Pautas

0
0
0
s2sdefault

O sonho de ter a casa reformada se tornou realidade para moradores de Mussurunga. Nesta quinta-feira (12), às 18h30, o prefeito ACM Neto entrega 181 unidades habitacionais reformadas pelo Programa Morar Melhor no bairro. A solenidade ocorrerá na Rua Raul Seixas, com acesso pela Avenida Aliomar Baleeiro (Estrada Velha do Aeroporto), próximo à Nacional Gás (entrada da panificadora e lanchonete Confiança). É a primeira vez que a localidade é beneficiada com o programa, que tem o objetivo de realizar intervenções escolhidas pelos moradores em residências que estejam em situações precárias.

Até o fim de 2020, 40 mil residências devem ser reformadas pela administração municipal, com ação coordenada pela Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). Este ano, as obras da segunda etapa do Morar Melhor já foram autorizadas em nove bairros, beneficiando centenas de famílias em Alto de Coutos, Castelo Branco, Ribeira, Sete de Abril, Boa Vista de São Caetano, Cosme de Farias,  Fazenda Coutos III, Arenoso e Itinga. 

Com limite de até R$5 mil para cada casa, as intervenções promovidas pelo Morar Melhor são escolhidas pelos próprios moradores. São elas: pintura e reboco, novo telhado, implantação de louças sanitárias (pia e vaso) ou esquadrias (portas e janelas). Entre os critérios para a escolha das regiões beneficiadas estão locais com maior número de domicílios com alvenaria sem revestimento; que possuem moradores abaixo da linha de pobreza (renda per capta inferior a R$ 85/mês); e que tenham predominância de mulheres chefes de família. Imóveis em situação de risco cadastrados pela Defesa Civil de Salvador (Codesal), alugados ou de famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos não são contemplados.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto entrega nesta terça-feira (10), às 9h, a instalação da geomanta da rua São Paulo, em Cajazeiras VI, e a construção de uma nova escadaria próxima à estrutura de contenção de encosta. O evento contará com a presença de gestores municipais, lideranças comunitárias e políticas, além de moradores da comunidade.

A geomanta a ser inaugurada na região possui área de 1.155 metros quadrados. A obra durou cerca de 90 dias e contou com investimento de R$ 180 mil. Inovadora no país e adotada pela Prefeitura desde 2016, a técnica de proteção de encosta é formada por um composto de PVC e geotêxtil, com cobertura de argamassa jateada.


A estrutura impermeabiliza o talude e erosões superficiais, absorção de águas da chuva e possível risco de deslizamento do terreno. A duração do material é de 5 anos, em média – bem superior ao da lona comum, que é de três meses. A técnica já foi aplicada em mais de 80 encostas da cidade.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Quatro dirigentes municipais deixaram a Prefeitura de Salvador para concorrerem a cargo eletivo no pleito de 2018. São eles o secretário-chefe de Gabinete do Prefeito, João Roma; as secretárias Taissa Gama, de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), e Tia Eron, de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps); além da presidente da Fundação Cidade-Mãe (FCM), Roberta Caires. As exonerações foram publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (6) e os cargos serão assumidos interinamente pelos subsecretários Luiz Galvão (Gabinete), José Castro Filho (SPMJ) e Lilian Almeida (Semps). 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura de Salvador inaugura nesta sexta-feira (06), a partir das 10h, a primeira etapa da urbanização da Comunidade Guerreira Zeferina, que envolve, entre outras ações, a construção de um conjunto habitacional para abrigar 257 famílias. A comunidade está localizado na Rua Engenheiro Agenor de Freitas, em Periperi (atrás da estação de trem). Trata-se do maior projeto social da atual gestão. O prefeito ACM Neto vai comandar a solenidade de inauguração, que faz parte das comemorações pelo aniversário de Salvador, ao lado de toda sua equipe.

Com investimento de R$ 21 milhões oriundos de recursos próprios, o projeto engloba uma área de cerca de 20 mil metros quadrados, entre a via férrea e o mar. Nesta primeira etapa serão inaugurados 125 apartamentos em cinco blocos, além de equipamentos como a Escola Municipal Guerreira Zeferina, campo de futebol, miniquadra, seis boxes comerciais distribuídos em três quiosques, espaço de convivência e lazer, calçadão de acesso à praia, deck e estacionamento.

Histórico – O Conjunto Habitacional Guerreira Zeferina foi erguido em um local antes conhecido como Cidade de Plástico. Antes, as habitações eram construídas com materiais improvisados como madeira, lona e plástico (o que deu origem ao nome da localidade). A comunidade não tinha infraestrutura. Essa realidade começa a mudar agora, com a entrega dos primeiros apartamentos e ações de cunho social desenvolvidas pela Prefeitura na localidade. Muitos dos trabalhadores da obra, por sinal, serão futuros proprietários de alguns dos imóveis.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto empossa hoje, 05, às 18h, em solenidade na área externa do Palácio Thomé de Souza, no térreo, os 100 conselheiros comunitários eleitos para cada uma das dez Prefeituras-Bairro da cidade. São dez conselheiros não remunerados por região administrativa, eleitos no dia 24 de março pelas associações de bairro. Eles têm a função de atuar como representantes das suas regiões administrativas junto ao Executivo municipal. 

