Lazer

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura montou uma programação especial para quem quer aproveitar atividades culturais pela cidade neste fim de semana. Já nesta quinta-feira (19), começa o 21º PercPan, maior festival brasileiro de música percussiva. O festival segue até o sábado (21), ocupando o palco do tradicional Teatro Castro Alves (TCA) nos dois primeiros dias, e o Terreiro de Jesus, no Centro Histórico, onde acontece a terceira e última noite de shows. O festival conta com o patrocínio da Prefeitura, por intermédio da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Nesta quinta-feira (19), três grupos internacionais compõem a noite de abertura. O primeiro deles é o polonês GlassDuo. A segunda atração é a cantora, compositora e multi-instrumentista Sona Jobarteh. Fechando a primeira noite, o sexteto Khusugtun, da Mongólia. O evento começa a partir das 20h, com ingressos a R$ 40 (inteira).

A segunda noite do PercPan, também no TCA, terá show de abertura do Trio MultiFaces, formado pelos percussionistas David Martins, Aquim Sacramento e Fábio Santos. Na sequência, o Grupo de Referência de Ourinhos, formado por 11 jovens percussionistas que transitam entre o universo erudito e popular. Para encerrar, o Coletivo Rumpilezzinho apresenta um repertório composto por músicas da Orkestra Rumpilezz, sob a regência do maestro Letieres Leite. O evento começa a partir das 20h, com ingressos a R$ 40 (inteira).

No sábado (21), o PercPan segue para o Terreiro de Jesus, no Centro Histórico. A última noite será aberta o show de Roberto Mendes, “O samba antes do samba”. A apresentação começa às 20h, e a entrada é franca.

Viver Barra – Outra atividade que promete agitar o fim de semana será o projeto Viver Barra, que volta com uma programação musical de qualidade para famílias e turistas que estiverem na cidade. Nesta sexta-feira (20), no Deck do Forte de Santa Maria, a apresentação começa com a banda Marana que vai fazer a alegria do público trazendo no seu som as influências de nomes como Morais Moreira e Alceu Valença, a partir das 18h.

Em seguida, é a vez do show do Bago de Jazz, grupo formado por amigos amantes da música, trazendo um repertório autoral influenciado por matrizes como a africana, europeia, americana, cubana e brasileira. O projeto é uma realização da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Rio Vermelho – O bairro mais boêmio da cidade recebe mais uma edição do Circuito Skol Rio Vermelho no domingo (22). A partir das 16h, a banda Djalma se apresenta gratuitamente no Mirante do Rio Vermelho, na Praia da Paciência. O evento conta com apoio da Prefeitura, por meio da Saltur.

Parque da Cidade – No próximo sábado (21), o público do Parque da Cidade vai ter a oportunidade de bater um papo sobre Economia Criativa, setor que vem se expandindo no Brasil mesmo em tempos de recessão. As pessoas que passarem pelo Cantinho da Leitura, das 10h às 12h, vão poder curtir o som do projeto sociomusical DM de Boa, além de ouvir poesias e histórias e ver exemplos da produção de equipamentos recicláveis.

Também no sábado (21), diversas atividades como dança, boxe, treinos funcionais e alongamentos fazem parte da programação do Ginástica para Todos. O professor Jaguar é o responsável por comandar este momento, sempre com novidades. As atividades vão acontecer das 6h às 7h, no Anfiteatro. Neste domingo (22), os contadores de histórias vão estar das 10h às 12h, no Cantinho da Leitura, apresentando o Sarau de Histórias e Brincadeiras, com contos, fábulas e muita diversão para os baixinhos. Serão distribuídos brindes e brinquedos.

Ruas de Lazer – As atividades recreativas do projeto Ruas de Lazer vão animar, neste sábado (21), as famílias da Rua Presidente Vargas, no bairro de Nova Brasília de Itapuã, das 8h às 12h. Já no domingo (22), a diversão estará garantida na Praça do Arraial do Retiro. No local, crianças e adultos vão participar de jogos esportivos, como futebol, vôlei e basquete, e de tabuleiro como dominó.

