Educação

0
0
0
s2sdefault

Os moradores do Doron comemoraram, nesta quarta-feira (10), a entrega do novo Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Olga Benário, que foi completamente requalificado pela Prefeitura após demolição da antiga estrutura em pré-moldado. A cerimônia contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além do secretário municipal de Educação, Bruno Barral, equipe técnica, autoridades, lideranças locais e comunidade escolar.

O prefeito destacou que, nos últimos meses, a Prefeitura está conseguindo inaugurar uma nova escola por semana, o que deverá acontecer até o início do ano letivo de 2018 – um marco para a cidade. “Desde 2013, foi tomada a decisão de recuperar toda a rede escolar. Agora, após cinco anos, a rede municipal de ensino vai praticamente dobrar a oferta de vagas para os alunos. Temos que investir em uma educação pública gratuita e de qualidade, para que os filhos das famílias pobres possam ter o mesmo futuro promissor dos filhos das famílias ricas”, completou ACM Neto.

A diretora Ana Paula Nascimento, que está na rede municipal há 10 anos, ressaltou a felicidade em ver o CMEI totalmente reconstruído. “Essa não é só uma obra de melhoria estrutural. É também uma obra que demonstra o respeito da Prefeitura nos investimentos para melhorar a qualidade da Educação Infantil.” E ainda completou: “Esta unidade de ensino é de toda a comunidade. Temos que preservar esse patrimônio.”

Às vésperas de completar aniversário, o secretário Bruno Barral destacou que a inauguração do CMEI completamente requalificado é um grande presente não apenas para ele, mas também para a cidade. “Esta é uma unidade de ensino de alto padrão, que vai contribuir ainda mais para ofertar educação de qualidade às crianças. Agradeço a toda a comunidade escolar pelo apoio e pelo trabalho ao longo do tempo.”

Nova estrutura – Voltado para a Educação Infantil, o CMEI Olga Benário passou por uma completa requalificação. Em razão da precariedade do prédio de pré-moldado, eram comuns as infiltrações e a perda de materiais e alimentos nos períodos de chuva, situação que muitas vezes inviabilizava a realização das aulas. Assim, a estrutura antiga, que tinha capacidade de atender apenas 90 crianças, foi demolida.

No local, foi construído um novo equipamento que é maior, mais bonito e com uma estrutura mais acolhedora para crianças, professores, gestores e funcionários. Com investimentos da ordem de R$ 2,3 milhões, o CMEI conta agora com 968 m² de área construída. A quantidade de vagas, mais que triplicou, passando a ter uma capacidade de 300 alunos em turno integral, dos Grupos II ao V.

A nova unidade tem dez salas de aula; sala de descanso; brinquedoteca; sala de leitura; sanitários de alunos; sanitário PNE; vestiário; sanitários de funcionários; sanitário administrativo; diretoria; secretaria; sala de professores/coordenação, playground; cozinha; despensa; sala de freezers; lavanderia; área de serviço; solário; pátio descoberto e acessibilidade.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Até esta terça-feira (9), a Secretaria Municipal de Educação (Smed) registrou 105.800 alunos que cursarão os segmentos Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II, e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em todos esses níveis de ensino foram disponibilizadas 166.900 vagas.

As matrículas para alunos novos que vão cursar o 1º ano do Ensino Fundamental começaram nesta terça. Para estudantes do 2º e do 3º ano e da EJA, as matrículas começam na quarta-feira (10). Na sexta (12), ocorrerão os procedimentos para inserção de novos alunos do 4º e do 5º ano; e na próxima segunda-feira (15), para os que cursarão do 6º ao 9º ano.

A rede municipal de ensino conta, atualmente, com 339 escolas e 98 creches e pré-escolas, além de Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Todas as unidades funcionam como postos de matrícula para vagas em qualquer bairro, como explica a Diretoria Pedagógica, Nilce Gama: “por exemplo, o pai ou a mãe podem estar na ilha (de Maré, dos Frades ou de Bom Jesus dos Passos) e efetuar a matrícula lá mesmo para o filho que vai estudar numa escola municipal no Cabula”.

