam acompanhadas por toda a família, mamães, titias e outros primos.

Joaninha e Ladybug

Joaninha e Ladybug resolveram sair de Paripe e curtir juntinhas a folia proporcionada pelo Algodão Doce. Laís Barreto (fantasiada de Joaninha), cinco anos de idade, e Sofia Santos (fantasiada de Ladybug), sete anos, não pararam um só minutinho no corredor da folia, para alegria de suas mamães e outros familiares.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Baía de Todos-os-Santos é mais um dos palcos da folia deste ano em Salvador. Pela primeira vez, acontece na terra da folia o Carnaval Náutico, uma das maiores novidades da festa em 2018. O cantor Denny Denan flutua perto do Solar do Unhão com um show para lá de especial neste domingo (11). O evento é realizado pelo Grupo Trimar Eventos Náuticos e conta com apoio da Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur). O Carnaval Náutico acontece apenas hoje.

Outras embarcações cercaram o palco flutuante. Apesar de uma corda em volta da estrutura montada, as pessoas presentes poderiam sair das lanchas, Jet Skis e pranchas para chegar mais perto do cantor em boias ou nadando, sem outras barreiras para aproximação, dando um caráter ainda mais intimista para atração. O palco ficou a aproximadamente 100 metros de distância da Bahia Marina. A expectativa é que mil pessoas assistam o show.

De acordo com um dos fundadores da Trimar Eventos Náuticos, Leonardo Macedo, a ideia veio de eventos particulares organizados na sua própria embarcação. "Sempre fazia uns shows. Dei uma parada e as pessoas começaram a cobrar", explica. Ele diz que o Carnaval Náutico é uma forma de mostrar outros lados da cidade. "A Baía de Todos-os-Santos é um lugar lindo e precisamos aproveitar esse potencial", completa.

O cantor Denny Denan conta que os foliões marítimos podem esperar muita alegria no show. Esse é o primeiro Carnaval do artista em carreira solo. "Mar, salitre, alegria. É uma mistura que sempre dá certo. Esse é o primeiros evento desse tipo do mundo, um Carnaval no mar. Fui um artista escolhido dentro de vários e me sinto muito feliz", comemora.

Apesar de ser a primeira vez do evento, a organização aponta que tem a intenção em continuar com os festejos marítimos, unindo a beleza da Baía de Todos-os-Santos e a batida da sonoridade baiana, em um dos cenários mais encantadores de Salvador.

Turismo - O Carnaval na Baía de Todos-os-Santos integra mais uma iniciativa de desenvolvimento do turismo náutico em Salvador, que abrigou seu 3º Festival Náutico no ano passado, entre os dias 2 e 13 de dezembro. Na ocasião, também ocorreu a 2ª Regata Cidade de Salvador. O Festival Náutico foi lançado pela Prefeitura em 2015, através da Saltur, e conta com a parceria do Yatcht Club da Bahia, Bahia Marina e Capitania dos Portos.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...