Lazer

0
0
0
s2sdefault

A partir deste final de semana, o Comércio receberá as primeiras atrações do Festival da Primavera, evento que começou no último sábado (14) e segue até 29 deste mês com uma extensa programação que envolve muita música, feiras, gastronomia, esporte e atividades de cultura e lazer. Esta é a primeira vez que o bairro histórico será o palco principal do festival, que marca a chegada da estação das flores. Tudo de graça!

A iniciativa de tornar o Comércio o espaço principal do festival é uma das ações concretas do programa municipal #vemprocentro, que visa dar uma nova vida a essa parte da cidade. Isso envolve, além das obras de requalificação e estímulo à moradia, a adoção de uma programação cultural e de lazer permanente, movimentando espaços como a Praça da Inglaterra, recentemente revitalizada, e a área portuária, na Avenida da França.

É na Praça da Inglaterra, por exemplo, que acontece a Feira Criativa, com início neste sábado e domingo, das 12h às 22h. O evento reunirá dezenas de estandes gastronômicos, de cultura pop, artesanato, sustentabilidade, programação infantil e shows.

Ainda na praça, o público poderá assistir, neste sábado, às 15h, a mostra Casulo de Artes Inclusivas. Formado por artistas deficientes, o grupo produz e desenvolve ações culturais de teatro e música e já se consagrou como um marco no cenário artístico da capital baiana. Logo após a apresentação, o projeto idealizado pelo músico Luciano Calazans, “Tribass”, toca no local a partir das 16h.

O Tribass é a realização de um encontro de três baixistas expoentes da música popular brasileira, cada um em seu estilo e peculiaridade. Além de Luciano Calazans, o projeto conta com os talentosos Alexandre Vieira e Gigi Cerqueira. Às 17h, a população confere outro projeto especial o “Serafim e o Nordeste Experimental”. A iniciativa se fundamenta em uma pesquisa rítmica da música portuguesa e afro-nordestina, mesclada ao rock e pop universal.

Shows - Por volta das 19h deste sábado, a Orquestra Popular da Bahia (OPB) faz show especial para o Festival da Primavera, o “The Beatles”, com participações especiais dos cantores Tuca Fernandes, Alex Góes e Serginho (Adão Negro). Quem encerra as apresentações é o reggae da banda Diamba.

No domingo (22), o convite é especial para a garotada. Os shows neste dia acontecem no Porto Salvador Eventos, na Avenida da França, e quem começará se apresentando é Lore Improta, com o “Show da Lore”, às 16h. Logo em seguida, o grupo Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz toca no “Baile Rumpilezz Black”. Às 20h30, um dos nomes mais importantes do hip-hop nacional, Baco Exu do Blues, faz um dos shows mais esperados, levando repertório do disco "Bluesman", o segundo da carreira do músico, que foi avaliado pela revista Rolling Stone como "o melhor" de 2018.

Exposições de carros - A Avenida da França terá trecho interditado, neste domingo (22), para receber eventos de lazer. Haverá no local um Encontro de Automodelismo. Das 10h às 15h, pessoas de todas as idades poderão levar e assistir a demonstrações de seus veículos miniaturas, guiados por controle remoto, para correr na pista permanente de automodelismo que será inaugurada para receber eventos relacionados ao esporte.

A partir das 9h de domingo, outras atividades relacionadas a carros movimentarão a Avenida da França Serão realizadas apresentações e exibições de alguns modelos de kart. Haverá também uma super exposição de carros e a Arrancada de Empurra, uma disputa em um espaço fechado onde uma mulher tem de estar ao volante e quatro homens empurrando o veículo com o motor desligado.

Skate e jogos - Também no domingo (22) acontece, na Avenida da França, o Skates Festival, de 9h às 15h, que contará com uma estrutura profissional para receber esqueitistas de toda a cidade. Haverá circuito com rampas e pistas para as manobras radicais do esporte. Quem estiver no local poderá acompanhar um campeonato, além de fazer aulas de skate e treinar.

Neste mesmo dia, as famílias poderão também participar de jogos de salão ao ar livre. Das 9h às 15h, a Avenida da França recebe jogos de dama, xadrez e futebol de botão. Além disso, a criançada será convidada também para participar do Circuito de Minibikes, das 9h às 16h.

A programação completa do Festival da Primavera, que acontece em outros bairros de Salvador, pode ser conferida no site www. festivaldaprimavera. salvador. ba. gov. br.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Cerâmica, fuxico, tricô, flores, artigos pet, pratos da culinária baiana e uma gama de atrações culturais. A 8ª edição da Feira de Artes da Primavera, promovida pela Prefeitura em parceria com a Associação dos Artesões da Bahia, reúne 500 expositores de todo o estado. A feira foi aberta nesta terça-feira (17) e segue até segunda (23), na Praça Dois de Julho, Campo Grande, sempre das 9h às 21h.