As matrículas ocorrerão dessa forma, descentralizada, até o dia 27 deste mês, mas continuam nas próprias escolas durante todo ano - para alunos que farão transferência de unidade no decorrer dos meses.

Dos 105.800 mil alunos matriculados até então, 14 mil foram para o nível Educação Infantil, oferecido em creches e pré-escolas e atende crianças de 0 a 5 anos. Esta é a primeira etapa da educação básica e visa o desenvolvimento integral e integrado da criança.

Outras 83.800 matrículas foram feitas para o Ensino Fundamental. O segmento tem duração mínima de nove anos – divididos em dois ciclos – e tem como finalidade proporcionar o desenvolvimento das capacidades de aprendizagem, considerando a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências básicas necessárias na formação de atitudes de valores intrínsecos ao exercício da cidadania.

E 8 mil estudantes estão matriculados para cursar a EJA, modalidade constituída por quatro tempos de aprendizagem, com o objetivo de desenvolver o ensino fundamental e médio com qualidade para as pessoas que não possuem idade escolar.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Nesta terça-feira (9), a Secretaria Municipal da Educação (Smed) dá início às matrículas para alunos novos que vão cursar o 1º ano do Ensino Fundamental em 2018. Para estudantes do 2º e do 3º anos, as matrículas começam na quarta-feira (10). Os documentos necessários (cópia e original) são: Certidão de Registro Civil ou Cédula de Identidade; Cadastro de pessoa Física (CPF); comprovante de residência atualizado; cartão do programa Bolsa Família, caso seja beneficiário; Cartão Nacional de Saúde (Cartão do SUS); Cartão de Vacina atualizado; Histórico Escolar dos alunos a partir do 2º ano do Ensino Fundamental (documento original), e duas fotos 3x4. As matrículas podem ser feitas em qualquer escola da rede municipal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os moradores do bairro da Fazenda Grande III comemoraram com festa a inauguração da Creche e Pré-Escola Primeiro Passo do bairro, realizada nesta sexta-feira (5). O ato contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, acompanhados do secretário Bruno Barral (Educação), demais autoridades, vereadores, líderes comunitários e população. A iniciativa fez parte da programação do Gabinete da Prefeitura em Ação, realizada durante toda a manhã na região administrativa de Cajazeiras.

A diretora da unidade, Kátia Amorim, tomou como exemplo a participação nos programas Se Liga e Acelera, desenvolvidos pela Secretaria Municipal da Educação (Smed), para mostrar que investimentos transformam a vida de crianças e jovens. “Nesses projetos, o nosso trabalho é fazer com que os alunos acreditem que podem fazer a diferença. A construção dessa creche vai possibilitar às crianças e às famílias um futuro melhor. Muito obrigada por essa realização”, pontuou.

O prefeito ACM Neto salientou que esta é a 11ª unidade de ensino entregue pela administração municipal nos últimos meses, lembrando que novas escolas serão inauguradas até o início do ano letivo de 2018. Ele também afirmou a importância da construção de novas creches na cidade. “Por um lado, possibilitamos a escolarização de crianças cada vez mais cedo, em comunidades carentes, permitindo que tenham as mesmas condições das demais crianças no futuro. Por outro lado, os pais podem sair para procurar um emprego e garantir o sustento da família, sabendo que os filhos estão em um lugar seguro e com toda a assistência necessária.”

Com 824 m² de área construída e investimento de R$ 2,1 milhões, a Creche e Pré-Escola Primeiro Passo Fazenda Grande III está localizada na Rua Doutor Trípolo Francisco Gaudenzi, em uma antiga área subutilizada pela população. A unidade tem capacidade para receber 320 alunos da região, e conta com 10 salas de aula, sendo sete delas a funcionar em tempo integral, além de diretoria, secretaria, sanitários comuns e adaptado para pessoas com necessidades especiais, pátio coberto, solário e área de lazer.

