Pautas

0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura entrega nesta terça-feira (01), às 9h, no Terminal Náutico de Salvador, no bairro do Comércio, 19 novas ambulâncias e uma lancha para ampliar o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no município. A partir de agora, 62 ambulâncias e duas ambulanchas farão parte da rotina de assistência médica. Além disso, na mesma ocasião o prefeito ACM Neto renova contratos com hospitais que atuam no combate à Covid-19.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura lança nesta segunda (30), às 17h30h, na Praça Dois de Julho, no Campo Grande, o Natal da Esperança. Na ocasião, serão ainda apresentados os protocolos de segurança para quem desejar aproveitar a programação e iluminação natalina do próprio Campo Grande. O prefeito ACM Neto estará presente.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto e o sucessor Bruno Reis fazem nesta sexta-feira (27), às 9h30, no Elevador Lacerda, na Praça Municipal, anúncio sobre o Carnaval 2021. Além disso, as festas populares do ano que vem também estão na pauta da coletiva, que marca ainda a inauguração da nova Central de Atendimento ao Turista, que fica no ascensor.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto e o secretário municipal da Saúde, Leo Prates assinam às 9h30 desta quinta-feira (19) a ordem de serviço para a construção de um novo Centro Especializado Odontológico (CEO), na Rua Dom Pedro II, no bairro de Periperi. Na mesma ocasião, o prefeito anuncia as novas cirurgias disponibilizadas no Hospital Municipal de Salvador (HMS). 

Com um investimento de mais de R$ 2,4 milhões, o acesso à atenção básica de saúde será ampliado para a população com o incremento de 11 consultórios clínicos e três odontológicos, além de farmácia, vacina, sala de procedimento, coleta e curativo. 

Vale frisar que a gestão municipal elevou, entre 2013 e 2020, em 106% a cobertura da saúde bucal para os soteropolitanos.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto e o vice-prefeito Bruno Reis inauguram nesta terça-feira (17) a terceira etapa das obras de requalificação da Avenida Aliomar Baleeiro (Estrada Velha do Aeroporto), dessa vez no trecho entre o condomínio Dois de Julho Life, em Nova Brasília, e a rótula de acesso ao bairro de Mussurunga. A solenidade acontece a partir das 9h30, na própria avenida, em Mussurunga 1. 

Foram feitos serviços de drenagem, pavimentação, iluminação, meio-fio e passeio. O investimento foi de R$ 11 milhões apenas nesse trecho. A requalificação da Estrada Velha do Aeroporto era uma obra aguardado por moradores e condutores que trafegam pelo local. Ao todo, 16,6 quilômetros da via já foram requalificados com recursos próprios (R$ 35 milhões). 

A primeira etapa da obra compreendeu o trecho da BR-324 até a altura do Supermercado G. Barbosa, em Pau da Lima, e foi entregue em julho. O local recebeu nova iluminação em LED, melhorias na drenagem e troca do asfalto, além de implantações de passeio em concreto, meio-fio e piso tátil.  

A terceira etapa, entre o G. Barbosa de Pau da Lima e o Condomínio Dois de Julho Life, contou com serviços de drenagem, asfalto, construção de baia de ônibus, meio-fio e passeio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto entrega neste sábado, às 9h30, a segunda etapa da requalificação do trecho de orla entre Amaralina e Pituba (do Largo das Baianas até a Vila Jardim dos Namorados). A solenidade acontece na Avenida Octávio Mangabeira, número 345 (em frente ao restaurante Ki-Mukeka).

Com essa entrega, Salvador passa a ter a mais longa extensão ininterrupta de orla requalificada da história, compreendendo os bairros da Barra, Ondina, Rio Vermelho e agora Amaralina e Pituba. Isso sem contar vários outros trechos que já foram requalificados, a exemplo do litoral do Subúrbio e da Cidade Baixa, ou passam por obras, como a região de Stella Maris.

O trecho que será inaugurado tem uma extensão de 2,2 quilômetros. Nele, foram implantados quiosques para a venda de coco, equipamentos de ginástica e paraciclos. Próximo à saída da Rua Pará, um pergolado foi projetado para a prática de atividades ao ar livre, como ioga, tai chi chuan e meditação.

Uma ciclovia, implantada entre a Arena Aquática Salvador e a Vila Jardim dos Namorados, vai dar continuidade aos trechos já existentes, possibilitando mais segurança aos ciclistas. Também foram construídas valas técnicas e feitos serviços de drenagem e de pavimentação.

As calçadas foram requalificadas e passaram a ter o mesmo padrão das outras já entregues. Com a reforma, o local ganhou guarda-corpo em aço inoxidável e muretas para a proteção de pedestres, semáforos inteligentes, iluminação em LED e paisagismo.

Primeiro trecho - Vale lembrar que a Prefeitura inaugurou, em agosto, o primeiro trecho da orla de Amaralina, entre o quartel e o Largo das Baianas. As intervenções envolveram a instalação de acessos à praia em todas as paradas de ônibus, além de rampas e escadas, atendendo aos quesitos de acessibilidade universal, entre outras intervenções.

Ainda no primeiro trecho, a Prefeitura construiu a primeira Colônia de Pescadores de Amaralina, requalificou a Praça do Budião e o próprio Largo das Baianas, resgatando a importância turística e histórica do local. Ao todo, o projeto da nova orla Amaralina-Pituba tem 3,3 quilômetros de extensão.

