Educação

0
0
0
s2sdefault

A nova Escola Municipal Cristo Rei já é realidade para os moradores da Boca da Mata, na região de Cajazeiras. A cerimônia de entrega da unidade totalmente reconstruída pela Prefeitura foi realizada nesta sexta-feira (15), com as presenças do prefeito ACM Neto e dos secretários Bruno Barral (Educação) e André Fraga (Cidade Sustentável e Inovação), demais autoridades e população. A cerimônia também foi marcada pelo plantio de uma muda de pau-brasil, espécie nativa da Mata Atlântica.

A unidade de ensino passa a ter 1.044 m² de área construída e teve a estrutura totalmente refeita com foco na segurança e acessibilidade para funcionários e estudantes, seguindo padrões atualizados de edificação. A obra teve início no dia 3 de abril, quando ocorreu a demolição do prédio, e a intervenção custou R$ 2,6 milhões aos cofres municipais.

A diretora Genivalda Araújo relembrou a situação da estrutura, construída há mais de 20 anos e que não oferecia mais qualquer segurança para a comunidade escolar. “Lutamos muito por isso e só tenho a agradecer a todos pelo apoio para a reconstrução da escola. É um momento de alegria, renovação e novas oportunidades para a comunidade. Um benefício nosso, que agora temos a missão de cuidar.”

Quem também reforçou o coro foi Ivone Cipriano, de 54 anos e há 20 deles residindo na Boca da Mata. Com quatro netos entre 4 e 12 anos estudando na Cristo Rei, ela falou que a estrutura é muito mais do que uma unidade de ensino. “Mesmo com aquela estrutura precária, a procura de vagas sempre foi grande por aqui. Esta escola é uma segunda casa para muitos alunos, que acabam fazendo as refeições aqui por não terem o que comer onde moram. Passamos muita dificuldade, quando chovia era muita agonia. O que está acontecendo hoje é uma realização para os moradores”, completou.

O prefeito ACM Neto ressaltou o tempo recorde de entrega. “Foram apenas oito meses para reconstruir completamente essa escola. Quem conheceu essa unidade no passado sabe que foi feita uma verdadeira transformação aqui, e sabe também o quanto são importantes os investimentos na Educação. A Prefeitura tem buscado estar presente em todos os bairros para ouvir a reivindicação das pessoas. Todos podem testemunhar a alegria dos moradores em ganhar uma escola novinha de verdade. Mais uma, dentro da proposta de inaugurar uma unidade de ensino por semana até o início do ano letivo de 2018.”

Estrutura – Antes da reconstrução, a Cristo Rei possuía apenas oito salas de aula. Com a nova estrutura, a escola passa a contar com 12 salas de aula, uma biblioteca, uma sala para Atendimento Educacional Especializado (AEE) e nove banheiros, sendo quatro exclusivamente para alunos, dois para pessoas com deficiência, dois para funcionários e um privativo. Além disso, o espaço conta com salas para diretoria, secretaria, cozinha, dispensa, lavanderia e uma quadra poliesportiva. A unidade também ofertará um número maior de vagas – de 385 para 800 alunos.

A unidade escolar atua em três fases educacionais, comportando estudantes em idade pré-escolar, nos chamados grupos 4 (que corresponde a alunos de até quatro anos de idade, cujas aulas ocorrem no turno matutino) e 5 (para meninos e meninas com até cinco anos, para o turno vespertino). Também com atuação nos dois turnos, a Cristo Rei oferta vagas para Educação Fundamental I, com aulas nos turnos matutino e vespertino, para alunos do 1º ao 5º ano. É oferecida ainda matrícula para estudantes da modalidade de ensino Educação de Jovens e Adultos (EJA), cujas aulas ocorrem no período noturno.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O secretário municipal de Educação, Bruno Barral, reuniu-se nesta quinta-feira (14) com a presidente do Conselho Municipal de Educação, Lindalva dos Reis Amorim, e a vice-presidente do órgão, Ana Rita Oliveira Gomes. As discussões, que contaram com a participação das diretoras Pedagógica, Joelice Braga, e de Orçamento e Finanças, Marília Castilho, giraram em torno de temas importantes para a educação de Salvador, como demandas relativas à própria estrutura e funcionamento do conselho e questões ligadas às políticas públicas municipais na área.

