Lazer

0
0
0
s2sdefault

Pense em um rolê de responsa e bem pertinho, aqui mesmo, em Salvador. O passeio envolve uma caminhada ou pedalada por ruas planas, travessia por águas calmas da Baía de Todos-os-Santos, apreciação da venda de peixes e frutos do mar a baixo custo, degustação de bons pratos da culinária baiana e dos sorvetes mais saborosos da cidade, banho de mar em águas mornas e contemplação de um belo pôr do sol.

Essas e outras opções de lazer circundam a Travessia Marítima Plataforma-Ribeira. O roteiro pode ter como ponto de partida a Basílica do Senhor do Bonfim, onde é possível amarrar uma fitinha no braço, ou no gradil da igreja e fazer três pedidos, além de garantir fotografias cheias de cor e beleza, para o perfil nas redes sociais. A área conta com diversas vagas de zona azul para estacionamento.

A próxima parada é no Terminal Marítimo da Ribeira, onde é possível pegar uma embarcação por R$3,30 (inteira) e R$1,65 (meia) e seguir para o bairro de Plataforma. Se for bem cedinho, dá para comprar pescado a baixo custo no Porto das Sardinhas, situado nas proximidades do Terminal Marítimo de Plataforma. O local é conhecido pela venda diária de peixes e frutos do mar.

O quilo da sardinha no local pode variar entre R$0,50 e R$6, a depender do período. Ainda no Subúrbio, há uma variedade muito grande de restaurantes com uma culinária de boa qualidade.

Diversão em família – Dulcilene de Lima, de 49 anos, fez o roteiro inverso, nesta semana, saindo de Fazenda Coutos, bairro onde mora no Subúrbio, em direção às proximidades da Penha, para curtir o dia na praia. Ela deixou o veículo estacionado em Plataforma, para fazer uma viagem mais rápida, tranquila e prazerosa pelo mar.

“Eu gosto muito da praia da Ribeira. Além de estar perto de onde eu moro, devido ao transporte marítimo, tem um mar calmo, alimento e bebida a preços razoáveis. Dá para trazer as crianças e se divertir em família”, conta.

Como ela, de 80 a 150 pessoas realizam o trajeto pelo mar, diariamente, concluído em apenas sete minutos, encurtando a distância aproximada de 11 quilômetros por terra, percorrida no período aproximado de 30 minutos, a depender do trânsito.

“Quando o trem do Subúrbio estava funcionando, muita gente fazia a integração, então a embarcação ficava mais cheia, principalmente no período das seis às nove da manhã. Para quem mora em um dos bairros e trabalha do outro lado, o traslado proporciona uma praticidade muito grande”, conta o marinheiro auxiliar de convés, José Anchieta, que já trabalha com o serviço.

Pedal na orla – Ao retornar do Subúrbio para a Ribeira, é possível alugar uma bike no bicicletário situado no Largo da Ribeira, ao lado do Terminal Marítimo. O aluguel varia de R$15 a R$20, mas o diferencial do local é a bicicleta quadriciclo, muito disputada pelas famílias. O veículo dispõe de lugar para dois adultos e até duas crianças. A topografia e a paisagem dão um "empurrãozinho", visto que as ruas são planas e o cenário é o mar.

O bicicletário funciona ainda como estacionamento e com o programa Bike Comunidade, de serviços gratuitos para a população. Com o Bike Comunidade, pessoas que precisam da bicicleta para trabalhar fazem um cadastro para poder utilizá-la gratuitamente. O funcionamento do bicicletário é de terça a domingo, das 8h às 18h.

E enquanto passeia pela orla, que tal conhecer um pouco da história do bairro? A Ribeira começou a ser ocupada como uma aldeia de pescadores, ainda durante a formação de Salvador, no século XVI e posteriormente seu ancoradouro passou a ser utilizado para o reparo de barcos, por isso o nome ribeira, que em Portugal designava locais onde tais reparos eram feitos. O bairro também foi o primeiro de Salvador a contar com um hidroporto, em 1939.

Requalificação – Em 2015, a nova orla da Ribeira foi inaugurada pela Prefeitura de Salvador, após requalificação de seus 1,6 km de extensão. O local passou a contar com praças, academias de ginástica, parques infantis, pista semiprofissional para a prática de skate e novas extensões de ciclofaixas e ciclovias.