Mais requalificação – No entorno, foram investidos cerca de R$ 133 mil para garantir as melhorias na área, que tem 685 m². Além da creche e pré-escola, os moradores também receberam uma boa notícia: a assinatura da ordem de serviço para requalificação asfáltica da entrada do bairro. A obra contará com investimento de quase R$630 mil e foi uma das intervenções mais votadas pelos moradores, por meio do programa Ouvindo Nosso Bairro.

Programação – O Gabinete da Prefeitura em Ação em Cajazeiras foi iniciado com a assinatura da ordem de serviço para reforma de 200 residências em situação precária, dentro do Morar Melhor. Foram beneficiados moradores da Rua Josaphat Marinho, selecionados pelo programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Os pais devem ficar atentos para a matrícula antecipada da rede municipal de ensino para alunos da Educação Especial, ou seja, que possuem deficiências, transtornos globais de desenvolvimento, altas habilidades ou superdotação. O procedimento acontece nesta sexta-feira (5) e a data é dedicada exclusivamente ao atendimento deste segmento. No ano passado, a rede contou com 4.556 alunos com deficiência matriculados em seu sistema.

Para efetuar a matrícula, basta que o responsável compareça à unidade de ensino onde pretende matricular o estudante munido de um documento que ateste a devida necessidade do mesmo. Além do atestado, é preciso que sejam apresentados os documentos (original e cópia) do registro civil ou carteira de identidade, CPF, comprovante de residência atualizado, cartões do Bolsa Família (caso o aluno seja beneficiário), do SUS e de vacinação, sendo este último atualizado e duas fotos 3x4.

Para alunos a partir do 2º ano do Ensino Fundamental ou TAP II, ainda é preciso apresentar histórico escolar no ato da inscrição. Após esta data, ainda será possível realizar a matrícula dos alunos especiais, sem ser necessário apresentar o atestado.

Para a coordenadora de Inclusão Educacional e Transversalidade da Secretaria Municipal de Educação (Smed), Jaqueline Barros, a matrícula antecipada dos alunos da Educação Especial vai permitir que as unidades de ensino se organizem melhor.  “A escola terá condições de identificar, em tempo hábil, o quantitativo de alunos e as especificidades deles para organizar a formação das turmas”, afirma.

Além disso, as instituições poderão encaminhar o aluno para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) ou Centros de Atendimento Educacional Especializado (CAEE); providenciar melhores condições de acessibilidade (espaços pedagógicos, mobiliário adaptado, adaptação e confecção de material pedagógico utilizando a tecnologia de baixo custo); solicitar, quando necessário, o profissional de apoio escolar ao setor competente; orientar as famílias quanto ao funcionamento da escola, e participar dos cursos de formação continuada oferecidos pela Smed e instituições parceiras, para melhor qualificação quanto ao processo de escolarização desses educandos.

Calendário – Após a sexta-feira (5), o cronograma de matrículas da rede de ensino de Salvador para todos os públicos terá continuidade no dia 10, para os alunos contemplados com vaga na Educação Infantil. A partir do dia 16, é a vez do preenchimento das vagas residuais, considerando a lista de espera de cada unidade de ensino. Já para os eixos do Ensino Fundamental I e II, a matrícula tem início na terça-feira (9) até o próximo dia 15. No dia 10, acontece as inscrições para o programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Na última inauguração de unidades municipais de ensino em Salvador este ano, nesta quinta-feira (28), o clima de festa foi ainda mais especial e teve como palco o bairro de Nova Brasília, na Estrada Velha do Aeroporto. A Creche e Pré-Escola Primeiro Passo da localidade foi entregue pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário Bruno Barral (Educação), gestores escolares e população. Também estiveram presentes convidados como o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o senador Ronaldo Caiado.

Além da creche, uma outra boa notícia foi dada aos moradores: a requalificação da Avenida Aliomar Baleeiro, também conhecida como Estrada Velha do Aeroporto, antiga reivindicação de quem mora na região. Os recursos, na ordem de R$70 milhões, já foram assegurados para 2018 pelo governo federal e contaram com a intermediação do presidente da Câmara.

