Pautas

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura formaliza, nesta quinta-feira (13), o apoio institucional às entidades negras que desfilam tradicionalmente no Carnaval de Salvador. O evento ocorrerá às 14h30, no auditório da Fundação Gregório de Mattos (FGM), localizada na Rua do Couro, s/n, Barroquinha. O prefeito ACM Neto estará presente na ocasião, acompanhado pelo vice-prefeito Bruno Reis, diversos representantes das entidades negras da capital baiana e demais autoridades municipais.

Serão beneficiadas 86 entidades integrantes da Associação do Coletivo de Entidades Carnavalescas de Matriz Africana (Acema), e outro quantitativo de artistas e grupos independentes. O apoio institucional será destinado a entidades nas mais variadas representações, a exemplo de afoxés, afros, índios e artistas de representatividade nos bairros, dentre outros.

A proposta da Prefeitura é ofertar as condições propícias para que entidades com os mais variados portes e que apresentam desde ritmos como o samba até o reggae possam desfilar na folia fazendo a manutenção da cultura soteropolitana. Dentre as diretrizes de apoio da Prefeitura estão a isenção de alguns tributos para os grupos de menor porte, patrocínio através da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e divulgação.

 

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Depois da Fazenda Grande do Retiro, os moradores do Lobato serão os beneficiados da vez com a entrega do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Mário Altenfelder completamente reconstruído pela Prefeitura. A cerimônia acontece nesta quinta-feira (13), às 9h, na Rua Aterro do Joanes, s/n – ao lado da 14ª Companhia Independente da PM, com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice-prefeito Bruno Reis e do secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral.

Com 4,4 mil m² de área construída e investimentos da ordem de R$ 12,4 milhões, o CMEI Mário Altenfelder vai atender a 1 mil estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental I. “O prédio antigo construído em pré-moldado apresentava diversos problemas. Tivemos que remover os alunos para outro imóvel. Agora a realidade é outra, um projeto novo, pensado especificamente para o conforto de toda a comunidade escolar”, pontua Bruno Barral.

Além das 24 salas de aula, o prédio tem mais uma série de espaços para instalação de coordenação, sala de professores, secretaria, diretoria, lavanderia, cozinha, refeitório, depósito de merenda, solário, parque infantil, sala multiuso, brinquedoteca, sanitários para alunos, professores, funcionários e PCD (pessoas com deficiência), depósito de material de limpeza, guarita, rampa e depósito de material didático.

Outras 14 unidades estão sendo reconstruídas pela Prefeitura, por meio de recursos municipais e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que totalizam R$96 milhões. Com esse investimento, a intenção da Prefeitura é ampliar a assistência à Educação Infantil e permitir aos pais que possam trabalhar, enquanto deixam seus filhos nas creches.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uma fachada de 200 metros quadrados coberta de plantas, que se tornou ponto turístico no bairro do Comércio, e mais de 20 outras iniciativas sustentáveis. Estes são alguns dos elementos que compõem a nova sede da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), localizada na Rua da Grécia, 43, que será inaugurada nesta quarta-feira (12), às 9h30, com a presença do prefeito ACM Neto e do titular da pasta, André Fraga, dentre outras autoridades.

A mudança da sede da Secis faz parte do programa Vem pro Centro, lançado pela Prefeitura de Salvador com o objetivo de ocupar e movimentar o bairro do Comércio, e que levará 80% dos órgãos municipais para o local. Com a Secis, já são cinco secretarias instaladas na região - integram a lista as pastas de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre); Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SMPJ); Cultura e Turismo (Secult); e da Saúde (SMS).

Além delas, funcionam também no bairro a Ouvidoria Geral do Município (OGM), Empresa Salvador Turismo (Saltur), Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm), Central Integrada de Licenciamento de Eventos (CLE) e Centro do Empreendedor Municipal (CEM).

