A ação de incentivo à prática da capoeira nas escolas municipais Francisco Leite, em Águas Claras, e Escola-Laboratório (Escolab), no bairro de Coutos, serão visitadas pelo capoeirista israelense Miki Hayat, nesta terça-feira (29). Hayat aprendeu o esporte no Brasil e levou a arte para Israel. Hoje ele é responsável pela iniciação no esporte de centenas de menores carentes. As aulas são ministradas no bairro ortodoxo de Benei Barak, em Jerusalém, e atualmente possui cerca de 200 alunos.

De acordo com informações da embaixada israelense no Brasil, o objetivo da visita é vivenciar as atividades do Projeto Ginga. Em parceria com a Secretaria de Educação (Smed), a iniciativa realiza o ensino da capoeira a cerca de mil alunos, com idades de 7 a 17 anos, de quatro escolas da capital baiana.

A visita começa às 9h30, quando Hayat estará na Escolab de Coutos. No local, 200 alunos de quatro colégios municipais estudam no contraturno das aulas convencionais, com atividades que contemplam experimentação, ludicidade, tecnologia da informação e comunicação de forma interdisciplinar na sala de aula. A partir das 14h30, o capoeirista segue o cronograma na Francisco Leite. 

Exposição – Imagens do trabalho de Miki Hayat junto à comunidade carente de Israel serão apresentadas na exposição "Capoeira com Tizitzit", que ocorrerá no pátio do Espaço Pierre Verger de Fotografia, instalado no Forte Santa Maria, no Porto da Barra. As fotos ficam em cartaz entre os dias 30 de agosto e 28 de setembro, com visitas gratuitas das 11h às 19h, sempre de quarta a segunda-feira.

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...