O prefeito ressaltou que está sendo mantido o ritmo de inaugurar uma nova unidade de ensino por semana até o início do ano letivo de 2018 – ainda faltam mais 12 escolas. “Isso faz parte de uma verdadeira revolução que está sendo feita na área da Educação na cidade. A gente quer virar esse ano preparando a Educação da capital para dar um importante salto de qualidade, e essas novas escolas vão contribuir decisivamente para isso”, pontuou.

Assim como nos demais bairros que receberam unidades de ensino para crianças de até 5 anos, o sentimento dos moradores é de realização de um sonho. “Essa é uma conquista da comunidade e o início disso veio com o Ouvindo Nosso Bairro. Agradeço a todos pelo empenho para que esta unidade de ensino fosse entregue hoje”, salientou a diretora Tânia Santana. “Este ano, trabalhamos duro para fazer essas entregas, mas o resultado disso orgulha toda a cidade”, pontuou Bruno Barral.

Estrutura – Com 827 m² de área construída e investimento de R$ 2,1 milhões, a nova unidade de ensino tem capacidade para receber 320 alunos de 2 a 5 anos da comunidade e conta com 10 salas de aula, diretoria, secretaria, sanitários – inclusive para pessoas com deficiência –, um pátio coberto, além de um solário e área de lazer. O entorno também recebeu melhorias na infraestrutura, na ordem de R$ 200 mil.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O início do ano letivo de 2018 será diferente para os moradores da região de Piatã e Placaford, que passam a ter mais uma unidade municipal de ensino – desta vez para crianças menores de 5 anos. A Creche e Pré-Escola Primeiro Passo Piatã foi inaugurada na tarde desta quinta-feira (21) pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do vice Bruno Reis, do secretário da Educação, Bruno Barral, demais autoridades, comunidade escolar e população.

A unidade tem 830 m² de área construída e recebeu investimentos de R$ 2,3 milhões, com recursos oriundos de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com os shoppings centers da capital baiana, como contrapartida ao município pela cobrança de estacionamento. São dez salas de aula, refeitório, área de lazer e acessibilidade, com capacidade para receber aproximadamente 400 alunos.

A diretora da instituição, Márcia Cavalcante, afirmou que esta é a realização de um antigo desejo da comunidade. “Já recebi diversas mães procurando saber sobre a matrícula e elas sempre dizem que precisam colocar os filhos aqui para que possam trabalhar e dar melhores condições de vida a eles, além de se tornarem empoderadas ao não dependerem dos maridos para garantir renda”, completou.

O prefeito lembrou que, quando esteve ao local no ano passado, os moradores agradeceram pela presença, já que até então nenhuma autoridade tinha dado atenção à região. Uma das solicitações dos moradores na ocasião, inclusive, já foi realizada: a pavimentação da Ladeira Encontro das Árvores, que dá acesso à instituição de ensino.

“Queríamos que esta creche e pré-escola já começasse a funcionar no início do ano letivo de 2018 e hoje está sendo cumprido esse compromisso. Queremos que o próximo ano seja impecável na Educação, com fardamento, kit escolar, merenda e ensino de qualidade, como todas as pessoas merecem, principalmente as mais pobres. Vamos continuar com a entrega de uma unidade escolar por semana até fevereiro, e a cidade segue o passo também em outras áreas, como infraestrutura, saúde e social”, relatou ACM Neto.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A nova Escola Municipal Cristo Rei já é realidade para os moradores da Boca da Mata, na região de Cajazeiras. A cerimônia de entrega da unidade totalmente reconstruída pela Prefeitura foi realizada nesta sexta-feira (15), com as presenças do prefeito ACM Neto e dos secretários Bruno Barral (Educação) e André Fraga (Cidade Sustentável e Inovação), demais autoridades e população. A cerimônia também foi marcada pelo plantio de uma muda de pau-brasil, espécie nativa da Mata Atlântica.

A unidade de ensino passa a ter 1.044 m² de área construída e teve a estrutura totalmente refeita com foco na segurança e acessibilidade para funcionários e estudantes, seguindo padrões atualizados de edificação. A obra teve início no dia 3 de abril, quando ocorreu a demolição do prédio, e a intervenção custou R$ 2,6 milhões aos cofres municipais.