Ao todo, o prédio tem 23 iniciativas sustentáveis em suas instalações, que vão desde a opção por lâmpadas de LED e torneiras com temporizadores, até a instalação de placas solares produtoras de energia fotovoltaica e o aproveitamento de água da chuva para irrigação da fachada verde do prédio e da grama do terraço. A estrutura ainda possui horta, bicicletário e outras iniciativas.

Além dos elementos sustentáveis, a laje da Secis também é palco para reuniões, encontros, integrações e rodas de conversas. Denominado de Laje Talks, o projeto possui acesso gratuito no qual são realizados bate-papos com a proposta de conversar sobre temas de interesse público associados à sustentabilidade e que dialoguem com a cidade. Em sete edições já realizadas, cerca de 700 pessoas participaram do evento, que acontece todas as terças, às 18h.

Para André Fraga, titular da pasta, a nova sede é uma referência de prédio público e sustentável em Salvador e no Brasil. “O prédio, naturalmente, já atrai a atenção de quem passa pelo local por causa da sua fachada verde, que é algo inovador não só na região do Comércio como em toda a cidade. Além disso, mesmo tendo uma estrutura limitada, o prédio foi pensado para ser o mais sustentável possível, o que causa um impacto econômico muito positivo. Estratégias de eficiência energética e de gestão de água, por exemplo, são algumas das iniciativas que reduzem os custos no bolso no final do mês e o impacto ao meio ambiente”, destaca.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

 Começam nesta sexta-feira (06) as obras de construção do Parque Pedra de Xangô, na Avenida Assis Valente, s/n - Fazenda Grande II. Serão executadas, além das edificações, intervenções de urbanização, pavimentação e drenagem. O projeto é coordenado pela Fundação Mário Leal Ferreira. O prefeito ACM Neto assina a ordem de serviço às 9h30, em solenidade no próprio local onde está o monumento natural. 

Dona de um simbolismo cultural e religioso de fundamental importância para a identidade cultural de Salvador, a Pedra de Xangô está envolvida por uma vegetação remanescente de Mata Atlântica, que reforça o caráter sagrado do local. A proposta para a construção do parque visa a preservação do patrimônio e atende a uma forte mobilização da sociedade civil, especialmente dos estudiosos e adeptos das religiões de matriz africana.

O projeto busca criar um suporte adequado e uma espacialidade flexível, que possa adequar-se aos diversos formatos possíveis. Haverá um espaço destinado para exposições com elementos simbólicos das religiões de matrizes africana e indígena, trilhas a céu aberto e anfiteatro, tudo com o uso de materiais de baixo impacto ambiental e de alto valor ecológico. Também estão previstos auditório, área administrativa, sanitários e estabelecimentos comerciais voltados para o parque. Além disso, o projeto propõe trazer de volta o espelho d’água que circundava a pedra.

Intervenções previstas no PDDU - A área das intervenções urbanísticas envolvem 67.163,06m², contemplando a criação da via de monitoramento e o desvio da Avenida Assis Valente, criando no entorno da Pedra de Xangô uma zona de amortecimento paisagístico. Para execução de obras para urbanização estão previstos serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação do sistema viário e da praça, paisagismo, construção de arquibancadas, escadas, pontilhões e vertedouro, além da instalação de equipamentos e mobiliários urbanos.

As edificações ocuparão uma área de 546,30m², oferecendo espaços para exposições, auditório, área administrativa, sanitários, lanchonete e loja. Vale lembrar que o parque foi criado no novo PDDU, de 2016, por sugestão da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). Ele também é uma das 7 áreas de lazer que serão entregues até 2020 pela Prefeitura, através do programa Salvador Capital da Mata Atlântica.

Reuniões – Foram realizadas três reuniões públicas participativas para apresentação e aprovação do projeto do Parque de Bairro Pedra de Xangô na Prefeitura-Bairro de Cajazeiras, em 2018 e 2019. Nas reuniões, foram apresentados um diagnóstico da situação atual e o projeto básico preliminar, onde estão propostas diversas intervenções.

