0
0
0
s2sdefault

Em meio à pandemia de Covid-19, as escolas municipais vêm se reinventando e se inovando tecnologicamente para prosseguir com as atividades e manter o contato com os alunos e os familiares deles, mesmo de forma virtual. Pensando nisso, a Escola Municipal de Itacaranha Manoel Faustino (GRE Subúrbio I) resolveu criar um site interativo, com atividades distribuídas por salas, onde os alunos podem acessar as atividades propostas pelos professores, como vídeos, músicas, textos e imagens.

A ação é um reforço às aulas pela televisão e às atividades enviadas pela Secretaria Municipal da Educação (Smed). A ideia surgiu durante uma reunião virtual de Atividade Complementar (AC), na qual a equipe fazia a avaliação do grupo formado no aplicativo WhatsApp com os alunos e buscava estratégias para organizar melhor a prática educacional. A importância do site é oferecer mais uma ferramenta de comunicação com os alunos e familiares, apresentando de forma organizada a prática desenvolvida.

”Além das atividades contextualizadas como as aulas da TV, tem os links com jogos pedagógicos criados pelos professores, as videoaulas produzidas, além de outros conteúdos didáticos disponibilizados na Internet. Importante também é assegurar o registro de tudo que foi produzido, sem o risco de perder o material, como ocorre nas conversas do WhatsApp. Então, simultaneamente a isso, o grupo foi interagindo em momentos formativos internos para compartilhar os conhecimentos”, relata a diretora da escola, Ozana Lúcia Rosário.

Ozana ainda ressaltou a importância em agregar a equipe e trazer incentivo para criar mais conteúdos e promover maior interação. “Como gestora quero a cada dia manter o ânimo da minha equipe, também em busca do reconhecimento externo, nesse contexto tão difícil que estamos passando nesse momento”.

Interação – Idealizado desde o ano passado, o site foi elaborado no mês de fevereiro quando a professora Leila Patrícia criou o programa e se prontificou a ensinar aos professores, de forma voluntária, a alimentar a ferramenta. “Como professora sempre utilizei a tecnologia com meus alunos. Sempre tive um blog e um site também, utilizando as ferramentas, mas havia dificuldade para meus alunos acompanharem. Agora, com este momento de pandemia e de aulas remotas, vi o site como a possibilidade mais fácil de trazer nossos alunos para perto, de facilitar a busca desses meninos, de trocar informações, passar as atividades, ter mais acesso e contato com os pais e responsáveis”.

É o que pensa a dona de casa Márcia da Conceição Oliveira, mãe da aluna Margorie Luane, 14 anos, do 9º ano, que achou essencial essa forma de aprendizado trazendo uma nova perspectiva para os estudantes. “Eu gostei muito, achei uma maneira diferente e legal, pois facilitou a comunicação e o estudo deles que já estão ligados com as tecnologias. E, nesse momento de pandemia, não ficam sem o contato com os professores e nem com a escola”.

A aluna Margorie diz se divertir com o aprendizado e se esforça para acompanhar tudo que os professores postam e pedem. “Achei uma forma diferente de aprender, estou me esforçando muito para realizar as atividades. Gosto dos jogos também e da interação com os professores, pois posso tirar dúvidas e saber se estou indo bem com as atividades. A comunicação ficou ótima e o site bem explicativo, além de poder ter contato com meus colegas nesse momento de pandemia”.

Há ainda atividades em formulário do Google para ter um retorno de nota e dar um feedback aos alunos. O site tem ainda informações da escola, calendário das aulas da TV, chat para interação e tira dúvidas, entre outras ferramentas.

Através do WhatsApp, os alunos são orientados de como navegar no site e ir em busca de informações. “Claro que temos dificuldades, mas estamos unidos e ajudando uns aos outros. O que importa neste momento é a empatia, a união, pois a escola só caminha com todos trabalhando juntos”, diz Leila.

Ela encerra mostrando que mesmo com todas as dificuldades, cada ideia que venha agregar e reunir os estudantes, mesmo com esse isolamento, é válida. “Com nossos alunos distantes, com os desafios que estamos enfrentando de mudar a didática, temos a oportunidade de explorar maneiras criativas de oferecer experiências significativas de aprendizagem para nossos alunos e também aos nossos docentes. Estamos tendo um retorno significativo”, finaliza.

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...