A diretora Genivalda Araújo relembrou a situação da estrutura, construída há mais de 20 anos e que não oferecia mais qualquer segurança para a comunidade escolar. “Lutamos muito por isso e só tenho a agradecer a todos pelo apoio para a reconstrução da escola. É um momento de alegria, renovação e novas oportunidades para a comunidade. Um benefício nosso, que agora temos a missão de cuidar.”

Quem também reforçou o coro foi Ivone Cipriano, de 54 anos e há 20 deles residindo na Boca da Mata. Com quatro netos entre 4 e 12 anos estudando na Cristo Rei, ela falou que a estrutura é muito mais do que uma unidade de ensino. “Mesmo com aquela estrutura precária, a procura de vagas sempre foi grande por aqui. Esta escola é uma segunda casa para muitos alunos, que acabam fazendo as refeições aqui por não terem o que comer onde moram. Passamos muita dificuldade, quando chovia era muita agonia. O que está acontecendo hoje é uma realização para os moradores”, completou.

O prefeito ACM Neto ressaltou o tempo recorde de entrega. “Foram apenas oito meses para reconstruir completamente essa escola. Quem conheceu essa unidade no passado sabe que foi feita uma verdadeira transformação aqui, e sabe também o quanto são importantes os investimentos na Educação. A Prefeitura tem buscado estar presente em todos os bairros para ouvir a reivindicação das pessoas. Todos podem testemunhar a alegria dos moradores em ganhar uma escola novinha de verdade. Mais uma, dentro da proposta de inaugurar uma unidade de ensino por semana até o início do ano letivo de 2018.”

Estrutura – Antes da reconstrução, a Cristo Rei possuía apenas oito salas de aula. Com a nova estrutura, a escola passa a contar com 12 salas de aula, uma biblioteca, uma sala para Atendimento Educacional Especializado (AEE) e nove banheiros, sendo quatro exclusivamente para alunos, dois para pessoas com deficiência, dois para funcionários e um privativo. Além disso, o espaço conta com salas para diretoria, secretaria, cozinha, dispensa, lavanderia e uma quadra poliesportiva. A unidade também ofertará um número maior de vagas – de 385 para 800 alunos.

A unidade escolar atua em três fases educacionais, comportando estudantes em idade pré-escolar, nos chamados grupos 4 (que corresponde a alunos de até quatro anos de idade, cujas aulas ocorrem no turno matutino) e 5 (para meninos e meninas com até cinco anos, para o turno vespertino). Também com atuação nos dois turnos, a Cristo Rei oferta vagas para Educação Fundamental I, com aulas nos turnos matutino e vespertino, para alunos do 1º ao 5º ano. É oferecida ainda matrícula para estudantes da modalidade de ensino Educação de Jovens e Adultos (EJA), cujas aulas ocorrem no período noturno.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O secretário municipal de Educação, Bruno Barral, reuniu-se nesta quinta-feira (14) com a presidente do Conselho Municipal de Educação, Lindalva dos Reis Amorim, e a vice-presidente do órgão, Ana Rita Oliveira Gomes. As discussões, que contaram com a participação das diretoras Pedagógica, Joelice Braga, e de Orçamento e Finanças, Marília Castilho, giraram em torno de temas importantes para a educação de Salvador, como demandas relativas à própria estrutura e funcionamento do conselho e questões ligadas às políticas públicas municipais na área.

O Conselho Municipal de Educação é um órgão fundamental na construção democrática e participativa de um ensino público de qualidade. Composto por representantes do governo, da comunidade escolar e da sociedade civil, o Conselho exerce funções normativas, consultivas, fiscalizadoras, entre outras. É um órgão articulador e mediador entre a sociedade e os gestores da Educação Municipal. "Foi um diálogo muito produtivo, com foco na consolidação da relação Conselho e Secretaria e, principalmente, no aprimoramento das ações em busca de um sistema de ensino cada vez melhor", avaliou Barral.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...