0
0
0
s2smodern

Obras para implantação da piscina olímpica, na Praça Wilson Lins, na Pituba, já estão 35% concluídas, com previsão de entrega para o mês de abril. Todo o entorno está sendo requalificado para ficar à altura do equipamento esportivo que, em breve, será aberto ao público. Para a instalação da piscina, já foi realizada toda a terraplanagem da área e, em seguida, será iniciada a colocação das ferragens e a concretagem da casa de máquinas.

O espaço vai ter arquibancada fixa com capacidade para 350 lugares, além de uma móvel para mais 350. O equipamento vai atender a crianças e adolescentes em escolinhas de iniciação esportiva, além de atletas de alto rendimento, absorvendo campeonatos e torneios nacionais e internacionais. O objetivo da gestão municipal é tornar o local um grande centro aquático, que abrigará, além da natação, outros esportes, a exemplo de nado sincronizado, salto ornamental, polo aquático e maratona aquática.

A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre o município, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel); a Aeronáutica, responsável pela aquisição do equipamento junto ao fabricante; o Ministério dos Esportes, que definiu as cidades que receberiam os equipamentos; e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e será responsável pela montagem dela na capital baiana. No próximo dia 5, representantes do Ministério dos Esportes e da Myrtha Pools, devem realizar uma vistoria na obra.

A piscina olímpica foi utilizada no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de medalhas da Natação na Rio 2016. O equipamento, quando for instalado, contribuirá significativamente para o fomento da natação e outros esportes aquáticos em Salvador. Foi nela que nomes como os americanos Michael Phelps e Katie Ledecky e a húngara Kantinka Hosszú brilharam na última Olimpíada.

O centro aquático vai beneficiar 2,5 mil crianças e adolescentes por ano, graças a uma parceria firmada entre a Prefeitura e a Federação Baiana de Desportos Aquáticos. Os alunos serão observados e aqueles que tiverem bom desempenho poderão passar por treinamento especializado de alto rendimento, para representar a cidade em torneios. Outras faixas etárias também serão atendidas, sobretudo da terceira idade, em aulas complementares, como hidroginástica.

Praça – A Praça Wilson Lins é alvo de um projeto de requalificação, que faz parte das ações de revitalização da Orla da cidade. A nova praça visa atender tanto a quem vai utilizar o Centro Aquático quanto aos próprios moradores do bairro e frequentadores do local. O projeto engloba a instalação de Academia da Saúde, parque infantil e demais itens de mobiliário urbano. O paisagismo deverá contar com a recuperação da vegetação e plantio de novas mudas de árvores, promovendo clima mais agradável para as pessoas.

Será construída ainda uma contenção em forma escalonada (degraus), que também vai poder ser utilizada pelas pessoas para contemplação, em períodos de maré mais calma. Estão previstas, ainda, a construção de estacionamento com 60 vagas, ciclovia e uma área para realização de pequenos eventos. A Wilson Lins deverá ser integrada à vizinha Nossa Senhora da Luz com a aplicação de piso intertravado e nivelamento da rua às praças, nos mesmos moldes do que a população já encontra no Rio Vermelho.

0
0
0
s2smodern

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...