O Conselho Municipal de Educação é um órgão fundamental na construção democrática e participativa de um ensino público de qualidade. Composto por representantes do governo, da comunidade escolar e da sociedade civil, o Conselho exerce funções normativas, consultivas, fiscalizadoras, entre outras. É um órgão articulador e mediador entre a sociedade e os gestores da Educação Municipal. "Foi um diálogo muito produtivo, com foco na consolidação da relação Conselho e Secretaria e, principalmente, no aprimoramento das ações em busca de um sistema de ensino cada vez melhor", avaliou Barral.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Oito meses. Este foi o período que durou a transformação de uma estrutura em situação alarmante para uma unidade de ensino totalmente reconstruída em alto padrão. E foi assim, com o sentimento de sonho realizado, que alunos, professores, funcionários e moradores comemoraram com bastante festa a inauguração da nova Escola Municipal de São Cristóvão, que leva o nome do bairro. A cerimônia, ocorrida na tarde desta quinta-feira (07), contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice Bruno Reis, dos secretários Bruno Barral (Educação) e João Roma (Gabinete), demais autoridades, imprensa e população.

O diretor Gerson Costa relatou as lembranças de quando chegou à instituição, em 2010. “Foi uma fase muito difícil. A estrutura era muito ruim, com sérios problemas de infiltração e que não oferecia condições para o professor trabalhar e para o aluno estudar. Hoje é um dia para celebrar e agradecer à Prefeitura, por ter atendido aos nossos pedidos, e para a comunidade, que ajudou para que prosseguíssemos com as atividades”, afirmou. Houve também homenagem às professoras Jurema Nolasco e Evonilce Martins, que atuam na unidade desde a fundação, em 1993, e apresentação da aluna Yalle Santos, de 10 anos, que contou a história da Escola Municipal São Cristóvão.

O prefeito ACM Neto relembrou que, em visitas prévias feitas à unidade, ficou decidida a reconstrução da escola pela administração municipal. “Era uma estrutura que não estava à altura do que os alunos necessitavam. Com o objetivo de escrever uma história diferente na comunidade, foram realizadas a demolição da estrutura em pré-moldado e a reconstrução nos moldes que todos vêem hoje. Isso faz parte do compromisso municipal de colocar a Educação como prioridade em Salvador”, pontuou.

A nova Escola Municipal de São Cristóvão recebeu investimento de R$ 2,3 milhões. São 850 metros quadrados de área construída, com dez salas de aula, cozinha, diretoria, secretaria, depósitos, casa de gás, sanitários e áreas de lazer coberta e descoberta. A escola também tem acessibilidade, com rampa e banheiros adaptados. Com capacidade para atender a 600 alunos, a unidade oferece todas as turmas do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano).

No discurso, o prefeito também fez menção ao prêmio IstoÉ de Brasileiro do Ano na Política, recebido esta semana em São Paulo. “Este prêmio, na verdade, é de cada um dos servidores, funcionários e colaboradores da Prefeitura, assim como de cada um dos quase três milhões de habitantes de Salvador, pelo trabalho realizado na cidade”, afirmou.

Mais ações – A pedido dos próprios moradores, o prefeito ACM Neto também autorizou a implantação de nova iluminação no campo de futebol existente na localidade conhecida no bairro como Planeta dos Macacos. A ação será feita através de emenda parlamentar e desenvolvida pela Diretoria de Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Banda Marcial Masp Show, da Escola Municipal Alexandrina Santos Pita, localizada no bairro de Pirajá, será a única representante da Bahia a participar da final do Campeonato Nacional de Bandas e Fanfarras. A 24ª edição da competição será realizada nos dias 9 e 10 de dezembro, na Praça Matriz, no Centro da cidade de Aracaju (SE).

A banda, composta por 48 alunos, participa há seis anos do campeonato baiano, mas com a conquista do vice-campeonato em 2016, classificou-se para disputar a final do Campeonato Nacional de 2017. Para o evento, a Marcial Masp Show preparou um repertório composto por um pot-pourri de canções da Música Popular Brasileira (MPB), além de uma peça erudita.