Durante o evento, será feita ainda uma prestação de contas do programa Salvador Bairro a Bairro, que executa obras escolhidas pela população através do programa Ouvindo Nosso Bairro. O Ouvindo Nosso Bairro, maior programa de consulta popular da história de Salvador, já virou lei aprovada pela Câmara. Além de ACM Neto, também participam do ato o chefe de Gabinete João Roma, que está se descompatibilizando do cargo hoje, e a diretora-geral das Prefeituras-Bairro, Ana Paula Matos. 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura inaugura nesta quinta-feira, às 9h, a Praça da Juventude, localizada na Avenida Artêmio Castro Valente, em Canabrava (logo após as bilheterias do Barradão). O espaço de esporte e lazer conta com campo de futebol, pista de skate, ginásio poliesportivo, anfiteatro, área multiuso, quadra de areia e pista de corrida. Trata-se de uma das mais completas praças que Salvador já viu e a entrega faz parte das comemorações pelo aniversário de 469 anos da primeira capital do Brasil. O investimento é de R$2,4 milhões.

Para que os espaços e equipamentos esportivos sejam bem aproveitados, a Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel) vai promover atividades de iniciação ao esporte, como futsal, basquete, handebol, vôlei e ginástica rítmica. A execução das modalidades esportivas pode ocorrer por meio de articulação com associações e ligas desportivas. Além disso, a Semtel planeja contar como apoio da comunidade local e de outros órgãos da Prefeitura para desenvolver ações culturais no espaço do anfiteatro.

As atividades esportivas serão realizadas dentro do projeto de Iniciação Esportiva Salvador (IESSA), que já atende diversas pessoas nos Barris, Itapuã, Boca do Rio, Calabar e Valéria. Serão disponibilizadas 300 vagas para as atividades da Praça da Juventude para crianças e adolescentes que estejam matriculados em uma instituição de ensino pública ou privada.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Salvador ganhará mais uma unidade de atendimento às mulheres que enfrentam situação de violência. Nesta quarta-feira (4), às 17h30, o prefeito ACM Neto e a titular da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Taissa Gama, inauguram o Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (CAMSID), localizado na Rua Lélis Piedade, na Ribeira. A unidade será mais um espaço de acolhimento, orientação, encaminhamento jurídico, atendimento psicológico e social à população feminina. A iniciativa faz parte das ações do programa Mulher 360 e das comemorações ao aniversário de 469 anos da capital baiana.

O imóvel possui 450 m² de área construída e conta com recepção, quatro salas de atendimento, quatro sanitários, três quartos, brinquedoteca, biblioteca, sala para grupo terapêutico, sala de TV, copa, cozinha, área de serviço, administrativo, dois almoxarifados, salão para oficinas, espaço para ginástica, parque infantil e horta. Serão ofertados no espaço serviços vinculados às atividades de Centro de Referência Loreta Valadares, que têm como objetivo atender à mulher em situação de violência doméstica, familiar e de gênero, sem discriminação, com trabalho orientado sob o princípio da escuta qualificada, além de acolhimento provisório de curta duração, de até 15 dias.

Trata-se de um espaço não sigiloso que vai acolher mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, como também aquelas egressas do tráfico de pessoas que não estejam em risco iminente de morte, acompanhadas ou não de filhos de 0 a 12 anos. O abrigo provisório deve garantir a integridade física e emocional dessas mulheres, bem como realizar diagnóstico da situação em que elas se encontram, a fim de encaminhamentos futuros.

A capacidade de atendimento é para 200 mulheres por mês para os atendimentos do centro e 36 pessoas no acolhimento provisório de curta duração. Além disso, o Centro Irmã Dulce vai oferecer, a exemplo do Loreta Valadares, atendimento multidisciplinar com equipe de 25 profissionais envolvidos, entre psicólogas, assistentes sociais, psicopedagoga, advogada, recepcionista, supervisoras, coordenadora, serviços gerais, motorista, plantonistas, copeira e guardas civis.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Dando continuidade às ações comemorativas pelo aniversário de 469 anos de Salvador, a Prefeitura autoriza nesta quarta-feira (04), a partir das 18h, o início das obras de requalificação da Ponta de Humaitá e da Colina Sagrada, com projetos elaborados pela Fundação Mario Leal Ferreira. A solenidade de assinatura das ordens de serviço pelo prefeito ACM Neto acontece na Rua Boa Viagem, s/n, em Monte Serrat (Ponta de Humaitá).