Para os dois trechos, o investimento chega a R$ 45,4 milhões, dentro do Programa de Requalificação Urbanística (Proquali), financiado pela Corporação Andina de Fomento (CAF). Todo o projeto foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) a partir da participação popular, por meio de oficinas feitas com moradores da região. Já as obras foram executadas sob a supervisão da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo (Seinfra).

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto anuncia nesta sexta-feira (13) novas medidas de flexibilização durante a pandemia do novo coronavírus. A coletiva acontece durante a inauguração da primeira etapa do novo Canal do Paraguari, na Rua Beira Rio, s/n, em Periperi, às 10h30. 

As obras no canal envolveram urbanização e macrodrenagem do Rio Paraguari. As intervenções proporcionam melhoria na qualidade de vida daqueles que vivem no entorno do canal, numa extensão de 925m. Nessa primeira fase, foram investidos quase R$18 milhões. 

Toda obra foi realizada sob a coordenação da Superintendência de Obras Públicas (Sucop), vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). A bacia hidrográfica do Rio Paraguari está inserida em Salvador e abrange parte da região do Subúrbio Ferroviário, com área de aproximadamente 4,8 km², e drena bairros como Nova Constituinte e Periperi, densamente ocupados e. 

A obra viabilizou a implantação de patamares de 2,80 m, constituídos por lajes pré-fabricadas em ambos os lados do canal, colocação de travessias de pedestre a cada 60 m de extensão, instalação de novo sistema de iluminação em LED, criação de espaço público de convivência e lazer e paisagismo, entre outras intervenções. 

Segunda etapa – Iniciada em julho deste ano, a segunda etapa da intervenção segue em andamento. Nesta fase, a Prefeitura investe R$7,2 milhões. A obra do barramento vai regularizar a vazão de águas pluviais para não haver alagamento em toda a extensão do Canal Paraguari.

 

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

O prefeito ACM Neto inaugura nesta quinta-feira (12), às 10h45, o novo Jardim Botânico de Salvador, em São Marcos. O equipamento antigo foi totalmente requalificado, com investimento de quase R$10 milhões, proveniente de financiamento feito com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), por meio do Programa de Requalificação Urbana de Salvador (Proquali) e recursos próprios. 

 O projeto foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e as obras coordenadas pela Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). Todas as intervenções do projeto tiveram como objetivo a ampliação da estrutura física atual e, em especial, a proteção do herbário existente no local, que será administrado pela Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). 

Com valor ambiental inestimável para o município, o espaço tem cerca de 61 mil espécies vegetais em 160 mil metros quadrados de área. A primeira mudança já é percebida na guarita de acesso, que possui fachada vegetal, além da pavimentação asfáltica e novos postes de iluminação em LED no acesso e criação da área de estacionamento. Com área total construída de 2,2 mil m², o prédio principal possui quatro pavimentos. 

No subsolo, são encontrados vestiários, copa, depósito, estufa, sala de ar condicionado e sanitários. No andar térreo está o auditório com capacidade para 47 pessoas, conectado com o foyer e o espaço semicoberto para atividades diversas com arquibancada. O espaço digital, com expositivos voltados à educação ambiental, além de hall de exposições e sanitários, também fazem parte deste andar. 

O primeiro pavimento tem área vegetal descoberta, setor de programas e pesquisas, laboratórios, espaço de coleções vivas, acervo científico, salas administrativas e de curadoria, herbário e sanitários. Por fim, a cobertura – vegetal – possui área calçada que permite o acesso e vista para a área externa. 

A trilha elevada de 795m de extensão pela mata é delimitada por guias de concreto e, ao final, é encontrado um pavilhão revestido com madeira. A antiga caixa d’água foi recuperada e foi transformada em uma obra de arte, após intervenção do artista plástico Bel Borba. 

O viveiro de plantas também passou por intervenção e foi criado um pavilhão de observação da natureza. O entorno ganhou paisagismo com grama e vegetação nativa da mata existente em mais de 4 mil m², recuperação de calçadas e paisagismo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A Prefeitura entrega, nesta quarta-feira (11), às 10h45, 128 unidades habitacionais na segunda etapa do Conjunto Habitacional da Baixa Fria, em São Marcos (Rua Artêmio Castro Valente, Canabrava). Nesta segunda fase, serão contempladas as famílias que ficaram de fora na primeira entrega do conjunto, inaugurado em 2017. A obra, iniciada em abril do ano passado nessa etapa, custou 8,7 milhões. A solenidade terá a presença do prefeito ACM Neto. 

O conjunto dispõe de oito prédios com quatro pavimentos, sendo dois apartamentos de dois quartos por andar, perfazendo 16 moradas por prédio. Também foi construída uma escola, que vai ofertar Ensino Fundamental I para crianças de 6 a 11 anos, com dois pavimentos englobando cinco salas de aula, área de recreio, ambulatório e cantina/cozinha, dentre outros ambientes. 

Histórico – Em maio de 2017, a Prefeitura entregou 230 unidades habitacionais na primeira fase da Baixa Fria. Os recursos foram provenientes dos ministérios das Cidades e do Planejamento. Iniciada em 2004, ou seja, em gestões anteriores, a obra custou, na primeira etapa, aproximadamente R$ 20 milhões, sendo que a Prefeitura arcou com cerca de R$ 3 milhões para que fosse concluída.

 

 

0
0
0
s2sdefault

Fale Conosco

O seu canal de comunicação com o nosso site. Caso tenha dúvidas, sugestões ou solicitações de serviços, por favor, mande mensagem que teremos prazer em respondê-la.

Enviando...