O evento conta com a participação de cerca de 40 delegações de todo o país, divididas nas categorias infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior. A apresentação da Banda Marcial Masp Show está prevista para o domingo (10), a partir das 10h.

O maestro regente da banda, Emerson Brito, classifica a participação no campeonato como uma grande vitória. “Pra mim é uma realização, pois o sonho de todo regente é alcançar esse tipo de competição. Vai ser uma honra representar a Bahia, Salvador e, principalmente, o bairro de Pirajá, que abraça o nosso projeto”. No dia do embarque, 8 de dezembro, a banda promoverá uma festa na praça General Labatut, a partir das 20h, com queima de fogos, para se despedir da comunidade e reverenciar os estudantes.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O clima de insegurança causado pela infraestrutura precária, constantes alagamentos e ameaças de desabamento de um imóvel em pré-moldado ficaram totalmente no passado de alunos, professores e funcionários da Escola Municipal Bela Vista do Lobato, no Alto do Cabrito, que receberam com bastante festa a estrutura totalmente reconstruída pela Prefeitura e entregue nesta sexta-feira (1º). A cerimônia contou com as presenças do prefeito ACM Neto, acompanhado do vice Bruno Reis, dos secretários Bruno Barral (Educação) e João Roma (Gabinete), demais autoridades e moradores da região.

As comemorações incluíram apresentação da Fanfarra da Escola Municipal Helena Magalhães e coral formado por alunos do 2º ano do Ensino Fundamental I, que fizeram letra em homenagem à escola sob o ritmo da canção “Despacito”. “É muita emoção reinaugurar essa escola tão sonhada pela comunidade. Foram anos de luta passando por inúmeros problemas. Os pais nem pensavam em colocar os filhos aqui para estudar, pois a unidade não oferecia segurança. Hoje, já estamos sendo procurados pela comunidade para o ano letivo de 2018. A escola está realmente linda e agradeço a todos por isso”, salientou a diretora da instituição, Edimália Lima.

O prefeito ressaltou que este é um dia histórico para a Escola Municipal da Bela Vista do Lobato, que ganhou uma estrutura semelhante a de instituições privadas da cidade. Além disso, fez questão de salientar que serão entregues mais 15 escolas até fevereiro e que o ano letivo de 2018 será bem melhor para os estudantes. “Além do aumento do número de vagas, os alunos também receberão dois fardamentos, kit escolar e estamos lutando para melhorar a qualidade da merenda e, assim, contribuir para a melhoria da saúde às crianças”, afirmou ACM Neto.

Nova escola – A nova estrutura substitui o imóvel em pré-moldado, construído em 1993 e que já estava bastante desgastado pelo tempo, trazendo riscos a alunos, professores e funcionários. Após as obras, a unidade passa a contar com 13 salas de aula, depósito, cozinha, sala de leitura, sala de professores, diretoria, espaço para arquivo, vestiário, despensa, sala de freezer, secretaria e sanitários, inclusive para pessoas com deficiência, dentre outros ambientes. O investimento foi de cerca de R$2 milhões, em uma área de 780 m².

Atualmente com 347 alunos, a Escola Municipal Bela Vista do Lobato terá capacidade para atender, em 2018, até 600 estudantes da Pré-Escola (4 e 5 anos) e do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano). A unidade contempla também o Programa Acelera, que visa a regularizar a distorção idade-série.​ A escola segue o alto padrão de qualidade adotado nas demais estruturas entregues pela Prefeitura nos últimos quatro anos. Durante o período de obras, o corpo escolar foi relocado para um imóvel alugado e adaptado para a atividade.