Além disso, são disponibilizadas cama elástica e pintura de rosto. Todas as atividades são desenvolvidas e monitoradas por profissionais de educação física e técnicos. Promovido pela Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), o evento acontece aos fins de semana em bairros mais carentes de equipamentos esportivos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A programação cultural da capital baiana está repleta de opções para quem vai passar o fim de semana na cidade. Gastronomia, teatro, música e esporte são algumas das atividades que a Prefeitura oferece para os soteropolitanos e turistas. Confira as opções.

Ajeum - A volta do Ajeum, programa que une cultura e arte, inclusive gastronomia com o sabor e axé da África na Bahia, é uma opção para os soteropolitanos e turistas. Até fevereiro, todas as sextas, sábados e domingos, no horário de almoço, das 11 às 16h, a Casa do Benin recebe esse projeto, que tem sido bem recebido pelos frequentadores.

Nesta edição, o público vai poder contar com oficinas gratuitas a cada sexta-feira. Para participar, basta enviar e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. A seleção será através da ordem de inscrição. Os oito primeiros inscritos receberão a confirmação.

Circuito Skol – Neste fim de semana, o Circuito Skol, projeto apoiado pela Prefeitura, traz o grupo Atooxxá, nesta sexta-feira (13), a partir das 22h, na Commons Studio Bar. O projeto do produtor musical Rafa Dias mistura ritmos baianos do arrocha e pagode. Artistas como Russo Passapusso (Baiana System), Bobby, Mahal Pita e Jef (O Quadro) serão os convidados especiais da noite. Os ingressos custam R$ 15.

No domingo, a programação começa a partir das 16h, com o pôr do sol do Rio Vermelho ao som percussivo do projeto Bahia Experimental. Idealizado pelo músico Thiago Trad, ex-baterista da banda Cascadura e integrante do Bailinho de Quinta, o projeto une diferentes linguagens musicais. O Bahia Experimental é formado por músicos de ritmos distintos como Japa System, da Baiana System, Gabi Guedes, da Orkestra Rumpilezz, Mário Pam, do Ilê Aiyê, Gil Santiago, da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), Jorge Dubman, baterista do IFÁ Afrobeat, e o músico Hendrix, que estará à frente do tradicional som dos atabaques. O evento é gratuito.

Teatro – Para quem prefere curtir as artes cênicas, a opção pode ser a peça “Valadão muda o mundo”, do Grupo Estado Dramático. A obra de humor, que utiliza a máscara teatral para revelar o grande mistério da vida, está em cartaz no Espaço Cultural da Barroquinha, nesta sexta-feira (13), e segue sábado (14) e domingo (15), sempre às 18h.

Quem também entra em cena é o espetáculo “Gbagbe”, no Teatro Gregório de Matos (TGM). O espetáculo está programado para esta sexta-feira (13), a partir das 19h; no sábado (14), às 17h e 19h; e no domingo (15), às 17h. O espetáculo é realizado pelo grupo baiano Nata - Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas, e estabelece ligações com o ritual da "árvore do esquecimento", trazendo à cena questionamentos acerca da vida cotidiana, produzindo provocações e reflexões sobre o tempo, memória, ancestralidade, afirmação e afro-brasilidade.

Dentro da mostra Retrô-Verão, também no TGM, será realizada a peça "Obsessiva dantesca", na sexta-feira (13), às 19h, no Espaço Cultural da Barroquinha. Os ingressos para as apresentações custam R$ 20 e podem ser adquiridos nos próprios espaços.

Programação no parque - No próximo domingo (15), o Grupo Basquete na Praça vai promover um momento de diversão e inclusão esportiva para os amantes do basquetebol, no Parque da Cidade. A apresentação é destinada não só para quem já pratica a modalidade, mas para aqueles que desejam aprender. Para participar, basta ir até a Praça da Capoeira, das 7h às 15h. É gratuito.