A atividade de estímulo ao empreendedorismo e cultura integra a programação do Festival da Primavera, que acontece até o dia 29 em vários pontos de Salvador. Nesta edição, a novidade é o "Corredor de Cerâmica", uma ala com cerca de 50 expositores que ofertam peças produzidas em Maragogipinho, distrito do município de Aratuípe, no Recôncavo.

Depois de percorrer 90 km de Maragogipinho a Salvador, o oleiro Roque Santos, 45 anos, e a esposa Luciane Santos, de mesma idade, apostam no aquecimento do comércio no final de semana. “Vamos vender muitas peças aqui”, disse o artesão, que participa da feira pela primeira vez. No estande instalado no “Corredor de Cerâmica”, há diversas peças feitas do material. Vasos para plantas, imagens decorativas, luminárias de várias formas e tamanhos que chamam atenção pelos detalhes e cores. “Temos tudo para decoração. Quem passa por aqui com certeza leva alguma coisinha para enfeitar a casa”, garante Roque Santos.

Comércio primaveril - Nos espaços reservados à venda de flores e plantas, a Primavera já se anuncia. O aspecto exuberante das mudas de plantas é no mínimo convidativo. A diversidade também chama atenção de quem passa pelo local. São orquídeas, rosas, pés de alecrim, tomilho, orégano e as mais diversas plantas aromáticas e ornamentais. Para o dono do negócio, o floricultor Antônio de José, veterano no evento, a feira é uma ótima oportunidade. “Essa é uma época em que as plantas estão bonitas, vistosas. Montamos um estande que chama atenção pela beleza e isso atrai o público”, frisa o comerciante.

Moradora da Corredor da Vitória, a aposentada e também artesã Ana Araújo, 71 anos, aproveitou a feira para comprar lembranças que levará para amigos no exterior. Nas compras, artigos como canetas ornamentadas com fuxico, imãs de geladeira e pegadores de recados decorados. “Aproveitei para comprar uns presentinhos com a cara da Bahia que levarei para amigos de fora. Sempre venho para essas feirinhas. Esse espaço aqui é ótimo. É muito importante ofertar oportunidade para os artesãos, afinal há quem viva apenas da atividade”.

Artigos pet - O evento tem também espaço para o mercado pet, em especial para cães e gatos. No estande da artesã Regina Santos, há roupas, coleiras, tigelas, acessórios e até camas para os bichanos. “É um mercado que tem crescido muito. Estou vindo pela segunda vez e acho que esse ano será ainda melhor”, diz a comerciante, ressaltando o espaço onde a feira acontece favorece o segmento do seu negócio. “Muita gente passeia por aqui com os animais e tenho certeza que receberemos muitos clientes e seus animais de estimação”, comenta ela, enquanto organizava os artigos.

Além da oferta de produtos, a programação contempla apresentações culturais, a partir das 16h. Na programação, muita música e manifestações como samba de roda. No aspecto gastronômico, além dos pratos tradicionais, bolos e doces típicos, o evento também conta com delícias regionais, a exemplo da maniçoba, e estandes especializados com opções e variações para adeptos da culinária vegana. Também há espaço para o aprendizado do artesanato. Estão sendo realizadas oficinas de artes abertas ao público, através do Projeto Adaba Jovem Aprendiz, onde crianças e adultos interessados podem aprender a produzir peças.

Oportunidade - A feira é um evento solidário, que garante oportunidade para que os artistas baianos comercializem seus produtos. “O objetivo da feira é defender e valorizar os artesãos baianos, trazendo o interior para capital e dando oportunidade para que o trabalho desses profissionais seja mostrado, resgatando a cultura popular. Temos representantes de 15 municípios”, afirma João Duran, coordenador-geral da Associação dos Artesões da Bahia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Da cerâmica ao laço de fita, unindo aspectos culturais de diversos municípios da Bahia, a oitava edição da Feira de Artes da Primavera, promovida pela Associação dos Artesões da Bahia, vai reunir 500 expositores desta terça-feira (17) a segunda (23), na Praça Dois de Julho, no Campo Grande, sempre das 9h às 21h. O evento integra a programação do Festival da Primavera, que acontece até o dia 29 em vários pontos da cidade.

A feita terá peças de artes e artesanato, atrações musicais, variedade de plantas e flores, pratos da culinária regional e uma gama de atrações culturais. Nesta edição, a novidade será um "Corredor de Cerâmica", uma ala com cerca de 20 expositores apresentando peças produzidas em Maragogipinho, distrito do município de Aratuípe, no Recôncavo.