Balanço – Ao seguir o princípio de colocar a educação como uma das prioridades dos investimentos em Salvador, a Prefeitura tem realizado o maior processo de  requalificação da rede física municipal de ensino. De 2013 até o momento, já foram entregues construídas e/ou reformadas 168 escolas e creches na cidade. A proposta é entregar ainda mais 15 unidades - uma por semana - até o início do ano letivo de 2018.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Caneta e papel na mão. Aos poucos, a estória que pertencia apenas à Talita Brito, de 15 anos, ganha asas para pairar sobre o apreço de tantos outros leitores. Talita foi apenas um dos 15 alunos da Rede Municipal a receber o Prêmio Jorge Amado de Literatura, na tarde desta quarta-feira (23). O evento de premiação, realizado no auditório do Mundo Plaza, contou com a presença do prefeito ACM Neto, do secretário Municipal de Educação, Bruno Barral, da neta do escritor Jorge Amado, Maria João Amado, da presidente do conselho diretor do Plano Municipal do Livro (PMLLB), Lourdes de Fátima, além de alunos e professores da rede.

O evento foi criado com o objetivo de valorizar a história e a literatura da Bahia, por meio da referência a Jorge Amado, e de incentivar crianças, jovens e adolescentes de escola pública a se tornarem escritores. “Hoje podemos dizer que Salvador conseguiu organizar um prêmio literário para incentivar os alunos. Queremos para as nossas escolas esse tipo de ambiente, onde as crianças possam, inclusive, fazer despertar uma vocação. Quem sabe, assim, a gente não ajuda a formar uma nova geração de futuros Jorges e Zélias?”, questionou o prefeito.

Durante o evento, o secretário Bruno Barral lembrou que a educação e o incentivo à leitura são elementos fundamentais para o desenvolvimento de qualquer cidadão. “Vocês, meninos e meninas, estão de parabéns! Esse é um momento de glória que deve ficar registrado em suas cabeças para que vocês se esforcem para melhorar a cada dia”, complementou.

A premiação ocorre em cinco categorias: poesia, conto, romance, HQ e videoclipe. Os ganhadores de cada categoria receberam prêmios de R$ 4 mil (para os primeiros colocados), R$ 3 mil (para as segundas posições) e R$ 2 mil (para o terceiro lugar), valores sujeitos à tributação de impostos. Além disso, o professor orientador indicado na ficha do aluno premiado recebeu um tablet.

Com a classificação, a vencedora em primeiro lugar da categoria romance, Talita Brito, já sonha em investir na carreira de escritora. Em um mês, a adolescente organizou e finalizou um romance de 139 páginas, escrito em dez meses, intitulado Consequências Inesperadas, que narra a estória de um alemão e uma russa que se apaixonam no início da Segunda Guerra Mundial. Emocionada por receber a premiação das mãos do prefeito, a estudante avaliou o prêmio como uma grande oportunidade: “Esse evento fez com que eu me lançasse no mundo da literatura e, com certeza, vai incentivar vários outros alunos também”.

O evento também premiou dois adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e que sonham com a mudança de vida, após esta conquista. Eles ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente, na categoria HQ. J.J.S. e P.T.A.S que escreveram 'Um Recomeço de Vida' e 'A Escolha de um Guerreiro' se emocionaram com a escolha.

Para a neta de Jorge Amado, o prêmio pode servir também como instrumento de transformação social. "Poder reconhecer o talento desses alunos nos dá alegria. Ver essas crianças produzindo, e produzindo textos com qualidade, nos deixa muito felizes. Eu li as produções da edição passada e me emocionei muito porque os trabalhos têm, realmente, qualidade. O meu avô era um contador de estória, falava com o coração, e ele procurou dar voz ao povo da Bahia. E eu vejo que essas crianças já são contadoras de estórias e podem crescer cada vez mais na cultura e na vida”, ressaltou Maria João.

Categorias e vencedores:

POESIA - A primeira colocada foi Rafaela Ferreira Neves, da Escola Municipal Ilha de Maré, com a obra “Uma Nação Corpo e Alma”. Em segundo lugar, ficou Sophia Ferreira Barbosa dos Santos, da Escola Municipal Santa Ângela Das Mercês, com a produção de “Bahia Terra de Alegria”. Marcos Vinícius Santos de Almeida, da Escola Municipal Dr. Orlando Imbassahy, ficou em terceiro lugar, com o “Tributo a Jorge Amado”. Os alunos foram orientados pelos professores Josevaldo Santiago, Adriana Ávila Santos e Cíntia Maria Araújo, respectivamente.