Ainda no domingo (15), o Anfiteatro Dorival Caymmi será palco para o Dance, Reggae Verão. O evento, comandado pelo cantor Jeremias Gomes, pretende, através do reggae, promover um ambiente musical e familiar, levando o público do parque a refletir sobres questões sociais, raciais e políticas, além de levar a mensagem da paz. Nesta edição, o show do cantor, filho de Edson Gomes, vai contar com as participações especiais de Rodrigo Picollo (da banda Mato Seco), Duda (Diamba), Carlinhos Nação (Nação Regueira) e Val Caetano (Dissidência). O evento começa às 11h e vai até 14h. A entrada é franca.

O clima de solidariedade também fará parte da programação do Parque da Cidade, no mesmo dia. Será realizado, na Alameda dos Ipês, das 9h às 17h, um bazar para angariar recursos para a obra da sede da Creche Mãe Nildete. O bazar terá itens como roupas de crianças e adultos, brinquedos e pequenos acessórios para decoração doméstica. A creche, que fica localizada no bairro de Coutos, é uma instituição sem fins lucrativos que atende crianças e adolescentes carentes com uma faixa etária de 1 a 14 anos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Diversão de Verão já está esquentando os palcos do Teatro Gregório de Mattos (TGM) e Espaço Cultural da Barroquinha. Desenvolvida pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) para movimentar o cenário artístico, cultural e musical na cidade nesse período da alta estação, a programação prossegue nesta quarta-feira (11) com o espetáculo “Yá Ilú”, que volta ao palco do Espaço da Barroquinha, a partir das 19h. A peça faz parte da produção “Seis olhares sobre o mundo”, do grupo baiano Nata em Solos - Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas.

Também apresentado pelo Nata em Solos, o espetáculo “Gbagbe” acontece no TGM nesta sexta-feira (13), a partir das 19h; no sábado (14), às 17h e 19h; e no domingo (15), às 17h. De acordo com a produtora do projeto, Susan Kalik, todos os participantes estão tendo a oportunidade de mostrar um panorama do trabalho produzido. “Sem contar que é muito bom estar no Centro Histórico de Salvador e apresentar o nosso trabalho em um lugar tão cultural, como o TGM e o Espaço da Barroquinha. Está sendo uma ótima oportunidade para nós”, afirma.

Dentro da mostra Retrô-Verão, será realizada a peça Obsessiva Dantesca na sexta-feira (14), às 19h, no Espaço Cultural da Barroquinha. Os ingressos para as apresentações custam R$20 e podem ser adquiridos nos próprios espaços.

Pátio do Barroca – Também de sexta-feira a domingo (13 a 15), às 18h, o pátio do Espaço da Barroquinha apresentará o Teatro sobre Rodas do Grupo Estado Dramático, que vai circular neste verão com novos espetáculos no repertório e no esquema “pague o que achar justo”. Neste fim de semana, às 18h, estreia “Valadão muda o mundo”, um espetáculo de máscaras com roteiro de Mauricio Assunção, que também assina a direção da peça ao lado de Isa Trigo numa parceria com o Grupo Pra Nós a Máscara.

Ideia – Até o dia 19 de fevereiro, a Diversão de Verão reúne uma multiplicidade de linguagens artísticas - teatro, dança, artes visuais e música - com formatos variados de atividades a exemplo de exposições, apresentações, mostras, shows e festas. Novas produções, peças teatrais de sucesso que passaram pelos palcos do Espaço da Barroquinha e TGM e apresentações musicais integram a programação, assim como o “Passou por aqui”, exposição fotográfica em parceria com o LabFoto-Facom/Ufba que reúne registros dos espetáculos apresentados em 2016 nos dois locais.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O bairro mais boêmio de Salvador recebe mais uma edição do Circuito Skol Rio Vermelho, desta vez com show do cantor Pablo Dominguez no domingo (8), a partir das 16h, no Mirante da Praia da Paciência. A iniciativa é realizada desde dezembro através de parceria entre a Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), e a cervejaria Skol.

 

Com som no estilo surf music, Dominguez animará o público com músicas que ressaltam a sonoridade do verão litorâneo da Bahia. A apresentação é gratuita e dá um toque especial ao clima efervescente do bairro, principalmente nesse período de alta estação.