As obras em Humaitá têm previsão de 90 dias, sob a responsabilidade da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop). O investimento é de R$ 618.278,78 e as intervenções envolvem recuperação e pavimentação de toda a área, melhoria do estacionamento, construção de nova quadra esportiva em substituição da atual, recomposição do gramado e dos passeios. Também estão previstas a remoção de uma edificação construída para dar apoio ao cais (o módulo de bilhetagem), por estar em desacordo com o paisagismo local, e melhorias da área de contemplação do pôr do sol.

Vale lembrar que a área é tombada pelo Iphan e possui extrema beleza natural. Por isso, o projeto de requalificação precisou ser, ao mesmo tempo, simples e também cuidadoso com o grande impacto a partir da valorização do patrimônio histórico e geografia do local. As obras irão envolver uma área de 12 mil metros quadrados. Na área mais próxima ao Parque Regional de Manutenção da 6ª Região Militar, localizada na Rua Rio São Francisco, estão previstas a recuperação da quadra, implantação de sanitários e áreas destinadas a uma roda de capoeira e de contemplação.

O projeto prevê também recuperação de pisos do entorno da Igreja de Monte Serrat, instalação de rampas para cadeirantes, colocação de guarda-corpo ao longo da balaustrada e instalação de mobiliário urbano. O píer instalado na área não está incluído no projeto porque implicaria na inclusão de aspectos náuticos e manifestações da Marinha, fugindo ao escopo inicial da intervenção urbanística.

Bonfim - Já as obras no entorno da Colina Sagrada – que incluem a Praça do Largo do Bonfim e do Largo da Baixa do Bonfim – deverão ser concluídas dentro de 12 meses. O objetivo é potencializar o caráter simbólico da Basílica de Nosso Senhor do Bonfim, estimulando o turismo religioso dentro do projeto da Prefeitura de implantação do Caminho da Fé, que começa no Memorial Irmã Dulce. O investimento será de R$11,5 milhões.

A Praça do Largo da basílica terá os limites ampliados, de maneira que esta seja uma continuidade das escadarias do templo religioso, unificando todo o conjunto arquitetônico. Para alcançar este objetivo, serão suprimidas algumas ruas lindeiras à praça, cuja pavimentação será executada em mosaico de pedra portuguesa branca, com grafismos marcados no piso.

O sistema viário será redesenhado, suprimindo as vias que passam em frente à entrada da escadaria principal da basílica e à Casa do Juiz da Devoção, na esquina com a ladeira dos romeiros. Será criada uma edificação, integrada ao conjunto de casas do entorno, denominado Abrigo de Velas (velário), eliminando assim o risco de incêndio no templo.

Por sua vez, o Largo da Baixa do Bonfim (Praça Euzébio de Matos) será redesenhado, alinhado com os arcos da Ladeira do Bonfim, reativando os vãos para funções comerciais e de serviços. No centro da Euzébio de Matos, será disposto um pequeno palco para realizações de eventos de menor porte pela comunidade. Com o deslocamento da praça, alinha-se ao longo da via um grande estacionamento público para atender à demanda das vagas excluídas no Largo do Bonfim, além da criação de baias para ônibus e vagas para vans e motocicletas. A ligação entre as partes alta e baixa da Colina Sagrada será feita através de rampas e escadarias, com acessibilidade universal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura inaugura nesta quarta-feira (04), às 10h, o primeiro Hospital Municipal de Salvador, localizado na Via Coletora B, final de linha da Boca da Mata, região de Cajazeiras. Funcionando 24 horas por dia, ele estará integrado à rede de urgência e emergência, servindo principalmente de retaguarda para os casos mais complexos das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e do SAMU de Salvador.

Durante 25 dias, o hospital vai funcionar em fase de observação, com a urgência e emergência atendendo a casos distribuídos pelo SAMU e pela Central Municipal de Regulação. A partir do dia 30 de abril, quando o equipamento estará 100% em funcionamento, a demanda para atendimento de urgência e emergência será aberta por classificação de risco. Os atendimentos ambulatoriais e apoio a diagnóstico regulado começam a operar no dia 9 de abril.

O hospital, que conta até com heliponto e base descentralizada do SAMU, terá ênfase em atendimentos de urgência, com capacidade para 500 casos de emergência por dia. Mas também terá um ambulatório de egressos da unidade hospitalar para suporte ao atendimento. Serão 210 leitos – 30 de UTI (adulto e criança), 150 de clínica médica e cirúrgica e 30 de pediatria. A emergência terá ênfase em traumatologia, ortopedia e urgências clínicas. Haverá, ainda, atenção domiciliar, com capacidade para 180 atendimentos por mês para pacientes que receberam alta.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...