0
0
0
s2sdefault

Desde o início de fevereiro, o Parque Social vem capacitando 30 novos estagiários que atuarão na função de Agentes de Empreendedorismo, programa gerido pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec) e pelo Parque Social, marcando o início de uma fase essencial para o fomento à economia circular nas comunidades da cidade. O momento de acolhimento e o início das capacitações acontecem no auditório do Parque Social, com a presença da diretoria da instituição e da coordenação e orientadores de campo do programa.

Nesta semana, entre os dias 19 e 23 de fevereiro, os agentes passam por um treinamento para adentrar as comunidades, proporcionando um acompanhamento mais eficaz, monitoramento e supervisão da metodologia a ser seguida pela equipe. A partir da próxima segunda-feira (26), os estagiários iniciarão as atividades em campo.

A diretora-geral do Parque Social, Sandra Paranhos, destacou os desafios e as oportunidades que os novos agentes devem enfrentar, enfatizando que eles serão fontes de inspiração nas comunidades em que atuarão. "Acreditamos no potencial transformador do empreendedorismo nas comunidades. Isso possibilita um impacto positivo e duradouro nas áreas de atuação, fortalece laços essenciais e impulsiona o crescimento sustentável das comunidades. Seguimos com o compromisso de promover uma gestão que, junto com a Prefeitura, inspira e capacita, tornando-se um elemento-chave para o sucesso do programa", declarou.

Treinamento – Durante o treinamento, os estagiários entram em contato com os temas Empreendedorismo no Contexto do Desenvolvimento Sócio Econômico; Desenvolvimento Comunitário; Mobilização como Estratégia de Atuação; Relacionamento Interpessoal e Comunicação; Formação de rede de parceiros; Gestão de Conflitos; Noções Contábeis e Finanças (fluxo de caixa, precificação, lucro, alternativas digitais para receber pagamento, benefícios da formalização, MEI, possibilidades de acesso à crédito); Marketplace; Vendas; E-commerce; e Ferramentas Digitais.

A dinâmica da capacitação é pautada no aprendizado prático, utilizando técnicas colaborativas, participativas e vivenciais. A carga horária total neste treinamento é de 30 horas, entre aulas teóricas e práticas, permitindo que os estagiários assimilem os conteúdos necessários para a execução das atividades, ao mesmo tempo em que contribuem para seu desenvolvimento profissional e pessoal.

Os Agentes de Empreendedorismo atuarão em nove regionais da cidade, promovendo oportunidades e fortalecendo o empreendedorismo local. O papel dos Agentes é fomentar o desenvolvimento socioeconômico, oferecendo suporte aos empreendedores e potenciais empreendedores no acesso ao crédito e na aquisição de conhecimentos específicos para aprimorar seus negócios.

Uma das professoras da capacitação, Letícia Lima, ressaltou a importância de apresentar novas plataformas de vendas às comunidades, como o uso de marketing e e-commerce. “Estamos trazendo ferramentas importantes para comunicar esses negócios e como o digital é essencial para as vendas. Apresentamos ferramentas até gratuitas que os microempreendedores podem usar. É essencial a dedicação dos agentes, que estão super empolgados, interagindo e colaborando com uma construção coletiva e de possibilidades para os negócios que eles vão atender a partir da semana que vem”.

Expectativa – Moradora da comunidade da Santa Cruz, Estefane Silva, de 22 anos, já participou de outras capacitações no Parque Social. Começou ainda adolescente, através do Convivendo e Aprendendo, que era para adolescentes na época. Logo depois, ela entrou no Coletivo Coca-Cola, com noções de como funciona o mercado de trabalho, e em seguida o curso Jovem Líder e Empreendedor Social, voltado para a área de empreendedorismo e o Jovem Aprendiz, estagiando na Secretaria Municipal de Educação (Smed).

“Através das vivências na Smed, eu escolhi a Administração. Recebi a divulgação do estágio daqui e achei perfeito. Fiz o processo, fui agraciada e estou aqui em mais um projeto com o Parque. Eu sempre tenho comigo a questão do conhecimento, que ninguém pode tirar de mim, então achei importante aprender. E aqui, por ser próximo de casa, ajuda muito. Tenho uma ligação com o Parque, que me abriu muitas portas. Basicamente, para mim, aqui é uma fonte de conhecimento contínua”.

Também residente em Santa Cruz, Suian Costa, de 23 anos, é só felicidade por participar do programa. “Com o Agentes de Empreendedorismo, consegui o meu primeiro estágio e estou amando. Aqui eu aprendo, chego em casa e estudo o que foi dado, e tudo tem muito a ver com cursos que faço por fora, além da minha faculdade de Administração”.

O jovem Gleidson Novais, também de 23 anos e morador da Santa Cruz, segue os passos da mãe e da tia, que já foram alunas do Parque Social. “Hoje eu estudo Administração na faculdade e vi o curso como uma oportunidade de desenvolver as habilidades aprendidas em sala de aula. É uma atividade no qual vamos à campo, conhecendo a realidade cara a cara”.

Funcionamento – O Programa Agente de Empreendedorismo é uma rede integrada, composta por profissionais e estudantes da área de Administração e Economia, com o objetivo de estimular o empreendedorismo nas diversas comunidades de Salvador, que vem atuando desde 2018 de maneira coordenada, buscando o apoio de parceiros para fortalecer as ações e alcançar resultados exitosos. O propósito do programa é fomentar o desenvolvimento socioeconômico, oferecendo suporte aos empreendedores e potenciais empreendedores no acesso ao crédito e na aquisição de conhecimentos específicos para aprimorar seus negócios.

Reportagem: Ana Virgínia Vilalva/Secom PMS

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...