 

De acordo com o presidente da Saltur, Isaac Edington, o bairro do Rio Vermelho não poderia ficar de fora do calendário de festas de verão da cidade e já anuncia a continuidade do projeto. “Mais quatro edições estão confirmadas no bairro para os dias 12, 15, 22 e 29 de janeiro”, afirmou Edington.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Parque da Cidade, recentemente requalificado pela Prefeitura, será mais uma opção de lazer para as festividades de fim de ano. O espaço funcionará normalmente, de 4h30 às 19h, durante a semana, e de 4h30 às 22h, nos fins de semana, com várias opções de lazer para os soteropolitanos. O parque agora conta com segurança 24 horas por dia, por meio da Guarda Municipal, um espaço permanente para oficina de grafite, o circuito de slackline, quadras de futebol e vôlei, além de uma das maiores pistas públicas de skate do país.

Para as crianças, há também três novos parques infantis integrativos – entre construídos e reformados –, com projeto que considerou a acessibilidade para quem tem dificuldade de locomoção. Aos que preferem meditar, foi montada a Praça Confúcio, com o reposicionamento da estátua do filósofo chinês doada à Bahia pela província de Shandong, na China. A obra, que estava depositada no parque sem o devido cuidado, ganhou destaque no centro da Praça, a partir da requalificação feita na área. O local, hoje, é um dos mais frequentados do parque.

No campo das artes plásticas, as obras Sala de Estar, Mosaicos e Jogo Capoeira, de Bel Borba, e Instabilidade, de Gabriel Fonseca, receberam cores novas e ganharam destaque, deixando o parque ainda mais charmoso. O Anfiteatro Dorival Caymmi, completamente reforma e ampliado, ganhou um novo lance de arquibancada, rampas de acesso com corrimãos, alargamento da entrada, reforma dos camarins, cercamento e a construção de banheiros, passando a oferecer mais conforto para público, artista e produtores culturais.

O Parque - Criado em 1973, através de um Decreto Municipal, e inaugurado em 1975, o Parque da Cidade preserva significativo remanescente de Mata Atlântica e restinga em uma área de 724.000 mil metros quadrados. É também o único local da cidade em que se encontram diversas espécies ornamentais e frutíferas, por conta da transição da Mata Atlântica para as dunas. Árvores como Oiti, Ipê e Pau-Brasil, assim como jaqueiras, mangueiras e sapotizeiros, são facilmente encontrados no terreno.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Estrutura funciona diariamente no segundo piso do Mercado de Itapuã e conta com 14 estandes reunindo diversos produtos com matéria-prima sustentável

Após um ano de inauguração, o Mercado Municipal de Itapuã vai se firmando como um importante espaço de comércio e lazer para moradores e turistas da capital baiana. Além do comércio de produtos de hortifrutti, mercearia, peixaria e açougue, a estrutura administrada pela Prefeitura também conta com área de lazer e Centro de Artesanato – este último como novidade no local e instalado no segundo piso do Mercado.

Nos 14 estandes disponíveis, os artesãos comercializam produtos feitos principalmente com matéria prima sustentável, como sisal, couro, metal, búzios, casca de coco, argila, madeira, com tecelagem, bijuterias e vestuário. “Na estrutura antiga do mercado não havia espaço para artesanato. No projeto de requalificação, atendendo a um pedido dos próprios artesãos, foi disponibilizado um local para o comércio desses produtos”, explica o coordenador de Feiras e Mercados da Semop, Dennes Henrique. O espaço para exposição das obras foi cedido através de um termo de permissão de uso para exploração do espaço público.

Demais ambientes – Com área total de 2.030,69 m² e investimento de aproximadamente R$4,7 milhões, o Mercado de Itapuã conta no total com 42 boxes, disponibilizados em três pavimentos. Do montante, 17 são disponibilizados para restaurantes, sendo nove na parte superior e oito no térreo. No terceiro piso há palco para realização de apresentações artísticas. “Em um mesmo espaço, as pessoas podem fazer compras, saborear a culinária local e, ainda por cima, aproveitar a vista para o mar”, complementa Henrique. O horário de funcionamento do Mercado é de segunda a sábado, das 6h às 20h, e domingos e feriados, das 6h às 16h.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os letreiros de promoção turística localizados no Farol da Barra e na Praça Tomé de Souza, no Centro Histórico, ganharam uma nova roupagem nesta quarta-feira (14). Anunciando a chegada de 2017, o novo leiaute ganhou tonalidade azul marinho e apresenta símbolos culturais típicos da virada do ano: a pomba, a figa e o trevo, conhecidos por simbolizarem a paz e a sorte.