O local, que está dentro da Área de Proteção Ambiental do Vale da Avenida Assis Valente e Parque em Rede Pedra de Xangô, ganhará ainda espaços de convivência, ampliação do bosque sagrado e salas para o desenvolvimento de ações de educação ambiental.

Tombamento – Em maio de 2017, por meio da Fundação Cultural Gregório de Matos (FGM), oficializou-se o tombamento da Pedra de Xangô e da área considerada sítio histórico do antigo Quilombo Buraco do Tatu. A Pedra de Xangô é o terceiro monumento protegido pela Prefeitura com base na Lei de Preservação do Patrimônio Cultural do Município (8.550/2014).

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, vai autorizar o início das obras de drenagem e recapeamento, com implantação de meio-fio e passeio, em uma área de 2,9 mil metros quadrados, na Feira de São Joaquim. A ordem de serviço será assinada em solenidade nesta quarta-feira (5), às 9h, no equipamento comercial, na Avenida Engenheiro Oscar Pontes, em Água de Meninos.

Com prazo de conclusão de dois meses, as intervenções contam com investimento de R$ 435,1 mil. As obras ocorrem após representantes dos vendedores que trabalham no local acionarem a Prefeitura, alegando insatisfação com a falta de infraestrutura e com a demora na conclusão da requalificação da feira, que está sob a responsabilidade do governo estadual.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O início do ano letivo da rede municipal de ensino será marcado por mais uma grande conquista da população do bairro da Fazenda Grande do Retiro. O prefeito ACM Neto e o secretário municipal da Educação, Bruno Barral, entregam nesta terça-feira (4), às 9h, durante o evento Volta às Aulas Nota 10, o novo Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Yolanda Pires (Rua das Pitangueiras, s/n).

Trata-se de uma unidade de ensino totalmente nova, com 1113 metros quadrados de área construída, que recebeu investimento de R$ 3,6 milhões e que já dá as boas-vindas aos alunos no início do ano letivo. O novo prédio substitui o imóvel antigo, que era construído em pré-moldado e apresentava problemas de infiltração, alagamento em dias de chuva, calor excessivo, entre outros. O CEI terá 235 vagas.

Material escolar - Durante a inauguração, haverá também uma solenidade de início do ano letivo, com a entrega de vários itens que serão utilizados pelos alunos em 2020, como fardamento, kits escolares, material didático e pedagógico, entre outros. Para este ano, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Educação (Smed), investiu R$ 4,53 milhões para aquisição de fardas e R$ 3,66 milhões nos kits escolares.

Vale lembrar que outras 15 unidades escolares estão sendo reconstruídas pela Prefeitura, por meio de recursos municipais e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que totalizam R$ 96 milhões. Com esse investimento, o município espera ampliar a assistência à Educação Infantil e permitir aos pais que possam trabalhar, enquanto deixam os seus filhos nas creches.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura inaugura, nesta sexta-feira, às 9h30, a Unidade de Saúde da Família Vila Nova de Pituaçu, localizada na Rua São Jorge de Vila Nova de Pituaçu, em São Marcos (próximo aos viadutos de acesso da Avenida Gal Costa). O prefeito ACM Neto e o secretário municipal de Saúde, Leo Prates, participam da solenidade.

A nova unidade de saúde era uma reivindicação antiga da comunidade, e vai ofertar serviços de atenção integral, desde o recém-nascido ao idoso, através do atendimento médico, enfermagem e odontológico. Além disso, vai dispor de serviços complementares como curativo, vacinação, visita domiciliar, marcação de consultas e exames, dispensação de medicamentos básicos e confecção do Cartão do SUS.