Seguindo o modelo de requalificação dos demais trechos de orla, entregues pelo Município, a reforma no bairro da Península Itapagipana teve toda a fiação de energia elétrica e telefonia realocada para o subsolo. Além disso, a faixa restaurada passou a contar com mobiliário urbano, áreas verdes e pavimentação, rede de esgoto, passeios com cerca de 3,5 metros de diâmetro e elementos de paisagismo.

Sorvete e pôr do sol – Após a volta de bike e a contemplação da história viva do local, vale muito a pena tomar um sorvete em uma das sorveterias da região. A que leva o nome do bairro, por exemplo, foi fundada em 1931 e recebeu a visita de diversos artistas e autoridades. O seu grande diferencial é a variedade de sabores dos sorvetes.

Mais atual, o Museu do Sorvete também tem seus atrativos. Está instalado no casarão Amado Bahia, na Rua Porto dos Tainheiros e oferece ótima estrutura. É possível comprar do picolé ao açaí e o mais importante: conhecer um pouco a história da fabricação da iguaria e do centenário casarão Amado Bahia.

Para finalizar o passeio, a dica é assistir ao pôr do sol na praia da Ribeira ou na Ponta de Humaitá, ambos oferecem uma vista incrível. O sol e o seu encontro com o mar parecem estar bem mais próximos, formando um cenário deslumbrante.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma parceria entre a Guarda Civil Municipal (GCM) e o Salvador Norte Shopping promoveu uma série de atividades com as crianças do Hospital Martagão Gesteira, localizado no Tororó. Além de entreter as crianças com jogos e dança das cadeiras, a ação distribuiu presentes para os pequenos, na área de ambulatório e também na enfermaria pediátrica, no terceiro andar da instituição. 

A iniciativa, ocorrida na última quinta-feira (13), teve como objetivo levar alegria às crianças, que se divertiram com a distribuição de presentes feita através do guarda Ubirajara Azevedo, o Homem-Aranha da GCM. Ele contou que o trabalho foi iniciado em 2012, com os cães da corporação, surgindo então a necessidade de continuar a levar alegria a um lugar diferente. 

“Muitos passam dias, meses aqui no hospital. Então, a ideia é desconectar eles do ambiente, mostrando que a vida é uma criança. A gente traz diversão e alegria, para que eles vejam que o hospital também tem esse momento de descontração”, disse o agente. 

Momento gratificante – O coordenador de Prevenção à Violência (Cprev), James Azevedo, afirmou que proporcionar este momento às crianças é fundamental. “A gente entende que muitas crianças não têm condições de ter um presente, até pelo desgaste da saúde, dos pais de ir e vir, de estar no hospital esse tempo todo. A gente pensa que essas crianças necessitam mais de um apoio, de um brinquedo e animação, por isso trazemos o Homem Aranha”. 

O representante do Salvador Norte, José Nilson Júnior, lembrou que a parceria com a GCM vem de outras iniciativas, sempre em prol do cidadão. “Para nós é gratificante estar aqui, por ser na Semana da Criança e também por fazer parte de um dos nossos objetivos como empresa de varejo. A gente está feliz em participar e esperamos também estar juntos em outras oportunidades. É uma parceria que temos há alguns anos e tende a se fortalecer cada vez mais, principalmente em prol da sociedade”. 

Amor e afeto – A gerente de apoio assistencial do Martagão, Janille Reis, reforçou que outubro é um período em que há uma referência maior de atividades com as crianças, justamente em razão do dia dedicado a elas. “Neste mês, nós damos maior assistência aos pacientes com atividades lúdicas, de forma presencial, com equipes como a da Guarda Municipal, e isso é ótimo para as crianças. Aqui, tratamos jovens de alta complexidade, que envolve oncologia, neurocirurgia e cirurgia cardiológica. E nossos pacientes presenciando esse ato de afeto, amor e carinho, se sentem elogiados e a gente vê a alegria no olhar deles”. 

A dona de casa Luzielma Santos, de 32 anos, acompanhava o filho Vitor Hugo, de quatro anos, que está em tratamento na instituição. “É muito difícil para eles passar por esse processo todo, então acho muito importante momentos como esse. Chegamos, vimos o evento e Vitor já correu pra participar. Isso não tem preço para ele, fico muito feliz”, relatou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em celebração pelo mês das crianças, a Fundação Cidade Mãe (FCM), vinculada à Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), promove uma vasta programação nos Centros de Convivência Socioassistencial (CCS) da instituição. Até o próximo dia 28, as atividades envolvem oficinas, visitação e muita brincadeira para as crianças. 