Lançada no Réveillon de 2014, pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), os letreiros Salvador já são um dos principais atrativos da cidade. Além de ter um grande apelo estético, as peças promovem datas especiais e eventos importantes da cidade. Comunicando e promovendo Salvador para os próprios soteropolitanos e turistas.

Réveillon 2017 –Consolidada como maior festa de fim de ano do país, o Réveillon de Salvador 2017 terá cinco dias de festa distribuídos em 28 grandes shows, com mais de 300 artistas envolvidos, 50 horas de música e atrações de renome nacional. O evento acontece entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro. A programação completa do evento pode ser encontrada no site www.viva2017.com.br.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Acontece nesta sexta-feira (02), no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, a 45ª edição do Dia do Samba com as participações das cantoras Zélia Duncan e Daniela Mercury. A apresentação gratuita será a partir das 19h e conta com o patrocínio da Prefeitura por intermédio da Empresa Salvador Turismo (Saltur). Zélia Duncan levará ao palco o show baseado no seu mais novo disco, “Antes do mundo acabar”, onde ela canta sambas.

Já Daniela Mercury fará uma apresentação especial, que ainda terá artistas como Juliana Ribeiro, Claudete Macedo, Gal do Beco, Verônica do Mar, Vânia Bárbara, Clécia Queiroz e Cláudia Costa. Edil Pacheco, Nelson Rufino, Walmir Lima, Gerônimo, Aloísio Menezes, Raimundo Sodré, Roberto Mendes, Roque Bentenquê, Tom Barreto e o grupo paulista Bambas de Sampa também são atrações confirmadas.

Patrimônio imaterial da humanidade. Assim é classificada a música contagiante que flui por todos os cantos da Bahia e do mundo. Instituído em 1963 e comemorado em praça pública desde 1972, o Dia Nacional do Samba é motivo de programação especial em todo o país. A escolha da data, 2 de dezembro, tem várias versões. Em uma delas, alguns historiadores contam que o dia foi escolhido em homenagem à primeira visita de Ary Barroso à Bahia.

Nesta versão, o Dia Nacional do Samba surgiu por iniciativa de um vereador baiano, Luis Monteiro da Costa, para homenagear Ary Barroso. Ary já tinha composto seu sucesso “Na Baixa do Sapateiro”, mas nunca havia posto os pés na Bahia. Esta foi a data que ele visitou Salvador pela primeira vez. A festa foi se espalhando pelo Brasil e virou uma comemoração nacional.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O projeto Venha Viver o Mercado, da Fundação Gregório de Mattos, prevê para esta semana, de sexta (02) a domingo (04), uma agenda diversificada em forma de vivências culturais, receptivo e informações sobre o famoso ponto turístico, fortalecendo a identidade da cidade.

Sexta (02), às 11h, o Segredos do Mercado recebe os visitantes com as baianas caracterizadas com saias rodadas, panos da costa, torso na cabeça, bata e colares com cores de orixás, possibilitando aos turistas e baianos dispor de informações sobre o equipamento, podendo registrar o momento da visita com fotografias gratuitamente. Às 17h, no Pôr do Sol no Mercado, todo mundo está convidado para apreciar o entardecer ao som da música instrumental dos irmãos Barros Reis, que formam o Duo Barros Reis.

Sábado (03), às 11h, o Segredos do Mercado volta com as baianas vestidas a caráter recepcionando os visitantes. Para começar bem para cima o domingo (04), das 10h30 às 12h, o Domingão no Mercado traz música itinerante promovendo um passeio musical pelo térreo e primeiro andar com o pessoal do Ambiente Brasileiro.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...