Além disso, o espaço vai abrigar manifestações como samba de roda, exposição de móveis retrô, cestos trançados e peças confeccionadas em crochê, trabalho muito forte oriundo do município de Candeias.

No aspecto gastronômico, além dos pratos tradicionais, bolos e doces típicos, o evento também contará com delícias regionais, a exemplo da maniçoba, e stands especializados com opções e variações para adeptos da culinária vegana. Todos os dias, quem for à Feira de Artes da Primavera contará ainda com a animação de diversos grupos musicais que se apresentarão a partir das 16h.

E tem mais: serão realizadas oficinas de artes abertas ao público, através do Projeto Adaba Jovem Aprendiz, onde crianças e adultos poderão aprender a produzir peças de artesanato.

Solidário - A feira é um evento solidário, que garante oportunidade para que os artistas baianos comercializem seus produtos. “O objetivo da feira é defender e valorizar os artesãos baianos, trazendo o interior para capital e dando oportunidade para que o trabalho desses profissionais seja mostrado, resgatando a cultura popular. Estarão presentes representantes de 15 municípios”, afirma João Duran, coordenador geral da Associação dos Artesões da Bahia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O Festival da Primavera começa em grande estilo com a segunda edição da Festa de San Gennaro, realizada neste sábado (14), na Rua Professora Almerinda Dultra, no Rio Vermelho, das 10h às 22h. O evento já acontece em Nápoles, Nova Iorque, São Paulo e, desde o ano passado, em Salvador. O objetivo é celebrar a gastronomia italiana na cidade, promovendo uma festa de rua com a união de diversos restaurantes, com pratos a preços populares entre R$10 e R$30 reais.

A ideia surgiu depois que o chef do Pasta em Casa e organizador do evento, Celso Vieira, voltou de uma viagem à cidade de Nápoles. Trabalhando há 30 anos com a gastronomia italiana, ele elaborou o projeto e apresentou à Empresa de Turismo de Salvador (Saltur), vinculada à Prefeitura de Salvador, que decidiu apoiar. É a Saltur que organiza o Festival da Primavera, que acontece entre sábado (14) e dia 29, com uma programação diversificada em vários pontos da cidade.

Em sua primeira edição, a Festa de San Gennaro conseguiu reunir um público de cerca de 3 mil pessoas. “Foi muito gratificante. Estávamos um pouco assustados por ser um evento de rua. A Festa de San Gennaro é uma celebração do nosso trabalho em gastronomia e uma oportunidade do público ter acesso, em um só lugar e num único dia, às mais variadas referências à Velha Bota que se encontram em Salvador”, contou o chef do Pasta em Casa.

Para esse ano, Celso disse ter dobrado as expectativas em relação ao evento. “Temos o apoio da Coca-Cola, que cede as barracas, e a autorização da Prefeitura. A festa é segura, é voltada para a família, não tem correria. A minha expectativa esse ano é dobrar o público. Aumentamos o número de barracas de comida e bebidas para 13 nesta edição. O público vai ter comida italiana de lugares diferentes. Vai ser uma festa enorme”, declarou.

Música - Além do Pasta em Casa, participam da festa também os restaurantes como Alessandro Narduzzi, Bella Napoli, Bottino, Buoni Amici, Di Liana, Isola dei Sapori, Manga, Massimo Cremonini, Mondo Gelateria, Sagaz, entre outros. Para compor a programação, apresentações musicais acontecerão concomitante com a mostra gastronômica, com as participações de Rose Lima, Luciano Salvador Bahia, DJ El Cabong e artistas de diversos gêneros.

Maratona Salvador - O evento que abre o Festival da Primavera acontece um dia antes da 3ª edição da Maratona Salvador. Na oportunidade, o chef promete servir um prato fit com preço especial para os maratonistas. Os competidores ganharão desconto mediante apresentação do comprovante de inscrição na competição.

Tradição - San Gennaro foi um bispo de Benevento, perseguido e decapitado pelo Império Romano, tornando-se santo e mártir da Igreja Católica. Uma mulher teria coletado um pouco do seu sangue, conservando-o até hoje em um relicário na Catedral de Nápolis. Um suposto milagre de liquefação deste sangue é celebrado com grande pompa e esplendor em 19 de setembro pelas ruas da cidade, com espaço garantido para o melhor da gastronomia local.

Os italianos acreditam que o santo é quem defendia Nápoles do vulcão Vesúvio, que atualmente está adormecido. Uma das festas mais antigas e importantes em Nova Iorque, a tradicional San Gennaro também é comemorada em São Paulo há 46 anos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O evento que marca a chegada da estação das flores e inicia o período de alta estação do turismo em Salvador será realizado este ano entre 14 e 29 de setembro, contemplando shows, teatro, esporte, feiras de rua, poesia e ações de lazer para toda família. Os detalhes de mais uma edição do Festival da Primavera foram divulgados hoje (09) pelo prefeito ACM Neto, em coletiva no Teatro Gregório de Mattos que mancou também o lançamento do projeto #vemprocentro.