No CCS Cristo é Vida, na Chapada do Rio Vermelho, por exemplo, a série de atividades contou com ações educativas, apresentações musicais e de dança e brincadeiras. As 215 crianças assistidas participaram também de rodas de conversas sobre as brincadeiras de antigamente, como, por exemplo, pular corda, amarelinha e queimada. Como parte inclusiva da família nas atividades, as crianças pesquisaram com seus familiares sobre as brincadeiras de antigamente. 

A assistente social e atual coordenadora da unidade, Rosana Lima, ressaltou a importância de resgatar brincadeiras exploradas por adultos e mais velhos no passado. “Muitas dessas crianças não têm a oportunidade de ter espaços para brincadeira, com isso, se apegam muito ao brincar utilizando a tecnologia. Então, essa é uma oportunidade de trabalhar o seu desenvolvimento e promover momentos de lazer para elas. É gratificante demais enxergar um sorriso em cada uma dessas crianças”. 

Atividades lúdicas – O professor de dança da unidade, Alan Santos, reforça que a inserção de atividades lúdicas no cronograma escolar atrai também um olhar mais confortável e satisfatório das crianças pelos estudos. “O principal objetivo dessas atividades é o resgate das brincadeiras antigas. Acredito que seja de suma importância que em todas as aulas e oficinas que realizamos, precisamos sempre enfatizar as brincadeiras, pois elas contribuem para o desenvolvimento dessas crianças”. 

Sob pura animação, Cauê Almeida, de oito anos, disse ter gostado dos dias em que as atividades aconteceram. “Gostei muito de ficar brincando com meus coleguinhas, principalmente de pular corda”. 

A aluna Esther Abigail, de 10 anos, reforça que deixará um pouco os jogos eletrônicos para brincar mais com os primos, na rua em que mora. “Minha mãe disse ter brincado disso tudo, e eu também irei brincar com meus primos”. 

Assistência – A gerente de Proteção Básica da FCM, Eliane Braz, ressaltou a importância da programação para os assistidos. “As crianças que a Fundação atende vivem situação de vulnerabilidade social e muitas delas tendem a perder a infância muito cedo. Temos como propósito fazer esse resgate e mostrar que elas são especiais, preciosas e podem construir um belo projeto de vida. E fazemos isso através da brincadeira que, além de ser divertida, é uma das principais ferramentas para o desenvolvimento infantil”. 

Os Centros de Convivência Socioassistencial dispõem de reforço escolar e oficinas de capoeira, dança e música. O funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, com equipe multidisciplinar, composta por psicopedagogo, psicólogos, terapeuta ocupacional, assistente social e educador social. Além de Saramandaia, as outras unidades são o Bariri das Artes (Engenho Velho de Brotas), Periperi, AABB Comunidade (Piatã) e Cristo é Vida (Chapada do Rio Vermelho).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma das principais áreas de convivência e lazer de Salvador foi completamente requalificada pela Prefeitura. Com mais de 25 mil metros de extensão, a Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba, foi entregue nesta sexta-feira (14), com as presenças do prefeito Bruno Reis e demais gestores municipais.

O prefeito lembrou que a praça foi construída em 2006 e se tornou conhecida por abrigar diversas atividades para a população. “Essa grande intervenção é uma demanda antiga dos moradores e possibilitou, além de melhorias na infraestrutura, também a implantação de mais equipamentos, como o Pet Park para os animais, mais parques infantis, troca de piso intertravado, mais pavimentações no entorno da praça, para que as pessoas possam transitar melhor, além de iluminação em LED e paisagismo”, declarou Bruno Reis.

O chefe do Executivo municipal ressaltou ainda que o fim de linha do bairro, que não possuía qualquer atrativo, ganhou um parque infantil. A entrega de hoje representa a 220ª praça entregue completamente requalificada em quase 22 meses de gestão. “Uma praça como esta é muito mais do que lazer, também é saúde, é bem estar, é qualidade de vida. Com isso, estamos devolvendo a cidade ao cidadão”, completou.

As intervenções foram realizadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), vinculada à Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), em parceria com as secretarias Municipais de Ordem Pública (Semop) e de Sustentabilidade e Resiliência (Secis). O investimento foi de quase R$1,2 milhão.

Melhorias – O novo mobiliário da praça conta com conjuntos de mesas cônicas, dois conjuntos de mesas infantis, cinco conjuntos de mesas para jogos e um conjunto de poltronas. O Pet Park abriga dez brinquedos em formato de piquetes, duas casas de cachorro, seis brinquedos em formato de manilhas, seis brinquedos em formato de paraciclos e cercado em eucalipto tratado.