A capacidade de atendimento é para 460 pessoas por dia, através da atuação de três equipes de Saúde da Família e outras três de Saúde Bucal.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto autoriza, nesta quinta-feira (30), às 16h, no Palácio Thomé de Souza, o início imediato de 234 novas obras distribuídas nas dez regiões administrativas da capital. A execução desse pacote macro de obras faz parte do conceito da gestão municipal que consiste em aproximar a população do poder público para que as demandas mais importantes definidas pelas comunidades sejam sanadas.

Esse montante de obras terá um investimento de R$ 10 milhões – orçamento destinado às Prefeituras-Bairro em agosto do ano passado, durante o primeiro Seminário para Conselheiros Comunitários de Salvador. Cada unidade administrativa terá disponível R$ 1 milhão para investir na sua região.

A verba será aplicada em obras como recapeamento asfáltico, requalificação de escadarias, instalação de academias de saúde, reforma de campos, quadras e praças, além de serviços de manutenção e modernização da iluminação pública.

De acordo com o titular da Secretaria Geral de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, as obras foram definidas com base em reuniões com os conselheiros comunitários de cada regional da cidade que apresentaram as principais demandas locais.

“Os conselheiros são representantes legítimos das comunidades. Eles são atores importantes no processo de identificação das demandas e na articulação com a Prefeitura. A nossa gestão faz questão de inserir a população nas decisões orçamentárias. Pensamos que não há ninguém melhor que o próprio cidadão para apontar as necessidades e prioridades do seu bairro. Por isso, priorizamos as obras apontadas pelos conselheiros nesse processo”, explicou.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O BRT, novo modal de transporte público em construção na cidade, deverá ter os veículos movidos à eletricidade. Além disso, o objetivo da Prefeitura é implantar, a médio prazo, a mesma fonte de energia para os ônibus convencionais. As duas novidades serão analisadas nesta quinta-feira (30), quando acontece, entre 10h e 13h, no Hub Salvador, no Comércio, um debate internacional organizado pelo Grupo C40 de Grandes Cidades para a Liderança Climática e pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semop).

O prefeito ACM Neto participa da abertura do evento ao lado do diretor Regional para América Latina do C40, Manuel Oliveira, e do titular da Semob, Fábio Mota. O evento contará ainda com a presença de representantes da gigante Enel, que atua no setor elétrico e viabilizou o funcionamento de ônibus elétricos em Santiago do Chile. Instituições financeiras nacionais e internacionais, a exemplo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do BNDES, interessadas em financiar os ônibus elétricos em Salvador, também estarão na mesa.

Serão abordadas, em reuniões bilaterais, questões como modelos de financiamento, operação do sistema de ônibus elétrico e estratégias de implementação na capital baiana. Haverá ainda apresentações de fornecedores de ônibus zero emissões. Vale lembrar que Salvador já testou um modelo de ônibus elétrico, que foi o primeiro passo no sentido de modernizar a frota no caminho da sustentabilidade. "Nossa ideia é colocar salvador na vanguarda das cidades ecologicamente mais corretas na área do transporte público", resumiu Fábio Mota.

Vantagens - De acordo com Manuel Oliveira, os ganhos para Salvador com a implementação dos ônibus elétricos serão inúmeros e o impacto positivo deste equipamento poderá ser percebido em diversos aspectos da vida soteropolitana.

"Os ônibus elétricos têm muitas vantagens sobre os modelos que circulam hoje em Salvador. Além das questões ambientais, eles economizam mais de 50% da energia consumida, o que torna a operação financeiramente mais em conta para a cidade, inclusive na hora de definir tarifas. Eles não produzem emissões de poluentes, especialmente partículas associadas à maioria das doenças broncopulmonares de crianças e idosos, gerando economia também na saúde pública. E quase não produzem ruído,gerando mais tranquilidade em áreas com tráfego intenso", declarou.

Manoel Oliveira destacou que os ônibus elétricos são realidade em diversas partes do mundo, a exemplo da China, que tem mais de 60.000 veículos rodando. O Chile detém a maior frota urbana fora da China, com 386 ônibus elétricos.

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...