"Pela primeira vez, o Festival da Primavera terá como palco principal o Centro Histórico, em especial o bairro do Comércio, dentro dessa estratégia que estamos lançando hoje aqui, chamada de #vemprocentro, que visa dar vida a essa parte da cidade também nos finais de semana, com uma intensa programação cultural, de esporte e lazer. As pessoas vão poder desfrutar de um Comércio com mais cores, mais vida, com novos equipamentos e serviços", disse o prefeito.

Também participaram da coletiva o vice-prefeito Bruno Reis; os secretários de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara; os presidentes da Saltur, Isaac Edington, e da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro; entre outras autoridades, a exemplo do presidente da Câmara Municipal, Geraldo Júnior.

"Queremos que não só os turistas, mas principalmente os soteropolitanos, ocupem o Centro Histórico. Estamos investindo R$300 milhões em obras de infraestrutura nessa região. Também estamos transferindo, até o final deste ano, 80% dos órgãos municipais para o Comércio, dentro dessa estratégia de ocupação. O Festival da Primavera faz parte do #vemprocentro", salientou ACM Neto.

Presidente do órgão que organiza o evento, a Saltur, Isaac Edington lembrou que essa será a sétima edição do Festival da Primavera, idealizado pela atual gestão e inserido no calendário de eventos da cidade. "A gente faz a gestão dessa plataforma de eventos sempre criando novos produtos e valorizando os ativos que a cidade têm. O Festival da Primavera faz parte dessa estratégia, que estimula o turismo, a economia criativa, a gastronomia, o esporte, a música e as artes em geral".

Programação - O Festival da Primavera terá a maior parte da programação realizada no bairro do Comércio, mas ações também acontecem no Centro Histórico, Rio Vermelho, Dique do Tororó, Jardim dos Namorados, Barra, Subúrbio e Valéria. Porém, os destaques deste ano estão por conta dos dois espaços para shows no Comércio – um localizado na Praça da Inglaterra e outro na Avenida da França: o Porto Salvador Eventos.

Entre os nomes que estarão nos palcos do Comércio estão Baco Exu do Blues, Diamba, Orquestra Rumpilezz, Orquestra Popular da Bahia (OPB) em show especial “Beatlles”, show infantil com Lore Improta, Danniel Vieira e muito mais. O Comércio ainda recebe ações de lazer e entretenimento para crianças e adultos, concentrados também na Praça da Inglaterra e na Avenida da França.

Além do Centro Histórico, o Festival da Primavera levará shows ao Rio Vermelho – Orquestra Afrosinfônica, Larissa Luz e Adão Negro se apresentam por lá. Além de eventos esportivos, como a Maratona Salvador, o Hero Salvador, o Barra Padlle Sup Race e o Passeio Ciclístico da Primavera.

Também acontece a tradicional “Volta ao Dique”, com o Mudei de Nome, e os shows da Maratona Salvador, que este ano terá a banda Jammil e apresentações do FitDance na Barra. A programação do Festival da Primavera conta com dezenas de ações. É possível conferir todas através do site www. festivaldaprimavera. salvador. ba. gov. br.

Shows - Os shows do Festival da Primavera começam no dia 15 de setembro, durante a Maratona Salvador. Por volta das 11h, o projeto FitDance faz apresentações em palco montado no Farol da Barra, animando o público presente. Além dos dançarinos, a banda Jammil se apresenta no local às 12h30. Ao longo do percurso da Maratona, que vai da Barra até Itapuã, mais três apresentações vão aquecer os atletas e o público que for conferir a competição: a dupla Juan e Ravena, o projeto Malezinho e Fred Menendez.

No Comércio, os shows começam dia 21 (sábado), na Praça da Inglaterra. Se apresentam no local a Mostra Casulo de Artes Inclusivas, às 15h.O casulo tem o objetivo de fomentar as artes concebidas, produzidas e desenvolvidas por artistas com deficiência e já se consagrou como um marco no cenário artístico.

Logo após a apresentação, o projeto idealizado pelo músico Luciano Calazans, “Tribass”, toca no local a partir das 16h. O Tribass é a realização de um encontro de três baixistas expoentes da música popular brasileira, cada um em seu estilo e peculiaridade. Além do Luciano Calazans, o projeto conta com os talentosos Alexandre Vieira e Gigi Cerqueira.