Para as crianças, os parques infantis possuem duas casas de Tarzan, dois balanços em eucalipto, duas escorregadeiras em eucalipto, duas gangorras galvanizadas, dois conjuntos de amarelinha e cercado em eucalipto tratado.

Pensando na saúde da população, a academia de ginástica, construída em eucalipto, possui duas pranchas abdominais, duas barras de apoio e duas barras paralelas. Já a academia de saúde tem um simulador de pressão de pernas triplo, um simulador de cavalgada triplo, um multiexercitador de seis funções, um simulador de esqui triplo, uma barra alta giratória, um simulador de caminhada triplo, um simulador de giro vertical triplo e uma roda de ombro dupla diagonal tripla.

O espaço de jogos da localidade ganhou uma mesa para prática de futebol de mesa e uma mesa de pingue-pongue. Além disso, foram instalados dois pergolados metálicos e um em eucalipto, além de bancos pré-moldados no padrão da companhia, grama sintética e natural. Em breve, será instalado também wi-fi no local, dentro do projeto Conecta Salvador.

O presidente da Desal, Virgílio Daltro, afirmou que a praça, hoje, é um grande playground aberto a todos. “É muito gratificante devolver esse espaço ao cidadão. Além de criar novas praças, a gente cuida, conserva e melhora as já existentes”.

A florista Cleide Lopes mora no Nordeste de Amaralina e é proprietária de uma barraca na praça há mais de oito anos. “O local é bem movimentado e, com a reforma englobando o anexo, que estava abandonado, vai trazer muita coisa boa para o comércio e para as pessoas. Aqui não tinha parquinho e agora tem, as pessoas fazem muito piquenique, sempre tem muitas famílias. A expectativa é melhorar”.

A jornalista Samyle Fonseca está sempre no Itaigara e, para ela, a reforma da praça beneficia a todos. “Eu estou gostando, passo sempre com a minha pet, Tieta, e já vi algumas pessoas usufruindo da praça. Ficou muito boa, mesmo”.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Com o objetivo de democratizar o acesso ao cinema e promover um momento lúdico aos pequenos na semana da Criança, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) levou 90 crianças e adolescentes ao Shopping da Bahia, nesta sexta-feira (14), para assistir ao filme “As aventuras de Tadeo e a tábua de esmeralda”. A iniciativa é desenvolvida através da Diretoria de Infância, Adolescência e Juventude e conta com a parceria da Orient Filmes. 

Presente na ocasião, a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, declarou que esse é um momento de construção de cidadania e de oportunidade de lazer e de discussão para que as crianças se sintam parte da sociedade. “Elas estão acolhidas enquanto grupo, sendo bem recebidas, a sessão é feita para elas. Então há o elemento subjetivo, que é esse do acolhimento, da construção de identidade e da memória afetiva e, de modo objetivo, também uma oportunidade de viver um momento lúdico, de reforçar a imaginação e ter um dia feliz”. 

Segundo a titular da SPMJ, Fernanda Lordêlo, presente no local de exibição, essa é a primeira vez que a iniciativa envolve crianças da faixa etária atendida (com idade entre 7 e 15 anos). As instituições contempladas foram Clara Amizade (Piatã), Instituto Convergir (Pau da Lima) e Dançar é Vida (Brotas), que realizam um trabalho com crianças e adolescentes. 

“A ideia é aproveitar a Semana da Criança e integrá-las à ludicidade. O cinema traz muitas informações. É arte, é cultura. Essa é uma forma de trazer pessoas que às vezes nunca vieram a uma sala de exibição para ter essa primeira experiência. É importante para a desenvoltura deles, para o desenvolvimento mental e para a criatividade”, afirmou a secretária. Ela ressaltou ainda a oportunidade que os pequenos estão tendo de conviver em grupo no mesmo espaço, principalmente após a pandemia e o isolamento social. 

Uma das contempladas foi Talia Cristina, de 11 anos: “Eu estou muito feliz, porque já fazia um tempo que eu não vinha ao cinema. O filme que eu me lembro que assisti uma vez foi o Rei Leão e eu gostei muito”. 

Enredo – A tarde das crianças foi animada com Tadeo Jones, um homem aventureiro que passou a levar a sério a atividade de arqueólogo após ser confundido com um. Desta vez, ele desencadeia acidentalmente um feitiço perigoso, que coloca em risco a vida de seus três amigos. 