CONTO - A aluna Raniele de Jesus Ribeiro,da Escola Municipal Beatriz de Farias, foi a vencedora desta categoria, com a criação de “As Aventuras de Glória e Bioncê”, sob orientação do professor Laedson Carlos Moreira da Silva. Na segunda colocação ficou Maria Clara Barbosa dos Santos, da Escola Municipal Nossa Senhora de Nazaré, com o conto “A Bela Moça dos Olhos Lindos”. Ela foi orientada pela professora Maria Lúcia dos Santos Moreira. Já a aluna Raianne Andrade de Souza, da Escola Municipal Assistência Social São José, conquistou o terceiro lugar, com a obra “A Menina com Poderes Mágicos”, sob orientação da professora Daniela Maria Souto de Assis.

ROMANCE -“Consequências Inesperadas” é o título da obra literária de Talita do Espírito Santo Brito, aluna da Escola Municipal Professor Manoel Almeida Da Cruz, que ficou em primeiro lugar nesta categoria. Geovanna Santos Correia, da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, conquistou o segundo lugar com a criação “A Colheita”. A aluna foi orientada pela professora Eliane Souza da Silva Neves. Na terceira colocação, ficou a aluna Leila Maria Barreto Silva, da Escola Municipal Pirajá da Silva, com a obra “Jimim”, Para Você, sob orientação do professor João Paulo Bispo.

HQ - Na categoria História em Quadrinhos (HQ), os vencedores foram: Leandro Vinicius Argolo Lima Filho, da Escola Municipal de Plataforma, com O Poder Além do Planeta Terra, em primeiro lugar. Os alunos J.J.S., autor de Um Recomeço de Vida, e P.T.A.S., com a obra A Escolha de um Guerreiro, ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Eles são alunos da Escola Municipal Yves de Roussan e foram orientados pelo professor Bruno Fabrício D’almeida da Silva.

VIDEOCLIPE - O primeiro lugar ficou com o aluno Wenderson Sacramento Silva, da Escola Municipal Antonio Carlos Peixoto Magalhães, com a obra Outro Dia, sob orientação da professora Claudia Santos. O segundo colocado foi Samuel Silva Santos, da Escola Municipal Teodoro Sampaio, com a obra Romeu e Julieta em Terras Baianas, orientado pela professora Ana Claudia Napomuceno Sacramento. E em terceiro lugar, Narciso Guimell Carvalho Lima dos Santos, Escola Municipal Professor Manoel Almeida da Cruz, com o videoclipe Todo Mundo Pode Aprender, orientado pela professora Emília Urpia.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Escola Municipal Fazenda Grande II Ministro Carlos Santana (localizada na Via Local C, s/nº, Fazenda Grande II, após o Atacadão) realiza, nesta quinta-feira (23), mais uma edição da Feira Literária Fazenda Grande II (Flifag). O evento, que possui uma grade recheada de atividades educativas e culturais, contará com apresentação da Banda Eva, a partir das 15h30.

Nesta segunda edição, a Flifag tem o tema "Alma não tem cor: viva a diversidade cultural". O objetivo da iniciativa, segundo a diretora da escola, Cássia Ferreira, é desenvolver nos alunos o gosto pela leitura e escrita. “Temos 687 alunos matriculados, do  Ensino Fundamental a Educação de Jovens e Adultos (EJA), que estudam aqui pela manhã, tarde e noite. Todos  foram mobilizados para participar da Feira. Eles vão declamar poemas, ler poesias, encenar peças teatrais, cantar, dançar”, explica a gestora.

Na ocasião, o vocalista da Banda Eva, Felipe Pezzoni, levará um repertório especial para animar os participantes, entregará um certificado ao melhor poeta da escola Fazenda Grande II e participará do lançamento do jornal escolar Turma Acelera.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quando começou a atuar como professora na Escola Municipal do Beiru, há 12 anos, a hoje diretora Alexa Pereira passou a ver a unidade de ensino, que a acolheu com carinho, sofrer cada vez mais com a degradação da estrutura em pré-moldado. O cenário, antes da demolição realizada pela Prefeitura em julho do ano passado, era de placas soltas, infiltrações e demais problemas que causavam insegurança para a comunidade escolar.