Às 17h, o público confere outro projeto especial o “Serafim e o Nordeste Experimental”. O projeto se fundamenta em uma pesquisa rítmica das células da música portuguesa e afro-nordestina, mescladas ao rock e pop universal. Por volta das 19h, a Orquestra Popular Brasileira (OPB) faz show especial para o Festival da Primavera, o “The Beatles”, com participações especiais dos cantores Tuca Fernandes, Alex Góes e Serginho (Adão Negro). Quem encerra as apresentações do dia 21 é o reggae da banda Diamba.

Já no dia 22 (domingo), o convite é especial para a garotada. Os shows neste dia acontecem no Porto Salvador Eventos, na Avenida da França. Quem começa a tocar é a Lore, com o “Show da Lore”, às 16h. Lodo em seguida, o grupo Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz se apresenta com o show “Baile Rumpilezz Black”. Às 20h30, um dos nomes mais importantes do hip-hop nacional, o Baco Exu do Blues, faz um dos shows mais esperados. Baco levará ao festival o show do disco "Bluesman", o segundo da carreira do músico, que foi avaliado pela revista Rolling Stone como "o melhor" de 2018.

Os shows no Comércio não param por aí. No dia 28, no Porto Salvador Eventos (Avenida da França), tocam o Forró do Tico, às 19h, e o Danniel Vieira, às 20h20. E no último dia de shows no bairro, em 29 de setembro, as apresentações acontecem na Praça da Inglaterra. Tocam no espaço o Restgate Blues, às 17h, Zuhri às 18h30 e por fim a banda Skanibais, às 20h.
No Rio Vermelho, os shows acontecem dia 28. A Orquestra Afrosinfônica apresenta o show “Vozes Negras”, a partir das 18h30. No palco instalado no Largo da Mariquita toca também a Larissa Luz, com o show “Trovão”, e, por último, Adão Negro com o lançamento no novo CD da banda, por volta das 21h.

No último dia de Festival da Primavera, mais uma grande apresentação musical acontece no Dique do Tororo: a tradicional “Volta ao Dique”, com o projeto Mudei de Nome. A bordo do trio pranchão, Ricardo Chaves, Ramon Cruz, Magary Lord, Jonga Cunha e Andrezão Simões prometem levar o clima do Carnaval ao público que acompanhar a festa.
Lazer - A partir do dia 21 de setembro, o bairro do Comércio nunca mais será o mesmo. A Prefeitura lança o programa #vemprocentro, que tem como objetivo convocar a população para movimentar o Centro Histórico cidade. O Festival da Primavera inaugura as ações culturais no local.

Para começar as ações será montada uma Feira Criativa nos finais de semana de 21 e 22 e de 28 e 29 de setembro. A feira será montada na Praça da Inglaterra e receberá dezenas de stands gastronômicos, de cultura pop, artesanato, sustentabilidade e bem-estar. E para deixar o público visitante animado, o evento terá saraus, oficinas, jogos infantis, shows e muito mais. Um dos palcos do Festival da Primavera ficará localizado ao lado da feira.

Além desse espaço, os domingos 22 e 28 receberão ações na Avenida da França, que terá parte interditada para receber eventos de lazer. No dia 22, haverá no local um Encontro de Automodelismo. Das 10h às 15h, pessoas de todas as idades poderão fazer demonstrações de seus automodelos na pista permanente que será inaugurada na Avenida da França, para sediar outros eventos de automodelismo na região.

Na Avenida da França também serão realizadas apresentações e exibições de alguns modelos de kart. Ainda no local haverá uma super Exposição de Carros. Haverá, ainda, a Arrancada de Empurra, uma disputa em um espaço fechado onde uma mulher tem de estar ao volante e quatro homens empurrando o veículo com o motor desligado.

Também no dia 22 acontece, na Avenida da França, o Skates Festival, de 9h às 15h. Toda uma estrutura profissional será montada para receber os skatitas de toda a cidade. Haverá circuito com rampas e pistas para as manobras radicais do esporte. Quem estiver no local poderá acompanhar um campeonato, além de fazer aulas de Skate e treinar.

Nos dias 22 e 29, as famílias poderão também participar de Jogos de Salão ao ar livre. Das 9h às 15h haverá, na Avenida da França, jogos de dama, xadrez e futebol de botão. Nas mesmas datas (22 e 29), a criançada será convidada também pra participar do Circuito de Minibikes, das 9h às 16h. Por último, no dia 29, um cinema a céu aberto será montado também na Avenida da França, às 17h30. Mais de 200 pessoas são esperadas para assistir a filmes e comer muita pipoca.

Ainda no dia 22, uma ação de incentivo ao turismo vai acontecer também no Centro Histórico, o Turibike. O evento tem como principal objetivo promover o cicloturismo em nossa cidade e oferecer aos participantes pedal educativo na primeira capital do Brasil. Haverá saídas às 9h, 11h, 14h e 16h.