Agora todos ficam contra ele e somente Sara pode ajudá-lo na missão de acabar com a maldição da Múmia. As aventuras de Tadeo se passam na América Latina. O filme espanhol é do gênero animação e tem duração de 1h30.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir do próximo domingo (16), o projeto Ruas de Lazer, promovido pela Prefeitura de Salvador, está de volta à Avenida Magalhães Neto, na Pituba. Depois de finalizadas as obras de requalificação na via, a população passa a ter novamente um espaço para se divertir e se exercitar ao ar livre. O projeto será realizado sempre aos domingos e feriados, das 7h às 17h, período em que a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) fará o bloqueio do tráfego de veículos na avenida.

Para esta edição a iniciativa, que envolve a Empresa Salvador Turismo, a Transalvador e o Movimento Salvador Vai de Bike, vai trazer atrações especiais para o público infantil e adulto. Das 7h às 14h, as crianças poderão se divertir no circuito infantil de bike e contarão com um show especial de Tio Paulinho, que começa às 9h.

Das 8h às 16h brinquedos infláveis e cama elástica também estarão fazendo a festa da criançada. Por volta das 14h30 acontece o espetáculo Hebert & Richard – com o objetivo de criar um espetáculo audiovisual com trilhas sonoras de cinema. Com dez anos de estrada, a Herbert & Richard é hoje uma banda referência no mercado de bailes e festas que procuram um show para agradar públicos de todas as idades, com um repertório versátil para dançar, cantar junto e se emocionar.

Cidade acolhedora – O presidente da Saltur e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, Isaac Edington, declara que o projeto é um espaço multiuso que chega, mais uma vez, para fomentar o lazer a céu aberto de pessoas de todas as idades. “O Ruas de Lazer, na edição da Magalhães Neto, sempre foi um sucesso e agora voltamos pra fazer essa entrega às famílias da região", destaca.

A iniciativa havia sido suspensa em 2020 devido à pandemia do novo coronavírus. Nos próximos meses, outras localidades da capital baiana também vão receber a ação.

“O Ruas de Lazer tem o objetivo de tornar a cidade mais acolhedora. Com o bloqueio do trânsito, a população ganha novos espaços para se distrair ao ar livre, seja para andar de bike, correr ou brincar com a criançada”, explica o superintendente da Transalvador, Marcus Passos.

Mudanças no trânsito – Com o Ruas de Lazer, o trânsito na região da Pituba terá alterações, inclusive no recém inaugurado Complexo Viário Tatti Moreno, que será totalmente interditado das 7h às 17h. Neste período, o tráfego de veículos também será bloqueado na via principal da Avenida Magalhães Neto, no sentido Avenida Tancredo Neves, no trecho compreendido entre a Rua Fernando Menezes de Góes e as proximidades do Mercado GBarbosa.

Ainda no sentido Avenida Tancredo Neves, o trânsito será interditado entre a saída do Mercado GBarbosa e a entrada do Complexo Viário Tatti Moreno. Já no sentido orla, a via principal da Avenida Professor Magalhães Neto será interditada da saída do Complexo Viário Tatti Moreno até a via marginal da avenida.

Durante o período de interdição, o acesso de moradores será permitido mediante comprovação de endereço. Agentes de trânsito e transporte estarão no local para orientar condutores, pedestres e passageiros.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Em comemoração ao Dia Nacional da Guarda Municipal, celebrado no dia 10 de outubro, a Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM) realiza uma exposição neste sábado (15) e domingo (16). Aberta ao público, a mostra visa levar informações à população sobre os serviços desenvolvidos pela instituição na capital baiana e acontece no piso L1 do Salvador Norte Shopping, em São Cristóvão.

Durante os dois dias, os visitantes poderão ver os automóveis, fardamentos e materiais bélicos da Guarda, fotos dos grupamentos em ação, dezenas de espécies de animais empalhados e a realização de atividades infantis com o Grupo Especial de Proteção Ambiental (Gepa). Uma apresentação com os animais do Grupamento de Operações com Cães (GOC) também será realizada, além de shows com a Banda de Música da GCM, no sábado (15), e da Banda Guardiões da GCM, no domingo (16), ambas das 18h às 19h.

"Durante a exposição, a população vai conhecer um pouco mais sobre o nosso trabalho e a importância dele para a cidade. Todos estão convidados, pois essa aproximação é muito positiva e só fortalece a parceria entre o cidadão e o poder público", afirmou o chefe do Centro de Valorização da GCM, Roberto Filho.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nos últimos dois meses (agosto e setembro), o Jardim Botânico de Salvador, situado em São Marcos, registrou cerca de 1 mil visitações, de acordo com a Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Resiliência (Secis). Centenas de estudantes das redes pública e privada, além do público em geral, estiveram no equipamento público municipal, um dos mais modernos e atrativos do país.

