Uma revolução na área de saúde. Foi assim que o prefeito ACM Neto definiu a série de intervenções promovida pala gestão municipal que, na manhã desta quinta-feira (14), entregou mais um novo posto de saúde à comunidade soteropolitana, desta vez, beneficiando o bairro da Sete Portas. Inaugurado em 1981 pelo então governador Antônio Carlos Magalhães, o Centro de Saúde Mário Andrea é uma das unidades mais importantes no acolhimento assistencial de atenção básica da região de Brotas.

Para requalificação, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), investiu mais de R$ 520 mil para as obras de melhoria da infraestrutura interna e externa. As melhorias também foram feitas para a ampliação de serviços da unidade, que agora terá capacidade para atender 30 mil pessoas por mês através da atuação de médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde bucal, assistentes sociais, e agentes comunitários, que realizarão visitas domiciliares.

"Todo esse esforço empenhado para melhorar a qualidade da saúde pública em Salvador passa diretamente por equipes dedicadas, comprometidas e que não medem esforços para que possamos apresentar hoje, em pouco mais de quatro anos de governo, resultados tão expressivos. Sabemos que há muita coisa ainda por fazer, no entanto, quem compara a situação da saúde na cidade no início de 2013, quando assumimos a Prefeitura, com a realidade atual, é obrigado a reconhecer os extraordinários avanços que vem ocorrendo no município", pontuou o prefeito.

Neto destacou ainda que apesar das limitações financeiras dos cofres municipais, a administração tem priorizado o setor da saúde, empregando um quinto do orçamento da Prefeitura para investimentos na pasta. Tenho orgulho em dizer que quando chegamos à Prefeitura, essa cidade aplicava 15% do seu orçamento na saúde, com muito esforço. Elevamos hoje para mais de 20% o percentual do investimento, e superaremos essa marca no ano que vem com a inauguração do primeiro Hospital Municipal de Salvador, fruto de coragem e compromisso dessa gestão com a saúde pública", finalizou.

Resultados - Tudo isso tem resultado em avanços substanciais na ampliação da cobertura da Atenção Básica em Saúde na capital baiana, que atingiu pouco mais que o dobro do percentual registrado no início da gestão do prefeito ACM Neto. Vale lembrar que Salvador é uma das poucas capitais brasileiras que ainda oferece o sistema misto, que combina os postos tradicionais com as novas Unidades de Saúde da Família (USF). Em cinco anos, o serviço saltou de 18,60% para 47,5% no que diz respeito à atenção primária (tradicionais), e de 13,32% para 31% nas USFs.

Outro avanço registrado no período foi o aumento de 104 para 247 no número de equipes de Saúde da Família atuando na capital baiana. Além disso, 18 unidades de saúde foram construídas do zero e outras 99 foram ampliadas parcial ou completamente ou reformadas pela Prefeitura. Entre 2012 e 2017, cerca de 3,1 mil profissionais foram contratados para atuar tanto nas unidades tradicionais como nas USFs do município.

A Atenção Básica diz respeito ao atendimento prestado pelos postos de saúde distribuídos em toda a cidade do Salvador. São essas as unidades responsáveis pela aplicação de vacinas, curativos, entrega a medicação, testes rápidos, exames preventivos, atenção ao planejamento familiar e consultas médicas, atendimentos de enfermagem e odontologia.

 

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...