Esportes - Com mais um recorde de inscrições, a 3° edição da Maratona de Salvador integra a programação do Festival da Primavera. O evento, que começará por volta das 5h30, terá apresentações musicais por volta das 11h, no Farol da Barra. Além da Maratona, o festival conta também com o Barra Paddle Sup Race - campeonato de Stand Up Paddle e Paddle Board, que será realizado no dia 28, a partir das 7h, na praia do Porto da Barra.

E as ações esportivas não param por aí: o Hero Salvador está indo para sua 3ª edição. Depois da 1ª edição, no Farol da Barra, e a 2ª, no Shopping da Bahia, a próxima chega com a novidade de ocorrer em dois locais diferentes. No dia 28, o desafio será novamente no estacionamento do Shopping da Bahia; no dia 29, a competição será no Jardim dos Namorados, com acesso gratuito para o público expectador.

Feiras - No próximo dia 14 de setembro (sábado), das 10h às 22h, na rua Professora Almerinda Dutra, no Rio Vermelho, acontece a segunda edição da Festa de San Gennaro em Salvador. Além do Pasta em Casa, organizador do evento, participam da festa restaurantes como Alessandro Narduzzi, Bella Napoli, Bottino, Buoni Amici, Di Liana, Isola dei Sapori, Manga, Massimo Cremonini, Mondo Gelateria, Sagaz, entre outros.

A festa tem o objetivo de unir e fortalecer a gastronomia italiana da capital baiana. Resgatando o espírito das festas de largo tão comuns ao Rio Vermelho, a de San Gennaro vai oferecer o melhor da cozinha italiana no formato comida de rua a preço acessível. Além disso, o evento conta também com uma vasta programação de lazer ao longo do dia.

Outro evento de rua será a Feira de Artes na Primavera, que acontece mais uma vez no Festival da Primavera. O evento será realizado na Praça do Campo Grande, entre os dias 17 e 22 de setembro. Contará com muitos estands de plantas e flores, artesanatos reciclados e de diferentes tipologias, praça de alimentação repleta de quitutes de feira, inclusive da culinária vegana. Todos os dias artistas se apresentarão para abrilhantarem ainda mais o evento. Serão realizadas também oficinas de artes abertas ao público, através do Projeto Adaba Jovem Aprendiz. No último dia da feira (22), acontecerá um Desfile de Modas, produzido pelas expositoras artesãs.

Ciclismo - Marcado para o dia 29 de setembro (domingo), o Encontro Cicloturístico da Primavera está sendo planejado para que os amantes das bicicletas se reúnam mais uma vez e possam realizar o maior passeio ciclístico de Salvador. Serão aproximadamente 25km de pedal. O evento tem realização do Movimento Salvador Vai de Bike, projeto coordenado pela Saltur, em parceria com a comunidade "Amigos de Bike". As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do link http: // bit. ly/ 30rBSdN.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Apesar da expectativa para o fim de semana ser de chuvas ocasionais, o clima cultural vai estar aquecido neste fim de semana em Salvador. Quem quiser aproveitar a cidade, desde atividades ao ar livre até exposições, terá atividades garantidas em diversos pontos de cultura.

Quem comparecer na orla da Barra para uma caminhada ou para apreciar o por do sol, caso o tempo fique firme, tem como opção apreciar a exposição temporária “Eles são do mar”, no espaço Fragmentos, na área externa do Forte Santa Maria. A mostra fotográfica busca compartilhar os olhares dos fotógrafos Deco Olivieri, Lu Brito, Mateus Morbeck e Peu Fernandes em relação aos mistérios do mar da Bahia. A mostra fica em exposição até primeiro de outubro e é gratuita. O acesso é a partir das 11h.

Além disso, os espaços Pierre Verger da Fotografia Baiana e Carybé das Artes, situados nos fortes Santa Maria e São Diogo, respectivamente, estarão funcionando normalmente. O Pierre Verger possui uma exposição permanente dividida em seis eixos principais, a exemplo da sessão Retratos, que mostra desde as primeiras fotografias feitas na Bahia com retratos de personalidades importantes até as atuais “selfies”.

Já no espaço Carybé das Artes é possível encontrar um cavalete e uma mesa com material de pintura que simulam um atelier. Sobre o cavalete uma TV serve de “tela” de pintura para o visitante, que desvende desenhos do artista com movimento das mãos e pincéis. Um conjunto de nove projetores colore o espaço com desenhos de Carybé que surgem e desaparecem nas paredes internas do Forte. O público ainda pode explorar, através de um óculos de realidade virtual, exposições que aconteceram ou que foram criadas especificamente para o projeto.