O local tem sido palco de eventos como a Implantação do Selo de Reconhecimento pelo Engajamento na Mitigação de Mudanças Climáticas através da Alimentação (Remma), além de visitas de contemplação estimuladas por datas comemorativas ligadas ao meio ambiente, tais como o Dia da Árvore (21 de setembro) e início da Primavera (22 de setembro). Já as visitações escolares e de demais instituições tiveram foco na realização de aulas de campo, onde foram abordados assuntos referentes ao aquecimento global, efeito estufa, escassez de recursos naturais, demonstração dos ciclos de vida das plantas, preservação das plantas nativas, além de pesquisas científicas em geral.

De acordo com a secretária da Secis, Marcelle Moraes, o Jardim Botânico de Salvador também vem sendo procurado pelo público para realizar gravações, fotografias, documentários e para momentos de contemplação. O local é um ambiente propício para se conectar com a natureza, tendo em vista a existência de árvores enormes, vegetação rica das mais variadas espécies e muitos pássaros.

“Trata-se de um ambiente também muito importante para estudo e pesquisas, onde a população pode consultar sobre as plantas não apenas da Mata Atlântica, mas também do Cerrado e Caatinga. É praticamente um laboratório vivo, sendo ainda uma das áreas de espécies utilizadas em cultos afro-indígena-brasileiros e de reservar vegetais ameaçados de extinção”, explana a gestora.

A coordenadora administrativa do Jardim Botânico, Jaqueline Rodrigues, é perceptível que o equipamento vem ganhando visibilidade perante ao público em geral. “Uma vez que promove diversas pesquisas, ações de conservação, preservação, educação ambiental e o lazer compatíveis com a finalidade de difundir o valor multicultural das plantas e sua utilização sustentável”, destaca.

Visitas – O Jardim Botânico de Salvador é considerado uma importante área de estudo, manutenção e conservação da Mata Atlântica na capital baiana, situado na Avenida São Rafael, s/n, em São Marcos. O espaço, que possui cerca de 160 mil m² de área com espécies da Mata Atlântica, está aberto à visitação em geral, de segunda a sexta-feira – inclusive nesta quarta (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida -, das 8h às 17h.

A área total construída possui 2,2 mil m². O prédio principal é composto por quatro pavimentos, sendo no subsolo encontrados vestiários, copa, depósito, estufa, sala de ar condicionado e sanitários. No andar térreo está o auditório com capacidade para 47 pessoas, conectado com o foyer.

Há ainda o espaço semicoberto para atividades diversas com arquibancada. O ambiente digital com expositivos voltados à educação ambiental, além de hall de exposições e sanitários, também fazem parte deste andar.

O primeiro pavimento tem área vegetal descoberta, de onde é possível avistar a copa das árvores, ou seja, a parte aérea da vegetação local. Também estão no primeiro andar o setor de programas e pesquisas, laboratórios, setor de coleções vivas, setor de acervo científico, salas administrativas, sala de curadoria, herbário, espaço de reuniões, copa/café e sanitários. Por fim, a cobertura vegetal possui área calçada, que permite o acesso e vista para a área externa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A partir deste domingo (9), o bairro de Patamares, na região do Greenville, terá o tráfego interditado em algumas vias para a realização de atividades de lazer pelos próprios moradores. A ação, realizada pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), englobará a Avenida Ibirapitanga, no trecho entre as ruas Jandiroba e Acapu, e na rua Acapu, entre a Rua Salgueiro e a Avenida Ibirapitanga. 

Com o bloqueio, a população poderá usar a via pública com mais segurança para andar de bike, correr e levar a criançada para brincar ao ar livre. A iniciativa tinha sido suspensa em 2020 devido à pandemia do novo coronavírus. Nos próximos meses, outras localidades da capital baiana também vão receber a ação.  

“A proposta primordial é fazer com que o município seja ainda mais acolhedor com o cidadão, e que ele possa ocupar diversos espaços da cidade. A Transalvador atua auxiliando nessa reserva de locis para a população se divertir ou se exercitar com a segurança viária necessária”, explica o superintendente de trânsito de Salvador, Marcus Passos. 

Durante o período de interdição, o acesso de moradores será permitido mediante comprovação de endereço. Agentes de trânsito e transporte estarão no local para orientar condutores, pedestres e passageiros.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...