O sonho de um novo imóvel foi concretizado nesta quarta-feira (22), com a entrega da unidade de ensino completamente reconstruída em cerimônia que contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice Bruno Reis, do secretário Bruno Barral (Educação), demais gestores municipais, autoridades e população.

“O início deste sonho foi com o projeto Ouvindo Nosso Bairro, no qual a comunidade pediu a reforma da escola. Aprendi a admirar e respeitar este local e só tenho a agradecer o empenho de todos para que os alunos continuassem a estudar no período da reconstrução da unidade. Hoje, dá-se início a uma nova Escola Municipal do Beiru”, pontuou Alexa, empolgada.

O prefeito ACM Neto salientou que, hoje, a população passa a contar com uma unidade de ensino bonita, confortável e com qualidade, em nível semelhante à da rede privada e que vai dar mais estímulo aos alunos para estudar. Foi salientado também que a Prefeitura vai continuar a inaugurar uma unidade de ensino por semana até o início do ano letivo de 2018 – estão previstas mais 15 unidades até fevereiro.

“É um ano letivo que começará como deve: com novas escolas, fardas, kit escolar e merenda ainda melhor. Além disso, haverá um número maior de matrículas, devido à ampliação da rede municipal de ensino com novas escolas”, completou.

Estrutura – A unidade de ensino atende a 678 alunos da comunidade, da Pré-escola (até cinco anos), do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano), dos projetos Se Liga e Acelera, além do Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para executar a reconstrução total do espaço, que possui 798 m² de área construída, foram investidos R$2,3 milhões, com recursos próprios do Município.

Agora, a escola dispõe de dez salas de aula, área de alimentação com cozinha, depósito de merenda, refeitório, área de serviço e vestiário de funcionários com sanitários. O projeto do novo equipamento educacional também inclui acessibilidade e dependências administrativas como secretaria, diretoria, sala de professores e de reunião.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Neste mês de novembro, o Caminhos da Leitura aborda justamente o tema da Consciência Negra em uma série de atividades que acontecem a partir desta segunda-feira (20) até o próximo dia 30. Promovido pela Prefeitura por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), o projeto social, educativo e cultural visa incentivar o hábito e o prazer da leitura, com circulação de livros, exposições, contação de histórias, encontros com escritores, oficinas de produção de bonecos e apresentação de Contos Cantados em escolas, bibliotecas e praças.

Na abertura da programação, será promovida a exposição itinerante Caderno do Saber: Consciência de Uma Etnia, às 9h, na Escola Municipal Abrigos do Povo, na Liberdade. Na quarta-feira (22), acontece mais uma edição do sarau literário Leiturinha Cantada, que fará apresentações dentro do contexto Consciência Negra, às 15h, na Praça da Madragoa, na Ribeira.

No dia seguinte (23), às 19h, é a vez da realização da Conversa com o Autor. Nesta edição, as convidadas são a atriz, museóloga e escritora Cassia Valle, autora do livro “CALU: uma menina cheia de história”; e Joana Flores, doutora em Museologia e autora do livro “Mulheres Negras e Museus de Salvador”, que vão bater um papo com os alunos, professores e funcionários do Colégio Pirajá, na Liberdade.

O sarau Leiturinha Cantada volta para mais duas edições, com abordagem ao tema Consciência Negra. A primeira acontece na Escola Municipal Irmã Dulce, no Largo de Roma, para alunos, professores e funcionários da instituição, às 15h. No dia 30, o evento acontece no Plano Inclinado Liberdade/Calçada, às 15h, com a presença do presidente da FGM, Fernando Guerreiro.

A realização das atividades contou com a participação das organizações sociais e lideranças dos bairros selecionados. Além do incentivo à prática da leitura, o Caminhos da Leitura tem o intuito de estimular a implantação de um projeto de leitura permanente nos bairros, com ponto fixo de distribuição de livros em parceria com o projeto Livres Livros e a Bibliocicleta - uma biblioteca itinerante em cima de uma bike.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...