Os espaços culturais ficam abertos para visitação de quarta à segunda, inclusive feriados, das 11h às 19h. O ingresso, com direito à visitação a ambos os fortes, custa R$20 (inteira) e tem meia-entrada para estudantes e pessoas a partir de 60 anos.

Audiovisual – Neste sábado (20), às 18h, tem estreia do documentário “Mulheres da Pá Virada”, na Sala Walter Silveira, nos Barris. O curta-metragem faz o registro de depoimentos, histórias e luta de 12 mulheres capoeiristas, de diferentes estilos, linhagens e percursos apresentando uma diversidade étnico-racial, geracional e de inserção na capoeira. Há a participação de mestras, contramestras e professoras e é gravado em Salvador. O documentário contou com o financiamento do prêmio Capoeira Viva Salvador ano II, promovido pela Prefeitura através da Fundação Gregório de Matos (FGM).

Ancestralidade – Continua disponível para visitação a exposição Orixás da Bahia, no Espaço Cultural da Barroquinha. Além das 14 esculturas em tamanho real dos orixás, feitas por Alecy Azevedo em papel machê, houve o acréscimo de mais quatro representações de entidades: Ossain, Iroco, Logun Edé e Ibeji. A visitação é gratuita e estará aberta de quarta a domingo, das 14h às 19h.

Esportes – Quem gosta de futebol society poderá acompanhar a Copa das Ligas que terá, neste sábado (20), a realização de mais quatro partidas. No Clube Paranapanema, no Jardim das Margaridas, enfrentam Praia Grande x Arenoso, às 10h, e Resgate x Planalto Real, às 11h. Pela tarde, na AABB, em Piatã, os confrontos são entre Arena do Dique x Poeirão, às 14h, e a seguir Baixiense x Mata Escura, às 15h.

Público infantil – As crianças também terão atividades para se divertir através do projeto Ruas de Lazer. Neste sábado (20), o projeto ocorrerá na Nova Constituinte, na Praça do Congo e, simultaneamente, na Rua Simone Barradas, no bairro do Jardim Nova Esperança. No domingo (21) o projeto chega à Vila Dois de Julho, no Trobogy, e na Rua da Esperança, no bairro de Plataforma. Em todos os dias a programação será realizada pela manhã com diversas alternativas de entretenimento para as crianças.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma variada programação com atividades esportivas, culturais e de lazer apoiadas e promovidas através da Prefeitura estão previstas para este fim de semana em diversos bairros de Salvador. Neste sábado e domingo (6 e 7), acontecem a Copa das Ligas de Futebol Salvador 2019, o evento Literatura na Praça, o Projeto Ruas de Lazer e a exposição Orixás da Bahia.

Na manhã do sábado (6), tem início a terceira rodada da Copa das Ligas de Futebol Salvador 2019 com os confrontos entre Liga de Ondina x Liga do Arenoso e Liga dos Barris x Liga Baixiense, no Clube Paranapanema, no Jardim das Margaridas, a partir das 10h. Pela tarde, a partir das 14h, entram em campo Fazenda Coutos x Praia Grande e Tancredo Neves x Mata Escura, na Associação Atlética Banco do Brasil, em Piatã.

Literatura na Praça – Também no sábado, a arte de ler e contar histórias estará presente na Praça Lord Cochrane, na Avenida Garibaldi, através do Literatura na Praça. A atividade acontece por volta das 16h e contará também com um jogo de perguntas e respostas sobre a cidade.

Ruas de Lazer – Na mesma data, o projeto Ruas de Lazer, que busca levar diversão e lazer gratuitos para comunidades carentes de equipamentos esportivos, vai aportar na Escola Municipal Arlete Magalhães, em Castelo Branco, e na Rua Bom Jesus da Lapa, na Rocinha do IAPI. No domingo (7), a Rua Eugênio Ribeiro (no antigo Final de Linha do Doron) e a Pracinha do Jaqueira do Carneiro, no Retiro, serão as localidades beneficiadas pela ação. Todas as atividades do Ruas de Lazer serão realizadas pela manhã.

Exposições – Em ambos os dias (sábado e domingo) estará aberta para visitação, no Centro Cultural da Barroquinha, a exposição "Orixás da Bahia", que traz uma mostra composta por 16 estátuas feitas em papel machê e em tamanho natural de divindades de matriz africana, todas esculpidas na década de 80 pelo artista plástico Alecy Azevedo.

Além destes, há ainda a Casa do Rio Vermelho (Rio Vermelho), o Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana (Barra), o Espaço Carybé de Artes (Barra) e as casas do Carnaval da Bahia e do Benin (Pelourinho), que contam com acervos permanentes e seguem as programações normalmente.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Há seis anos, o almoço no Restaurante Popular Cuidar, em São Tomé de Paripe, se torna mais divertido no período junino. Bandeirolas coloridas, balões, caipiras e fogueiras enfeitam o local que recebe como música ambiente o tradicional forró, despertando os sentidos e a memória de quem frequenta o local. Comidas típicas como laranja, amendoim, paçoca, pé de moleque e bolo de aipim decoram a mesa e complementam o almoço.

O vigilante aposentado Edivaldo Cardoso, 87, se dirigiu à mesa dançando forró com a bandeja em mãos, durante a celebração realizada nesta quarta-feira (19). “Essa festa é joia. Como aqui todos os dias, mas nesses períodos festivos sempre me divirto. Além do almoço já recebi algo para lanchar mais tarde”, contou.

Já a dona de casa Lindinalva Santos, 56, era só agradecimento. “Esse restaurante é a melhor coisa que já aconteceu no bairro. Não tenho do que reclamar, só a agradecer”, disse. Lindinalva almoça todos os dias com o neto Pedro Santos, de seis anos, e hoje ganhou um CD de da banda de forró Estakazero. Esse ano, ela já ganhou outros brindes em sorteios e já fez um curso de cuidadora no local.

Para Gabriel Facetta, coordenador de segurança alimentar e nutricional da COSAN, vinculada à Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), é gratificante organizar eventos como esse. “É um momento de confraternização para a comunidade. Mais de 60% dos frequentadores são as mesmas pessoas que almoçam aqui sempre, são familiares, amigos e vizinhos. Para muitos, essa será a única confraternização do período, portanto, é um momento de resgatar a cultura e de trazer um pedaço da tradição interiorana para a capital”, afirmou.

Histórico – As refeições balanceadas do Cuidar são oferecidas por R$ 1. O restaurante foi instalado há 12 anos na Rua Santa Filomena, em São Tomé de Paripe, e, desde 2013, é administrado pela Sempre, por meio da Cosan. No local, são oferecidas 350 refeições, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 11h30 às 13h30. O atendimento é aberto ao público e feito por ordem de chegada.

As refeições são compostas por arroz ou macarrão, feijão, salada, uma entre duas opções de proteína e suco. Os pratos passam por um controle nutricional para que a população tenha acesso a uma alimentação saudável. Além das refeições, o local recebe diversas ações sociais e comemorativas como a inclusão no Cadastro Único para os programas sociais do Governo Federal, cadastro no Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (SIMM), a celebração de datas comemorativas e a realização de cursos diversos.

O último curso realizado foi o de corte e costura nos meses de fevereiro e março desse ano. A Cosan já planeja abrir novas turmas desse curso para agosto e setembro e realizar uma campanha para evitar o desperdício no início de julho.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Sábado é dia de Rock. O ritmo alucinante vai animar o Palco Toca Raul – Rio Vermelho. A atração deste sábado (15), às 17h, é o projeto “Clube dos Bons Sons – Rock de Rua”, que contará com as apresentações das bandas Via Sacra e Malcriado Mudo. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura, através da Fundação Gregório de Mattos, e objetiva democratizar o acesso à cultura musical nos espaços públicos da capital baiana.

Em sua sétima edição, o “Clube dos Bons Sons – Rock de Rua” já realizou shows com mais de 70 bandas. O projeto já passou por vários pontos da cidade, como Avenida Magalhães Neto, Dique do Tororó e Porto da Barra.

A ideia surgiu com o objetivo de trocar informações, notícias, agendas de shows, lançamentos e descobertas sobre o estilo musical na cidade. O que era um grupo se transformou em um clube, abrindo espaço democrático e fortalecendo a cultura rock na cidade.

Histórico - A história do rock em Salvador começou nos anos 1950, quando o garoto Raul Seixas montou a banda Relâmpagos do Rock com os irmãos Décio e Thildo Gama. Antes aquele que ficaria famoso como o Maluco Beleza fundou com Waldir Serrão (Big Ben) o Elvis Rock Clube. Mas foi como Raulzito e os Panteras que gravaria seu primeiro disco em 1967.

No início dos anos 1980, a cena rocker se fortaleceu em Salvador com a chegada do Camisa de Vênus, liderado por Marcelo Nova. Robério, Karl, Gustavo, Aldo e Marcelo disseminaram em solo soteropolitano a senha punk “Do it yourself (Faça você mesmo)”, entusiasmando inúmeros jovens a formarem suas próprias bandas. Nos dias atuais, a cantora Pitty aparece como umas das grandes referências do rock baiano.

Como já dizia Raul Seixas e Marcelo Nova na canção “Rock and Roll”, do álbum “A Panela do Diabo”: “E pra terminar com esse papo/Eu só queria dizer/Que não importa o sotaque e sim o jeito de fazer/Pois há muito percebi que Genival Lacerda tem a ver com Elvis e com Jerry Lee”.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...